O Pálido Olho Azul

O Pálido Olho Azul Louis Bayard




Resenhas - O Pálido Olho Azul


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Evelyn Ruani 11/11/2010

Muito bom!
Para aqueles que gostam de um bom triller de suspense e mistério, O Pálido Olho Azul é um prato cheio. Sua história acontece no século XIX e é surpreendentemente bem narrada por Bayard que ainda soma a excentrica pessoa de Edgar Alan Poe à trama, o que dá um toque especial à história.

Um corpo é encontrado na tradicional Academia de West Point pendurado em uma árvore por uma corda não curta o bastante o que mantia os pés do cadete apoiados no chão. Não bastando, seu coração fora arrancado. Seria um suicidio seguido da cruel agressão de seu corpo, ou um sórdido assassinato? Para desvendar esse mistério, August Landor, um renomado detetive, é chamado a serviço da Academia. Landor nomeia como seu ajudante nada mesmo que Poe e é então que a busca pela verdade se inicia.

A história é fascinante e a narrativa de Bayard, totalmente desprovida de sentimentalismo, torna tudo muito real. Fiquei impressionada com a linguagem usada no livro que parece reviver o século em que se passa a história. Sem contar que o relacionamento de Poe e o detetive Landor foi muito bem elaborado mantendo o interesse do leitor preso na história.

Leitura recomendada!
Léia Viana 11/11/2010minha estante
Eu adoro histórias assim, que beiram a realidade com um toque de mistério.


Rose 11/11/2010minha estante
Que bom que gostou do livro, eu o adquiri num sebo, comprei por comprar e acabei me fascinando com a leitura... pois adoro livros com mistérios, principalmente quando o final o surpreende... tb recomendo esta leitura! :)


Lu 12/11/2010minha estante
Adorei a sua resenha, Ly! Gosto muito de histórias assim. Lembro de ter lido um parecido com este, mas o autor era Sir Arthur Conan Doyle., Esqueci o nome do livro!


Dri Ornellas 21/11/2010minha estante
Bom triller de suspense e mistério + Edgar Alan Poe + reviver o século em que se passa a história = quero muito ler!!!


Júlia CM 24/06/2011minha estante
adorei! quando comecei, confesso, não estava muito a fim de ler. mas chegando no fim... meu deus, nunca ia imaginar que seria tão bom. o final é COMPLETAMENTE inesperado, amei. amei mesmo. super recomendado (:


Desi Gusson 29/03/2018minha estante
Ahhh, não creio que você leu esse livro S2




Matheus 22/01/2014

Um grande nada.
Um livro simplesmente sem propósito algum... :(
O livro inteiro é uma chatice, nada de emocionante, nada de fixar a leitura... só não desisti de ler porque enfim, não gosto de parar uma leitura... NO entanto, o final é surpreendente, eu diria que, muito surpreendente!! Não esperava por esse desenrolar! Mas, como disse no início, não é uma boa leitura, não da pra tirar nada de muito proveitoso deste!
Roberto 18/05/2014minha estante
kkkkkkkkkk,...ta bom nunca lerei


Matheus 19/01/2015minha estante
Não leia mesmo.


Leiny Oliver 06/10/2015minha estante
Estou bem no inicio e tbm só não abandono, pq não gosto de coisas inacabadas!!! O livro não conseguiu me instigar!! =/




mairla 22/11/2014

"A morte de uma mulher. Ela é ainda o tema mais nobre de um poeta?"
A obra de Louis Bayard que desenvolve apenas personagens que lhe são necessários, ninguém está ali para preencher vácuos ou somente acrescer volume narrativo, cada personagem tem seu valor dentro da história principal, o que de inicio pode não ser compreendido, porém com a ajuda da paciência do Leitor (a quem Landor se refere com frequência), tudo será esclarecido, e todos os diálogos lidos serão justificados.

“O Pálido Olho Azul” não é um livro pra todo mundo, certamente é preciso ter certa afinidade com a literatura (principalmente as obras de Edgar Allan Poe) e um pouco de paciência em se tratando de um livro de mistério não tão convencional. A escrita em primeira pessoa favorece todas as surpresas guardadas ao fim no livro que não decepciona e toma rumos difíceis de serem deduzidos.

Mais: http://www.cinemundo.net.br/resenha-o-palido-olho-azul-louis-bayard/

site: http://www.cinemundo.net.br/resenha-o-palido-olho-azul-louis-bayard/
comentários(0)comente



Jim do Pango 03/07/2010

It was good what we did yesterday
Vasculhando a minha Livraria Alfarrabista preferida – que é como as pessoas se referem aos Sebos em Portugal – me deparei com este título: O Pálido Olho Azul. Belíssimo.

Ato contínuo, me veio a mente a música cantada pela Marisa Monte, em seu álbum Verde Anil Amarelo Cor De Rosa e Carvão (1994): Pale Blue eyes.

Por apreciar a música, na voz da Marisa Monte, resolvi levar o livro.

Não discuto que escrever um bom livro é uma arte para poucos, mas escrever um bom livro com um bom título é coisa muito rara. O caso de O Pálido Olho Azul, no original The Pale Blue Eye, quase como a canção, é um tanto diferente, pois, na minha humilde opinião o autor logrou escolher um título maravilhoso para sua criação pouco mais que ordinária.

A narrativa nos leva até a academia militar de West Point, que vive dias turbulentos por conta de alguns assassinatos repentinos e o final, admitamos, chega a ser realmente surpreendente, mas trata-se de um livro que, salvo pelo título, não me despertou nenhuma paixão.

Após a leitura, eu regressei ao mesmo Livreiro Alfarrabista e negociei o livro...

“Sometimes I feel so happy
Sometimes I feel so sad
Sometimes I feel so happy
But mostly you just make me mad
Baby you just make me mad

Linger on, your pale blue eyes
Linger on, your pale blue eyes […]”
Lilian 07/12/2012minha estante
Afe, como vc é confuso!




Rose 07/02/2010

Adorei o livro...
É uma história feita no seculo 19, numa tradicional academia, onde ocorre misteriosos assassinatos... contanto com personagens como, um cadete poeta, um detetive, um capitão, uma familia estranha, a donzela de olho azul e alguns outros cadetes que surgem durante o decorrer do livro... e ele conta com um final super inteligente, na qual me surprendi...
Recomendo para todos que gostam de um bom suspense!!!
comentários(0)comente

Evelyn Ruani 13/09/2010minha estante
Estou ansiosa para chegar o livro! Gostei do título e depois de ler sua resenha, acredito que vou gostar da história também :)




Karina 14/05/2014

Tirado do próprio livro.
"Edgar Allan Poe segue caminhando nas sombras. O que fazia o estranho rapa entre os jovens cadetes de West Point no ano de 1830? Seu comportamento insolente atormentava a rigidez dos militares, enquanto sua inteligência fazia dele o ajudante perfeito para o detetive Augustus Landor. Um corpo foi encontrado e seu coração, arrancado... Como Poe poderia ajudar na solução do misterioso assassinato? Qual o sentido dos versos que ouvia sua falecida mãe sussurrar-lhe na madrugada? "Á donzela com o pálido olho azul / Ao demônio com o pálido olho azul." A personalidade do conhecido escritor quando jovem é apenas um dos pontos altos deste romance arrebatador e labiríntico. O pálido olho azul não vai deixar você em paz."
comentários(0)comente



Thiago 22/05/2019

Excelente
Li esse livro há alguns anos. Até hoje me lembro bem e tenho grande apreço por ele. É excelente, uma de minhas leituras preferidas.
comentários(0)comente



Bia~* 06/12/2009

Muito bom!!
Livro muito bom, com uma narrativa não tão densa, e que nos prende do início ao fim.
Um suspense/mistério que realmente nos prende ao livro e que tem um final surpreendente!!
Recomendo!!!
comentários(0)comente



Giovanni 13/01/2011

É um ótimo livro, suspense do inicio ao fim, muito bem feita, pela primeira vez eu errei feio quem era o assassino!!! No final as revelações são barbaras!!! Nesta obra tem como mote a vingança privada, pois quando ocorre um crime eu desejo que o Direito seja aplicado, mas quando alguém da minha familia é a vitima, eu quero justiça, mas não dá forma legal!!!
comentários(0)comente



Ingrid.Oliveira 21/09/2018

Deliciosamente bom
Comprei esse livro em 2005 e levei anos para lê-lo. Na época eu ainda lia bastante, mas comecei a faculdade logo em seguida e a coisa desandou.

Só no final de 2017, depois de começar a usar a meta de leitura do Skoob, consegui ler esse e outros livros que estavam na espera há algum tempo.

Que delícia de livro! Não vou dizer que me arrependo por não tê-lo lido antes pq creio que na época em que comprei não teria desfrutado tanto da leitura como agora.

Curti demais a leitura é super recomendo para quem gosta de suspenses. Uma obra digna do Poe, de fato :)
comentários(0)comente



EltonLM 03/06/2019

O pálido olho azul
Lembro-me que a leitura desse livro foi bastante arrastada. O autor não me prendia à história, era eu que tentava me prender a ela! O livro tem uma atmosfera interessante, porém a narrativa deixa a desejar. Por outro lado, talvez o problema seja eu! Nunca fui muito fã de livros policiais, mas quis dar a esse uma chance.

site: bibliothequeopinatio.wordpress.com
comentários(0)comente



patita 04/08/2010

Fantástico
Este livro é muito bom. Comecei a ler meio sem vontade e de repente me vi acordada as 3 da manhã com os olhos ardendo.rs
Li em 3 dias e acho que demorei tudo isso porque, mais ou menos na metade, a estória dá uma empacada. Mas depois flui e termina com uma surpresa assombrosa. Só vou trocá-lo por outro livro que eu queira muito.
comentários(0)comente



Ash 01/01/2015

Um ótimo livro! Desde o momento em que comecei a ler, não consegui parar. O desenrolar dos mistérios foi muito bom e a narração é ótima, o final é totalmente inesperado e a personalidade excêntrica do Poe na história só deixa o livro ainda mais incrível!

site: www.universonotavel.com
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13