O Lado Bom da Vida

O Lado Bom da Vida Matthew Quick




Resenhas - O Lado Bom da Vida


1082 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



LeillaneSoares 14/04/2017

Sobre o livro "O lado bom da vida"
Pat Peoples é um ex professor que acaba de ser retirado de uma instituição psiquiátrica e está na casa dos pais. Sua única meta é o fim do "tempo separados" como ele refere-se à situação com sua ex esposa Nikki, da qual ele não tem notícias e espera ansiosamente pelo reencontro. Sem muitas lembranças, Pat tenta manter seu corpo sarado, ler e uma pessoa mais gentil para tentar agradá-la. Pat tem alguns surtos de raiva, principalmente relacionados à uma música tocada pelo saxofonista K.G.., então ele mantém sessões de terapia para controlar esses surtos e tentar melhorar seu quadro psicológico. Pat, seu pai e irmão são torcedores de carteirinha do time de futebol americano Eagles, e descobre que seu terapeuta, o Dr. Cliff, também é.
Pat é apresentado à Tiffani, irmã da esposa de seu amigo Ronnie, em um jantar na casa do casal. Tiffani a princípio se mostra bastante rude, porém alguns dias depois passa a perseguir Pat em suas corridas diárias, mesmo sem falar nada com ele. Por incentivo de sua mãe e seu terapeuta, eles passam a ter encontros.
O pai de Pat tem um humor muito instável e que depende dos resultados dos jogos, então se o time vai mal ele fica sem falar com Pat e trata mal sua esposa, a qual sofre bastante com isso.
Enquanto Pat tenta recuperar sua sanidade, com terapias e meditações, continua focado em reencontrar Nikki e ter seu final feliz. Com o passar do tempo Nikki se oferece para ajudá-lo, supostamente tornando-se um elo entre ele e Nikki, só que em troca pede que ele se apresente com ela em um evento de dança, mas para isso ele precisa parar de assistir aos jogos e falar sobre eles durante o mês do ensaio. Pat concorda e cumpre sua parte no acordo. Após cumprir o combinado, Tiff recebe as cartas dele e entrega a ele cartas que diz serem ditadas por telefone por sua ex esposa, porém após um tempo revela que na verdade as cartas foram escritas por ela mesma e que nunca entrou em contato com Nikki. Após a revelação os dois ficam sem manter contato durante um tempo, até que Tiff envia uma carta para ele explicando sua vida e seus sentimentos. Pat recupera a memória ao ver seu video de casamento e relembra o motivo que levou à separação e o motivo que o levou a ir para o "lugar ruim", que é como ele chama a instituição psiquiátrica na qual estava. Nikki o traiu com outro professor e ele pegou-os no flagra e surtou. Pat então, após ter recuperado a memória, vai a procura de sua ex mulher e observa-a de longe em sua nova casa, com seu novo marido (com quem ela o traiu) e seus dois filhos. Pat, que nunca deixou de acreditar no final feliz e no lado bom da vida, acredita, então, que esse fi o final feliz do filme dele, já que a felicidade de sua ex esposa com sua nova família faz com que ele, enfim, dê um fim no tempo separados.
Pat e Tiff, então, se encontram para conversar e ela diz que precisa dele e ele conclui que também precisa dela, pois ela, apesar de todos os problemas, completa-o e o entende de uma forma única.
comentários(0)comente



Cleucimar 13/04/2017

O Lado Bom da Vida
Bom livro! O recomeçar depois de tanto sofrer, a esperança de ser feliz com a mulher amada, sem mesmo se lembrar do que ocorreu entre os dois no passado, a superação dos traumas sofridos, a rejeição do próprio pai, o acreditar sempre no lado bom dá vida, nos finais felizes, a descoberta de um novo amor inesperado. São coisas realmente muito interessantes e que podem fazer parte do dia a dia de qualquer um de nós.
comentários(0)comente



Bruna.Luisa 11/04/2017

O lado bom da vida
O lado bom da vida conta a história de Pat, que acaba de sair de uma clínica psiquiátrica e quer voltar com sua antiga vida e sua "esposa", Nikki. Pat conhece Tiffany, que é mentalmente perturbada e é meio louca. Os dois ficam amigos, e aí começa a história. Uma história simples, leitura rápida e gostosa, que te vicia e te surpreende no final. Sem dúvida, é um dos meus favoritos.
comentários(0)comente



Kelly 07/04/2017

Maravilhoso
Um livro simples , porém com uma historia encantadora,embora a narração seja chata em algumas partes,já que próprio personagem o narra ...

Pat, é um personagem sensacional , sempre procura enxergar as coisas boas e elimina completamente as ruins.
É nesse momentos que me lembro o porque ele esta em minha lista de releituras.

Pat foi internado em uma clínica psiquiátrica e não sabe os motivos da internação, sua memória está cheia de falhas e ele só quer voltar para casa, voltar para a sua Nikki. Acontece que a esposa não quer vê-lo e não permite que ele entre em contato com ela. Após sair da clinica psiquiátrica, Pat precisa ir morar com seus pais pois não tem um emprego e nem sua casa. Ele aceita ajuda até que o "tempo separados" termine.

Pat acredita que tenha acontecido algum desentendimento entre ele e a esposa, Decidido a surpreendê-la e a agradá-la, Pat decide fazer exercícios puxados e tentar ser mais gentil com as pessoas.


Pat percebe que algumas coisas mudaram mas ninguém fala abertamente sobre o seu passado. Em uma noite, ele é convidado para jantar na casa de seu melhor amigo e lá Pat conhece Tiffany que também tem um passado conturbado .

Durante a leitura, vamos descobrindo o que realmente aconteceu. Para Pat ele só está passando pelo "tempo separados" mas é possível ver que a coisa é mais difícil do que ele acredita. Algo de ruim aconteceu no passado e ele foi o causador. Embora Pat não saiba o que tenha acontecido ele agora quer mudar, quer fazer sua esposa feliz e fazer com que ela se sinta bem ao lado dele. Pat é um homem extremamente positivo e sensível, procura ver o lado bom em tudo e fica entristecido com o pessimismo das pessoas. Na história de Pat, Tiffany terá um papel fundamental, pois além de entender o que acontece com ele, a jovem decide ajudar, ela quer que ele reencontre a esposa e que sejam felizes, parte disso vem de seu passado, de seus traumas.

Não é um livro cheio de ação, mas sim um livro que nos faz pensar, a positividade de Pat é contagiante. Uma linda história com final encantador que nos ajuda a acreditar mais no improvável, nos ajuda a manter a cabeça erguida, qualquer que seja o problema. às vezes é preciso fazer como Pat, acreditar no lado bom das coisas e praticar ser gentil.

site: http://citacoeselivrosagr.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Roberta.Costa 17/03/2017

Lição de vida
Livro incrível!!!
O Livro mostra a Historia de Pat , que depois de viver Momentos difíceis, decide viver a vida da melhor forma, decide ver o lado bom de tudo ,mesmo nos momentos mais negativos.
O maior de seus objetivos é reconquistar sua ex mulher , e pra essa missão conta com sua nova amiga Tiffany, que também passou por momentos ruins .
Pat e Tiffany se ajudam, cada um tem uma meta cumprir, e entre muitos momentos juntos acaba ocorrendo uma ligação forte entre os dois.
O Amor entre amigos se torna um amor maior, Ri com as loucuras deles, chorei nos momentos de fragilidade de ambos.
A moral do livro é mostrar que só cabe a nós vivermos na tristeza ou na alegria, que com força de vontade, podemos superar qualquer coisa, mostra que muitas vezes a felicidade está ali, ao nosso lado , mas demoramos a enxergar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Kauany Bibi 09/03/2017

nota 10(:
esse livro fala que precisamos sempre ver o lado bom da vida,por que não sabemos o dia de amanha. como aquela moça num dia comum ela descobre que seu marido faleceu, mas um ex professor pode mudar sua vida.
não vou ficar contando o livro inteiro.mas recomendo com certeza. esse livro é muito bom vou ate ler de novo. esse livo merece essa nota.
comentários(0)comente



Karine.Brandao 07/03/2017

O Lado Bom da Vida é realmente bom
O lado bom da vida é um livro de Matthew Quick, publicado pela editora Intrínseca, que inspirou o filme com o mesmo nome.
O lado bom da vida é um livro muito bom e nos permite refletir e quebrar preconceitos com relação aos doentes mentais. Pois o personagem principal é Pat Peoples, um homem de cerca de 30 anos de idade (ele não tem certeza da idade) que era professor de história; acabou de ser retirado de uma clinica de reabilitação para doentes mentais, ou se preferir “lugar ruim”, como ele diz.
Pat não vê a hora, de se recuperar plenamente para que o“ tempo separados” termine e ele possa voltar com sua ex-mulher, Nikki. Nikki se separou dele assim que ele foi internado e ambos têm medidas protetivas que proíbem de se encontrarem. Para voltar com Nikki, Pat vira outra pessoa, pratica esportes por um longo período, para ficar forte, já que Nikki não gosta dele gordo, começa a ler grandes clássicos da literatura americana, já que ela é professora, e começa a ser gentil com todos, porque não era muito gentil com Nikki, antes do “tempo separados” começar.
O livro se desenrola, com todos a sua volta torcendo muito pela recuperação de sua saúde mental. Ele volta a assistir futebol americano, que o reaproxima de seu pai e seu irmão e de Ronnie, um antigo amigo. E claro que seu novo amigo/terapeuta Dr. Cliff, também o ajuda.
Ronnie o apresenta a Tiffany, sua cunhada, que desde que ficou viúva também enfrenta problemas psicológicos. E logo surgi uma amizade entre os dois, uma silenciosa e estranha amizade.
Pat ainda enfrenta alguns problemas, como perca memoria, e de não saber quanto tempo ficou no “lugar ruim”, como também o seu pai com um mau humor constante, e o fato de toda a sua família dizer coisas horríveis sobre Nikki e claro a musica do seu maior inimigo Kenny G.
Apesar de tudo isso, Pat acredita que terá um final feliz no filme de sua vida, pois sempre prega o lado bom da vida.
O livro é muito bom, e você, quer acabar de ler rápido, porque quer descobrir se a vida de Pat terá um final feliz, e o que aconteceu com ele para que fosse internado.
A história nos ajuda a entender um pouco da mente dos doentes mentais e a quebrar preconceitos, e sempre enxergar a luz no fim do túnel. Engraçado e dramático, O lado bom da vida é realmente maravilhoso.
comentários(0)comente



Angisllayne 03/03/2017

Uma leitura decepcionante...
A princípio, não me interessei pela sinopse. No desenrolar da narrativa, não me interessei pela história. Tentei lê-lo duas vezes, pois achei a leitura cansativa, arrastada... De fato, em alguns momentos, nos quais Pat Peoples descrevia sua rotina e seu relacionamento com os pais, me interessei bastante, pois gosto de esportes e, apesar do pai de Pat insistir em não falar com ele, quando assistiam aos jogos do Eagles juntos, eles tinham uma pequena, mas plena, felicidade (e conversa). Não gostei do lado ''romântico'' do livro, pois entendi como um rapaz louco por sua esposa e não gosto muito de loucuras. Também não aprovei o modo como as coisas aconteciam e, por isso, decepcionei-me bastante.
comentários(0)comente



Julia.Paula 24/02/2017

adorei
?O lado bom da vida ?
Neste livro aprendemos que na vida precisamos sim ver o lado bom da vida em algumas situações,por exemplo a pat uma mulher casada que não sabe que um dia seu marido iria a falecer ,mas um simples ex professor poderia mudar sua vida.Mas não vou ficar contando muito para saber mais você precisa pegar o livro em uma biblioteca mais perto e embarcar nessa leitura maravilhosa
comentários(0)comente



efinco 22/02/2017

Comprei a ideia de ser feliz mesmo sendo um pouquinho triste
Você precisa saber que são suas ações que fazem de você uma boa pessoa, não sua vontade.

A questão é que a vida nem sempre vai de acordo como o planejado. Pat Solatano perdeu tudo - sua casa, seu trabalho, e sua esposa. Um ex-professor na casa dos 30 anos que acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'.

Se as nuvens estão bloqueando o sol, sempre tento ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e lembro de continuar tentando.

Ele agora se encontra vivendo novamente com sua mãe e seu pai, depois de passar emuma instituição. Pat está determinado a reconstruir sua vida, manter-se positivo e reatar com sua esposa, apesar das circunstâncias difíceis de sua separação. Convencido que fazer tudo certo traz resultados positivos é muito bonito ver o esforço que ele faz para ver o lado bom de tudo. O que deixa a leitura leve porque realmente o exercício de ver as coisas de uma maneira positiva é contagiante.

Estou praticando ser gentil em vez de ter razão!

Nesse meio tempo ele fica tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

O mundo encontrará várias e várias maneiras de te machucar, mas você vai encontrar uma pessoa que te traga tanta felicidade e que te ame tanto que as feridas do mundo não vão mais te atingir, porque ela te protege, ela te ama, e acima de tudo você ama ela.

O futebol que é uma paixão que uni os homens da casa e os exercícios para manter a sanidade começam não a reconstruir, mas a construir uma nova vida pra Pat, onde o psiquiatra é um grande amigo, a vizinha louca uma companheira de atividades físicas e coisas ruins são copos meio cheios.

Parece triste. Parece com raiva. Parece diferente de todas as outras pessoas que conheço. Ela não consegue fingir aquela expressão feliz que os outros fingem quando sabem que estão sendo observados. Ela não precisa fingir comigo, o que faz confiar nela, de certa forma.

Quando Pat atende o pedido de Tiffany, sua louca companheira de exercícios, as coisas ficam complicadas. Tiffany se oferece para ajudar Pat a reconquistar sua esposa, mas somente, se ele fizer algo muito importante para ela em troca. Com o desenrolar da história, uma ligação inesperada começa a se formar entre eles. E com esse desenrolar o misterioso passado de ambos começa a ser desvendado e como o sol sempre está lá apesar das nuvens o que vai acontecer depende um pouco da sua fé em acreditar no sol, da disposição de lutar por mais um dia mesmo sem sol e de esperar um céu de brigadeiro quanto for preciso.

A vida não é um filme de censura livre para fazer com que a pessoa se sinta bem. Muitas vezes a vida real acaba mal. E a literatura tenta documentar essa realidade, mostrando-nos que ainda é possível suportá-la com nobreza.

Eu realmente torci pelo Pat e por sua família, me divertir com as partidas de futebol e comprei a ideia de ser feliz mesmo sendo um pouquinho triste. Os pequenos milagres que acontecem na história são comoventes e até cômicas. Eu realmente gostaria que você lesse esse livro. Ele me fez ama a história do livro As vantagens de ser invisível. Mas esse livro eu conto o que me fez gostar dele em outra oportunidade. Boa leitura e seja feliz!!

site: http://www.bibliotecalecture.com.br/2016/10/o-lado-bom-da-vida-matthew-quick.html
Nil 24/02/2017minha estante
Eu amo tanto esse livro que acabei de relê-lo! O Pat é incrível!


efinco 24/02/2017minha estante
??? nil




Zorany 18/02/2017

Mais ou menos
Esperava mais do livro. Achei chato demais o foco em futebol americano. Excessivo para o meu gosto. No final melhora um pouco mas nada demais.
Pedro Henrique 08/04/2017minha estante
Engraçado, não achei tanto foco no jogo de futebol. Achei até que se encaixou bem, e olha que não sou fã de esportes




Alefe Luiz 14/02/2017

Ótimo
Quem não gostou do livro é porque provavelmente não aprendeu com o livro a ver "o lado bom da vida", a ver que sempre a uma saída, que nem tudo esta perdido, a deixar de ser pessimista e acreditar que o final feliz é possível se você acreditar!!!

Pra quem gosta de livro com personagens bem incomuns esse é ideal. Pat é o cara que te surpreende o tempo todo!!! Um personagem que se pode ter como exemplo de vida, Se voce se acha pessimista deve conhecer Pat é o cara que sempre olha pro o ponto positivo das situações, por pior que elas sejam. E isso nos ensina bastante quando achar queestar fracassado que tudo acabou para você, se lembre de Pat Peoples!!!
Leitura é boa, leve, tranquila e rápida, um romance com um drama bem escrito e empolgante. E acredite sempre no final feliz!!!

Obs: Li a versão em Inglês.
Marlane 17/02/2017minha estante
Concordo plenamente com você.


Dani 01/04/2017minha estante
Concordo. Excelente resenha!




Camila Rafaela Felippi 09/02/2017

Seja positivo!
Pat é um homem gentil e um pouco violento às vezes (mas não faz por maldade!). O tempo inteiro ele tenta agradar sua esposa Nikki, mesmo estando no "tempo separados". O intrigante é saber a verdade só no final.. Nenhuma das minhas hipóteses seria o que aconteceu. Formulei diversas ideias em minha cabeça, tentando entender o motivo do tempo separados. Estava convencida de que Pat tinha sofrido algum tipo de acidente ou passado por alguma enfermidade que o deixou um tanto quanto maluco - e Nikki, sua esposa, não o aceitou depois disso. A surpresa foi grande para mim.
Gostei muito do livro, apesar de ser um tanto repetitivo e parecer muitas vezes que a estória não saia do lugar. Quick passa uma mensagem muito importante: precisamos sempre ver o lado bom da vida. Ser positivo é fundamental não somente para encararmos os problemas, mas sim em todos os momentos.
Em relação ao filme, ainda não terminei de assistir. Parei antes da metade. Primeiro que, particularmente, não vou com a cara da Jennifer Lawrence em nenhum dos filmes que ela faz. Segundo, não entendo qual é a dificuldade de seguir o roteiro do livro! Parece que os diretores querem, de propósito, deixar o filme uma porcaria. Prefiro o livro, com certeza (sempre).
comentários(0)comente



1082 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |