Lua de Mel

Lua de Mel James Patterson




Resenhas - Lua de Mel


52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


nosso livro de cada dia 23/03/2015

''Nora Sinclair é uma mulher bem sucedida, linda, sexy e muito desejada pelos homens. E tudo parece perfeito quando seu noivo, o milionário Connor, a pede em casamento. Mas após alguns dias, Connor morre de maneira súbita. E muitos acontecimentos estranhos rodeiam essa linda mulher que se mostrará bem diferente do que parece. Mas o agente do FBI John O'Hara irá entrar no caminho dela e nada irá se resolver com facilidade.''

O livro me surpreendeu, me chocou e o melhor: me conquistou. Nora é uma mulher implacável e desde o começo é possível ver isso. Ela vai além das aparências, o que deixa qualquer homem desarmado, afinal, o que esperar de ruim de uma mulher tão maravilhosa? As aparências enganam e esse livro me mostrou um fato: homens são burros quando o assunto é uma mulher o seduzindo! Pode ser um empresário, um faxineiro ou até mesmo, no caso, um agente do FBI kkkk. A burrice do John me irritava mas o seu sarcasmo me deixava em conflito, porque eu adorava esses momentos. Um livro instigante, que li em dois dias e gostei muito dessa primeira leitura que fiz do autor.

site: https://instagram.com/nossolivrodecadadia/
Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 05/05/2015minha estante
Olá.. Vi sua resenha sobre o livro o qual acabei de ler.. Gostaria se possível, que você me explicasse o final! Fiquei totalmente confusa, na internet não achei nada que me ajudasse! Aguardo a resposta! Muito obrigada


Isabella.Cortez 09/05/2015minha estante
Você pode me dar essa resposta?????




Erika 17/04/2016

Fantástico!!!
Eu simplesmente AMEI esse livro. Gostei muito da escrita do autor. Direta e objetiva. Não fica enrolando nem fazendo xaradas mirabolantes. A estória se desenrola naturalmente e envolve o leitor página após página. Impossível largar. Devorei em dois dias. LEIAM,LEIAM, LEIAM. Eletrizante e envolvente. Final surpreendente. Se tornou um dos meus queridinhos. É o primeiro que leio deste autor e virei fã. Quero mais! Super recomendo.
Erika 09/07/2016minha estante
Estou amando! É o segundo livro dele que leio, e não me arrependo


Erika 11/07/2016minha estante
Virei fã dele. rs... Lua de Mel é uma trama muito boa, eletrizante. Como todos os livros do autor. Boa leitura!


Erika 11/07/2016minha estante
Certamente esse vai se tornar um dos queridinhos rsrs. Obrigada Erika!


Erika 12/07/2016minha estante
De nada! Bjs




Mariane 11/09/2015

Lua de Mel, livro publicado pela editora Arqueiro, é o primeiro livro que leio de James Patterson. No começo do livro não estava levando muita fé, já não tinha me agradado muito por ser em terceira pessoa e feito com capítulos corridos sem entrar em muitos detalhes, achei que iria me atrapalhar na leitura, mas dai foi me surpreendendo.

Nora Sinclair é uma designer de interiores, sedutora e extremamente bem sucedida, mas, misteriosamente os homens com quem ela se envolve costumam ser vitimas de acontecimentos estranhos. E isto acaba despertando a curiosidade do FBI, e o malicioso detetive John O'Hara começa a investigar.
O que ele não sabia é que também iria cair na teia de Nora.

O'Hara é um personagem interessante, gostei do sarcasmo sempre presente em suas falas, e suas mil facetas. Igualmente inteligente como Nora.
Quando começa a investigar Nora logo após a morte do seu noivo, ele acaba se apresentando como Craig Reynolds um corretor de seguros, interessado a lhe dar um suposto "seguro" feito no seu nome por seu falecido noivo.

Os dois acabam se envolvendo em uma trama de gato e rato, confundindo o leitor e fazendo com que mude de opiniões varias vezes ao longo da historia. Cheias de tramas paralelas que flui fazendo a leitura ser rápida e ágil, o que os capítulos curtos não interferem em nada.


O final me surpreendeu, vou confessar que não gostei do fim, não que não seja bom, mas sabe quando você fica torcendo para o vilão se dar bem no final? Eu meio que fiquei torcendo por isso.
Eu imaginava que Nora iria conseguir se safar de tudo e estaria em um hotel cinco estrelas á beira mar tomando Sol,sorrindo como uma taça de champanhe na mão. Mas não foi assim. Alguns podem até achar que ela mereceu o seu fim, mas eu não, eu tenho um fraco por vilões. Fazer o que?

Mas enfim, já estou ansiosa para ler outro livro do autor, a primeira impressão foi super positiva! Leiam e me contem o que acharam.


site: https://paixoeselivros1.blogspot.com/b/post-preview?token=HUBJv08BAAA.qtVWrZGf_YJWRmmq1FczvxZG9yyZ5YBLcWyPCA2E6xfXReixoH4WV6DtTmJkSfZWOGmpqpTlabNx-0nVkMj8_A.032sxeap2mHBH9sD8WyveA&postId=22725256636610084&type=POST
May 02/10/2015minha estante
gostei muito desse livro. mas leia os assassinos do cartão postal, tbm é do James Patterson, é ótimo o livro.




Naty 15/12/2014

“As coisas nem sempre são o que parece” e, se você duvida dessa frase, ao ler o livro Lua de Mel de James Patterson concordará com ele e Howard Roughan. A história é repleta de reviravoltas e deixa o leitor convicto de que percorre um caminho, porém, nos damos conta, posteriormente, que somos levados por outro lugar inesperado.

Para quem não sabe, sou uma super fã de Patterson. Li esse livro tem um bom tempo, mas resolvi resenhá-lo apenas hoje. Não porque não gostei dele, pelo contrário. A narrativa é bem envolvente e a história é curiosa, embora não tenha sido o melhor trabalho do autor.

Estamos diante de uma protagonista por nome de Nora Sinclair, ela tem 33 anos e é considerada uma das melhores designers de interiores de Nova York. Ela tem um relacionamento com Connor, ele tem 40 anos e é administrador de fundos de investimentos. Um homem muito rico e ambicioso, nada muito diferente de Nora, nesses quesitos.

“Estou morrendo, digo a mim mesmo. Mas, não: é pior que isso. Muito pior. Estou sendo esfolado vivo... de dentro para fora. E é apenas o começo. Como um fogo de artifício, a dor sobe e explode na minha garganta, bloqueia o ar e exige um esforço extra para respirar” (p.08).

Connor sofre uma parada cardíaca e morre dias depois de ficar noivo de sedutora mulher. Ele é o segundo homem que Nora se envolve que morre da mesma maneira. Isso torna a protagonista como alvo de investigações do agente John O’Hara. Ele começa a buscar indícios do que poderia ter acontecido e se realmente foi ela a assassina desse caso.

Contudo, O’Hara tem de lutar para abandonar a sua atração por ela. Nora não é apenas uma sedutora de homens, mas uma dominadora. O agente precisa colocar em destaque o seu profissionalismo e deixar esse desejo de lado. Porém, será que ele vai conseguir resistir a esse jeito cativante de Nora?

Confesso que achei a construção da história um pouco forçada, em alguns momentos, sem colocar alguns pontos em cheque. Os autores usam algumas justificativas que poderiam ser mais exploradas. Muito embora eu tenha gostado da obra pela ideia do enredo e pela narrativa fluida.

“Os melhores mentirosos não dão detalhes” (p.41).

A obra é um verdadeiro jogo, em que vários personagens mentem e tentam persuadir um ao outro. O leitor se perde no livro com a frase inicial dessa resenha justamente por esse fator. É impossível não ficar com uma pulga atrás da orelha sempre que algo acontece. Afinal, “as coisas nem sempre são o que parece”.

Desde o início somos apresentados ao assassino e a busca para colocar a pessoa na prisão é algo incessante. O fato de já sabermos o autor do crime não coloca a obra como inferior ou minimiza a ansiedade do leitor, pelo contrário, pois desejamos saber como colocar o criminoso atrás das grades. O mistério surge do início ao fim, isso é inegável.

Notei alguns erros de revisão, porém, foram poucos. A capa é linda, achei que o efeito das sombras ficou perfeito. Para quem gosta de capítulos curtos, James permanece como de costume e eu simplesmente adoro. Isso deixa a leitura veloz e deliciosa. É impossível não aplaudir o querido James por essa obra, mesmo não tendo sido uma das melhores e mesmo tendo muitas coisas que poderiam ser melhoradas. Com todo ponto negativo possível, ainda é uma obra que eu leria novamente e indico para quem gosta do gênero.

“- Não se mexa! – disse o entregador. [...] Agora ponha as duas mãos contra a parede.
- Quem é você?
- Eu sou o cara que vai fazer você desejar ter pedido comida chinesa, O’Hara” (p.114).
Cris 03/10/2016minha estante
Esse livro. Quando li tinha visto muita coisa boa, gente que adorou e fui na fé. Mas a construção da história é forçada em muitas partes. Achei meio...sei lá, como se só jogasse aquilo ali e o leitor que engula? Mas ela até que prende, consegue te deixar com a pulga atrás da orelha mesmo, desconfiado de tudo na história e isso achei legal. Não me dou bem com muitos livros desse autor, mas esse acabou sendo uma boa surpresa. Tem umas coisas que me incomodaram, mas no geral é um livro bom. Ainda mais pra quem curte esse gênero mesmo.




Victor Lacerda 02/10/2013

http://leitorinsaciavel.blogspot.com.br/
Eu sou um grande amante do gênero policial e esse foi o meu primeiro contado com o James Patterson. E posso dizer que esse primeiro contato poderia ter sido melhor. O autor é conhecido não só no gênero policial, mas na ficção, romances e em livros infantis.

Lua de Mel tem um diferencial da maioria dos livros do mesmo gênero, o autor do crime central é descoberto no inicio do livro. Esse poderia ter sido usado para uma grande diferença no desfecho da história, o que não aconteceu. O livro nos surpreende muito mais com as revelações pessoais dos personagens do que com o próprio crime. A trama possui um segundo crime que acontece simultaneamente ao crime central. Esse segundo crime não foi tão elaborado como o primeiro. O livro tem capítulos curtos o que é um ponto positivo na leitura.
Todo o enredo se passa, basicamente, ao redor de 3 personagens: Nora, O’hara e Sinclair. A construção dos personagens é impecável. Os defeitos e qualidades de cada personagem faz com que nós tenhamos pena até mesmo do “vilão” e raiva do “mocinho”. Todos os personagens são fortes e tenho certeza que muitos podem ter ficado do lado do criminoso.
A repetição da frase: “Até que a morte nos separe” foi uma das coisas que me incomodaram durante o livro, além da capa, a frase está no texto do inicio ao fim.
O vilão é uma pessoa que faz de tudo por dinheiro, eu digo tudo. É um personagem forte e corajoso. E que tem seus motivos para fazer tudo aquilo, mesmo que esses motivos não sejam dos melhores. No final mostra o quanto psicologicamente alguns fatos que acontecem durante nossa vida podem influenciar em nossas atitudes futuras.
Apesar de tudo a trama consegue prender você. O suspense no inicio do livro te faz querer ler o livro por completo o mais rápido possível. Por mais que não seja um livro surpreendente e com um final diferente dos outros, o livro consegue ser uma boa leitura.
Foi uma leitura rápida e que eu não descartaria. O livro te prende e te leva pra um crime envolvente apesar de previsível. Lua de Mel é um bom livro para passar o tempo, mesmo não sendo um grande livro no gênero policial.

site: http://leitorinsaciavel.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 12/04/2013

Lua de Mel
Quando esse livro foi lançado confesso que não chamou muito minha atenção até ver uma lista de livros que minha mãe queria comprar e quando ela o fez peguei logo emprestado.
Confesso que sua leitura foi muito agradável e hoje posso dizer que virei fã do James Patterson, ele tem um jeito fascinante, objetivo e leve de contar suas histórias que me
conquistou de vez. Os livros da arqueiro tem diagramação simples mas com letras em bom tamanho e páginas amarelas que facilitam a leitiura. E outra caracteristica dos livros
do Patterson são os capitulos pequenos que eu adoro e agilizam e muito a narração.
Nesse livro acompanhamos a história de uma mulher chamada Nora Sinclair, linda, sexy e bem-sucedida que tem um poder de fascinação impressionante. Ela tem como objetivo de vida conquistar milionarios para assim arrancar suas fortunas. Só que ela não quer apenas suas fortunas, ela quer o dinheiro sem deixar rastros que foi ela que os pegou e para isso precisa encontrar um jeito de matar suas vítimas sem deixar vestígios e nesse ponto que um grupo de agentes do FBI entra na história para investigar as mortes dos milionários e transferências suspeitas deles.
Confesso que foi a primeira vez que fiquei meio que torcendo pela vilã da história, depois de saber sobre seu passado trágico envolvendo seus pais. Senti que o autor quis humanizar a personagem,
mostrar que ela era malvada, fria e ambiciosa por um motivo. Fiquei torcendo para ela mudar e quem sabe ter um final interessante, pensei em vários ao longo da leitura mas nenhum chegou perto do que
realmente foi.
Para quem gosta de uma história de suspense policial com um toque psicológico esse livro é uma ótima pedida, além disso a narrativa é fantástica com certeza será lido rapidamente, porque você não consegue
parar até o que acontecerá com ela.
comentários(0)comente



Carolina Durães 26/02/2013

Maravilhoso!
Mais um livro do James Patterson, dessa vez em parceria com o Howard Roughan e não sei porque ainda me surpreendo em terminar a leitura espantada com a criatividade do autor.
Vários personagens interessantes vão fazer parte da trama:

"Connor, 40 anos, 1.90m, um administrador de fundos de investimento muito rico e ambicioso, dono da própria empresa, com sede em Greenwich e outro escritório em Londres".(p.12)

"Jeffrey Sage Walker, 42 anos, um escritor de best-sellers de ficção histórica. Tinha milhões de fãs, a maioria mulheres. Elas gostavam de suas histórias e das personagens femininas fortes, mas sua beleza rude exibida nas sobrecapas com certeza não atrapalhava. Nunca cabelos descoloridos e raspados foram tão bonitos". (p. 18)
O que esses dois homens tem em comum? São extremamente ricos, bonitos, inteligentes e que acabaram sofrendo uma parada cardíaca. Ah, e estão em um relacionamento com Nora Sinclair. Nora é uma mulher de 33 anos, extremamente atraente, design de interiores. Será uma infeliz coincidência o envolvimento de Nora, ou ela tem algo obscuro a esconder?

“A vida real de uma pessoa é quase sempre a vida que essa pessoa não leva” (p.24). Será esse o mantra que Nora usa para guiar a sua vida?
Quem fica responsável por descobrir a verdade é John O’Hara, um agente disfarçado. Inicialmente, investiga o caso cinicamente, mas conforme começa a investigar Nora, seu envolvimento torna-se mais pessoal. Como ele poderia achar que uma mulher tão meiga seria culpada de alguma coisa?
Em paralelo com esse caso, nós temos o mercenário conhecido como o Turista, que durante uma de suas missões, adquire uma mala que contêm informações vitais para o caso de Nora. Mas também para uma trama capaz de incriminar pessoas muito poderosas.
Quem é o Turista e o que ele descobriu? São alguns dos mistérios revelados no livro.
O livro é recheado de suspense e ação. O assassino realiza os crimes de modo frio e metódico, chegando algumas vezes até mesmo observar de perto seus crimes. A moral do livro: nem sempre as pessoas são o que aparentam ser. Terminei o livro com uma sensação quase que espantada, pois mesmo sabendo quem cometeu os crimes desde o início do livro, fica difícil de acreditar. O autor mais uma vez surpreendeu com uma trama bem elaborada, um final intrigante e me deixou com um gostinho de quero mais.
Como sempre, os capítulos são curtos, dando certo dinamismo à trama. Encontrei alguns erros de digitação, mas nada que interferisse na qualidade da história. Continuo fã do autor e não vejo a hora de ler o seu próximo livro.


site: http://www.acordeicomvontadedeler.com/
comentários(0)comente



Karen 11/10/2013

Torci pela vilã
Não dava pra vilã se converter e ficar com o mocinho?
comentários(0)comente



Nadia 14/08/2013

Gostei Muito!!!
Quem gosta de um Bom romance policial, super indico esse. Tem tudo: trama, sexo,traição e surpresa. E um desfecho digno de tudo isso..
comentários(0)comente



@aangeladani 19/07/2015

"As coisas nem sempre são o que parecem."
Neste thriller, James Patterson se vale da característica de revelar desde o início para o leitor quem é o criminoso - ou, neste caso, a criminosa. Toda a graça da trama gira em torno de saber como essa criminosa será pega. Eu, particularmente, gosto muito de thrillers assim - tanto quanto gosto daqueles que mantém o segredo do culpado a "sete chaves" até o final. A leitura é bastante dinâmica e rápida, tanto pelos capítulos curtíssimos, quanto pelos vários acontecimentos que a história vai trazendo. E mesmo revelando desde o início quem é a culpada na história, o autor conseguiu manter um certo suspense em alguns detalhes da trama, como por exemplo: na identidade e na "função" do Turista, que só é revelado bem depois; na questão da mãe de Nora, Olívia Sinclair, uma mulher que está internada num hospital psiquiátrico e que, aparentemente, esconde algum segredo; e também na situação de Susan, uma agente linha dura que trabalha com O'Hara e que tinha tudo para ser apenas uma personagem secundária, mas que se destaca muito mais. A narrativa se alterna entre primeira pessoa (nos capítulos que falam de John O'Hara, é ele mesmo quem conta), e em terceira pessoa, nos capítulos que falam de Nora - o que oferece ao leitor um certo distanciamento na história, como se pudéssemos ficar cientes de todos os fatos vistos "de fora". Eu achei ótimo essa alternância do tempo verbal, porque ajudou a me situar melhor na trama. Outra coisa que achei bacana foi a questão da vida pessoal do agente O'Hara, que teve um significativo destaque inclusive - e principalmente - no desfecho da história. Pra finalizar, reforço que os dois personagens principais - Nora e John - são mestres na arte de fingir, conseguindo criar personalidades e persuadir quem os interessa para conseguir seus objetivos. A frase do título dessa resenha (e que também é a primeira frase do livro, ainda no prólogo): "As coisas nem sempre são o que parecem" é que vai guiar o leitor durante toda a trama. Um bom thriller! ;)

Nota: 3/5 (bom)
comentários(0)comente



Roberta 03/03/2013

Resenha | Lua de Mel
para ler no blog: http://artbooks.blogspot.com.br/2013/03/resenha-lua-de-mel.html

Título: Lua de Mel
Autor: James Patterson & Howard Roughan
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 224
Ano: 2013
Resenha:

Nora Sinclair é uma mulher linda e bem sucedida, além de rica. Só que um mal a persegue: Todos os homens com quem ela se envolve acabam morrendo... e sempre de parada cardíaca.
Após a morte de seu noivo, Connor Brown, o FBI entra em ação e o agente John O'Hara juntamente com Susan elaboram uma ação para desmascararem Nora, que é a principal suspeita por trás dessas misteriosas mortes.

Mas como fazer para que John O'Hara entre na vida de Nora para tentar conseguir provas de que ela é a culpada?
Ele arranja uma nova identidade: Craig Reynolds, um charmoso corretor de seguros.

Craig vem com uma notícia ótima para Nora: Connor havia feito um seguro de vida que a única beneficiária seria a própria Nora e o valor? 1 milhão e 900 mil.
Nora tinha que confiar em Craig de qualquer maneira, então por isso, uma ação inteira por trás da identidade de Craig foi montada, desde uma empresa de apólices de seguro falsa, até um cartão de identificação com o nome dele.

Mas é claro que O'Hara não estava esperando pelo mais improvável: Nora era uma mulher muito sedutora.

A partir daí a estória se desenrola de maneira excelente. Todas as partes vão se encaixando e tiveram momentos onde eu fiquei de boca aberta.

O único livro que eu tinha lido de James Patterson foi "O Diário de Suzana para Nicolas" e o achei incrível, mas eu nunca havia lido um suspense dele e vou dizer que gostei demais.
O livro é um Page Turner, onde as páginas se viram sozinhas mesmo, pois li o livro rapidinho sem problema algum e vou dizer que o livro vai ficando cada vez melhor com o passar das páginas, viu?

Super recomendo.
E pelo que eu fiquei sabendo, é uma série chamada FBI Agent John O'hara então vem continuação por aí. E vou dizer que adorarei encontrar com o agente O'Hara por aí novamente.
comentários(0)comente



Caroline 21/01/2016

Lua de Mel
Lua de Mel

Até que a morte os separe

É uma obra entre outras de suspense policial de James Patterson, lançada pela editora Arqueiro, com mais de 260 mil livros vendidos, ficou principalmente conhecido pelo seu personagem ALEX CROSS cujo nome, deu origem a uma série.

A “Viúva Negra”, Nora Sinclair é uma designer de interiores bem sucedida, cuja vida amora é um tanto badalada - por assim dizer – que acaba entrando na mira do FBI por azar (rs). Ela está prestes a se casar com o ricaço Connor Brown, tudo parece está bem até que seu noivo morre misteriosamente.
Nora é procurada por Craig Reynolds ,o corretor que é responsável pela papelada de um seguro de vida milionário deixado pelo noivo, o que ela não sabe, é que um agente do FBI está na cola dela mais do que deveria.

Para quem gosta de mulheres poderosas e sedutoras assim como eu, esse é O LIVRO , muito envolvente eu realmente gostei bastante de Nora Sinclair, devorei está obra em dois dias pois ansiava saber qual era a próxima vítima de Nora.
comentários(0)comente



Ana 05/07/2013

Por Ana Zuky do blog Sangue com Amor
Nora Sinclair é uma design de interior, que a pouco tempo apos ter aceitado o pedido de noivado de seu namorado Connor Brown,de repente ele desvalesse ,com uma morte parecida com um ataque do coração.Deixando para ela tudo.Nora parece não ter sorte no amor.Pois ela já havia sido casada e se tornado viuva.Porem o FBI acha muito coincidência então o agente John O'Hara é designado para saber mais sobre a morte de Connor e saber quem é Nora Sinclair.
O detetive se infiltra como um corretor de seguros,para assim se aproximar de Nora,porem o que ele não esperava era se envolver,com uma atração carnal,com Nora e isso pode por tudo a perder.

Já de inicio na leitura você nota como ela é ambiciosa,fria e audaciosa.Sendo boa no que faz(em todos os sentidos).Nora é mede escrúpulos para conseguir o que quer.E por isso ninguém desconfia do que ela é capaz.
O'Hara é um agente que pouco sabemos dele,no inicio,porem sabemos que ele é o melhor no que faz.O unico problema dele é que seu "homem" não consegue resistir aos encantos de uma mulher sexy e bonita e isto vem a atrapalhar seu empenho e caso.
A Atração entre ambos fica tão forte que fica difícil para eles manter os planos originais.

Bom gente,o que digo é o seguinte: Você não conseguira desgrudar do livro nem um minuto sequer.O livro é repleto de suspense,do inicio ao fim.
Não conseguia parar de ler,o livro é tão bom,que você se pega na ansiedade de chegar ao final dele e saber os finalmente.Isso me proporcionou um dia de leitura.O final do livro,nossa...foi de tirar o folego,e foi tudo aquilo que esperava ser.Aquele final que todos torcemos,sendo que tem uma pegadinha.
Muitos já devem conhecer bem como o autor James Patterson trabalha em seus livros.Aqueles que já leram alguma de suas obras pode imaginar o que esta por vim neste livro.

Capa,fontes e paginas.Bom devo dizer que a capa me enganou no inicio(hahahaha) eu achei que se tratava de mais um erótico,porem...foi nada disso.Achei esta capa extraordinária, muito bonita.Amei ela!
As fontes são as padrões,que ajudam muito na leitura e as paginas também são aquelas no tom amareladas.

Trechos do livro:
"Das flores à comida,havia muita coisa que ela podia resolver por telefone.No entanto,algumas coisas na vida(e principalmente na morte)devem ser feitas pessoalmente. Escolher uma casa funerária era um exemplo."

"Durante todo o almoço, eu não me importei que Nora e eu estivéssemos nos sentindo cada vez mais à vontade um com o outro, flertando ou o que quer que estivéssemos fazendo. Na verdade, a ideia era essa. Mas agora, de repente, as coisas estavam ficando um pouco à vontade demais."

"- Ele não era real. Nada era real, Nora.
- Você queria que fosse verdade. Agora, a única verdade é que você não consegue se decidir. Você não sabe se quer me comer ou me matar."

site: http://www.sanguecomamor.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



@APassional 02/02/2013

Lua de Mel * Resenha por: Elis Culceag * Arquivo Passional
Manhattan, Boston, Westchester
O que esses lugares tem em comum?

Eles compõem as residências "fixas" de Nora Sinclair, e na geladeira da cozinha de todas elas há uma garrafa de água Evian.

Em Manhattan, Nora é a viúva de Tom Hollis, um rico cardiologista. Vive sozinha em seu exclusivo apartamento de cobertura, tendo duas amigas, Elaine e Allison. Em Boston, Nora é esposa de Jeffrey Walker, um escritor de best-sellers de ficção histórica. Eles moram em um grande e antigo sobrado. Já em Westchester, Nora é noiva de Connor Brown, um administrador de fundos de investimentos, e habita uma mansão colonial neoclássica de três andares. A única coisa real em Nora é a sua profissão: ela é uma renomada Design de Interiores e decorou divinamente todas as residências.

Pára tudo!
Momento de reflexão...

* Como uma única mulher consegue conquistar três homens lindos, sexys, ricos e agradáveis e enganar a todos eles?

=> Ela mantém seus homens confortáveis (decorando suas casas), bem alimentados (cozinhando para eles) e bem servidos (fazendo muito sexo). Dá a eles toda a atenção de que precisam, até que ela não precise mais deles...

"Nora pegou uma garrafa de Evian na geladeira e deu alguns telefonemas, um deles a Connor, que ela chamava de "sua manutenção masculina". Em seguida, fez uma ligação semelhante a Jeffrey."

"Qual dos dois iria matar?"

John O’Hara é o agende do FBI designado para investigar o caso. Apesar de saber que "as coisas nem sempre são o que parecem", distinguir a verdade da mentira é difícil ao conhecer Nora Sinclair. No perigoso jogo de sedução em que os dois se envolvem, quem baixar a guarda primeiro será o perdedor...

"Durante todo o almoço, eu não me importei que Nora e eu estivéssemos nos sentindo cada vez mais à vontade um com o outro, flertando ou o que quer que estivéssemos fazendo. Na verdade, a ideia era essa. Mas agora, de repente, as coisas estavam ficando um pouco à vontade demais."

"Inadequado, eu sabia. Devia ser meu nome do meio."

Se cuida agente John O’Hara, que a mulher é fatal!

Gostei muito da minha 1ª experiência com o autor James Patterson. Devo admitir que curti pra caramba essa vilã rsrsrs... seu modus operandi é tão natural, elegante e inteligente que chega a ser brilhante. Seria uma mulher admirável se não fosse sua psicopatia.

Lua de Mel possui narrativa dinâmica, os capítulos são curtos e concisos, alternando entre o ponto de vista de John e Nora. Figuras misteriosas como O Turista e A Loura Alta são protagonistas em alguns momentos. As cenas que acontecem no Hospital Psiquiátrico onde Olívia, a mãe de Nora está internada também são intrigantes. O relacionamento (quase sempre telefônico) entre John e sua chefe Susan é irônico e divertido. Tudo na trama tem uma relação intricada que iremos entender no final. Uma gostosa leitura, com final surpreendente.

Recomendo!

Resenha publicada no Blog Arquivo Passional em 02/02/2013:

http://www.arquivopassional.com/2013/02/resenha-lua-de-mel-james-patterson-e.html
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4