Lições de vida

Lições de vida Anne Tyler




Resenhas - Lições de Vida


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Luiza.Matos 12/03/2019

Totalmente desinteresante.
Eu li esse livro para o desafio desse ano de 2019...pensei que talvez eu iria gostar da história que teria lições de vida assim como o nome dele diz...mais enfim me frustrei com tudo que narrativa chata não me prendeu em nada essa protagonista,eu não recomendo esse livro não...um dia talvez irei ler outro livro dessa autora só para ver se minha opinião muda sobre as obras dela.
comentários(0)comente



Sara 27/09/2018

Quando ganhei esse livro, li a sinopse e já não coloquei tanta expectativa por motivos de: gênero que eu não gosto. Mas tentei, ué; vai que eu gostasse, vai que me surpreendesse, sei lá. Eu gosto de me desafiar a sair da zona de conforto literária (e a foto da autora tava tão simpática, sorriso muito bonito Sra. Anne Tyler, hahahaha), comecei a leitura.
E tive que me arrastar até o final.

Eu não gostei. Tive que ter muuuuuita paciência. Quase desisti. A escrita da Anne Tyler não foi problema pra mim. A Maggie é muito irritante!!!!!! E o Ira, apesar de eu gostar mais da parte narrada por ele, não foi o suficiente pra eu gostar do livro. A história só vai, sabe?

Não tem um acontecimento chave, nem nada. O livro é sobre seres humanos e como os relacionamentos são feitos por seres tão complexos tendo que lidar com a complexidade do outro. E eu acho que foi exatamente isso que a autora quis transmitir.

Mas enfim, eu não consegui lidar com a Maggie, o Ira não foi suficiente pra me prender, os acontecimentos me irritaram, o sorriso dos olhos da autora continua lindo, mas não deu. Ele foi um livro ruim pra mim; esse não foi escrito pra mim.
comentários(0)comente



Priscila 19/10/2017

faltou algo
Pra mim ficou faltando alguma coisa, um desfecho das historias envolvidas.
Não sei ao certo, fiquei frustada com o fim.
comentários(0)comente



Carol 21/06/2017

Péssimo. Foi o livro que menos gostei de ler até hoje. Queria que acabasse logo porque não há nenhuma lição de vida nele
comentários(0)comente



alinemendes 18/10/2015

De boas intenções o inferno está cheio
O livro não apresenta nenhuma lição de vida. A menos que você considere uma lição não seguir em nada os exemplos da protagonista, uma mulher de meia idade controladora, manipuladora e mentirosa compulsiva, que não aprende nenhuma lição de vida em todas as 365 páginas. Aliás, nenhum personagem aprende qualquer lição de vida. O livro é só uma sequência de acontecimentos e memórias quase aleatórias.
comentários(0)comente



Milena 28/02/2014

DECEPCIONANTE
Desde o início fiquei esperando uma história emocionante, já que o título se trata de "Lições de Vida" e não encontrei nenhuma mensagem, nenhuma problema emocionante, nenhum vínculo que se quebrou e "a vida" ensinou uma lição...

A protagonista parecia que teria algo de engraçado e amoroso que a tornava incompreendida, mas que daria uma reviravolta e seria admirada, no início da leitura.. Mas não! O que seguiu foi uma mulher medíocre, com uma vidinha medíocre, atrapalhada e sem noção, pois, se metia na vida de todo mundo e só causava confusão, além de bater o carro o tempo todo.

Personagens sem vida e uma história digna de desistir da leitua nos primeiros 02 capítulos.
comentários(0)comente



Michelle 17/12/2013

FALTOU ALGO...
Duas foram as sensações que eu me deparei ao longo da leitura deste livro, a primeira e mais insistente foi que faltava algo, sendo um dos livros que menos me emocionou, não me sentia maravilhada com aquilo que lia, porém, a segunda e não menos insistente sensação era a de querer saber muito o que aconteceria com os personagens...e isso me surpreendia porque não estava completamente envolvida com eles, mas...me preocupava queria saber onde as coisas acabariam...
E confesso que até a última página esperei uma grande reviravolta, um acontecimento marcante que me fizesse sentir vontade de colocar o meu nome no livro (já que isso significaria que não iria trocá-lo em nenhum momento no sebo) mas... isso infelizmente não aconteceu, não consegui me encontrar , me amarrar nos personagens, embora não pensei em nenhum momento em abandoná-los...
Este foi o primeiro livro da ANNE Tyler que eu li, então ainda assim, antes de troca´-lo por um outro volume, irei ler mais algum dela, quem sabe eu não goste mais, afinal, e então ele continue fazendo parte da minha amada coleção...
comentários(0)comente



Albertini 03/12/2013

Maggie e Ira
Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente... Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama.
Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos
comentários(0)comente



Clara Beatriz 25/11/2013

Meggie Moran e Ira são casados há mais de 20 anos. Uma ida a um funeral acabou se tornando uma aventura e um dia de aprendizado.

Não me sentia tão animada pra ler esse livro, ainda mais quando percebi que o casal era mais velho que o que estamos acostumados (eu, pelo menos). É só que eu gosto daquela fofurinha dos casais jovens, e um casal mais maduro não é a mesma coisa.

A história realmente não me cativou, pois não havia bem um "problema" para ser solucionado. Não me prendeu, e a única coisa que eu queria era terminá-lo. Cheguei à última página e o livro terminou sem mais nem menos. Estou chocada por aparentemente, não haver uma continuação.

O ponto positivo do livro é que ele é bem humano. Trata de coisas que poderiam acontecer com qualquer um, e nos fazem refletir sobre as relações entre os humanos: mesmo com as diferenças, os humanos se toleram, e até mesmo se amam. Ira e Meggie são os opostos um do outro, mas mesmo assim, se casaram, e estão juntos há mais de 20 anos.

Bem, era isso. Não havia muito sobre o que falar, infelizmente. Até a próxima!

site: http://maravilhosomundodetinta.blogspot.com.br/2013/06/resenha-licoes-de-vida-anne-tyler.html
comentários(0)comente



MárciaDesirée 18/10/2013

Maggie é uma mulher sentimental e que sempre tenta ver o lado bom da vida, e procura ajudar a todos em sua volta, casada com Ira, um homem calado, sério, e até um pouco arrogante. Em “Lições de Vida” acompanhamos a jornada do casal ao funeral do marido da melhor amiga de Maggie, o que acaba em um desastre total (assim como quase tudo que eles fazem nesse dia).

Após irem ao desastroso velório, Maggie consegue convencer Ira a ir à casa de Fiona – sua ex-nora, com que tem uma filha com Jesse, filho de Maggie. Maggie tem na cabeça de que Fiona e Jesse ainda se amam e que se ela “der um empurrãozinho” eles voltarão, e que dessa vez seria diferente; assim Maggie arma um plano de fazer com que os meninos se encontrem para se acertar. Mas será que o plano de Maggie funcionará?


A vida é como uma dança estranha, onde cada passo é um erro.

Bom, acho que não tenho muito o que falar sobre esse livro, achei a capa encantadora, e a sinopse até um pouco interessante, mas já nas primeiras paginas o livro me desanimou... Não, não estou dizendo que o livro é horrível e nem nada do tipo, só achei ele meio, er, sem muito para oferecer. Com personagens simpáticos, mas que não chegam a cativar, diálogos arrastados e meio forçados. Mas o que mais me incomodou foi que o livro falava muito do passado de Maggie, Ira, Jesse e Fiona, e as vezes chegava
a me confundir; sabe quando você fica perdido e não sabe mais se estão falando do presente ou do passado? Pois é, isso aconteceu milhões de vezes comigo.

Achei a historia vazia (tão vazia que contei ela e 2 pequenos parágrafos) demais, como se a autora estivesse apenas escrevendo fatos, sem dar muita importância aos acontecimentos. Do começo ao fim, as coisas apenas passavam, nada marcou na historia. A unica coisa que eu queria era termina-lo para ver se ao menos o fim seria emocionante; mas não, o livro simplesmente acabou, sem mais nem menos. Não posso negar que de algumas poucas risadas durante a leitura, mas nada que durasse por muito tempo... O trabalho da Novo Conceito ficou muito bom, capa linda, e não percebi erros de digitação.

O livro realmente não me cativou, não me prendeu. Não deu pra mim; talvez porque esse não é um dos meus gêneros favoritos, ou se foi a escrita da autora. Realmente não sei. Mas não foi uma "perca de tempo". Enfim, pode ser que outras pessoas tenham gostado, pode ser que você goste; mas não o colocaria como prioridade na fila de livros...
comentários(0)comente



Thais 18/10/2013

Dei três estrelas, mas valia duas!
Ganhei esse livro de cortesia do Skoob, assim que chegou na minha casa, fiquei doida pra ler, achei a capa linda e o nome do livro me chamou atenção. Lições de vida fala sobre Maggie Moran e seu marido Ira, pessoas comuns com vidinha tranquila e tediosa. A história quase toda se passa dentro de um carro, pois eles estão indo de Baltimore (sua casa) até a Pensilvânia para um funeral do marido da amiga de Maggie, que passa o caminho todo enchendo o saco de Ira. Na volta pra casa, Maggie decide que quer ir visitar sua neta, fruto de um relacionamento bem conturbado entre Fiona e Jesse (filho do casal), acontece que fazia anos e mais anos que eles não tinham contato com a neta Leroy e a menina nem mesmo lembrava mais dos avós. Bem, Maggie tenta de toda forma convencer Fiona a passar uns dias em sua casa e com isso, tentar que o filho se reaproxime da ex.
Até gostei da história, mas achei muito repetitiva e monótona, tinha horas que dava vontade de esganar a Maggie por tentar manipular a vida das pessoas e o pior, com mentiras (me lembrou muito uma pessoa que faz exatamente a mesma coisa).
Enfim, não me identifico com esse tipo de leitura, sem ação, acho tedioso, mas recomendo sim, tem quem goste e claro, para cada um chegar a sua conclusão.
comentários(0)comente



Lu 16/10/2013

A vida passada a limpo
Anne Tyler expôe os diversos sentimentos que permeiam os membros de uma família a partir das memórias da matriarca que tem como sentimento mais profundo o de ajudar, ainda que essa ajuda signifique uma total intromissão na vida de cada um dos indivíduos que cruze seu caminho. Isso poderia transformar essa mulher insuportável, mas Anne Tyler consegue retratá-la de forma leve e até meio hilária através de suas trapalhadas cujo objetivo é sempre o bem estar e a felicidade de alguém. Imagine o que ela não é capaz de fazer pela felicidade dos seus! Sua própria felicidade é questionada quando seu casamento entra em jogo na exposição dos sentimentos do casal. A vida, no seu cotidiano, recheada de pequeninos momentos que constroem uma vida inteira.
comentários(0)comente



House of Chick 13/10/2013

Começo dizendo que eu quase surtei quando vi a capa deste livro, eu achei simplesmente PERFEITA, realmente capta a essência do conteúdo, algo realmente interessante, uma leitura boa e calma. Sabe aquele livro bom, mas sem enormes reviravoltas ou coisas do tipo? Uma história que realmente merece ser lida. Achei que a leitura flui de maneira fácil, embora eu tenha tido uma relação de amor e ódio com a personagem principal.

Embora eu ache muito legal o fato da Maggie sempre dar tudo de si para unir a família, e fazer as coisas que ela acha necessário, eu acredito que às vezes ela simplesmente fica 'cega' aos defeitos de certas pessoas, o que acaba machucando não só ela, mas os outros envolvidos. Já do marido dela, o Ira, eu gostei muito mais, ele é mais reservado, um tanto 'pé no chão', demais às vezes, mas sem me irritar, ele é a "razão" da relação entre os dois, já que Maggie é mais sonhadora e age sempre com o coração.

A história nos mostra um casal de pessoas normais, sem um casamento perfeito, algo mais 'real' e que é, ao mesmo tempo eu diria, gracioso, porque apresenta como eles conseguiram ficar juntos tanto tempo, superando as brigas, como eles se conheceram, e como eles lidam com sua família, seu filho (gente, confesso que este filho deles foi o único personagem que realmente me irritou bastante!). Mas eu com certeza não poderia deixar de mencionar o Sr. Otis, que foi um personagem super engraçado e que deu um pouco mais de "vida" àquele livro, sério, é tipo muito legal como eles se conhecem, e eu não quero falar aqui para que vocês, leitores queridos, possam conferir esta parte que na minha opinião foi uma das mais legais do livro, porque embora eu tenha gostado deste livro achei ele meio parado às vezes.

Resumindo, é um livro que fala sobre uma família, sua convivência no geral, suas qualidades e defeitos, mas não é uma história que não remete a grandes reflexões. Dito isso, eu recomendo este livro para aqueles que gostam de algo mais leve e que tem aquele certo "quê a mais" que consegue se diferenciar da maioria de uma maneira graciosa, e que somente uma autora realmente maravilhosa como Anne Tyler consegue fazer.

>> Comentários nessa resenha concorrem a prêmios!

site: Confira essa e outras resenhas no blog: www.houseofchick.com
comentários(0)comente

Beth 13/10/2013minha estante
Ganhei este livro a um tempo atrás e acredita que ainda não o li? Pois é. Agora vou tentar ler, pois sua resenha conseguiu me animar com essa linda história de vida.
elizabethmsalles@hotmail.com
?Chance Extra ? Estou participando da fan page da Editora Novo Conceito?.


Leila 13/10/2013minha estante
Ainda não li nada dessa autora. Também gostei da capa. Acho que vou gostar desse livro. Gosto de histórias com um certo "quê a mais"...
@Leila_C_S
Leila


Cris 21/10/2013minha estante
Achei a capa bem legal também, mas a história não parece ter nada de uau! como você mesma ressaltou.




Ka 08/10/2013

Livro para distrair
É um pouco difícil falar sobre esse livro porque ele não é daquele tipo que te prende até que você termine a leitura, ou do tipo que te leva em uma montanha-russa de emoções. Lições de vida é um livro meio, digamos, bege. Morgan e Ira, o casal protagonista do livro, fazem uma viagem para um funeral, e é nessa viagem que descobrimos e conhecemos mais sobre eles. Eles fazem uma reflexão sobre suas vidas e o mundo que os cerca, e o livro é basicamente isso, essa reflexão de ambos.

O livro é bom? Sim, o livro é bom, apenas não é um daqueles que te deixam total e completamente animada sabe?

Os capítulos são um tanto quanto longos, e algumas vezes me senti parada na leitura. A escrita da autora é muito boa e leve, mas infelizmente o livro não fluiu muito para mim.

Apesar de não ter me identificado tanto com o livro, o recomendo a todos que queiram algo leve e não muito profundo.

Um abraço o/




site: www.achoquecresci.com
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3