Crossing the Line

Crossing the Line Katie McGarry




Resenhas - Crossing the Line


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Marlay 27/06/2013

Crossing the Line - Leitura leve e gostosa
Acabei de ler Crossing the line, é o livro 1,5 da série Pushing The Limits. Eu realmente adoro a escrita da Katie McGarry. Ela sabe te envolver na leitura com histórias bem contadas e bem amarrada. O livro é uma delicia, história envolvente, casal super fofo. O livro não é tão intenso como o primeiro mas é super gostoso.

A historia é de Lila, melhor amiga Echo, e Licoln um rapaz que conheceu em um dos momentos mais difíceis de suas vidas. Os dois perderam pessoa importante para guerra na mesma época. Lila perdeu Ayres, a quem tinha como verdadeiro irmão e Lincon, perdeu seu irmão. Buscando conforto por suas perdas os dois passam a se comunicar por carta durante dois anos sem perceber que algo além da amizade está crescendo entre eles. Durante um período de mudanças difíceis, Lila e Lincoln estão lá para o outro. Ambos são falhos e possuem problemas, mas são bons para o outro mesmo à distância. Cada um era exatamente o que o outro precisava. Contudo uma mentira pode acabar com uma história linda que nem mesmo começou.

Trata de história de 2 adolescentes entrando na fase adulta quando tem que fazer escolhas para seu futuro. Mostra os medos, as ansiedades, as duvidas do casal diante da escolha que pode mudar suas vidas.

O livro é curtinho, super fácil de ler. Gostei tanto dos personagens que fiquei com uma sensação de quero mais, por mim poderia ter mais paginas, eu iria devorar. A autora sob conduzir a história para chegar ao coração dos leitores. Gostei particularmente, o Licoln não ser um bad boy, e sim um cara que tenta se ajustar as mudanças que sua família e sua vida foram obrigadas a passar.

Eu super indico o livro e espero que vcs gostem assim como eu gostei.
comentários(0)comente



Izandra 24/02/2015

A ideia da autora de nos mostrar um pouco mais da Lila é boa; ela se mostrou uma personagem interessante em "No limite da Atração". Mas devido ao livro ser quase um conto, de tão pequeno, deixou de desenvolver mais cenas entre ela e Liconl, o que é uma pena (por isso as 4 estrelas).
comentários(0)comente



Carissinha 25/07/2013

Este foi o primeiro livro que li no Read-a-Thon. Valeu muito a leitura!

Em No Limite da atração conhecemos Lila, a melhor amiga da Echo, protagonista da história. Em Crossing The Line temos a oportunidade de conhecer um outro lado da vida da garota, algo que não ficamos sabendo ao ler o primeiro livro da série.


No funeral de Ayres – irmão da Echo – ela conhece Lincoln, um rapaz que perdeu o irmão do mesmo jeito que a família da sua amiga perdeu seu familiar. Tristes, Lila e Lincoln servem de apoio um para o outro no momento difícil. Durante dois anos ficam se correspondendo, mas tendo se visto pessoalmente apenas uma única vez, os dois passam por um teste em seu relacionamento apenas por cartas.

A narrativa da autora conquista o leitor completamente. A maneira como ela desenvolve a história é cativante e faz a gente querer saber mais e mais sobre o que vai acontecer.

É um conto, curtinho, dá pra ler todo em uma horinha. E é difícil conseguir largar antes de terminar.

Adoro a Lila! Já tinha gostado dela em No Limite da Atração, agora passei a gostar mais dela. Ter uma noção dos pensamentos e sentimentos da personagem é bem interessante. E Lincoln... Ele passou por tanta coisa. Gostei muito dele.


Se você gostou do primeiro livro da série, leia esse conto. É uma graça!

site: www.carissavieira.com
comentários(0)comente



Rita 06/08/2013

Zangada!!!

Não, o livro não é mau, antes pelo contrário é fofo. Mas é tão minúsculo que se lê em pouquíssimas horas.
O livro consiste na história de Lila (melhor amiga de Echo) que se corresponde à cerca de dois anos com Lincoln que conheceu no funeral de Aires (irmão de Echo), eles têm muita coisa em comum, principalmente a perde de alguém importante nas suas vidas.

Lila é uma rapariga decidida e meiga mas que por vezes quebra e duvida das suas capacidades.
Lincoln, está meio perdido no mundo e de si mesmo. Uma boa combinação. Pena que o livro tenha sido tão rápido que simplesmente nem deu para me afeiçoar muito às personagens e acaba e fico "Como assim acabou?! eu quero saber mais coisas sobre eles". O que é facto é que o livro é escrito de uma forma solta sem grandes dramas e choradeira, baba, ranho e afins, resumidamente é simples e bom, vale a leitura.
comentários(0)comente



Nathalia Girao 08/01/2015

4****
4/5
Estória ótima, curti. Amo a Katie, escreve muito bem, BUT dei essa nota, porque daria para ela fazer um livro decente. Venhamos e convenhamos...
Seria muito legal se a Verus trouxesse para cá...
No mais *ansiosa pelo próximo livro do Noah* e o Take me on.
Verus, por favor, SUPLICO que traga o Take me on. ://
Ah, e lancem logo o do Isaiah, pleaseee! ;-;
comentários(0)comente



Letícia Kartalian 11/11/2014

Sério, terminar de ler No Limite da Atração e partir para Crossing the Line é um pouco desanimador.
Eu gostei da história e dos personagens, mas WTH é esse enredo?

O que o Stephen fez é infantil ao extremo e ele e os amigos estão mesmo se formando no ensino médio? o.O
comentários(0)comente



Mara seidhom 02/07/2013

Lila McCormick conheceu Lincoln Turner quando uma tragédia atingiu a vida dos dois. Mas ela nunca esperou que seu encontro surpresa a levaria a dois anos de troca de cartas ou que ela fosse se apaixonar pelo garoto que ela só viu uma vez. Seu relacionamento é um segredo, mas Lila se sente mais perto de Lincoln do que outra pessoa. Até que ela descobre que ele mentiu para ela sobre a única coisa que ela dependia somente dele. Ferir Lila é a última coisa que Lincoln queria. Por dois anos, as cartas foram as únicas coisas que o levara a começar o dia. Admitindo que seus sentimentos cruzaria a linha que ele nunca ousou violar antes. Mas Lincoln vai fazer o que for preciso para corrigir seus erros, ganhar o perdão de Lila e finalmente ganhar uma chance de ficar com a garota que ele ama.
comentários(0)comente



Camille 21/07/2013

Das cartas para a realidade, um sonho escrito. - Beletristas.com
Lila McCormick e Lincoln Turner trocam cartas desde quando se conheceram no enterro do irmão dele e do irmão de sua melhor amiga, Echo. Dois anos compartilhando segredos, despertando sentimentos, até que uma mentira põe o futuro tão planejado a perder.

Lila está realmente irritada por Lincoln ter mentido. Ele, por sua vez, pensa em formas de a fazer entender o quão arrependido ele está. Isso poderia ter sido resolvido se sua própria irmã, não tivesse desligado o computador na exata hora que ele se explicava para Lila.

Ele, que nunca gritava, fez-se ouvir mais que o choro do sobrinho, mais que a briga dos pais, mais que a própria irmã em seu escândalo. E ele toma uma decisão: correr atrás de quem ama. Se teve uma coisa que ele aprendeu com o irmão foi aproveitar o tempo que a vida dá, e ele não está disposto a desperdiçar mais um segundo sequer.

Dez horas depois, eles se encontram. E, mesmo que não comece exatamente da forma adequada, Lincoln está com Lila no momento que ela precisa - e isso é o necessário para que ambos entendam que tudo pode ser resolvido.

Crossing the Line foi o segundo livro em inglês que eu li. Tratando-se de uma novela, a escolha foi certeira. Todavia, a escrita de Katie McGarry me fez entender que eu poderia ler um livro inteiro dela em inglês. Mesmo com palavras cujo significado eu tive que procurar no dicionário, dá para entender perfeitamente o enredo e as falas.

Surpreendi-me ao não encontrar dificuldades e logo me vi presa a uma história que, mesmo que curta, foi o suficiente para me fazer apaixonar por mais uma personagem homem. Lincoln é fofo, com seus problemas, mas disposto a resolvê-los. Ele a ama. Ela, por sua vez, permite que ele veja seus medos e não tenta afastá-lo mais do que o esperado.

Não há grandes e longos desentendimentos, mas com certeza estar juntos cria situações de dar friozinho na barriga e umas risadas quando se preocupam em estragar tênis tão caros. Deu vontade de ter o segundo livro da série Pushing the Limits, Dare You To, para continuar a história, saber se eles também são citados.

É impossível não ficar curiosa e esperando um epílogo que vá nos contar como as coisas ficaram após uns meses, queremos ler um pouco mais deles. Infelizmente, é uma novela, e, pelo menos nele, não há muito para matar a curiosidade.

Pequeno, mas fofo. Um New Adult que deixou gostinho de quero mais e o coração aquecido, por mais clichê que isso soe.

site: http://beletristas.com/resenha-crossing-the-line/
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8