Confie em Mim

Confie em Mim Harlan Coben




Resenhas - Confie em Mim


445 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


claudioschamis 20/07/2009

Definitivamente Harlan Coben é um dos melhores escritores que conheci nos últimos tempos. Quem gosta de um livro que é adrenalina pura, esse é o livro. Na página 2 você já sente que tem pela frente um livro que não vai conseguir largar. E comigo aconteceu um fenômeno estranho. Quanto mais você avança na leitura mais vontade dar de devorar as páginas restantes, mas ao mesmo tempo (em mim pelo menos) não queria que nada acabasse. Você vai chegando ao fim da história e fica pensando o porque disso tudo ter que acabar. O ritmo da história é alucinante e a alucinógeno. É incrível como Coben consegue amarrar a história de um jeito que prende você de forma incrível. Aparecem algumas histórias que vão sendo construídas e quando você se da conta elas tem todas uma ponta que as liga. Livraço!!!! Confie em mim!!
kassya 27/08/2009minha estante
Fiquei com agua na boca..


Bruno 17/06/2010minha estante
Fiquei com agua na boca..[2]


Ana 20/04/2011minha estante
É excelente mesmo. Tanto o livro como o autor estou fascinada com a capacidade que ele tem de amarrar literalmente o leitor.


Dand 02/10/2011minha estante
Eu li não conte a ninguém e me surpreendi! Estou querendo ler outras obras do autor


Dan 23/11/2011minha estante
realmente, esse livro é muuuuito bom, e digo que é um dos melhores dele, pois é difícil escolher apenas um como o melhor desse autor, ele é um mestre nisso!


Franz 14/02/2012minha estante
Olá Claudio

Acabei de adquirir este livro e vc está me obrigando (com seu comentário) a lê-lo urgentemente, pulando outros que eu tinha na pilha.
Parabéns.

Fran


didianajf 11/04/2012minha estante
Realmente, o ritmo da história te faz querer não parar de ler. As coisas vão se ligando de uma forma muito estimulante, e no final te faz repensar alguns valores tanto familiares quanto pessoais, pois trata de assuntos relacionados entre pais e filhos.


Gabriel 15/04/2012minha estante
Quero muito ler esse livro, primeiramente pela história e depois por causa do Halan. E depois que li essa resenha, meu deu mais vontade ainda.


Danilo 01/06/2012minha estante
Esse é o segundo livro que leio do Harlan, e sem dúvidas ele sabe prender o leitor com as historias que conta. Recomendo para quem não leu ainda, vale cada centavo gasto.


Jannes 13/11/2012minha estante
Simplesmente fantástico.


Renata 07/01/2013minha estante
Para quem gostou desse, eu super recomendo "Desaparecido para Sempre".
Harlan Coben é um mestre!!!


Cajoju 24/02/2013minha estante
Primeiro livro que li do Harlan e adorei. Atualmente é um dos meu autores favoritos e, "confiante" em ler suas outras obras.


Lizzie 19/04/2013minha estante
Concordo plenamente com sua colocação. Harlan deixa uma sensação de não querer o fim do livro, consegue nos prender com histórias que se sobressaltam, parecem tão reais que chegamos a ser expectadores, numa viagem imaginária! Realmente fantástico!!


Stella A. 17/05/2013minha estante
Nossa tava em dúvida sobre esse livro, mas depois de suas palavras com certeza vou ler, parece ser uma ótima leitura


Letícia 23/05/2013minha estante
É o terceiro livro que leio dele, mas ainda acho que não supera o "Não conte a ninguém". De fato é uma história e tanto, como sempre com um final surpreendente que te faz sentir um misto de emoções. Só acho que não é um livro que te prende logo no começo, mas sem dúvidas vale a pena ler até o fim!


Kézia 16/01/2014minha estante
Concordo plenamente!! Quando estava lendo ñ conseguia parar, eu simplesmente devorei o livro.


Sulamita 02/10/2014minha estante
concordo com você, é um ótimo livro.Amei o jeito das histórias se ligarem ao longo da leitura, não consegui parar de ler.


Silma 08/11/2018minha estante
Exatamente!
Eu também não queria que acabasse!
Esse foi o primeiro livro do Harlan que li e já virei fã!
Li quase todos os outros dele e olha, amei todos!




E. Dantas 16/06/2009

Como é.
Se existe uma formula para Coben escrever, esta é: ação + dialogos + humor ácido ( todos os personagens recebem esse plus ) + finais críveis.

Confie em mim é uma trama bem amarrada pelo autor, que sincronizou dramas distintos em uma estória só, criando algo parecido com o estilo de "crash: no limite", o filme.

Porém, "bem amarrado" não garante aquele final retumbante, com reviravoltas chocantes e revelações crê-em-Deus-pai-como-eu-não-tinha-percebido-isso-antes-!!!.
Não.
Você muito provavelmente terá uma idéia do que acontecerá, e o final será mesmo isso que você pensou.

Se você gosta de descobrir finais antes das revelações e depois ir até o espelho e dizer : " Putaquiumiupariu, como eu sou foda!", o livro é um prato cheio.

Se você gosta de ser ludibriado e no final ficar com cara de bobo, nem se dê ao trabalho.

Agora, se você gosta de um bom livro, com uma boa estória, excelentes personagens, escrito de uma forma deliciosamente rápida e com sacadas geniais, leia.
E releia.
E caia dentro de Harlan Coben.

Beijos e inté!
Mila 23/02/2010minha estante
Morri de rir com seu comentário "você gosta de descobrir finais antes das revelações e depois ir até o espelho e dizer : " Putaquiumiupariu, como eu sou foda!", o livro é um prato cheio." Hahahaha

Gostei mto deste livro e até me surpreendi com alguns detalhes, mas descobrir o final não diminuiu em nada o valor da história =)

Bjos!


Marina 25/04/2011minha estante
Excelente, concordo com vc. O livro não tem um final bombástico, mas o desenrolar dele é tão bom que no fim isso nào tem mta importância.


lena 02/05/2011minha estante
Meeeo,já sou louca pra ler esse livro,mas depois de ler a sua resenha,minha vontede aumentou bastante,sério mesmo hahaha

Bjos


Fer 28/10/2011minha estante
Comecei ontem, hoje já li mais um tanto, estou no trabalho, mas não consigo parar de pensar no livro... doida pra chegar a hora do almoço, pra ler mais um pouquinho.


Rose 02/11/2012minha estante
Realmente é um livro muito bom, li 2 livros dele com este, e tenho mais para ler. Claro, não é o tipo de autor que bagunça as emoções do leitor, ou os personagens fiquem na memoria por muito tempo após o termino da leitura, mas não deixa de ser obras muito bem escritas e formuladas.


Talita 30/11/2012minha estante
eu tconcordo com vc. Quase sempre eu tenho uma boa idéia do que vai acontecer nos livros do Coben. Mas isso não me chateia, aliás é um dos meus autores preferidos.
Acho que é pq gosto de ser uma detetive fodona! rsrsrsrs


karina 13/09/2013minha estante
comprei ontem e vejo que é mais um livro encantador


Abrão Silva 20/07/2014minha estante
Comecei a ler, e logo nas primeiras páginas, já me passaram infinitas possibilidades. Não faço idéia de como irá finalizar essa história. Muito bom. Nada previsível. Adorando.


Flávia 12/10/2014minha estante
Coben é o Sidney Sheldon da atualidade. Puro besteirol pra passar um tempo. Um tempo agradável, é claro. Porque não dá pra viver só de Vitor Hugo e CIA né amigo? Abs




Fernando 29/04/2011

Foco no fato
Em Confie em Mim, Coben faz uma clara escolha. Deixa seus personagens em um segundo plano e foca-se nos fatos. É bom deixar claro que não o estou criticando. Adorei o livro! Mas não espere conhecer profundamente algum personagem. Nenhum deles é marcante e você não se apaixonará por alguém. Coben não dá tempo para isso. O ritmo é alucinante. Os fatos narrados, aparentemente desconexos, vão convergindo para um ponto comum.

Coben explora a relação entre pais e filhos. Até onde ir para protegê-los? Vale mentir para defendê-los? Comprar brigas com qualquer um? E devassar a sua intimidade?

Sempre condenei os pais que defendem os filhos de seus erros. Que condenam professores, diretores e escola que ousam corrigir ou punir seus bebês. Sempre achei que esses pais faziam mais mal aos filhos do que qualquer outra pessoa. Sempre achei que esse comportamento explicava muita coisa sobre os filhos.

Bem. Há um ano e meio sou pai... Meu mundo virou de pernas pro ar. Não lembro mais quais eram minhas prioridades. Não sei mais o que é individualidade. Não sou mais apenas um. Não entendo porque querem que eu me divirta longe dele. Eu sou três e quero fazer tudo que seja possível fazer ao lado da minha pequena família. Não quero sair para jantar com minha esposa. Quero sair com minha esposa e com o meu filho.

Desejo apenas ter sabedoria para educá-lo. Não quero defendê-lo quando estiver errado. Ele tem que aprender a responder pelos seus atos. Mas quando chegar o momento, espero que tenha estrutura para suportar vê-lo sofrer. Não sei se vou conseguir e não vou julgar mais os pais que não conseguiram.

Enfim, é o primeiro livro de Coben que li e está explicada a razão de seu sucesso.
Cláudia 29/04/2011minha estante
Pois é Fernando, sabe que já li 3 livros do Harlan Coben e só agora, depois da tua resenha foi que me dei conta de que, realmente, os personagens não têm nada de extraordinários, não são apaixonantes... A estória em si é que é fascinante, cheia de mistérios, de reviravoltas... É o ritmo frenético que prende o leitor e que faz com que os livros sejam fáceis de devorar, pois não dá vontade de largar, rsrsrs Dá muita curiosidade, "e agora???", "como é que ele vai escapar dessa vez?".

Show de bola!!!


Fernando 30/04/2011minha estante
Obrigado, Cláudia!


Taísa 21/05/2011minha estante
Ainda não tive oportunidade de ler a obra, mas essa resenha fez-me refletir em aspectos cruciais da minha vida: a relação pais e filhos. Concordo plenamente com você, querido, e estou louca para começar a leitura!




Caio Mário 26/04/2020

Muito bom!!
Gostei bastante do livro, e confesso que não estava esperando muito dele. Adorei a escrito do Coben, muito fluída é fácil de acompanhar.
Achei muito interessante como ele construiu a história e em como no final conseguiu junto tudo e deixar com sensação de que não ficou pontas soltas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Miranda 13/02/2020

O livro é bom a final trata-se do Coben , recomendo a ler
Leiam recomendo muito
comentários(0)comente



otxjunior 03/09/2013

Confie em Mim, Harlan Coben
Primeiro livro do Harlan Coben que leio depois de muitas recomendações, e não sei se dei azar ou realmente este autor tem pouco a oferecer mesmo. Infelizmente estou mais inclinado a concordar com a segunda opção.
Em Confie em Mim, acompanhamos as trágicas consequências da controversa decisão de um casal de instalar um programa espião no computador de seu filho de 16 anos. Os pais super compreensivos não puderam deixar de se preocupar ante o estranho comportamento do primogênito depois do suicídio de seu melhor amigo. A grama do vizinho, nesse caso, não é nem um pouco mais verde. Por trás dos jardins bem cuidados e das opulentas fachadas do bairro, cada família esconde algum "podre" que, não preciso dizer, desempenha seu papel na solução final do mistério, de forma que todos os subplots se cruzem, da maneira mais porca possível diga-se.
O desenvolvimento dos personagens é nulo. De um lado temos o atleta gente boa, cirurgião bem-sucedido, chefe de família exemplar; do outro, a "mulherzinha" que adora se sentir protegida por seu macho, que coloca a profissão em segundo plano depois da família, cuja chefe é uma advogada "bitch" sem filhos. Ah, não podiam faltar o brutamonte de bom coração e a garotinha extremamente madura para a sua idade! Existe também um irritante apego ao politicamente correto da parte do autor. Portanto as mulheres todas são muitíssimo competentes ocupando cargos de destaque e os negros aparecem como figuras altamente simpáticas e amigáveis, mas sempre coadjuvantes, claro! Ainda com uma das motivações de vilão mais ridícula que já li, fica difícil me arriscar outra vez pelas "histórias surpreendentes do mestre Harlan Coben", segundo Dan Brown.
Kássia Monteiro 26/12/2013minha estante
EXATAMENTE


Diego 11/10/2014minha estante
Concordo com absolutamente TUDO!


Camila 05/01/2015minha estante
Quando comecei a ler as resenhas pensei que apenas eu não tinha gostado do livro.


veve 11/07/2015minha estante
eu tb não gostei muito,mas to dando uma chance e comprei mais dois livros dele.


Diogo 15/11/2015minha estante
Também concordo com as observações, achei tudo no livro muito extremista, as motivações para os assassinatos, das historias paralelas, os estereótipos de cada personagem.
Não consegui me simpatizar a nenhum personagem, e a leitura foi mais para "vamos ver até onde isto tudo irá".
Infelizmente não gostei, mas acho que vou procurar outro livro deste autor.




Eduardo 12/12/2009

Esperava mais !
Confie em mim é um daqueles livros que voce pensa: É o Livro !! Mas não é bem assim. O ótimo harlan coben do também ótimo ´´Nao conte ninguem´´ dessa vez não conseguiu repetir a fórmula. E olhe que tentou, criando estórias paralelas, explorando temas atuais e modificando a narrativa. Ainda assim o resultado é um livro que derrapa no final na tentativa de amarrar as várias estórias conduzidas durante a trama.É bem verdade que o estilo fluido e agradavel está la e a tensão crescente também. Talvez o fato de ter lido ´´Nao conte ninguem´´ antes deste tenha feito toda a diferença.
Contudo tenho certeza que harlan coben podia fazer melhor, ´´Confie em mim ´´ é um bom livro, mas eu esperava mais.
Eli Coelho 08/01/2012minha estante
O final deixou a desejar mesmo. O drama da mãe com o filho doente por exemplo tem pouco a acrescentar ao roteiro e achei que no final ela seria peça chave.
"Não conte a ninguém" ainda é o melhor e eu já li 4 livros desse autor. Vou começar o quinto em breve(Quando ela se foi).


Marcia 03/09/2014minha estante
Concordo com você, o livro sem dúvida é bom , o autor é maravilhoso, mas confesso que esperava mais também.Na minha opinião virou tudo uma coisa só,e o final foi tão clichê .




Lais.Lima 05/06/2020

Após uma drástica mudança de comportamento, os pais de Adam decidem instalar um programa para espionar seu computador.
A resenha parece clichê e desinteressante, mas seria impossível narrar mais detalhes sem arruinar a leitura do livro.
A história é cheia de desdobramentos e surpresas que prendem a atenção do leitor de uma forma pouco comum.
Vale a pena para quem gosta de suspenses e de livros com várias narrativas que te faz perguntar como elas se entrelaçarão...
Karen Vitória 05/06/2020minha estante
Gostei demais desse livro




Magno 23/10/2012

Estou escrevendo essa resenha um pouco atrasado, já li o livro faz algum tempo, mas preciso alertar alguns leitores acerca das construções do Harlan Oben - ao menos desse livro - que com certeza me impediriam de cometer a burrada que foi comprá-lo:

Apesar de inúmeras questões paralelas que conseguem te prender razoavelmente, o autor peca em detalhes essenciais para mim, que almejo num texto uma boa organização psicológica dos personagens, além de coerente, o que é extremamente mal feito em Confie em mim:

1 - A família que pode-se dizer que seja a protagonista da obra é perfeita em todos os sentidos. A esposa é sempre muito ocupada, mas morre de amores pelos filhos. O marido, do mesmo modo, um médico renomado que consegue encontrar tempo pra ter a relação perfeita com mulher e crianças. A filha é uma menina doce, sensível e de comportamente irrepreensível. O filho, apesar das atitudes, é o garoto de ouro da casa, seu pai é também seu melhor amigo e todo aquele blábláblá incansável da família perfeita e nada humana, difusa da vida real. Além do conflito em que se foca o livro, essa família não vive nenhum outro, já que a relação entre pais e filhos é extremamente idealizada e ilusória. NENHUMA família é assim.

2 - O autor nos empurra, garganta abaixo, uma menina extremamente precoce e madura para sua idade, o que também é terrivelmente irreal do ponto de vista psicológico. Além de ser um anjo - num sentido quase literal da palavra -, tem uma postura de gente adulta em todas as vezes que aparece no livro, de modo que o Harlan Coben esqueceu-se completamente da idade da personagem, lhe atribuindo uma idade mental totalmente incompatível.

Na verdade, o que causa asco mesmo em leitores de obras mais bem elaboradas, ao pegar nesse livro, é a maneira com que o autor claramente escolhe os "vilões" e os "mocinhos". Quem é bom, SÓ é bom, e o tempo TODO, a não ser que cometa algo aparentemente vil, mas que se descobre ser de raiz positiva e consequência benéfica. O oposto acontece com os de conduta desviada. Isso empobrece a alma do livro, que de fato, propõe a lidar com a psicologia de uma família aparentemente em crise. As coisas não são assim, pessoas não têm posturas unilaterais de vida e mesmo os mais santos são capazes de cometer erros. Pois bem, o único "erro" do casal foi o de xeretar o computador do filho diante dos fatos suspeitos - lhes dando direito a isso -, e mesmo assim, se inicia um mimimi despropositado a respeito da culpa que lhes acomete em razão disso. SURREAL.

O bacana mesmo do livro e que garantiu que minha avaliação não fosse pior, foi a abordagem sobre os limites da privacidade nos dias de hoje. Você é testemunha da mais alta quebra nesse sentido por parte dos pais desse novo século, o que é empolgante mas apenas até o autor deixar isso em segundo plano porque afinal, parece que não é o que vende. Faltou uma discussão séria a respeito, envolvendo os jovens e os adultos.

Quanto à trama, é interessante e até certo ponto nos prende. Mas por todos esses defeitos, sua leitura virou um mártir e só se deu pela pena do dinheiro que gastei neste livro. Fica a dica pros que ainda estão se decidindo a respeito da aquisição.
Mari 28/12/2012minha estante
Bom saber, também detesto histórias em que os personagens são perfeitos a ponto de se tornarem irreais.




Dani 15/03/2020

Leitura agradável
É uma história muito boa, te envolve do começo ao fim, você acha que o livro vai ser chato e tal e acaba gostando muito da leitura.
comentários(0)comente



Beta 14/02/2020

Confie em mim
Um livro eletrizante, com vários personagens e uma dinâmica de tirar o fôlego ....
comentários(0)comente



*Rô Bernas 29/12/2009

A única ressalva fica para o final!
É...gostei do livro, mas confesso que o fato dele ter várias histórias que se intercalam me deixou um pouco doida rsss. É que o autor começava uma trama, passava pra outra, pra outra, voltava à primeira, depois a segunda e assim por diante e em alguns momentos eu tinha que voltar para me lembrar de alguns detalhes... mas o mais interessante é que em determinado momento do livro as tramas se amarram e o livro fica cada vez mais emocionante e instigante.

A única ressalva é com o final... achei que não teve muito a ver.... sabe quando você ta vendo o filme de Batman e aparece.... a Mulher Maravilha? Não combinou rsss

Confie em Mim é um livro gostoso de ler, com suspense leve e instigante, e com fatos que podem sim, acontecer na vida real.
Valeu a pena ter lido o livro!
Aline 18/10/2013minha estante
o 1° livro que li desse autor, gostei muito.




Arthur 04/11/2011

Nenhuma família é perfeita
Sempre acreditamos que a grama do vizinho é mais verde do que a nossa. Que todos os problemas do universo habitam a nossa casa e dela não passam. Qual filho nunca achou que seria melhor viver na casa de algum parente ou amigo porque não suporta mais os problemas do próprio lar?

Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam - principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranqüilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: "Fica de bico calado que a gente se safa." Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio? Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.

Hold Tight está aí para nos mostrar o óbvio: nenhuma família é perfeita, todas têm os seus problemas. Com uma linguagem acessível e rápida, Harlan Coben narra separadamente a situação de diversas famílias, desde o drama vivido por quem conhece de perto o suicídio a quem já sofreu bullying. São muitos os personagens e as histórias, que se entrelaçam, no final, para a solução do mistério principal da trama.

Talvez os únicos problemas de Hold Tight sejam o motivo que levaram aos assassinatos que ocorrem durante a trama e o final, que é bastante corrido e com momentos que não dá para engolir, mas que também não é lá tão ruim.

O livro pode ser entendido como um autoajuda ou um romance (não no sentido amoroso) dosado de muito suspense e investigações, mas, de qualquer forma, é uma leitura que eu recomendo.
comentários(0)comente



Leitora Viciada 29/02/2020

Resenha para o blog Leitora Viciada www.leitoraviciada.com
Harlan Coben, autor de livros de suspense recheados de reviravoltas, é considerado o Mestre das Noites em Claro. É o único escritor que recebeu os três prêmios mais importantes da literatura policial americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe, todos por livros da série de Myron Bolitar.
Algumas obras de Coben ganharam adaptações, como Não Há Segunda Chance e Apenas um Olhar, adaptadas em minisséries, e Não Conte a Ninguém, transformada em filme homônimo. Coben também assinou um roteiro original para uma minissérie Netflix, Safe, estrelada por Michael C. Hall (de Dexter). A parceria será longa, pois a Netflix está adaptando catorze livros do autor! Não Fale com Estranhos (The Stranger) é o primeiro e já está disponível na plataforma de streaming.

E em comemoração aos dez anos publicado no Brasil, desde março de 2019, suas obras estão sendo relançadas pela Editora Arqueiro sob nova identidade visual, com novas edições superatualizadas e que agora formam uma linda e padronizada coleção. O exemplar físico possui páginas amareladas, orelhas e ótimas diagramação e revisão, além de tradução de Marcelo Mendes. Um exemplar foi cedido pela Editora Arqueiro para esta resenha sem spoilers.

Confie em mim, originalmente publicado em 2008, é um livro totalmente independente, uma trama completa e única, com diálogos dinâmicos, personagens marcantes e temas pertinentes que, mesmo após mais de uma década, continuam atualizados. Comparando este livro aos outros dois que li do autor, encontrei um pouco mais de complexidade no desenvolvimento do enredo, porque não são uma ou duas subtramas além da principal; são várias!

Para ler toda a resenha acesse o Leitora Viciada. -> www.leitoraviciada.com
Faço isso para me proteger de plágios, pois lá o texto não pode ser copiado devido a proteção no script. Obrigada pela compreensão.

site: https://www.leitoraviciada.com/2020/02/confie-em-mim.html
comentários(0)comente



445 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |