A Revolução dos Bichos

A Revolução dos Bichos George Orwell




Resenhas - A Revolução dos Bichos


300 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fábio 15/02/2013

Quatro pernas bom, duas pernas ruim!

A Revolução dos Bichos, escrito na época da Segunda Guerra Mundial, ataca de forma alegórica o modelo soviético sob a ditadura de Stalin. Dessa maneira, cria-se um retrato muito fiel, por meio dos bichos, do que ocorre de fato na tentativa de implantar o comunismo. Um leitor distraído pode pensar que se trata de um livro infantil e de fato, a engenhosidade de George Orwell é tamanha que, além de ser uma denúncia do que ocorre na União Soviética, também pode ser encarado como uma história lúdica.

Tudo começa quando os animais, cansados de serem explorados pelos donos, ouvem um discurso de um velho porco, Major. A turba se encanta com suas palavras, as quais, não haveria mais exploração, nem escassez de comida e todos os ideais igualitários, que se sabe das teorias socialistas. Nesse ponto, vemos que os ideais igualitários sempre conquistam muitos adeptos, principalmente os que vivem explorados, sem instruções, que aceitam as falácias de outrem, que expõe seus grandes sonhos.

Nesta fábula, como na História, vemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar uma revolução; faz-se a revolução para estabelecer a ditadura (ORWELL, 2009, p. 254). Após conseguirem a revolução, e expulsarem os homens, o porco Napoleão, o Stalin do livro, assume o poder e expulsa Bola-de-Neve, que representa Trotski.

Orwell não esquece nenhum pormenor, poupando complexidade, Lênin não entra na história, mas não se esquece das músicas, das manipulações estatísticas dos resultados, da exploração, da desigualdade entre os que mandam e os que obedecem, dos mandamentos que todos devem seguir etc. Vale dizer, que o livro foi publicado muito antes de Nikita Khrushchev desmascarasse o facínora Stalin, cujo processo ficou conhecido como desestalinização.

A história do livro e principalmente a história mundial, nos mostra que homens e porcos ficam indistinguíveis. Com a capa do igualitarismo, criaturas corruptas vão enganando os trabalhadores com promessas de igualdade e fraternidade, todavia quando chegam no poder, essa capa cai e comprovamos que todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que outros. (ORWELL, 2010, p. 90)


ORWELL, G. 1984. São Paulo: Nacional, 2009. 277 p.
______. A Revolução dos Bichos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. 152 p.

[[email protected]]


@Marlonbsan 05/05/2020

A Revolução dos Bichos
Antes de morrer, Major, o porco, deixou seus ensinamentos para os outros animais da Granja do Solar, mostrando que eles seriam capazes de deixar a tirania dos humanos para trás e tomar as rédeas de suas próprias vidas a partir de uma revolução. Talvez o que ele não previa é como o poder pode corromper.

O livro é narrado em terceira pessoa e possui linguagem relativamente simples, há um certo rebuscamento na forma de falar dos personagens, isso condiz com a época em que foi escrito e com as características de sabedoria de alguns deles.

É impressionante como esse livro é atual e mais ainda como conseguimos traçar paralelos com eventos históricos recentes. Já que apresenta, ao referenciar o socialismo de Stalin, além de uma crítica ao totalitarismo, muitas características de um sistema político baseado na desinformação, além de manipulação, utilizando notícias falsas e um inimigo em comum para receber a culpa de todos os problemas que acontecem. Temos uma sociedade explorada querendo mudança, porém fica refém dos mais espertos que detém o poder.

Chega a ser irônico os acontecimentos e como é fácil manipular aqueles que não possuem o conhecimento. Assim, ao privar a educação, temos uma sociedade que é explorada. É possível perceber minucias que se encaixam perfeitamente no cenário atual, tomar como verdade tudo o que lhe é dito, distribuir a culpa para outros fugindo da sua própria responsabilidade, lucrar em cima da exploração dos trabalhadores, utilizar a falta de conhecimento da sociedade para manipular as leis visando o benefício de quem está no poder, além, é claro, dos fanáticos apoiadores e isso tudo independe do lado. Seria engraçado, se não fosse extremamente preocupante.

O livro é tão abrangente nos seus significados e tão rico em conhecimento, que é compreensível o fato de não ter sido publicado de forma mundial na época em que foi escrito. Um clássico moderno que precisa ser lido.

Foto e resenha no meu IG @marlonbsan, quem puder, segue lá.


Quelemem 24/01/2011

Certa vez...
... li um conto de fadas, e compreendi com perfeição a realidade.
comentários(0)comente



Rommel 21/09/2012

Isso sim devia ser leitura obrigatória nas escolas. ;)


Alecsandro 06/04/2020

Conto de fadas
Orwell deixa claro nessa sátira o efeito que o poder tem sobre o homem e como é fácil se corromper.
É um clássico que devia ser lido por todos nós leitores, mesmo para quem desconhece o contexto histórico político.
comentários(0)comente



brunoog33 28/05/2020

Livro muito bom! Nos faz pensar como os indivíduos são egoístas!
comentários(0)comente



Andreina 11/05/2020

Revolução dos Bichos
Eu realmente gostei bastante dessa leitura demorei um pouco para ler porque eu estava lendo ele com outro livro aí acabei deixando ele para trás. A leitura é bem fluída bem divertida e particularmente ensina muita coisa.


Vanessa.Benko 26/04/2020

Alguns bichos são mais iguais que outros
A capacidade de simbolismo desse livro me deixou fascinada. Escrito num contexto de comparação e críticas a URSS, o autor acabou por escrever um livro totalmente atemporal. A medida que avançamos na história é impossível não se deparar com situações de nossa atualidade, e até se assustar com as similaridades.
Um clássico obrigatório, que não adianta eu tentar explicar a sensação da leitura, pois como o próprio autor explica: ?se ela não falar por si mesma é porque fracassou?. Gostaria apenas de frisar o quanto fica claro que o conhecimento (e a busca dele) podem ser diferencial em promover a liberdade. E quanto a memória e consequentemente a história pode nos servir de lição em todos os sentidos. Se a sociedade tiver ?preguiça? de ler e buscar conhecimento e assim também deixar de registrar fatos para gerações futuras (e até para a presente, já que podemos ser convencidos de que ?não foi bem assim que aconteceu?) de nada adianta a luta por um mundo mais justo. E sempre haverá pessoas que usarão desse erro em potencial. ?Se ele disse, deve ser verdade?.


Tammy 16/04/2020

Das coisas que mais gosto em livros são aqueles que despertam curiosidade. Esse livro acendeu a luz do aprendizado e da multiplicação do meu horizonte. É um livro aparentemente simples, de linguagem altamente acessível, porém com viés de interpretações esplêndidas. Aquele livro que vc fica bem pensativa ao terminá-lo.


Nado 08/02/2020

Todos deveriam ler
Este livro é uma leitura praticamente obrigatória a todas as pessoas. Os personagens da Granja do Solar dão uma lição de vida que há décadas se mantém atualizada.


thay | @thaysavaldevino 19/03/2020

Assim que comecei a leitura do livro, comecei a lembrar do filme "o segredo dos animais" quando eles começam a fazer uma reunião, EXATAMENTE como é mostrado na cena. Tem uma parte que fala também sobre os sete mandamentos dos animais, como se eles tivessem seguindo a religião cristã, que também possui mandamentos. Leitura cheia de referências que vou precisar ler uma outra vez e com mais calma.


Dtorreshp 09/05/2020

George Orwell
A fábula escrita por George Orwell conta a rebelião dos animais da fazenda Granja do Solar contra seus donos devido aos maus tratos, falta de comida e excesso de trabalho, porém durante vário conflitos após a tomada da fazenda liderada até então por dois porcos, é instaurada uma ditadura, apagamento do passado e por fim o desfecho esperado pelos bichos acaba sendo o inverso e tudo piora. Ao ler a fábula conseguimos ver muitas semelhanças com nosso momento político atual, o que desperta em nós leitores um senso crítico de como estamos alienados ao sistema que estamos inserido como sociedade. Essa foi uma leitura que me fez refletir muito sobre nossos líderes políticos, recomendo.
comentários(0)comente



rafa 18/02/2020

Quer conhecer alguém? Dê poder à ela.
A revolução dos Bichos

Esse livro, clássico, escrito por George Owell, conta a história dos bichos da granja Solar, que fizeram uma revolução e se revoltaram contra o seu dono, Jones, e a partir daí eles se tornam a Granja dos Bichos, vivendo em um sistema igualitário, plantando e colhendo em benefício próprio, e assim, não é simples como parece.
?Você começa achando que o livro vai tomar um certo rumo, fazendo uma certa crítica, porém, não. Ele desenvolve de uma outra forma, da qual me surpreendeu cada página.
O livro é um conto, então é curtinho e da para ser lido em apenas um dia.
É repleto de personagens, e de reviravoltas. Vale lembrar que o livro foi escrito durante o período da segunda guerra mundial, e ele retrata isso de uma maneira crítica e sátira. Orwell consegue nos dar o verdadeiro significado da frase ?Quer conhecer alguém? Dê poder à ela.?. Eu me surpreendi demais com a história e me rendeu varias reflexões e post-its no livro. Ele com toda a certeza é um dos melhores livros que já li, vale super a pena, e eu considero leitura obrigatória.
comentários(0)comente



renatodsp3 11/05/2020

Quer conhecer uma pessoa? Dê-lhe poder.
Uma boa história a respeito de como um ideal nobre e pode ser deturpado em prol de uma auto-intitulada elite.

Apesar de ser sátira/crítica ao contexto da época, o livro é tão atual que parece ter sido escrito sobre o Brasil pós 2018. A leitura é bem leve e fluida. Recomendo.
comentários(0)comente



Raquel @literaamour 01/05/2020

Demais
Incrível o tipo de narrativa do autor, você realmente consegue observar os personagens na vida real
comentários(0)comente



300 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |