A Revolução dos Bichos

A Revolução dos Bichos George Orwell




Resenhas - A Revolução dos Bichos


7182 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fábio 15/02/2013

Quatro pernas bom, duas pernas ruim!

A Revolução dos Bichos, escrito na época da Segunda Guerra Mundial, ataca de forma alegórica o modelo soviético sob a ditadura de Stalin. Dessa maneira, cria-se um retrato muito fiel, por meio dos bichos, do que ocorre de fato na tentativa de implantar o comunismo. Um leitor distraído pode pensar que se trata de um livro infantil e de fato, a engenhosidade de George Orwell é tamanha que, além de ser uma denúncia do que ocorre na União Soviética, também pode ser encarado como uma história lúdica.

Tudo começa quando os animais, cansados de serem explorados pelos donos, ouvem um discurso de um velho porco, Major. A turba se encanta com suas palavras, as quais, não haveria mais exploração, nem escassez de comida e todos os ideais igualitários, que se sabe das teorias socialistas. Nesse ponto, vemos que os ideais igualitários sempre conquistam muitos adeptos, principalmente os que vivem explorados, sem instruções, que aceitam as falácias de outrem, que expõe seus grandes sonhos.

Nesta fábula, como na História, vemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar uma revolução; faz-se a revolução para estabelecer a ditadura (ORWELL, 2009, p. 254). Após conseguirem a revolução, e expulsarem os homens, o porco Napoleão, o Stalin do livro, assume o poder e expulsa Bola-de-Neve, que representa Trotski.

Orwell não esquece nenhum pormenor, poupando complexidade, Lênin não entra na história, mas não se esquece das músicas, das manipulações estatísticas dos resultados, da exploração, da desigualdade entre os que mandam e os que obedecem, dos mandamentos que todos devem seguir etc. Vale dizer, que o livro foi publicado muito antes de Nikita Khrushchev desmascarasse o facínora Stalin, cujo processo ficou conhecido como desestalinização.

A história do livro e principalmente a história mundial, nos mostra que homens e porcos ficam indistinguíveis. Com a capa do igualitarismo, criaturas corruptas vão enganando os trabalhadores com promessas de igualdade e fraternidade, todavia quando chegam no poder, essa capa cai e comprovamos que todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que outros. (ORWELL, 2010, p. 90)


ORWELL, G. 1984. São Paulo: Nacional, 2009. 277 p.
______. A Revolução dos Bichos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. 152 p.

[fabio9430@gmail.com]
Vanessa bibliotecária 09/01/2012minha estante
Ótima resenha! =)


Larissa 02/02/2012minha estante
Muito boa a resenha!


Fábio 10/02/2012minha estante
Muito obrigado :D


Sillas 25/05/2012minha estante
Lênin não seria o Major?


Fábio 30/05/2012minha estante
Sillas, o Major é o Karl Marx :)


Karen 08/06/2012minha estante
O Major é o Lênin SIM!


Fábio 09/06/2012minha estante
O Major que inventa a teoria da igualdade, depois da sua morte que se coloca em prática as teorias citadas por ele, leia novamente e veja por si mesmo.


Ale Siqueira 27/09/2012minha estante
Parabéns pela resenha, realmente muito boa. Gostaria de acrescentar dois outros paralelos que eu pude traçar ao longo da leitura. Segundo minha percepção, o corvo Moisés e suas histórias sobre a
Montanha de Açucar representam a Igreja. Os vizinhos Pilkington e Frederick representam respectivamente a Inglaterra e a Alemanha e suas instáveis relações de interesses com a União Soviética.


Fábio 28/09/2012minha estante
Isso mesmo Ale Siqueira, são tantos detalhes, e o mais importante é que se você não saber nada disso, você fica encantado da mesma maneira, sem dúvida é um livro pra criança, pra adulto, pra academia, pra tudo, tem que encabeçar os melhores livros distópicos A revolução dos bichos.


03/10/2012minha estante
Ótima resenha.
Também adorei o livro, pois com muita simplicidade fala de história e política de um jeito que todo mundo consegue entender.


Júlio Leite 11/02/2013minha estante
Que resenha extraordinária!


Fábio 15/02/2013minha estante
Obrigado Júlio, dei uma atualizada, colocando as referências.


Felipe 26/02/2013minha estante
Adorei! Quero ler esse livro mais que nunca!!


Walaceboto 17/03/2013minha estante
Ótima resenha!
Ótimo Livro, li pra escola achando que seria um libro bobo, pelo contrário.


Sissy 14/05/2013minha estante
Fiquei muito curiosa para ler esse livro.Parabéns pela resenha, muito boa!!!
Bjos


Fábio 08/08/2013minha estante
Muito obrigado Sissy, não deixe de ler, você vai se surpreender


Bruna 16/08/2013minha estante
Fábio, parabéns pela sua resenha!

Gostei muito quando você usou "engenhosidade de George Orwell", realmente o livro é fantástico! Quero futuramente ler outros títulos de Orwell, e visitar mais suas resenhas.

Abraços.


Sheila 05/09/2013minha estante
Sua resenha está perfeita. Na verdade, a li somente depois que terminei de ler o livro e, graças a ela, retornei a alguns pontos para os quais eu não havia prestado atenção e fiquei impressionada com o quanto vc foi preciso. Muito boa mesmo! :)


Lello 14/12/2013minha estante
Tenho três versões: Inglesa, italiana e portuguesa. Nesta última perdemos realmente um pouco da "indireta" ao comunismo, ficando ainda mais lúdico. Parabéns pela resenha. Deveríamos distribuir este livro nas universidades e escolas, ao invés das cartilhas de ideologia marxista e os kits ativistas.


Rafael 17/12/2013minha estante
O Major representa Marx, principalmente. Lênin e Trotsky são representados pelo Snowball (Bola-de-Neve). Essas comparações específicas à parte, a alegoria do livro é muito mais profunda.

Acho legal que usem esse livro como "alternativa às cartilhas marxistas", como se um anulasse o outro. O livro não ataca o socialismo, em si, e nem o ironiza. O faz, na verdade, com o stalinismo. E, espero que saibam, o socialismo em si e o que foi implantando na Rússia com Stálin são coisas bem distintas.

Parece que muitos não entenderam o livro e o estão usando para defender ideias equivocadas (que a própria mensagem do livro recrimina, posso dizer). Sugiro que pesquisem um pouco mais sobre ele e, principalmente, sobre o autor, que era, por sinal, um socialista.


Felipe 18/12/2013minha estante
Rafael, a realidade mostra que situações como as que aconteceram no livro são as que melhores ilustram o modelo socialista em prática, vide Cuba, URSS, Coréia do Norte...

E sim no livro mesmo tem a informação que Orwell era um socialista, porém creio eu que se ele estivesse vivo hoje e visto que seus livros ilustram muito bem o totalitarismo existente no socialismo, duvido muito que ainda o defenderia.


Lexi 23/01/2015minha estante
você foi perfeito ao expor sua leitura sobre A Revolução dos Bichos, captou todo espírito e a essência desse livro ! tão bom que merece ser o prefácio da próxima edição. grande abraço ;~


Caroljf 29/04/2015minha estante
Adorei a resenha!
Um livro simples, mas que denúncia a união soviética durante o governo de Stálin e que fala sobre um tema universal: o poder!


Rojane 29/09/2015minha estante
Uauuuuuuuuuuuuuu super! perfeito.
Adorei sua resenha. 10.


Marcio 02/01/2016minha estante
Que resenha boa, meus parabéns! Eu li esse quando tinha uns 11 anos acho,e amei. Não por seu contexto político porque eu nem me toquei de nada, mas simplesmente pela história maravilhosa! E não fui o único, pelo que eu soube e quando saquei o lance político, gostei ainda mais, bem dizer! Mais tarde quando li Jogos Vorazes eu me lembrei do Orwell e diferente de muita gente, eu não deixei de amar a trilogia, muito pelo contrário! Mas enfim, meus parabéns de novo, e que clássico maravilhoso! Li três vezes, inclusive.


Helder.Alves 10/02/2016minha estante
O livro é lindo! resenha perfeita.


Natalia 02/08/2016minha estante
Concordo com a observação feita pelo leitor Rafael em 17/12/2013. Vão com calma nas interpretações aí... até porque, pelo padrão de "1984", a intenção de Orwell era criticar o totalitarismo, seja ele qual fosse.


Ric Molares 06/09/2016minha estante
Muito boa sua resenha!
Me ajudou muito para entender o conceito do socialismo no livro.
Obrigado!
:)


celo 14/10/2016minha estante
A Revolução dos Bichos, de George Orwell, se passa numa granja liderada, inicialmente, pelo Sr. Jones. Porém, insatisfeitos com a dominação e exploração e liderados pelo Porco Major, os animais decidem fazer uma revolução. Assim, o inimigo seria aquele que anda sobre duas pernas.


Marcos.Azeredo 17/10/2017minha estante
Ainda estou no começo, mas o que me espanta é o George Orwell se dizendo socialista não gostar da União Soviética, que para mim é um pecado, é o mesmo um capitalista dizer que não gosta dos EUA. Eu não analiso um livro pelo lado ideológico do autor, temos que reparar as coisas, mas parece que não vou gostar do livro, quando terminar darei uma resenha completa.


Fábio 28/10/2017minha estante
Marcos.Azeredo Não é que ele não gosta da União Soviética, ele não aprova como ela foi administrada, principalmente, pela ação do ditador Stalin e como ele conduziu o país e moldou o comunismo.


Lívia R. 01/06/2018minha estante
É certo que o George Orwell construiu sua obra com o Stalingrado em mente, mas dá para estabelecer comparativos da história em si, com outros governos que foram totalitários. No caso, eu havia acabado de ler um romance histórico sobre a implantação do comunismo na China, e pude enxergar tamanha diferença.

Parabéns pela resenha!


Elisa 28/06/2019minha estante
Ótima resenha! O livro me cativou, foi o primeiro que li voltado para essa era distópica e eu amei. Depois dele comecei a ler outros livros de mesma natureza.


Fábio 20/08/2019minha estante
Obrigado, Elisa. Realmente, esse livro pode ser sim uma porta de entrada para outros livros distópicos!


In 01/04/2020minha estante
Como faz pra ler o livro?


Fábio 04/04/2020minha estante
In Aqui é apenas uma rede social na qual você registra o livro que gostaria de ler, que já leu etc. Não dá para ler o livro aqui. Minha sugestão é que você vá na biblioteca pública da sua cidade, pois esse livro é um clássico e com certeza você encontrará lá. Além, é claro, de prestigiar a biblioteca local.


Ju 28/05/2020minha estante
Excelente resenha! Apresentou a essência do livro.


Nicácio 11/07/2020minha estante
Ótima resenha, objetiva e completa.


Andréa 10/08/2020minha estante
Obrigada pela resenha, que interpretação boa do livro. Eu tenho um pouco de dificuldade de interpretar as entrelinhas ... levo a leitura ao pé da letra (erro que estou tentando corrigir, rsrs). Muito mais interessante continuar lendo esse livro, depois da sua resenha esclarecedora e situadora. Até.


Zildinha 29/10/2020minha estante
Resenha perfeita . Como u.


Em poucas palavras acredito que o livro trata da eterna busca pelo poder.


Cris 14/11/2020minha estante
Sensacional!


Aluisio.Bernardes 09/01/2021minha estante
Ótima resenha


Rosangela.Chaves 03/02/2021minha estante
Parabéns pela resenha. Estava querendo ler esse livro já a algum tempo, agora com certeza o farei.


Halyson.Manosso 07/02/2021minha estante
Parabéns pelo gosto


Kaa 09/02/2021minha estante
??? adorei a resenha. Li pela segunda vez o livro e acho sensacional do mesmo jeito.


Cynthia 02/03/2021minha estante
Encantada com a descrição
Me add no WhatsApp
Quero saber mais .


Cesinha 04/03/2021minha estante
Tive o prazer de ler este livro a alguns anos e me surpreendi com a forma lúdica como é tratado um assunto de tamanha importância. Valerá sempre a pena reler.


Hades 31/03/2021minha estante
sim a critica q o autor faz ao totalitarismo e a ditadura é do Comunismo da Antiga URSS.
Hoje em dia isso reflete nos totalitarismos e a ditaduras da China.
o livro nao tem nada haver com liberalismo, deste o inicio do livro fica clara a critica aos revolucionários que tomam o poder mais depois nao entregam ao povo, vide o caso de Cuba, China, Vietnã, Venezuela e afins do Socialismo.
mesmo George Orwell sendo Declarado hoje em dia como Socialista suas Obras declaram uma critica ferrenha ao socialismo.
vide o caso da Implementação do Socialismo dos Governos 1994-2002 PSDB culminando em 2003 ate 2016 com o PT.


Clemente 28/04/2021minha estante
"Quatro pernas bom, Duas pernas mais bom" uma das frases que mais me destruiu lendo esse livro


Debora 06/05/2021minha estante
Resenha igualzinha do link https://brainly.com.br/tarefa/11618068


Fábio 12/05/2021minha estante
Debora Meu Deus e não é que copiaram minha resenha pra por no Brainly e nem me deram crédito, nem pra divulgar o skoob essa rede social maravilhosa


Lucas.Dias 16/05/2021minha estante
na verdade mostra que o oprimido pode se torna o opressor e que mesmo com as ideias do porco que claramente era oprimido logo seus discípulos se tornariam opressores
George Orwell era simpatizante do comunismo mas mesmo assim criticou a forma de como era as coisas na urss


Fábio 26/05/2021minha estante
Realmente. Enquanto miséria, desigualdade e privilégios a alguns que estão no poder existirem, livros como esse serão necessários.


Natalia.Castanha 26/05/2021minha estante
Excelente resenha!!!???


Banana 08/06/2021minha estante
Onde aperta pra ler


RHOSA 20/06/2021minha estante
Parabéns Fábio pela resenha. E mais perspicaz pelas referências.
O livro realmente continua mais vivo do que nunca, em pleno século 20, trocam-se os personagens, mas a história se repete, bem aqui na nossa « casa ». Por que não. conseguimos aprender e a evoluir a partir desses exemplos e não cometê-los novamente!?


Gabrielle.Vilefort 30/06/2021minha estante
Excelente resenha. Um apanhado da história mundial fantástico que é satirizando no livro de George Orwell. Passam-se os anos....mudam os acontecimentos mas a história se repete...em outros lugares, em outros países, em outros continentes.... governantes que cegam e alienam seu povo em prol de ego, poder, ganância e dinheiro


Fran Reis 02/07/2021minha estante
Arrasou, Fábio!


Lavínia LPNR 26/08/2021minha estante
Eu dei 5 estrelas pra esse livro porque é simplesmente muito informativo e objetivo. A leitura é super válida pra você saber mais sobre política, animais, meio ambiente e como funciona uma revolução.
Acho que a partir do momento que temos fatos históricos sobre a forma como acontece as revoluções, George consegue sintetizar isso muito bem e nos mostrar como.


Josu_097 30/08/2021minha estante
Muito legal o seu comentário!!
Eu apoio e concordo com o que vc diz
E no início eu já estava pensando sobre as Revoluções que aconteceram na Rússia e em outros países




Book.ster por Pedro Pacifico 16/04/2021

A fazenda dos animais, de George Orwell
Fazer essa releitura foi marcante por alguns motivos. Em primeiro lugar, a mudança do título que marca a nova tradução feita por Paulo H. Britto para essa edição sensacional. Apesar de representar algo aparentemente pequeno em uma obra tão relevante, a mudança de “Revolução dos bichos” para “A fazenda dos animais” aproxima muito mais a obra do título original (“Animal farm”). Eu adorei a novidade, até porque quando vou ler um livro traduzido para o português, desejo ler a versão mais similar possível ao que a autora ou autor pretenderam criar para o leitor, sem contar que o título anterior teria sido escolhido para fazer parte de uma "propaganda anticomunista" do governo da época em que foi publicado (1964).

Superado esse ponto inicial, é inegável que a leitura desse livro no momento atual é bem pertinente e dialoga com problemas políticos e sociais que vivemos. Para quem não conhece a história por trás dessa obra, podemos resumir assim: depois de serem muito explorados, os animais da “Fazenda do Solar” se revoltam contra o seu dono e decidem instituir um “governo” dos animais, baseado em um sistema igualitário. A partir disso, a fazenda seria comandada apenas pelos bichos, sem qualquer tipo de privilégio. No entanto, com o tempo, as promessas de um sistema de igualdades acaba se afastando da realidade imposta por quem estava no comendo.

E o mais genial por trás da obra é que o autor conseguiu transmitir de forma simples e instigante assuntos de extrema relevância social. A história não passa de uma alegoria aos governos totalitários, em especial ao regime de Stalin na União Soviética.

Para mim, “A fazenda dos animais” tem um papel bem importante, já que foi uma das leituras responsáveis por despertar o meu gosto por livros! E se o meu primeiro contato já deixou tantas marcas, é incrível ver como tantos anos depois a leitura foi tão enriquecedora. A maturidade me permitiu refletir sobre diferentes questões e identificar uma crítica social mais latente.

Só elogios para essa edição em capa dura, com ilustrações lindas e um conteúdo de apoio riquíssimo! Leitura necessária!

Nota 10/10

site: http://instagram.com/book.ster
Roberta.Tiritan 08/06/2021minha estante
??


Roberta.Tiritan 08/06/2021minha estante
??




Maygeek7 25/06/2021

Assustadoramente atual e relevante
Achei uma história assustadoramente fascinante. A leitura é fluida, simples e com profundos momentos de reflexão. Um livro atemporal que pode ser interpretado e sentido de inúmeras maneiras, a depender do nosso atual momento na sociedade em que vive. infelizmente uma leitura que permanece ainda atual sobre a nossa sociedade.
comentários(0)comente



Lara.Bia 22/02/2021

Um clássico
A história se passa em uma granja de animais, com o Sr. Jones como o fazendeiro e proprietário do local. Ele cuida dos bichos da fazenda, mas muitas vezes os explora e os deixa passarem fome. Assim, logo após uma reunião que acontece entre os animais, esses, inspirados pela filosofia do Animalismo, planejam uma rebelião contra o homem. São criados então os Sete Mandamentos:
1.Todas as duas pernas são inimigas;
2.Todos de quatro patas ou com asas são amigos;
3.Os animais não devem usar roupas;
4.Os animais não devem dormir na cama;
5.Os animais não devem beber álcool;
6.Os animais não devem matar outros animais sem motivo;
7.Todos os animais são iguais.

De início a rebelião parece ser um sucesso e o decorrer da história eu deixo por conta do leitor. Essa obra continua sendo muito atual, mostrando como as esperanças revolucionárias muitas vezes se transformam em tragédias. E essa edição está lindíssima
comentários(0)comente



bia 08/03/2021

A Revolução dos Bichos.
O poder nas mãos de pessoas erradas se torna um problema para os animais de uma fazenda que em conjunto decidem tomar o controle do lugar. Com o tempo alguns dos bichos esquecem de suas verdadeiras origens e tomados pela sede de poder adquirem um comportamento curioso para animais, a forma como pequenos atos de censura e alienação vão instaurando um senso comum completamente mentiroso mas creditado como verdadeiro é relatado de forma explícita no livro.

A crítica relacionada ao regime sovietico é feita de uma forma simples e extremamente compreensiva, relacionando a história com vários casos atuais a leitura nos mostrar como somos ignorantes com nossa realidade.

Leiam ??A Revolução dos Bichos??
comentários(0)comente



@Marlonbsan 05/05/2020

A Revolução dos Bichos
Antes de morrer, Major, o porco, deixou seus ensinamentos para os outros animais da Granja do Solar, mostrando que eles seriam capazes de deixar a tirania dos humanos para trás e tomar as rédeas de suas próprias vidas a partir de uma revolução. Talvez o que ele não previa é como o poder pode corromper.

O livro é narrado em terceira pessoa e possui linguagem relativamente simples, há um certo rebuscamento na forma de falar dos personagens, isso condiz com a época em que foi escrito e com as características de sabedoria de alguns deles.

É impressionante como esse livro é atual e mais ainda como conseguimos traçar paralelos com eventos históricos recentes. Já que apresenta, ao referenciar o socialismo de Stalin, além de uma crítica ao totalitarismo, muitas características de um sistema político baseado na desinformação, além de manipulação, utilizando notícias falsas e um inimigo em comum para receber a culpa de todos os problemas que acontecem. Temos uma sociedade explorada querendo mudança, porém fica refém dos mais espertos que detém o poder.

Chega a ser irônico os acontecimentos e como é fácil manipular aqueles que não possuem o conhecimento. Assim, ao privar a educação, temos uma sociedade que é explorada. É possível perceber minucias que se encaixam perfeitamente no cenário atual, tomar como verdade tudo o que lhe é dito, distribuir a culpa para outros fugindo da sua própria responsabilidade, lucrar em cima da exploração dos trabalhadores, utilizar a falta de conhecimento da sociedade para manipular as leis visando o benefício de quem está no poder, além, é claro, dos fanáticos apoiadores e isso tudo independe do lado. Seria engraçado, se não fosse extremamente preocupante.

O livro é tão abrangente nos seus significados e tão rico em conhecimento, que é compreensível o fato de não ter sido publicado de forma mundial na época em que foi escrito. Um clássico moderno que precisa ser lido.

Foto e resenha no meu IG @marlonbsan, quem puder, segue lá.
Jessica Farabotto 05/05/2020minha estante
Qualquer semelhança com a nossa realidade de hoje não é mera coincidência kkkk


@Marlonbsan 06/05/2020minha estante
Pois é, mudam-se as épocas e partidos, mas as ideias são as mesmas pra se manter no poder ?


Hades 31/03/2021minha estante
não podemos esquecer e nem menosprezar a o livro do George Orwell é sim uma critica as Revolução Comunista, A Principal durante a vida de Orwell que morreu em 1950 e não pode vê outras Revoluções comunistas que aconteceram após sua morte, onde os Lideres Revolucionários se mantiveram no poder por Décadas.


NathyBean 09/07/2021minha estante
Falou exatamente o que não consegui dizer completamente. É um livro escrito há tanto tempo, mas nos traz uma semelhança gigantesca com a sociedade atual, desde a manipulação crescente de fake news, até a ditadura ainda existente entre aqueles mais poderosos sob os que se tornam reféns...




Fabio Shiva 06/03/2021

Sobre a exploração dos bichos pelos bichos...
Eu tinha 11 anos de idade quando li pela primeira vez “A Revolução dos Bichos”. Não me lembro do que exatamente me fez escolher esse livro, dentre os disponíveis nas estantes da Biblioteca Municipal Reitor Edgard Santos, no bairro da Ribeira, da qual eu era o orgulhoso proprietário de um cartão, em sociedade com minha amiga-irmã Eva Costa. Como o cartão da biblioteca nos permitia pegar dois livros por quinzena, o trato era que cada um escolhia um livro, lia em uma semana e passava para o outro ler. Tempo bom!

Hoje, mais de 30 anos depois, percebo como foi uma dádiva inestimável poder ter lido essa obra-prima da literatura mundial sem qualquer tipo de opinião preconcebida a respeito da história. Eu não fazia a menor ideia de que “A Revolução dos Bichos” era uma sátira à Revolução Russa, e que tecia profundas críticas ao totalitarismo de Stalin. Por isso não li o livro como uma metáfora de nada, mas apenas como a história que aparentava contar. Foi uma leitura que me marcou profundamente e que me despertou para os poderes ocultos da literatura: era muito impressionante que uma história com bichinhos falantes pudesse abrigar tantas cenas sinistras e tantas perspectivas sombrias.

Ao reler o livro hoje, senti o mesmo impacto da leitura que fiz quando menino. “A Revolução dos Bichos” é sem dúvida alguma um dos melhores livros escritos no século XX e, ouso dizer, na história da humanidade. E vou ainda mais longe: creio que esse livro continuará sendo lido com admiração e reverência muito tempo depois que conceitos como “capitalismo” e “comunismo” deixarem de ditar os rumos da humanidade. Pois essa é uma obra que, como todas as verdadeiras obras de arte, fala diretamente à essência da alma humana e às contradições e conflitos de sua permanente busca por felicidade e transcendência.

Achei muito curioso e significativo o fato de “A Revolução dos Bichos”, originalmente publicado na Inglaterra em 1945, ter sido um dos dez livros mais vendidos no Brasil de 2020, em plena pandemia do coronavírus. Ao meu ver, isso reflete a intensa polarização política que estamos vivendo em nosso país, mas também, espero, um desejo de superação desse clima de ódio e intolerância que envenenam o nosso ar tanto ou mais que a Covid-19.

É certo que “A Revolução dos Bichos” vem sendo alvo de inúmeras tentativas de distorção para fins políticos, começando pela CIA americana, que comprou os direitos do livro para transformá-lo em desenho animado em 1954, como propaganda anticomunista a ser utilizada na Guerra Fria (https://youtu.be/iZbrKvPMgu0). Mais tarde, em 1999, o livro ganhou outra versão cinematográfica (https://youtu.be/2ygQBkmMfqY) que alterou ainda mais a história original, incluindo o colapso da União Soviética e até mesmo um final feliz, considerado mais adequado para o público infantil!

Contudo estão redondamente enganados aqueles que enxergam em “A Revolução dos Bichos” meramente uma crítica ao comunismo. Aqueles que defendem esse ponto de vista estão mal informados, na melhor das hipóteses e, na pior, mal intencionados... Talvez por isso o prefácio da edição que li agora traga essa advertência de Nélson Jahr Garcia:

“‘A Revolução dos Bichos’, em suas metáforas, revela uma aversão a toda espécie de autoritarismo, seja ele familiar, comunitário, estatal, capitalista ou comunista.”

Pois fica evidente a uma leitura minimamente atenta que George Orwell não é menos crítico com o capitalismo que com o comunismo em sua obra. O alvo de sua poderosa sátira é, sobretudo, a ambição desmedida que trai toda e qualquer tentativa de melhoria da humanidade, transformando-nos em escravos dos sistemas que nós mesmos criamos, seja qual for o nome que escolhamos para batizar essa escravidão. É o que expressa brilhantemente a máxima atribuída ao genial Millor Fernandes: “O capitalismo é a exploração do homem pelo homem. O socialismo é o contrário.”

Que livros como “A Revolução dos Bichos” possam nos ensinar a evitar as armadilhas do totalitarismo e nos inspirar a construir uma humanidade mais decente, é o meu desejo!

https://comunidaderesenhasliterarias.blogspot.com/2021/03/a-revolucao-dos-bichos-george-orwell.html



site: https://www.facebook.com/sincronicidio
gabrielle carmo 06/03/2021minha estante
ótima resenha! a primeira vez que li, também foi sem considerar a história como analogia e isso me causou diversos sentimentos. ainda pretendo reler pra saber qual será o efeito dessa vez.


Fabio Shiva 07/03/2021minha estante
Oi Gabrielle! Valeu pelo comentário e por essa energia boa! Que massa que você também teve a oportunidade de ler o livro dessa forma!


08/03/2021minha estante
Que resenha gostosa de ler... Você já publicou algum livro? Deveria hahaha
Eu fiz uma leitura compulsória desse livro em meados do meu segundo grau e, na época eu não gostei, mas quero reler pois já passaram-se 10 anos.


Hades 31/03/2021minha estante
não podemos esquecer e nem menosprezar a o livro do George Orwell é sim uma critica as Revolução Comunista, A Principal durante a vida de Orwell que morreu em 1950 e não pode vê outras Revoluções comunistas que aconteceram após sua morte, onde os Lideres Revolucionários Comunistas se mantiveram no poder por Décadas.

Mas voce errou do meio para o final, foi um erro inocente ou na melhor das hipóteses e, na pior, mal intencionado.
nao gostei do Desenho achei muito fraquinho em relação ao livro, ainda mais com aquele final, o livro pode ter caindo como uma luva para os interesses americanos ou mesmo da Europa com Medo das Revoluções Comunistas na pos 2ª Guerra, pelo fato da URSS ter ficado com boa parte da Alemanha. Veja q o Filme foi feito em 1954, logo após a morte de Stalin em 1953.
vc inclusive coloca Família no mesmo saco do Comunismo, isso acho q foi um erro da sua parte.
Você ainda esta "preso" na dicotomia em que Capitalismo e oposto a Comunismo. Você precisa se informar mais sobre isso, Comunismo e Capitalismo não são Opostos, por isso q George Orwell mostra como os Animais sao convencidos pelo Lideres Revolucionários, que precisam fazer comercio com outros Fazendeiros (que seriam outros povos ou países), mas esses Lideres (porcos) vivem do bom e melhor em quando para o Povo (animais) ficam na exploração.

Por Ultimo: Lê Prefacio que não pertence ao Próprio Autor do livro, é um risco de sofre manipulação.




@cacaleitura 15/10/2020

NECESSÁRIO
Fiz a releitura desse livro atualmente e me assustei com o quão atemporal e necessária essa fábula é!
Um livro que deveria ser leitura obrigatória.
RESENHA COMPLETA IG: @Cacaleitura
comentários(0)comente



Welliton.Moreira 27/04/2021

Um Ótima Sátira ao Governo Soviético
ORWELL, George. A Revolução dos Bichos. Ed. Companhia das Letras. 2007

O livro conta a história de uma granja conhecida como a Granja Solar, onde os animais vivem em uma situação de extrema insatisfação com os cuidados do dono com os animais e a fazenda. A partir disto surge a ideia de uma revolução para se construir um local onde os humanos não colocariam os pés, apenas os animais em perfeita harmonia.
Logo após a Revolução os animais entram em acordo para criar algumas regras que serviriam como base para a sociedade só deles. Inicialmente tudo ocorre bem até chegar ao ponto onde as opiniões dos líderes da revolução colocam suas respectivas posições de liderança em risco e isso os força a usarem medidas para ganhar o apoio dos outros animais.
A história tem seu ponto forte e marcante a personalidade de cada animal que retrata muito bem o que se encontra numa sociedade real e o texto é recheado de ironias que descrevem um sistema que tem como base a igualdade e o bem estar de todos.
O livro a Revolução dos Bichos é uma sátira direta à Revolução Russa, Orwell fazia uma dura critica ao totalitarismo soviético. A narrativa relaciona pessoas, animais e eventos às transformações na Rússia. Este é um livro de extrema importância para entendermos o funcionamento de sociedades comandadas por diferentes tipos de governo, além de mostrar de forma genial a ambição do ser humano, o sonho de poder.
O livro começa de forma bem interessante e com o avanço da leitura pude perceber que estava relacionado a alguma coisa, foi então que no final eu li as considerações e entendi que se tratava de uma sátira afrontando os horrores da ditadura Stalinista que se estabeleceu na URSS. Recomendo demais essa leitura, é muito interessante o tipo de sociedade que os animais criam e em como eles manipulam até mesmo os humanos. Ótima leitura.
Nicoly 27/04/2021minha estante
Foi uma das minhas melhores leituras, realmente não esperava que fosse tão bom!


Welliton.Moreira 27/04/2021minha estante
Também não tinha tantas expectativas, mas no fim surpreendeu




Quelemem 24/01/2011

Certa vez...
... li um conto de fadas, e compreendi com perfeição a realidade.
comentários(0)comente



Anderson 15/01/2021

Tooop
Assim com 1984 é um livro cheio de coisas que deixa a gente bastante pensativo após a leitura. E com certeza foi uma surpresa essa leitura!
Livro excelente!!
comentários(0)comente



Evellyn 08/01/2021

A Revolução dos Bichos
"As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já era impossível distinguir quem era homem, quem era porco."

Simplesmente sensacional, uma livro escrito em 1945, mas tão atual como se tivesse sido escrito neste século.
As metáforas e as características dos animais são muito boas. Um livro que nos desperta muitas emoções, raiva, tristeza e também nos dá muito aprendizado.
Recomendo demais a leitura.
Tiago.Boaventura 08/01/2021minha estante
Li recentemente o 1984 e do George Orwell com certeza esse será o próximo livro.


Evellyn 08/01/2021minha estante
É realmente muito bom


Ana 08/01/2021minha estante
Parece ótimo, tô com vontade de ler já faz um tempo


Evellyn 09/01/2021minha estante
Leia, é muito interessante


Rafael.Ribeiro 09/01/2021minha estante
Eu comprei, tô aguardando chegar, tô ancioso pra ler




Z. 01/06/2021

Gostozinho
Um livro muito bom! Muito fácil de ler (eu li 1984 e não entendi quase nada ?), você entende todas as referências históricas.
Me deu até curiosidade de ir atrás e saber mais sobre a revolução russa.
Recomendo ?
comentários(0)comente



Rommel 21/09/2012

Isso sim devia ser leitura obrigatória nas escolas. ;)
Júlia A. 28/08/2010minha estante
É obrigatória...


Halley 29/03/2011minha estante
Eu n fui obrigada a ler na escola não.....tambem acho que é um bom livro para ser discutido nas escolas.


Lizzy 15/04/2011minha estante
A escola nunca me obrigou a ler livro algum. Ainda bem, pq não há nada por do que escolherem por mim o que eu vou ler. :)


Gabriel 09/02/2012minha estante
Um dos motivos, na minha opinião, de muitos verem a leitura como algo ruim é justamente os professores, na sua melhor intenção, tentarem obrigar os alunos a ler livros. Acontece que muitas vezes as crianças não estão prontas para certos livros, principalmente os de literatura brasileira, por terem outro estilo de linguagem, etc.
Mas acredito que para o ensino médio esse livro serviria muito bem como inicio de estudo na URSS, Guerra Fria.


Leonardo Zanon 20/09/2012minha estante
Esse livro foi leitura obrigatória na minha escola, oitava série, 1998. Contudo, livros obrigatórios não criam leitores necessariamente. Eu li esse livro e considero um dos melhores que já li. 1984 é perfeito também.


Walaceboto 17/03/2013minha estante
Li na escola.
Nem sabia quem era George Orwell
mas concordo que deveria ser Obrigatória.


Baixando 19/03/2013minha estante
Baixar o Filme - A Revolução dos Bichos - Dublado - http://mcaf.ee/dxklc


Helder.Alves 10/02/2016minha estante
Muito cuidado com esse "obrigatória"




Barbara Louize 02/08/2021

Um ótimo livro. Uma resenha política que torna possível a qualquer leitor a entender um pouco de como funciona as ideias por trás das revoluções, manipulação de informações entre outras muitas coisas. Recomendo a leitura.
Aritana.Silva 02/08/2021minha estante
Abandonei, mas vou insistir




7182 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR