Irmãos Ostenholls

Irmãos Ostenholls Fernando Stevan



Resenhas - Irmãos Ostenholls


10 encontrados | exibindo 1 a 10


Amanda's Tale 16/01/2014

Irmãos Ostenholls
Olá queridos leitores, tudo bem? Então venho trazer mais uma resenha de um autor parceiro do blog, e dessa vez o livro a ser resenhado é Irmãos Ostenholls.
O livro é retratado uma monarquia que tem como rei Dorian, que ainda não foi perceptível suas atitudes perante seus súditos, em uma parte do livro, vemos a visão de um grupo. Mas o enfoque não é esse e o rei fica muito assolado com o mistério que está rondando a vila de Keplestal.
Na vila de Keplestal está acontecendo algo assustador, animais estão aparecendo mortos sem sua cabeça, e isso quer dizer algo terrível, pois só um animal é capaz de fazer isso, e para isso estar acontecendo é que forças ocultas estão voltando para assolar a Vila de Keplestal.
É a partir daí que o rei Dorian, chama o senador RB e o inspetor Arnes para descobrirem quem está por traz dessas mortes, e eles esperam que não seja o animal que estão pensando, pois se for eles estarão perdido, por isso eles tem que ir o mais rápido possível antes que esse animal possa atingir os seres humanos. É daí que o príncipe Allan um menino que está querendo provar para seu pai que é corajoso e que não tem medo de nada.
Também conhecemos os irmãos Ostenholls que dão origem ao nome da obra, Aron, Beni e Lissa são órfãos, e aprenderam a se cuidar sozinhos desde cedo, Aron trabalha para o Sr. Catum um velho mão fechada, que adora explorar Aron, e pela beleza e simpatia do mesmo chama muitos clientes, principalmente da ala feminina. Porém, ao decorrer do livro percebemos que o Sr. Catum tem sentimento pelo Aron.
Lissa mesmo sendo a mais nova, tem muita responsabilidade, ela é que arruma a casa, faz comida e entre outras tarefas. Beni é um menino sonhador, ele ama mistério, e é fã do senador RB que vai aparecer na estória fazendo uma proposta irrecusável para o Aron, que não resisti à oferta.
Então gente, como já é notado, o livro tem mistérios e é de aventura, achei a proposta do autor muito legal, e gostei bastante do enredo do livro, é um livro bem escrito que aguça a curiosidade do leitor durante cada página lida.
Estou curiosa pela continuação do livro, para saber quais são as próximas aventuras que nos espera. Também espero que no próximo volume aja romance para o livro ficar perfeito.
A capa do livro é linda, da um toque vintage com um mistério que não sei explicar, só vendo mesmo, a diagramação é perfeita a editora Modo teve muito capricho para fazer essa obra maravilhosa. E para melhorar as folhas são amarelas.
O autor criou um mundo fantástico, que envolvem personagens tão reais como fictícios, ele faz essa mistura que torna o livro esplendido. E eu super recomendo esse livro para todos aqueles que estão em busca de uma boa aventura misturada com mistério.
Espero que vocês tenham gostado da resenha, e digam o que vocês acharem, que apreciem da mesma forma essa obra que traz um gostinho de quero mais, fazendo você querer que essa aventura não acabe. Beijos, até o próximo post.

Editora: Modo
Páginas: 292

site: amandastale.blogspot.com
comentários(0)comente



"Ana Paula" 06/08/2013

Resenha: Os Irmãos Ostenholls - Mistério na Vila Keplestal
Mais um livro que vai tirar meu sono durante alguns dias...
Confesso que eu não esperava muito do livro. Gostei da capa e da sinopse, mas pensei que não seria um livro tão bom assim. Errado! O livro é incrível e muito bem escrito. Fiquei encantada com a riqueza de detalhes e com os personagens. Ainda bem que este é o primeiro e que tem continuação!!

Em Os Irmãos Ostenholls - Mistério na Vila Keplestal, conhecemos Aron, Beni e Lissa. Três irmãos que perderam os pais cedo e vivem sozinhos em sua pequena casa em Liversphil. Aron é o mais velho, aventureiro e muito corajoso, logo no primeiro capítulo te prende a atenção. Aron trabalha na loja do Sr. Catum, um velho sovina e muito rabugento! (engraçado tbm, ri horrores com ele!). Beni é o irmão mais novo. Inteligente e muito curioso, conhece tudo sobre armas e caroças, tbm tem o dom de arrumar encrencas, deseja ser tão corajoso quanto seu irmão mais velho, Aron. Lissa é a dona da razão. A única que pensa antes de fazer qualquer coisa. Irmã do meio e única mulher da casa, mantém tudo arrumado e ajuda seus irmãos no que eles precisarem. Esses três juntos arrancaram suspiros dos leitores em uma aventura onde há magia e muito mistério.

Gente, vocês não imaginam o quanto esse livro é incrível. Eu adorei todos os personagens, cada um me conquistou de um jeito diferente. Não vou citar todos aqui, mas tenho que falar do Senador RB. Que personagem maravilhoso! No começo, achei que ele fosse uma fraude, mais um entre tantos que contam lorotas, mas me enganei, o homem é bom no que faz!

Em uma época de castelos imponentes, o autor nos leva ao passado em questão de segundos. Gostei muito da narrativa fluída e sem muitas paradas. O vocabulário usado pelo autor, não é o mesmo de muitos livros que contam histórias como essa. Você não encontrará nenhuma palavra que não conheça ou que tenha que dizer alto para entender (eu faço isso ¬¬), fora os nomes dos personagens, alguns sim são difíceis de entender :) . Os capítulos são pequenos, devorei este livro em algumas horas.

Uma história que vale a pena ser lida! Se você gosta de histórias medievais, com reis, castelos, mistérios e aventura, vai amar tanto quanto eu este livro. Apesar de alguns personagens mais velhos, a história gira em torno dos jovens irmãos Ostenholls, indico para todas as idades, pois se você assistiu a filmes como "Loucuras na idade Média" vai adorar este livro. A história é muito diferente do filme, mas os fatores em comum são: é engraçado, medieval e chega até a ser atual. Super recomendo.


site: www.livrosdeelite.blogspot.com
comentários(0)comente



Michelle Ladisl 16/08/2013

O livro conta a história de Aron, um rapaz de 18 anos , que trabalha na loja do Sr. Catum, um ser desprezível que adorava o dinheiro acima de tudo.

Aron é um rapaz muito honesto, que sonha em entrar para a guarda real. Aron tem dois irmãos, Beni e Lissa, que ele toma conta desde a morte de seus pais.

Enquanto isso em Keplestal, misteriosamente acontece algo estranho com as ovelhas, deixando a todos na vila apavorados . Quando esse fato chegou ao conhecimento do rei, ele manda chamar o Senador Rutger Borislau, que leva com ele o investigador Arnes.

Arnes diz ao rei, após verificar o local do ocorrido, que o ataque que as ovelhas sofreram, só pode ter sido provocado por um ser chamado raptumcefalus, deixando o rei apavorado com essa informação, pois ela já tinha visto um e saiu vivo desse encontro.

Esse ataque aconteceu em uma época muito importante na vila, , por isso o rei tinha pressa na resolução do caso.

“ – Eles devem partir o quanto antes - disse o rei Dorian enquanto entrava em sua sala. A festa esse ano marcaria não só o fim da colheita, mas o cinquentenário da vila, por isso a importância da data.”
Página 57


Antes de acontecer a “ caçada “ desse ser, RB some e todos passam a procurá-lo, esse fato deixou o rei muito preocupado, pois não era do feitio de RB sumir sem dar notícias.


“ – Ninguém viu o Senador. Procurei em todos os lugares e não o encontrei – respondeu o soldado. “
Página 61


Com um passe de mágica, RB ressurge, para espanto de Blotemk, conselheiro do rei, naquele mesmo dia, ele conta ao rei o que tinha acontecido de fato com ele.

Rb, resolve comprar material para a sua jornada e acaba parando na loja de Catum, onde conhece Aron e se encanta com seus conhecimentos e por causa disso lhe faz um convite, no qual ele aceita.

Quando Aron conta para os irmãos o convite que recebeu, Benni que é fã de RB, fica animado, Lissa que não gostou muito da ideia , ainda mais depois de um certo bilhete que foi deixado em sua casa de uma forma misteriosa.

Durante o trajeto para Keplestal, eles passaram por algumas situações,na qual conhecem o príncipe que me deixaram apreensiva !


A parte final do livro é maravilhosa!

Se você gosta de livros com magia, encantos e pura fantasia, não pode perder essa leitura!


Super recomendado!


Opinião:


O livro é muito bem escrito, história envolvente, em senti parte da família Ostenholls a cada página do livro.

Muitos mistérios ainda terão que ser desvendados e com o final do livro, me deixou um gostinho de quero mais e um monte de pergunta não solucionada. Terei que esperar pela continuação para saber um pouco mais!


Nota para a obra: 5/5


site: www.estilogeek.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Anny 22/08/2013

Irmãos Ostenholls
Quando comecei a ler esse livro a primeira coisa que fiz foi imaginar toda a vila de Liversphil, sabe me perdi imaginando uma vilinha de ruas de paralelepipedo, casinhas germinadas, calçadas com árvores grandes para curtir aquela sombra no final da tarde, a ponte no meio da vila a ligando a um bosque onde de longe se avista um castelo, bem a minha cara isso rs.

O autor nos apresenta Aron e seu chefe o Sr. Catum. Aron tem lá seus 18 anos e trabalha na loja do senhor Catum de vendedor, o Aron é aquele tipo de homem que te arranca suspiros e faz com que as mulheres de Liversphil suspirem até acabar o oxigênio do planeta, ele é meigo, prestativo, lindo e muito valente (suspiros). Sr. Catum é um mão de vaca, que vive se metendo em confusão com suas mentiras, tudo para ganhar seu dinheirinho, com ele vocês terão risadas garantidas.

Lissa e Beni são os irmãos de Aron, depois que sua mãe morreu Aron ficou encarregado de cuidar dos irmãos, mas nesta família todo mundo se cuida! Lissa é a centrada, certinha, uma mãezona, já Beni é amigo, corajoso e bem parecido com Aron.

O desenrolar da história começa com uma série de acontecimentos estranhos da vila de Keplestal, o Rei Dorian encarrega o Senador Rutger Borislau (R.B), e o inspetor Arnes Straumchell para irem investigar, e com o desenrolar dos fatos R.B acaba cruzando com Aron e o escala também para essa que se torna uma grande aventura. Gente não posso esquecer de Allan o filho do rei que vive se metendo em confusão, e querendo se provar para o pai, ele acaba se metendo em mais uma confusão, e no meio dela conhece os irmãos Ostenholls.

Adorei esse livro, é do gênero fantasia, com aquele toque de época, a leitura flui de uma forma tão gostosa. O autor usa uma linguagem atual, o que facilita bem o entendimento, você não precisa voltar as páginas para conseguir entender o que ele quer dizer. Uma leitura leve, prazerosa, que eu sem dúvida nenhuma recomendo para todos, a parte ruim??
TEMMMMM!!!
É você notar no final do livro que ele terá continuação, e não ter a mínima ideia de quando irá lançar, essa é a parte ruim….

O autor Fernando Stevan, estará no Stand da Modo Editora no dia 01/09 as 13hrs, lá na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, uma boa oportunidade para quem vai, adquirir esse livro maravilhoso com aquele autografo. Infelizmente terei que esperar ate a Bienal de São Paulo, se alguém souber quando vai ser, pode deixar o recado aqui no blog, me informando a data que eu ficarei agradecida.

Apesar de já ter lido o arquivo do livro, Irmãos Ostenholls fará parte da minha estande aqui em casa, pois vou dá um jeito de comprar o meu autografado, nem que para isso eu precise encher o saco da Adriana Vargas para conseguir meu exemplar com aquele lindo autografo!
Espero que vocês tenham gostado, tentei não dá Spoller, mas acho que escapou alguma coisinha!

Quote
Pare com isso, Sr. Catum – ordenou Aron
para a perplexidade do velho que o olhou surpreso. Ao ir
buscar a caixa com as mercadorias, ele viu seu chefe
maltratando a parede e acabou não se contendo — Pense comigo
- continuou dizendo — Entre a cabeça do senhor
e a parede, eu temo pela integridade física da parede que
logo se partirá ao meio. E pelo o que te conheço, a dor
de cabeça que virá por ter que gastar com o conserto
dela, será bem maior do que a dor causada por suas batidas.
comentários(0)comente



Fala Urupês? 04/11/2013

Irmãos Ostenholls - Fernando Stevam
Aron é um adolescente que sempre quis fazer parte da guarda real. Porém, para cuidar de seus dois irmãos mais novos acabou arranjando um emprego em uma loja, e é lá que ele utiliza toda sua beleza e carisma para vender os produtos de seu chefe turrão! Parece que o mundo conspira ao seu favor quando conhece seu maior ídolo, o senador RB que já viveu grandes aventuras atrás das maiores feras, e esse mesmo RB o convida para uma aventura! Só que ele não sabe que o motivo dessa aventura tem tirado o sono de seu rei, e preocupado tanto seu ídolo quanto o maior inspetor do reinado!

O início do livro é mais para que o leitor se situe na história. O reinado, os personagens, os monstros, a aventura, é tudo muito envolvente! Aron é um garoto muito divertido, que demonstra um carinho enorme pelos irmãos, estes que são muito ligados e estão sempre juntos, o relacionamento deles é muito bonito, mesmo com a falta que principalmente a mãe lhes faz! E por mais que de início pareça que tudo entre eles é muito simples, há algumas informações, algumas dicas que deixa parecer que esse trio é muito mais singular do que parece inicialmente!

Mais para frente, vários fatos ocorrem que deixam o leitor maluco! A ação fica mais para o final, mas não me decepcionou nem um pouco! A forma como os fatos se desenvolvem as vezes parecia meio óbvia, mas de repente uma nova informação é dada e Fernando te coloca uma pulga atrás da orelha! Tanto é que de início eu pensei que era meio besta saber quem era o vilão da história, mas as consequências são tantas que acabei na dúvida, será? Haha!

Só um ponto que me incomodou um pouco foi por conta de diálogos, e quanto mais escrevo resenha, mais percebo como dou importância a eles nas histórias! Fernando tem o hábito de acrescentar descrições após a fala de um personagem, que podem ser bem úteis mas as vezes atrapalha o desenvolvimento, afinal se o personagem está fazendo tal pergunta, o leitor já tem uma ideia de como ele esta se sentindo! Como o livro tem bastante diálogo, eu senti essa interrupção de conversa algumas vezes! Mas não posso dizer que esse fato tira o mérito do Fernando em desenvolver a história!

Indico, o livro tem um tamanho bom, e Fernando se prende em cada situação na medida certa! Estou com a sensação de que muita coisa ainda não foi dita, e minhas expectativas para o segundo são altas!

site: http://www.falaurupes.com/2013/11/irmaos-ostenholls-fernando-stevam.html#more
comentários(0)comente



Dany 18/11/2013

Irmãos Ostenholls - Mistério na Vila Keplestal
Minha Resenha: Já começo falando da capa que, diga-se de passagem, é muito linda. Por dentro o livro também foi muito bem elaborado, remete realmente ao tempo em que a história se passa.

O livro tem a história ambientada no período medieval com uma pitada de mistério e fantasia, onde temos reis, rainhas, príncipes e princesas e a guarda real. Aron deseja fazer parte da guarda e enquanto não consegue isso ele trabalha na loja do Sr. Catum um velho sovina, que apesar de explorar bastante Aron lá no fundo é uma boa pessoa. Dei boas risadas com ele.

Aron cuida de seus irmãos sozinho depois que a mãe morreu. Lissa e Beni apesar de pequenos são bastante inteligentes e corajosos. Os três morram na vila de Liversphil onde reina o rei Dorian, conhecemos também sua família e seu filho curioso Allan.

No começo eu me desanimei com a história porque eu queria que já tivesse ação desde começo, mas mesmo assim eu compreendi que antes da ação precisava-se conhecer toda a história para ser ter uma visão ampla de tudo que acontecia ali.

Aron tem sua vida modificada quando o Senador Rutger Borislau ou RB como é chamado vai à loja do Sr. Catum comprar uns armamentos para uma viagem. RB se surpreende com a desenvoltura de Aron e o convida para ir com ele.

Começa aqui a aventura do livro. O inspetor Arnes Straumchell também vai à viagem e passamos a conhecer e ficar mais curioso sobre os fatos que se seguem a seguir.

A história em si me surpreendeu bastante, muito bem escrita e apesar de alguns fatos serem previsíveis a gente acaba se surpreendendo com as descobertas. Pena que a ação mesmo ficou para o fim e tudo aconteceu muito rápido, mesmo assim não deixou a desejar e fiquei com aquele gostinho de quero mais.

Felizmente o livro tem continuação e infelizmente não sei ainda quando é que vai ser lançado. Confesso que já estou com saudades dos irmãos Ostenholls.

Fica aqui uma ótima dica pra quem assim como eu ama uma boa aventura.

site: http://recolhendopalavras.blogspot.com.br/2013/11/resenha-irmaos-ostenholls.html
comentários(0)comente



SahRosa 08/12/2013

Os irmãos Aren, Lissa e Beni, estão ligados ao Príncipe Allan por uma terrível ameaça que põe o futuro de todo o reino em perigo. Após o massacre em Keplestal, o rei envia o Senador RB e o inspetor Arnes para investigar o ocorrido, que tem deixado à população aterrorizada. Ao constatar o conhecimento de Aren pela arte da caça, o senador o contrata como seu novo ajudante e tem o início a jornada mais perigosa que se tem história.

Lissa teme por seu irmão mais velho e desconfia que haja algo muito errado, principalmente ao receber um estranho bilhete que a alerta sobre o perigo que Aren irá enfrentar. Beni está animado com a presença de seu herói, o senador RB, mas não medirá esforços para ajudar seu irmão, e junto a eles esta o Príncipe Allan, que decide ir junto com grupo para descobrir o que de fato esta acontecendo em Keplestal.

Mas afinal, qual seria o segredo dessa vila até então pacata? Uma ameaça muito antiga está a espreita, pronta para acabar com a paz tão desejada. Keplestal foi apenas o começo...

Misterioso e com ótimos ganchos que prende o leitor em suas 292 páginas, Irmãos Ostenholls se sobressai por sua originalidade. Lançado em 2013 pela Modo Editora e escrito pelo autor Fernando Stevan, o livro reúne tudo que há de melhor em uma boa história medieval, com cavaleiros, monstros ferozes, heróis destemidos e mistérios obscuros. Eu gostei de como o autor conduziu sua história, apresentando em seus primeiros capítulos os personagens principais, o reino e ameaça que coloca Keplestal em perigo.

Os personagens de Fernando Stevan foram fundamentais em cada cena de sua obra, o autor fez com todos desempenhassem um papel importante ao longo do livro, ele não se esqueceu de ninguém e até mesmo os secundários tiveram sua importância. Além disso, Irmãos Ostenholls tem um grande diferencial, que é a originalidade que o escritor empregou em suas páginas.

As invenções, armas, artefatos, animais e monstros foram diferentes e bem criativos, eu fiquei admirada com toda a cultura que o autor criou para Irmãos Ostenholls, ele foi autêntico e cheio de genialidade.

Sendo narrado em terceira pessoa, o livro cativa por seu enredo astuto e articulado, que junto com personagens bem-humorados e uma escrita envolvente, faz com que a experiência ao ler esse livro se torne ótima! Esta é apenas a primeira aventura dos irmãos Ostenholls e aposto que nos próximos volumes vamos encontrar mais histórias que surpreenderão pela criatividade de seu autor.

Em seu primeiro livro, Fernando mostra a que veio e sua obra marca o começo de uma grande jornada!

site: http://www.daimaginacaoaescrita.com/
comentários(0)comente



Lígia Colares 30/01/2017

Resenha de Irmãos Ostenholls
Aron é um adolescente que sempre quis fazer parte da guarda real. Porém, para cuidar de seus dois irmãos mais novos acabou arranjando um emprego em uma loja, e é lá que ele utiliza toda sua beleza e carisma para vender os produtos de seu chefe turrão! Parece que o mundo conspira ao seu favor quando conhece seu maior ídolo, o senador RB que já viveu grandes aventuras atrás das maiores feras, e esse mesmo RB o convida para uma aventura! Só que ele não sabe que o motivo dessa aventura tem tirado o sono de seu rei, e preocupado tanto seu ídolo quanto o maior inspetor do reinado!

O início do livro é mais para que o leitor se situe na história. O reinado, os personagens, os monstros, a aventura, é tudo muito envolvente! Aron é um garoto muito divertido, que demonstra um carinho enorme pelos irmãos, estes que são muito ligados e estão sempre juntos, o relacionamento deles é muito bonito, mesmo com a falta que principalmente a mãe lhes faz! E por mais que de início pareça que tudo entre eles é muito simples, há algumas informações, algumas dicas que deixa parecer que esse trio é muito mais singular do que parece inicialmente!

Mais para frente, vários fatos ocorrem que deixam o leitor maluco! A ação fica mais para o final, mas não me decepcionou nem um pouco! A forma como os fatos se desenvolvem as vezes parecia meio óbvia, mas de repente uma nova informação é dada e Fernando te coloca uma pulga atrás da orelha! Tanto é que de início eu pensei que era meio besta saber quem era o vilão da história, mas as consequências são tantas que acabei na dúvida, será? Haha!

Só um ponto que me incomodou um pouco foi por conta de diálogos, e quanto mais escrevo resenha, mais percebo como dou importância a eles nas histórias! Fernando tem o hábito de acrescentar descrições após a fala de um personagem, que podem ser bem úteis mas as vezes atrapalha o desenvolvimento, afinal se o personagem está fazendo tal pergunta, o leitor já tem uma ideia de como ele esta se sentindo! Como o livro tem bastante diálogo, eu senti essa interrupção de conversa algumas vezes! Mas não posso dizer que esse fato tira o mérito do Fernando em desenvolver a história!

Indico, o livro tem um tamanho bom, e Fernando se prende em cada situação na medida certa! Estou com a sensação de que muita coisa ainda não foi dita, e minhas expectativas para o segundo são altas!
comentários(0)comente



Coisas de Mineira 20/03/2018


“E fique sabendo que as grandes realizações de nossas vidas não estão em feitos mirabolantes, e sim, nas pequenas coisas. Nenhuma pessoa vive uma vida por acaso, por mais simples que ela pareça; a sua ainda está só no começo. Cabe a você descobrir o caminho que irá percorrer.”

Surpresa durante a leitura de um livro é sempre bom. Existem aquelas obras que passamos por elas e por causa da primeira impressão não imaginamos que escondem histórias instigantes. “Irmãos Ostenholls: Mistério na Vila Keplestal” é um desses livros, que acabou sendo uma surpresa boa para mim.

Os irmãos Ostenholls - Aron, Lissa e Beni - vivem tranquilamente em Liversphil, tendo apenas um ao outro. Aron, é o mais velho dos irmãos e possui um espírito de aventura dentro dele, Beni, o caçula, sabe tudo sobre estratégias, lutas, armas, monstros e etc, além de ter o irmão mais velho como exemplo e desejar ter a mesma coragem ele.

Já Lissa, a irmã do meio, possui um dom especial e é a irmã sensata, que utiliza a razão antes e sempre pensa nas consequências das ações. Após a morte da mãe, os irmãos vivem sozinhos e muito unidos, até que uma viagem inesperada faz com que eles embarquem em uma grande aventura junto ao jovem príncipe Allan, que possui uma enorme vontade de mostrar sua coragem para o pai, o rei Dorian.

Uma aventura bem fantástica, os irmãos vivem junto ao príncipe e outros companheiros de viagem. Devo admitir que quando comecei a ler e empaquei nas primeiras páginas, mas foi só deixar o primeiro capítulo para entrar na trama e ela me encantar por completo. A escrita do Fernando é bem fácil e a história apesar de ser bem parada no inicio, prende o leitor.

Cheguei a um momento da obra em que pensei que não teríamos nenhuma ação de fato, mas bem no final, o autor nos surpreende finalizando a trama de uma forma bem bacana. Um detalhe que gostei bastante foi a forma como o Fernando transitava entre os personagens, sem quebrar a linha da história.

Apesar da leitura ter válido muito a pena por inúmeros motivos, tenho que confessar que passaria batido por mim por causa da capa, que na minha opinião, não foi nada atrativa e teve um erro muito grande na escolha da tipografia do nome: não conseguia entender o título do livro pela capa e tive que abrir para tentar ler.

Lançado em 2016 pela editora Modo, “Os irmãos Ostenholls: Mistério na Vila Keplestal” é a primeira obra do escritor Fernando Stevam, que mora no Espírito Santo com sua filha e sua esposa. Fernando já lançou seu segundo livro em 2017, uma continuação da história dos irmãos Ostenholls intitulado “Irmãos Ostenholls: O Segredo do Amuleto”, e gostaria de confessar que fiquei bem ansiosa para saber como essa aventura continua.

“Obs: já ia me esquecendo, me lembrei do último recado que a senhora misteriosa me pediu que desse a vocês. Ela disse que a jornada só está começando. Não faço a menor ideia do que ela quis dizer com isso.
Beijos carinhosos,
Dona Aurora.”

Por: Ana Elisa Monteiro
Site: http://www.coisasdemineira.com/2018/03/resenha-irmaos-ostenholls-misterio-na.html
comentários(0)comente



10 encontrados | exibindo 1 a 10