Herdeiro Da Névoa

Herdeiro Da Névoa Raquel Pagno




Resenhas - Herdeiro Da Névoa


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


@injoyce_ 02/06/2018

Herdeiro Da Névoa
Inácio é enrolado de várias formas, uma hora até comecei a enlouquecer com ele, para saber o que realmente era verdade nessa história.
E quando a verdade surge, surpreende o leitor de uma forma incrível.
O livro começa com um tipo de narrativa que você é capaz de enlouquecer, pelo fato de não querer mais parar de ler.
Concluir o livro em umas horas.
O que me deixou bastante contente. A história é tão alucinante, tão envolvente e te deixa tão curioso, que você não consegue parar de ler.
Quanto aos personagens, você não sabe em quem acreditar, em quem desconfiar, o rumo muda muito, não se deixa permitir que você goste de algum personagem... se você se apega a um acaba se decepcionando, ai depois se apega a outro, a mesma coisa, dai você acaba que voltando a se apegar ao anterior, e fica assim, até você concluir o livro e ter certeza do que o personagem foi capaz.
Ainda estou alucinada e apaixonada pelo Herdeiro da Névoa.
Super recomendo a leitura e agora mesmo estou pesquisando outros livros da Autora.
comentários(0)comente



Mih 05/03/2015

Confuso, porém coeso
A história de Herdeiro da névoa conta sobre Inácio, um rapaz que vai estudar em Paris e lá acaba descobrindo que teve seus documentos trocados pelos de outro com sua mesma aparência. O desenrolar do livro é muito interessante e coeso, mas como diz o título da resenha, a autora apesar de escrever muito bem às vezes se perde nas próprias informações. Não é um defeito, entretanto. Do meio pro fim a hiastória toma um desenrolar completamente diferente do que a gente espera e imagina, com trechos muito intensos. As descrições da autora são muito boas, os ambientes são bem descritos e os personagens mantém uma boa personalidade durante todo o livro. Às vezes os acontecimentos são meio "apressados", e só por isso não dei 5 estrelas ao livro. No mais, recomendo Herdeiro da névoa e pretendo ler outros trabalhos da Raquel Pagno.
comentários(0)comente



Carolineadvfull 04/03/2015

Interessante
Boa Tarde!

Trago para vocês a resenha de Herdeiro da Névoa da Raquel Pagno, parceira do Blogando Linhas.

Herdeiro da Névoa conta a história de Inácio Vaz, um jovem que sai do Brasil para a França, visando melhorar sua qualidade de vida. Pretende entrar na Universidade para cursar Direito.
Chegando à, aluga um quarto numa pensão e conhece Stephen, um rapaz que termina se tornando um grande amigo.

No dia da seleção para os cursos oferecidos, Inácio se depara com uma jovem misteriosa e encantadora, ruiva e de cabelos cacheados, que deixa Inácio sem ação. O que o leva a ficar totalmente desnorteado a ponto de se equivocar na escolha do curso quando é inquirido, optando por Artes ao invés de Direito, o que o deixa perturbado. Mas, muito mais do que isso, Inácio fica com a existência da garota que ele fica sabendo que se chama Chloe Champoudry. Ele então toma a iniciativa de se apresentar e tentar aproximação. As coisas terminam saindo melhor do que o esperado, e ele chega ao local que ela supostamente mora. Os dois então têm uma tarde de amor.

No dia seguinte, sua vida se transforma. Ao chegar à faculdade, todos ao seu redor o chamam de François Roux, seus documentos agora estão todos modificados com esse novo nome, uma nova identidade é atribuída a ele.

Buscando desvendar o acontecido, com a ajuda do seu amigo Stephen ele embarca numa jornada de suspense, descobertas inesperadas e um rumo de sua vida totalmente inesperado.

Minhas impressões:

Herdeiro da Névoa foi um livro que pela sua sinopse me chamou a atenção. Logo no inicio da leitura, o mistério inerente a narrativa nos faz ter ideia que a história tem um quê de sobrenatural.

As primeiras 50 páginas não foram para mim tão empolgantes e esclarecedoras, penso que ficou muito adstrito a saber o paradeiro da garota que some do mapa. Passado isso, o livro se torna mais interessante, e começamos a juntar as peças do quebra - cabeça.

Confesso que em minha mente não teria imaginado o desfecho em hipótese alguma, tinha uma vaga noção que teria algo de sobrenatural, até porque é uma marca registrada da autora livros que envolvam essa temática. Então, foi uma surpresa muito boa.

A história é boa, e quem gosta do universo sobrenatural penso que agrada muito. Porém, acho que faltou mais movimento na narrativa para torná-la mais emocionante.

Estou em dívida com a Raquel, pois recebi esse livro faz um tempo considerável e demorei bastante para ler e resenhar. Peço desculpa por isso, Raquel.

Até a próxima!

site: www.blogandolinhas.com.br
comentários(0)comente



Kétrin 23/01/2015

Inácio Vaz é um homem humilde que sempre teve o sonho de ganhar uma bolsa de estudos na Sorbonne, em Paris, para estudar direito. Até que chegou o dia em que ele juntou os trocados e foi em busca de seu sonho.
Enquanto Inácio espera ansiosamente pela entrevista que irá garantir sua bolsa, ele foi surpreendido pela beleza de uma moça com cabelos cacheados ruivos e olhos acinzentados, esta é Chloé Champoudry. A moça mexe tanto com ele, que acaba se matriculando em Artes por impulso, o curso pelo qual parecia que ela estava se inscrevendo.
"Chloé era a figura mais linda que eu vira na vida."
No primeiro dia de aula, Inácio percebe que seu nome não está na lista de chamada, e nem o de Chloé. Desesperado, ele percebe que seus documentos foram trocados, a foto de identidade é dele, mas o nome é de François Roux (um homem rico que está desaparecido após um acidente misterioso). Inácio não tinha conciência dos problemas que iriam lhe causar essa troca de identidade, e é aí que começa todo o mistério e suspense da história!
"A dor me fazia pensar se realmente existia um Deus lá em cima, alguém para quem eu pudesse realmente pedir ajuda. Alguém que se importasse comigo e que amenizasse meu sofrimento."
Herdeiro da Névoa é um livro repleto de mistério do começo ao fim, eu fiquei encantada com o desenrolar da história, pude acompanhar Inácio desvendando o mistério e me surpreendi junto com ele quando tudo foi esclarecido. Gostei do modo como o suspense policial acaba se tornando sobrenatural sem perder o sentido da história. Podemos ver no decorrer da leitura que os personagens principais aparecem de mansinho e vão se revelando a cada página.
A autora me surpreendeu muito, quando comecei a ler eu não estava esperando uma super leitura, mas no fim se tornou uma das melhores. O livro prende o leitor até que todo esse suspense acabe e nos deixa com um gostinho de quero mais!

site: http://www.oteoremadaleitura.com/2015/01/resenha-herdeiro-da-nevoa-de-raquel.html
comentários(0)comente



Maria - Blog Pétalas de Liberdade 17/01/2015

Surpreendentemente misterioso
Narrado em primeira pessoa, o livro conta a história de Inácio Vaz e se inicia em 1951. Inácio era um jovem de 21 anos, que estava realizando um sonho: se mudara para Paris para estudar advocacia. Porém, seus planos começaram a dar errado quando ele viu Chlóe Champoudry pela primeira vez, no dia da entrevista em que pretendia conseguir uma bolsa de estudos, ficou tão encantado que trocou o nome do curso e falou Artes, o curso no qual ela parecia estar se inscrevendo.

Quando as aulas começaram, nem o seu nome nem o de Chlóe constavam em nenhum curso. Inácio ficou desesperado, até que descobriu que seus documentos haviam sido trocados. A foto era a dele, mas o nome era de François Roux. Sem dinheiro, distante de sua terra natal, louco para reencontrar Chlóe, Inácio foi convencido por Stephen, seu colega de quarto, a assumir a identidade de François Roux.

A semelhança entre os dois era enorme, François era herdeiro de uma grande fortuna, tinha desaparecido anos atrás e era ligado de alguma forma com Chlóe. Talvez, assumindo o lugar do desaparecido, Inácio pudesse encontrar sua amada, fazer o curso que tanto queria e ter uma vida melhor. Só que as coisas não seriam nada fáceis para ele.

"Saquei o documento do bolso e observei-o com atenção. O que vi me fez passar mal, e quase desfaleci de pavor. A fotografia era minha. O nome, de outro. Não consegui pensar numa possibilidade racional para o que ocorrera. Aquilo era totalmente impossível! Eu tinha certeza de que era eu quem aparecia naquela imagem, colada ao documento de outro, mas não conseguia explicar como tal engano poderia ter ocorrido. Imaginei-me no dia da expedição do documento. Não. Eu o conferira várias vezes, e era sempre o meu nome que eu via impresso nele." (página 22)

Eu gostei muito desse livro, as minhas expectativas eram pequenas e fui surpreendida positivamente. Junto com Inácio, fiquei tentando descobrir como os documentos dele haviam sido trocados, o que teria acontecido com o verdadeiro François Roux, quais as verdadeiras intenções de Stephen e quais os segredos da bela Chlóe Champoudry. Só no final é que tudo fica esclarecido, e eu nunca imaginaria que a história seguiria por aquele caminho.

Algumas vezes, fico decepcionada quando uma trama policial/de suspense começa a seguir de repente para o lado do sobrenatural, mas em Herdeiro da Névoa os fatos foram tão bem amarrados e encaminhados que eu gostei do resultado (além de ficar com medo de algumas coisas).

Inácio Vaz foi meu personagem preferido (já que outro personagem que eu estava gostando se revelou bem diferente do esperado), compreendi suas escolhas e atitudes. Ele era muito jovem, vinha de uma vida difícil e estava completamente apaixonado, dizem que a paixão cega as pessoas. Inácio se acovardou em alguns momentos, mas foi extremamente corajoso em outros.

Gostei da escrita da autora (quero ler outros livros dela), pude me sentir envolvida pela história.

Num primeiro momento, não tinha gostado muito da capa (que é de um material liso e brilhante), mas após ter o livro em minhas mãos, até que encontrei beleza nela. Dividido em capítulos, Herdeiro da Névoa tem uma diagramação simples: margens grandes, espaçamento e fonte de bom tamanho; as páginas são bem amareladas e porosas.

Enfim, Herdeiro da Névoa é um livro que gostei e que recomendo, especialmente para quem procura uma história surpreendentemente misteriosa.

site: http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2015/01/resenha-livro-herdeiro-da-nevoa-raquel.html
comentários(0)comente



TamiresCipriano 09/01/2015

Herdeiro da névoa
incrível história desenvolvida por uma adorável escritora.

Inácio Vaz, que vai à Paris estudar Direito na universidade de Sarbonne, acaba passando por muitas, afinal, um homem de classe mais baixa da noite para o dia ficar rico, e ter outro nome, deixaria qualquer um maluco!

Inácio Vaz acaba escolhendo artes por ficar atordoado com um anjo, a famosa Chloé Champoudry. Com toda esta reviravolta em sua vida, ele cai nos braços de Chloé e no dia seguinte, têm seus documentos trocados, sim! Agora seu nome era François Roux, um cara rico que estava desaparecido após um "acidente" em sua casa.

Inácio passa a se chamar François, tem que se esquivar do detetive que queria saber de seu sumiço, além de tudo, conta com seu amigo Sthepen que estava em Paris para estudar toda história dos Roux e acontecimentos trágicos que os envolviam (será mesmo?).

"A saudade machucava cada vez mais meu o coração e a solidão começava a apossar-se da minha alma ferida. Mesmo rodeado por centenas de pessoas, todos os dias, indagando-me sobre o que deveria ser feito a seguir, eu jamais me sentira tão sozinho[...]" Página 74.

O que temos aqui é uma história sem igual, apesar de realmente mostrar a verdadeira "face" da história somente ao final do livro, eu acompanhei porque a autora escreve de forma que te prende.

Fiquei confusa várias vezes por não saber quem era o bonzinho ou malvado da história, ao fim foi uma verdadeira reviravolta e um desfecho que jamais esperava.

A história é narrada de forma melódica, muito romântica e nada comparada ao que costumamos a ler, este foi outro fator que me prendeu.

Sobre os personagens só tenho a dizer que Inácio foi chato várias partes do livro, principalmente quando acreditava no que não era "real", ou ficava cego de amor (assim eu pensava), ou até mesmo quando agia de forma imatura, então, pode-se dizer que ele era um bom personagem? Ora, sim! Mas me deixou irritada de tão cego que era, até pelo menos, metade do livro. Só que a grande diferença é que Inácio viveu em um berço diferente do de François, o que o deixou a salvo (haha, fiquem curiosos).

Além da linda história de amor, a autora ainda nos mostra as ruas e tudo de mais lindo de Paris, fazendo com que os leitores viagem até a Europa, para assistir uma peça de teatro romântica com dose de fantasia...

A capa ficou maravilhosa, meio vintage e a leitura acompanha tudo, perfeito e indico a leitura com toda certeza!

Saibam mais no blog:

site: http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/2015/01/resenha-herdeiro-da-nevoa.html
Raquel Pagno 15/01/2015minha estante
Muito obrigada pela resenha! :D




Jéss 08/06/2014

"Por quem você venderia sua alma? Tal indagação me soaria estranha até há pouco tempo."
Antes de começar a leitura do livro, admito que o nome me levou a pensar que falar sobre outra coisa, mas assim que iniciei ele, percebi o quão diferente era do que eu imaginava, haha.

A princípio conhecemos Inácio Vaz, um pobre coitado que tem um grande sonho: ir a Paris, estudar Direito e se formar lá. Assim, acaba indo à Paris com o intuito de realizar este sonho.

Então, chegando a universidade Sarbonne, acaba dando de cara cara com uma bela mulher, que mexe com o jovem Inácio, essa mulher se chama Chloé. Encantado por essa mulher, quando foi chamado para a entrevista para que o avaliassem, ao perguntarem sobre o curso que pretendia cursar, sem querer ele acabou falando Artes.

"Tão logo calei-me, percebi o terrível erro. Estive tão concentrado em Chloé, que meus sentidos me traíram. Eu abdicara de meu sonho, para seguir o destino que me aguardava junto a outro sonho, mais recente e mais ardente, que me tentara na saleta das audições. Rezei secretamente para que Chloé também tivesse sido aceita."

Aturdido com o que acaba de acontecer, decide voltar para a pensão, disposto também à escrever uma carta a seu pai contando sobre o que havia acontecido. Ma antes pediu conselhos a seu colega de quarto, Stephen, que não pareceu surpreso quando Inácio lhe contou sobre tal burrada cometida, e recusou em ajudá-lo, que a responsabilidade era de Inácio e saiu as gargalhadas.

Ao descobrir que seu nome não consta em nenhum dos cursos da universidade, mas sim o nome de um tal de François Roux, que é a copia exata de Inácio, ele acha que deve ter trocado seus documentos e por isso esta confusão.

Então ele resolve pedir ajuda a Stephen, e ele o incentiva a continuar com isso, assumir que é o François Roux, assim ele o faz.

Desde de ter visto Chloé pela primeira vez, não consegue esquecer a mulher que roubou seu coração. Mas a algum tempo, Chloé foi dada por morta, mas Inácio não acredita, e como poderia? Se ele se encontra com ela, se a toca e a beija? Como poderia estar morta?

Segredos e mais segredos rondam este livro, pessoas que a princípio eu achei que jamais seriam capazes de tais coisas, me provaram que eu estava enganada.

Herdeiro da Névoa é aquele livro que você lê e diz: porque eu não o li antes?. A trama é muito bem feita, assim como os personagens. Eu me senti na história, e adorei isso. Apoiei algumas ações de alguns personagens, quis esganá-los em outros momentos, mas este é o tipo de livro que te prende, e você fica a cada palavra lida, querendo saber o que acontece depois e depois, te deixando com aquele gostinho de curiosidade.

"Ainda levaria muito tempo para que eu começasse a compreender a história da minha verdadeira vida. O meu mundo desmoronara assim que a verdade viera à tona. Tudo o que eu conhecia se transformara inesperadamente, dando lugar a uma realidade estarrecedora com a qual eu não conseguia lidar."

Raquel Pagno, eu deixo os parabéns à você e agradeço por ter criado um livro que te deixa com gostinho de quero mais. Eu realmente amei.

site: http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/2014/10/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 22/06/2014minha estante
Obrigada pela resenha hunter! ;)
Beijão!




Interlúdio 30/05/2014

[Resenha] Herdeiro da Nevoa - Fabrício Medeiros
Resenha postada no blog: http://medeirosfabricio.blogspot.com.br/2014/05/resenha-o-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html


Primeira impressão do livro: O Herdeiro da Névoa meio que foi uma quebra no meu regime de leitura. Há quase dois meses eu não lia um livro realmente interessante o qual me arrastasse para dentro dele. Quando a autora me disse que o havia enviado, todo dia eu ia no rastreamento para ver se já estava quase chegando. Até que o livro chegou.
Como sempre gosto de fazer, vou passar para vocês algumas informações físicas do livro.

- Capa: A capa de "O Herdeiro" é totalmente linda. Ela é simples, no aspecto físico não tem nada de mais, é sem laminação e sem relevo, só impressa. Possui orelhas, uma em branco, e na outra uma "bio" da autora. Em síntese, a imagem da capa é uma especia de wallpaper de Paris, onde obviamente se passa a história. A torre Eiffel estampa a parte da frente da capa, onde com fontes marcantes e simples vem estampado o titulo do livro. (Adorei a escolha das fontes, que se não em engano é a "High Tower"). Por fim, o subtitulo que só me fez sentido no fim do livro e pelo qual me apaixonei, vem impresso em letras menores por baixo do título: O Que você faria se descobrisse que sua vida inteira não passou de uma mentira?

- Miolo: Assim como a capa o miolo do livro é bem simples, uma diagramação bem leve, e que se assentou bem ao livro, de forma que a leitura fluiu melhor. Sem muitos detalhes, a diagramação cumpre seu papel. Amo diagramações com desenhos e tudo mais, porém em O Herdeiro, não fez muita falta. Foram poucos os erros que achei no livro, em geral a revisão e diagramação ficou muito boa. O livro foi impresso em Polén Soft, confesso que dou muito valor ao livro quando ele vem em Polén, primeiro que o livro fica mais bonito, e a leitura mais confortável, e segundo que o Polén é um papel mais grosso, o que deixa o livro maior, e ao livros grandes.

Opinião de leitor: Então, o livro me encantou, de verdade. Foi um livro simples, escrita bem suave, mas com um suspense que me fez levantar hipóteses jamais imaginadas. Eu quis sequestrar a autora e obrigá-la a me contar o fim do livro (uma vez que amo spoilers, kkk). A história começa bem lenta, cheguei até a pensar que seria sempre assim, meio que por ser um tanto "clichê" essa coisa de troca de identidade, meio comum já, e previsível, uma vez que o que sempre acontece é a mesma coisa. Só que não foi bem assim, foi tudo se envolvendo, e se misturando pontos se ligando e se desligando, de forma que todas as hipóteses que eu criei caíram e se ergueram novas. A cada nova página algo novo aparecia e minhas ideias mudavam. Isso foi o mais bacana, essa teia de acontecimentos interligados. Fiquei com medo em certas partes, principalmente quando o lado mais sombrio da história se ressalta, os mocinhos se tornam vilões e os vilões se tornam mocinhos, mas logo tudo se altera de novo, e você não consegue parar até saber a real verdade.
Eu me lancei de cabeça no romance Roux e Chloé. E meu Deus! É tudo incrível.

Quando o álcool se apossava do meu sangue, vertendo abundante em minhas veias, despertava em mim uma ambição que eu não tinha quando estava sóbrio; o desejo de correr o mundo, derrubar as fronteiras e colocá-las aos meus pés. Tinha a nítida sensação de que era invencível, que conseguiria tudo o que desejasse, fosse um advogado excelente para o mundo, um amante irresistível para Chloé, um amigo inseparável para Stephen.
Opinião geral do livro: O Romance de Raquel Pagno, é um romance que avaliado num conjunto é quase que irresistivel. É fácil dizer que um livro prende o leitor do começo ao fim, isso é óbvio, aliás posso me ver preso a um livro de várias formas, estas que podem ser por prazer, ou por obrigação. Na minha leitura de "O Herdeiro da Névoa" eu me vi preso numa obrigação, a obrigação de desvendar aquele mistério. O livro traz um mistério que te absorve e te transporta para outro mundo, para uma paris palpável, num inverno o qual você sente na pela. Não sei se a autora já esteve em Paris, mas com o livro, você pode dizer que já esteve lá, tanto que as ruelas, as lojas e os pontos são todos familiares. O livro é de uma escrita quase que impecável, em 1ª (não é lá a minha favorita, mas...) e sobretudo no passado.

O enredo: É impossível não se envolver na trama do livro. Como eu frisei umas mil vezes anteriormente, há todo um mistério a ser desvendado. Afinal, o que realmente aconteceu com a família Roux? Desde o prólogo o mistério se ergue até culminar no fim do livro, numa única carta. O Livro conta como Inácio Vaz, de uma forma inexplicável é confundido em Paris, mais precisamente na Sobornne, com o último herdeiro Roux. A partir dai, persuadido pelo amigo, Stephen, que em Paris busca por uma história digna de ser escrita, ele assume a personalidade de François Roux. No entanto, além dos imóveis e da fortuna, Inácio, ao assumir o posto do verdadeiro François que jaz desaparecido no mundo, ele tem que conviver como o principal suspeito no assassinato de Chloé Champoudry. Confuso, Inácio não compreende, dado que Chloé, fora a mulher pela qual, ao apaixonar-se à primeira vista, trocou o curso de advocacia, para estar junto dela. Para completar essa história confusa, mas tão transparente, o clichê na verdade não é clichê. Começasse a história, como eu disse antes, com aquela ideia de que é só mais uma troca de identidade, mas que no fim o verdadeiro vem e retorna ao seu posto, mas com esse livro, se você o lê com essa ideia, você se decepciona, pois é completamente paradoxo. Suas ideias são quebradas a cada novo capitulo, você lê um capitulo e já tem aquela ideia de que tal personagem é o mocinho e aquele outro o vilão, mas na inocência sem saber que no próximo capitulo tudo acaba se tornando o contrário do que você imaginou. Super indico! Além do mais, é um livro que te instiga, te assusta, e te confunde. Você cria suas reais explicações quando de repente você vê que só a magia pode explicar o que está acontecendo, sendo que na verdade, é tudo simples.

site: http://medeirosfabricio.blogspot.com.br/2014/05/resenha-o-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 31/05/2014minha estante
Fabrício, obrigada pela resenha!
Fico feliz que tenha gostado! Beijos!




Arca Literária 30/05/2014

Herdeiro da Névoa
O livro nos conta a história de Inácio Vaz, um homem de 21 anos que em 1951, vai para a faculdade de Sorbonne para estudar direito. Chegando na faculdade, ele encontra uma linda mulher, que mexe tanto com ele, que por impulso acaba se matriculando na disciplina que ela iria fazer, fugindo totalmente do seu grande sonho. O nome dessa bela mulher é Chloé, ela aparece para Inácio somente quando quer, fazendo-o ficar pensando se ela realmente existe, pois ninguém sabe dela na faculdade.

Inácio é um homem sem posses, que vê sua vida mudar radicalmente, quando sua documentação é trocada, pela de Françoi, o herdeiro de um grande império.

Inácio tem um colega de quarto, chamado Stephen e quando vê a confusão em que sua vida se tornou, ele acaba desabafando, então seu amigo o aconselha a manter a identidade de Françoi, ele a princípio não quer, mas acaba sendo convencido .

Nessa mesma hospedagem, onde alugou o quarto, Inácio conhece Adélie,ela ajuda sua mãe nos afazeres.Inácio acha Adélie muito estranha.

Mesmo sendo convencido por Stephen, Inácio tem medo, mas acaba assumindo a vida de Françoi, um homem que parece muito com ele, mas o que ele não imaginava, era qual seria o preço disso tudo.
A nova vida lhe proporcionou tudo o que sempre quis, poder, glamour, mas isso acabou fazendo a cabeça de Inácio, aliás á partir daquele momento Françoi.

Inácio/ Françoi às vezes encontra Chloé e fica cada vez mais apaixonado, mesmo não sabendo de tudo da sua vida.

No decorrer da história, ficamos sabendo, o porque de Inácio se parecer tanto com Françoi, quem são Françoi, Adélie e Stephen e a que grupo pertencem.

Inácio custa a acreditar em todas as revelações que são feitas sobre seu passado. Ele descobriu isso da pior maneira possível.

Fiquei morrendo de pena do amor de Inácio e Chloé.

História instigante.


Opinião:

Inácio, por causa da sua infância humilde, se deixa envolver pelos planos de Stephen, mas tem uma alma boa.

Adélie é a típica lobo em pele de cordeiro.

Chloé é uma vítima das circunstâncias.

Françoi, não irei dizer nada sobre ele, senão entrego a história...hehehehehe

Stephen é prepotente, dono de si, que muda graças a Inácio.

O livro tem um enredo maravilhoso,bem construído que desde a primeira linha me prendeu.A história tinha várias pontas soltas que no decorrer da história, somos agraciados com várias surpresas e situações bem inusitadas. A Raquel soube me envolver na história, abordando vários temas, entre eles de uma ceita bem dark, que fiquei sabendo através dela que realmente existiu.

A gramatura e revisão do livro estão ótimas, não encontrei nenhum erro.

Leitura mais que recomendada, diria obrigatória!

____________

Resenha de Michelle Ladislau, resenhista do Arca Literária e do Blog As Leituras da Mila

site: http://asleiturasdamila.blogspot.com.br/2014/01/resenha-herdeiro-da-nevoa.html
Raquel Pagno 31/05/2014minha estante
Muito obrigada pela resenha! ;)
Beijos!




Diego de França 27/05/2014

Um livro excelente!
Paris 1951 o jovem brasileiro, Inácio Vaz, juntou suas economias e resolveu tentar entrar em uma das mais renomadas escolas de advocacia da França, a Sorbonne. O que ele não imaginava era que todos os seus sonhos, todas as suas esperanças seriam surrupiadas pela paixão, uma paixão avassaladora que praticamente derreteu seu cérebro, essa paixão atende pelo nome de Chloé Champoudry.

Simplesmente ao vê-la no dia da audição de entrada para a Sorbonne, suas ideias se voltaram apenas para aquela estonteante mulher de cachos avermelhados, uma beldade de parar o trânsito, ele escutou que ela entraria para o curso de artes, e qual foi a surpresa ao chegar na sua vez e ser indagado sobre qual curso ele queria frequentar:

“Na hora da pergunta final, depois de julgado qualificado e merecedor da bolsa de estudos, foi que cometi o engano. Quando questionado sobre qual dos cursos pretendia, involuntariamente meus lábios se abriram para a palavra Artes”


Como explicar isso ao seu pai? O que fazer agora? Inácio iria conversar com seu colega de quarto, Stephen, ele era mais velho e bem mais experiente, tinha uma desenvoltura sem igual. Inácio de certa forma invejava o jeito de se portar de Stephen e sem contar sua aparência, tipo aquele cara que consegue tudo o que quer. Em nenhum momento o amigo pareceu surpreso, apenas deu risada e em nada ajudou.

Inácio resolveu encontrar aquela bela mulher ao menos mais uma vez, saiu andando por Paris e finalmente acabou encontrando sua musa, ela não falou muito com ele, apenas pegou sua mão e o arrastou para sua bela mansão e ali tiveram a melhor tarde da vida de Inácio Vaz.

Certo, ok ok meus amigos leitores, já deu para perceber que essa paixão foi realmente devastadora e que Inácio faria tudo para vive-la, o que vocês não sabem que existe uma história de traição e morte por trás da família de Chloé. E que ao se apresentar no primeiro dia de faculdade Inácio é confundido com François Roux, que está desaparecido há anos e sua família está diretamente envolvida com a de Chloé.

Ao pedir ajuda a seu amigo Stephen, ele recomenda que Inácio aproveite, siga na faculdade de advocacia e assuma a vida do milionário desaparecido, François Roux. Seria uma boa maneira de recomeçar, esquecer o passado e moldar o seu futuro. Inácio percebe que isso seria ótimo e ele poderia viver sua paixão, encontraria Chloé mais uma vez e não a deixaria escapar.

Mistérios permeiam essa história, Chloé simplesmente foi dada como morta há alguns anos, então quem ou que será a mulher que encantou Inácio?

Raquel Pagno nos traz uma trama muito envolvente, daquelas onde nem tudo é o que aparenta ser. O mistério das famílias envolve muito dinheiro e status social, mas acima de tudo temos uma seita macabra por trás disso tudo, Stephen realmente é o amigo leal que Inácio imagina? Quem é ou foi François Roux?

As intrigas, revelações, rituais macabros, traições e muita paixão! São tudo o que encontramos nesta história, fora as sensações que o livro nos provoca, torcemos por Inácio, xinguei ele algumas vezes por acha-lo “mole” demais, mas outras vezes veio aquele pensamento de “É isso ai Inácio! ”. Apesar de ter toda essa paixão no enredo, não é um livro de romance meloso ou algo do tipo, é muito mais do que isso, é uma história bem complexa e emocionante.

É muito difícil escrever sobre algo que gostamos muito, pois o que queremos é contar todos os detalhes, dar uma de narrador e ver qual seria a reação de vocês, mas é claro que não farei isso e espero realmente que vocês leiam este livro. No final tudo se encaixa perfeitamente e o desfecho da história é sensacional. Deixo aqui meus parabéns a autora Raquel Pagno!

site: http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/05/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 31/05/2014minha estante
Obrigada pela resenha! :)
Beijos!




Leitor Sagaz 24/05/2014

Um livro excelente!
Paris 1951 o jovem brasileiro, Inácio Vaz, juntou suas economias e resolveu tentar entrar em uma das mais renomadas escolas de advocacia da França, a Sorbonne. O que ele não imaginava era que todos os seus sonhos, todas as suas esperanças seriam surrupiadas pela paixão, uma paixão avassaladora que praticamente derreteu seu cérebro, essa paixão atende pelo nome de Chloé Champoudry.

Simplesmente ao vê-la no dia da audição de entrada para a Sorbonne, suas ideias se voltaram apenas para aquela estonteante mulher de cachos avermelhados, uma beldade de parar o trânsito, ele escutou que ela entraria para o curso de artes, e qual foi a surpresa ao chegar na sua vez e ser indagado sobre qual curso ele queria frequentar:

“Na hora da pergunta final, depois de julgado qualificado e merecedor da bolsa de estudos, foi que cometi o engano. Quando questionado sobre qual dos cursos pretendia, involuntariamente meus lábios se abriram para a palavra Artes”


Como explicar isso ao seu pai? O que fazer agora? Inácio iria conversar com seu colega de quarto, Stephen, ele era mais velho e bem mais experiente, tinha uma desenvoltura sem igual. Inácio de certa forma invejava o jeito de se portar de Stephen e sem contar sua aparência, tipo aquele cara que consegue tudo o que quer. Em nenhum momento o amigo pareceu surpreso, apenas deu risada e em nada ajudou.

Inácio resolveu encontrar aquela bela mulher ao menos mais uma vez, saiu andando por Paris e finalmente acabou encontrando sua musa, ela não falou muito com ele, apenas pegou sua mão e o arrastou para sua bela mansão e ali tiveram a melhor tarde da vida de Inácio Vaz.

Certo, ok ok meus amigos leitores, já deu para perceber que essa paixão foi realmente devastadora e que Inácio faria tudo para vive-la, o que vocês não sabem que existe uma história de traição e morte por trás da família de Chloé. E que ao se apresentar no primeiro dia de faculdade Inácio é confundido com François Roux, que está desaparecido há anos e sua família está diretamente envolvida com a de Chloé.

Ao pedir ajuda a seu amigo Stephen, ele recomenda que Inácio aproveite, siga na faculdade de advocacia e assuma a vida do milionário desaparecido, François Roux. Seria uma boa maneira de recomeçar, esquecer o passado e moldar o seu futuro. Inácio percebe que isso seria ótimo e ele poderia viver sua paixão, encontraria Chloé mais uma vez e não a deixaria escapar.

Mistérios permeiam essa história, Chloé simplesmente foi dada como morta há alguns anos, então quem ou que será a mulher que encantou Inácio?

Raquel Pagno nos traz uma trama muito envolvente, daquelas onde nem tudo é o que aparenta ser. O mistério das famílias envolve muito dinheiro e status social, mas acima de tudo temos uma seita macabra por trás disso tudo, Stephen realmente é o amigo leal que Inácio imagina? Quem é ou foi François Roux?

As intrigas, revelações, rituais macabros, traições e muita paixão! São tudo o que encontramos nesta história, fora as sensações que o livro nos provoca, torcemos por Inácio, xinguei ele algumas vezes por acha-lo “mole” demais, mas outras vezes veio aquele pensamento de “É isso ai Inácio! ”. Apesar de ter toda essa paixão no enredo, não é um livro de romance meloso ou algo do tipo, é muito mais do que isso, é uma história bem complexa e emocionante.

É muito difícil escrever sobre algo que gostamos muito, pois o que queremos é contar todos os detalhes, dar uma de narrador e ver qual seria a reação de vocês, mas é claro que não farei isso e espero realmente que vocês leiam este livro. No final tudo se encaixa perfeitamente e o desfecho da história é sensacional. Deixo aqui meus parabéns a autora Raquel Pagno!

site: http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/05/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 24/05/2014minha estante
Obrigada pela resenha!
Que bom que gostou! :D




Amanda's Tale 10/05/2014

Resenha do Amanda's Tale
Olá queridos leitores, tudo bem? Então, venho trazer mais uma resenha depois de tanto tempo, estou com vários livros para ser resenhado e acabo sempre adiando para a próxima, pois uma preguiça me abateu. Por fim, trouxe um livro que li recentemente que veio em parceria. Então, vamos saber do que se trata?
No livro conhecemos Inácio Vaz um rapaz pobre e sonhador, ele chega à Paris com um intuito: ganhar uma bolsa para Universidade de Sorbonne em direito, porém, ao conhecer uma misteriosa mulher de cabelos cor de fogo, ele acaba cometendo um equívoco e acha que perdeu sua chance.
Mas parece que o destino está conspirando a favor de Inácio, pois no dia seguinte ele percebe que seu nome não consta na lista de alunos de artes, e que seu documento acabou sendo trocado por um tal de François Roux um milionário que está desaparecido e ninguém sabe se está vivo ou morto.
Inácio tem um colega de quarto chamado Stephen que o convence de assumir ser o herdeiro dos Roux, assim tento uma chance de mudar de vida, porém sua consciência fica pesada, até que ele decide assumir essa nova identidade. E a partir daí que ele vive em meio a: mentiras, traições, paixão, magia e então que lado escolher, o bem ou o mal?

“O que você faria se descobrisse que sua vida inteira não passou de uma mentira?”

Bom, eu achei a leitura bem diferente, não estava esperando por algo assim, o que acabou me surpreendendo, a autora conhece bem do assunto que esta falando, teve partes que eu fiquei com um pouco de medo, porém apreciei bastante a estória.
A escrita da autora prende o leitor, faz com o mesmo se sinta parte da estória, nos leva a um mundo cheio de mistério, que um passo em falso poderá nos levar a morte.
Descubra o grande segredo desse livro, veja as pessoas de uma nova forma, pois nem tudo parece o que é e nem todo mundo é o que parece, você se surpreenderá, pois o inesperado acontece.
O livro possui uma capa vintage que nos leva aos anos 90, gostei da capa, pois amo Paris, as folhas são amarelas, a diagramação simples, a numeração da página centralizada e tamanho da letra grande.
Eu recomendo esse livro para todos aqueles que adoram um suspense, recheado de intrigadas, com uma pitada de romance. Espero que vocês gostem, beijos até o próximos post.

Título: Herdeiro da Névoa
Editora: Chiado
Edição: 1°- Junho de 2013
Gênero: Suspense, ficção
Páginas: 254
Avaliação: 3/5
ISBN: 978-989-51-0232-7

site: amandastale.blogspot.com
Raquel Pagno 11/05/2014minha estante
Obrigada pela resenha! ;)




Veh Luize 08/05/2014

E se...
Quando se olha a capa de um livro, automaticamente nosso cérebro cria um julgamento, foi assim desde os meus 8 anos, mas o "Herdeiro da Névoa" foi peculiar nesse requisito, me apaixonei por François no momento que abri a embalagem e soube que quando eu terminasse esse livro, não seria fácil começar outra leitura.
Bem, devo dizer que sou apaixonada por Paris (mesmo sem conhecer) e poder ler uma historia de brasileiro em Paris... nossa... muito bom

"Por quem você venderia sua alma?"
Absolutamente, não seria por um inimigo, ou seria?
"E se você descobrisse que sua vida não passou de uma mentira?"
Bem eu surtaria. Mas François com certeza quebra as barreiras do logico e faz algo sobre humano.

Chloé e Stephen são, na minha humilde opinião, o macro máximo de amor e de amizade, ao mesmo tempo que são o macro de ambição.

É impossível terminar de Ler o "herdeiro da Nevoa" e não refletir sobre seus atos, sobre suas decisões e o quão fácil é sua vida. Embora tenha passagens de ficção (ou será que tudo é real?) é um livro com uma bela lição de vida.

É isso, ainda tentando sair de Paris.
Raquel Pagno 09/05/2014minha estante
Veh! Obrigada pela resenha! :D




Aline Rodrigues 24/03/2014

Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno
É sempre um mistério começar uma leitura, nunca sabemos o que vamos encontrar pelo caminho, com "Herdeiro da névoa" a surpresa foi maior.

As mentiras envolvendo a trama deixa o leitor grudado nas páginas ansiando pelo desfecho. O livro mostra claramente o resultado de escolhas aparentemente fáceis, como pessoas são corrompidas facilmente pelo dinheiro.

A índole dos personagens podem não ser das melhores, você acaba sem saber em quem confiar. A história tem um final inusitado, a consciência do protagonista é testada afinal ''Por quem você venderia sua alma?''

"O meu mundo desmoronara assim que a verdade viera à tona. Tudo o que eu conhecia se transformara inesperadamente, dando lugar a uma realidade estarrecedora com a qual eu não conseguia lidar"
______________________________________________________________
Confira a Resenha completa no meu Blog:

Relíquias
http://reliquiasaline.blogspot.com.br/


site: http://reliquiasaline.blogspot.com.br/2014/03/livro-herdeiro-da-nevoa.html
comentários(0)comente



Paula Juliana 20/03/2014

Resenha: Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno

''Por quem você venderia sua alma? (...)
Jamais pensei que a escolha fosse feita para salvar a vida de um inimigo...''

Pessoas podem ser facilmente seduzidas, seja por promessas de dinheiro, prazeres, amores, aquilo que você não pode ter e quer! Mas até que preço somos capazes de pagar? Até onde você iria em busca de algo que deseja com todas as suas forças? Essas são umas das muitas perguntas e dilemas que o maravilhoso livro Herdeiro Da Névoa da autora Raquel Pagno desperta em nós leitores.

''Desde o momento que vi Chloé pela primeira vez, essas coisas perderam toda a importância para mim. Todos os meus objetivos se transformaram em apenas um: decifrar aquela mulher misteriosa, que me arrastava rua afora, como se o resto do mundo tivesse deixado de existir.''

A obra conta a história de Inácio Vaz que vai a Paris em busca de um grande sonho. Ele quer ser advogado, cursar Direito em uma das melhores universidades, vindo de uma vida humilde, pobre mesmo, Inácio busca a tão sonhada bolsa de estudos. Quando chega a hora da entrevista o protagonista se vê encantado por uma misteriosa mulher com cabelos cor de fogo e olhos cinzentos! Acaba trocando seu curso de Direito por Artes, pois era isso que estava na ficha da moça.

Mas tarde, o rapaz desolado e pensando em como perdeu a sua oportunidade, pensando o que vai fazer, o que vai falar para seu pobre pai acaba encontrando a tal mulher. Essa é Chloé. Eles vivem uma noite de paixão. No dia seguinte a mulher sumiu.
Inácio vai para a faculdade e descobre que seus documentos foram trocados. Vê o nome e a foto. A foto é sua, mas o nome de outro. Descobre que o nome em sua nova identidade é Françõis Roux, esse é Herdeiro da Dinastia Roux. Aconselhado por seu companheiro de quarto e amigo Stephen, Inácio assumi a identidade de Françõis.

E é a partir daí que todo mistério, suspense e mentiras começam.

'' E a partir de então, eu já não era mais eu, Inácio Vaz, e me tornei parte dela. Uma unidade de duas pessoas, uma única alma.''

Do começo a determinado ponto da história, eu vi Inácio definhar, ele passa de um rapaz que chega a Paris cheio de sonhos e esperanças e entra em uma louca busca e até obsessão por Chloé. Do rapaz bonito e saudável para o sempre alerta, doente e magro Françõis.

Ele se encantou com a mulher de uma forma que fiquei muito admirada. E ao mesmo tempo que ela aparecia na história, a presença dela era sempre rápida e somente Inácio a encontrava. Poucas palavras e muita paixão. Cheguei a pensar que ela era morta ou Inácio louco.
A história tem um véu sobrenatural, obscuro, um clima de mistério e aquele suspense no ar. Em alguns momentos a escrita da autora me lembrou muito a de Anne Rice e do Autor Carlos Ruiz Zafón.
A obra é uma mistura de mistério, mentiras, suspense, consciência, paixão e Amor. O livro é incrível.
Te conquista pela curiosidade. O que Chloé é? Ou quem é? Inácio é maluco ou só um apaixonado? Em quem podemos confiar? Quem é o verdadeiro homem da identidade? Onde ele está?
Esse é um livro muito difícil de resenhar, pois o genial dele é você ir descobrindo tudo aos poucos e tendo aquela surpresa. Aquele aperto no coração de ''Não pode ser isso?'' ou '' Não Acredito!!!''.

Alguns personagens me surpreenderam no sentido bom e ruim. Cheguei a um ponto que não sabia em quem confiar ou se não podia acreditar e confiar em ninguém.

Inicialmente quando vi a sinopse do livro pensei que seria mais um romance bonitinho que iria ler, - gosto muito também! - Mas não! Me surpreendi a cada página. A história vai muito mais a fundo do que um simples romance. No começo é até um pouco confuso, você quer entender tudo que está acontecendo, mas assim como o protagonista vai se surpreendendo ao longo da narrativa! As palavras chaves são Surpresa e também Fascinação.

Verdades Incontestáveis sobre Herdeiro da Névoa:

1 - Cuidado com seus documentos e desconfie se aparecer outra pessoa muito parecida com você!
2 - Mulheres Ruivas são perigosas - Me incluo nessa!
3 - Não entre no meio da Floresta sozinho!
4 - Não siga ninguém ou seja muito, muito cuidadoso!
5 - Gatos! Cuidado com eles!
6 - As aparências enganam e tome muito cuidado com a sua alma! Se o corpo é precioso, a alma é ainda mais!

'' Lábios que deixavam transparecer os sentimentos que trazia dentro do coração, dentro da sua alma feminina e frágil.''

Super indico esse livro! Um livro gostoso, fluído, rápido de ler, mas com muita história, muito enredo, muitos personagens boas e bem construidos! E é Claro! Muitas Surpresas! Muitos caminhos que levam a um fim de tirar o fôlego e uma história muito bem fechada e amarrada.
Mistérios, suspense, ação, paixões e amores. Em um jogo de consciência em que a linha entre viver e morrer se entrelaçam. Afinal... ''Por quem você venderia sua alma?''

'' E se eu lhe garantir que estive com ela recentemente? E se eu lhe disser que ela me levou até a sua casa, ou seja, a nossa casa, e que tudo estava perfeito, como se o tempo não tivesse passado, tudo como era antes?''

Paula Juliana

site: http://overdoselite.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3