Jardim de inverno

Jardim de inverno Kristin Hannah




Resenhas - Jardim de Inverno


414 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Marci 05/05/2013

Eu sei que agora que eu li esse livro, nunca mais vou ver o inverno da mesma maneira.
E eu amo o inverno.
Kristin Hannah escreveu uma historia comovente, intimidante, extremamente triste e ao mesmo tempo cheia de amor. Eu nunca li nada igual. E não era nada do que eu estava esperando ou antecipando quando comprei o livro.
O inicio é meio lento, embora seja necessário para você entrar na pele das três protagonistas e conseguir entender e sentir como os personagens se sentiram.
A maneira como o conto de fadas se transforma em vida real é lenta, quando imperceptível, e então em um momento você percebe que aquilo é muito mais do que parece ser. Você se apaixona pelos personagens, principalmente pela força com que eles lidam com todos os problemas que se dão devido a segunda guerra. A escritora não diminui a situação em que as pessoas naquela época na Russia se encontravam, o que tornava o livro e as personagens mais reais ainda. E mesmo sabendo que eles eram fictícios, eu pensava o tempo todo "isso realmente pode e deve ter acontecido com alguém".
Embora a primeira impressão do livro esteja com alguns erros, a força com que tudo é contato não deixa você perde a linha da leitura, e essa flui de maneira maravilhosa. Este definitivamente foi um dos melhores livros que eu já li e eu super indico.
Cinai Machado 10/05/2013minha estante
Adorei o que vc disse a respeito desse livrinho!! Já estou com ele aqui, vou pegá-lo rápido, valeu!!
Abç ae


Bruna Brum 27/06/2013minha estante
Adorei sua resenha Marci
E foi exatamente isso que eu pensei o tempo todo: " Isso realmente pode e deve ter acontecido com alguém.".

Incrível!


Bea 09/08/2013minha estante
Terminei de lê-lo a poucos minutos e o que você escreveu é exatamente o que estou sentindo...
Realmente um dos melhores livros que li também!!!


[email protected] 13/12/2013minha estante
Marci concordo com voce quando diz que o começo é meio lento, pensei que tinha sido a única a achar isto. Eu estava quase desistindo da leitura, pois estava achando a leitura cansativa sem novidades. Mas o fechamento do livro é maravilhoso, emocionante, marcante e meus invernos nunca mais serão os mesmo também. O tipo de livro que fica na memória para a via toda


Amandaa 21/02/2014minha estante
Fiquei com depressão pós-livro a história é tão boa, tão comovente que fiquei pensando nos personagens ... e olha que na hora de comprar estava na dúvida e uma pessoa me viu com ele na mão e falou olha esse é muito bom, arrisquei o palpite e não me arrependi


Marcia 26/04/2014minha estante
Eu amei este livro, comecei a ler sem muita pretensão, eu queria ler uma história nova de um livro que eu não conhecia e tinha ganhado da minha irmã de Natal, confesso que fiquei muito surpresa, personagens fortes e marcantes, um enredo maravilhoso que te prende, as lembranças de Vera na Guerra , suas dores, todas as suas lutas por várias vezes fiquei tentando me imaginar naquela situação, tão difícil ! e o final foi tão lindo!! Gostei muito mesmo , vale muito a pena ler este livro é lindo!


Julia 22/05/2014minha estante
Esse livro entrou para um dos meus preferidos!!
Como você disse nunca poderia ter antecipado uma história dessa!! Um livro que vale a pena!!!


Ana Laura 11/08/2014minha estante
PER.FEI.TO!


Hellen 22/08/2014minha estante
LINDO


Luh 01/11/2014minha estante
Essa autora consegue me arrebatar com suas histórias comoventes e sempre escritas de forma brilhante! Totalmente amei!


giosg 06/12/2014minha estante
achei esse livro lindissimo!


Carla Cristina 12/02/2015minha estante
Adorei sua resenha. Passou muito do que eu senti.
Eu comecei a ler achando que iria encontrar algo totalmente diferente do que eu li. Não achei o livro paradinho... achei que cada personagem teve sua trama muito bem desenvolvida. Amei este livro e já coloquei ele como um dos meus preferidos!


Aline 18/02/2015minha estante
Este livro simplesmente fez a diferença na minha vida!! ele me fascinou de um jeito, justamente por você acabar pensando, alguém ou muitos passaram por isso naquela época, pesquisei mais a fundo e as chances aumentaram o que só me fez gostar ainda mais desse livro o tão rico em detalhes reais da situação porém com personagens fictícios.
Um dos melhores que já li com certeza!!!


Alle Fay 21/02/2015minha estante
Terminei de ler há pouco e estou completamente sem palavras. As lágrimas respondem por mim.


Olivia 25/09/2015minha estante
Muito boa a resenha! Livros sobre Leningrado me deixam desorientada tamanho o sofrimento que milhares de pessoas sentiram. E estou com uma Ressaca literária enorme e com o coração apertado. Mas valeu cada minuto e cada página!


Fabiana 28/03/2016minha estante
Concordo totalmente com você! Leitura maravilhosa, forte, fazia tempo que não lia um livro tão lindo!!


Fabiana 28/03/2016minha estante
Concordo totalmente com você! Leitura maravilhosa, forte, fazia tempo que não lia um livro tão lindo!!


Claudia 28/03/2016minha estante
Flor, gostaria de usar seu comentário em um texto que estou escrevendo.
Você conseguiu captar a essência e a transformar em palavras...
Posso fazer isso?


Roseana 29/05/2017minha estante
Esta agora na minha lista de livros preferidos e dos meus livros mais lindos que já li.


Naty 24/07/2017minha estante
Lindo, emocionante, livro perfeito, daqueles que não dá pra largar enquanto não chegamos ao fim.
Uns dos melhores livros que li, e o que eu mais chorei.


Rose_Asano 13/09/2017minha estante
Você consegui descrever exatamente o que eu senti lendo livro... O livro é surpreendente, envolvente.... maravilhoso.


Roberta.DAvila 22/05/2019minha estante
O livro mais lindo/triste que li até hoje.


VERA 21/03/2020minha estante
Estou super afim de ler, mas estou com medo que seja monótono. Pedi uma amostra no Kindle e vou ver.


Carla.Elisandra 20/04/2020minha estante
Esse app é para ler os livros online ou não?


Fernanda.Schatzman 14/07/2020minha estante
Estou no começo do livro, mais está bem lento esse começo
espero não desanimar




Geisa Kauana 27/04/2020

Eu tava querendo muito ler esse livro! Tinha visto várias resenhas sobre ele, e todas positivas.
Acho que a minha vai ser a primeira negativa.
Ah, eu me decepcionei muito! Que livro chato!!!!!
Achei a escrita lenta e os personagens insuportáveis.
A estória até é ok, mas tive que me esforçar muito pra finalizar a leitura.
Só finalizei porque estava a procura das maravilhas que falam sobre o livro - e não achei.
Meu primeiro contato com a autora, e até perdi a vontade de ler outras obras dela que estavam na minha lista.
Cheguei ao final sentindo que perdi várias horas que poderiam ser gastas lendo um livro melhor...
comentários(0)comente



Fabi | @psamoleitura 16/06/2020

{resenha feita no blog PS Amo Leitura}
Jardim de Inverno, foi publicado em 2013 pela Editora Novo Conceito e escrito pela maravilhosa Kristin Hannah, e vai contar uma história incrível entre duas irmãs e como elas se conectaram com a mãe depois de tantos anos.

Meredith e Nina Whiston são bem diferentes.
Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família, e a outra viajou pelo mundo para realizar seus sonhos e tornou-se uma fotojornalista bem conhecida.

Apesar das diferenças, as irmãs também não possuem nenhuma conexão. Porém, com a doença do pai, elas encontram-se novamente e precisarão lidar com toda a dor e a frieza da mãe, Anya.

O que Meredith e Nina não sabem, é que sua mãe tem uma história guardada a mais de 65 anos, desde a época da Segunda Guerra, e como promessa ao pai, elas precisarão conhecer sobre o passado de Anya.

É no meio dessa história que elas irão descobrir sobre os segredos de sua mãe e como isso irá mudar a vida de todas elas.

Mais um livro da Kristin Hannah que mexeu com meu coração!
Para quem me acompanha há mais tempo sabe o quanto estou amando conhecer as obras da autora. Jardim de Inverno foi meu sexto contato com a sua escrita e devo dizer que ela soube como criar uma história com drama familiar impecável.

Não nego que em determinados momentos eu já achei previsível o que Anya iria contar, mas não imaginava como seria contado e que haveria muito mais. E isso tocou fortemente no meu coração, ocasionando diversas emoções ao longo das páginas.

Logo após a morte do pai de Meredith e Nina, é perceptível como as irmãs começam a se distanciar ainda mais. Como elas nunca tiveram uma conexão muito grande, isso abalou bem mais a relação delas e, principalmente, com a mãe.

Algo que me surpreendeu neste livro foi encontrar uma mulher totalmente fria. É difícil conseguir criar uma empatia por Anya logo no começo, ainda mais pela forma como ela trata suas filhas com total frieza. Porém, conforme ela vai contando a sua história, entendemos sobre seu passado, suas dores, seus medos e como isso a mudou completamente.

E o que deixa a história ainda mais envolvente é a forma como os capítulos são intercalados entre as irmãs e, assim, entendemos como cada uma tem uma jornada e uma dor para carregar também.

Jardim de inverno é uma história marcante, bonita e destruidora ao mesmo tempo. É aquele livro que nos faz refletir sobre a vida, sobre como a Guerra afetou e mudou muitas pessoas. Como a união familiar é algo extremamente importante e que o amor, apesar da distância e todo sofrimento, pode sobreviver por anos.

site: https://www.psamoleitura.com/2020/06/resenha-jardim-de-inverno-de-kristin-hannah.html
comentários(0)comente



Ana 27/03/2020

Me surpreendeu
No começo do livro achei bem bobo. Aquelas falas melosas, cheias de descrição de cores, sons, cheiros.. não gosto muito disso, mas é algo pessoal. Depois da metade não consegui largar o livro. Foi pesado!
"Cenas" que tão cedo não vou deixar de pensar. E, MEU DEUS, como somos ingratos a tudo que temos!
PaTy_LiKa @patylika.libros 27/03/2020minha estante
Amo


Ana 27/03/2020minha estante
:)




Rosi C. Caleffi 01/06/2020

Favorito da vida
Jardim de Inverno - Kristin Hannah é um dos livros mais tocantes que já li.

Com a doença de seu amado pai, as irmãs Whiston encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas. A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.

A história começa devagar, mas muito envolvente. A autora convence do mistério que envolve a mãe da família de tal forma que cheguei a sentir raiva dela diante de tanta indiferença perante as filhas, mas tanto amor e devoção ao marido. Percebe-se o impacto que essa frieza teve em toda a infância e adolescência das filhas, em especial a filha mais velha.
Como um conto de fadas, a mãe conta uma história como nenhuma outra já ouvida por elas antes ? uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais.

A princípio, achei o conto de fadas sem importância, mas à medida que ia se desenrolando, percebi que era o foco da história....e que história! Sofri muito e chorei com a história de vida da Vera. Me coloquei no lugar dela por muitas vezes, principalmente por eu ser mãe, imagino o quanto deve ter sido doído para ela ver seus filhos pequenos sofrendo daquela forma, assim como o restante de sua família perante a guerra.

A história me comoveu demais. Chorei de soluçar e queria abraçar a Anya/Vera a todo momento.

Amei o reencontro final que linda a forma como a autora amarrou todos os pontos e desenhou tão bem personagens imperfeitos. 5 ?.
comentários(0)comente



Mica 05/04/2020

? O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de duas irmãs totalmente diferentes e que seguiram rumos afastados em suas vidas, mas o que elas tem em comum é um pai amoroso e uma mãe distante e fria que não as ama. Meredith e Nina se aproximam da mãe quando seu pai adoece e as faz prometer que irão insistir até ouvir sua mãe, Anya, contar a história do príncipe e da camponesa. É assim que elas começam a investigar o passado doloroso da mãe e o motivo por trás de tanta frieza por parte de Anya. .
? Nina é uma fotógrafa renomada e Meredith assumiu os negócios da família. Após a morte de seu pai Meredith se desdobra em duas para conseguir dar conta dos negócios, da mãe que não fala com ela e de sua vida, mas algo fica pelo caminho e acaba levando seu casamento a ruína. Quando não sabe mais o que fazer decide colocar a mãe em uma casa de repouso sem a concordância da irmã, que quando fica sabendo a retira de lá e começa sua caçada pela verdadeira da vida de sua mãe.
.
? Aos poucos elas vão descobrir o que aconteceu com sua mãe que a fez se afastar tantos das filhas a ponto de as mesmas acharem que não as amam.
.
? Confesso pra vocês que no início achei que o livro não daria em uma grande história, mas na última página estava completamente pedida em lágrimas! Essa história com certeza vai morar pra sempre no meu coração ???
comentários(0)comente



Ana Cristinaa @febredelivro 08/08/2020

Jardim de Inverno [Resenha literária]
“Cada escolha mudava a estrada pela qual se seguia e era fácil demais terminar indo na direção errada. Ás vezes, se estabelecer podia ser apenas desistir”.

''Jardim de Inverno'' foi escrito pela autora Kristin Hannah, publicado pela Editora Novo Conceito. Esse livro apresenta um linda e emocionante história de força.
De uma maneira envolvente o livro ''Jardim de Inverno'' narra a história de Anya, Meredith e Nina. Anya é uma mulher que trata as filhas Meredith e Nina de maneira totalmente fria, e por causa disso, a frieza da mãe deixou marcas na vida adulta das filhas.

Na idade adulta, as irmãs criam uma barreira entre si, o medo ao expressar-se e demonstrar seus sentimentos, causa barreiras ao ponto de tomarem caminhos diferentes e nunca mais se encontrarem. O pai de Meredith e Nina acaba adoecendo, fazendo com que as duas se reencontrarem depois de muito tempo separadas.

Antes de morrer, o pai faz Nina prometer que irá fazer a mãe contar o conto de fadas, pois sabia que o único momento em que as filhas se sentiam ligados com a mãe era quando a sua mulher contava de maneira fascinante a história do príncipe e da camponesa. Entretanto, mal sabiam elas que aquela história não era apenas um conto de fadas.

“Se havia uma coisa que ela aprendera com tudo isso era que a vida- e o amor- podem acabar em um segundo. Quando você os tem, precisa se agarrar a eles com toda a força e saborear cada segundo”.

No começo da leitura a frieza de Anya me assustou, a forma como ela trata as filhas e a diferença em que tratava o marido, mas conforme os capítulos eram passados é possível entender o motivo pelo qual ela tratava as filhas daquela maneira, descobrimos seus medos e principalmente sua força. Ademais, em alguns capítulos foi triste acompanhar as atitudes das duas irmãs para se manterem afastadas das pessoas que amavam.

“Cada um carrega as próprias dores durante a vida toda. Não há como escapar”.

''Jardim de Inverno'' conta com um enredo bem construído, com personagens interessantes e bem desenvolvidos, realmente uma bela e emocionante história. Me emocionei muito com a história, a escritora conseguiu criar reviravoltas realmente surpreendentes. Esse livro foi meu primeiro contato coma escrita de Kristh Hannah e devo confessar que minhas futuras listas tanto de leituras quanto de compra, os livros dela estarão lá.

site: https://febredelivro.blogspot.com/2020/07/jardim-de-inverno-resenha-literaria.html
Victor Dantas 08/08/2020minha estante
Um livro lindo :)
ótima resenha!


Mari 08/08/2020minha estante
Amo esse livro ??


Ana Cristinaa @febredelivro 08/08/2020minha estante
Victor Dantas, obrigadaa!




Michele 12/05/2013

Encantadoramente lindo... como um jardim de inverno deve ser..
Quando somos mães, no´s... suportamos o que for preciso por nossas crianças. Você vai protege-las. Isso vai doer em você; isso vai doer nelas. Seu trabalho é esconder que seu coração esta se partindo e fazer o que elas precisam que você faca...
nossa fiquei estupefata depois que terminei de ler o livro... lagrimas a parte o livro é uma lição de vida surpreendente... me encantei com os personagens e Vera vai ficar para sempre na minha memoria..
o livro começa com uma parte da infância da Meredith e nina e com a mae nem um pouco afetuosa delas. Anya nao é uma mae convencional ela nao fica feliz com festas, nao abraca suas filhas e os invernos sao sempre muito difíceis para ela... Meredith cansou de tentar entender sua mae, e nina entao nem se fala de modo que cada uma tomou um rumo e a unica coisa que liga elas é o amor incondicional que ambas sentem pelo pai e marido Evan...
Agora a unica ligacao que elas tem esta indo embora junto com a vida de Evan... Evan ama Anya e por ela faz um ultimo pedido pede para sua filha Nina a mais teimosa conhecer a mae... como se fosse fácil... pede para ela que peca a mae para contar uma historia, a historia da camponesa e do principe... mas como uma historia um conto de fadas ira ajudar as filhas a conhecerem a mae?? isso so lendo o livro pra saber ..
Nós mulheres, fazemos escolhas pelos outros, nao por nos mesmas. E quando somos maes, nos suportamos o que for preciso por nossos filhos...
comentários(0)comente



Jamila 09/08/2020

Perfeito
Terminei chorando, que livro maravilhoso.
Personagens que ficam pra sempre na gente.
Se fizerem um filme sobre ele, vão ter que falar comigo porque eu sei como cada personagem tem que ser hahahaha.
Lindo demais mesmo ???
comentários(0)comente



Alice 01/06/2020

Simplesmente perfeito
Que história maravilhosa, triste e perfeita. Não sei porque demorei tanto para ler este livro. Mas foi emocionante.
comentários(0)comente



livros.da.mari 16/06/2020

Bom
Depois de ler O Rouxinol, confesso que me decepcionei um pouco com esse livro da autora. A leitura só flui da metade para o fim. Gostei de conhecê-lo, mas confesso que não conquistou 100% meu coraçãozinho ?
comentários(0)comente



Camila.Coninck 19/06/2020

Porque nunca se sabe quando um coração forte pode desistir
Excepcional, intimidador e comovente: Jardim de Inverno. Indicação para quem gosta, uma leitura maravilhosa e cheia de ensinamentos.
" e talvez assim as coisas devessem ser, a forma como a vida se desdobra quando você a viveu o suficiente. Alegria e tristeza eram parte do pacote; o truque, talvez, fosse permirtir-se sentir tudo, mas agarrar-se à alegria um pouquinho mais, porque nunca se sabe quando um coração forte pode desistir."
Jana 19/06/2020minha estante
Lindo. Chorei horrores.




Ana 23/02/2020

Belye Nochi
É uma bela história sobre família em seu passado, presente e futuro. Sobre perdas, recomeços e como os laços que nos unem nos definem. Além de conter um pouco da cultura e história russa, que com certeza te leva a pesquisar no Google alguns pratos citados. Uma ótima leitura para diferentes gostos.
comentários(0)comente



Ju 21/06/2013

Jardim de Inverno
Minha história com Jardim de Inverno foi bem complicada. No início eu estava odiando. Mesmo. Acho que não é uma experiência comum, porque a nota dele no skoob está muito boa. Mas, se eu tivesse o hábito de abandonar livros, com certeza teria feito isso. E, bem, agora fico grata por não ter esse costume. Porque eu me apaixonei pela segunda metade do livro.

No início da história, conhecemos Evan e Anya Whitson, um casal que vive em Washington em uma espécie de "castelo russo". É que a casa deles lembra muito esse tipo de construção, já que Anya é russa e, aparentemente, convenceu o marido a lhe permitir ter um pedaço de casa sempre consigo. O casal tem duas filhas: Meredith, a mais velha e que seguiu os passos do pai até mesmo na constituição de sua família - é casada com Jeff e tem duas filhas, Jillian e Maddy -; e Nina, que tem uma vida bem diferente.

Ela é uma fotógrafa muito famosa, que já viajou por grande parte do mundo para captar momentos que mostrem a todos até onde a maldade humana pode chegar, seja em relação a outros seres humanos, seja em relação aos animais. Nina namora Danny há vários anos, mas eles só se encontram eventualmente, quando os dois conseguem um tempo disponível.

"Como ela, tinha olhos velhos. Era uma consequência da profissão. Tinham visto coisas terríveis demais. Mas fora isso que os aproximara. O que tinham em comum. O desejo de ver tudo, de conhecer tudo, não importava qual terrível fosse."

Quando o pai de Nina fica doente, ela precisa voltar para casa e fazer o que considera quase impossível: descobrir um modo de amar sua mãe e de sentir-se amada por ela. Mas uma promessa feita ao pai lhe dá forças, e seu faro investigativo faz o restante. Sabe que realmente precisa ouvir um "conto de fadas" que a mãe começou a contar quando ela e a irmã eram crianças. Precisa saber o fim da história, e prestar atenção de verdade no começo também.

"- Perder o amor é algo terrível - Mamãe disse suavemente -, mas virar as costas para ele é insuportável. Você vai passar o resto da vida repassando isso na sua cabeça? Imaginando se se afastou cedo demais ou com facilidade demais? Ou se vai algum dia amar alguém novamente com tanta profundidade?"

Foi exatamente essa história que chamou minha atenção e que me prendeu ao livro depois de muito tempo sofrendo com a leitura. Quando Anya toma a decisão de contar o "conto de fadas", a narrativa cresce muito. Vemos cada uma dessas mulheres se redescobrindo, crescendo, mudando. Vemos as três se tornando uma família. A história é mega emocionante e tocante, e não tem como não se entregar a ela.

"Como era possível que sua vida inteira fosse destilada nessa verdade tão simples? As palavras importam. Sua vida fora definida por coisas ditas e não ditas."

Não quero contar muito para vocês (na verdade a sinopse já conta demais), mas preciso comentar que a Segunda Guerra está presente em grande parte das páginas, e que muitas coisas que lemos são de partir o coração. É inacreditável o horror que a guerra pode proporcionar. Dói só de imaginar, não consigo ter noção de como é viver numa época dessas, em que tudo é tirado de você, inclusive grande parte de sua humanidade.

"- Você ficaria surpresa com o que o coração humano pode suportar."

Mas, no fim, o livro tem uma mensagem de esperança. Não tem como terminar a leitura sem ter repensado a própria vida. E, agora, é impressionante como acredito mais na minha força e capacidade. Tenho até tomado decisões importantes que foram adiadas por bastante tempo. Obrigada, Kristin.

"- Nós, mulheres, fazemos escolhas por outros, não por nós mesmas, e, quando somos mães, nós... suportamos o que for preciso por nossas crianças. Você vai protegê-las. Isso vai doer em você; isso vai doer nelas. Seu trabalho é esconder que seu coração está se partindo e fazer o que elas precisam que você faça."

Postada originalmente em: http://entrepalcoselivros.blogspot.com.br/2013/06/resenha-jardim-de-inverno.html
Adriane Rod 23/06/2013minha estante
Adorei saber que em algumas partes a Segunda Guerra Mundial aparece, adoro histórias que envolvam as guerras.

Eu já queria muito ler o livro, agora eu quero ainda mais.

;)

http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/


Duh 25/06/2013minha estante
Gostei da história em si, o fato de haver um segredo a ser revelado e este segredo unir mãe e filhas, parece realmente ser uma história emocionante. Só algo me incomodou um pouco, os quotes, nada contra, até gosto, mas quando estes aparecem muitas vezes no meio do texto, atrapalha um pouco o ritmo de leitura... Contudo, gostei da resenha, você passou o necessário sem revelar muita coisa. XD


Lua 26/06/2013minha estante
O titulo e a capa, remetem exatamente o tema do livro. Também achei que a sinopse revela demais (pois já tenho uma ideia do que se trata esse segredo), porém, se não estivesse assim, eu não ficaria me corroendo de vontade para lê-lo. Amo livros assim, cheios de emoção de superação de história.

Ótima resenha, Beijos!


Juh 26/06/2013minha estante
Nossa Ju amei a resenha. Desde que esse livro foi lançado que estou com vontade de ler ele. Nossa ela parece transmitir uma realidade muito dura e cruel e ao mesmo tempo nos levar a refletir e a acreditar mais em nós mesmo. Amo livros que me fazem repensar na vida. E o book trailler? Simplesmente amei!! Repassa realmente a emoção do livro. !!


Wal @fantasiandopaginas 28/06/2013minha estante
Sua resenha me convenceu a pular uns livros e o ler antes, achava que era so um romance e fico feliz em saber que tem muito mais no livro.


Thaís 01/07/2013minha estante
Oi Ju!!!
Realmente sua resenha me deixou espantada, pois nunca tinha olhado para o livro dessa forma, (até pq a capa não retrata muito esses sofrimentos) Adorei saber que o livro te prendeu, mesmo que não tenha sido desde o inicio, acho que isso é muito importante, pois conseguimos nos prender mais a história assim! Bjinho


Manuella 01/07/2013minha estante
Ju, minha linda! Amei sua resenha, sua visão das personagens e, graças, não abandonou o livro e veio nos contar.
Eu tb sou resistente a livros que não me conquistem logo. Não tenho peninha e abandono mesmo, haha! Mas quando leio resenhas e comentários que convençam a continuar q a surpresa é boa, ah... então eu vou em frente.
O q mais gostei nesse livro foi esse conflito familiar. As relações mais conturbadas me atraem, pq gosto de analisar as personagens e suas atitudes, sem julgá-las, mas procurando ver como elas se sentem.
A referência à grande guerra tb me seduz, gosto da época e dessas lembranças dolorosas, rsrs, acho que fazem as personagens crescerem.
Quero muito, muito esse livro!


Ana Lopes 04/07/2013minha estante
Eu li esse livro e simplesmente me apaixonei por ele, terminei a leitura despencando em lágrimas , e por isso vai ficar marcado na minha vida :)


Thay Ribeiro 06/07/2013minha estante
A capa é linda demais!!!Gostei muito da resenha! Principalmente dos quotes que você colocou, eles são lindos!Fiquei bem curiosa para ver essa família se reconstruindo!


Moon 08/03/2014minha estante
Eu também achei o inicio fraquinho, mas o meio e o desfecho da história me surpreenderam. Tocante e emocionante que, como você disse nos faz repensar a nossa vida.




Nina 31/05/2020

Perfeito!
Kristin Hannah nunca me decepcionou. Desde que comecei a ler seus livros, não teve um único que não me fez chorar,que não me tocou profundamente.
Tenho Jardim de Inverno parado na estante há estante, sempre quis ler e acabava protelando, passando lançamentos na frente. E como me arrependo por cada minuto que deixei esse livro esperando.
A História, como sempre acontece nos livros da kristin Hannah é maravilhoso, especialmente por falar do cerco a Leningrado, uma parte tão obscura da Segunda Guerra Mundial.
Recomendo muito!
comentários(0)comente



414 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |