O Chá do Amor

O Chá do Amor Jennifer Donnelly




Resenhas - O Chá do Amor


63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Sissa 05/04/2011

Um das mais lindas histórias de amor que eu li
Vou dar um bom conselho e de graça: para as amantes de um bom histórico regência que acham que sofrimento pouco é bobagem, que não tem medo de virar a próxima pagina e se decepcionar, que não tem medo de sofrer junto com os personagens, de rir, de chorar, de querer matar ou de querer morrer junto à eles: parem de ler o que estão lendo e deem um jeito de ler “O chá do amor". Nunca, eu digo nunca mesmo, (nem da Judith Mcnaught, nem da Lisa Kleypas, nem de ninguém) li uma história com tantas tragédias, desencontros, obstáculos, voltas, reviravoltas, surpresas, e voltas e reviravoltas e surpresas. Me emocionei, ri e chorei por quase todos os personagens que aqui, tinham peso e valor de protagonista

Agora, depois de uma boa noite de sono, posso afirmar que a historia é linda. Foi maravilhoso tudo e todos: Joe, Fiona, Nick (meu amado Nick), Will, Michael, Kate, Charlie e todos os outros... amei os erros, os acertos, os vacilos (que foram muitos), as pisada de bola (idem), os obstáculos a serem ultrapassados, a lealdade dos amigos e o que se pode fazer por eles e o que eles podem fazer por você, e é claro, ao sentimento de amor, demonstrado sob vários aspectos.

Mas já adianto: ler este livro exige de você Empatia. Muita. Se pôr no lugar das pessoas e entender suas ações é fundamental. Então você acaba entendendo Will, Cathy, Roddy, Nick, Sid, o próprio Joe (com muita muita muita raiva, mas até que entende um pouco) e a própria Fiona.

Fiona é uma garota de 17 anos pobre. Joe é um garoto de 19 anos pobre. E juntos tem um sonho de abrir uma loja de chá. Esqueçam completamente o fator “idade” em Joe e Fiona, é só um dado irrelevante sobre a história.

Gostei do “ar da graça” que alguns personagens da cultura mundial deram na historia. Uns aparecem de modo discretíssimo e outro de modo avassalador. Gostei da linguagem utilizada no livro e me surpreendi com alguns “palavriados” também... não se pode esquecer que é um histórico. Tá certo que beira 1900, mas ainda assim um histórico. Me diverti com as tiradas espirituosas do meu adorável Nick e, acredite ou não, me sensibilizei com Will, Michael... mesmo em determinado momento querendo mata-los. Mas lembre-se: empatia sempre.

Obviamente, teve um momento (vários para ser sincera), que, depois da leitura de determinados parágrafos (o 1º parágrafo do capítulo 12 é um excelente exemplo) que eu fechei o livro e chorei completamente decepcionada, então, revoltada, fui pra cozinha e fritei quibe. E ao longo da leitura do livro eu bebi coca, comi brigadeiro, chupei balinha, comi bacalhau com batata... já que eu não podia socar ninguém e eu me recusava a derramar mais lagrimas, descontava minhas frustações na comida. Então vocês já podem imaginar que eu comi para um batalhão inteiro. Mas foi uma tarde mui interessante, diga-se de passagem.

Eu chorei pelo sofrimento de Joe e Fiona, e pelos outros personagens também e acabei crendo (algo que eu já sabia) que a dor física é mil vezes preferível a dor do coração e da alma. É desgastante você acordar e dormir sem ter paz no coração.

Tenho um defeito: não consigo ler um livro, como se diz uma amiga, com “moderação”, de pouco à pouco, mas neste aqui, seria bom que se tentasse isso, para dar tempo para você entender e aceitar suas emoções e sentimentos em relação a tudo: ao enredo, aos personagens e à própria autora. Acredito que somos nós que devemos "devorar um livro". Este, nos devora.

A historia é linda e vale muito a pena. Eu só acho que as editoras poderiam maneirar nos preços cobrados pelos livros. R$ 60,00 é muito dinheiro. Agradeço a Ka Nobre por ter, gentilmente, me emprestado o livro. Te devolverei assim que eu puder dar adeus a minha síndrome de Depressão Pós Livro. Rsrsrsrs

Este, sem duvida, entrou para minha galeria de favoritos. Lugarzinho especial junto com Mcnaught e Kleypas.

Agora peço licença a Vivi, do Blog “Um livro no chá das cinco” por que vou plagiar descaradamente um trecho da resenha dela em relação a este livro:

“O final da história não deixa dúvidas: o lance vem em série, então, vá montando sua estratégia para manter a paciência durante o efeito sequência. O próximo livro chama-se The winter rose. E aí tem-se a pergunta: o livro é com quem, com quem? Móoorra de curiosidade! Não posso contar sob pena de estragar a surpresa revelada no Chá do amor.”


Pra quem quiser ler a resenha da Vivi sobre o livro

http://www.livronochadascinco.com.br/2009/09/o-cha-de-amor-jennifer-donnelly.html

E pra terminar, não posso deixar de comentar: O destino é, definitivamente, um filho da mãe de um pregador de peças.

Bjos
Gisele Melo 06/04/2011minha estante
ADOREI a tua resenha!! E Chá do Amor já em minha estante, será a minha próxima leitura!! Ai meu coração!!!!
Uma dica pra você, eu comprei esse livro no sub pela metade do preço!! Corre lá! bjos


Sueli 24/08/2011minha estante
Hummmm, Cyntya...você é muito cruel! Faz uma resenha maravilhosa dessas....então, acho que vou ter que sofrer horrores e ler o livro......
Se eu chorar, vou ficar muito zangada com vc!rsrsrsrs


Angélica 16/11/2011minha estante
Adorei a sua resenha!
E confesso que quando fui ler o livro, não esperava tanto dele, achei que seria meio água com açúcar. Mas se revelou uma estória para chorar e rir junto aos personagens.
Ele faz você viver cada momento, sentir cada dor, cada raiva, e vibrar com cada vitória. Um livro que deixa saudades!
Beijos



Isaa 03/05/2014minha estante
Chorei horrores é maravilhoso rs


Rubia 28/12/2015minha estante
estou lendo...mas concordo com o que vc falou que historia incrivel, nunca li um livro falando de uma realidade tao clara sobrea pobreza de londres...essa mocinha realmente sofreu...outra cena que me deixou muito triste foi a morte do pai..nossa foi de chorar mesmo!! to na metade vamos ver como vai ser daqui pra frente!!




Evelyn Ruani 30/11/2010

Extremamente Charmoso e Apaixonante!
O Chá do Amor é uma história daquelas de arrancar sorrisos, suspiros e lágrimas. A forma que a autora escreve é extremamente envolvente e o livro me fez relembrar uma época maravilhosa da minha vida em que eu só estudava e tinha muito tempo livre pra ler histórias tão apaixonantes como esta.

A protagonista do livro, Fiona Finnegan, assim como a Lu (aqui do skoob) disse, faz lembrar uma das minhas protagonistas favoritas: Tracy Whitney do livro “Se houver Amanhã” do Sidney Sheldon. Sua determinação, garra e força de vontade são admiráveis. Apesar de todas as perdas e todo sofrimento ela nunca deixou de sonhar e a recompensa disso foi a realização desse sonho, embora não da forma como inicialmente sonhado.

Adorei a trama, as reviravoltas, os altos e baixos dessa linda história. Os personagens foram muito bem construídos e vão deixar saudades. Também fiquei impressionada como a autora vai soltando algumas informações durante a história e no fim amarra todas elas, dando sentido a todos os mínimos detalhes do livro.

Além de tudo isso, o livro se passa no final do século XIX na adorável e charmosa Londres e por um período na agitada e maravilhosa Nova York. Fui totalmente conquistada.

Leitura super recomendada!
Fe Sartori 30/11/2010minha estante

Que bom que gostou, a Fiona é admiravél mesmo.
Pela sua coragem e determinação.
Amei todos os personagens são ótimos mesmo.


Lu 30/11/2010minha estante
Que bom que vc gostou! \o/

Ótima resenha! ^_^


Léia Viana 30/11/2010minha estante
Ai, ai preciso e muito ler este livro!!!!!
Linda resenha, beijos.


Dri Ornellas 30/11/2010minha estante
Adorei a resenha!


Rose 30/11/2010minha estante
Eu ja tinha vontade de ler este livro Ly, mas agora vc me deixou com mais vontade ainda... pois adorei a tua resenha. Bjkas


Erika 26/02/2011minha estante
Já marquei como "vou ler"!




Nana 13/09/2009

Uma leitura super agradável!
É um romance histórico mas com uma linguagem moderna e diferente.
O livro inicia com uma família humilde que passa por muitas tragédias. Fiona que é a personagem principal é encantadora, uma moça batalhadora, persistente e cheia de esperança em um futuro melhor!
É uma história longa, cheia de emoções e agradável de ler.
Em várias partes nos faz sentir raiva, tristeza, angustia, pena de Fiona e vontade de ajudá-la.
Nick e Joe também são personagens que nos cativam.
Vale a pena a leitura!
comentários(0)comente



Fe Sartori 09/09/2010

Merece os elogios!
Comprei O chá do Amor por indicação da Lu (aqui do skoob)e tenho que confessar que preciso concordar com Todas as resenhas aqui do skoob.
O livro é perfeito e merece ser lido.

Fala sobre Fiona, uma garota simples,inocente e que luta pela sua sobrevivência e de sua familia. No caminho perde o grande amor da sua vida, mas isso não a impede de seguir em frente e lutar pelos seus sonhos e objetivos. Mas nesse caminho conhece pessoais especiais como Nick, Michael e tantos outros que fazem o livro valer mais ainda a pena.

Tem de tudo romance, suspense,amizade,recomeços,reviravoltas....

Muitooo bom do começo ao fim!!


Evelyn Ruani 09/09/2010minha estante
Gentem... to começando a achar que eu PRECISO ler esse livro!!! rsrsrsrsr


Lu 10/09/2010minha estante
Que bom que vc gostou, Fer! ^_^


Luciana Mara 11/09/2010minha estante
Ei Fer!
Tô vendo que vou ter mesmo que comprar este livro ;)
Tb, depois dessa propaganda toda.
Bjins


Roseli Camargo 14/09/2010minha estante
A Lu ( bonitinha =] )tbm recomendou esse livro na comunidade Eu adoro ler e vou correr atrás dele agora rs


Fe Sartori 14/09/2010minha estante
Meninas,
Eu adorei, espero que pra vocês a leitura seja tão prazerosa quanto foi pra mim *-*


Léia Viana 24/10/2010minha estante
Sempre que eu entro no Skoob leio a sua resenha deste livro, agora estou a "caça" dele nas livrarias da baixada, não tenho dado sorte, está em falta, o jeito é apelar para o Submarino ou Saraiva.
Gostei tanto da sua resenha, e eu adoro histórias com recomeços, com garra de vencer e não desistir.


Rose 15/12/2010minha estante
Eu estou com uns 15 livros para ler, e espero acrescentar este tb a minha lista de livros a ler nas ferias de aula... depois da tua resenha e da Ly mesmo, fiquei com mais vontade de ler... :)


Juliana 14/11/2011minha estante
Esse é um dos livros que quando você termina a leitura... fica vários dias pensando, em êxtase total.Esse livro foi muito especial para mim.
RECOMENDO !!!!




Yasmin L. 21/01/2010

Fiquei pensando no que escrever durante um bom tempo, e simplesmente não consigo falar sobre a forma que o Chá do Amor me deixou. A estória é linda, me envolveu desde o começo, quando fazia pausas na leitura me via pensando sobre o livro todo o tempo. Se pudesse reviver cada emoção que tive ao ler cada página, reviveria de novo. Ao terminar a saudade que o livro deixa é enorme. É um dos melhores livros que já li, se não for o melhor.
comentários(0)comente



Paula 15/07/2010

Maravilhoso
Quando li a sinopse deste livro aqui no skoob, depois de uma amiga ter falado (muito) bem deste livro, bateu muita curiosidade pra lê-lo. Não cheguei a dar muitos créditos pois achei que a história não se passava de um romancesinho desses que agente suspira e bla bla bla. Foi aí que eu me enganei.
Logo nas primeiras páginas me deparei com uma personagem incrível ( Fiona) : batalhadora, sonhadora e principalmente VENCEDORA !
Um história com muitos altos e baixos, encontros e desencontros, voltas e revira-voltas.
Fiona é uma personagem encantadora... Sofri muito com e por ela !

Como muito das resenhas que li aqui, vou sentir muita da Fiona e de todos os personagens dessa incrível história.
Mariana 19/07/2010minha estante
Adorei sua resenha! Me interessei, já foi para minha listinha *-*


Ale 11/08/2010minha estante
Esse não coloquei na lista pq to com o orçamento apertado! rsrs...
+ eu vou ler!!




Yasmin 15/01/2012

Simplesmente Adorável

Desde que vi esse livro eu quis comprá-lo, mas ou estava indisponível ou estava caro. Nada feito. Passou um tempão antes que eu o encontrasse com um super preço. Gosto bastante de romances históricos e a combinação sinopse, capa e número de páginas foi perfeita. O livro é dividido em três partes que narram diferentes épocas da vida de Fiona, que vai do inferno ao céu depois de muito trabalho e tristeza. A história imaginada por Donnelly é incrivelmente convincente e atraente de seu jeito leve e forte ao mesmo tempo.

A sonhadora Fiona vive em Whitechapel, East London e compõe a típica família trabalhadora do final do século XIX, trabalha como embaladora em uma fábrica de chá, enquanto o pai é operário nas docas da mesma fábrica. A mãe se vira como pode para ajudar na renda e assim a família Finnengan vai vivendo. Fiona e Joe sonham desde criança em ter a própria loja de chá e para isso juntam desde sempre economias em uma lata. Os problemas começam quando o pai se junta ao movimento sindical e o dono da fábrica onde eles trabalham William Burton planeja usá-lo de exemplo para outros operários. A vida de Fiona entre em colapso e tudo o que ela planejou e sonhou ir por água abaixo.

Uma narrativa repleta de detalhes históricos mesclada com romance e uma protagonista sonhadora e persistente. A autora acertou na medida ao aproveitar o máximo os cenários. Descrições tão vívidas que durante toda leitura é possível sentir o ambiente, o aroma de chá, do mercado e principalmente ter em mente cada detalhe da época, como vestidos, carruagens, os prédios. Achei interessante a autora usar não apenas Londres, mas o que acontecia nela em 1888. Como Jack, o estripador. Para quem gosta de reviver uma época é perfeito. Não se trata em momento nenhum de história propriamente, mas do ambiente daquela época. Uma Londres monopolizada por lordes e grandes empresas.

A capacidade de Fiona de ser leve e livre. Não se prende aos modos da época. Para todas as mulheres existe um comportamento correto, mas não Fiona. Ela desejou ser rica, milionária e dona de uma rede de lojas de chá, ela chegou onde queria e muito além. (...)

Termine de ler em: http://cultivandoaleitura.blogspot.com/2011/12/resenha-o-cha-do-amor.html

comentários(0)comente



Lu 08/07/2010

Nem sei bem o que dizer de O Chá do Amor. Eu esperava um romance bonitinho, do estilo água com açúcar e ele se revelou muito mais. Personagens inesquecíveis, um romance lindo e uma história fascinante. Se eu pudesse, daria até mais estrelas para ele. Sinto que cinco é muito pouco.

Fiona Finnegan me faz lembrar muito de Tracy Whitney (Se Houver Amanhã, de Sydney Sheldon) pela sua enorme força e coragem. Pela sua natureza apaixonada. Eu chorei por ela, ri de seu humor inteligente e vibrei com cada vitória sua.

E seria muito bom se o livro fosse apenas sobre ela. E não é. Também tem Seamie, Nick, Mary, Michael e, é claro, o Joe. Todos eles se tornaram parte da minha família, assim como os Hubermann, os Weasleys, os Cullens...

Eu poderia me estender por vários parágrafos pra dizer tudo o que achei do livro. Mas vou dizer apenas isso: leia O Chá do Amor. Tenho certeza de que vc não vai se arrepender.
Rafa; 08/07/2010minha estante
E eu, pobre leitora ansiosa por ler esse livro, com essa resenha, sinto-me obrigada a ir imediatamente a livraria mais próxima e comprá-lo, haha. Tomara que eu também ame a leitura, Lu, porque a expectativa é grande.


Carla 08/07/2010minha estante
Nossa, eu comprei esse livro já deve ter quase um ano e ainda nãop li...depois deste comentário, acho que vai ser o próximo da minha lista!


Marcia 08/07/2010minha estante
Lu, tô como a Carla (abaixo), já tenho esse livro há uns 8 meses e até agora não toquei nele!! Sua resenha me animou muito!!! Com certeza vai ser o próximo!


Gabi C. 13/07/2010minha estante
Aff Lu, daqui a pouco vou ter que me abster de ler tuas resenhas senão a falência vai chegar é cedo! hahah


Dri Ornellas 25/07/2010minha estante
Eu também amei esse livro! Estou com você: se pudesse daria muito mais do que 5 estrelas!


Evelyn Ruani 04/09/2010minha estante
Puxa vida Lu! Assim não vale. Até agora eu estava com vontade de ler esse livro, de tanto ouvir falar bem dele, mas depois da sua resenha, agora eu quero muitoooo mais! Tracy Whitney? Sidney Sheldon? Falou as palavras chaves pra captar o meu interesse...rsrsrsrsrsrsrs
Bjinhos!


Roseli Camargo 14/09/2010minha estante
Oi Lu..... Obrigada pela dica amore =]


Glenda 29/05/2011minha estante
Meu Deus! "Fiona Finnegan me faz lembrar muito de Tracy Whitney (Se Houver Amanhã, de Sydney Sheldon)"?! Eu TENHO que ler esse livro!


Léia Viana 23/06/2011minha estante
Esse é outro livro que eu estou doida para ler!!!


Juliana 13/05/2012minha estante
SIM!!! Esse livro é simplesmente fantástico! Se pudesse, daria mais que cinco estrelas !




Lizzy 09/08/2010

Fortes emoções aguadam os leitores nesse livro surpreendente!
O Chá do Amor não é um romance água com açúcar.
É quase um épico, contando a estória de Fiona em busca da realização dos seus sonhos e da força do primeiro amor que acreditava ter perdido. Joe e Fiona se conheceram a vida inteira e desejavam intensamente mudar a árdua vida de moradores e trabalhadores pobres das Docas de Londres, abrindo o seu próprio negócio, mas que se vêem subitamente separados por trágicos acontecimentos que vão persegui-los para sempre. O livro mostra, entretanto, que nenhum obstáculo é capaz impedir a realização de um sonho quando se tem fé.
É um livro lindo, mostrando o crescimento dos personagens ao longo da trama e das pessoas que acompanham Fiona em sua fantástica trajetória, desde Londres, de "Jack, o estripador", à Nova York, e sua 5ª Avenida, repleto de descrições que nos transportam no tempo para lugares inesquecíveis. Estou louca para ler a continuação "The winter rose".
Semiramis 26/07/2011minha estante
Eu já estava louca pra ler esse livro, depois dessa resenha fiquei mais ainda.rsrsrs.


Lizzy 26/07/2011minha estante
É um livro que mexeu comigo. Bjs




marcilivros 04/08/2009

O chá da esperança
Este foi, sem sombra de dúvida, um dos melhores livros que já li. Falo em esperança porque foi o que moveu a todo o tempo a protagonista desta obra. Sua maior esperança foi a de poder sobreviver a todas as desgraças que a assolaram e resgatar-se enquanto pessoa. Não consigo falar muito, pois a emoção e as reviravoltas de cada página deixaram-me simplismente subjugada. Um livro extraordinário!
comentários(0)comente



Dayane 17/08/2012

Romantismo, Aventura e Cultura
Eu não entendia bem o que as pessoas queriam dizer quando falavam sobre como leram este livro devagar, absorvendo cada momento da estória. Agora... eu... entendo...

A autora não teve pressa em contar a trajetória de Fiona e Joe, ler O Chá do Amor é uma experiência terna, palpitante, doce, amarga, feliz e triste. Sem passagens abruptas de tempo, somos presenteados com o caminho percorrido na íntegra por estas personagens fortes, apaixonadas e envolventes. Separados por um oceano e milhares de maus entendidos, os amantes da adolescência sempre mantiveram seus corações unidos em uma sintonia tão perfeita que saíram do mesmo lugar: a pobreza sórdida de Whitechapel, separaram-se, Joe foi para Londres e Fiona, Nova Iorque e ainda assim, distantes por muitos anos, ambos enriqueceram e construíram frutos da mesma semente: os sonhos da juventude.

Confesso que embora fosse bastante óbvio que Joe e Fiona teriam um final feliz, afinal trata-se de um romance, por vários momentos eu cheguei a duvidar desta possibilidade, por um momento, só por um minutinho eu cheguei a torcer pelo outro mocinho...

Impressionante a maneira como conseguimos nos conectar com a Fiona ingênua e apaixonada de WhiteChapel, seu amor por Joe e depois nos esquecer dele mergulhando na vida da nova Fiona, durona e ambiciosa que tenta enriquecer na América.

Quanto ao Joe, eu o achei bem humano, os seus erros de julgamento são bastante próprios da idade afoita: dezoito anos e em muitos poucos livros eu conheci um herói que carregasse tanta culpa, tanto amor e tanta esperança por tantos anos, sem esmorecer ou parecer falso. Ele me conquistou.

Para coroar esta história forte, cheia de esperança e superação, ler O Chá do Amor é adquirir conhecimentos, sobre WhiteChapel, a periferia inglesa do século XIX, a revolução industrial e o lugar da burguesia neste novo mundo que surgia, capitalista e selvagem.

Achei refrescante, já que ultimamente todos os históricos que eu vinha lendo ou descreviam a nobreza, os bailes e as paisagens campestres ou então batalhas sangrentas. Neste livro pude mergulhar na história da nova nação que surgia: ambiciosa, industrializada e moderna.

Recomendo muito!
CarlaC 17/08/2012minha estante
Saudades das suas resenhas, Dayane!

Eu tenho esse livro na estante faz tempo, mas com tanta coisa para ler acaba ficando lá esperando a vez dele. Preciso ler logo! Bjs!




Talita Fernanda 24/12/2013

Pare um momento, este livro exige issoO que dizer quando um livro meche tanto com você que você precisa, após o término de sua leitura, simplesmente ficar parada, pensando? O Chá do Amor é, sem dúvida alguma, um livro que deixa a nossa cabeça dando voltas
O que dizer quando um livro meche tanto com você que você precisa, após o término de sua leitura, simplesmente ficar parada, pensando? O Chá do Amor é, sem dúvida alguma, um livro que deixa a nossa cabeça dando voltas. Há momento em que a angústia e a desesperança invadem completamente os nossos sentimentos, de modo que realmente pensamos que está tudo acabado. São aqueles momentos em que você leitor observa o número de páginas restantes e se pergunta de que modo a autora as preencherá, visto que aparentemente realmente não há nada mais o que fazer com tais personagens. E, justamente quando se pensa que todas as perdas ou reviravoltas possíveis já aconteceram, descobre-se que há mais uma, lá a espreita, esperando apenas que você vire a próxima página.
Assim é o livro escrito por Jenifer Donnelly, uma autora da qual eu ainda não havia lido nenhum livro mas que, sem dúvida, acabou de me fascinar completamente. O livro conta a história de Fiona, uma jovem garota operária em uma fábrica de chá que sonha em, juntamente com seu namorado Joe, construir uma loja de chás e, a cima de tudo, uma vida em comum com o rapaz a quem tanto ama e por quem tanto é amada.
Nas primeiras páginas, embora já se possam encontrar algumas emoções fortes, fiquei pensando que, afinal de contas, esta história não me renderia lá grandes surpresas. Quão grande não foi meu susto quando vi os sonhos dos dois jovens afundarem nas águas geladas do Tâmisa e, a vida que eles sonhavam construir juntos afastar-se cada vez mais deles.
Grandes personagens marcam a obra, mas eu não poderia terminar esta resenha sem falar em Nick um grande amigo de Fiona que salvou a vida dela, mesmo sem o saber. Fiona também não fica atrás, quando resolve abandonar um futuro seguro nas mãos de um homem rico para salvar a vida de Nick. O amor dos dois é a maior prova de que uma amizade verdadeira pode resultar na salvação de algumas pessoas das formas mais improváveis possível.
marcilivros 25/12/2013minha estante
Pois, sem dúvida um livro que não se esquece, daqueles que deixam suas linhas inscritas dentro do nosso coração, pois seus personagens são apaixonantes e a autora prende-nos com seu jeito de envolver-nos na trama, que, sim, tem fios nos quais parece que ninguém mais vai conseguir sair, de tão enredados que vão ficando.




Jessica 04/02/2014

Perfeito!
O chá do amor é um dos livros mais lindos que já li, ele te envolve em uma história de amor, um verdadeiro amor, puro, sincero mas que é separado pelo destino.
Esse livro tem amor, tem ação, tem bandidos, tem sonhos, tem miséria. É um show de cultura, você viaja pelo mundo com nossa personagem, sente a dor dela por tudo o que perdeu, a família, o amor, os amigos.
Você acompanha o início da vida dela na pobreza, que se arrasta pela miséria mas que encontra uma saída.
Nesse livro você se perde na imaginação, dos cheiros, dos gostos,das imagens.
Além de ser uma história de amor, é também de amizade, impossível ler este livro e não acabar em lágrimas.
E há ainda uma continuação, espero ansiosamente que um dia traduzam para o português.
É isso, leiam e assim como eu apaixonem-se!
comentários(0)comente



Lilly 05/10/2009

Leitura super agradável!!!
Adoro romances históricos, cada vez mais chego a conclusão que nasci no século errado. A autora nos envolve com a hisória de Fiona. Uma garota pobre que faz de tudo para vencer na vida e conquistar seu grande amor.
Só consegui parar de ler depois que acabou.
comentários(0)comente



Mariana Mendes 16/11/2012

Já quero ler de novo!
O chá do Amor foi o primeiro livro que eu li da autora Jennifer Donnelly e que, com certeza, entrou para a minha lista de favoritos. Confesso que, quando o comprei, não achava que poderia me surpreender. Logo no início, nos deparamos com uma história fácil de ser encontrada nos livros de romance: dois personagens apaixonados e dispostos a superarem as dificuldades em prol do seu amor. Entretanto, esse livro tem diferenciais. A narrativa não é focada apenas no amor entre Joe e Fiona, ''os apaixonados'', mas também nos problemas econômicos e sociais enfrentados por eles, já que ambos vivem em uma Londres de 1888, uma Londres que mostra as grandes dificuldades encontradas pela classe baixa, da qual ambos, juntamente com suas famílias, fazem parte.
O sonho de Joe e Fiona sempre foi juntar dinheiro suficiente para casar e ter sua própria loja de chá. Eles juntam todo o dinheiro que podem destinado apenas para isso. Mas, como em toda história, haverá dificuldades e o enredo nos leva á, muitas vezes, desacreditar na possibilidade de realização de tal sonho. É possível se apaixonar pelo livro no decorrer da história e querer evitar, de qualquer forma, o final. Porém, Jennifer Donnelly nos surpreende de uma forma sem igual, nos enchendo de lágrimas e sorrisos.

:))
comentários(0)comente



63 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5