Escolhida ao Anoitecer

Escolhida ao Anoitecer C.C. Hunter




Resenhas - Escolhida ao Anoitecer


34 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Pâm 14/07/2018

Esperava mais do fim
Nesse livro tivemos todas as respostas, e encerramentos das histórias de cada personagem, gostei das partes de ação e das partes engracadas(foram as que mais gostei) mas.. o final poderia ter tido mais, pra mim ficou meio corrido. No entanto gostei do livro e da série, super recomendo.
comentários(0)comente



Vic 02/06/2018

Amei
Muito destruída mas pela primeira vez de felicidade bicho, que final lindo meu Deus do céu, ameeeeeeeei
comentários(0)comente



Steh 10/02/2018

Sensação de "faltou o final"
Gostei muito da saga, mas, tudo se resolveu nas últimas 30 páginas, depois de tanta expectativa, foi como se o final parecesse "apressado", ou até mesmo "forçado". Fiquei com a sensação de que faltava um final. Talvez um prólogo teria resolvido. Mas fora isso, super-recomendo a série.
Chai 13/04/2018minha estante
EXATO! Estou decepcionada com o final, amei tanto a saga para terminar o livro e ficar frustrada! Aff




Bia 05/10/2017

Resenha - Escolhida Ao Anoitecer
O último livro dessa série super legal. O único livro dessa série que favoritei e amei demais foi o primeiro, o resto da série inteira só levou quatro estrelas, tirando esse e o primeiro. Não foram leituras ruins, esse último livro também não foi ruim, mas não vou negar que sinto falta da ação nesses livros.

As páginas são amareladas, a fonte é pequena e têm Quarenta e Quatro capítulos. Nem preciso avisar que vai ter Spoilers dos outros livros.

Kylie Galen está arrasada depois da traição de seu namorado lobisomem, Lucas. Ou melhor, ex-namorado agora. Mas ao menos esse acontecimento serviu para que Kylie vá morar com seu verdadeiro avô por parte de pai, que terá as resposta que ela tanto queria. O que ela é? Um Camaleão. Uma espécie de sobrenatural que possui um pouco da parte de cada sobrenatural: Vampiro, Lobisomem, Bruxa, Fae e Metamorfo. Kylie precisa entender a sua origem, aprender sobre sua espécie que é tão difícil de encontrar por viverem escondidos e com medos. Precisa aprender a controlar seus poderes que também não envolve apenas os de outras espécies, mas também a sua própria com seus próprios poderes.
Mas como se isso tudo não bastasse, Kylie precisa lidar com o mais novo espírito que está pedindo-lhe uma ajuda impossível: matar alguém. Mas quem? E por quê? Teria relação com a Kylie? Isso é só mais um problema para acrescentar a sua enorme lista. Mario, o Camaleão maligno, continua atrás dela e Kylie precisa continuar em segurança agora que sabe o que ele realmente é e o que ele quer.

Um livro grande com 408 páginas onde nada de grandioso acontece. É triste e chato sim! Porém a autora escreve tão bem que, por mais que seja um livro onde não tem grandes acontecimentos, o livro te prende de certa forma, não foi um livro grande coisa, mas até que foi envolvente. Como em todas as resenhas dos outros livros, irei dizer novamente: esse livro não tem ação, o foco é todo nos problemas não tão relevantes e nem tão grandiosos assim de Kylie. Não vou negar que são problemas que precisam ser levados a sérios, porém a autora foi dramática demais em todos os livros, mas em especial este, pois o tamanho da importância que ela coloca nos problemas de Kylie vira uma coisa exagerada, tão exagerada que eu fiquei: “Moça, abaixa a bola! Ta ficando ridículo já.”. Sabe aqueles problemas grandes que temos, bom a autora faz parecer que os problemas grades de Kylie são algo maior que grande, algo infinito, vamos colocar assim. A autora coloca tanto drama nos problemas grande e nem tão grandes assim de Kylie que a coisa parece algo extremo, algo... Não sei nem como dizer exatamente. Em fim, foi dramático demais.

Outra coisa que veio me incomodando desde os outros livros, porém também em especial este, a questão de Kylie ser o centro de tudo. Parece que nem existem outros personagens. Tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo, tudo mesmo gira em torno de Kylie. Tudo bem, ela é a protagonista, ela precisa ser o foco do livro, claro. Porém a autora exagerou tanto, mais tanto, tanto na atenção que Kylie ganha que fica algo bobo e ridículo e desnecessário, e novamente dramático. Os personagens são tão pouco trabalhados, e todos estão ali só pela Kylie, tipo eles não tem nenhuma outra função, nenhuma outra vida se não Kylie. Em determinados momentos do livro Kylie fica pensando na sua lista exagerada e acumulada de problemas, e no meio do seu pensamento ela lembra que tem amigos e fica (Ex): “Ah, é verdade Della foi esfaqueada preciso saber como ela está.” Tipo ela se esquece que tem pessoas também passando por problemas e só fica pensando nela, e mais tarde lembra-se de que sua melhor amiga tava com problemas, ou tava triste, ou qualquer outra coisa.
Muitas pessoas vão pensar: “ah, mas se ela está cheia de problemas é normal que se esqueças de certas coisas pela cabeça esta tão cheia de preocupações.” Okay, mas esse é o ponto. A autora deu um foco tão extremo na protagonista (a autora criou tantos problemas, muitos nem tão grandes assim como Kylie faz parecer que são) que é como se os outros personagens não existissem, e quando eles aparecem é só com relação à Kylie e nada mais (é muito, muito raro eles aparecerem se o motivo não estiver envolvendo Kylie): tal pessoa será à sombra de Kylie (tipo guarda costa), tal pessoa precisa ajudar Kylie, tal pessoa quer conversar com Kylie, tal pessoa vai pagar com sangue para passar o dia com Kylie (isso aconteceu muito no livro), tal pessoa precisa pesquisar tal coisa para Kylie, tal pessoa precisa levar Kylie a tal lugar, tal pessoa precisa confortar Kylie, tal pessoa precisa salvar Kylie, tal pessoa precisa treinar Kyie. Kylie, Kylie, Kylie, Kylie, Kylie, Kylie....!!!!! Esses personagens parecem que não tem vida. Aliás, quando a autora, nas raras ocasiões, toca no assunto de vida fora do acampamento Shadow Falls dos outros personagens é algo tão vago e mal explicado que você não tem a chance de conhecer melhor esses personagens.

Kylie ficou cinco livros inteiros cheia de problemas fazendo uma tempestade em copo d’água. Como eu disse alguns desses problemas são algo sério sim, mas o tamanho da tempestade, não... O tamanho do apocalipse que ela cria em cima desses problemas torna algo dramático e fica chato, forçado. A autora resolve da um fim nesses problemas de uma maneira tão rápida que no final eu fiquei: “okay! Esse drama todo durante cinco livros para ela resolver em um estalar de dedos de uma maneira tão fácil ainda por cima...!!! Okay!”

Não tenho muito para falar dos outros personagens. O vacilo do Lucas foi realmente triste e ele mereceu o gelo que Kylie deu nele por mais que eu o adore. Não existe explicação, desculpa pelo o que ele fez. Ele explica, mas em minha opinião isso não justifica... Se não tinha outro jeito então ou ele saia da alcateia ou terminava com Kylie. O plano que ele decidiu seguir prejudicou seu relacionamento e foi por conta da estupidez e indecisão dele.
Derek não aparece tanto nesse livro como nos outros, já ficou bem claro desde o quarto livro, na verdade desde o terceiro, que Kylie amava Lucas e o que ela sentia antes por Derek simplesmente deixou de existir, felizmente ela se da conta disso antes de criar mais drama ou enrolar mais com isso.

Della e Miranda continuam as mesmas maravilhas de todos os livros (apesar de Miranda ter aparecido um pouco menos nesse livro), continuam sendo minhas personagens preferidas e hilárias. Mal posso esperar para ler a trilogia de Della, espero eu que a autora nos traga mais sobre a vida de Della e suas missões, sem falar em seu relacionamento doido com Steve, e claro, espero que a autora tenha mantido Kylie longe desses livros ou então ela vai roubar todo o holofote de Della e fazer mais drama.
Assim como em todos os outros livros a parte da “ação” (se é que se pode chamar assim!) é nas últimas páginas do livro, e como sempre acontece: são cinco páginas e acabou... Sim, só cinco páginas de “ação” e acabou. E acreditem nada grandioso ou algo que te faça dizer “UOU!” acontece nessas cinco páginas. É coisa rápida e simples e, ouso dizer, boba.

Apesar de todo drama e a falta de ação eu amo essa série, é como eu disso no inicio, a autora escreve muito bem e por mais que ela crie esse drama todo, a história te prende de certa forma, porque você acaba querendo saber o que vai acontecer depois.

site: http://biiabrito.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Nina 15/05/2017

Esperava um pouco mais
Não sei se foi pq me empolguei muito com o primeiro... mas faltou algo no final.... tipo não foi de todo previsível, mas queria algo a mais um pouco mais .... sempre aquela história ... faltou mais do felizes para sempre kkkkk mas no geral foi uma série legal
comentários(0)comente



Marie 26/12/2016

Só queria mais <3
TALVEZ CONTENHA SPOILER

Estou um pouco arrependida de ter lido tão rápido toda a saga, agora que acabou ficou um vazio, uma vontade de ter mais. Não duvidei em momento algum que ela ficaria com o Lucas, por mais incrível que o Derek fosse, era perfeito demais, fácil demais. Certos acontecimentos desse livro foram bem previsíveis, o que se espera de todos os fins de novela: Gravidez, casamento, confronto final. Pareceu um pouco apressado esse fim, acho que poderia ter se prolongado mais, principalmente quando ela resolveu fazer os exames da UPF...tanto suspense pra só aquilo? Ainda assim, gostei muito, houveram algumas surpresas, como na situação do fantasma da vez e do Daniel, gostei muito! Já quero apagar a minha memória pra poder ler de novo!
comentários(0)comente



Débora 26/08/2016

muito amor envolvido
Quando eu comprei a coleçao confesso q foi a capa q me atraiu hah
Adorei esse livro, cria um mundo muito instigante q faz vc querer saber mais como funciona! Amei do começo ao fim e agr tem o livro da della, estou louca pra ler
comentários(0)comente



Paula 18/01/2016

ATENÇÃO! SE VOCÊ NÃO LEU OS LIVROS ANTERIORES, PODE CONTER SPOILER!

Escolhida ao anoitecer é o último livro da saga Acampamento Shadow Falls. Cheguei ao final de mais uma série, com aquele gostinho de missão cumprida. Antes de começar a resenha, deixa eu falar da lindeza dessa capa, é a mais perfeita das cinco!

Kylie foi embora de Shadow Falls, e agora vive com seu avô e os outros camaleões. Apesar de estar aprendendo muito sobre sua origem e seus dons, a vida não está um jardim florido. Kylie ainda está muito decepcionada com Lucas, que a magoou profundamente no livro anterior, e nem a distância do acampamento consegue curar a ferida.

Seu novo fantasma deixa claro desde o princípio que não é boa pessoa, e fica insistindo para que ela mate alguém de seu passado. Para completar, Mario está de volta com um único objetivo: acabar com a garota e com quem ela mais ama.

Como essa é a última resenha da série, vou destacar os pontos de Acampamento Shadow Falls no geral. Vi a Kylie amadurecer lindamente, principalmente neste final. Foi divertido acompanhar sua jornada, que não teve perigos imensos e assustadores, apenas uma dose normal de problemas. O final não teve muita graça, na verdade foi bem óbvio. Teve as respostas que eu queria, mas achei tudo muito corrido.

Infelizmente, a protagonista não ficou com o meu personagem favorito. Não estou dando spoiler, porque não contei para vocês qual era, e isso me decepcionou muito, a ponto de sentir vontade de largar o livro na metade e mandar a Kylie para aquele lugar. Isso sem contar que o meu queridinho teve um final muito forçado. Esse é o problema dos triângulos amorosos, nem sempre os autores sabem dar um rumo para o coitado que ficou sobrando.

Porém, os pontos positivos com certeza pesam mais. Como eu disse nas resenhas anteriores, a C. C. Hunter sabe deixar os ganchos de mistério nos lugares certo, o que me fez ler um capítulo após o outro sem parar. Além disso, as pontas soltas do enredo logo são amarradas, não fica cansativo. Apesar de a narrativa da série ser em terceira pessoa, a partir da visão da Kylie, os personagens secundários foram construídos com muita atenção e coerência, é possível perceber que também têm seus dramas pessoais e problemas a enfrentar.

E, o melhor da série, a autora escolheu contar a história de Kylie em um período curto de tempo, se não me engano foram no máximo quatro meses. Assim, o leitor certamente poderá viver toda a descoberta da protagonista e suas reações. Gostei da experiência, e com certeza vai deixar saudades. Mas tem uma notícia boa: já foram lançados As crônicas de Della Tsang e Renascida, o primeiro livro da saga Acampamento Shadow Falls - ao anoitecer, e tenho certeza que a história dela será eletrizante.
comentários(0)comente



Johny 15/11/2015

Enfim!
O final do livro é surpreendente. A Saga toda é boa, mas era um pouco previsível o fim. Relacionamentos estavam encaminhados e a luta enfim aconteceu,apesar de diferente do que muitos imaginariam. Mas mesmo assim, muito muito bom. Gostei muito da série e esquecer Shadow Falls foi muito difícil. Super recomendo toda a série!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Vick 02/08/2016minha estante
Concordo plenamente, também não consegui me envolver com o Lucas, e até hoje não superei esse final, Derek era tão maravilhoso e pra mim a traição dele foi apenas uma alternativa que a escritora achou para que aceitassemos o final.


Andressa 23/11/2017minha estante
Concordo totalmente contigo. Acabei de ler e fiquei decepcionada com o confronto final. E eu também não senti carisma pelo Lucas.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mônica 25/03/2015

Escolhida ao Anoitecer
Eu adorei a série, divertida e com um bom toque suspense interessante. Li muito rápido, não conseguia parar de ler. Impressionante!!
comentários(0)comente



pri alves 20/03/2015

viciante
AH! Eu amo séries, principalmente quando tem mistério, algo sobrenatural e um bom triangulo amoroso, sim eu ADORO triângulos amorosos em livros, principalmente quando o casal que eu torço fica junto e acampamento Shadow falls teve tudo isso, logo eu só posso dizer que amei a série e recomendo a todos.

Mais uma vez Kylie se vê envolvida com um mistério que ronda seu mais novo visitante fantasma, assim como a descoberta sobre os seus poderes continua, isso sem falar nos problemas do coraçao .

No quinto e ultimo livro da série vemos que após finalmente descobrir a qual espécie sobrenatural pertence as coisas não ficam mais fáceis para Kylie, Afinal mesmo entre os camaleões ela se destaca e continua sendo diferente.

Chegou a hora da nossa protagonista descobrir até onde vão os seus poderes, qual a ligação que ela tem com seu mais novo fantasma e afinal a quem ela entregará seu coração.

Eu particularmente gostei da saga inteira e só não dei 5 estrelas porque o final foi muito corrido, e me deixou com algumas dúvidas como por exemplo alguém poderia me explicar como o Lucas conseguiu aparecer na casa de praia durante a luta???? ou onde foram parar os dois guardas que estavam na casa ??
outras coisas também me incomodaram como o fato de depois de ter pensado e falado sobre perder a virgindade nos cinco livros eu esperava que esse momento acontecesse antes da história acabar e também achei mt forçado o romance do .... (não vou da spoiller) com a Jenny.

Mas no geral o desfecho foi bom, manteve o ritmo dos outros livros, os personagens amadureceram bastante, e vale dizer que vou ficar com saudades de praticamente todos do acampamento pois me apeguei a todos eles.
Sobre a escolha entre o Lucas e o Dereck só posso dizer que adorei pois já torcia por ele desde o primeiro livro, achei que foi um relacionamento real, que amadureceu com o tempo e que ele era realmente quem ela amava. Eu adoro triângulos amorosos e esse foi ótimo.

Então super recomento a saga, pensei até em fazer uma resenha para cada livro mas deu preguiça.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



34 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3