Destino ou Ilusão

Destino ou Ilusão Bárbara Conte




Resenhas - Destino ou Ilusão


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Val 27/09/2013

Livro "Destino ou ilusão"
Cecília tem 15 anos e namora Juca. Por acaso se reencontrou com Pedro Antônio e começaram a conversar bastante.
Com 17 anos, ela decidiu terminar definitivamente seu namoro com Juca. Pedro, que havia se mudado, agora está de volta ao Brasil, e chama Ceci para sair.
O encontro não foi nada do que ela esperava, e estava muito decepcionada com Pedro.
Ceci começa a conversar muito com Júlio, amigo de uma amiga dela, e acha ele um charme.
Ceci acabou se mudando para São Paulo, e está se adaptando às mudanças. Iria fazer um curso fora do Brasil.
A historia é cheia de reviravoltas, garantindo boas risadas e também momento que você fica curiosa, querendo saber como isso vai acabar.

Senti falta de alguns detalhes sobre algumas partes, que achei que pulou rápido demais. Mas nada que atrapalhe na estória ou no entendimento do livro. O livro é de fácil leitura e bem gostoso de se ler. Parece que REALMENTE está acontecendo ali, bem pertinho da gente. Tem conversas via web sites em que a gente frequentava/frequenta, o que trás a estória bem para nossa realidade.


E você? Já leu o livro? Conta pra gente o que você achou!

site: http://revistagalaxy.weebly.com/11/post/2013/09/livro-destino-ou-iluso.html
comentários(0)comente



Leeh 17/03/2014

Destino ou Ilusão
Destino ou Ilusão é um livro muito fácil de ler, a diagramação é simples e as letras são grande, além de ter uns espaços consideráveis entre um capitulo e outro. A estória é bem contada e da forma mais simples possível de se entender, nada muito complicado e também não há muitas surpresas, porém nem sempre dá para saber o que vai acontecer. Conta os amores e desamores de Cecilia Helena, porém o desenrolar da narrativa, na maior parte, se passa no "lance" dela com Pedro Antônio. Eu não faço ideia se a Barbara colocou esses nomes porque quis ou se era para fazer uma leve semelhança com " Novelas/Romances mexicanos" se essa foi a intenção deu muito certo,se não foi deu certo ( na minha opinião ) mesmo assim.
Me identifiquei bastante com a estória e senti saudades da minha época de escola , msn , orkut , romances passageiros etc. Li em uma única noite, para ser mais precisa em 4 horas, gostei bastante da Cecilia e não gostei tanto assim do Pedro, achei ele muito "desinteressado". O final me surpreendeu, porque no meado da estória eu comecei a pensar em uma coisa e no final foi outra completamente diferente que no fundo me deixou feliz. Dei quatro estrelas e meia para o livro por conta do meu " desapego" com o Pedro, achei que por ser um livro que contava basicamente a estória dos dois ele deveria estar mais presente. Contudo, leitura recomendadíssima e como eu já havia dito no insta é aquele livro que você pega e não consegue desgrudar até que ele se acabe.

Bom pessoal é isso, amei o livro tirando o Pedro rs, espero que possam ler e me contar o que acharam. Um beijo enorme da Lêeh


site: http://maetoescrevendo.blogspot.com.br/2013/10/oi-pessoal-hoje-eu-estou-muito.html
comentários(0)comente



Simony 09/05/2013

Destino ou Ilusão - Barbara Conte
Foi na espera de atendimento médico que Cecília o viu, não sabia o seu nome, mas o conhecia de algum lugar, ali próximo, as suas mães não se falaram apenas trocaram olhares, mais adiante pelo Facebook procurando pelo desconhecido menino, Cecília o encontrou, era ele mesmo, seu nome era Pedro Antônio. O interesse foi mútuo e logo começaram a se falar constantemente por MSM, deixando furioso seu namorado, pois Cecília dava mais atenção para Pedro que para seu próprio namorado Juca.
Muitas coisas acontecendo, escola, provas, tinha que ter tempo para os amigos, mas seu pensamento era constante no Pedro.
Pedro e Cecília se encontraram, mas o encontro não foi o que a jovem esperava, passou a odiá-lo, seu jeito não a agradou, mas o pensamento sempre estava nele, quando percebeu Cecília o amava, "Quem diria que o menino que ela tanto odiava, um dia, seria aquele que ela mais queria perto dela." Será que Pedro sentia o mesmo por ela?

Uma breve história que mostra o cotidiano da jovem Cecília que tinha vários motivos para odiar o Pedro, o amava tanto que chegava a odiá-lo, seus beijos e carinhos tinham um meio destes dois sentimentos avassaladores, uma mistura de amor e ódio. Cecília tem bons amigos que sempre a acompanham tanto nas suas tristezas quanto em suas diversões. Os convido para conhecer um pouco mais sobre esta história.
A capa é linda e a história é encantadora.


Beatriz 03/05/2013

Destino ou Ilusão
http://prateleiracolorida.blogspot.com.br/

Destino ou Ilusão foi escrito pela autora Bárbara Conte (falei da autora aqui), foi publicado pela Editora Baraúna e possui 215 páginas.

Destino ou Ilusão contas a história de Cecília, uma garota que já estava de saco cheio de namorar com um garoto extremamente ciumento como o Juca. Ela estava se cansando das brigas e das crises de ciúmes do namorado e acabou encontrando Pedro, um garoto que estudava no mesmo colégio que ela e que parecia estar a fim dela. Cecília e Pedro se adicionaram no orkut e trocaram MSN. Durante as intermináveis conversar nas redes sociais, os dois começaram a sentir algo um pelo outro, e não era só amizade.

Cecília terminou com seu namorado e resolveu dar uma chance a Pedro. Os dois saíram e Ceci pode ver que Pedro não era o menino que aparentava ser. Enquanto ela queria que o primeiro encontro fosse para jogar conversa fora e se conhecerem melhor, ela já queria partir para o beijo e isso deixou Cecília um pouco decepcionada.

Passou um tempo e os dois voltaram a conversar, e durante uma conversa na web cam, Pedro mostrou o dedo do meio para Cecília e fez com que ela o odiasse até a morte. Porém, o caso dois era de amor e ódio, sabe? Passavam um tempo bem e num outro momento já estavam sem se falar.

Durante a história muita coisa acontece (mudanças, viagens, festas, pessoas novas, novos amores e novas ficadas), mas Cecília e Pedro estavam sempre conversando. Depois de um longo tempo, Cecília não resistiu e decidiu que seria a hora dos dois se beijarem. Com esse beijo, Ceci ficou sempre querendo mais de Pedro. Enquanto para ele, ela apenas só mais uma. E é nisso que a história se baseia.

Toda a história do livro se passa muito rápido, então eu li ele em apenas algumas horinhas. Os capítulos são curtos e é um daqueles livros para se ler quando não tem nada para fazer de tarde, sabe? É uma leitura fácil e rápida. Eu me decepcionei um pouquinho com o final porque estava esperando que alguma coisa acontecesse ou que houvesse um momento surpreendente, e esse momento não teve. Porém gostei bastante da escrita e do modo como a autora direcionava a história. Recomendo o livro para você que quer uma história rápida e leve com um toque de romance no ar.


Deseja a autora muito sucesso e espero ter a oportunidade de ler outros livros dela.

Alguém já leu? O que achou? :)


Ana 13/05/2013

Destino ou ilusão
Vou começar a resenha dizendo que a autora descreveu o comportamento e a realidade dos jovens com maestria. Eu me identifiquei com várias partes do livro que retrata o “Orkut”, o “Facebook”, as mensagens de celular e até lugares de São Paulo que eu particularmente já frequentei. Portanto, visualizei o reflexo espelhado da minha rotina.
A estória é sobre Cecília Helena, uma garota do interior, Platira, que vai estudar em São Paulo. Tudo começa quando aos quinze anos ela tem um encontro inesperado com Pedro Antônio, apesar de se sentir atraída por ele, Cecília namora Juca e acaba deixando a oportunidade de ser relacionar com ele. No entanto, o destino teima em colocar Pedro Antônio em sua vida anos mais tarde e Cecília se vê ao mesmo tempo amando-o e odiando-o. Apesar de passar por alguns outros relacionamentos é ele que definitivamente balança o coração dela, os dois passam a se encontrar durante os feriados e as férias na cidade de Platira, pois ambos fazem faculdade em cidades muito distantes São Paulo e Minas Gerais. Em decorrência trocam constantes mensagens por “Msn” e eu como leitora, torcia muito pelo casal, que ao mesmo tempo que pareciam se desentender por mensagens também se entendiam.
Não posso contar o desfecho, mas eu digo, foi com chave- de- ouro, pois nos livros eu quero ver retratada a realidade, o que a autora fez com excelência, causando-me uma empatia profunda pela personagem. Garanto grandes emoções no livro de alegria a decepções é exatamente ai que somos fisgados, pois nos faz pensar na nossa própria vida e nos nossos próprios sentimentos.

“Ela indagava se os diversos acontecimentos eram pistas do destino, ou coincidências da ilusão. A única certeza era de que se tratava de um ódio desejoso ou desejo odioso.”
“Cecília deu uma passada de olhar rápida pelas palavras. Levantou-se e foi tomar água. Ficou paralisada. Não sabia se teria coragem de ler aquela mensagem inteiramente, pelo que tinha lido, a resposta não tinha sido muito boa. Criou coragem e leu...”

Trecho de uma conversa de “msn” entre Cecília e Pedro:
PEDRO diz: ainda não acredito q tava no cinema, COM VC
PEDRO diz: mas eu gostei
PEDRO diz: ...
PEDRO diz: Ceciliaa... vo sair que tenho aula amanha cedo
PEDRO diz: bjaooo
CECÍLIA diz: eu tb gostei, beijo


Amanda 21/05/2013

Resenha: Destino ou Ilusão
Mais resenhas no blog: eternamente-crazy.blogspot.com.br

O livro fala sobre Cecília Helena, ou Ceci, como todos chamam. Ela vive na cidade de Platira, onde se passa uma boa parte da estória. Esse livro é mais voltado para os romances de Cecília, principalmente com o romance dela com Pedro Antônio. É muito legal a maneira como eles se conhecem (ou se reconhecem), e logo depois surge uma amizade entre eles.

“A troca de olhares foi instantânea, e Cecília não sabia por que, mas continuava a observar e a ser observada pelo garoto. Ele era loiro, alto, magro, de cabelo enrolado e estufado. Seus olhos eram distantes um do outro, o que proporcionava um aspecto intrigante à sua aparência. Seus braços eram tão finos… Ao mesmo tempo,combinavam com os traços miúdos. Parecia que, se abrisse os braços, ficaria semelhante a um espantalho.” Pág.12

Tenho que admitir que não fui muito com a cara de Pedro Antônio, às vezes ele tratava a Cecília muito mal, eu só conseguia me perguntar o que ela via nele.
Quando Cecília e Pedro se conheceram ela estava namorando com o Juca, de que eu também não gostei muito por ele ser ciumento (fujo de caras ciumentos, rs). O livro mostra ainda, outros relacionamentos que Ceci teve, e um dos garotos que mais gostei foi o Júlio, que parecia ser o mais legal de todos os que ela namorou.

O livro é bem pequeno e dá para ler em algumas horas, é ótimo para ler em uma viajem.
A autora tem potencial, mas gostaria muito que em um próximo livro ela falasse um pouco mais sobre os personagens. Porque mesmo a Cecília sendo a principal, eu não fiquei conhecendo ela direito, como pessoa. Só sabia como ela agia em relação aos seus romances e amizades.
Está escrito na introdução do livro, que a Cecília só queria colocar os fatos importantes de verdade, e deixar algumas coisas que achava desnecessárias de fora. Achei essa introdução bem legal, ainda mais por deixar a entender que foi a Cecilia quem escreveu o livro.
Me diverti lendo, e admito que esse não é um daqueles livros clichês, primeiro porque a autora não monta os personagens perfeitos, a descrição de Pedro Antônio, que a Cecília faz, está longe de ser a de um garoto perfeito, sem falar que ele não muda sua maneira de agir só por causa dela. E segundo, o final é surpreendente, eu pelo menos, não esperava por ele. Posso dizer que o final é bem real, aliás, o livro todo é bem real, Cecília poderia ser qualquer garota, isso que faz o livro interessante.


Rogerio 18/08/2013

Um livro rápido...
Destino ou Ilusão relata a história amorosa de Cecília Helena com Pedro Antônio. Na verdade, a Ceci se relaciona com alguns outros garotos durante o livro, ela é jovem e está descobrindo o amor, os sentimentos e todos os problemas que acompanham essas relações.

Cecília tem 15 anos e namora com um cara muito ciumento, o Juca. Inusitadamente, em uma visita ao médico a jovem se encontra com Pedro Antônio. Os dois não se falam, apenas trocam olhares.

Em seguida, depois do encontro, Cecília procura o rapaz nas redes sociais da época (Orkut, MSN). Ela tinha certeza que o conhecia de algum lugar, talvez da própria escola. Cecí consegue achá-lo e os dois começam a conversar pelo MSN... O clima começa a rolar virtualmente e, logo, a garota romântica projeta em Pedro a imagem de seu príncipe encantado.

Com muitas idas e vindas o fim se mostra um tanto inesperado.

Descobrimos, enfim, se a história do “casal” se trata de Destino ou apenas de uma simples Ilusão.

----

Como a história é rápida eu não consegui me envolver com os personagens como acontece com outros livros. Toda a trama é centralizada em Cecília, as páginas se tornam confessionais e sabemos de todas as angústias da jovem... Eu penso que os sentimentos e dúvidas deveriam ser abordados de forma mais profunda.

Não foi a minha melhor leitura do ano, mas isso é apenas a minha opinião, acho que muita gente pode gostar do livro.

Destino ou Ilusão é um livro que eu indicaria para o público mais jovem e para meninas, pois, com certeza haverá uma identificação maior com a Cecília e seus conflitos.

site: http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/2013/08/resenha-destino-ou-ilusao.html
comentários(0)comente



Cia do Leitor 22/05/2013

Destino ou Ilusão
Foi na espera de atendimento médico que Cecília o viu, não sabia o seu nome, mas o conhecia de algum lugar, ali próximo, as suas mães não se falaram apenas trocaram olhares, mais adiante pelo Facebook procurando pelo desconhecido menino, Cecília o encontrou, era ele mesmo, seu nome era Pedro Antônio. O interesse foi mútuo e logo começaram a se falar constantemente por MSM, deixando furioso seu namorado, pois Cecília dava mais atenção para Pedro que para seu próprio namorado Juca.
Muitas coisas acontecendo, escola, provas, tinha que ter tempo para os amigos, mas seu pensamento era constante no Pedro.
Pedro e Cecília se encontraram, mas o encontro não foi o que a jovem esperava, passou a odiá-lo, seu jeito não a agradou, mas o pensamento sempre estava nele, quando percebeu Cecília o amava, "Quem diria que o menino que ela tanto odiava, um dia, seria aquele que ela mais queria perto dela." Será que Pedro sentia o mesmo por ela?

Uma breve história que mostra o cotidiano da jovem Cecília que tinha vários motivos para odiar o Pedro, o amava tanto que chegava a odiá-lo, seus beijos e carinhos tinham um meio destes dois sentimentos avassaladores, uma mistura de amor e ódio. Cecília tem bons amigos que sempre a acompanham tanto nas suas tristezas quanto em suas diversões. Os convido para conhecer um pouco mais sobre esta história.
A capa é linda e a história é encantadora.

Boa leitura!

Resenha de Simony Rabelo no blog Cia do Leitor
http://ciadoleitor.blogspot.com.br/2013/05/resenha-destino-ou-ilusao-barbara-conte.html
comentários(0)comente



RenataSara 09/06/2013

Minha Opinião:
Destino ou Ilusão conta a história de Cecilia Helena e suas aventuras em busca do amor, o livro narra seu cotiano, seus primeiros beijos, primeiros namorados, sua vida na escola e posteriormente na faculdade, ao longo do livro vamos acompanhando as aventuras e o amadurecimento da personagem.

Quando Ceci (como é carinhosamente chamada) vai a uma consulta médica, não imagina que sua vida irá mudar tanto. Na sala de espera, seu olhar cruza com o de Pedro Antonio, um garoto que mexe com seus sentimentos. Ceci não sabe se é destino conhecer Pedro, se apaixonar e sempre se envolver com ele em diversas fases da vida ou se é uma ilusão, o destino dizendo que os dois não devem ficar juntos.

Conheci a autora e o livro através do blog Livros e Marshmallows da minha amiga Kelly, assim que vi a capa e li a sinopse já me interessei e a autora foi super simpática comigo aceitando a parceria. No dia seguinte a nossa conversa, qual foi a minha surpresa? O livro já me aguardava em casa, fiquei muito feliz e já corri para iniciar a leitura. Esse é o primeiro livro que leio da Editora Baraúna, então não sabia o que esperar do livro.

O livro é pequeno, tem apenas 212 páginas que você consegue ler em uma tarde, já que boa parte do livro é escrita em forma de mensagem pelo orkut ou por sms. O livro começa a ser contado em 2006 na cidade de Platira, naquela época o site de relacionamento da moda era o orkut (quem nunca teve um, não é?) e o msn. A personagem principal esta sempre conectada na internet e boa parte dos seus relacionamentos se desenvolvem através dessas ferramentas.

Eu gostei bastante da Ceci, de sua vida e de sua melhor amiga da faculdade, ela é uma garota bem romântica, animada e que vive sua adolescência da melhor forma possível, o que me fez lembrar muito de como eu era no colégio e de quando era mais novinha. O que me incomodou muito na Ceci foi seus relacionamentos, sua dependência dos namorados, achando que sem eles não seria completa, aceitando todos os seus jeitos e maltratos, principalmente por parte de Pedro Antonio, e o fato dela ser volúvel demais, ela se apaixona a toda hora e quando esta com um namorado, pensa no outro, o que me irritou bastante, mas posso dizer que quando eu era adolescente agia da mesma forma, então o que deve ter me irritado é ter percebido como eu era boba e como achava que meu mundo ia acabar por nada. O Pedro, protagonista masculino do livro, não me agradou nem um pouco, e realmente o reconheci do jeitinho que a autora o descreveu, como muitos garotos por ai, que se acham o tal.

A diagramação do livro é mediana, encontrei muito erros de gramatica, relevei as partes que foram trocadas por sms ou conversas no orkut e msn, pois sempre escrevemos errado nesses sites de relacionamentos, porem, achei erros gramaticais em outras partes do livro. A capa do livro é linda, muito bem feita, o livro é feito com um material bem resistente, mas as páginas são brancas o que pode cansar durante a leitura. A escrita da autora é fluente, gostosa, mas esta bem no começo de sua vida como escritora, tem muito o que amadurecer, mas creio que seu próximo livro sera ainda melhor que esse e assim por diante.

Recomendo esse livro para quem quer curtir uma historia leve, engraçada e com um pouco de drama adolescente, que quer relembrar sua época de escola e faculdade ou simplesmente ler uma boa historia que facilmente podia ser confundida com a nossa.

Mais resenhas em:

http://amordelivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Danny 30/06/2013

Destino ou Ilusão - uma leitura fácil !!!
Essa resenha encontra-se publicada no meu blog:

http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

********************************************************************

Este é um livro de fácil leitura e entendimento. Seus capítulos são curtos, proporcionando ao leitor uma leitura rápida. Em poucas horas consegue-se terminar de ler essa estória.

Muitos se identificarão com esse livro por ser descrito bastante em nossa "linguagem atual", a internet. A estória contada é de Cecília Helena (Ceci) e Pedro Antonio. Dois adolescentes e vários romances!.

Ceci se apaixona por Pedro numa troca de olhares, quando se encontram em uma sala de atendimento médico. Podemos dizer até que foi amor a segunda vista, rsrs. Isto mesmo! Intrigada, Ceci tenta descobrir porque aquele menino lhe é tão familiar e usa a internet para achá-lo, e consegue. Após algumas trocas de mensagens, Ceci e Pedro começam a construir um laço maior que amizade. Ficam interessados um no outro e indiretas on line são feitas a todo instante. Mas Ceci tem namorado e tudo começa a se complicar, pois nem ela consegue saber por quem está mais apaixonada... Ela gosta de ambos.

Muitas coisas acontecem e Ceci tem sua oportunidade com Pedro. Foi aí que seu amor por ele virou ódio, por ter se decepcionado tanto. Anos se passam, e Ceci não consegue esquecer Pedro. Nesse tempo, Ceci teve outros relacionamentos, mudou de cidade, construiu novas amizades mas, tudo acabava levando-a de volta a Pedro Antonio. Um amor de sua adolescência que ela não conseguia deixar no passado. Muitas outras chances entre os dois aparecem e Ceci, mais do que ninguém, tenta aproveitá-las.

Mas será que Pedro Antônio está tão envolvido quanto ela? Será que ele se importa tanto com o passado dos dois, quanto Cecília se importa? Com tantas idas e vindas de ambos, será que o amor é capaz de superar distâncias, crises, ciúmes, comprometimento?

Bem ... Pedro é um incógnita que o leitor só descobrirá lendo o livro! E o desfecho dessa estória? Talvez você não consiga nem imaginar...

Não achei o livro ruim, mas também não está como meus favoritos. A estória peca em detalhes, alguns erros gramaticais (não estou contando os escritos na internet) e sua velocidade no tempo sem muito conteúdo. Acredito que o livro seja mais para o público juvenil do que um romance que prenda a atenção de um adulto.

Mas não tiro o mérito da autora Bárbara Conte. Ela merece grandes elogios. Para um começo de carreira, acho que está no caminho certo. Ela fez um livro onde todos imaginam como será o final (como em todo romance) e nos surpreende fazendo o contrário. Ela queria passar a essência de um drama adolescente e conseguiu! Parabéns a autora.

Se querem um livro pra distrair a cabeça em umas poucas horinhas que você teria livre, aproveitem esta leitura.
comentários(0)comente



Adriane Rod 20/07/2013

SINOPSE

Após se encontrarem de forma curiosa, Cecília Helena e Pedro Antônio despertavam interesse mútuo. Enquanto o sentimento desconhecido ia crescendo, ela indagava se os diversos acontecimentos eram pistas do destino, ou coincidências da ilusão. A única certeza era de que se tratava de um ódio desejoso ou desejo odioso.


COMENTÁRIOS

A maioria das pessoas já teve a infelicidade de viver romance complicado, daqueles que duram anos em uma história totalmente enrolada, incerta e confusa; que te prende a uma pessoa que não vale a pena e que, ainda por cima, te faz perder caras fantásticos.

Bem, essa é mais ou menos a história de Cecília e Pedro que não chegaram a namorar, mas tiveram um rolo que durou 6 anos, entre muitas idas e vindas. A distância, nessa história, teve um papel importante para o desastre desse possível relacionamento, já que ambos faziam faculdade em estados diferentes, ela em São Paulo e ele em Minas Gerais – embora fossem da mesma cidade natal.


“E os dois ficaram naquele desejo odioso e ódio desejoso por um bom tempo. Num momento, Pedro a provocava com alguma brincadeira, e Cecília caía na dele; no outro, ela é que brincava.”


A história toda é narrada na terceira pessoa e tem uma leitura muito fácil e rápida. Os capítulos são curtíssimos possibilitando à leitura uma fluidez deliciosa, o enredo é fantástico e super divertido. Cecília é divertida.

A construção dos personagens é bem-sucedida e te faz criar a imagem de cada um em sua mente enquanto a leitura flui. Há diversos personagens e alguns entram e saem com tanta rapidez que isso me confundiu um pouco, mas isso é culta da Cecília que vez ou outra estava de papinho com um carinha novo e me deixava atrapalha – eu tenho um sério problema de gravar nomes.


“Em seu Facebook, publicou: ‘Quando os valores não se cruzam, as vidas também acabam se descruzando.’”


Cecília é super animada, feliz, divertidíssima e tem um “dom” interessante: ela adora colocar apelido nos carinhas. Exemplos: careca, barqueiro, muskito, xixalada e tinha o diabo, o professor, “porque com ele o negócio era feio.” É uma garota cheia de vida, de amigos e que adora se divertir. Já Pedro é um cara chato e eu o achei um OGRO em diversas partes da história. O cara não sabe se portar ao lado de uma garota, não sabe ser gentil nem ser sincero e é o tipo de rapaz que merece ficar sozinho para sempre. Odiei o cara e não sei o que a Cecília viu nele. Pronto, falei!

Como falei, há muitos outros personagens e eu quero citar o nome de algumas amigas da Ceci que eu queria que fossem minhas também: Anelise e Júlia. Adorei essas garotas, são animadas que nem a Ceci e sabem se divertir juntas. Em um determinado passeio das três eu fui invadida por um desejo enorme de estar lá com elas.


“Ceci diz: eu sei q nao devia...
Pedro diz: nao sei oq t dizer, se devia ou nao
Pedro diz: Tb to com sdd d vc”


O livro é lindo, mas não curti muita a capa. Só achei que a história merecia uma capa mais marcante porque a capa te faz imaginar um livro meloso, mas ele não te mela tanto assim, pelo contrário, é divertido (e eu não me canso de dizer isso) e tem um final muito surpreendente. Enfim... Nada que uma segunda edição não resolva.

Outra coisa que gostei muito no livro, é que os personagens são ligados nas redes sociais e no decorrer da história você vê a transição Badoo-Orkut-MSN-Facebook acontecer e muitas das conversas tidas por Cecília e Pedro acontecem pela internet. Os diálogos são apresentados e a grafia aparece exatamente como é possível encontrar nessas conversas totalmente informações, as flas sao sem pontuacao ñ obedeci o portg e as vzs vc ñ entendi as kois direit. Uma ideia fantástica apresentar essa interação entre os personagens do jeito que acontecem, afinal, todo mundo que é ligado na internet escreve ou já escreveu assim.


MSN
“Às vezes, colocava um subnick, direcionado a Pedro; algo do tipo: ‘Reminiscências...’, e via que ele mudava o Nick para algo parecido: ‘Aqui tbm...’. Ou ela digitava: ‘Praia amanhã’; e ele, ‘Minas não tem mar.’ (...) E assim, conversavam indiretamente, por subnicks.”


O final da história é totalmente inesperado – foi para mim – e eu fiquei com aquela sensação de que a autora não só escreveu a história, mas vivenciou partes dela. Será????? Adorei a volta por cima que a Cecília deu em sua história e foi um exemplo de superação. Me identifiquei muito com essa garota.

“Ceci diz: td bem, mas as vezes eu fico pensando o q vc realmente quer
Pedro diz: quero oqueeee?
Ceci diz: nada, nada
Pedro diz: Ahhhhhhhhhhhhh Ceciloveeeeeeeeee”


O QUE EU ACHEI?
Ameeei o livro e se você, querido leitor, gosta de história divertidas, diferentes e nada clichês, esse livro PRECISA ir para a sua estante.

Super-recomendo!

Esse poema aparece no livro e tem TUDO a ver com a história:

“Se for agora, não será depois;
Se não for depois, será agora;
Se não for agora, será qualquer hora.
Estar preparado é tudo.
- William Shakespeare”


Resenha publicada originalmente no blog Pseudônimo Literário.

site: http://pseudonimoliterario.blogspot.com.br/2013/07/resenha-destino-ou-ilusao.html
comentários(0)comente



Luciana 26/07/2013

Resenha publicada em http://cheirinhodolivro.blogspot.com.br/
O livro retrata a história de Cecília, uma jovem de 15 anos que namora Juca, um rapaz muito ciumento. Cecília conhece Pedro Antônio e passa a se comunicar com ele através de longas e corriqueiras conversas virtuais, por Orkut e Msn. Juca passa a sentir ciúmes de Pedro até que os dois começam a trocar ofensas na rede social. Cecilia então, a pedido de Juca, se afasta de Pedro...temporariamente. Após algum tempo, o namoro de Cecília e Juca chega ao fim e ela resolve sair com Pedro e percebe que na realidade o rapaz é mal educado e imbecil. Bom, pelo menos eu percebi isso.

A trama se desenvolve ao redor do sentimento indecifrável que Cecília tem por Pedro Antônio e vice-versa.
Sabe aquela pessoa com quem você fica, mas que não é propriamente um relacionamento sério apesar de seus pais e amigos saberem, dura anos e depois de um tempo você já não sabe se está nessa relação por conveniência ou se aquilo envolve sentimento, se engata ou termina de vez? Se é Destino ou Ilusão? É justamente essa a relação que Cecília tem com Pedro ao longo do livro. Ela conhece outros rapazes e chega a ter outros relacionamentos mas Pedro está sempre em seu caminho.

Particularmente não gostei do Pedro Antônio e fiquei me perguntando se quando a Cecília o conheceu e conversou durante tempos e tempos com ele através do MSN e do Orkut, não deu pra perceber que aquele cara era um chato. No início, dei um desconto para esse fato por conta de ela ter só 15 anos. Mas os anos vão se passando e Cecília acaba sempre descartando rapazes legais, sem nem saber o porquê de sua própria atitude e voltando para Pedro. Em um momento, a própria personagem cita que precisa parar de boicotar seus sentimentos. Concordo plenamente!

Senti falta desse amadurecimento emocional por parte de Cecília e do fato de ela agir exatamente da mesma maneira, dos 15 aos 21 anos, sem nunca aprender com os erros do passado mas não podemos esquecer que existem sim, muitas Cecílias e Pedros por aí. Inclusive, pela precisão de detalhes, tive a impressão de que o livro é baseado em uma história real.

Esse é o tipo de livro que você sente vontade de conversar com a personagem e dizer "Nãoooo, não cai nessa!!!". Por isso, mesmo após a leitura, continuo torcendo para que Cecília pare de boicotar seus sentimentos, amadureça e encontre um homem que realmente valha a pena. Porque esse Pedro aí...é só ilusão. rs
comentários(0)comente



Universo dos Le 13/08/2013

Um pouco da história:

Tudo começa quando Cecília (ou Ceci) precisa ir ao médico em razão de um gripe forte e, enquanto aguarda pelo atendimento, vê Pedro, um garoto da sua escola que nunca havia chamado a sua atenção. Porém, sem razão aparente, naquele momento eles trocam um olhar intenso, firme e impactante, que deixa a garota confusa e sem graça, afinal, ela namora Juca.

A partir daquele encontro Ceci e Pedro começam a conversar com frequência e o vínculo entre eles se torna cada vez mais intenso. Em meio a esse contexto, o relacionamento dela e de Juca se torna insuportável e chega ao fim, mas nesse período, Pedro estava nos Estados Unidos. Quando ele retorna da viagem e os dois conseguem um encontro, todas as expectativas de Ceci vão por água baixo e ela resolve se afastar daquele garoto que por tanto tempo idealizou.

A vida deles toma rumos diferentes: ela vai para São Paulo e ele para Minas Gerais, ela se envolve com outros garotos e vive novas experiências, mas está sempre confusa em relação aos sentimentos e desejos pelo garoto.

Acontece, que com todas as mudanças, um único motivo os une: o fato de serem da mesma cidade do interior e se encontrarem por lá nas férias e feriados. Os encontros por muito tempo permanecem estranhos, um sem jeito com o outro, o que faz com que eles mal se cumprimentam. No entanto, um dia, Pedro retorna o contato e eles começam um jogo de atração e ódio que os cerca por um longo tempo, até que uma decisão precisa ser tomada de forma definitiva.

Nossas impressões:

Como sempre menciono aqui no blog, gostar ou não de um livro envolve vários fatores: alguns diretamente ligados à narrativa e outros que se relacionam com as diversas fases que passamos na vida. Já repararam que algumas vezes lemos uma história e amamos e, um tempo depois, relemos e percebemos que não é aquilo tudo? Pois é!

Acerca da "fase", confesso que atualmente estou buscando histórias que me permitem refletir, questionar e duvidar do que eu sei e que acredito. Quero narrativas inquietantes e que me prendem não só pela leveza ou pelo encanto dos personagens, mas sim pelos pontos complexos, controversos e possivelmente sem resposta que apresentam. Acredito que esse fator (não isolado, mas somado a outros) contribuiu muito para a minha opinião sobre esse livro.

No que se refere especificamente à história, admito que não me senti envolvida. Apesar de apresentar apresentar um ideia central interessante, a escritora narrou todos os fatos com muita rapidez e optou por capítulos curtos (em média de 2 a 4 páginas), o que não permitiu uma real aproximação com os personagens. Eles ficaram distantes e eu não consegui captar as suas razões ou a intensidade dos seus sentimentos.

Além disso, grande parte da narrativa se dá por meio de conversas em redes sociais, entre elas Orkut, MSN, Twitter e Facebook, o que particularmente não me atrai. Primeiro porque como em regra esse tipo de diálogo é superficial, o que impede a solidez da história, segundo porque se torna cansativo e até mesmo repetitivo. Vou colocar uma página do livro para exemplificar:


Ainda sobre a narrativa, além do excesso de informalidade em razão da forma de diálogo travada entre os personagens, a edição deixou passar alguns erros de pontuação.

Outra questão que merece ser pontuada está relacionada ao amadurecimento da personagem central: Cecília tem 15 anos quando a história começa. Ela conclui o segundo grau, muda de cidade para fazer faculdade e faz um intercâmbio, o que pressupõe inúmeros amadurecimentos. Porém, os seus pensamentos em relação a Pedro e até mesmo as conversas que tem com o garoto continuam no mesmo nível de quando ela o conheceu, o que de certa forma é incoerente. Não quero dizer que temos que amadurecer de uma vez em todos os pontos, mas pelo menos alguma coisa na nossa forma de enxergar a vida muda e, no caso do livro, nem a forma dela se comunicar (ou se expressar) mudou.

Bom, em meio a tudo isso, preciso mencionar alguns diferenciais válidos:

- Cecília é alegre, vê a vida de forma positiva e mesmo diante dos problemas nos inúmeros relacionamentos que tem, não se sente complexada, inferior ou deprimida;

- ela não larga todos os seus planos e projetos de vida para correr atrás do relacionamento dos sonhos;

- o garoto que "idealiza" não é perfeito, lindo, rico, cavalheiro e super romântico;

- o final não é previsível e permite duas conclusões interessantes: 1) na vida nem sempre os nossos desejos correspondem às nossas melhores escolhas; 2) amor e atração são figuras diferentes e que não devem ser confundidas.

Por fim, a leitura é leve e rápida (li em poucas horas), a capa é linda e a contracapa mais linda ainda.

site: http://universodosleitores.blogspot.com.br/2013/08/destino-ou-ilusao-de-barbara-conte.html
comentários(0)comente



Kelinha 21/08/2013

Resenha - Destino ou Ilusão - Blog Livros e Marshmallows
Resenha: Destino ou Ilusão nos apresenta a história de Cecília Helena, uma jovem de 15 anos, bonita e muito simpática. Cecília namora um jovem ciumento chamado Juca. Em um dia não muito bom pra Cecília no qual ela se encontra com uma gripe forte, ela resolve ir ao médico com sua mãe e no consultório Cecília reconhece Pedro Antonio. Um garoto da sua escola, mas que nunca tinha chamado a sua atenção. E naquele momento houve uma intensa troca de olhares, deixando Cecília sem graça e muito curiosa a respeito de Pedro Antonio. E para a sua surpresa ela o encontra nas redes sociais: Orkut e MSN. Uma amizade começa a surgir e isso provoca muita raiva em Juca, seu atual namorado. Com o passar do tempo o namoro de Cecília e Juca foi se desgastando até chegar ao término e isso faz com que ela se aproxime cada vez mais de Pedro. E esse relacionamento é um Destino ou uma Ilusão?

A história é contada na terceira pessoa, com uma narrativa muito gostosa, leve e envolvente. Li o livro em uma tarde. Todos os capítulos são bem curtinhos facilitando ainda mais a leitura. Eu confesso que me surpreendi bastante, pois imaginava um livro adulto, com muito romance e um pouco de conteúdo hot. Me enganei completamente. Ele é um livro pra adolescentes e jovens. Acredito que o que fez eu pensar assim foi a capa do livro (puramente adulta). Não gostei muito da capa pois achei que não tem nada haver com a história; a capa nos passa uma impressão muito diferente.

A autora teve muita criatividade na criação dos personagens e no conteúdo em si. Gostei da protagonista Cecília e por muitos momentos me vi passando pela mesma situação que ela, e tomando as mesmas decisões que ela tomou. Achei super interessante a forma em que a autora explorou e usou as redes sociais (msn, orkut, facebook); hoje vivemos no mundo do facebook. Ela conseguiu acompanhar as datas de todas as épocas sem cometer nenhum erro. Usou na história o msn e o orkut no tempo certo em que eles eram usados. Muito bom!

Fiquei pensando por um momento no final do livro, e cheguei até pensar que o livro fosse baseado em fatos reais da autora, até fiz esta pergunta a ela. Mas não! O livro não é uma história real e sim fictícia. Gostaria muito que tivesse uma continuação, mas pelo o que sei a autora está trabalhando em um outro livro. E Destino ou Ilusão deixará um pouquinho de saudades.

Não encontrei erros de português, se tinha eles passaram muito desapercebidos que nem deu pra notar. Apenas torno a dizer que não curto as páginas brancas, mas a diagramação do livro estava ótima.

O livro é muito bom!! Recomendo a leitura, pois eu gostei bastante. E espero que vocês também venham gostar.

Quotes que eu mais gostei:

"É um daqueles momentos marcantes que agente nunca imagina que serão importantes. Quando paramos para pensar, eles não saíram da memória, pois são, efetivamente, importantes."

"Quando os valores não se cruzam, as vidas também acabam se descruzando".


site: http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2