A Felicidade

A Felicidade Richard Paul Evans




Resenhas - A Felicidade


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Paula 13/12/2020

Felicidade?
O título deveria ser a tristeza, procurei a felicidade no livro todo e não encontrei.
comentários(0)comente



Raquel.Silva 19/10/2020

Amei cada minuto
Os livros sao tão perfeitinhos, faz pensar, inspirar e perceber como a vida é fragil.
comentários(0)comente



Raquel.Euphrasio 16/06/2017

A caminhada continua ensinando ao protagonista e a nos leitores, mas não curti muito esse final aberto. Será q tem mais livro e eu que não estou sabendo?
comentários(0)comente



Silvia 25/05/2016

Amei o livro. Uma história simples e deliciosa de ler.
Alan perdeu sua esposa e ao mesmo tempo foi roubado pelo sócio, perdeu a casa e os carros. Alan decide atravessar o país a pé desde Seattle até Key West. Uma longa caminhada de auto conhecimento e a força do perdão e do amor. Estou querendo pegar uma mochila e sair andando sem rumo até me encontrar.
Leitura fabulosa, recomendo!
comentários(0)comente



Bruna 12/02/2016

A felicidade
O último volume da série caminhos é absurdamente emocionante.
Na continuação da caminhada de Alan Christoffersen, o mesmo é surpreendido por um fantasma de seu passado.
Esse fantasma é Pamela, a mãe de McKale, que o procura em busca de uma conversa. Alan se lembra de sua infância e da jovem McKale, cuja mãe abandonou com o pai ao partir com outro homem.
Pela dor e mágoa que sua amada e falecida esposa sentia pela mãe, Alan resolver simplesmente ignorar e continuar em sua jornada, mas é surpreendido uma vez que Pamela, simplesmente e segue, e lhe implora pra ser ouvida.
Contudo Alan é irredutível e não dá atenção a mesma.
Quando ela simplesmente perde completamente as forças e cai diante dos olhos de Alan, o coração humano fala mais alto e ele corre ao seu encontro para lhe prestar socorro.
A condição imposta pela mesma é que ele a ouça.
O trecho mais emocionante do livro, é durante “a conversa”. Pamela foi atrás de Alan para obter o seu perdão por McKale, uma vez que eles se amavam tanto que se tornaram um só. Logo, se ela tivesse o perdão por parte de seu genro, entenderia que era como se sua filha a estivesse perdoando.
E depois de uma linda reconciliação, Alan resolve continuar sua jornada.
Ambos os livros contam muito sobre a história americana, que é fantástica e nos deixa curiosos à conhecer os locais por onde Alan caminhou pelo livro.
Outro momento marcante é quando Alan se sente mal e é socorrido a beira da estrada por um senhor chamado Leszek, que o abriga até que o mesmo se recupere.
Leszek têm uma conversa muito linda com Alan acerca do perdão.
A jornada continua e Alan passa por algumas pessoas, e segue marcando a história destas bem como elas marcam a sua.
Mas a reviravolta se dá bem no final do livro, onde o mesmo é hospitalizado e ao acordar encontra com a sua amiga de todos os momentos Falene.
Ao entrar no quarto Alan percebe que tem alguma coisa errada.
Alan foi diagnosticado com um tumor, o que o deixa confuso diante das circunstâncias.
O Epílogo é lindo e nos leva a uma reflexão de como levamos a vida. De como a graça da vida ocorre nas coisas simples.

site: http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/2014/08/resenha-felicidade-richard-paul-evans.html
comentários(0)comente



Lilly 15/06/2015

NÃO RECOMENDO
A história começou boa ,pelo menos os dois primeiros livros,foram ótimos,esse começou bem,mais o final acabou com o livro. Alguém me explica como o próximo pode encontrar a felicidade descobrindo que tem um tumor cerebral? terminei o livro com várias perguntas ,será que o tumor e benigmo ou maligno? Será que Alan morre e se encontra com McKale?
Eu senti um buraco no livro, como se ele não tivesse terminado,ou simplesmente perdeu um pouco de criatividade. Espero que o próximo livro que eu ler dele , ele não erre a mão.
comentários(0)comente



S. Entre Amigas 14/10/2013

'Uma história de esperança e superação que nos transporta ao real sentido da vida.'
Em A FELICIDADE Alan está de volta a estrada depois de quase 5 meses se recuperando das facadas que sofreu em um assalto, sua caminhada já está quase na metade, mas ele ainda tem muito caminho a percorrer. Alan sente ainda mais falta de sua amada McKale, e isso o motiva a ir cada vez mais longe. O que ele não esperava era encontrar, em meio a tanto asfalto, uma perseguidora. Pamela, mãe de McKale o persegue em busca de algo que, nesse momento, apenas ele pode dar-lhe. O problema é que Alan detesta-a pelo que ela fez McKale passar no passado.

Como sempre, Alan encontra diversas pessoas ao longo do seu caminho, e a maioria dela traz lições de vida surpreendentes, tanto para ele quanto para os leitores. Em A FELICIDADE estamos cara a cara com o poder do perdão - diversas vezes, superação, amizade, companheirismo. Ao meu ver, toda a série é um grande espetáculo no quesito lições de vida.

Diferentemente dos primeiros livros da série, esse volume tem uma narrativa mais lenta e conta com maiores detalhes dos lugares que ele passou. Isso me fez degustar ainda mais o livro e querer desejar refazer toda a caminhada dele. Mas em certos momentos essa narrativa acabou me cansando, principalmente por eu já estar acostumada com a fluidez dos dois primeiros livros.

Dessa vez Alan encontra bem mais pessoas diferentes e tão parecidas dentre si. Por um momento achei que o livro não teria nada de interessante, seria apenas um diário de viagem dele. Mas o final veio para bombardear e nos deixar mortos de ansiedade pelo quarto livro, afinal a caminhada a Key West ainda é longa, mas Alan já não sabe se poderá terminá-la. Suspense? Só devo lhes informar: preparem-se, pois apesar do livro em si não conter fortes emoções ao decorrer da página, o final é a cena mais emocionante que eu já li na minha vida.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8