Once Upon a Winter

Once Upon a Winter's Eve Tessa Dare




Resenhas - Once Upon a Winter's Eve


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Silvana Barbosa 11/06/2016

Era uma vez na vépera do inverno
História curtinha e rápida , que faz parte da série Spindle Cove .
Nesta aqui a solteirona da vez é Violet , que havia sofrido uma decepção amorosa cerca de um ano antes .
O homem a quem ela amava por anos , seu vizinho Christian , enfim a havia procurado .
Mas ao dia seguinte de um encontro romântico , partiu , deixando-lhe um mero bilhete de despedida . Violet , desiludida com a falta de consideração , refugiou-se na vila famosa por receber moças da sociedade que estão um pouquinho fora dos padrões . Agora , meses depois de seu doloroso rompimento , e já refeita da situação , a jovem está prestes a voltar para Londres , para uma nova temporada , onde deverá esquecer definitivamente seu grande amor , e conseguir um marido .
E é na festa de despedida da cidade , em pleno Natal , com a chegada de um estranho por via marítima , que a vida de Violet tem uma guinada , mais uma vez . Quem será este estrangeiro ? E porque , dentre tantas damas no salão , foi justamente aos seus pés que deixou-se cair , em estado de penúria e sofrimento ?
Cris Paiva 11/06/2016minha estante
Será que vão publicar?


Silvana Barbosa 11/06/2016minha estante
Não sei... é um conto tão curto que talvez nem compense imprimir e vender . Talvez disponibilizem como livro digital gratuito , como a Arqueiro fez com o casamento Hathaway .




LuizaSH 24/09/2016

Esta história é um conto que faz parte da série Spindle Cove. Esse formato de conto é mais curto que um livro propriamente dito.
Aqui, a mocinha da vez é Violet Winterbottom, uma das hóspedes do vilarejo, que foi se refugiar por lá depois de sofrer uma decepção amorosa há um ano, quando o cara por quem ela sempre foi apaixonada, e para quem se entregou, simplesmente sumiu sem dar praticamente nenhuma explicação.
Durante o baile de natal na propriedade de Sir Lewis Finch, pai de Susanna - mocinha do primeiro livro da série -, um estranho entra no salão, vai em direção a Violet e cai ao seus pés, ferido e sujo de sangue. Aos poucos o homem fala algumas palavras, mas em um idioma um pouco desconhecido, mas Violet é fluente em diversos idiomas, e somente ela consegue entender o que o estranho fala.
O que ela não esperava era a revelação da identidade do homem e todos os mistérios a serem resolvidos depois de tal revelação.
A história é rápida, curta, mas bem boa. E novamente traz como plano de fundo, além do vilarejo de Spindle Cove, a guerra napoleônica, soldados, exército. É uma história leve, mas bem legal mesmo. Pena que curtinha né? Contos são legais, mas livros são melhores. Se bem que às vezes tem uns livros que a história é tão enrolada que bem poderiam ser enxugados em um conto, kkkkk. Enfim.
comentários(0)comente



Suelen Mattos 21/12/2016

Uma novela da série Spindle Cove

Aqui descobrimos o segredo de Violet, bem como o motivo dela ter ido para Spindle Cove. E também conhecemos um homem misterioso, que invade a festa de natal e cai — literalmente — aos pés dela. Eles só têm até o amanhecer para esclarecerem as coisas, pois Violet é a única que parece entender o idioma que o homem fala e ela irá partir no dia seguinte. Tudo se passa da noite pro dia, mas ação é o que não falta aqui. E, claro, romance também não.

Essa é uma história curta, mas que é uma graça. E é legal lê-la para entender um pouco melhor o que se passa entre os livros 1, 2 e 3. Há um detalhe sobre o que realmente aconteceu na noite de natal que só dá pra saber lendo essa história aqui, porque os protagonistas são os únicos que sabem disso, por isso é improvável que o fato real seja mencionado nos outros livros. Muito mais que recomendado!



Quer ler a resenha completa e ver a relação dos livros dessa série??? Então visite o blog ROMANTIC GIRL:

site: http://su-romanticgirl.blogspot.com.br/2016/12/tessa-dare-once-upon-winters-eve.html
Cris Paiva 21/12/2016minha estante
Uia!!! Onde eu arrumo esse livro?


Joyce Oliveira 21/12/2016minha estante
A Gutemberg vai lançar?


Prisciane.Lopes 21/12/2016minha estante
Série histórica.... amo


Suelen Mattos 21/12/2016minha estante
Cris, eu li em inglês.

Joyce, não sei dizer. Eu tinha ouvido falar que eles pretendiam lançar todos os contos da série, mas pularam esse (que é o 1.5) e foram direto pro "A Bela e o Ferreiro" (que é o 3.5). Espero que lancem um dia, sim.

Prisciane, a série é ótima, eu tô amando cada livro. Mal posso esperar para a editora lançar os outros.


Cris Paiva 21/12/2016minha estante
Vou procurar por ai Suelen, obrigada!


Prisciane.Lopes 21/12/2016minha estante
Tem em português....?


Joyce Oliveira 21/12/2016minha estante
É, tem em português?


Joyce Oliveira 21/12/2016minha estante
Quem é a Violet msm? kkk


Renata 21/12/2016minha estante
Ai amo esse serie! Espero que eles lancem também :)


Suelen Mattos 22/12/2016minha estante
Prisciane, Joyce, não sei dizer se tem em português. Publicado aqui, oficialmente, não foi.
Joyce, a Violet aparece no livro 1, bem reservada, ninguém sabe muito bem o motivo dela ter ido para Spindle Cove. E citam ela no livro 3, falando justamente sobre o que acontece nesse conto.




Juliana Dias 22/07/2017

*2,5
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 10/07/2018

Originalmente postada em https://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Once Upon a Winter’s Eve é um conto que se passa depois dos acontecimentos de Uma Noite Para Se Entregar. O conto com dez capítulos tem como foco Violet Winterbottom. Não vou mentir que eu nem lembrava da garota no livro anterior, mas no fim das contas eu acabei curtindo e muito o conto.

Violet foi passar uma temporada em Spindle Cove por causa d’O Desapontamento, que é como ela nomeia um acontecimento em sua vida que a magoou bastante. (Nem precisa dizer que tem um macho envolvido na história, né pessoas?) Durante um baile de Natal, um estranho aparece no meio da comemoração e cai aos pés da lady. Passado o susto inicial, Violet não tira da cabeça o quanto o estranho praticamente moribundo nos seus pés lembra muito a pessoa que foi responsável pela sua ida a Spindle Cove. E ali era só o começo de várias emoções durante a noite.

Como falei no começo, eu nem lembrava quem era Violet na fila do pão de Spindle Cove, o que achei até um ponto positivo. Não se sabe como era a Violet antes d’O Desapontamento, mas a Violet de agora é uma mulher segura de si e determinada a não deixar o seu passado influenciar no seu futuro. Mas é aquela.. O passado sempre volta pra atormentar. Nesse caso, reparar seus erros.

O tal estranho moribundo não é nada menos que Christian Pierce, aka O Desapontamento. Confesso que achei a desculpa dele um tanto esfarrapada, apesar de sua profissão, mas vemos que ele realmente ama Violet e sente muito pelo tanto que a fez sofrer. Entretanto, não pense que Violet o perdoou assim de uma hora pra outra. OK que dá pra pensar que realmente ela perdoou ele muito fácil, visto que o conto se passa em uma noite. Mas nessa uma noite, Christian teve que provar e muito que era merecedor do amor de Violet e seu perdão.

Durante a leitura do conto, eu só lembrava da frase “Nada de bom acontece depois das duas da manhã”, dita pelo Ted várias vezes durante How I Met Your Mother. Realmente nada de bom acontece mesmo. Nesse caso, aconteceu tanta coisa, com direito a assassinato de uma manequim até pistolas apontadas para cavalheiros.

Não sei por que a Gutenberg não lançou esse conto. Li em algumas resenhas que os acontecimentos desse conto são citados nos outros livros, então para melhor entendimento teria sido melhor que o conto fosse lido. Mas, como querer ir not power, ainda bem que as histórias de romance de época são independentes e somente se interligam através dos personagens que vão aparecendo nos livros.

Once Upon a Winter’s Eve é um conto divertido, envolvente e com aventuras que você nunca iria imaginar que aconteceria em uma comunidade como Spindle Cove.

site: http://balaiodebabados.blogspot.com/2018/07/resenha-295-once-upon-a-winters-eve.html
Andrea 21/09/2018minha estante
undefined




Amy 03/08/2018

Bemmm curtinho
História bem breve com a mesma receita dos livros da autora, mas com um Q de suspense. Numa noite de baile, última noite de Violet em Spindle Cove um estranho ensanguentado aparece e rasteja até ela proferindo palavras em uma língua estranha, ela como é versada em vários idiomas se propõem a traduzir o que o estranho diz e julgar se ele é um espião contra a Inglaterra, mas Violet tem seus sentimentos envolvidos por que ela tem a impressão de que já conhece o estranho, ela acha que o humilde homem a sua frente é o nobre que a seduziu e desapareceu a alguns anos. A partir daí se desenrola toda uma história de que se o homem é ou não Christian, quais são suas intensões e como a mocinha vai lidar com seus traumas antigos. Foi muito curto pra eu me sentir tão envolvida, mas foi fofo, principalmente o final.
comentários(0)comente



Nati 03/09/2019

"Language was a vast, complicated tapestry. The key to communication was finding a common thread."
Ai, Spindle Cove, como eu estava com saudades! Porém, não se se foi o melhor momento para voltar para esse universo, ou pelo menos o melhor livro. Eu absolutamente AMEI a Violet como protagonista - apesar do que ela passou, ela evoluiu para se tornar uma mulher forte, determinada e confiante e isso fica claro ao longo do livro. Só que o par romântico, o Christian, é um BABACA de marca maior. Pelo que ele causou à Violet, ele deveria ter passado as 100 e poucas páginas desse conto se arrastando e implorando perdão à ela, mas não só ele foi egoísta o suficiente para colocá-la em risco, como tentou fazer a mesma coisa novamente (mesmo tendo dito que percebeu o erro que cometeu e estava arrependido), E FOI PERDOADO FACILMENTE! A raiva que eu fiquei foi tão grande que nem consegui aproveitar direito o resto da história.

Esse é o livro da Tessa que tem mais clichês ruins do gênero de romance, cheio de discursos e falas melodramáticas que pareciam saídas de uma novela mexicana ruim, e com a pior cena hot de todas - super sem química e foi escrita de uma forma que também parecia saída de um daqueles livros hot super trash, nada igual ao que a Tessa costuma escrever. O fato de não estar envolvida com o casal também ajudou a não gostar dessas cenas.

No fim, a impressão que ficou é que a Violet merecia muito mais.
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7