A Profecia

A Profecia M. K. Hume




Resenhas - A Profecia


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Bells 18/08/2020

Resenha: Merlin - a profecia
Gostei bastante do livro. Nunca li nada falando sobre a lenda de Merlin e Arthur, mas já assistir alguns filmes e séries e sempre nos apresenta um Merlin com poderes mágicos, e o que conhecemos aqui é diferente disso.

Começamos conhecendo o passado sobre o nascimento de Merlin e depois, todos os esteriótipos com os quais ele teve que conviver na vida devido a esse passado, sendo que ele nem mesmo tinha uma grande compreensão disso. "Filho do demônio" é como o chamavam.

Ele era uma criança sem amigos, não sendo muito bem aceita e tendo que lidar desde sempre com muitos esteriótipos e discriminação. Tinha um apego muito grande com sua avós,que o amava. Ele também se tornou um estudioso, que o levou a iniciar sua caminhada como curadeiro.

Até agora estou gostando da forma como a autora imagina Merlin, não um grande 'mago', mas alguém que investigava as coisas e analisava considerando os aspectos perceptíveis, como um estudioso, um 'cientista', e não alguém que usa da magia para alcançar metas e grandes feitos.
comentários(0)comente



Tsukina 04/05/2020

Uma história interesse
Gente, mas Merlin sofreu tanto, não sabia disso, queria ver ele com poderes, mas parece que só no próximo livro, achei interessante a história, um bom passa tempo.
comentários(0)comente



nicolesanttos 10/04/2019

De profecias não se constroem uma boa narrativa
A premissa do livro é trazer a história de Merlin desde sua concepção, até sua juventude. É visível que a autora se esforçou para procurar e delimitar as famílias e as lendas existentes; existe todo um trabalho de pesquisa histórica no livro que é louvável.
Porém a narrativa é lenta, demais, fazendo com que os momentos de ação sejam tão "sem vida" quanto os momentos em que eles estão andando de cavalo, por exemplo. Não consegui criar vínculo com nenhum personagem, o que me faz desistir da série em seu primeiro volume.
comentários(0)comente



SIMBRAS 31/10/2018

Ótimo início para Merlin
Li muitos livros que citam este personagem icônico em meio às histórias. No entanto, essa é a primeira vez que leio sobre suas origens, e digo que fiquei entusiasmado com que essa trilogia pode trazer. Neste primeiro volume, conhecemos a trajetória do ainda jovem Merlin, de sua ânsia por conhecimentos, e pelo futuro que se espera dele. Merlin surge, em uma era de trevas, onde reis cruéis e gananciosos, traziam morte por onde passavam, seus filhos os traiam ou conspiravam pelo seu poder.
comentários(0)comente



Saga Literária 03/08/2015

Surpreendente
Merlin - A Profecia;

Obra escrita pela australiana M. K. Hume, é uma obra surpreendente, traz uma visão nova sobre Merlin, este primeiro volume da trilogia aborda a concepção, o nascimento de Merlin, sua infância e adolescência, neste livro o personagem é chamado de Myrddion Merlinus, torna-se um jovem curandeiro, é ávido por aprender, seja dos conhecimentos de diversas fontes da medicina, curandeirismo ou mesmo dos idiomas falados no mundo até então conhecido.

Merlin é um bastardo, sofre muitas dificuldades em sua infância e adolescência por tal condição, trata-se de um livro ambientado na idade média, na verdade na alta idade média, remonta ao século V, onde os Celtas estão em declínio na ilha da bretanha, mostra o início da invasão saxão e também o domínio de parte da ilha por Ambrósio e seu irmão Uther, descendentes do imperador Constantino III ou seja romanos.

É um livro com intrigas, misticismo, crendices populares, guerras e também com heróis lendários, nos traz os momentos em que Merlin é um profeta, com descrições das suas visões.

É um livro que surpreende, que prende a atenção e detalha muito bem a sociedade medieval do século V.
Saga Literária 21/10/2015minha estante
www.facebook.com/asagaliteraria


Saga Literária 05/11/2015minha estante
Venham conferir essa e outras resenhas em: http://www.sagaliteraria.com.br/




Loopzig 31/07/2014

Um novo Merlin
A visão de M. K. Hume sobre Merlin é surpreendente e inovadora. Sem dúvida de todas as versões que ja li ou vi do famoso mago essa me seduziu consideravelmente.
comentários(0)comente



fsoliveira 17/01/2014

É um livro um tando difícil de se ler, pra quem não esta acostumado com este tipo de leitura, talvez não entenda as primeiras páginas, é o primeiro livro da trilogia, ainda com muita introdução, mesmo grande parte dela sendo necessária para a compreensão da obra. a história se desenvolve mesmo a partir do meio do livro, o personagem principal é cativante, uma criança rejeitada pela mãe ao nascer, a sociedade o temia, porém era um garoto extremamente inteligente, além de alguns outros dons, como o da profecia além de sua sede por conhecimento.
O livro descreve com clareza a maioria dos personagens, que torna fácil a vizualizar dos mesmos durante a leitura, o mesmo acontece com os lugares, com o clima e os animais.
Vale a pena deixar registrado que o livro, retrata grande parte da história das guerras que envolveram o processo de conquista das terras britânicas pelos saxões, rico em contexto histórico, o autor consegue descrever em detalhes as batalhas, ocorridas dentro deste tema.
Não possui muita fantasia, o personagem principal é mais um estudioso com uma sede de entusiasta por conhecimento do que um mago em si.
A obra tem um desfecho previsível e ainda deixa um fio de curiosidade para a leitura do próximo volume. Vale a pena ler!
comentários(0)comente



Ju 07/11/2013

A Profecia
A história de A Profecia começa antes do nascimento de Merlin, que é chamado neste livro de Myrddion Merlinus. A autora conta como era a vida da mãe dele, faz a gente se envolver com a criança que ela era aos 12 anos, e aí nos faz acompanhar seu sofrimento. Ela não consegue aceitar o filho, e é por causa dela que ele ganha o apelido de Semente do Demônio.

"- Nunca se esqueça, querido menino, de olhar abaixo da superfície e não julgar uma pessoa pelo que dizem. O que fazemos e o que somos é o que importa."

Embora Myrddion seja descendente direto de um rei, é um bastardo. Como se isso não bastasse, todas as pessoas de fora da família acreditam realmente que ele seja o filho de um demônio, e isso não torna a sua infância nem um pouco fácil.

"- Precisa ter cuidado, rapaz. O rancor é um acicate terrível para algumas pessoas, e elas fazem qualquer coisa para se vingar. Os outros não são necessariamente tão honestos como você nem têm os seus bons motivos."

Felizmente, Myrddion consegue não odiar o mundo. Ele é profundamente amado por sua avó, que o cria como se fosse seu filho. Super esperto, curioso e inteligente, sabe desde pequeno que precisa encontrar uma forma de ganhar a vida, já que não terá direito a nenhuma herança. Torna-se aprendiz de uma curandeira muito boa. Devido à educação recebida, acaba por ter muito a ensinar a ela, pois a mulher guardara por bastante tempo pergaminhos valiosos de estudiosos famosos - tesouros que pertenceram a seu mestre -, sem ter a menor ideia do que eles diziam.

O poder de Myrddion é sentido por muita gente desde o seu nascimento. Ele tem o dom da profecia, apesar de não conseguir controlá-lo. Mas não se enganem... a versão da autora de Merlin não tem praticamente nada do mago famoso. O mais próximo que ela chega disso é com as profecias que ele faz, porque seu lado curandeiro é completamente ligado à ciência. Ela optou por retratar o Merlin que se tornou conselheiro de reis, e isso começa a ser mostrado nesse volume. Na verdade, confesso que eu tinha esperanças da magia começar a aparecer nos próximos livros da série, mas no final de A Profecia encontramos algumas notas da autora que deixam claro que isso não vai acontecer.

Não gostei menos do livro por causa disso. Na verdade, gostei muito de conhecer mais sobre as lendas arthurianas. Nesse volume, Arthur ainda nem nasceu. E, para ser sincera, como eu sei quem serão os seus pais, nesse momento eu queria que ele nem nascesse... nem quero saber o que vai precisar acontecer para que ele chegue ao mundo, acho que não vai ser nada legal... :/

Em A Profecia, vemos vários reis lutando pelo poder. É bem irônico o lugar onde Myrddion acaba indo parar, mas não dá para falar sobre isso sem soltar spoilers. Ah!! O livro tem mapas e também alguns diagramas de batalhas. *-* Um detalhe que me conquistou de verdade, vocês sabem que amo ilustrações.

"A necessidade faz de todos os reis monstros."

Li quase 500 páginas em dois dias, a narrativa da autora me encantou. Claro que minha paixão por Merlin me ajudou a devorar o livro também... rs... Ele ainda está na adolescência no fim deste volume, mas já demostra sua sabedoria. Acredito que ainda vou me surpreender muito com essa trilogia. O segundo livro da série foi lançado no final de outubro, e espero poder resenhá-lo para vocês! =)

"- Como você é muito capaz, a vida vai tentá-lo; mas, se continuar fiel a si mesmo, nunca fracassará."

site: http://entrepalcoselivros.blogspot.com.br/2013/11/resenha-novo-seculo-profecia.html
Juh 08/11/2013minha estante
Nossa Ju esse livro me deixou fascinada, porque eu também amoo o Merlim, rsrs. Achei bem legal contar a história do nascimento/infância e juventude dele. E poxa que chato que não vai mostrar ele fazendo magia, seria super interessante. Mais na frente devem começar a falarem do Arthur, rs. Já add no skoob, pq eu preciiiiso ler esse livro!!

Beijos!


Leilane 08/11/2013minha estante
Por causa de As Brumas de Avalon, tenho preguiça de tudo que é arthuriano, ainda mais que não há magia nesse, acabou não despertando meu interesse, mas como sempre, sua resenha está excelente, Ju!
Beijos


Jess 08/11/2013minha estante
Por acaso esse livro tem haver com o seriado Merlin? Porque minha amiga ama esse seriado ela chorou quando acabou não sei qual temporada. Eu não gosto desse tipo de livro, gosto de um bom livro teen ou erotico qe envolva um bom romance


Cris 09/11/2013minha estante
Eu adoro este tipo de história, com lendas magias e batalhas. E também gosto quando o livro tem mapas pra gente se situar.


Thaís 09/11/2013minha estante
Quero ler esse livro Ju, sempre tive curiosidade para conhecer a história de Merlin, mesmo não sendo tão apaixonada que nem você por ele rs a história sempre nos mostra um lado que nós não conhecíamos, eu tinha ficado curiosa para saber sobre a magia, pena que a autora não vai falar sobre ela.. Ainda tenho muito o que aprender sobre Arthur e Merlin rs :)


Filipe Jonathan 26/12/2016minha estante
undefined




Gabs 22/09/2013

#Resenhas: Merlin – A Profecia (Blog O Heterônimo Gabrielário)
Minha estrofe favorita: “Sentado nas pedras, Myrddion esquecera a bola de pano no colo. Brilhantes como moedas de bronze, o sol cintilando em suas escamas, duas serpentes envolviam-se nos braços dele e beijavam o rosto do bebê com as línguas móveis. A criança bateu palmas, e Olwyn quase desmaiou de horror.”

O que dizer sobre o livro? Épico! Sou um amante de histórias sobre magia e etc, e quando eu vi esse livro na bienal eu não resisti. Ainda bem que não, senão eu teria perdido uma das histórias mais legais que já li! O jeito como a autora mistura lendas, história e uma pitada da própria imaginação num livro só é fantástico!

A história relata os principais acontecimentos dos 15 primeiros anos de Myrddion Merlinus, assim como a história de seu nascimento, episódio que o fez ser conhecido por toda Grã-Bretanha como Semente do Demônio. Rejeitado pela mãe, super protegido por sua vó, ignorado pelo bisavô e vivendo numa época de guerras entre celtas e saxões, Myrddion encontra na arte da cura o seu caminho.

Sua fama de Semente de Demônio e ótimo curandeiro é tanta que influência decisões de reis. Além de sua super inteligencia precoce, dons como o da profecia rondam o garoto, tornando-o temido por muitos.

Quem gosta de livros sobre guerras medievais, monarquias, heróis lendários vai amar este. Porém, deixo claro: O amantes de magia, varinhas de condão e de elementos mágicos como Harry Potter (eu) vai ficar chocado, pois o livro é muito real à concepção de “magia” na era medieval, onde as coisas não eram bem assim. Mesmo assim, eu recomendo para qualquer um.

Aguardo ansiosamente pelo segundo livro.

site: http://oheteronimogabrielario.wordpress.com/2013/09/15/resenha-merlin-a-profecia-m-k-hume/
comentários(0)comente



Felp 23/05/2013

A profecia
Merlin falava de eventos que de fato iriam acontecer no futuro.
Mil anos antes da descoberta da América ele previu a primeira colônia americana com o nome: Virgínia "Virginianos em solo virgem". Profetizou também a vitória dos britânicos sobre os franceses de Napoleão em Waterloo e o holocausto causado por Hitler contra os judeus.
As profecias para o século XX e XXI são as mais imprecionates: "um homem que estaria na costa inglesa, segurando uma pequena pedra na mão, iria se comunicar com o outro homem que estaria do outro lado nas costas francesas com a mesma pedra na mão". Essa pedra falante, se assemelha, na minha opinião, a um aparelho de telefone celular, muito comum em nossos dias.A seguir as profecias se tornam mais sombrias: "No rio Severn os peixes irão morrer de calor. E caudas múltiplas lhes nascerão". Devemos ressaltar que nas margens do rio Severn, na Inglaterra, se encontram centrais nucleares, essa profecia poderá anunciar um desastre nuclear na Inglaterra?

Agora as profecias tomam um aspecto mais global: " Os mares se erguerão em um piscar de olhos 'tsunamis', os ventos se unirão em mortal violência 'furacões' ". Sobre a suposta III Guerra Mundial diz: "O mundo será um gramado. E sobre o gramado brincarão três meninas (três países). Mas sob a Terra eu vejo fogo. E, quando uma dessas meninas lançar a pedra, todas as três meninas serão atingidas. Sobre o gramado haverá fogo e sobre cada chama estará escrito um nome. Mas o nome foi escrito para ser esquecido”.

Merlin termina com o suposto Apocalipse. Os planetas irão mudar sua rota milenar e irão se descontrolar no céu, a terra irá mudar de rota e os pólos terrestres se deslocarão "Nibiru e a reversão polar?".
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11