Os Noventa Dias de Geneviève

Os Noventa Dias de Geneviève Lucinda Carrington




Resenhas - Os Noventa Dias de Geneviève


12 encontrados | exibindo 1 a 12


MiCandeloro 11/07/2013

Chocante!
ATENÇÃO! ESTE LIVRO É UM ROMANCE ERÓTICO E POSSUI CONTEÚDO ADULTO. PORTANTO, CASO VOCÊ SEJA MENOR DE IDADE E DECIDA MESMO ASSIM LER A RESENHA OU O LIVRO, ASSUMA A RESPONSABILIDADE.

Até que ponto vocês se venderiam para fechar um excelente contrato de trabalho? O que é mais importante, a carreira, o sexo ou as relações pessoais?

Geneviève Loften tinha apenas um objetivo na vida, ser bem sucedida profissionalmente, e para isso, ela era capaz de fazer qualquer coisa. Suas determinações foram postas a prova quando ela conheceu o milionário empresário James Sinclair. Geneviève sabia que se conseguisse a conta da empresa Sinclair Associates, seria muito bem recompensada pela Barringtons, empresa de publicidade onde ela trabalhava.

Mas Sinclair não estava disposto a fechar o contrato tão facilmente. Ele era um homem prepotente e manipulador e sabia o quanto a sua empresa era importante para a carreira de Geneviève, portanto, resolveu testar seus limites e ver até onde ia a fachada de mulher independente e profissional de sucesso que ela sustentava. Sinclair propôs um trato, ele assinaria o contrato com a Barringtons se Geneviève aceitasse ser sua escrava sexual por 90 dias. Isso implicaria fazer exatamente tudo o que ele mandasse e estar à disposição dele quando ele quisesse, sem questionar, sem titubear. Geneviève aceitou sem pensar duas vezes, mas ela não imaginava o que o futuro lhe guardava.

Durante os 90 dias, James colocou Geneviève nas situações mais absurdas de humilhação e exposição possíveis, como quando a obrigou ficar praticamente nua na garupa de sua moto no meio da rua, ou quando lhe obrigou a deixar ser tocada intimamente por um estranho, enquanto assistia.

Apesar de Geneviève se debater internamente, odiando ter que obedecer a Sinclair e tendo que manter-se firme ao seu propósito para finalmente alcançar seu prêmio; dia após dia foi conhecendo novos prazeres sexuais que ela nem imaginava que existisse, ou que nunca acreditou que fosse capaz de experimentar e gostar.

No final dos 3 meses, nem Geneviève nem Sinclair eram mais os mesmos. O que tudo começou como uma brincadeira de "obedeça o mestre" se transformou em algo muito maior que nenhum dos dois poderia sonhar. Querem descobrir o que aconteceu? Leiam o livro!!

***

Gente, preciso começar falando que esse foi o primeiro romance erótico que li depois da trilogia Ciquenta Tons de Cinza e não sabia muito bem o que esperar. Quer dizer, ok, eu sabia que teriam muitas cenas de sexo explícito, mas não sabia até que ponto todos os romances eróticos são iguais ou diferentes e, na minha opinião, achei esse livro muitooo diferente do Cinquenta Tons em muitas coisas.

Sim, o texto também é muito simples, raso, vulgar e sem pretensões de ser nada além de mero entretenimento, mas enquanto em Cinquenta Tons temos de pano de fundo uma linda história de amor, aqui, temos apenas sexo.

Adianto que não sou uma pessoa preconceituosa! Não. Eu não só leio de tudo, como tenho a mente aberta e acho que cada um tem o direito de ter suas preferências sexuais. Na cama não existe certo ou errado quando o casal está de comum acordo. Mas tenho que admitir que o início do livro me agrediu e me chocou muito, e não foram pelas cenas de sexo ali descritas.

Geneviève não é uma mulher submissa como muitas que ouvimos falar por aí, e nem nunca gostou de se submeter a quem quer que fosse, que dirá a um homem. Ela não aceita o contrato de submissão de Sinclair por estar apaixonada por ele e por essa ser a única forma de tê-lo por perto, como Ana fez com Grey, ela aceita única e simplesmente por que quer subir na carreira e quer tirar proveito da situação. Um usa o outro das piores maneiras possíveis, seja por dinheiro ou prazer sexual, e achei isso muito baixo.

Tanto Sinclair sabe disso que fica testando Geneviève ao máximo, esperando que ela desista do pacto firmado entre eles, como qualquer mulher sensata teria feito, mas não, ela sempre deixa muito claro que está ali porque é uma mulher de negócios e que irá até o fim porque nada a fará perder a conta da empresa de Sinclair.

Ok, Geneviève descobre que pode ser uma mulher sexualmente muito fogosa e passa a ter prazer em situações que ela nunca imaginou que fossem possíveis. Não estou questionando isso, mas sim o ponto que ela teve que chegar para descobrir isso. Sinclair não tem nenhum respeito por ela, a trata como uma puta e a humilha muito. E não estou falando das cenas em que ele faz com que ela se exponha nua em público, ou de quando lhe dava algumas surras, porque em se tratando de BDSM, isso é "normal", como vimos em Cinquenta Tons.

Estou falando de quando ele a chama de puta, de vadia, e diz que é isso que ela é, por estar se vendendo do jeito que está (não deixa de ser verdade, mas isso me deixou enfurecida, ver um homem tratar uma mulher desse jeito), ou de quando ele a amarra, com fome e sede, e derruba comida no chão esperando que ela pegue com a boca, ou quando ele põe um pires de vinho na frente dela, nessa mesma situação, e espera que ela lamba, como um gatinho. Isso me deixou enojada!

E o pior de tudo foi descobrir ao final que as coisas não eram como pareciam ser. Sim, o final foi meio chocante para mim porque meio que desconstruiu toda a imagem que tive da história. Porque depois que cheguei ao final, enxerguei o livro todo com outros olhos e não o achei tão mal assim, muito menos Sinclair. Mas não vou contar mais nada porque senão soltaria spoilers. Vocês terão que ler e tirar suas próprias conclusões.

Quero deixar claro que não tive problemas com as cenas de sexo descritas no texto, pelo contrário, até as achei mais criativas e dinâmicas do que em Cinquenta Tons. Quem não tem problema com erotismo explícito e essas outras questões que citei, vai adorar o livro! Eu não achei ele nem tão ruim, porque sim, consegui me envolver com a história e fiquei o tempo todo extremamente curiosa para saber o que ia acontecer em seguida; muito menos tão bom a ponto de merecer 5 corações, porque definitivamente ele não tem como ser nenhum bestseller, por isso, fiquei no meio termo na minha avaliação. Para mim está muito aquém de Cinquenta Tons, mas tudo vai depender do gosto de cada um, né?!

Se eu recomendo? Para quem curte o gênero, sim. Para quem não curte, passem longe!

Publicado em: http://www.recantodami.com/2013/07/resenha-os-noventa-dias-de-genevieve.html
04/09/2013minha estante
Ainda bem que li a sua resenha antes de comprar o livro. Adoro livros eróticos, mas também ficaria bem enojada ao ler as cenas que você descreveu.
Beijos


MiCandeloro 06/09/2013minha estante
Oi Ká.. minha intenção não é nem desestimular a leitura, mas alertar os leitores sobre o tipo de conteúdo que eles irão encontrar. A mim infelizmente não caiu bem, apesar do texto ser interessante.. mas com certeza vai ter quem goste neh.. hehe gostos são gostos.. hehe Beijos


Andreia Gomes 14/04/2014minha estante
Mi, ate entendo sua exposição, ainda mais por ser o seu primeiro livro do gênero - confesso que tb acho o texto pesado, porem, tb entendo que isso ocorreu porque a maioria dos livros desse gênero que lemos traz o romance atrelado a historia, e isso nos não vemos no livro.
Mas tudo o que aconteceu (algumas cenas que você descreveu) estava em contexto com a historia e com o desenrolar da trama.
Da forma como voce colocou parece que não era consensual e que estava fazendo mau a personagem, o que sabemos que não, pelo contrario.
Posso sugerir um outro livro pra vc ler do mesmo gênero e na minha opinião de boa escrita, pois a autora é expert nesse gênero. Leia a trilogia, Obsessão, Delírio e Fogo, acho que você ira gostar.

bjus


MiCandeloro 14/04/2014minha estante
Oi Andreia, obrigada pela sua opinião.. então, acho que na verdade o que pontuei na resenha fez mal a mim, e não a personagem.. hehe sei lá, fiquei revoltada com muitas coisas.. e sim, concordo, estamos mais acostumados a ver esse contexto atrelado a romance e aqui não há, com exceção do fim.. então ajudou para causar esse baque que tive. Obrigada pela sugestão, já ouvi falar muito bem desses livros. Beijocas


Naty 24/02/2015minha estante
Adorei o tema! Quero muito ler!!




Evelyn Clarissa 08/07/2013

Vazio
O que me irritou profundamente nesse livro foi a forma como a personagem foi tratada. Ela não passou de um objeto durante 90% da história e aí no final não é nada disso e fica por isso mesmo? Tá certo que foi por decisão própria e amor próprio passou longe. Mas as situações me pareceram totalmente absurdas e de extrema humilhação em alguns momentos.

Essa guinada final foi mal trabalhada, os personagens já nem parecem mais os mesmos. Um desenvolvimento melhor da relação e dos sentimentos dos personagens foi o que faltou. Quiseram dar um fundo romântico, mas teria ficado melhor tendo só o sexo de base. Não precisava escrever um romance água-com-açúcar, mas custava muito fazer um final mais convincente? Porque pela minha garganta a história não passou,

A parte erótica é sim muito bem escrita (e descrita). Mas faltou mais profundidade em outros temas. E a quantidade de coisa desnecessária nesse livro não é mole, não hein? Mas ok, sobrevivi a leitura sem grandes danos.
Silvia 22/07/2013minha estante
Muito boa sua resenha, diz exatamente o que penso. Pensei em desistir do livro já no primeiro "encontro" deles. O único sentimento que esse livro me despertou foi de raiva, realmente não dá pra engolir uma história tão superficial e chegar o final e do nada pronto, estão juntos e fim de papo, aff... Esse livro me fez perceber que não posso mais comprar um livro sem ler uma resenha antes, porque joguei meu dinheiro fora... :(




spoiler visualizar
Tícia 25/06/2013minha estante
Karen, taí um livro que eu jamais leria.
Eu gosto de histórias românticas, onde o afeto, o carinho e a exclusividade entre o casal são o foco principal.
Esse negócio de trocar favores sexuais por contrato me soou como prostituição e, definitivamente, não há romantismo nisso pra mim, só mudou de nome.

E coisas como transarem na frente de outros, ele incentivá-la a ter relações com outras pessoas ou expô-la sexualmente (e pior, a mulher aceitar tudo isso) são simplesmente horríveis. Isso não é fantasia sexual, é degradação feminina.

Mas leitura é gosto, claro.
Isso é indiscutível e te dou um grande parabéns por ter conseguido ler essa história. rsrs

Um abraço e boas leituras!


Ju 26/06/2013minha estante
Tbm sou mt romântica geralmente não consigo ir adiante quando é esse tipo de hot , mas vou tentar ler esse


Karen 29/06/2013minha estante
Meninas... eu sou fã de finais felizes... só posso dizer "tentem"vc irão gostar do final... eu garanto...


Mi 01/08/2013minha estante
Eu simplesmente odiei este livro...




Andreia Gomes 14/04/2014

TEM QUE TER CABEÇA ABERTA
SINCERAMENTE, GOSTEI DO LIVRO

ACHO QUE FOI ATE UM POUCO SUBESTIMADO.

A AUTORA FOI DIRETA E OBJETIVA NA HISTORIA E NAO FICOU ENCHENDO O LIVRO DE BABOSEIRAS E ROMANCES TOLOS, CHORAMINGOS INFINITOS E BLA BLA BLA.

NOS PRIMEIROS CAPITULOS HA UM CHOQUE INICIAL, PRINCIPALMENTE COM O PRIMEIRO ENCONTRO DO CASAL, E NO MEU PONTO DE VISTA, PORQUE NAO HA INDICIO ALGUM DE UM PROVAVEL ROMANCE ENTRE ELES E SEGUNDO NA MAIORIA DESSE GENERO DE LIVRO TEMOS UMA NOÇAO DO PENSAMENTO MASCULINO E A VISAO ROMANTIZADA DA COISA TODA.

AQUI NESSE CASO NAO, SÓ SABEMOS O QUE GENEVIERE SENTE, E NAO SINCLAIR.

TALVEZ SE OS PENSAMENTOS DELE AO LONGO DO LIVRO SURGISSEM, AGRADARIA MAIS ALGUNS LEITORES, POR DAR CONFORTO E ALIVIO AO QUE ELE FAZ GENEVIERE PASSAR.

ACHO QUE É IMPORTANTE FALAR QUE TUDO O QUE ACONTECE É CONSENSUAL ENTRE ELES.

ASSIM TEMOS GENEVIERE, MULHER AMBICIOSA, ORGULHOSA, PROFISSIONAL DEDICADA E INTELIGENTE QUE ACEITA SER SUBMISSA DE SINCLAIR POR 90 DIAS.

SINCLAIR POR OUTRO LADO TEM UMA PESSIMA REPUTAÇÃO PESSOAL E PROFISSIONAL. COISA QUE GENEVIERE SABE MUITO BEM ATRAVES DA FOFOCA DE TERCEIROS.

PODE-SE DIZER QUE ELE É CONSIDERADO UM TUBARÃO BRANCO NUMA PISCINA CHEIA DE GOLFINHOS, MAS GENEVIERE ACHA QUE DA CONTA DO RECADO, PORQUE TAMBEM SE CONSIDERA UM TUBARÃO.

ENTAO ELE A CONVIDA A FAZER ESSE PACTO, NAO IMPOE. O QUE ELA ACEITA DE PRONTO.

O QUE GANHA COM ISSO GENEVIERE? UMA CONTA POLPUDA PARA A AGENCIA DE PUBLICIDADE AO QUAL TRABALHA, O QUE LHE DARA UMA BAITA PROJEÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONAL.

OU SEJA, SERA RECOMPENSADA PELO SEXO.

UNICA CONDIÇÃO PARA QUE ISSO OCORRA, GENEVIERE TEM QUE FAZER TUDO O QUE LHE FOR SOLICITADO NESSE PERIODO, MAS TEM A OPÇÃO DE NEGAR, POREM SE O FIZER PERDE A CONTA DE SINCLAIR.

SINCLAIR FAZ ESSA PROPOSTA PORQUE ACHA QUE GENEVIERE É UMA MULHER QUENTE (QUER PROVAR SEU PONTO DE VISTA E LIBERTAR A SAFADA QUE HA NELA), APESAR DE TODOS DIZEREM QUE ELA É FRIA.

E SAO SOBRE ESSES 90 DIAS QUE O ENREDO SEGUE, VEMOS A GENEVIERE ACATAR TODOS OS PEDIDOS E CAPRICHOS DE SINCLAIR E AOS POUCOS SE DESCOBRINDO SEXUALMENTE.

SINCLAIR POR OUTRO LADO, VAI AUMENTANDO O NIVEL DE EXIGENCIA E SUBMISSAO DE GENEVIERE, PARA VER ATE ONDE ELA IRA PELA SUA AMBIÇÃO, UMA VEZ QUE A MESMA SEMPRE FRISA QUE O TRABALHO É TUDO O QUE IMPORTA NA SUA VIDA.

O LIVRO SO MOSTRA O PONTO DE VISTA DELA PORTANTO E DIFICIL SABER O QUE PASSA NA CABEÇA DE SINCLAIR.

ENTAO VEMOS QUE AOS POUCOS GENEVIERE ESTA SE APAIXONANDO MAS COMO TUDO COMEÇOU COMO UMA PROPOSTA PROFISSIONAL E ELA SABE DA FAMA DE SINCLAIR POR TERCEIROS, TODA VEZ QUE TEM UMA RECAIDA OU NOTA QUE SINCLAIR DIZ ALGO QUE MEXE COM SEUS SENTIMENTOS, FAZ QUESTAO DE LEVANTAR UMA BARREIRA EMOCIONAL, SE FECHA E LEMBRA A ELE QUE AQUILO QUE ACOTECE ENTRE ELES É PURAMENTE UM ACORDO COMERCIAL E É POR ISSO QUE ELA ESTA ALI, PARA TER SUA ASSINATURA NO CONTRATO AO FINAL DE 90 DIAS.

NO MEU ENTENDER, AO FINAL DA HISTORIA, LA NO ULTIMO CAPITULO QUANDO TUDO É EXPLICADO, SE GENEVIERE NAO TIVESSE SIDO TAO AMBICIOSA, ORGULHOSA E INSEGURA E NAO FICASSE LEMBRANDO SINCLAIR A TODO MOMENTO DO MALDITO ACORDO ENTRE ELES, AS COISAS PODERIAM TER SIDO DIFERENTES.

CHEGUEI A ESSA CONCLUSAO REVENDO AS CONVERSAR DELA COM SINCLAIR, O QUE NAO POSSO FALAR MAIS SENAO DA SPOILER. MAS TAVA LA TUDO DESDE O INICIO, MAS GENEVIERE NAO VE.

O LIVRO É DE RAPIDA LEITURA, NAO É UMA SERIE, POR ISSO O FINAL NÃO DEIXA PONTAS.

AHHHHHH E AS CENAS EROTICAS SAO BEM PICANTES.

VALE A LEITURA PARA QUEM ESTA SEGUINDO ESSA LINHA EROTICA, POREM É UMA LEITURA CRUA, SEM EMOÇÃO, SÓ SEXO SEM ROMANTISMO ATE O FINAL.

É UM JOGO DE GATO E RATO ENTRE ADULTOS E UMA CORRIDA CONTRA O TEMPO.


comentários(0)comente



daiana.a.paulo 05/01/2016

Muito ruim
Literatura clichê, conto extremamente sexual que não transmite nenhuma mensagem importante. Não gostei.
comentários(0)comente



Vivi 26/08/2014

Resenha Do Blog O Amante De Livros
Resenha


Geneviève é uma executiva que está disposta a fazer qualquer coisa para subir na carreira. James Sinclair é um empresario bem sucedido a procura de diversão,Geneviéve trabalha em uma agência de publicidade de pequeno porte e James pensa em fechar negócios com a empresa,isso ajudaria no crescimento da mesma e deixaria a agência em destaque no mercado,mais isso não será tão fácil já que James não pensa em oferecer sua assinatura no contrato sem nada em troca.É nesse momento que ele faz uma proposta para Geneviéve,ele lhe entrega o contrato de sua empresa em troca ela terá que passar noventa dias fazendo tudo que ele mandar,caso ela desista nesse período o contrato é cancelado.



Até onde uma pessoa pode chegar para conseguir tudo o que quer? James e Geneviève fazem este acordo e durante o tempo em que fica a sua disposição a moça é colocada nas situações mais absurdas possíveis, James é um homem totalmente arrogante,prepotente e manipulador,sabia quanto sua empresa era importante na carreira de Ganeviève e portanto resolveu testar e ver até onde ia a fachada de mulher profissional e independente que a sustentará.Durante os noventa dias que passará ao seu lado,Geneviève terá que dizer sim a todas as suas vontades e esse é o problema tem coisas que aconteceram com ela que me pegava pensando: Como uma pessoa se sujeita a isso unicamente para ter um contrato? Geneviève foi levada ao extremo,foi "forçada" a fazer coisas que jamais imaginou que algum dia pudesse fazer,foi humilhada e era constantemente ameaçada com a desistência do contrato.Muito tempo de leitura e a personalidade de Geneviève era totalmente oposta ao que dizia,ela foi completamente submissa a todas as vontades de James,e sim fez todas as suas vontades. Geneviéve deveria ser escrava sexual de James nesses noventa dias,e apenas essa ideia já me pareceu estranha,já que a personalidade dela era forte e independente demais,me pareceu um tanto estranho acredito que uma mulher com essas características não se sujeitaria a isso,mais Geneviève aceitou e nesse período eu há vi como totalmente submissa na história.



Apesar de Geneviève viver em conflito interno diariamente consigo mesma, já que as situações que viverá com Sinclair eram completamente em desacordo com suas crenças.Apesar disso e de odiar ter que obedecer em tudo Sinclair ela decidiu manter-se firme em seu proposito e ir até o fim para conseguir o que queria.Nesse momento me perguntei se tudo o que ela passou realmente valia para ter um simples contrato e subir na carreira,coisa que poderia acontecer futuramente independente desse contrato com James ser assinado ou não.



No final dos três meses um ao lado do outro e passando as situações mais digamos diferentes possíveis,Geneviève e Sinclair já não eram mais os mesmos.O que começou como um jogo se transformou em algo maior,Geneviève teve experiências e uma nova visão de si mesma,já Sinclair aprendeu a superar e a sentir com o coração.





Esse é um romance erótico baseado em BDSM,o texto é simples e sem pretensão de ser nada além de entretenimento,porém nos faz refletir sobre algumas coisas.



Na capa do livro temos um selo comparando a obra com Cinquenta Tons De Cinza,confesso que me incomoda essas comparações entre as obras,até porque cada uma individual e unica e esse é um livro que na minha opinião não tem nada a ver com Cinquenta Tons De Cinza,acho que a unica coisa que se a semelha é o BDSM e só,enquanto em Cinquenta Tons De Cinza temos um pano de fundo mais romântico aqui vemos um livro mais raso sem muitos romance e talvez com uma pratica mais fiel ao real BDSM. Em Cinquenta Tons ainda que muitos tenham preconceito e achem que não à sim uma linda história de amor,já em noventa dias com Geneviève é puramente sexo,não há um envolvimento muito intenso entre os personagens o que não me fez ter um apego e nenhuma identificação com os mesmos.O livro de início me pareceu um pouco pesado,o que para mim é raro em uma leitura já que leio de tudo e tenho a mente aberta,não foi pesado pelas cenas de sexo que consta nele mais sim pela maneira como os personagens interagem e principalmente por Geneviève aceitar situações tão......



Geneviève não é uma mulher submissa nem nunca gostou desse tipo de pratica.Ela não aceita o contrato com Sinclair por estar apaixonada por ele e por ser uma forma de tê-lo por perto,ela aceita unicamente por ambição,para ter sucesso profissional,por interesse.Um acaba usando o outro a história toda praticamente,seja por dinheiro,prazer sexual e isso me incomodou um pouco.Confesso que o livro até a sua metade não me despertou nenhum tipo de sentimento,nem os personagens,nem pena de Geneviève eu tive pelas situações em que ela foi colocada,mais da metade em diante acabou me despertando algo e não foi muito bom.Acabei ficando com raiva do mocinho,só que depois fiquei em dúvida se minha raiva estava sendo direcionada ao personagem certo, já que ele nunca obrigou diretamente Geneviève a fazer todas as coisas e apesar de ter um pouco de pena das situações em que ela era colocada ao mesmo tempo não tinha,pois ela aceitava tudo e puramente por ambição.



Esse definitivamente não é um livro indicado a quem procura por romance ou até mesmo aqueles romances com pitadas hot, e eu senti falta disso,desse romantismo e envolvimento entre os personagens, no final percebemos um envolvimento mais íntimos entre Geneviève e Sinclair e também podemos ver eles entregando-se ao sentimento,porém mesmo assim foi de uma forma rasa e não consegui sentir o envolvimento que a autora tentou passar para finalizar a história.Bem, enfim está foi uma leitura que para mim não funcionou, mais deixo frisado que isso não significa que o livro seja ruim, ao contrário, justamente eu comprei o livro pelas indicações e comentários positivos de pessoas que indicavam e que gostaram bastante, ainda assim para mim não funcionou.

site: http://www.oamantedelivros.com.br/2014/08/os-noventa-dias-de-genevieve.html
comentários(0)comente



Mara seidhom 26/06/2013

No intuito de conseguir um novo cliente para a agência de publicidade na qual trabalha, Geneviève Loften tem um contrato de 90 dias com o empresário James Sinclair. Ela fará tudo o que ele deseja – sexualmente – para que ele feche com a sua agência. Como uma executiva determinada e bem-sucedida, sabe que seu prêmio virá ao fim dos noventa dias. No entanto, apesar dos rumores que cercam Sinclair e seus gostos sexuais inusitados, ela não espera ser posta nas situações exóticas, e às vezes arriscadas, nas quais ele a colocará. Ela sempre tem a opção de voltar atrás, mas o negócio incrível que a espera no final a faz seguir adiante. No entanto, conforme o contrato se aproxima do fim, ela faz descobertas sobre si mesma que a mudarão para sempre.
comentários(0)comente



C. 08/07/2013

Os Noventa Dias de Geneviève
Nossa achei que eu iria gostar mais do livro, a autora na minha opinião descreveu pouco os personagens, podia ter desenvolvido mais a historia ,falto conteúdo com toda certeza. Falto também mais dialogo entre os próprios personagens.Algumas partes nem me deu vontade de ler,eu gosto de livros que contenham mais romance foi oque no livro falto bastante.
comentários(0)comente



Laine 31/07/2013

Surpresa
Quando Genevière conhece o charmoso empresário James Sinclair desejando obter a conta que poderá lhe satisfazer como empresária, nunca imaginaria o desfecho da história para que tenha sua assinatura. Genevière assuma um contrato de 90 dias fazer tudo que fora ordenado por Sinclair, porém estes desejos ultrapassem a sua linha de mulher comportada, revelando para si mesma, uma mulher sedutora, envolvente e, sobretudo que gosta destes joguinhos sexuais. Mas, o que Genevière não esperava que ela poderia se apaixonar e, ser também correspondida por James Sinclair. Um livro que merece ser lido.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paula 28/09/2013

Ah Acabou...
Nossa, sabe achei um pouco dificil a leitura, havia alguns trechos que não conseguia entender, entrar na história dos personagens James Sincler e Genevieve, mas também nao vou dizer que nao gostei. Gostei! Mas ja que Genevieve demorou admitir estar apaixonada por Sincler e ele em momento algum demonstrou o mesmo sentimento, achei que o autor poderia ter esticado mais a história do final feliz. Nota 3.

comentários(0)comente



Cristina 23/03/2014

Geneviève é uma executiva de marketing que está disposta a qualquer coisa para ter a conta da empresa de James Sinclair, um homem poderoso e acostumado a ter tudo que deseja. E agora ele quer Geneviève e tem uma proposta para ela: durante 90 dias ela se submete a ele, sempre que ele quiser e do jeito que ele quiser, e se ela resistir até o fim do prazo a conta será dela.

Livro ruim.
Nada salva: a estória é ruim, os personagens não cativam, o final é ridículo.
Geneviève é uma vagaba. O que é isso?! Fazer qualquer coisa por um contrato para subir na carreira? Difícil simpatizar com uma mocinha dessas. E o Sinclair também não me agradou. Em nenhum momento mostra qualquer sinal de ternura, inclusive chega a ser cruel e no fim a pede em casamento?
Não há nenhum desenvolvimento do relacionamento dos dois. Foi só sexo e depois o livro acaba assim, no susto. Do nada o cara está apaixonado desde sempre? Sem chance!
É claro que o livro é recheado de cenas hot mas nem elas salvam. Ruim demais!
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12