Serial Killers - Anatomia do Mal

Serial Killers - Anatomia do Mal Harold Schechter




Resenhas - Serial Killers


219 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Lua 05/05/2020

Relendo
NÃO, não é um livro aconselhável, mas é o suficiente para quem queira entender sobre o tema. relendo pela segunda vez esse magnífico livro haha sou apaixonada por todas as edições da DarkSide e só me resta guardar em um potinho cada uma delas kkkk
Elba 07/05/2020minha estante
nem sabia q eu era tão fraca p esse assunto que gosto tanto, mas as descrições me dão agonia demais. não consigo ler antes de dormirkkkkk


Lua 07/05/2020minha estante
kkkkk já eu amo ler esse livro antes de dormir, fico mais concentrada nos casos


Daniel Ledesma 07/05/2020minha estante
Já deve ter visto Mindhunter né?


Elba 08/05/2020minha estante
mindhunter eh tudoooo. recentemente assisti the alienist, e é muito boa também!!


Igor.Borges 04/06/2020minha estante
Oi, tudo bem? Preciso de uma pequena ajuda, se possível claro. Comprei o livro em agosto do ano passado e comecei a ler somente agora. Infelizmente tive uma surpresa negativa, descobri 3 páginas suprimidas, devido ao que acredito ser um erro de impressão. Elas ficaram inviabilizadas de leitura, frustrando-me um pouco já que o livro fora comprado há quase um ano e legalmente não tenho mais o direito de troca. Acabei de entrar em contato com a Amazon e não puderam solucionar meu problema. Seria possível o envio dessas páginas que foram suprimidas através de foto? Apenas para que eu possa continuar minha leitura sem prejuízo. Pode ser por e-mail ou qualquer ferramenta que melhor lhe convir. As páginas são a 246, 251 e 252.


Yasmin 19/06/2020minha estante
é só vc baixar em pdf


Igor.Borges 20/06/2020minha estante
Eu procurei fazer o download em pdf. do livro e vim parar justamente aqui. Não encontrei em nenhum lugar. Pode me ajudar com isso?


Yasmin 25/06/2020minha estante
n tenho o livro


Santuza 15/07/2020minha estante
Achei o livro escabroso. Desisti na página 90. Pensei que conseguiria ler mas começo a passar mal.




Bel 18/11/2013

A psicopatia é um caminho que, muitas vezes, não tem volta.
Eu devo ler livros relacionados a serial killers desde uns 12, 13 anos. Sempre foram livros pesados, sem imagens ou qualquer outra coisa que possa ser interessante aos olhos de uma criança. Diferentemente desse livro.
Quando comprei a edição limitada lançada pela editora DarkSide, já sabia que iria gostar do conteúdo que prometeram. E assim foi. Primeiramente, tenho que elogiar visualmente a edição (ao que parece, isso é o forte da editora). O livro relata uma série de problemas psicológicos e o real desvio de personalidade de um serial killer. O fato de identificarmos um assassino de um serial killer se faz presente nesse livro (e acredite, há bastante diferença entre um e outro).

Não sei se o livro me fascinou por ter citado o desenvolvimento mental de um serial killer desde o primeiro momento, ou se foi a maneira como tudo é citado, nos fazendo ver (e ler) que realmente aconteceu e que pessoas assim existem e vão continuar existindo. E que a mente humana é fantástica, definitivamente. Apesar de ter tido um pequeno problema com a edição, que cita milhões de vezes a palavra "prolífico". Como o livro tem quase 500 páginas, demorei um pouquinho pra ler; afinal, são muitas datas, assassinatos e épocas pra lembrar. Mas quando peguei o ritmo, li as últimas 150 páginas em uma tarde mesmo. O fato de o livro citar assassinatos dos tempos mais remotos é ainda melhor, porque apesar de eu já ter lido diversas histórias passadas, nunca li tão detalhadas como nesse livro. Também muito diferente do que já havia lido, o autor busca analisar cada crime de forma tão aprofundada que o leitor acaba por se sentir um detetive de estudo do caso, hahaha.
O livro inteiro aborda dois assuntos preferidos meus: direito criminal e psicologia. Não fosse pela paixão por comunicação, certamente iria correr pra esses lados. Recomendo o livro por todos os motivos acima, mas principalmente pelos outros livros que o autor cita. Todos (ou a maioria) já têm versão traduzida e eu com certeza buscarei ler os que eu não sabia nem da existência! A perfeição de detalhes, a riqueza que o autor comenta, todo o conhecimento que esse livro passa é maravilhoso. Pra quem é apaixonado por histórias reais de serial killers, por favor, esse livro DEVE estar na estante de vocês.

site: http://www.alguminfinito.com.br/
comentários(0)comente



Andrea 13/09/2013

"A alma humana é uma floresta escura."

Conheci esse livro no Facebook, não sei se pela página da própria editora, até então desconhecida por mim, ou pela do Skoob. De todo jeito, como estava numa fase Hannibal, me interessei na hora. E fiquei mais interessada ainda depois de saber que o livro era capa-dura e tinha todo um trabalho de arte mais trabalhado.

A minha edição, infelizmente, é a simples: sem as luvas, o saco para evidências e a fita amarela para delimitar cena do crime. O kit bonitinho ainda estava em pré-venda e eu queria ler logo. Não aguentei esperar. Mas mesmo sem todos os fru-frus, o livro é realmente bem-feito. E pesado. Passeei com ele algumas vezes, mas não recomendo. Ele tem bastantes imagens e fotos e é bem colorido.

Minha principal preocupação quando compro livros traduzidos, ainda mais os de editoras novas, é justamente em relação à tradução e revisão. Já fui enganada antes por livros bonitos por fora e decepcionantes por dentro. Apesar dos defeitos da história (falarei sobre isso mais tarde), Anatomia do Mal é um livro cuja tradução/revisão teve um certo cuidado. Achei um ou dois erros de concordância só, mas bem mais em se tratando de datas. Algumas não faziam sentido e outras estavam erradas mesmo. Inclusive, na carta supostamente enviada por Jack o Estripador, você vê o 17 na cópia, mas traduziram como 25. (E o fax do Zodíaco que nem foi traduzido?!)

Quanto à narrativa e à história, no geral, é um livro muito bom e interessante, mas com altos e baixos. Talvez pra quem lê bastante sobre o assunto, seja repetitivo no todo, mas eu não conhecia metade dos assassinos citados. Na verdade, acho que só conhecia o próprio Estripador e bem de longe. Gosto do assunto, mas nunca parei pra realmente ler sobre ele. Acho que nunca tive coragem antes.

Comecei a leitura meio insensível. O que mais tinha me chocado até então era um serial killer que ficou louco e desenvolveu uma obsessão com as próprias fezes. Aí fui lendo e acho que a ficha caiu que tudo era real. Pessoas assim existiram (e ainda existem!) e coisas assim acontecem. Também fiquei chocada com os assassinos não norte-americanos, inclusive um serial killer do Brasil foi citado e eu podia jurar que falariam do Maníaco do Parque, mas não aconteceu. Terminei o livro pensando, meu Deus em que mundo vivemos?!

Demorei bastante pra terminar. O livro tem quase 500 páginas e eu não conseguia ler muito de uma vez. São muitas datas, muitos nomes e muitos crimes pra se lembrar. Sem contar que ler antes de deitar era garantia de não dormir bem.

Mesmo levando em conta o quão tudo era novidade pra mim, o livro teve alguns pontos negativos. Primeiro, a divisão da história é meio confusa. Por isso, a narrativa é repetitiva muitas vezes. Todo serial killer é um dos mais prolíficos, mais cruéis, mais perversos dos anos 1xxx. Sem contar que os mais famosos são citados a todo momento. Chegou uma hora que eu já não sabia mais se tinha lido ou não a ficha criminal deles e, como descobri depois, poderia ter pesquisado no índice e notado que eles ganharam uma parte própria lá no final. Albert Fish aparece duas vezes, pra nosso horror.

É um livro que eu recomendo pra quem gosta do assunto ou tem curiosidade. É forte, mas sempre achei que ler é mais tranquilo que ver, até porque eu tendo a não me ater ao narrado.

Ah, e destaque para um dos meus autores favoritos, Jonathan Kellerman, que teve seu livro de não-ficção sobre crianças violentas (Filhos Selvagens, que pretendo ler), super elogiado e citado nas leituras recomendadas na parte sobre crianças assassinas.
Thamirys 29/09/2013minha estante
Estou lendo esse livro e gostando bastante, mas uma das coisas que tem me irritado é o uso excessivo da palavra prolífico, e a linearidade da historia que podia ser melhor. No mais um livro realmente fascinante.


Czarina 27/05/2014minha estante
O Serial Killers - Anatomia do mal promete o que cumpre. É um dossiê definitivo sobre os principais serial killers. Eu gosto como ele "mastiga" todo o conteúdo de uma forma simples e fácil de entender - sou viciada no assunto e tenho uma irmã psiquiatra forense, então já li muitos livros sobre o assunto.
Recomendo a todos. Não é uma leitura leve, óbvio, mas é muito, muito bom.
Quanto aos erros de tradução, é, realmente, eu encontrei bastante também, mas nem dei bola, já que falo inglês. Mas é um ponto importante a ressaltar.
De qualquer forma, recomendo o livro para qualquer iniciante na área ou até para os mais experientes mesmo. É o livro básico sobre serial killers que toda estante merece!


Igor Stevin 14/10/2014minha estante
Não entendo nada relacionado a Serial Killers. Resolvi comprar esse livro para saber mais. O livro parece ser ótimo, ótimo.


kris 22/04/2015minha estante
Andrea, estou querendo esse livro há algum tempo tbm, mas faço questão das luvas, fita...vc sabe onde vende o livro com esses objetos?


Louh Gomees 06/06/2016minha estante
Geeeeeeeeeente me ajudem, Por Favor !!!
Preciso ler esse livro desde de o dia em que eu vi a capa desse livro me apaixonei e agr vivo caçando ele loucamente preciso que se alguém tiver esse livro ou puder ne mandar o link para baixar me avisarem, Por Favor !!!!
Desde já agradeço pelo carinho ... bjs ??




Mica 20/07/2020

Anatomia do mal
Neste dossiê sobre assassinos em série, nos deparamos com diversas características desses indivíduos, o autor nos trás uma ?linha do tempo? de casos reais para nos mostrar que essas aberraçoes não surgiram agora e que estão presentes na humanidade a muitos séculos.
.
Acredito que este livro deve ser classificado mais para estudo do tema do que para o simples prazer da leitura, pois possui muita teoria sobre o assunto. Mas se você gosta do assunto assim como eu, com certeza se apaixonara.
.
Durante a leitura aprenderemos as classificações de assassinato, também nos é exposto como se manifesta o sadismo, canibalismo, fetichismos entre outros termos que estão tão presentes na anatomia dos Serial Killers.
.
O livro com certeza ganhou o meu coração, pois o assunto para mim é algo fascinante! ?
.
Me contem se já leram e o que acharam!
.
? Vale ressaltar que é uma leitura bem pesada que descreve detalhes de cada atrocidade cometida, não aconselho para pessoas sensíveis sobre o assunto.
comentários(0)comente



Ayone 06/06/2020

Serial killers
O livro é muito bem elaborado, tem vários conceitos dos tipos de serial killers com estudos de caso de assassinos REAIS exemplificando os conceitos. Também quebra alguns esteriótipos sobre os assassinos em série. É um livro muito bom pra quem gosta do assunto e quer saber mais sobre assassinos em série.
Recomendo muito esse livro.
comentários(0)comente



Elane.Medeiross 25/03/2021

Repetitivo
Como uma boa consumidora de literatura true crime eu esperava bem mais desse livro, até porque sua premissa é interessante, mas menos de 300 paginas seria o suficiente para o seu conteúdo, ja que ele se repete muito, contando a mesma história para citar uma figura, Albert fish que o diga, só por isso a leitura foi cansativa, e olha q esse livro aborda temas que são do meu interesse.
comentários(0)comente



Kera 21/01/2021

Conteúdos bom para quem quê saber um pouquinho mais de Serial Killers.
Tava muito ansiosa para ler o livro, mas confesso que fiquei um pouquinho decepcionada.
comentários(0)comente



Juh 28/07/2020

Anatomia do Mal
Sem dúvida esse é um dos melhores livros que eu li esse ano (até agora). Gosto bastante do assunto e esse livro é bem abrangente, sem contar a edição maravilhosa da darkside cheia de ilustrações.
O livro fala desde os assassinos mais famosos, como Bundy, até os menos conhecidos, além de explicar os "tipos" de serial killers e o que os motiva a matar.
comentários(0)comente



Leitorah 05/09/2020

Esse livro ele é completo,indico muito para quem de ler sobre crimes,quer saber mais sobre serial killers.
Você aprende com ele e não é chato,é muito bom mesmo.
Se você for sensível muito cuidado ao ler,tem muita coisa pesada.
amei o livro e super indico.
Gustavo Rodrigues 05/09/2020minha estante
Sou doido pra ler esse livro, mas o preço sempre tá meio alto


Nina 05/09/2020minha estante
Realmente, dificilmente tem uma promoção que vale a pena junto com o frete :/


Leitorah 05/09/2020minha estante
realmente é muito caro,mas se tiverem como comprar,comprem,ele é ótimo




Viviane 14/05/2020

Pesado
Esse livro realmente não é recomendável, nem aconselhável para pessoas sensíveis, de estômago fraco, pois ele choca, te deixa enjoada, agoniada. O livro aborda de várias maneiras os mais cruéis serial killers, a maneira como foi sua infância, como vivem, como começaram a matar sobre vários aspectos. Um dossiê completo. Tudo detalhado, alguns de maneiras muitos grotescas. Alguns fatos são relatados ricos em detalhes.

Não é uma leitura rápida. É um tanto repetitivo em algumas partes. Os assassinos não são mencionados uma única vez no livro, e sim várias, e isso cansa um pouco. Há várias falas dos assassinos que são perversas, cruéis, que causam indignação.
Vá preparado para ler, e ao que vai encontrar, pois de tudo que é mais horrível, você pode encontrar aqui.
comentários(0)comente



Gabybadgirl 17/11/2020

Livro técnico!
Indico a leitura desse livro,para todos aqueles que se interessam a esse tipo de assunto, porém, há partes muito nogentas e se faz necessário pausar a leitura,respirar e beber um copo d'água!

Há vários assassinos em serie no qual nunca ouvi falar e que também fazem parte da época da segunda guerra mundial..

Lendo esse livro,eu pude confirmar uma certeza que eu já tinha!
Tem pessoas que nascem cruéis sim,como se fossem um "tubarão"esses indivíduos não podem conviver em sociedade!
comentários(0)comente



Drics 05/05/2015

O manual mais completo sobre serial killers
Escrito pelo estudioso no assunto Harold Schechter, o livro traça um panorama completo sobre assassinos em série, destrinchando as origens, as razões, as características, o passado e o presente deste assunto que é, ao mesmo tempo, tão arrepiante quanto fascinante. Não é um livro de história ou ficção, é realmente um estudo sobre serial killers. O que eles são, o que torna uma pessoa ser um serial killer, os tipos, da onde surgiu o termo, relatos, como identifica-los, a fisiologia e muita psicologia, ou seja, o livro é um verdadeiro manual pra gente entender o que é um serial killer.
Simplesmente fantástico!

site: http://redatorademerda.com.br/2014/09/dica-de-livro-serial-killers/
comentários(0)comente



Beatrice 15/12/2020

eu gosto muito de estudar e ler sobre serial killers é esse livro me apresentou bem detalhadamente e sem romantizar.
Recomendo muito
comentários(0)comente



flaviathaiss 21/12/2020

Literalmente um dossiê sobre os serial killers!
Primeiramente tô pu.. pq tava escrevendo a resenha e tava ficando ótima e perdi tudo pq me celular travou ?
Enfim vamos lá, até perdi meu raciocínio aqui.
Completando o título da resenha, como já diz a capa do livro né.
Demorei um tempo pra ler esse livro pela sua extensão, mas por mais que seja realmente grande, não achei um livro massante, a organização tá impecável fiquei impressionada, a escrita é até que fácil de compreender, uma palavrinha ou outra que eu tinha que pesquisar, o que me incomodou durante todo o livro foi o tamanho da fonte extremamente pequena e cansativa aos olhos, principalmente pra quem tem problema de vista como eu, também é bem ilustrado e isso as vezes pode atrapalhar a leitura da página de trás, o design do livro é maravilhosa, a dark sempre atrasa né, esse corte como se fosse manchas de sangue e a jacket que deixa mais lindo ainda.
Eu pude conhecer mais afundo histórias que eu só conhecia "por cima", entender a psicologia a história dos serial killers os acontecimentos, fiquei chocada com as descrições são extremamente pesadas, inclusive aqui vai o alerta de gatilho de violência sexual, principalmente para as mulheres visto que são na grande maioria o alvo dos serial killers, e o quanto a motivação sexual é crucial, o que me fez pensar muito sobre a natureza humana e o mal, deixando aqui uma frase marcante do livro que corresponde bem a isso: "o 'eu', por trás de nós oculto, é muito assustador, e um assassino escondido em nosso quarto dentre os horrores é o menor. p.11", pq os atos são simplesmente absurdos, o quanto gostam de ver o sofrimento e a dor é angustiante e assustador. Também vi pela primeira vez a história de Albert Fish, e aí foi o meu baque, - pra mim pelo menos é o pior dos monstros - as atrocidades que ele comete são de embrulhar o estômago, você sai no mínimo desse livro com sentimento de nojo e repulsa por esse homem - não que pelos outros não, também todos fazem coisas extremamente do mal - mas é revoltante saber a história dele, do que fazia com suas vítimas, tanto que é citado por todo o livro pra ser usado como referência para outros casos. Outra coisa que me impressionou foi a quantidade de mulheres sem um pingo de humanidade dentro de si que também foram capazes de coisas horríveis, tanto quanto as penalidades que serial killers em geral recebem, a que mais me chocou foi de Locusta que na verdade não era nem uma serial killer, foi contratada para um envenenamento, que provavelmente também já teria feito outros, e foi punida da forma mais chocante possível (p. 158). Enfim, o livro é bem grande se deixar escrevo um testamento de resenha dele kkkkk tem muito assunto importante abordado, recomendo demais principalmente pra quem tem interesse nessa área criminal, eu gostei demais demais!
flaviathaiss 21/12/2020minha estante
Arrasa* kkkkkkkk




Padronizado 22/02/2015

Entre na mente dos psicopatas
Grande estreia da editora Darkside Books (primeira editora brasileira inteiramente dedicada à fantasia e ao terror!), Serial Killers: Anatomia do mal - O dossiê definitivo sobre assassinos em série, é o livro ideal para aqueles que adoram investigação, crimes escandalosos e histórias de dar arrepios.
O objetivo geral do livro é fornecer aos leitores as informações mais precisas sobre o tema serial killers; a forma como pensam; agem; os padrões que apresentam e suas cruéis formas de matar.
Já na sinopse, são apresentadas perguntas que são questionadas por todos que querem entender qual seria o motivo de seres humanos como seus vizinhos, primos distantes, filhos ou outros como você, capazes de atos tão abomináveis. "O que faz gente aparentemente normal começar a matar e não parar mais? O que os move – e o que pode detê-los e o que pode deter – Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria?"
O livro, de forma bem organizada, é separado em tópicos, ilustrações, relatos e declarações de policiais dos criminosos e comparações, tais como: a diferença da forma de perpetrar suas ações no caso de assassinos em série femininos e masculinos, galerias, destaques, estudos de casos que se mostram mais como comprovação dos dados afirmados por Schechter e entre outros.
Eis aqui alguns trechos desta obra:

Dez traços característicos de Serial Killers:
Na décima reunião do encontro trienal da Associação Internacional de Ciências Forenses realizada em Oxford, na Inglaterra, em setembro de 1984, Robert Ressler e John Douglas, da Unidade de Ciência Comportamental do FBI, juntamente com os professores Ann W. Burgess e Ralph D’Agostino, apresentaram um trabalho seminal sobre o homicídio em série, baseado no estudo de 36 criminosos encarcerados, incluindo Edmund Kemper e Herbert Mullin. Em sua apresentação, eles listaram os seguintes traços como “características gerais” desses assassinos:

01. A maioria é composta de homens brancos solteiros.
02. Tendem a ser inteligentes, com QI médio de “superdotados”.
03. Apesar da inteligência, eles têm fraco desempenho escolar, histórico de empregos irregulares e acabam se tornando trabalhadores não qualificados.
04. Vêm de um ambiente familiar conturbado ao extremo. Normalmente foram abandonados quando pequenos por seus pais e cresceram em lares desfeitos e desfuncionais dominados por suas mães.
05. Há um longo histórico de problemas psiquiátricos, comportamento criminoso e alcoolismo em suas famílias.
06. Enquanto crianças, sofrem desconsideráveis abusos - às vezes físicos, muitas vezes sexuais. Os brutais maus-tratos incutem profundos sentimentos de humilhação e impotência neles.
07. Devido a ressentimentos em relação a pais distantes, ausentes ou abusivos, possuem dificuldade de lidar com figuras de autoridade masculinas. Dominados por suas mães, nutrem por ela uma forte hostilidade.
08. Manifestam problemas mentais em uma idade precoce e muitas vezes são internados em instituições psiquiátricas quando crianças.
09. Extremo isolamento social e ódio generalizado pelo mundo e por todos (incluindo eles mesmos), costumam ter tendência suicida na juventude.
10. Demonstram interesse precoce e duradouro pela sexualidade degenerada e são obcecados por fetichismo, voyeurismo e pornografia violenta.

Para continuar lendo sobre este livro, visite a resenha no blog:

site: http://blogpadronizado.blogspot.com/2015/02/serial-killers-anatomia-do-mal-harold.html
comentários(0)comente



219 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |