Refém da Obsessão

Refém da Obsessão Alma Katsu




Resenhas - Refém da Obsessão


69 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Gabi 08/07/2020

3 volume que é bom, nada né
Adair eu não lhe reconheço! Pelo visto o confinamento e a solidão de 200 anos serviu pra alguma coisa. Mesmo assim ainda não me convenceu de que algo dentro dele mudou. Adair não parecia capaz de amar nem a própria mãe. Fiquei bem impressionada com a atitude que ele tomou no final, mas chateada estou que não temos o 3 volume aqui na BR. Aff
comentários(0)comente



Thaisinha 29/04/2020

Ajudar todos que amam essa trilogia !
pessoal eu sou apaixonada nessa trilogia,e tinha ficado muito triste por não ter o terceiro livro em português,mas vendo as resenhas achei uma menina que tinha um PDF do terceiro livro em português,tem muitos erros gramaticais,mas pelo menos da pra matar a curiosidade em saber como essa maravilhosa trilogia termina.Quem quiser é so me mandar um email que mando pra vocês !

meu EMAIL é : [email protected]
Sassenach 22/06/2020minha estante
Qro mt mas n tenho e-mail,pode me mandar pelo whatsapp?


Thaisinha 23/06/2020minha estante
Posso sim




Erica 08/02/2020

null
Segundo livro da série ladrão de almas
comentários(0)comente



Keller 01/12/2019

Impactada
Jamais esperava um final desse, chateada por não ter o terceiro
comentários(0)comente



May | @vidadaleitora 07/11/2019

O terceiro livro da série nao foi lançado, entao vou me ater apenas ao primeiro livro. Vi rumores de ter o final no wattpad, mas gente, pra que lerei lá quando tenho um kindle, q me poupa de dores? Decidi interromper a série, com lamentos.
Vera Duarte 13/11/2019minha estante
Nossa, ainda não foi lançado? Li os dois primeiros à quatro anos e nada do terceiro? Lamentável. Amei os dois primeiros.


Vera Duarte 13/11/2019minha estante
Estava pensando
Nós deveríamos fazer um movimento pra que este terceiro volume seja lançado.


May | @vidadaleitora 14/11/2019minha estante
Kkkk adorei a ideia
Mas será q dá depois de tanto tempo?




Joelma 24/10/2019

Vendo
Perfeito estado de conservação
comentários(0)comente



Yasmin 22/05/2019

Até onde você estaria disposto a ir pelo amor? (Pode ter spoilers)
Tenho muitas coisas a dizer sobre esse livro então acho que vou ter que separar tudo em mil partes pra ter certeza de que não esqueci nada.

Primeiramente eu preciso dizer que mais uma vez Lanore me fez passar raiva, mas felizmente desta vez foi pelos motivos certos. Apesar da nossa querida protagonista se deixar levar pela sua ingenuidade (como sempre), seu comportamento nesse segundo livro foi muito mais maduro e sensato do que no primeiro, o que economizou bastante a minha paciência (que acabou sendo usada em outros aspectos do livro). Na companhia de Luke (que apesar de ser um personagem que gosto muito, ainda não sei porque ele está lá, já que é praticamente ignorado durante o livro, a não ser que a Lanore esteja numa crise emocional), Lanore segue sua vida depois de fugir do Maine graças ao incidente de Jonathan.

E por falar em Jonathan, que surpresa tive ao ver o seu retorno, mesmo que tenha sido breve. Apesar de Jonathan ser um verdadeiro babaca eu tive um pouco de pena dele, afinal, nem na morte a Lanore e o Adair deixam ele em paz.

Em relação a Adair, nesse livro temos a oportunidade de vê-lo com novas lentes e a partir disso enxergá-lo de outros ângulos que não tinham sido mostrados antes. Não entendam errado, ele continua sendo um monstro escroto que não sabe controlar os hormônios, mas depois de 200 anos recluso pode-se dizer que ele evoluiu em alguns aspectos (pra se destruir novamente depois, o que me deixou muito irritada). Continuo não gostando de Adair e não concordo e nem aceito suas motivações para fazer o que faz, e talvez por isso tive muita dificuldade durante a leitura, já que mais da metade do livro é sob o ponto de vista de Adair e sua busca incessante pela Lanore.

Fomos apresentados a novos personagens: Pendleton e Savva (que me dava nos nervos, assim como todos os outros seguidores da seita do Adair). Além de Savva, Katsu trouxe de volta Tilde, Alejandro, Jude e citou brevemente Dona aqui e ali, mas eu realmente queria que ele tivesse aparecido. Mas nenhum deles se compara ao impacto da misteriosa Rainha do Submundo, a moça nem apareceu mas só por ter seu nome citado foi o suficiente pra causar um impacto enorme e acredito que no terceiro e último livro ela vai dar o que falar.

Mas agora vou chegar no ponto interessante. Até onde você está disposto a ir pelo amor? Adair claramente estava disposto a ir MUITO longe, num primeiro momento ele acreditava que a sua obsessão era motivada pelo ódio (e por ter sido trancafiado e blá blá blá), mas estava claro que esse não era o caso. A vida eterna podia ser uma dádiva, mas não ter ninguém com quem compartilhar isso era uma maldição. E era exatamente isso o que Adair procurava e acreditava que só encontraria em Lanore.
E quando ele finalmente consegue o que quer, PUF, ele estraga tudo.
Katsu passa o livro inteiro descrevendo a mudança dele e tudo o que ele sacrificou para encontrar a Lanore e no final de tudo ele estragou todo o progresso que tinha feito. Obviamente fiquei muito irritada, mas não é esse o ponto.
O ponto é que Lanore e Adair são duas pessoas que querem muito algo, mas não podem ter. E essa é a jogada da história. Somos expectadores da autodestruição de Adair e Lanore. Lanore por ter perdido Jonathan e ter que abandonar Luke, e Adair por não poder ter Lanore do jeito que quer.
É genial mas ao mesmo tempo frustrante, e me faz dizer com segurança de que Katsu superou o primeiro livro da trilogia.

O final me surpreendeu, e deixou uma enorme brecha para o terceiro livro que infelizmente não teve a tradução disponibilizada pela editora, mas felizmente existem traduções de fãs no Wattpad então nem tudo está perdido!

Geralmente eu detesto sequências porque nunca conseguem fazer justiça ao impacto do primeiro livro mas Katsu acertou em cheio e me deixou completamente sem palavras.
comentários(0)comente



Erica.Martins 14/09/2018

Adair quem te viu, quem te vê!
Essa é uma trama bem peculiar porque ao mesmo tempo que é um romance, não tem muitos elementos tradicionais que tornam uma bela história de amor, pois estamos falando de um vilão com sede de vingança que através da sua obsessão pela mocinha descobriu o amor verdadeiro mas gente, que final foi esse? Tô desesperada pra ler o a continuação rs... claro que o reencontro do Adair com a Lanny ia ser bem polemico (fato) considerando tudo o que ocorreu no primeiro livro e o quanto ele é cruel pra cacete mas nunca a frase “ Se você ama deixa ir” fez tanto sentido, afinal eles estão presos juntos no mundo por uma eternidade, então já dá pra sentir o drama rs...

No geral as primeiras 200 páginas vai nos mostrar como Adair depois de 2 séculos trancafiado vai se adaptar a toda tecnologia e modernidade dos tempos atuais e como seus prisioneiros agraciados pelo “presente da vida eterna” estão levando a vida livres do seu cruel carrasco, tudo isso porque Lanny ao sentir a presença de Adair resolve iniciar sua fuga buscando ajuda de outros “agraciados” que nem ela, em meio a isso vamos conhecer um pouco mais da história de Jude, Alejandro, Tilde, seu novo amigo Sava (cadê o Donna?) e também do próprio Adair que através de flashbacks vai sendo narrado tudo o que aconteceu envolvendo ele, o velho e o camponês, vamos ter também a participação especial do Jonathan (lembram dele? Então... rs) e do dispensável Luke (sério, eu não sei o motivo da existência dele na história).

Eu achei o livro 3 estrelas até chegar nas ultimas 60 páginas, pois deu uma boa reviravolta, a minha decepção foi descobrir que a editora não lançou a continuação no Brasil, como assim? Que palhaçada! Com um final aberto desses não tem como simplesmente deixar pra lá a história, Adair praticamente é outro homem e queremos saber o rumo que Lanny vai tomar, afinal eles tem uma eternidade de possibilidades. Recomendo bastante, pois eu achei que foi uma boa continuação!
comentários(0)comente



Dayana @leitorareal 15/08/2018

Adair... Adair...
Continuação do livro Ladrão de Almas, voltamos para Luke e Lanny ainda juntos. Mas isso muda quando Lanny senti a presença de Adair, o ladrão de Almas que Lanny enterrou vivo. Para segurança de Luke, ela o abandona e procura ajuda com pessoas como ela, assim, descobrimos como os súditos de Adair viveram todos esses anos sem o mestre.
Quando Adair consegue se libertar, ele vê tudo diferente, o que não é para menos, já que ficou duzentos anos enterrado vivo. Ele encontra Jude, uns de seus súditos, que o ajuda a se estabilizar no novo mundo, e também, encontrar Lanny, a culpada por ele passar duzentos anos de solidão na escuridão.
O que nos surpreende, é a mudança de Adair, ele deixa de ser o cruel feiticeiro e passa a se tornar mais humano. O motivo dessa transformação? O amor.
Começamos a ver Adair com outros olhos, prova disso é quando ele finalmente encontra sua amada Lanny, a mesma que o condenou a prisão por duzentos anos.
Como podemos ver, o amor supera a raiva e ódio. Será Lanny capaz de se apaixonar por ele, mesmo sentindo algo pelo falecido Jonathan?
Se você esta curioso, ou até mesmo duvidando da mudança do Adair, você vai se surpreender e amar essa continuação.
Confira mais resenhas no Instagram Literário @leitorareal


site: https://www.instagram.com/leitorareal/?hl=pt-br
comentários(0)comente



Heitor Alimo 12/04/2018

Que? Melhor que o primeiro?
Sim isso mesmo, como ela conseguiu isso?
Pra quem leu o primeiro livro da série, jamais imaginaria essa reviravolta na história, achei incrível.
Estou doido pra ler o terceiro livro e saber ao certo a história de Adair e como tudo isso vai terminar.
Vera Duarte 13/11/2019minha estante
Nós deveríamos fazer um movimento pra que este terceiro volume seja lançado. Li à quatro anos os dois primeiros e ainda não foi lançado. Falta de respeito por nós leitores.


Heitor Alimo 16/11/2019minha estante
Então Vera o terceiro achei num blog onde traduziram via Google tradutor, não é o ideal , mas já que meu inglês é fraco foi o único jeito de saber o desfecho dessa história.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mia Fernandes 29/09/2017

Alma Katsu me ganhou com este livro, posso dizer, seguramente, que este é o melhor da trilogia
Quando terminei de ler Refém da Obsessão em apenas 72 horas, cheguei a pensar seriamente que virei uma componente da família de Adair. A segunda parte da trilogia Taker é tão potente e arrasadora que você só fica saciado quando finalmente chega ao final, mas aí, a criatividade e sagacidade de Alma Katsu te puxam de novo e então você fica remoendo a espera do derradeiro final da série.

O segundo livro da trilogia continua exatamente de onde parou o primeiro. Lanny vive com Luke agora, e devido à influência deste, ela esta decidida a deixar o passado para trás, e assim doa parte de seus tesouros históricos para vários museus de arte, neste momento, é quando ela sente que Adair está de volta. Lanore não sabe como ele pode ter saído da sua prisão de pedras, mas agora tem a noção de que cada segundo parada num mesmo lugar pode ser fatal e levá-la para mais perto dele. Então é necessário fugir o mais rápido possível, e de preferência, sem bagagem extra.

Apesar de deixar Luke para trás, o médico não está disposto a perder assim tão fácil sua garota, e fará de tudo para encontrá-la e protegê-la. Sendo que agora não somente a sua vida está em risco, como também, de suas amadas filhas. Já que toda maldade de Adair está prestes a explodir de maneira bem catatônica.

Do outro lado do oceano, Adair ressurge das pedras devido à demolição do seu antigo casarão. Com roupas que parecem mais fantasia hoje em dia, Adair consegue encontrar um de seus súditos bem perto daquelas redondezas, o ganancioso Jude. Com esse tempo afastado do seu mestre, ele criou um sólido investimento financeiro, e agora com a volta de Adair, ele não esta disposto a voltar a ser uma marionete nas mãos deste sociopata.

Como Adair ficou tanto tempo preso na escuridão e podendo a cada momento sucumbir à loucura, essas provações não serviram para prepará-lo para o mundo atual. Tudo que ele conhecia, a sua crença e seu poder sobre os seus súditos não surtem tanto efeitos agora. Tendo que aprender como se vive no ano 2010, com suas tecnologias, que mais parecem engenhocas e contratempos, o impedindo de cumprir o seu único objetivo: encontrar Lanore, a única pessoa, que ele subestimou na vida.

A raiva e o ódio serviram como uma tábua de proteção para suportar esses 200 anos de prisão imposta, mas estes sentimentos que fervilharam na sua mente e nas suas ações começam a perder a força quando ele percebe que algo dentro dele mudou. Que ele está terrivelmente mudado. Um sentimento poderoso ameaça mudar para sempre tudo aquilo que ele acredita, e agora, movido por esse sentimento, ele precisa lutar contra a sua natureza e ir atrás da pessoa que foi capaz de causar esta mudança impossível.

Como Adair é o foco principal do livro e foi um dos motivos que me fizeram não largar Ladrão de Almas, está aí o motivo de devorar este livro com tanta facilidade. Apesar de que nenhuma ação deste personagem e de nenhum outro possa ser facilmente perdoada e muito menos a suas personalidades destruídas, existe um sentimento que ligam eles todos: amor. Todos estão em busca deste sentimento, e é este, que torna a vida de imortal mais suportável e a maneira de reparar os erros de quando eram mortais. E finalmente, Adair, tem a chance de pode reparar todas as suas maldades, mas será que milênios de maldade podem ser debitados neste frágil sentimento?

Alma Katsu em Refém da Obsessão mostra a tortura que vivem os súditos de Adair, não somente de Lanore, mas aprofundando as crises de outros personagens, como o atormentado Savva, o fanático Alej e a impiedosa Tilde. A vida de cada um deles, depois do aprisionamento heroico feito pela dupla Lanny e Jonathan, mostra como o “presente” de Adair agiu em cada um deles. Senti falta de Dona, espero vê-lo no último livro.

Além de acompanhar a busca de Adair pela Lanny, a história ainda está recheada de flashbacks tanto da história de Adair (mais do seu passado nebuloso) e também de Lanore (os rumos que ela tomou junto com Jonathan depois da prisão de Adair, por exemplo). Essa ida ao passado, não prejudicou a evolução da trama, só a tornou ainda mais atraente.

Alma Katsu me ganhou com este livro, posso dizer, seguramente, que este é o melhor da trilogia. O primeiro foi morno, o segundo quente. Será que o terceiro sairá arrancando a pele de tão quente?

p.s: Alguém sabe onde posso encontrar o volume final desta trilogia?

XOXO
Mia Fernandes.
@livrosegatos 03/05/2018minha estante
Tem no wattpad, tá como The Decent BR


Vera Duarte 13/11/2019minha estante
Nós deveríamos fazer um movimento pra que este terceiro volume seja lançado. Eu li os dois primeiros à quatro anos e ainda está na mesma. Falta de respeito por nós leitores.




Jaqueline 13/07/2017

Após relutar muito resolvi ler a continuação do livro da trilogia Taker, não porque o livro seja ruim, longe disso, mas a temática do livro, que é uma mistura de sexo/estupros e violência é meio indigesta para mim. Não consigo enxergar o estupro de forma romantizada, mesmo se tratando de ficção. O personagem Adair é um personagem forte, um dos que mais se destaca na história, mas não consigo gostar dele. Ele é um ladrão de almas (como o título do 1º volume diz), estuprador, torturador e assassino e que não pensa duas vezes em se aproveitar (ou matar) de qualquer um que esteja no seu caminho para conseguir o que quer. Para mim, o fato dele ter percebido seus sentimentos por Lanore não redime em nada o que ele é: uma alma atormentada que destrói tudo o que toca.
comentários(0)comente



Cami Gouveia 08/06/2017

Resenha: Refém da obsessão
Tem continuidade de onde Luke e Lanny pararam e sua fuga por motivos que tem no primeiro livro, quando sua vida está voltando a normalidade e Lanny está bem e pensa num futuro com Luke, ela sente depois de muitos anos a presença do seu senhor Aldair, a partir desse momento seu mundo sonhador de amor e construção de família é deixado para trás por se preocupar com Luke e sua família e por ela ter medo de Aldair e do que ele irá fazer porque de uma coisa coisa ela tinha certeza, ele viria atrás dela.
A história foi muito envolvente e o desfecho foi surpreendente, o que me impressionou foi como o Aldair toma a sua decisão final em relação a ela e como sua vida imortal é doentia, como ele é um ser perturbado e como o rapaz que ele abusou tanto ainda sofre, é horrível ver o quão sórdida a humanidade pode ser e com poder o que pode se tornar, apesar de tudo o livro ainda é parado.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



69 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5