O Senhor das Terras

O Senhor das Terras Wilson Frungilo Jr.




Resenhas - O Senhor das Terras


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Danilo Silva 17/08/2010

Poderia ser melhor...
O livro começou de forma fantástica, com uma história medieval excelente e com uma interessante dinâmica que apresentava duas histórias distintas, porém, intercaladas (nada muito criativo ou inovador, mas, gostei da forma como o autor soube utilizar esse recurso).

Estava 'devorando' o livro até que a parte 'Espírita' do mesmo começou a aparecer. Não tenho nada contra o assunto, até gosto, mas, achei que não combinou muito com o tema abordado pelo autor até então. E como eu julgo o livro pela capa (tá bom... podem atirar as pedras!) esperava um livro mais voltado para a idade média.

Continuei lendo o livro, apesar de ter diminuído o ritmo. Mas, o Espiritismo acabou se tornando o tema principal do livro, sufocando o medievalismo que tanto gostei no começo...

Apesar desses pequenos 'problemas', gostei da obra! Recomendo para quem deseja uma leitura casual e queira se aventurar nesse mistura de medieval com espiritismo (o que, pra mim, foi justamente o ponto que estragou a leitura).
Domino 12/10/2013minha estante
bom se tu não leu a capa este é um romance espirita!




jumorgensten 25/11/2019

A obra intercala entre passado e presente e mostrando as atitudes dos mesmos na Baixa Idade Média e suas consequências nas vidas atuais.

No presente temos Alfredo que descobre ter apenas 6 meses de vida por causa de um câncer na garganta e no estômago. Apavorado, inicialmente, tenta esconder ao máximo da sua esposa Iolanda e dos seus filhos Carlinhos e Camila.

Por ironia do destino, graças ao seu amigo de infância e hoje padre Walter conhece um Centro Espírita onde o médium Cláudio é muito conhecido por suas curas e ajudas espirituais.

A partir de então, Alfredo começa a conhecer a Espiritualidade e os motivos de chegar até aquela situação. Também acompanhamos os merecimentos vindos do plano espiritual, pois Alfredo passa os 6 meses determinados pelos médicos inicialmente.

No passado temos Clauter, Alfius e Oter, onde os três ficam brigando pelo poder, pelo Colar Sagrado e a Muscária. Além disso, um fica criando armadilha para o outro e assim vai. Por causa dessa briga de ego e poder, outras pessoas são atingidas e acabam ficando com ódio e rancor.

Uma ideia muito genial colocada nessa obra é que a frase de um término de um capítulo, interliga a frase do começo de outro. Sensacional!

A parte espiritual fica por conta de Clauter no passado e Cláudio e Iolanda no presente. Em todos os momentos estão auxiliando e consolando os personagens mais necessitados.

O texto é de fácil entendimento e a leitura é mega fluída e envolvente. Valeu cada página. Para quem gosta de Espiritismo na prática é uma ótima pedida.

site: http://hidratarvicia.com.br/2019/11/25/o-senhor-das-terras-wilson-frungilo-jr/
comentários(0)comente



Joyce pedagoga literaria 23/10/2019

O Senhor das Terras
A história se passa em dois tempos: Idade Média e dias atuais.
Na Idade Média temos Alfius, considerado O Senhor das Terras , homem egoísta e ambicioso que não mede esforços para conseguir o Colar Sagrado e também descobrir o segredo da planta Múscaria.

Para isso ele persegue um curandeiro chamado Clauter, que guarda o Colar Sagrado e só ele sabe como preparar o tal cogumelo que prevê o futuro.
O cenário dessa história está incrível e literalmente nos levam até a era medieval, fluindo melhor a leitura.
Já na história dos dias atuais temos Alfredo, um homem bem sucedido, empresário no ramo de maquinaria e ferramentas, que vive com sua esposa Iolanda e seus dois filhos Carlinhos e Camila.
Depois que ele descobre que tem uma grave doença , começa sua luta para tentar sobreviver.

Ele descobre a doutrina espírita e seus ensinamentos e através do médium Claúdio ele busca a sua cura .

Duas histórias passadas em épocas diferentes, porém , com os mesmos personagens em outras encarnações.

Gente, eu amei demais esse livro, já estou me apaixonando pela escrita do autor Wilson Frungilo Jr. Já quero ler todos os livros do autor. Uma escrita leve, bem fluída, com cenários bem típicos da idade Média, o livro tá show de bola.

Cada história contada aqui traz sua reflexão para melhorarmos como seres humanos, e deixa claro que o que plantamos aqui, colhemos aqui mesmo, nem que seja em outros tempos, realmente um aprendizado maravilhoso em cada linha desse livro.
O que me chamou atenção no livro é que, a frase ou a pergunta que termina uma história, dá-se início a outra, ( não dar pra entender muito bem né, mas quem já leu o livro sabe o que estou falando) achei bem criativo da parte do autor.

A capa tá linda e a diagramação também

Super recomendo essa leitura, uma pegada medieval com espiritismo, os livros da Ide são ótimos.

site: https://pedagogaliteraria.blogspot.com/2019/10/o-senhor-das-terras-resenha.html
comentários(0)comente



Stephanie Raiany 30/10/2019

"Será que serei merecedor de um milagre?"
Alfredo é um homem bem sucedido, dono de uma grande empresa, casado com Iolanda e pai de dois adolescentes. Tudo estava indo bem, até que depois de vários exames, Alfredo descobre que tem uma doença incurável e que ele teria apenas alguns meses de vida. Ele não sabe como contar isso para sua família e vai em busca da cura sozinho, ele acaba conhecendo a doutrina Espírita e vai atrás de um curandeiro chamado Cláudio, talvez sua única esperança.

Alfius é o Senhor das Terras e faz de tudo para conseguir o que quer, ele vai atrás de Clauter, curandeiro que guarda o Colar Sagrado e é o único que sabe reconhecer a planta de Muscária. Alfius quer esses dois objetos, mas Clauter não vai entregá-los tão fácil assim.

Duas histórias, uma se passa na idade média e a outra nos dias atuais, as duas são com os mesmo personagens mas em encarnações diferentes.

Esse é o segundo livro do autor que leio e assim como o primeiro eu amei. Ele tem uma escrita que prende o leitor do início ao fim e que faz a leitura fluir muito bem. E a história é incrível, adorei essa mistura de idade média com os tempos atuais, e os assuntos abordados no livro fazem o leitor refletir em algumas atitudes que tomamos. É um ótimo romance espírita e bem diferente dos outros que já li.

"Ninguém tem poder sobre as outras pessoas."

site: https://poeliterar.blogspot.com/
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4