Amores Impossíveis

Amores Impossíveis Vanessa Tourinho...




Resenhas - Amores Impossíveis


3 encontrados | exibindo 1 a 3


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sheila L. Wing 08/08/2013

Minha opinião sobre os contos da antologia
Como uma das autoras participantes do livro, difícil é falar dele sem citar a emoção única de ler contos tão especiais de pessoas tão maravilhosas. Um verdadeiro tesouro de visões diferentes sobre o que vem a ser um amor impossível, com contos realmente instigantes.
No meu blog, fiz duas postagens com minha opinião completa. Quem quiser saber todos os detalhes, acesse o link que está em anexo.
Lá também há links das entrevistas que fiz com a maioria dos novos autores ganhadores do CLEC 2012. Asseguro que valerá a pena conhecer o livro e os autores!

Beijinhos Alados ♥

site: http://www.docesonhoalado.com/2013/07/amores-impossiveis.html
comentários(0)comente



Francine 31/07/2013

Contos românticos
Amores Impossíveis é o resultado do Concurso Literário Escritor Contemporâneo 2012 (CLEC 2012), realizado pela Editora Alcantis. Este Concurso solicitava que os contos tivessem como tema as dificuldades encontradas ao viver um romance, o que justifica o título. Foram duas etapas de seleção, realizada pelos organizadores da antologia: Roberto Laaf (editor e escritor) e Bianca Carvalho (escritora). A produção editorial e gráfica desta antologia foi realizada pela APED Editora.

O CLEC 2012 selecionou e publicou 16 contos, de 14 autores. Procurarei abordar cada um deles para que conheçam a obra como um todo.

Resenha sobre cada conto:

Lembranças {Fabiane Stela Finger}
Este é o conto que inicia a antologia Amores Impossíveis e, em minha opinião, o que possui de romantismo, também possui de atualidade. Isso porque, no clima de manifestações sociais e mudanças políticas que vivemos neste momento, a autora Fabiane retrata um relacionamento amoroso que encontra suas dificuldades nos limites que a ditadura de 1964 impõe. Com uma narrativa agradável, o conto valoriza quão determinantes podem ser as escolhas para o destino a ser vivido.

Amor e redenção {Lu. Franzin}
A narrativa deste conto é encantadora! Eu gosto quando o autor apresenta o presente e o passado do protagonista, porque faz imaginar mil e uma possibilidades que o levaram àquele momento descrito. Assim é este conto. Lu. Franzin apresenta a protagonista Luiza e, no decorrer da história, descobrimos seu passado na mesma medida em que (ouso dizer) desejamos, também, mudá-lo! Gostei muito do conto. O título é perfeito para ele.

Enquanto caem os grãos de areia {Wesley de Andrade}
Este é o meu conto favorito da antologia! Eu o devorei, depois reli e recomendei! Talvez pela minha formação em psicologia, talvez pela minha admiração por personagens complexos, este conto me cativou! Wesley ousou retratar um romance impossível intercalando a narrativa em primeira pessoa entre os dois personagens, mas a linguagem de ambas as narrativas é tão diferente que faz adentrar no universo pessoal de cada um. Uma característica formidável! Vemos os dois lados da história, mas em pedaços a serem reunidos de uma maneira louvável no final do conto. Além disso, o título é poético e completamente compreensível no contexto do conto. Adorei!

Segredos do coração {Edweine Loureiro}
Eu gostei muito deste conto, mas confesso que o final me frustrou, pois considerei inúmeras possibilidades (melhores em minha opinião) para o desfecho. Talvez esta seja uma característica positiva, pois uma leitura que nos faz pensar em como nós mesmos a aperfeiçoaríamos é, no mínimo, marcante. Dr. Lugosi, o protagonista, é fiel à sua personalidade do início ao fim do conto. O que faz compreender que um amor pode ser impossível também quando não nos permitimos mudar pelo outro.

Uma carta, um engano, um amor {Aline Soares}
Conto adorável! Aline é detentora de uma sensibilidade que compõe cada palavra escrita. Joaquim, o protagonista, é um senhor viúvo que redescobre o amor ao dar a si mesmo a chance de valorizar os sentimentos acima da verdade. Este conto nos faz refletir, daquele jeito sonhador, quão importante é simplesmente viver um romance que faz bem a nós mesmos e ao outro, mesmo quando parece completamente errado. A narrativa é envolvente e doce.

Uma vita d'amore {Ricardo Biazotto}
Ao ler este conto, flagrei-me pensando quão difícil pode ser o desencontro do tempo, dos interesses, dos valores pessoais, entre duas pessoas que se amam. Ricardo possui um jeito especial de narrar, um jeito que transmite todo o amor apaixonado do protagonista. É um conto que também revela as oportunidades que vida nos oferece para amar alguém. Nem sempre o primeiro amor será o único, nem sempre o próximo amor apaga o anterior, mas certamente poderemos ser felizes em ambos.

Meu amor é um mito {Vivian Albuquerque}
Este é o único conto de gênero fantástico na antologia e o título é bastante representativo. Eu gostei dos cenários descritos, tão ricos em fantasia! Confesso, no entanto, que não consegui me envolver com a história como ocorreu com as demais. Aine é uma personagem interessante que vale conhecer.

Sonho inalcançável {Sheila Lima}
O contexto escolar permite o encanto do amor jovial, repleto das inseguranças e interpretações errôneas próprias desta fase. A narrativa da Sheila é em terceira pessoa e permite uma leitura que flui sem esforço. O contexto do conto se passa num momento específico do casal protagonista, o que faz refletir quantas interpretações podemos ter sem que nada realmente façamos; quantos sentimentos parecem vir à tona diante de uma oportunidade, diante de um encontro e desencontro.

Entre o amor e as pedras {Roger G. M. Laureano}
Ao terminar de ler este conto, exclamei um sonoro: "wow!" Isso porque Roger conseguiu transmitir todo o desespero do personagem, todas as fantasias jamais vividas, mas intensamente desejadas. Eu me vi na cena, desejando acolher sua dor ou simplesmente sacudi-lo com violência para que reagisse de forma diferente! Gostei da narrativa, bastante dramática (talvez um pouco exagerada), mas certamente envolvente.

Ideia de amor {Alessandra Marchi Carrasco}
Este conto é especialmente perturbador. Gostei da maneira como Alessandra narrou todo o interesse de Romeu, o protagonista, sobre a identidade de Susane. É um conto que retrata quão iludidos podemos ser quanto a quem "escolhemos" amar, mas também retrata que nestas ocasiões a ilusão pode não ser tão decepcionante quanto a verdade.

Lágrimas de um louco {Graci Rocha}
A narrativa deste conto não me cativou, mas ironicamente foi o que mais apresentou quotes marcantes para mim. Este conto apresenta os devaneios do protagonista, de modo que a descrição dos fatos se mistura à descrição dos seus sentimentos e pensamentos. Eu particularmente não gosto de narrativas do gênero, o que não a torna menos talentosa ou emocionante. O que mais me atraiu neste conto foi a descrição da vida a dois, talvez por ser casada e me identificar com várias frases.

Escolhas {Vanessa Tourinho}
Esse conto é repleto de reviravoltas! Acredito que a Vanessa poderia aprofundar o enredo e torná-lo um livro se quisesse. O conto inicia com uma escolha de Ellen, a protagonista, o que gera inúmeras consequências. Destas, novas escolhas são feitas, gerando outras consequências. O título, portanto, está presente em todo o conto. São tantos acontecimentos em tão poucas páginas que, ouso dizer, se não fosse pela talentosa narrativa da autora a história poderia se tornar frágil.

A expectativa do reencontro {Segundo conto de Alessandra Marchi Carrasco}
Este conto não me provocou o mesmo entusiasmo que o primeiro conto da Alessandra. A narrativa deste conto é como um relato, sensível e poético, que não apresenta necessariamente um enredo. Descrever sentimentos tão intensos é difícil e merecedor de admiração. Aqui notamos que muito do que sentimentos, se colocado no papel, poderia "render" um conto, um poema, um livro. Tenho certeza de que, a depender do momento de cada leitor, esse conto expressará em palavras o que se carrega no coração.

A frágil rosa de celuloide {Wellington S. O.}
Gostei bastante deste conto pela riqueza da descrição sobre os percalços enfrentados ao tentar o sucesso em Hollywood e, também, pela paixão do protagonista que transcende a fama. A narrativa permite construir no imaginário todo o romance, dando vida a cada personagem.

Além destes contos, há dois de minha autoria: Sob o jogo e Novas chances.

O trabalho gráfico realizado pela APED Editora, infelizmente, deixou a desejar no quesito revisão ortográfica. Há erros de português que passaram, mas que não interferem durante a leitura (embora incomodem algumas vezes). Com exceção disso, a capa e o trabalho gráfico ficaram ótimos!

Você pode conferir essa resenha na íntegra em meu blog My Queen Side.

site: http://www.myqueenside.blogspot.com
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3