O Chamado do Anjo

O Chamado do Anjo Guillaume Musso




Resenhas - O Chamado do Anjo


40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Talita 16/08/2020

SURPREENDENTE
"Há criaturas cujo destino é se conhecerem. Onde quer que estejam. Aonde quer que se dirijam. Um dia eles se encontram".

E eu que comecei o livro não criando muito expectativa, e quando cheguei no final fiquei em êxtase...
Madeline é florista, ela mora atualmente na frança e acabou de ficar noiva. Mas acaba perdendo o celular em um pequeno trombo com um desconhecido.
Jonathan é chef, ex-marido, e pai, e acaba de chegar ao aeroporto para buscar o filho que irá passar as férias com ele. Mas acaba perdendo o celular em um trombo com uma mulher desastrada.
A partir disso o livro começa a se desenrolar de forma maravilhosa, porque temos dois personagens que sentem a ânsia de averiguar o celular, mas meio que o conteúdo não era bem que o esperado. O livro é narrado em terceira pessoa, contendo a história em diferentes perspectivas, e algumas partes são narradas por outras pessoas, então dá um perfeito panorama de saber o que está acontecendo.
Mesmo que o livro não se trate principalmente de um romance, eu meio que me apaixonei com a sincronia e a química que Madelaine e Jonathan exalam, é um livro que me tirou o sono tentando juntar peças, era como um pequeno quebra-cabeça de mais de 1000 pecinhas soltas, e foi incrível juntar todas elas.
Romance e Investigação é simplesmente uma ótima combinação
Mily 16/08/2020minha estante
Nossa, parece ser incrível.


Talita 16/08/2020minha estante
Você não sabe o quanto Milly *-*


Caah 16/08/2020minha estante
Incrível mesmo!! E tbm de dar água na boca, rssss ??????


Talita 16/08/2020minha estante
Verdade Caah. Imagine eu no meio da noite lendo e morrendo de fome kkkk


Ieda.Marques 26/09/2020minha estante
Acabei de ler o livro ontem. Fantástico! O ditado "Não julgue um livro pela capa" se refere a ele. :-)


Talita 26/09/2020minha estante
Livro perfeito mesmo Ieda *-*




Aione 19/09/2013

Com a promessa de mesclar romance e suspense, iniciei "O Chamado do Anjo" esperando bastante da leitura e um tanto quanto descrente sobre sua capacidade de tirar o fôlego. Não estava nem um pouco preparada para o que Guillaume Musso reservou para seus leitores.
Assemelhando-se a um iceberg, o enredo esconde seu potencial com um começo despretensioso, embora envolvente por conta de sua escrita, e banhado em uma aparência de agradável aconchego proporcionada por seu cenário: uma floricultura em Paris, um restaurante em São Francisco. Da mesma maneira, julguei que os mistérios de suas personagens seriam muito menos obscuros do que o são. Deixei-me levar pela impressão de leveza engenhosamente arquitetada pelo autor, o que elevou minha surpresa com a trama de maneira exponencial.
Mesmo que o livro seguisse o aparente clima descontraído presente no início da história, tenho certeza de que teria adorado e devorado o livro com o mesmo fervor. Isso porque a escrita de Musso é, como já dito, extremamente envolvente e bem construída, com uma inteligência perceptível em suas citações, reflexões e no sutil humor de algumas passagens. Também, a história é recheada de citações que expõe a cultura inerente ao seu autor, e adorei os quotes selecionados por ele na abertura de cada capítulo, cuja essência é expressa por essas epígrafes com excelência.
Ao finalizar a leitura, senti, ao mesmo tempo, certa incredulidade pela trama desenvolvida e fascínio por Musso ter criado algo tão complexo. Sendo sincera, esse sentimento se sobrepôs ao outro e não me importei se o enredo seria possível ou não; as peças do quebra cabeça se juntaram de forma magistral e não foram poucos os momentos em que me senti completamente surpresa pelo rumo tomado na história, chegando a soltar interjeições sonoras durante a leitura, tamanho meu espanto.
Com um início leve, despretensioso e um ar bem humorado, O Chamado do Anjo esconde a complexa trama a ser desenvolvida, sendo capaz de surpreender com os rumos inesperados tomados na história. Guillaume Musso conseguiu unir o suspense ao romance com maestria, criando, assim, um enredo original e envolvente, fazendo de sua obra extremamente recomendada.

site: http://www.minhavidaliteraria.com.br/2013/09/resenha-o-chamado-do-anjo-guillaume.html
Rosiviti 22/06/2020minha estante
Comecei hoje,vamos ver o que me espera?




Caah 14/04/2020

Ágil e envolvente
Um Romance Policial muito envolvente, cheio de ação e surpresas pelo caminho. Gostei muito. Pelo fato de o protagonista ser chef de cozinha, várias passagens me deixaram com água na boca. Esse é o tipo de livro que já conquista pela sinopse (leia a sinopse e diga se ela não é cativante). Recomendo para quem gosta de livros do gênero.

Quote que gostei:

"A certeza vertiginosa de estar finalmente diante da pessoa capaz de preencher o vazio, calar os medos e curar as feridas do passado. [...] Se ela tivesse entrado naquela cafeteria trinta segundos mais cedo ou mais tarde, nunca teriam sabido da existência um do outro. Estava escrito. Um estranho golpe do destino, que escolhera aproximá-los num momento decisivo. O chamado do anjo, como dizia sua avó..." Pág. 235
comentários(0)comente



Deja 08/07/2020

O Chamado Do Anjo
Um romance policial envolvente, logo nas primeiras páginas ficamos curiosos com o desfecho do casal Jonathan e Madeline que se conhecem numa trombada aí começa às farpas e o mistério. Kkkkkk Adooooorei
comentários(0)comente



Virgílio César 19/08/2014

Não conhecia este autor e fiquei realmente espantado. No começo não sabia se seria um drama, romance ou aventura. Tem de tudo um pouco. A trama é fantástica e tudo se encaixa no final. Guillaume Musso entrou na lista de meus autores preferidos.
comentários(0)comente



Vladia 30/01/2021

O chamado do anjo (Gillaume Musso) ⭐⭐⭐⭐
Um esbarrão em um aeroporto lotado, aparelhos de celular foram trocados sem querer. Jonathan volta c o filho prá Califórnia; Madeline prá Paris. Antipatia imediata. Mas quem diria que aquela troca e a curiosidade de mexer no celular de um estranho iriam trazer revelações incríveis: havia algo que os ligava. Fios soltos que pareciam estar quietos no passado, mas que precisavam ser resolvidos. #ochamadodoanjo #gillaumemusso #veruseditora #skeelo
.
. Mais um autor para minha lista!!! Gillaume Musso é tem uma escrita fluida e ótima ler, é além de tudo é francês!! Descobri por causa do app @skeelo.br (vem no meu pacote da Tim).
comentários(0)comente



Fabi 25/02/2017

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O
Quando eu penso que o mês de fevereiro foi péssimo em livros, sem nenhum que tenha me agradado 100%, me vem O chamado do anjo e muda totalmente a minha teoria. =) =) =)
Uma leitora tinha me recomendado ele, e por curiosidade adicionei este livro na minha lista.
Eu pensei que seria só mais um romance , mas o livro mescla romance e suspense policial. Melhor combinação S2
Madeleine e Jonathan se esbarram no aeroporto e já começam discutir. E logo mais tarde, irão perceber que um ficou com o celular do outro. Os aparelhos foram trocados.
Assim, os dois irão descobrir a vida do outro por meio do aparelho celular. E nem imaginam que a vida deles estão ligadas por um segredo que eles nem imaginam.
Não irei contar mais nada sobre o livro, porque é bom você ler ele, sem spoiler, pois irá se surpreender com o desenrolar da história.
Me peguei devorando cada página do livro, fazendo expressão de surpresa em certos momentos kkkkkkkkkkk
Madeline e Jonathan são perfeitos juntos, cada um com sua parte importante no desenrolar da história, sem contar que as briguinhas deles são divertidas, colocam uma leveza no livro.
Madeline é destemida, uma personagem forte que não tem medo de nada. Personagens femininas que são corajosas em livros de romance policial estão virando as minhas favoritas S2
O livro é narrado em terceira pessoa, mas a escrita é tão boa que isso não estraga em nada a leitura *-*. Não a torna maçante.
O chamado do anjo é um livro que eu não estava dando nada para ele e no final me peguei amando cada capítulo. Amei, amei e AMEI ele. Também quero ler mais livros deste autor.
Recomendo por demais, vão ler pessoal!
Sarinha 25/02/2017minha estante
Deu até vontade de ler, rsrsrs.


Sarinha 25/02/2017minha estante
Deu até vontade de ler kkkk


Fabi 25/02/2017minha estante
este livro me empolgou muito kkkkkkkk
mas recomendo pode ler =)


Sarinha 25/02/2017minha estante
kkkk pode deixar!Já coloquei na minha estante. :P


Fabi 25/02/2017minha estante
=) Eba.


Sarinha 26/02/2017minha estante
Uou, terminei de ler ele agora!!Amei!!


Mi 26/02/2017minha estante
A protagonista não é irritante?
Ja ta como meta de leitura, pro mês de março kkkkk


Stefani 26/02/2017minha estante
Mais um livro pra estante =D
Ótima resenha Fabi!


Fabi 27/02/2017minha estante
Ela é durona e corajosa Mi.
Irritante n tem nada. Gostei bastante dela como personagem do livro =)


Fabi 27/02/2017minha estante
Obgd vc Stefani por ler a minha resenha.
Leia o livro qd puder!


Stefani 27/02/2017minha estante
Pode deixar amiga, vou ler sim :D


Margot 30/06/2018minha estante
undefined




Núbia Esther 23/09/2013

Em 2007, em um aeroporto em Montreal, Guillaume Musso acabou trocando por descuido seu celular com uma desconhecida. O evento poderia ter se restringido apenas ao incômodo de ter que providenciar a troca dos aparelhos, mas Musso percebeu ali um estopim que poderia render uma boa história. E é assim que começamos a enveredar pela trama de O Chamado do Anjo.

Madeline Greene é florista em Paris e estava em Nova Iorque em uma viagem romântica com o noivo. Jonathan Lempereur tem um pequeno restaurante em São Francisco e estava em NY apenas para buscar o filho para as férias de final do ano com a ex-mulher. Madeline e Jonathan nunca haviam se visto, mas no aeroporto lotado eles se esbarram, espalham suas coisas pelo chão e após uma breve discussão seguem o seu caminho. Talvez jamais se vissem novamente, mas ao recolherem seus pertences acabaram trocando os aparelhos celulares e quando perceberam a confusão já estavam distantes mais de dez mil quilômetros um do outro.

“Aparentemente, não há nada efetivamente comprometedor, mas você sabe muito bem que as aparências enganam.

(…)

Com a testa grudada na vidraça, observa as luzes que ainda brilham na noite dizendo que do outro lado da cidade, um homem talvez esteja com os olhos pregados na tela do seu celular, explorando prazerosamente o lado obscuro de sua vida privada e vasculhando metodicamente as entranhas do aparelho em busca de seus dirty little secrets.”

Os celulares alheios, utilizados inicialmente apenas para combinar a troca dos aparelhos, acabam tornando-se alvos de pequenas indiscrições. Jonathan vê algumas fotos, Madeline ouve uma mensagem de voz… Sem perceber acabam fascinados pela vida um do outro e cada vez mais determinados a desvendar seus segredos. No início o romance de Musso vai se delineando como uma típica história romântica, e os diálogos implicantes de Madeline e Jonathan, mesclados pelo interesse mútuo mal disfarçado nos levam facilmente a essa conclusão. Só que o autor tinha mais planos para essa história, tem romance sim, mas também sobra espaço para uma trama investigativa. Introduzindo alguns mistérios, um passado torturador e elementos conspiratórios, Musso carrega sua narrativa de tons mais sombrios e um ritmo frenético.

Indo e voltando no tempo, ora com Madeline, ora com Jonathan, Musso vai desvendando o intricado quebra-cabeça envolvendo a vida dos dois. Aos poucos ele vai casando os enigmas de sua história com propriedade, preenchendo lacunas e iluminando caminhos que lhe deixam no afã para descobrir qual será a conclusão da trama. Com personagens cativantes e um mote original, Musso criou um thriller de tirar o fôlego, sem se esquecer de enfatizar os relacionamentos e o lado psicológico da trama. O Chamado do Anjo foi uma ótima leitura, daquelas impossíveis de largar. A mescla de romance e suspense mostrou-se uma ótima combinação e Musso entrou para a lista de autores que merecem ter sua carreira acompanhada.

[Blablabla Aleatório]

site: http://blablablaaleatorio.com/2013/09/23/o-chamado-do-anjo-guillaume-musso/
comentários(0)comente



mirna 09/07/2020

O Chamado do Anjo
Um romance/suspense construído através de uma troca de celulares em um esbarrão no aeroporto, nos leva a essa fantástica história cheia de reviravoltas e mistérios a serem desvendados. Com frases de humor e graça, o autor prender o leitor do começo ao fim. Com certeza vou ler mais livros do autor Guillaume Musso.
comentários(0)comente



CooltureNews 09/11/2013

Coolture News
Uma lanchonete movimentada no aeroporto de Nova Iorque. Um momento de distração e dois estranhos se chocam. As coisas de cada um se espalham, xingamentos são trocados antes de cada um recolher seus pertences e seguir com seu caminho. Ela é Madeline, uma florista francesa que está retornando a Paris. Ele, de retorno a São Francisco com o filho pequeno, é Jonathan, um chéf de cozinha que no passado foi extremamente famoso, mas que conheceu o fracasso ao se separar da esposa. Tudo seria banal exceto por um detalhe: Sem querer os dois trocaram os celulares.

Esta é a premissa básica de O Chamado do Anjo do escritor francês Guillaume Musso. Os personagens só percebem a troca quando estão a quilômetros de distância um do outro. Após mais xingamentos, concordam em devolver os aparelhos. Porém é neste ponto que a curiosidade fala mais alto. Em pouco tempo cada um está literalmente fuçando na vida privada do outro.

O Chamado do Anjo é um livro impossível de ser deixado de lado. Um dos motivos para isso é seu início extremamente cômico que explora as reações raivosas de cada personagem. Outro são as próprias personagens, cativantes, engraçadas e completamente comuns. Madeline e Jonathan levam vidas mundanas, ela às voltas com sua paixão por flores e pelo noivo, ele cuidando de seu filho e de seu atual restaurante modesto. Essas características aproximam as personagens do leitor, algo que fica bem divertido no início do relacionamento à distância entre os dois: A situação é cômica por si só, afinal cada um tem seus segredinhos e eles estão cientes de que o outro pode ter total acesso a isso.

É aqui que o enredo começa a ficar muito bom, pois o foco é lentamente desviado da troca de celulares para a vida de cada um. Entre uma espiada e outra, aos poucos eles vão percebendo que algo muito estranho aconteceu a cada um deles. O sorriso feliz nas fotos do celular de Madeline, junto com algumas anotações de cunho médico, sugere para Jonathan um passado obscuro. Já as mensagens da ex-mulher de Jonathan, aliadas às informações que Madeline encontra a respeito do passado do chéf, fazem com que ela comece a questionar os motivos que o levou ao fracasso profissional.

Em pouco tempo Madeline e Jonathan estão fazendo uma pequena investigação a respeito do passado um do outro. E neste ponto o livro começa a ficar parecido com um filme de ação psicológica. Isso porque o quebra-cabeça de histórias que ambos estão montando, começa lentamente a apontar na direção um do outro! Há uma estranha conexão entre os dois, um evento em comum no passado de Madeline e Jonathan. Desvendar as consequências deste evento vai exigir que ambos enfrentem seus demônios em prol de um maior entendimento do rumo de suas vidas e daquilo que os une.

Como dito, O Chamado do Anjo é um livro extremamente difícil de fechar. Suas trezentas e poucas páginas passam voando pelos olhos, enquanto o leitor tenta juntar as estórias dos personagens. Guillaume Musso escreve com uma linguagem simples, com leves toques de poesia, como um chéf que joga pitadas de um tempero aqui, ou uma florista que deixa o perfume de uma linda flor ali. Um ponto interessante é a grande presença de palavras e expressões em inglês na prosa de Musso. Sendo o original é em francês, acredito que a presença da língua inglesa empreste um ar toque cool e moderno ao livro, sem deixar de soar natural ou fazer com que a narrativa fique esnobe.

Outra coisa interessante a notar é que O Chamado do Anjo tem, em seus capítulos finais, um ritmo diferente, onde os fatos e explicações ocorrem de forma mais rápida que o restante do enredo, dando a impressão de que se o leitor piscar vai perder algo de muito importante. Para mim, isso prejudicou, minimamente, o final, mas acredito que seja um problema quase que exclusivamente meu e por isso nem vou reclamar.

Além disso tudo, cada capítulo de O Chamado do Anjo é introduzido por uma epígrafe, pequenas frases de efeito que resumem aquilo que o autor quer passar em cada capítulo. Compiladas pelo autor, tais epígrafes, com alguns nomes bem conhecidos da literatura mundial como Alfred de Musset, Lord Byron, John Irving, Mark Twain entre outros, conferem um charme todo especial ao enredo.

O Chamado do Anjo é uma leitura fácil, gostosa, atraente e instigante. Um livro que facilmente atrai qualquer leitor e o prende em sua divertida estória de crescente complexidade e seriedade. Recomendadíssimo.

site: www.coolturenews.com.br
comentários(0)comente



Regina 27/11/2013

Com esse resumo o livro já conquistou minha curiosidade. E, como acabei de ler um livro desse autor – e me apaixonei pelo estilo dele – resolvi que tinha de lê-lo.

Madeline e Jonathan não tem nada em comum e nunca haviam se visto antes do esbarrão no aeroporto. E a primeira impressão que tiveram um do outro não foi das melhores. E as primeiras mensagens que trocam após descobrirem que estão com o celular um do outro também não ajudam a melhorar essa imagem.

Jonathan é um homem divorciado, que foi à Nova York buscar o filho para passar as festas de final de ano com ele. Ele é chef em um restaurante em São Francisco, mas poderia ser um detetive tamanho empenho em descobrir os segredos escondidos no celular de Madeline! Ele vai aos poucos pesquisando e vendo que a mulher sofisticada e elegante em quem esbarrou é muito mais do que aparenta!

Enquanto isso, em Paris, Madeline, que acabou de ficar noiva, também começa a buscar mais informações sobre Jonathan e descobre que a vida dele mudou muito depois do divórcio muito público que enfrentou. E a curiosidade em saber mais sobre o homem arrogante é tão forte que ela começa a negligenciar seu negócio e seu futuro marido.

No decorrer da investigação de ambos, eles descobrem um elo em comum que nunca imaginavam possuir! E esse elo os une mais uma vez e transforma a vida de ambos em uma perigosa aventura. Não vou estragar a surpresa de vocês revelando mais informações, mas posso dizer que os últimos capítulos da história são maravilhosos e tensos demais!

Guillaume Musso mais uma vez conseguiu me levar pela mão durante a narrativa e me surpreendeu muito, pois jamais esperava que a história seguisse o caminho que seguiu. Um livro maravilhoso e com muito mistério e suspense! Recomendadíssimo!

site: http://www.analiseeleituras.blogspot.com.br/2013/11/o-chamado-do-anjo-de-guillaume-musso.html
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 27/03/2014

O Chamado do Anjo_Guillaume Musso
O livro O Chamado do Anjo, do autor best-seller francês Guillaume Musso, que já vendeu mais de 2 milhões de livros ao redor do mundo, nos traz uma história impecavelmente construída, que passeia pelo romance e pelo suspense com maestria e autoridade, nos revelando uma trama densa e enigmática, que consegue prender o leitor do início ao fim e o surpreender, capítulo após capítulo.

A história se inicia no Aeroporto JFK, em Nova York. Na sala de embarque lotada, Jonathan e Madeleine se esbarram, fazendo com que seus pertences se espalhem pelo chão. Após uma breve discussão entre os dois, cada um segue o seu caminho.

Jonathan e Madeleine nunca se viram na vida e nem têm pretensão de reverter este quadro. Porém, quando se esbarraram no aeroporto e recolhiam os seus pertences, acabaram trocando por descuido os celulares. Quando percebem o engano, já estão a dez mil quilômetros de distância um do outro. Ela é florista em Paris; ele um chef de cozinha em San Francisco.

Logo, a curiosidade toma conta de cada um deles e não demora muito para que ambos comecem a vasculhar os celulares trocados, o que os leva a uma descoberta sem proporções. Além dos detalhes íntimos e diários que jorram pelas telas dos aparelhos, eles são levados a uma revelação surpreendente: um segredo do passado, que julgavam estar enterrado, liga suas vidas de forma intrínseca e arrebatadora...

O Chamado do Anjo foi um livro surpreendente e eletrizante, que prendeu a minha atenção do início ao fim. Pela sinopse, julgava que se tratava de um romance, mas acabei sendo absorvida por um suspense de primeira, que não deixa nada a desejar para os autores consagrados do gênero. A história segue um ritmo alucinante, sendo impossível prever o que lhe aguarda, e a cada capítulo ficamos completamente aturdidos e surpresos com o desfecho da trama. Narrado em terceira pessoa, de forma detalhista e dinâmica, acompanhamos um enredo magistralmente tecido, norteado por romance, suspense e ação, sendo tais elementos intercalados uniformemente e de modo bem sincronizado.

Jonathan já foi reconhecido mundialmente pelos seus talentos na arte da culinária, mas após ser traído pela esposa, seu mundo desmoronou e com ele, suas finanças e sua carreira. Ele ainda trabalha como chef de cozinha, mas não está mais envolto na fama e glamour de outrora, fazendo pratos simples e não muito elaborados. Quando esbarra com Madeleine no aeroporto, mal poderia imaginar a transformação que iria ocorrer na sua vida e o turbilhão de emoções que viria a vivenciar dali por diante.

"Durante alguns segundos, mostraram-se unidos numa harmonia perfeita. Um fascínio, um flash, um instinto de vida. Avaliando o caminho e os riscos para chegarem até o outro, haviam sido de fato obrigados a admitir que eram twin souls, almas gêmeas que haviam se reconhecido e caminhado para alcançar a mesma destinação. Agora, havia entre eles como uma evidência, um impulso, uma química. Um sentimento primitivo que remontava aos medos e esperanças da infância. A certeza vertiginosa de estar finalmente diante da pessoa capaz de preencher o vazio, calar os medos e curar as feridas do passado."

Madeleine tem um passado bem avassalador e sombrio, cercado por uma incógnita que até hoje lhe atormenta. Mesmo levando uma vida pacata em Paris como florista, é evidente que algo ainda rouba sua paz e lhe tira o sono. Com o incidente ocorrido no aeroporto, muitas coisas, até então esquecidas e trancadas a sete chaves, jorram com toda intensidade, fazendo com que ela reviva seu pesadelo e ao mesmo tempo, tente dar um fim ao seu tormento.

"Havia um mistério naquele rosto. Atrás da luz e do sorriso, sentia uma rachadura, alguma coisa de irremediavelmente quebrado, como se a foto carregasse uma mensagem subliminar que ele não conseguia decodificar".

Em síntese, O Chamado do Anjo é um livro eletrizante e emocionante, que consegue envolver e deixar o leitor ávido pelo seu desfecho. Mesclando romance e suspense, de forma bem sintetizada e impecavelmente costurada, é uma história de tirar o fôlego e que surpreende por sua construção e intensidade. A capa é muito bonita e retrata bem o clima cosmopolitano do enredo, com as ilustrações dos personagens em Paris e San Francisco e a diagramação está excelente, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e epígrafes no começo de cada capítulo. Recomendo, com certeza!

site: http://www.newsnessa.com/2014/03/resenha-o-chamado-do-anjo-guillaume.html
comentários(0)comente



Luana2711 23/04/2014

Amando cada linha. Estou na página 80 em pouco tempo de leitura, amando, amado.
Estou devorando cada página. Leitura deliciosa. A história é contemporânea, os personagens são reais, o desenrolar dos fatos são estimulantes para cada virada de página ser mais rápida. Estou amando. A troca dos aparelhos celulares entre dois desconhecidos que moram em continentes diferentes e a curiosidade em descobrir os segredos alheios é muito divertido. O despertar de algum sentimento a partir daí esta me deixando curiosa pra ler logo tudo. Ai!
Luana2711 04/05/2014minha estante
Acabei a leitura. Ele se torna um thriller no meio do caminho. Adorei. Recomendo. Só não achei o final assim tão surpreendente. Mas ótima leitura.




Rebeca 14/06/2014

5 estrelinhas
Acabei agora O Chamado do Anjo - Guillaume Musso e achei muito bom. Ainda não tinha lido nada dele e virei fã... Ele vai nos envolvendo na história e quando você percebe, já está roendo os dedos, pq as unhas já se foram! Vale ★★★★★!!!
comentários(0)comente



Milena 18/12/2014

No aeroporto JKF, em Nova York, Madeleine Greene e Jonathan Lempereur se esbarram e deixam seus pertences caírem no chão. Após uma breve discussão, cada um segue seu caminho, mas acabam trocando os celulares e só percebem quando já é tarde demais: ele está em São Francisco e ela na França.

Madeline é florista em Paris e Jonathan tem um pequeno restaurante em São Francisco. Ambos parecem levar uma vida normal e sem nenhuma conexão entre eles. É isso que eles pensavam.

Em pouco tempo os dois se deixam levar pela curiosidade de saber mais da vida do outro e começam a vasculhar os celulares trocados, o que os leva a uma descoberta: um evento em comum do passado que conecta os dois. A partir daí o autor nos joga em um thriller eletrizante!

"Naqueles últimos dias, haviam empreendido um aprendizado rápido um do outro. Haviam alimentado uma obsessão mútua, desvendando seus segredos mais íntimos, expondo suas falhas, sua fragilidade, sua tenacidade, descobrindo forças e fraquezas que pareciam ecoar."

Guillaume Musso, ao longo da trama, vai nos dando algumas pistas para podermos montar o quebra-cabeça que une os dois personagens e aos poucos vai ligando uma coisa à outra. E é incrível como tudo se encaixa, como tudo faz sentido. É um verdadeiro quebra-cabeça, no final cada peça está em seu devido lugar.

O autor soube de forma genial mesclar romance com suspense na medida certa. Apesar do foco do livro, em sua maioria, ser no suspense, conseguiu fazer as cenas de romance nos momentos certos.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que foi essencial para a constante mudança de cenário. Cada capítulo é introduzido por uma epígrafe que resume o tema central desse capítulo. Os personagens são cativantes e carismáticos, tanto principais quanto secundários.

Quando li a sinopse e olhei para a capa imaginei que seria um livro clichê de romance, eu não podia estar mais enganada. O rumo que a história seguiu me surpreendeu de uma forma muito positiva! Musso conseguiu criar um enredo original e instigante, e com toda certeza entrou para minha lista de autores favoritos.

O Chamado do Anjo é mais uma daquelas leituras que quando você começa não quer mais parar. Recomendadíssimo!


site: http://devaneiosinsignificantes.blogspot.com.br/2014/12/resenha-o-chamado-do-anjo.html
comentários(0)comente



40 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3