Cidades de Papel

Cidades de Papel John Green




Resenhas - Cidades de Papel


1479 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


obcecadaleitora 28/09/2020

Esse é o meu livro favorito da vida
Quentim, é um sonhador romântico, Margo, é a garota mistério.Na infância eles já foram bem próximos, mas agora Margo tem seu própio grupo de amigos, é popular, é atraente e possuí um namorado. Mas Quentim não deixa de notá-la. Até que um dia ela aparece na janela do seu quarto com uma proposta, que pode aproximá-los ou por um fim a essa história, as escolhas de Quentim o conduzirão ao seu destino, cabe a ele identificar as pistas.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mjani 23/09/2020

Cidades de papel
Praticamente me obriguei a ler esse livro, a história é narrada de forma lenta e nada interessante, a obsessão do Quentin pela margo é cansativa ,o cara fica endeusando a garota ,colocando ela em um pedestal,e depois que ela vai embora, ele transforma a propria vida em uma busca incessante por Margo Roth Spiegelman .

John Green, é um ótimo escritor ,isso não é discutível! Mas nesse caso, eu realmente não gostei muito do livro ,os personagens principais deixam muito a desejar ,gostei muito mais dos amigos do Quentin do que dele ,e a margo com todos os mistérios que rondam sua personalidade ,não conseguiu me prender ao livro .
comentários(0)comente



Juh 22/09/2020

Razoável
Esse livro tem tudo pra ser muito bom, mas achei ele chato, fica muito tempo em uma coisa só, tem suas partes legais mas a parte principal do livro é cansativa, gostei do final, não é um livro que me arrependo de ter lido, mas com certeza não leria de novo.
comentários(0)comente



Heloisa.Ceneri 22/09/2020

Se procura um final incrível, não leia.
O livro tem uma narrativa fácil, que você consegue ler normalmente, porém, após as 200 páginas, começa a ficar cansativo e monótono.
O final não tem nada de surpreendente, mas você descobre que, na real, não era nada do que estava pensando...
Não é um bom livro, mas também não é ruim. Se o final tivesse sido diferente, talvez eu gostasse mais.
comentários(0)comente



Regiane.Peres 22/09/2020

CIDADES DE PAPEL
Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

site: https://www.amazon.com.br/Cidades-Papel-John-Green/dp/8580573742
comentários(0)comente



thais 22/09/2020

lembro que não entendi quase nada quando li, mas é john green, e todo adolescente 2014 leu john green
comentários(0)comente



Isadora Pohlmann 20/09/2020

Foi uma perda de tempo para mim.
Quentin tem uma paixão platônica pela maravilhosa vizinha e colega de escola Margot. Até que em dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança, que ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sua enigmática vizinha é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Essa leitura infelizmente foi uma das que mais me desagradou, a história é arrastada o livro inteiro, o protagonista tem uma personalidade desinteressante e o final é bem decepcionante. O autor focou demais num desenvolvimento com muitos acontecimentos e esqueceu de caprichar no desenvolvimento dos personagens e no desfecho da história.
Acredito que havia um potencial muito grande na ideia do livro mas ela não foi bem trabalhada, principalmente na devoção totalmente incoerente do protagonista pela amiga Margot.

Eu não gosto de não gostar de livros, sempre tento fazer com que a leitura seja o mais agradável e imparcial possível, mas infelizmente sinto que perdi meu tempo ao realizar a leitura deste. É um livro que eu não indicaria a ninguém.
comentários(0)comente



sunspnsie 19/09/2020

blé
não é um livro que eu leria de novo, a história é interessante até mas não acho que seja tão uau.
comentários(0)comente



Belle 18/09/2020

Cidades de papel
Cidades de papel foi um livro que eu não gostei muito , não sei se é porque não gosto desse gênero ou por causa da história em si.
Ele é um suspenso/ mistério bem entediante.
comentários(0)comente



May 17/09/2020

Uma grande decepção.
Estava animada quando comecei "Cidades de Papel", tinha uma grande expectativa em relação ao todo o livro, principalmente a personagem da Margot, que é adorada por muitos.
Cidades de Papel consegue ser fraco no desenrolar da história, com um mistério bobo, que deixa o leitor sem interesse. O narrador da história que o personagem Quentin, é extremamente irritante e chato, desde do momento que volta a falar com Margot até encontra-la novamente. E o que dizer de seus amigos? Piadas sem graças e personagens esqueciveis. Margot surge como a adolescente mal entendida por todos, que até parece interessante no primeiro momento, mas o mal de John Green foi não explorava mais. Uma idéia até que boa, mas mal efetuada.
Carol Martins 17/09/2020minha estante
Também me decepcionei com esse livro. A verdade é que eu vivo uma relação de amor e ódio com o John Green haha.
Ps: eu simplesmente não fui com a cara da Margot, pra mim ela é chatíssima ?




Marcela 16/09/2020

Um livro muito divertido, eu ri muito e senti como se os personagens fossem meus amigos.

Gostei muito do jeito como ele foi descobrindo quem era ela de verdade ao longo do livro, uma história muito sensível, sobre quem a gente realmente é, e como nos mostramos para os outros. Confesso que gostei muito da Margo e por mais que o final não tenha sido como eu esperava, achei super necessário

" as vezes o jeito como a gente pensa em alguém não é exatamente o jeito como essa pessoa é"
comentários(0)comente



Felipe.Barbosa 16/09/2020

Cidades de papel
Livro é bem adolescentezinho...meio cheio de bobeirinhas e situações que só se passam na mente de adolescente. Mas a ideia da história até que é legal e só terminei mesmo pra saber o que acontece com a Margo. Tem umas frases de efeitos e uns pensamentos reflexivos sobre a vida e blá blá. Considerei um bom livro no geral.
comentários(0)comente



Murilo.Ferreira 15/09/2020

Um livro incrível
Uma história que prende e nos faz repensar conceitos,narrativa bem elaborada,linguagem jovem,em geral um bom livro(porém o final me desapontou um pouco,não chega a ser um final ruim,porém não é o melhor)
comentários(0)comente



Matheus.Augusto 15/09/2020

Um livro sobre despedida
Na verdade nem sei o que falar, mas acho que esse livro pode significar tanta coisa, é uma delas é que eu não vou mais ler John Green, talvez eu leia sim, é não é pq o livro é ruim, ele é muito bom, mas pode ter sido o fim de um ciclo. Me vi muito no personagem principal e... sinceramente nem sei mais oq eu estou escrevendo. Terminei ele agora, li em 2 dias. Não é o melhor do Green mas é muito bom.
comentários(0)comente



1479 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |