Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo

Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo Leandro Narloch




Resenhas - Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo


83 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Alexandre.Nunes 22/06/2019

Outras versões da história.
Um livro para quebrar muitos mitos da história mundial.
comentários(0)comente



Fábio Costa 19/03/2019

Me forcei a ler até a última página pra não abandonar
Esse ano eu me estimulei a ler mais livros de não-ficção, principalmente sobre História. Foi então que ao querer estrear o meu novo Kindle, vi esse livro na biblioteca do unlimited e me interessei pelo fato de mostrar curiosidades que não aprendemos na escola.

As primeiras páginas foram muito divertidas e bem explicativas, porém apesar da boa escrita e da infinidade de referências bibliográficas, o livro não me convencia a continuar lendo (muitas partes me vi obrigado a pular inclusive pq minha paciência já não permitia)... Existe uma única palavra que descreve a autoria desse livro: Eurocentrismo.

A ideia é muito interessante e te estimula a ler o livro, mas durante a leitura você acaba se perdendo em meio a tanta parcialidade e falta de espaço para contra-argumentos. Enfim, o livro faz jus ao nome, é realmente contra o que se diz o politicamente correto, se você possui a mesma linha de raciocínio, bom, deleite-se.
comentários(0)comente



Vidal 11/01/2019

O Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo
Bom livro. Nos trás uma nova realidade sobre os acontecimentos mundiais do passado.
comentários(0)comente



Ruan Soares 17/12/2018

Um livro que merece sua atenção
O livro desconstrói grandes figuras da história da humanidade, corrige histórias mal contadas e também apresenta teorias bastante válidas, em minha humilde opinião. Os textos não chegam a ser um mar de história pelo fato de ir diretamente a 'desmitificação" do tema abordado, deixando algumas coisas vagando no ar. Isso estimula que você se complemente buscando mais informações por outros meios.

Vi muita gente criticando o livro em resenhas, aqui mesmo até, por ele pender, de certo modo, para ideologias de direita (um fato curioso é que o próprio autor, já tendo declarado isso, não se coloca em nenhuma posição política). Os textos dessas pessoas transmitiam ira/indignação, em outras palavra claramente um confronto ideológico. Foram citadas algumas frases do texto do livro com pretexto de ridicularizar seu conteúdo, porém deixando-as soar fora de contexto. Etc.

Todos os capítulos são interessantes, mas aqui ressalto:
- Revolução Industrial
- Paz Mundial
- Fascistas
- Nazistas
- Tibete
- Gandhi
- África
- Comunistas

O que poderia dizer a você, interessado, que se encontra fuçando as resenhas para se firma na decisão de encarar ou não o livro (faço muito isso hehehe)? Leia! Vale sua atenção e verá coisas que te deixarão de boca aberta.
comentários(0)comente



Lulu 24/10/2018

Ainda não li até o final, mas gostei de saber a história de "bastidores" , que nem tudo é bonitinho como pintam. Saber de fatos é sempre importante.
comentários(0)comente



Ingrid.Oliveira 03/09/2018

Deveria ser leitura obrigatória nas escolas
As crianças deveriam ter um ponto de vista diferente da história ao invés de terem a mesma ladainha de sempre enfiada goela abaixo.
Finalmente um livro de história que me interessou e me prendeu até o fim! Sem teoria da conspiração e faz completo sentido quando você começa a encarar o mundo sem filtros ideológicos.
comentários(0)comente



Gaby.Cardoso 15/06/2018

O livro que todos deveriam ler.
Esse livro é espetacular. Não tem como descrever ele de forma sucinta. Relata situações e histórias que a maioria das pessoas desconhece. A cada capítulo um fato surpreendente. Foi a primeira vez que li e, com absolua certeza, farei isso novamente. Não é só descrever realidades até então encobertas e desconhecidas, mas por tratar de constructos e fatos históricos que resultaram no que se vê nos dias atuais.

A leitura é essencial e necessária.
comentários(0)comente



Isaque 03/05/2018

MAIS POLÊMICO QUE MAMILOS
Tive a curiosidade com o título dessa série do Narloch, até que ganhei esse livro de presente e ficou encostado uns 3 anos até que abri no capítulo do Gandhi pra ler.

Entre algumas afirmações polêmicas do livro estão: Gandhi fazia testes bizarros com mulheres jovens, os monges tibetanos praticavam homossexualismo, nazismo é de esquerda, líderes africanos destruíram a África, a regra é o comunismo dar errado, revolução industrial criou empregos e acabou com trabalho infantil, comércio trouxe paz ao mundo e etc.

Confesso que fiquei desconfortável com muitas afirmações do livro e fui pesquisar quem era o tal do autor. Narloch é um jovem jornalista da Super Interessante, revista de curiosidades e ele usa esse know-how bem a favor dele.

O livro realmente abriu minha cabeça pra muitas coisas e hoje procuro analisar os fatos históricos/políticos de forma ponderada e sensata. Narloch se mostra coerente e com uma riquíssima fonte de referências (cada capítulo tem em média uns 15-20 livros citados) mas a verdade é que ele faz o recorte que ele quer da história e a conta de forma beeeem tendenciosa e, muitas vezes, com um sarcasmo deselegante e desnecessário.

Fui lendo os capítulos de forma embaralhada de acordo com o que tinha mais interesse. Comecei com o do Gandhi, já li a autobiografia dele, vi o filme, morei na Índia e visitei praticamente todos os lugares importantes que ele passou. Ou seja, eu manjo da história do cara. E realmente, ele fez testes bizarros com mulheres jovens e é criticado na Índia por isso. Mas Narloch desenrola toda essa questão persuadindo o leitor que Gandhi foi ruim, e não é bem por aí. O mesmo se dá pelo capítulo dos monges tibetanos.

Pesquisei um pouco mais e vi que esse livro é criticado por grandes historiadores brasileiros como o Karnal. A edição é muita bonita, e o livro apesar de extenso, é bem interessante e realmente tem algo a agregar, mas é bom ler "dando uma filtrada" nas informações.
comentários(0)comente



lua 02/04/2018

Apesar de bastante parcial, é uma leitura interessante que mostra que nem tudo na História é exatamente como gostam de dizer
comentários(0)comente



void_Indigo 09/03/2018

Muito Divertido!
Comecei e recomecei essa resenha várias vezes, porque achei o livro bastante instigador. O autor distribui várias "historinhas" interessantes, derrubando alguns mitos (fiquei realmente surpreso com o cinto de castidade!) e divulgando vários fatos que ocorreram ao longo da História de uma forma bem diferente do que eu conhecia. O incêndio de Roma, por exemplo.

Eu sabia (sabia assim, assim, estudei no colégio, há mais tempo que gosto de lembrar, e História não era minha matéria preferida. Estudei, passei, ficou para trás) que Nero tinha incendiado Roma e ainda ficou tocando lira para as chamas. É o tipo de coisa que gruda na memória. Mas aí você fica sabendo que essa história foi contada por seus inimigos e muito tempo depois, e que incêndios eram comuns na época, bom, a história começa a mudar de figura. Pode até ser verdade, mas pode não ser também.

Várias das histórias do livro são assim. O autor traz novos fatos, muitas vezes desconhecidos, que lançam uma nova luz em histórias que, bem ou mal, conhecemos.

As histórias sobre as falhas de figuras históricas tem um certo sabor de fofoca, mas na minha opinião apenas ilustram como seres humanos comuns podem crescer além de suas falhas e aspirar à grandeza. Ou ao menos à aparência dela (certo ditador da Ásia me vem à mente...)

Várias outras resenhas e comentários reclamam do viés direitista do livro. Para mim, isso é só mais um aspecto interessante dele. História com viés esquerdista, pelo menos onde e quando estudei, era mato! Ver os mesmos fatos com outro ponto de vista e interpretações foi bastante esclarecedor.

No mais, um livro com um estilo bem agradável e de fácil leitura. Recomendo bastante.

#DesafioLiterarioSkoob2018
Ritaline 28/06/2018minha estante
Impossível concordar mais com suas palavras.


void_Indigo 30/06/2018minha estante
Não tem emojis, então... ;o)


Ritaline 01/07/2018minha estante
??????????????????????


Ritaline 01/07/2018minha estante
???????????????????


Ritaline 01/07/2018minha estante
?????????????????????????


Ritaline 01/07/2018minha estante
?????????


void_Indigo 13/07/2018minha estante
Desculpe, estava sem acessar o skoob há um tempo. Minha resposta foi um emoji de piscada! ;o) Agradeço o interesse! :o) (emoji feliz!)




Bianca 21/01/2018

Uma visão alternativa
O livro procura desmistificar questões da história global, onde muitas vezes temos visões estereotipadas e irreais. A leitura flui com facilidade, com uma escrita leve e dinâmica, que consegue manter o leitor interessado. Há abundância de fontes, e as teorias apresentadas ao leitor, muitas vezes pouco conhecidas pelo grande público, sempre possuem um bom embasamento, logo, recomendo a leitura.

PS.: Vi muita gente, nas resenhas, criticando o fato de o autor ter uma visão inclinada à direita, porém sempre vi livros de história e filosofia (bem como professores dessas áreas) inclinados à esquerda também, sem ter tanta crítica, então não entendo porque tanta "raiva" diante da mera existência de um livro com uma visão alternativa. Além disso, o próprio livro já anuncia em seu título que é "politicamente incorreto", ou seja, não está absolutamente alinhado às visões que hoje predominam no meio acadêmico e na imprensa. Logo o autor está sendo honesto quanto àquilo que está vendendo. As ideias, por si só, podem se provar boas ou ruins, e todos ganham com a pluralidade e o livre debate.
comentários(0)comente



Leo 16/09/2017

O livro é de direita sim e daí?
O livro trás diversos fatos sobre a história do mundo com um novo ponto de vista além da visão marxista sobre as coisas e é algo que faz muito mais sentido na maioria dos casos. Vi pessoas falando que ele distorce os fatos, mas não vi nenhuma distorção assim não. As pessoas falam que o capitalismo não ajudou a eliminar a pobreza e o trabalho infantil porque essas coisas ainda existem hoje em dia, mas ignoram o fato de que onde mais existem são exatamente em países com tendências a políticas de esquerda, como é o caso da China, ou muitos países africanos e asiáticos.
O livro na verdade nem se preocupa tanto em fazer uma defesa do capitalismo, ele apenas mostra como o capitalismo ajudou a evolução da humanidade o que é algo inegável e extremamente visível, negue o quanto quiser, mas qualquer um pode perceber a diferença entre um país com políticas de esquerda (China, Venezuela, Cuba, Coréia do Norte) e um país com políticas de direita (EUA, Canadá, Inglaterra, Japão). O marxismo é um erro, é uma política fadada ao fracasso e ao sofrimento de todos aqueles submetidos a ele de alguma forma.
O livro também aponta as diversas hipocrisias históricas que existem, como é o caso de Gandhi, Madre Teresa e o Dalai Lama, pessoas que não foram boas de verdade, muito menos exemplos a serem seguidos, apenas pessoas hipócritas que conseguiram e conseguem enganar pessoas estúpidas o suficiente para se deixarem levar por palavras bonitas.
comentários(0)comente



Gaia 10/07/2017

"Tão ideológico quanto a ideologia que quer combater"
Possuem passagens bem curiosas, salpicadas por satirizações dos personagens ou das situações que acabam por ser divertidas e envolventes, mas, não é possível levar o conteúdo em si a sério. Para tentar desconstruir ideologias sobre personagens históricos ou "fatos" históricos, hoje amplamente difundidos, o autor tenta levar ao pé da letra o "politicamente incorreto" chegando até mesmo a ser extremamente apelativo e ideológico.

Ah, a frase do título de minha resenha pertence ao IDELBER AVELAR (professor de literatura na Universidade Tulane /EUA) em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, onde expressou bem sua opinião sobre o livro, a qual tenho de concordar.

Obs. Pior capítulo para mim foi a da revolução industrial seguida pelo capítulo sobre os agrotóxicos, neste pensei até mesmo em desistir da leitura.
comentários(0)comente



Rafael.Treviso 30/03/2017

É um livro divertido e interessante, mas bem parcial
Tem uma grande dose de parcialidade, mas pra quem gosta de história eu creio q valha a pena ler sim, tem muitas curiosidades envolvidas
SPedreira 16/11/2017minha estante
Pensei em desistir por várias vezes. Mas fui até o fim. Não é de todo ruim, mas bem tendencioso.




Ana 10/02/2017

Um dos melhores livros que eu já li nos últimos tempos. Bem-humorado, irreverente, sutil, claro e objetivo, sem contar o delicioso ponto de vista do autor, que causa mal-estar a essa geração fraca e sensível demais para certas verdades inconvenientes.
comentários(0)comente



83 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6