Dias Melhores Pra Sempre

Dias Melhores Pra Sempre Maurício Gomyde


Compartilhe


Resenhas - Dias Melhores Pra Sempre


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Ingryd Lessa 04/01/2014

Gostaria de informar, em primeiro lugar, que esta resenha gigante vem carregada de uma emoção inexplicável. Na verdade, não é tão difícil assim entender o porquê de eu estar tão emocionada após ter acabado de terminar este livro, principalmente se você também já leu esta obra prima!

Vamos primeiro aos fatos pessoais: os protagonistas são estudantes de Medicina que se formam e o principal personagem, que narra sua história, faz residência de Ortopedia Pediátrica. Isso pode realmente não ter significado para algumas pessoas, mas eu te pergunto: tem como eu, uma estudante de Medicina que quer ser Pediatra no futuro, não se sentir homenageada, tocada e emocionada ao ler sobre o último ano de faculdade, a formatura e o futuro profissional cheio de desafios do Bruno, "o cara" do livro que conquista as criancinhas lindas de forma tão doce e carinhosa? Impossível!!

Como se isso não bastasse, "Dias Melhores pra Sempre" me fez chorar várias vezes por muitos outros motivos diferentes. O livro, que é dividido em quatro partes, conta a história de Bruno, um jovem estudante de Medicina que é lindo, inteligente, querido por todos e que manda muito no Surf.

A primeira parte começa nas férias antes do último ano da faculdade, em que ele vai para o Hawaii e lá sofre um "acidente" enquanto surfava. A partir daí, muitas coisas mudam na sua vida, mas a principal delas é o aparecimento de uma colega de turma na sua rotina. Micaela, a nerd de óculos que vivia se escondendo de todos, passa a ajudar e dar forças para Bruno em um nível que ele nunca imaginou (mas que precisava desesperadamente).

Com a amizade dela, ele consegue superar todas as dificuldades que encontra no caminho. Até que os sentimentos passam a se confundir na sua cabeça, e o carinho, o respeito e a admiração dão lugar ao amor. O problema é que, daí pra frente, o tempo passa e a vida começa a exercer seu efeito sobre o destino das pessoas...

Bruno, Mica, Dante e Karina, os quatro grandes amigos que formaram uma família, acabam seguindo caminhos diferentes após a faculdade. Por isso, alguns anos depois, eles resolvem se encontrar em um chalé num local muito especial e significativo para todos, com o objetivo de comemorar e aproveitar ao máximo os últimos momentos juntos em Santa Catarina. Aqui é onde começa a parte dois do livro, o momento crucial da história.

A partir de então, não posso mais falar muita coisa!! O que posso adiantar é que o nosso protagonista é um grande homem e muito forte, que sofre baques seguidos mas aguenta firme e não desiste jamais da vida nem do seu grande amor. Ao meu ver, Bruno é realmente "O cara", e todos os homens deveriam se espelhar e seguir seu exemplo de superação!!

Maurício Gomyde abusou dos sentimentos, sem dó do leitor, ao escrever cada frase e parágrafo dos curtos capítulos. Não falta amor, amizade, tristeza, dor, alegrias, determinação, dedicação e devoção. Você sente escorrer das páginas, junto com as lágrimas dos olhos, cada tipo de emoção diferente e comovente que existe na face da Terra. Não tem como sair ileso desta leitura incrível!!!

Absurdamente bem escrito em primeira pessoa e muito mais suave de ler do que a maioria dos livros, "Dias Melhores pra sempre" mostra que, muitas vezes, as fatalidades da vida acabam se tornando oportunidades de criamos coragem para seguirmos novos rumos ou para retomar antigos conceitos. E que, independente do que aconteça, nunca desista de seu verdadeiro amor!

site: http://pseudoestante.blogspot.com.br/2013/12/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



LU Faustino 02/11/2013

Emocionante!
Gente, que livro é esse? Uma história linda que eu não consegui dormir até parar de ler. Li todos os livros do gomyde e posso dizer que ele sabe mtmtmtmtmtmt das coisas. Não vou contar pra não dar spoiler, mas vocês vão se surpreender com a historia. Bruno e Micaela se tornaram meus personagens favoritos.
comentários(0)comente



Andresa 13/11/2013

Dias melhores pra sempre
Como escrever a resenha de um livro que me deixou completamente sem palavras? É isso o que me pergunto enquanto encaro essa tela em branco. Tantas coisas me ocorreram durante a leitura, tantos sentimentos e pensamentos. Certamente eu não esperava menos de um dos meus autores favoritos, mas não estava preparada para uma história tão incrivelmente fantástica quanto a que encontrei nessas poucas páginas. É um livro que, utilizando o jargão do próprio personagem principal em diversos momentos, é “cem por cento emoção e dez por cento razão”. Um livro que me marcou e que, com certeza, irá marcar milhares de leitores.

Em “Dias melhores pra sempre”, Maurício Gomyde, nos transporta para o deslumbrante cenário de Florianópolis, onde praias e beleza natural fazem seu papel. Nesta cidade vivem quatro pessoas incríveis, melhores amigos/irmãos/almas gêmeas, que se auto intitulam como a Famiglia.

Bruno, personagem principal da história, é um homem bonito que tinha tudo o que a vida pôde lhe oferecer, até o momento em que, em uma viagem ao Havaí a procura das melhores ondas, é atacado por um tubarão e acaba tendo sua perna amputada. Depois deste trágico acontecido, ele precisará de coragem para viver uma vida muito diferente da que estava habituado. Encontra dificuldades gigantescas nas coisas mais simplórias da vida, como simplesmente se manter em pé.

Bruno encontra forças na pessoa que menos imaginou, na pessoa que ele nem ao menos notava: Micaela. Mica é a garota invisível do curso de Medicina, que se mostra completamente inacreditável aos olhos de Bruno com o passar dos anos. Então, a amizade do quarteto Bruno, Micaela, Karina e Dante (a Famiglia) cresce cada vez mais, o afeto que eles possuem é algo único e difícil de encontrar. Entretanto, o destino não é tão doce quanto os amigos e ocorrem fatos que, se não fosse o amor e a fé que possuem uns pelos outros, não resistiriam.

“Dias melhores pra sempre” foi muito mais do que apenas uma boa leitura, é um livro com uma quantidade imensa de lições, com vida pura e simples carregada em suas páginas, com amor em cada palavra, e com uma narrativa tão gostosa que me fez querer ler compulsivamente e desejar mais e mais e mais mesmo quando o livro já havia acabado.

Ao queridíssimo Maurício Gomyde, novamente, eu tiro o chapéu, aplaudo em pé, solto fogos em Copacabana e (se pudesse) dava o prêmio Nobel de literatura! Maurício, com essa história estupenda, você conseguiu tocar diretamente o meu coração e me fazer enxergar as coisas por uma nova perspectiva. Não sei como isso é possível, mas me tornei ainda mais sua fã! Que a vida de Bruno e Micaela surpreenda muitos outros corações e encante a todos, como me encantou. Obrigada por ter escrito este livro, mudou muita coisa em mim!


site: http://www.inbookshelf.com/2013/11/dias-melhores-pra-sempre-mauricio-gomyde.html
comentários(0)comente



Portal JuLund 05/10/2015

Dias Melhores para Sempre, resenha, @mauriciogomyde
É um prazer poder falar desse livro do escritor brasileiro Maurício Gomyde, Dias Melhores para Sempre é uma trama muito envolvente, acredito que a historia vai impressionar todos que lerem, pois a leitura é recheada de surpresas e nossa mente é levada a mergulhar de cabeça na vida de Bruno protagonista da historia.

Para minha sorte tive o prazer de conhecer essa leitura através de um sorteio realizado pelo próprio escritor em seu Facebook, fui a contemplada e garanto me apaixonei por cada uma das historias vividas, assim que peguei o livro em mãos analisei sua capa, que por sinal é linda, ela já passa a primeira informação que é se tratar de praia e surfe.

Leia a resenha completa em:

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/dias-melhores-para-sempre-resenha-mauriciogomyde
comentários(0)comente



Tayane Cristie 26/08/2014

"Dias Melhores Pra Sempre é um livro bem sensível, que trás mensagens positivas para nossa vida (...)"
Na resenha de O Rosto Que Precede o Sonho, também do Maurício Gomyde, eu me perguntei o porquê de ter demorado tanto a ler o livro do autor. Mais uma vez, eu me faço essa mesma pergunta. Se eu já havia gostado de um livro dele, por que negligenciei o outro por tanto tempo? Como o outro livro, Dias Melhores Pra Sempre é uma surpresa, com uma história linda e sensível.

Eu não sabia absolutamente nada da história quando comecei a ler (talvez tenha lido a sinopse algum dia, mas não me lembrava de nada), então foi bem legal ir descobrindo o rumo das coisas aos poucos.

Começamos o livro em um chalé, onde quatro amigos comemoram o final de seus cursos de Medicina na faculdade. Lá, nosso protagonista, Bruno, precisa fazer uma coisa importante que poderá selar o destino de sua vida.

Depois voltamos quatro anos antes, onde vamos descobrir sobre a vida de Bruno e tudo que aconteceu para que ele chegasse àquele momento no chalé.

Bruno é surfista, mora em Florianópolis e faz curso de Medicina. Ele viaja com os amigos para o Havaí, e é lá que seu destino é traçado. Enquanto surfa em águas havaianas, ele só sente o impacto do tubarão mordendo sua perna e levando um pedaço embora. No início não há dor, por causa da adrenalina, mas depois a dor não só física, mas também psicológica, começa a afetá-lo. No hospital, os médicos têm de amputar sua perna, e é aí que ele percebe que a vida não mais será a mesma.

No aeroporto, de volta ao Brasil, ele encontra seus amigos e sua mãe esperando por ele, com cartazes de força naquele momento delicado. E bem lá, meio sem graça, está a Garota Invisível, segurando uma cartaz de “Força, campeão!”. Bruno se lembrava vagamente dela de sua classe na faculdade, e a partir daquele momento, aquele gesto dela de ir ao aeroporto esperá-lo, mesmo que não fossem amigos, começou, pouco a pouco, a fazê-lo se sentir cada vez mais encantado com Micaela (que ele descobriu ser seu nome).

Com uma vida que não queria levar, por andar de muletas, Bruno perde a namorada e toda a alegria da vida que ele tinha antes. Então, mais uma vez, Micaela vai proporcionar-lhe momentos de reflexão, alegria, vontade de viver. É por causa dela que ele decide colocar uma prótese e tentar voltar a viver o mais normal possível.

Tá, vou parar por aqui. Acho que disse até de mais já, haha.

Micaela foi muito importante para Bruno em sua recuperação. Gostei muito dela, dava para ver o quanto se dedicava para ajudar o novo amigo. Com mais dois amigos de Bruno (e agora dela), Dante e Karina, eles deram início à Famiglia, que seria o refúgio de cada um deles, amigos que podiam contar um com o outro a qualquer hora. Outro personagem que gostei bastante foi o avô de Bruno, surfista, e ainda com a bola toda.

Dias Melhores Pra Sempre é um livro bem sensível, que trás mensagens positivas para nossa vida, até mesmo reflexivas. Não desistir, seguir em frente, encontrar o lado bom das coisas. Mesmo com suas limitações, após perceber que poderia continuar vivendo sua vida normalmente, Bruno foi forte e superou cada obstáculo, mesmo ficando com medo no início.

O romance é muito fofo, e o mais legal é que ele não começa do nada, nem fica com melação o livro todo. Os personagens passam por muitas coisas difíceis no decorrer do livro, e é de partir o coração vê-los sofrer, principalmente o que acontece chegando ao final.

Como eu já sabia o modo do autor escrever, não foi uma surpresa tão grande como foi para mim na leitura de O Rosto Que Precede o Sonho. O livro é muito bom, mas mesmo assim ORQPOS continua sendo meu favorito dele até o momento. A narrativa do Maurício continua muito boa, mas algumas coisinhas aqui e outras ali não me convenceram muito bem, principalmente em algumas falas dos personagens. De qualquer forma, a narrativa flui e a leitura é muito gostosa, fazendo que a leitura do livro seja muito rápida.

Mas leiam, porque é um livro muito bom e lindo! Para quem gosta de uma linda história de amor, taí uma dica de romance nacional bem escrito e estruturado, com personagens cativantes e uma trama de fazer suar pelos olhos (apesar de eu, particularmente, não ter chorado – mas chorei no outro livro dele).

E que mais livros do autor caiam em minhas mãos!

site: http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/2014/07/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Ana Carla 23/08/2013

De longe, o melhor autor da nova geração de escritores brasileiros.
comentários(0)comente



Pat Campeiro 12/11/2013

Quando começo a ler um livro do Maurício, apesar de já saber o que me espera (risos e lágrimas), sempre me surpreendo positivamente. A cada novo livro ele vai se tornando um dos melhores (se não o melhor).
A história de Dias Melhores pra Sempre é linda e surpreendente. Há ótimas reviravoltas e o jeito que acontece o desenrolar das cenas vai te deixando cada vez com mais vontade de ler.
O livro é perfeito.
comentários(0)comente



Carlinha 26/01/2014

Lindo!
A historia de Bruno e Micaela é uma linda historia de superação. Quando um terrível acidente acontece com Bruno, ele não saberia que sua vida mudaria de forma radical, não só pelo acidente em si, mas por daí encontrar alguém totalmente inesperado e que mudará sua vida.
Amei o jeito que o Maurício contou tudo, o livro é lindo demais.
Recomendadíssimo.
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 06/03/2014

Fico muito feliz pela oportunidade de ler mais um livro do Maurício Gomyde e como eu já esperava, foi mais uma emocionante história criada pelo autor. A primeira coisa que me agradou muito foi o fato de a trama se passar no Sul, mais precisamente em Santa Catarina, Estado vizinho ao RS e com cultura tão semelhante a nossa.
Em "Dias Melhores pra Sempre" o Maurício nos apresenta Bruno, um surfista estudante de medicina que tem a perna amputada depois de um ataque de tubarão no Hawaii. Bruno, que antes era tão cheio de vida e alto astral, vê sua vida desmoronar com o acidente. O surfe sempre foi sua maior paixão e agora é sua maior desilusão pois, acredita nunca mais poder voltar a surfar e competir em campeonatos.
Na volta para casa, sua família e amigos estão no aeroporto à sua espera, todos com frases de incentivo e buscando lhe dar uma coragem que ele mesmo não tem mais. No meio de seus conhecidos, está Micaela, a menina estranha da faculdade que quase não fala com ninguém e é totalmente CDF. Bruno apesar de sua dor e tristeza, não consegue evitar a curiosidade em saber porque Micaela está ali no meio de seus conhecidos já que ela é meio que excluída no curso e parece nem se importar com isto. O que uma menina pouco sociável faria num aeroporto à espera de um colega que ela nem tem afinidade?
Inexplicavelmente é ela quem mais irá lhe dar forças para enfrentar sua nova condição. Bruno e Micaela acabam por se aproximar e tornam-se ótimos amigos juntamente com Dante e Karina, outros dois colegas da medicina. Juntos, os quatro formam uma bela família inseparável cujo tema era "noventa por cento coração-dez por cento razão".
Bruno tinha uma namorada antes do acidente e esta parecia ser muito apaixonada por ele, mas ao que tudo indica, o amor dela não resistiu ao problema de Bruno e não demorou muito para que a garota terminasse o namoro sem remorso algum deixando Bruno ainda mais abalado do que já estava. Porém, Micaela com seu jeitinho todo meigo e carinhoso vai ganhando cada vez mais espaço no coração de Bruno e os dias de tristeza vão se distanciando e a vida vai tomando seu curso normal outra vez.
Mas, como tudo na vida tem sempre um "mas"....Bruno precisa testar sua força e obstinação mais uma vez. As coisas não correm como planejado depois de um final de semana perfeito entre amigos numa cabana abandonada onde eles costumavam se encontrar e como se não bastasse o obstáculo que ele precisou superar ao sofrer o acidente no Hawaii, eis que a vida lhe prepara mais um surpresa e como da primeira vez, nada fácil, mas de maneira nenhuma impossível.
O livro é dividido em 3 partes. Já no início temos contato com a parte 2, depois a parte 1 e por fim a 3. Ao iniciar a leitura você já percebe que o livro está nos apresentando os personagens já com suas tramas construídas, para só depois conhecermos de fato tudo o que os levou àquele ponto.
A narrativa do autor é um dos pontos favoráveis à suas criações. Este livro em especial é narrado pelo próprio Bruno que nos expõe seus anseios, dúvidas, medos e sentimentos de maneira clara e muito bem elaborada.
Quem já leu algum livro do Maurício sabe bem que é impossível não se emocionar com algo escrito por ele. Suas tramas são tão intensas e contagiantes que quando a gente menos espera, as lágrimas nos pegam de surpresa.
Só posso dizer que o livro é SENSACIONAL!
comentários(0)comente



ricardo_22 09/06/2014

Resenha para o blog Over Shock
Dias Melhores pra Sempre, Maurício Gomyde, 1ª edição, Brasília-DF:
Porto 71, 2013, 230 páginas.

Ao lado de outras três pessoas inseparáveis, Bruno forma um grupo de amigos que está próximo de se separar quando seus destinos os levarem a diferentes lugares. Antes de isso acontecer, eles aproveitam ao máximo e se divertem repetindo o que já foi feito em tantas outras oportunidades.

Mas isso tudo começou alguns anos antes, quando o então estudante de Medicina faz uma viagem ao Havaí e sua vida passa a mudar. Após voltar ao Brasil, Bruno não apenas conhece uma mulher encantadora, como aceita todos os desafios impostos pela vida e pelo destino, que juntos parecem forçar Bruno a trabalhar em nome do amor e de dias melhores.

“Amor não se compra, compaixão não se implora, paixão não se pede, pena se ignora. Sentimentos de amor devem vir espontâneos, ou é melhor que não venham. Eu era o mesmo, sabia que nada da minha essência havia mudado e não precisava da piedade de ninguém” (pág. 59).
Pode ser difícil de acreditar, e até se tornar repetitivo por já ter dito isso em outras oportunidades, mas a cada nova obra está se tornando mais difícil encontrar palavras para descrever o trabalho de Maurício Gomyde. Ele não apenas se tornou um autor favorito, como também é um escritor que é possível apostar todas as fichas, sem medo de errar. Isso porque se existe alguém que conquistou em todos os livros, sem nunca ter o que reclamar, esse é Maurício Gomyde.

Dias Melhores pra Sempre é o quarto livro do autor e possui a mesma qualidade técnica dos anteriores, se tornando cada vez mais uma característica extremamente positiva do trabalho de Maurício. Dificilmente existe um escritor nacional tão bom que consiga unir humor, drama e lições de vida sem que isso torne a história maçante e que aparente ser forçado.

Com a história de Bruno o leitor se pega sorrindo como um bobo apaixonado, com lágrimas em seus olhos, resultado de uma carga emocional extrema, e gargalhando como uma criança que se diverte com tudo ao seu redor. Tudo o que encontramos nas páginas desse livro é encantador, também por isso é impossível deixar o livro de lado quando começamos a ler – e após a leitura a história permanece em nossos pensamentos e corações.

Apesar de isso tudo ser semelhante ao que já foi sentido com trabalhos anteriores, não é possível comparar Dias Melhores pra Sempre com as demais histórias. No entanto isso não acontece simplesmente pela essência ser diferente, ou seja, pela história ser narrada com as mesmas características, mas querendo transmitir uma mensagem inédita e por vezes até mais importante.

site: http://www.overshockblog.com.br/2014/06/resenha-248-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Drika 16/12/2013

Maravilhoso
Dias melhores para sempre conta a história de Bruno e Micaela, um surfista popular que em uma viagem para o Havaí, em busca das melhores ondas, perde uma parte da perna quando é atacado por um tubarão. Ele volta para o Brasil e começa uma nova vida com o membro amputado. É aí que entra a doce Micaela, a nerd da faculdade de medicina que levará lindos sentimentos para a vida de Bruno, inclusive a suavidade do amor.

Dias melhores para sempre é um livro leve, romântico e emocionante. O cenário não podia ser melhor, minha maravilhosa Florianópolis - cidade pela qual sou apaixonada e que ambienta minha série de livros - foi maravilhoso matar a saudade dos lugares mencionados que conheço tão bem. E sem dúvidas, foi melhor ainda sentir toda a ternura vinda desse romance, que muito me fez lembrar a magia do primeiro amor.

Leitura rápida e mais que recomendada!


site: http://www.adrianabrazil.com
comentários(0)comente



Fernanda 21/07/2014

Resenha: Dias Melhores Pra Sempre
Resenha: “Dias melhores pra sempre” reflete sentimentos intensos e obstinados, e é muito difícil expressar todos os momentos inconstantes e as conveniências apresentadas ao longo do caminho. A escrita do autor Mauricio Gomyde é tão cativante e atenta aos detalhes, que é como se cada palavra fosse um recado ao leitor, oferecido nas entrelinhas do texto.


CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/07/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Lelê 20/12/2013

Resenha:
Como é bonito!!!


" - Por isso que a loucura é relativa.
Quem dirá qual a medida da loucura?"



Bruno, um jovem com saúde pra dar e vender, um garoto que está iniciando sua vida adulta da melhor maneira possível. Tem uma família maravilhosa, uma namorada que é conhecida como "a gostosona do direito". Vai bem na faculdade de medicina. Pega as melhores ondas nas praias de Florianópolis, e tem amigos incríveis. O quê poderia dar errado?

Nem tudo é perfeito o tempo todo.

Em uma viagem com seu melhor amigo Dante para o Havai, Bruno sofre um grave acidente surfando. À partir deste acidente momentos bem ruins começam. Bruno perde uma parte de seu corpo, parte essa que ele acha fundamental.

Nessa hora confesso que me revoltei um pouco com ele. Pelo fato de ser um futuro médico, achei que ele deveria encarar melhor o assunto amputação, mas de cara ele se mostrou fraco, depressivo e despreparado.

Mas aí é que surge a primeira peça do quebra cabeça da reconstrução da sua vida. Uma criança, com palavras simples, consegue dar o primeiro empurrão para a recuperação dele.

Com o passar do tempo, outros anjos vão surgindo. Muitas decepções também. A cada dois ou três degraus que ele subia, acabava descendo um. Assim é a vida todos os dias; não é mesmo?

A chegada da nerd Micaela faz com que cada degrau ficasse mais fácil. A ajuda dessa amiga é imprescindível para que Bruno se redescobrisse como médico, como surfista, como amigo e como homem.

O assunto amizade é tratado com carinho. E livro que fala de amizade me conquista fácil.

Achei este livro bem Nicholas Sparks. Se é que você me entende. Bom, vocês sabem que AMO o tio Nick, portanto garanto que AMEI "Dias Melhores Pra Sempre".

É narrado em primeira pessoa, por Bruno. Todo o livro é carregado de diálogos, o que eu acho ótimo, me sinto participando das conversas.

Li o livro no Kindle e achei ótimo. Porém eu tenho ele físico também, então posso falar da capa, que é linda!! Quanto a diagramação garanto que esta mais linda ainda, os desenhos dividindo as três partes do livro ficaram muito bonitos, a fonte é bastante agradável e as páginas são levemente amareladas. Perfeito!

O livro é curto e por ter tantos diálogos a leitura fica super rápida. Li em um dia e fiquei com vontade de mais, de continuar... de... nem sei. Só mais Maurício Gomyde na estante com seus romances fofos e apaixonantes!

Você é romântica? Gosta de ler livros românticos? Então, LEIA!!!!

site: http://topensandoemler.blogspot.com.br/2013/12/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Gleyse 22/04/2016

Arte, surfe e emoção
O livro se inicia na segunda parte do livro, que possui quatro, contando sobre um momento muito feliz na vida do nosso personagem, indicando que a história acontecerá tranquilamente... Só que não. A primeira parte do livro irá tirar nosso chão e nos levar as lágrimas em vários momentos.

Bruno é um estudante de medicina que adora surfar e está prestes a realizar seu grande sonho, pegar onda no Havaí e parte junto com dois amigos para essa aventura, mas o que o destino reserva para ele está longe de ser um sonho. Ele é atacado por um tubarão e perde parte da perna. Mas isso é apenas o início da navela mexicana em que sua vida se transforma. Quando sua namorada termina com ele em pleno reveillon, sua vida parece não fazer mais nenhum sentido.

Em meio a todo drama que Bruno passa, Micaela surge como um bálsamo em suas feridas ainda abertas e se torna uma amiga que o salva da tristeza e da desesperança. Junto com Karina e Dante eles irão formar a Famiglia e essa união vai ser fundamental para a virada na vida de Bruno.

Vocês devem estar me xingando por eu estar contando spoilers, mas isso é apenas o começo da história, pois o Gomyde nunca decepciona, ele vai nos levar ao fundo do poço junto com o Bruno e vai nos arrebatar em vários momentos dessa leitura incrível.

Eu fiz o caminho inverso, li os livros mais recentes do autor e agora estou lendo os mais antigos, mas posso afirmar que isso não interfere na evolução da escrita do autor, pois a qualidade de suas histórias é a mesma que vemos em Surpreendente! Por exemplo, logo de cara a gente consegue identificar sua forma de contar uma história tão emocionante.

Cada personagem tem sua personalidade, características que nos fazem identificá-los como pessoas e nos identificamos muito com eles. Eu me vi muito na Micaela, que ela a garota invisível, mas ela vai se mostrando e se tornando fundamental na vida do Bruno e sua história também irá se desenrolar durante o livro, traçando um paralelo entre a história do Bruno.

É muito bom poder acompanhar o desenrolar dessa leitura, os altos e baixos, as perdas, derrotas, conquistas e vitórias em vidas tão frágeis, vidas como as nossas que achamos serem perfeitas e inabaláveis. Se você leu e gostou de Surpreendente!, precisa saber que o Maurício Gomyde já surpreendia o leitor há muito tempo.


site: http://gleysevieira.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Vicky 27/12/2014

Uma conquista curiosa e diferente de Maurício Gomyde
Esse, na minha opinião, foi o livro mais diferente escrito por Maurício. Eu sei e ao mesmo tempo não sei por que, mas vou tentar explicar meu ponto de vista da forma mais compreensível possível. Dias Melhores Pra Sempre apresenta uma história tocante e de aquecer o coração, além de nos fazer refletir sobre quem realmente somos, sobre até onde conseguimos ir para ficar com quem a gente gosta. É um livro que alcança nosso coração, escrito por um Maurício diferente.


Bruno tem uma vida e tanto pela frente. Faz faculdade de Medicina, é amante do surf e é cercado por amigos honestos, onde se destacam Karina e Dante. Bruno é louco pela área de ortopedia e há uma razão sinistra para tal gosto. Não sei se é ou não spoiler dizer o que ocorreu com o pobre coitado do Bruno, mas por via das dúvidas, direi apenas que foi um acontecimento forte o bastante para mudar a vida do protagonista do avesso, ao mesmo tempo que é profundo na medida certa para mergulhá-lo no mar do amor...

Tá, nem tanto. Não tem drama em exagero. É aí que eu quero chegar. Notei um comportamento diferente, se é que posso chamar assim, do Maurício nesse livro. E isso de jeito nenhum é negativo. Semelhantemente aos outros livros, o autor trabalhou bastante o amor de homem e mulher, mas focou, também, no tipo de amor mais singelo: o do amigo. A forma com que ele trabalhou o relacionamento da Famiglia na história deixou o ar um pouco mais leve em meio ao caos dos fatos que aconteciam e não paravam de acontecer; sempre ali, se revelando, e aparecendo, aparecendo, aparecendo... Eu consegui rir em meio as lágrimas porque Maurício fez meu coração se sentir dolorido e pesadinho, porque era sentimento demais se acumulando ali.

Quem já leu o livro, percebeu que ele tem quatro partes e que a segunda vem antes que a primeira. O que o Maurício fez conosco por meio desse ato foi um dos crimes mais graves que ele já cometeu. Dar-nos um gostinho da vida feliz de Bruno seguido de muitas dúvidas e suspeitas para em seguida adentrar no mundo caótico que é a vida da gente simplesmente partiu meu coração. As coisas que acontecem com Bruno, poderiam acontecer com qualquer um; a vida que ele tem, é quase um reflexo da de muita gente. Essa divisão diferente das partes do livro também permitiu que o leitor conhecesse o relacionamento de Micaela e Bruno para depois saber como ele começou.

Micaela é, antes de tudo, a colega de faculdade de Bruno. Eles se veem todo dia, mas ainda não há nada que faça deles bons amigos, apenas colegas. Isso muda quando Bruno volta da viagem (palco daquele acontecimento) e Micaela está ali, esperando por ele no aeroporto. A garota nerd, com cabelos negros, olhões azuis e beleza exótica desperta em Bruno uma admiração curiosa, que evoluí, evoluí e evoluí até se tornar em um amor delicado, sonhador e tão simples, que captura o leitor na primeira chance. Só que Micaela ainda é sensata demais para se jogar no amor assim. Cabe a ela decidir o futuro dos dois. A não ser que a Famiglia, tão bem integrada por Bruno, Micaela, Karina e Dante, fique por um fio quando de repente Maurício puxa nossos tapetes. E destrói as barreiras de nossos olhos e nos deixa a mercê do choro. Porque esse é o cara.

Acho que a leitura desse livro foi gostosa porque não precisa-se esperar pelo final para viver a grande cena. A história inteira é recheada de grandes cenas, que mudam o rumo das coisas em um ritmo agradável e necessário. O leitor não se sente com sono, mesmo que deva sentir isso. As noites (ou a noite, no meu caso) passam em um piscar enquanto as páginas são viradas, capítulos devorados, sentimentos aflorados e acontecimentos encaixados na trama. Já disse e volto a dizer que cada livro do Maurício me dá uma nova razão para me atrair pelo próximo livro. Até porque, se a história já é composta de grandes cenas, está para nascer quem descreva o final desse livro.

Não sei mais o que dizer. Continuo com o pressentimento de que os livros futuros do Maurício ainda me farão ter um infarte, o que será um bom sinal de que suas histórias realmente empolgam até mesmo nosso coração, que, de forma ou outra, é quem mais sofre nesse ciclo louco que é ler os livros de Maurício Gomyde.

site: http://omundosecretodavick.blogspot.com/
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2