Dias Melhores Pra Sempre

Dias Melhores Pra Sempre Maurício Gomyde


Compartilhe


Resenhas - Dias Melhores Pra Sempre


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Nanda 10/09/2017

Ótimo livro
Adoro os livros desse autor e pretendo acompanhar sempre a carreira literária dele ainda mais depois de ler esse livro da resenha de hoje.

A história tem 4 personagens muito importantes, todos amigos, todos residentes em Medicina: Micaela, Bruno, Dante e Karina. Durante a faculdade de Medicina eles construíram uma amizade tão forte que por mais que na residência cada um tenha escolhido uma área diferente, eles não deixaram de se encontrar, formavam um grupo chamado Famiglia.

Mesmo antes desse grupo se formar, algo muito marcante aconteceu na vida de Bruno, obviamente que não vou contar mas adianto que é algo que diz respeito a superação. Bom, grupo formado, amizade forte batendo na veia deles, amizade ou algo mais... não sei.

Mas quando tudo parecia perfeito outro fato marcante acontece, dessa vez com os 4. Marcas profundas ficarão na vida de todos mais especificamente na de Micaela. Com ela acontece algo muito forte que exigirá força.

Dei muita risada lendo esse livro e chorei também. O livro é emocionante!!! Para mim o melhor livro do autor até agora!! A história flui de uma forma rápida e harmônica envolvida de muita emoção.

Superação é a palavra que define a história. Melhor livro do autor é que define o que senti quando terminei de ler.

Claro que este livro entrou para minha lista de favoritos e fez eu acreditar mais ainda no talento desse autor que é um dos meus preferidos. Que Deus ilumine sempre o Maurício para que ele possa sempre estar nos trazendo emoção para nossas leituras.

site: http://trilhas-culturais.blogspot.com.br/2016/05/resenha-dias-melhores-para-sempre.html
comentários(0)comente



Carla Brandão 26/06/2016

O livro começa na segunda parte, narrando um final de semana da Famiglia, grupo formado por Bruno, Dante, Micaela e Karina. Os quatro amigos se conheceram durante o curso de Medicina e, ao terminarem a residência, decidiram passar o fim de semana juntos em um chalé na serra antes de cada um seguir o seu caminho. A volta pra casa, porém, reservava surpresas que eles nem poderiam imaginar. Aqui a segunda parte do livro termina sem mencionar qualquer coisa a respeito, mas a forma como o autor encerra o capítulo faz com que o leitor saiba o que aconteceu sem precisar de nenhuma palavra a mais.

Somos levados, então, a conhecer a história desde o início. Bruno, Dante e Karina já eram amigos. Micaela passa a fazer parte do grupo mais tarde. Descrita como nerd, tímida e invisível, se aproxima de Bruno quando o rapaz volta de uma viagem com uma sequela que muda sua vida para sempre. Surfista, bonitão e acostumado a aproveitar a vida em festas, Bruno passa a ter que lidar com sua nova condição. O caminho não é fácil, mas ele conta com a ajuda de seus amigos, principalmente Micaela, que, aos poucos, vai ganhando um novo papel em sua vida. Gostei da forma como o romance foi trabalhado pelo autor, gradualmente, de um jeito que nos faz acreditar nele e torcer por eles. O final de semana na serra, contudo, quando tudo parecia perfeito, trará novos desafios, colocará a prova sentimentos e exigirá mais uma vez superação e reconstrução.

A escrita de Mauricio é fluida e os capítulos são curtos. A narração fica por conta de Bruno e é muito real, consegue passar para o leitor todas as emoções sentidas por ele ao longo dos acontecimentos. Em nenhum momento a leitura é chata ou cansativa, pelo contrário. A trama é cheia de reviravoltas e todas as páginas, todos os detalhes são importantes. Não há pontas soltas e elementos aparentemente corriqueiros encaixam-se mais tarde para passar uma mensagem e dar um desfecho para cada situação apresentada.

O livro é lindo e a forma como o autor encaminhou algumas situações é encantadora! Experimentei muitos sentimentos diferentes durante a leitura e me emocionei em diversos momentos. Apesar de ser uma história emocionante, não é apelativa, achei que tudo foi tratado com bastante sutileza e cuidado.

Primeiro livro do Mauricio Gomyde que li e... Uau! Fazia tempo que uma trama não me prendia tanto! Recomendadíssimo!

site: https://blog-entre-aspas.blogspot.com.br/2013/12/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Gleyse 22/04/2016

Arte, surfe e emoção
O livro se inicia na segunda parte do livro, que possui quatro, contando sobre um momento muito feliz na vida do nosso personagem, indicando que a história acontecerá tranquilamente... Só que não. A primeira parte do livro irá tirar nosso chão e nos levar as lágrimas em vários momentos.

Bruno é um estudante de medicina que adora surfar e está prestes a realizar seu grande sonho, pegar onda no Havaí e parte junto com dois amigos para essa aventura, mas o que o destino reserva para ele está longe de ser um sonho. Ele é atacado por um tubarão e perde parte da perna. Mas isso é apenas o início da navela mexicana em que sua vida se transforma. Quando sua namorada termina com ele em pleno reveillon, sua vida parece não fazer mais nenhum sentido.

Em meio a todo drama que Bruno passa, Micaela surge como um bálsamo em suas feridas ainda abertas e se torna uma amiga que o salva da tristeza e da desesperança. Junto com Karina e Dante eles irão formar a Famiglia e essa união vai ser fundamental para a virada na vida de Bruno.

Vocês devem estar me xingando por eu estar contando spoilers, mas isso é apenas o começo da história, pois o Gomyde nunca decepciona, ele vai nos levar ao fundo do poço junto com o Bruno e vai nos arrebatar em vários momentos dessa leitura incrível.

Eu fiz o caminho inverso, li os livros mais recentes do autor e agora estou lendo os mais antigos, mas posso afirmar que isso não interfere na evolução da escrita do autor, pois a qualidade de suas histórias é a mesma que vemos em Surpreendente! Por exemplo, logo de cara a gente consegue identificar sua forma de contar uma história tão emocionante.

Cada personagem tem sua personalidade, características que nos fazem identificá-los como pessoas e nos identificamos muito com eles. Eu me vi muito na Micaela, que ela a garota invisível, mas ela vai se mostrando e se tornando fundamental na vida do Bruno e sua história também irá se desenrolar durante o livro, traçando um paralelo entre a história do Bruno.

É muito bom poder acompanhar o desenrolar dessa leitura, os altos e baixos, as perdas, derrotas, conquistas e vitórias em vidas tão frágeis, vidas como as nossas que achamos serem perfeitas e inabaláveis. Se você leu e gostou de Surpreendente!, precisa saber que o Maurício Gomyde já surpreendia o leitor há muito tempo.


site: http://gleysevieira.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 04/01/2016

Dias Melhores pra Sempre - Maurício Gomyde
O livro Dias Melhores pra Sempre, do paulista Maurício Gomyde, nos traz um romance singelo sobre fé, esperança e superação, tecido de forma sublime e com personagens inesquecíveis. Sou fã do trabalho do Gomyde desde sua primeira publicação e venho me encantando cada dia mais com suas histórias e com a leveza ímpar que ele usa para escrevê-las e desenvolvê-las. Suspirei e vibrei com o romance de Bruno e Micaela, me emocionei com os percalços que os dois enfrentam ao longo do enredo e ao final do livro, me vi completamente apaixonada pela trama.

O jovem surfista Bruno sempre dizia que um dos maiores desafios da vida era conseguir provar que as teorias não estavam certas. Passando por inúmeras provações e testes impostos pelo destino, ele consegue não apenas provar sua tese, como sustentá-la de forma palpável

Quando seu grande amor, Micaela, deixa de reconhecê-lo, ele precisa se reinventar dia após dia para reconquistá-la e mostrar todo o seu afeto. Contradizendo o destino e conspirando contra todas as teorias possíveis, Bruno faz de tudo para provar seu amor e semear esperança em um solo árido e quase que infértil...

Dias Melhores pra Sempre se mostrou uma das obras mais primorosas de Gomyde. Por meio de uma escrita simples e objetiva, o autor intercala diversos sentimentos e constrói uma trama sólida e inabalável sobre o amor. O romance de Bruno e Micaela alcança patamares gigantescos e se mostra um verdadeiro brinde ao amor; ao mais sublime e puro amor. Narrado em primeira pessoa por Bruno, que nos conta toda a sua jornada, bem como suas dificuldades na vida, o livro se mostrou deveras profundo e magnânimo.

"O mundo é sempre o mesmo, não muda quando as coisas acontecem. O curso natural da vida segue e quem pode se tornar diferente é o observador."

Acompanhar o amadurecimento de Bruno ao longo da história é gratificante. Ele nunca foi um jovem irresponsável, mas diante de algumas dificuldades, acabou se rendendo ao desânimo e a angústia. O amor o transforma em uma nova pessoa e o faz enxergar a vida sob um prisma diferente. A força que ele demonstra ao longo do enredo é surpreendente e conseguiu me encantar.

"Vida, às vezes difícil, complicada e inexplicável, mas que nunca deixará de ser bela e fascinante. Vida que podemos mudar a cada instante, se escolhermos sempre noventa por cento com o coração e dez por cento com a razão."

Micaela é uma jovem doce e tímida, que sempre passou despercebida por Bruno, tal como se fosse invisível. Ele passa a notar a moça em um dos momentos mais críticos de sua vida e os dois logo se tornam melhores amigos. Com o passar do tempo, a amizade evolui para algo maior e eles percebem que se tratam de metades de uma mesma alma. Micaela aparece na vida de Bruno como se fosse um anjo, e não só lhe indica o caminho correto, como transforma sua vida em algo mágico e especial pelo poder do amor.

Resumidamente, Dias Melhores pra Sempre é um livro sobre amor, esperança, superação e fé. Muitas vezes, recomeçar é preciso e para não perdermos aqueles que amamos, é necessário reconquistá-los quantas vezes forem necessárias. A capa do livro é bonita e nos traz a gravura de um surfista feita em aquarela e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e poucos erros de revisão. Recomendo, com certeza!

site: http://www.newsnessa.com/2016/01/resenha-dias-melhores-pra-sempre_4.html
comentários(0)comente



Portal JuLund 05/10/2015

Dias Melhores para Sempre, resenha, @mauriciogomyde
É um prazer poder falar desse livro do escritor brasileiro Maurício Gomyde, Dias Melhores para Sempre é uma trama muito envolvente, acredito que a historia vai impressionar todos que lerem, pois a leitura é recheada de surpresas e nossa mente é levada a mergulhar de cabeça na vida de Bruno protagonista da historia.

Para minha sorte tive o prazer de conhecer essa leitura através de um sorteio realizado pelo próprio escritor em seu Facebook, fui a contemplada e garanto me apaixonei por cada uma das historias vividas, assim que peguei o livro em mãos analisei sua capa, que por sinal é linda, ela já passa a primeira informação que é se tratar de praia e surfe.

Leia a resenha completa em:

site: http://portal.julund.com.br/resenhas/dias-melhores-para-sempre-resenha-mauriciogomyde
comentários(0)comente



Diane Ramos 29/09/2015

Dias Melhores Pra Sempre ( Maurício Gomyde )
Comecei a leitura de "Dias melhores pra sempre" muito animada e cheia de expectativas , posso dizer que toda essa minha ansiedade não foi em vão , pois , logo nas primeiras páginas já estava encantada com os personagens e me emocionando com eles . Ao finalizar a leitura senti um misto de sentimentos e desejei muito que o livro tivesse mais páginas para poder continuar com Bruno e Micaela .

O livro traz a história de Bruno , um estudante de medicina que vê sua vida mudar após uma trágica mordida de tubarão , que fez com que perdesse parte da perna . Apesar de sempre poder contar com sua família e seus inseparáveis amigos , Dante e Karina , ele se sente perdido e a insegurança toma conta de sua personalidade .
As coisas só começam a melhorar após a chegada de Micaela , ela que era uma garota totalmente fora dos padrões das amizades de Bruno , aos poucos , vai se aproximando e trazendo consigo a vontade de viver , desta forma eles vão se interagindo até se tornarem os melhores amigos . Sob o slogan " noventa por cento coração e dez por cento razão" , Bruno ,Micaela , Karina e Dante fundam a famiglia , um grupo de amigos pronto para ajudar uns aos outros .
Durante uma viagem da famiglia o destino age e faz com que o grupo sofra um grave acidente e como consequência Micaela não consegue mais reconhecer Bruno , eles que sempre foram muito amigos e inclusive diversas vezes esconderam o amor agora tem que lutar para ter a vida de antes e quem sabe até engrenar num novo romance .

O livro é encantador e passa uma mensagem linda sobre amor , oportunidades e coragem , não exagero nem um segundo ao dizer que "Dias melhores pra sempre " foi uma das minhas melhores leituras . Maurício Gomyde surpreende o leitor de tal forma que durante a leitura você se pega dizendo : "Não acredito que aconteceu isso ! "
Os personagens são super bacanas e carismáticos , o que faz com que nos identifiquemos e torcemos por eles logo nas primeiras páginas . Em geral digo que o livro leva a marca de Gomyde , você chora e sorri ao mesmo tempo ! Então , o conselho que deixo é que esse livro não deve ser lido em público , porque , pode pagar mico rsrs .
Finalizo a resenha recomendando muito essa leitura pra todos ... É uma história linda que com certeza merece ser lida .

site: http://coisasdediane.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Tham (4 You Books Mania) 25/05/2015

Superar ou Não Viver?
Olá pessoal, tudo bem?
A resenha de hoje, além de ser do nosso parceiro Maurício Gomyde, tem algo muito especial que só quem já leu o livro vai saber, porém não se preocupe porque pretendo mostrar e aguçar a curiosidade de vocês para que esse mistério seja solucionado, mesmo que este livro se trate de um romance fora do comum, no entanto poderemos considerá-lo fora, mas clichê, ou seja, porque será que eu estou dizendo que ele é fora do comum, mas clichê? Já que "clichê" é uma palavra que diz muito comum...
Começaremos por falar que o livro é narrado em primeira pessoa, no caso na voz de Bruno, um doutor (se assim posso chamar) que acabou a faculdade de Medicina e que está em uma casa com seus amigos para se divertirem... Bruno, Mica, Dante e Karina, sim todos formados em Medicina, estão nesta pequena festa, o casal Dante e Karina, que já namoram a certo tempo, e Bruno e Mica, amigos por um inimaginável acontecimento... Vamos um pouco mais a frente... Bruno gosta de Mica e vê a oportunidade de conseguir o que já quer faz muito tempo e esta pequena probabilidade acontece, ele a beija e por mais estranho que isso soe: eles param e vão ambos dormir, porém como nenhum dos dois conseguem eles se encontram na varanda, com uma incrível rede e fazem brincadeiras, porém nada mais do que apenas conversar sobre seus supostos "sonhos" e acabam dormindo um nos braços do outro. Na manhã seguinte, que era sua volta para Florianópolis, os quatro amigos estão fazendo a típica brincadeira de "Qual o número?" e é neste dia que tudo mudará...
Vamos voltar um pouco para os primeiros acontecimentos antes deste dia... Bruno é um surfista que adora pegar as mais perigosas ondas e se apenas isso não bastasse ele acaba indo para o Hawaii e lá ele se depara com um pequeno/grande problema, qual será? Diremos que ele e seus amigos não tinham conhecimento de que naquele mar existiam tubarões e um dos mesmos arrancou metade da perna de Bruno. Sim, o que no começo não parecia muita coisa resultou em uma perna amputada e alguns dias de hospital, porém como não somente poucas coisas mudam ele se viu em uma impossibilidade, pois não poderia voltar a surfar, pelo menos era assim que pensava.
Na saída do hospital, Bruno de volta a Florianópolis é recebido por seus pais e vários amigos, porém apenas uma pessoa o chama a atenção, uma moça que até então ele não conhecia e que era sua colega de classe, Mica. No entanto como namora Ana, uma moça da faculdade, não liga muito pelo que esta moça fez e acaba a ignorando com seus amigos, porém por ser "aleijado" sua atual namorada termina bem no 1º dia do ano, ou seja, no Ano Novo! Pensando que nada será mais o mesmo, ele aleijado e sem ninguém para amar, acaba por ficar dias em sua casa, porém algumas coisas acontecem que o fazem mudar de ideia e voltar para a faculdade e lá reconhece a moça que tinha visto no aeroporto no dia de sua recepção.
Após o reconhecimento de Mica tudo muda e eles começam a sair como amigos e seus outros dois amigos Dante e Karina também a aprovam e formam a Famiglia, que é o grupo mais importante para todos. No entanto Mica não somente começa a sair com ele como também o ajuda a passar a fase mais difícil de sua vida, a fase em que ele precisa entender que pode fazer tudo o que quer e que apenas uma perna amputada não modificará nada.
Voltemos onde parei no começo desta resenha... Após esta parte não direi muito mais, já que seria um spoiler que não quero estragar, vamos falar que os acontecimentos que precedem a brincadeira na volta dos quatro amigos são muito fortes e o que deixa o romance mais fora do comum, mas clichê.
"Dias Melhores para Sempre é um livro muito especial e que traz uma mensagem e uma lição de vida que me fez acreditar que tudo é possível quando se tem vontade de continuar vivendo, não importa se você seja um aleijado, um cego ou uma pessoa com qualquer tipo de problema seja ele físico ou psíquico tudo pode mudar se você quiser. A escrita do Mauricio é super leve e consegue transparecer todas as emoções dos personagens, fazendo assim com que nos sinta dentro do livro, como sendo o próprio personagem. Recomendo a todos que possam gostar de um romance que envolve superação!" T.P
Bem pessoal, espero que tenham gostado da resenha e caso já tenham, em algum momento, lido este livro deixem nos comentários sua opinião, pois vou adorar conhecer ^^. E a todos que ainda não leram fica a dica de um livro muito bom! Bejinhos e até a próxima.

site: http://4youbooksmania.blogspot.com.br/2015/05/dias-melhores-para-sempre-mauricio.html
comentários(0)comente



Vicky 27/12/2014

Uma conquista curiosa e diferente de Maurício Gomyde
Esse, na minha opinião, foi o livro mais diferente escrito por Maurício. Eu sei e ao mesmo tempo não sei por que, mas vou tentar explicar meu ponto de vista da forma mais compreensível possível. Dias Melhores Pra Sempre apresenta uma história tocante e de aquecer o coração, além de nos fazer refletir sobre quem realmente somos, sobre até onde conseguimos ir para ficar com quem a gente gosta. É um livro que alcança nosso coração, escrito por um Maurício diferente.


Bruno tem uma vida e tanto pela frente. Faz faculdade de Medicina, é amante do surf e é cercado por amigos honestos, onde se destacam Karina e Dante. Bruno é louco pela área de ortopedia e há uma razão sinistra para tal gosto. Não sei se é ou não spoiler dizer o que ocorreu com o pobre coitado do Bruno, mas por via das dúvidas, direi apenas que foi um acontecimento forte o bastante para mudar a vida do protagonista do avesso, ao mesmo tempo que é profundo na medida certa para mergulhá-lo no mar do amor...

Tá, nem tanto. Não tem drama em exagero. É aí que eu quero chegar. Notei um comportamento diferente, se é que posso chamar assim, do Maurício nesse livro. E isso de jeito nenhum é negativo. Semelhantemente aos outros livros, o autor trabalhou bastante o amor de homem e mulher, mas focou, também, no tipo de amor mais singelo: o do amigo. A forma com que ele trabalhou o relacionamento da Famiglia na história deixou o ar um pouco mais leve em meio ao caos dos fatos que aconteciam e não paravam de acontecer; sempre ali, se revelando, e aparecendo, aparecendo, aparecendo... Eu consegui rir em meio as lágrimas porque Maurício fez meu coração se sentir dolorido e pesadinho, porque era sentimento demais se acumulando ali.

Quem já leu o livro, percebeu que ele tem quatro partes e que a segunda vem antes que a primeira. O que o Maurício fez conosco por meio desse ato foi um dos crimes mais graves que ele já cometeu. Dar-nos um gostinho da vida feliz de Bruno seguido de muitas dúvidas e suspeitas para em seguida adentrar no mundo caótico que é a vida da gente simplesmente partiu meu coração. As coisas que acontecem com Bruno, poderiam acontecer com qualquer um; a vida que ele tem, é quase um reflexo da de muita gente. Essa divisão diferente das partes do livro também permitiu que o leitor conhecesse o relacionamento de Micaela e Bruno para depois saber como ele começou.

Micaela é, antes de tudo, a colega de faculdade de Bruno. Eles se veem todo dia, mas ainda não há nada que faça deles bons amigos, apenas colegas. Isso muda quando Bruno volta da viagem (palco daquele acontecimento) e Micaela está ali, esperando por ele no aeroporto. A garota nerd, com cabelos negros, olhões azuis e beleza exótica desperta em Bruno uma admiração curiosa, que evoluí, evoluí e evoluí até se tornar em um amor delicado, sonhador e tão simples, que captura o leitor na primeira chance. Só que Micaela ainda é sensata demais para se jogar no amor assim. Cabe a ela decidir o futuro dos dois. A não ser que a Famiglia, tão bem integrada por Bruno, Micaela, Karina e Dante, fique por um fio quando de repente Maurício puxa nossos tapetes. E destrói as barreiras de nossos olhos e nos deixa a mercê do choro. Porque esse é o cara.

Acho que a leitura desse livro foi gostosa porque não precisa-se esperar pelo final para viver a grande cena. A história inteira é recheada de grandes cenas, que mudam o rumo das coisas em um ritmo agradável e necessário. O leitor não se sente com sono, mesmo que deva sentir isso. As noites (ou a noite, no meu caso) passam em um piscar enquanto as páginas são viradas, capítulos devorados, sentimentos aflorados e acontecimentos encaixados na trama. Já disse e volto a dizer que cada livro do Maurício me dá uma nova razão para me atrair pelo próximo livro. Até porque, se a história já é composta de grandes cenas, está para nascer quem descreva o final desse livro.

Não sei mais o que dizer. Continuo com o pressentimento de que os livros futuros do Maurício ainda me farão ter um infarte, o que será um bom sinal de que suas histórias realmente empolgam até mesmo nosso coração, que, de forma ou outra, é quem mais sofre nesse ciclo louco que é ler os livros de Maurício Gomyde.

site: http://omundosecretodavick.blogspot.com/
comentários(0)comente



Tayane Cristie 26/08/2014

"Dias Melhores Pra Sempre é um livro bem sensível, que trás mensagens positivas para nossa vida (...)"
Na resenha de O Rosto Que Precede o Sonho, também do Maurício Gomyde, eu me perguntei o porquê de ter demorado tanto a ler o livro do autor. Mais uma vez, eu me faço essa mesma pergunta. Se eu já havia gostado de um livro dele, por que negligenciei o outro por tanto tempo? Como o outro livro, Dias Melhores Pra Sempre é uma surpresa, com uma história linda e sensível.

Eu não sabia absolutamente nada da história quando comecei a ler (talvez tenha lido a sinopse algum dia, mas não me lembrava de nada), então foi bem legal ir descobrindo o rumo das coisas aos poucos.

Começamos o livro em um chalé, onde quatro amigos comemoram o final de seus cursos de Medicina na faculdade. Lá, nosso protagonista, Bruno, precisa fazer uma coisa importante que poderá selar o destino de sua vida.

Depois voltamos quatro anos antes, onde vamos descobrir sobre a vida de Bruno e tudo que aconteceu para que ele chegasse àquele momento no chalé.

Bruno é surfista, mora em Florianópolis e faz curso de Medicina. Ele viaja com os amigos para o Havaí, e é lá que seu destino é traçado. Enquanto surfa em águas havaianas, ele só sente o impacto do tubarão mordendo sua perna e levando um pedaço embora. No início não há dor, por causa da adrenalina, mas depois a dor não só física, mas também psicológica, começa a afetá-lo. No hospital, os médicos têm de amputar sua perna, e é aí que ele percebe que a vida não mais será a mesma.

No aeroporto, de volta ao Brasil, ele encontra seus amigos e sua mãe esperando por ele, com cartazes de força naquele momento delicado. E bem lá, meio sem graça, está a Garota Invisível, segurando uma cartaz de “Força, campeão!”. Bruno se lembrava vagamente dela de sua classe na faculdade, e a partir daquele momento, aquele gesto dela de ir ao aeroporto esperá-lo, mesmo que não fossem amigos, começou, pouco a pouco, a fazê-lo se sentir cada vez mais encantado com Micaela (que ele descobriu ser seu nome).

Com uma vida que não queria levar, por andar de muletas, Bruno perde a namorada e toda a alegria da vida que ele tinha antes. Então, mais uma vez, Micaela vai proporcionar-lhe momentos de reflexão, alegria, vontade de viver. É por causa dela que ele decide colocar uma prótese e tentar voltar a viver o mais normal possível.

Tá, vou parar por aqui. Acho que disse até de mais já, haha.

Micaela foi muito importante para Bruno em sua recuperação. Gostei muito dela, dava para ver o quanto se dedicava para ajudar o novo amigo. Com mais dois amigos de Bruno (e agora dela), Dante e Karina, eles deram início à Famiglia, que seria o refúgio de cada um deles, amigos que podiam contar um com o outro a qualquer hora. Outro personagem que gostei bastante foi o avô de Bruno, surfista, e ainda com a bola toda.

Dias Melhores Pra Sempre é um livro bem sensível, que trás mensagens positivas para nossa vida, até mesmo reflexivas. Não desistir, seguir em frente, encontrar o lado bom das coisas. Mesmo com suas limitações, após perceber que poderia continuar vivendo sua vida normalmente, Bruno foi forte e superou cada obstáculo, mesmo ficando com medo no início.

O romance é muito fofo, e o mais legal é que ele não começa do nada, nem fica com melação o livro todo. Os personagens passam por muitas coisas difíceis no decorrer do livro, e é de partir o coração vê-los sofrer, principalmente o que acontece chegando ao final.

Como eu já sabia o modo do autor escrever, não foi uma surpresa tão grande como foi para mim na leitura de O Rosto Que Precede o Sonho. O livro é muito bom, mas mesmo assim ORQPOS continua sendo meu favorito dele até o momento. A narrativa do Maurício continua muito boa, mas algumas coisinhas aqui e outras ali não me convenceram muito bem, principalmente em algumas falas dos personagens. De qualquer forma, a narrativa flui e a leitura é muito gostosa, fazendo que a leitura do livro seja muito rápida.

Mas leiam, porque é um livro muito bom e lindo! Para quem gosta de uma linda história de amor, taí uma dica de romance nacional bem escrito e estruturado, com personagens cativantes e uma trama de fazer suar pelos olhos (apesar de eu, particularmente, não ter chorado – mas chorei no outro livro dele).

E que mais livros do autor caiam em minhas mãos!

site: http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/2014/07/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Fernanda 21/07/2014

Resenha: Dias Melhores Pra Sempre
Resenha: “Dias melhores pra sempre” reflete sentimentos intensos e obstinados, e é muito difícil expressar todos os momentos inconstantes e as conveniências apresentadas ao longo do caminho. A escrita do autor Mauricio Gomyde é tão cativante e atenta aos detalhes, que é como se cada palavra fosse um recado ao leitor, oferecido nas entrelinhas do texto.


CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG SEGREDOS EM LIVROS:

site: http://www.segredosemlivros.com/2014/07/resenha-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



Nicole Kloss 17/06/2014

Maurício Gomyde sempre elabora uma história dramática com uma lição de vida por trás, abusando de elementos inusitados que dão toda a personalidade a história, e consegue sempre surpreender o leitor com o desenrolar de seus acontecimentos (não tanto assim com o final).
No caso de Dias melhores para sempre, não foi diferente. Somos apresentados a Bruno, um estudante de medicina que acaba tendo sua vida transformada após um acidente enquanto surfava e acaba por mudar a visão que tinha da vida e acaba aproximando-se de uma garota tímida que nunca havia notado antes e criando fortes laços de amizade com ela e outros dois amigos, e acaba encontrando neles as forças necessárias para superar os acontecimentos passados e iniciar uma nova fase.
O livro é divido em três partes que não são narradas em sequência, começando assim o livro com a sua história definida e chegando num desfecho só para então se descobrir como tudo se desenvolveu para chegar até aquele ponto até retomar a história a partir dali. O que acaba tornando tudo mais interessante e instigando a curiosidade, além de abordar a história com um ar romântico sem ser excessivo, e apresentando as mensagens que o autor deseja transmitir incrustadas no desenrolar da trama.
Nenhum dos três livros que li deste autor demorei mais de um dia para realizar a leitura, parte se deve ao número de páginas, que nunca é muito extenso, mas acredito que isso também se deve a escrita do Maurício que é sempre leve e envolvente, te levando para dentro da história sem torná-la cansativa.
Contudo, esse livro não conseguiu me emocionar a ponto de me levar às lágrimas - como havia acontecido nos outros dois livros do autor - e acredito que isso se deva ao abuso da narrativa dramática com uso de condicionais nos finais do capítulo, que já me davam uma prévia do que viria a acontecer, através de frases que diziam que o protagonista mal sabia que as coisas estariam prestes a mudar ou similares. Isso conseguiu acabar com a minha expectativa e prever o que viria nas próximas páginas e como tudo aquilo terminaria.
A princípio não tinha me atraído muito por essa capa (e esse título ainda me incomoda), mas depois de ler, pude perceber que a arte se encaixa com vários aspectos da história e me peguei enxergando por trás dela, o que ela queria transmitir e acabei simpatizando mais.

"Um dos grandes desafios da vida é conseguir provar que as teorias estão erradas."

site: http://teens-books.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



ricardo_22 09/06/2014

Resenha para o blog Over Shock
Dias Melhores pra Sempre, Maurício Gomyde, 1ª edição, Brasília-DF:
Porto 71, 2013, 230 páginas.

Ao lado de outras três pessoas inseparáveis, Bruno forma um grupo de amigos que está próximo de se separar quando seus destinos os levarem a diferentes lugares. Antes de isso acontecer, eles aproveitam ao máximo e se divertem repetindo o que já foi feito em tantas outras oportunidades.

Mas isso tudo começou alguns anos antes, quando o então estudante de Medicina faz uma viagem ao Havaí e sua vida passa a mudar. Após voltar ao Brasil, Bruno não apenas conhece uma mulher encantadora, como aceita todos os desafios impostos pela vida e pelo destino, que juntos parecem forçar Bruno a trabalhar em nome do amor e de dias melhores.

“Amor não se compra, compaixão não se implora, paixão não se pede, pena se ignora. Sentimentos de amor devem vir espontâneos, ou é melhor que não venham. Eu era o mesmo, sabia que nada da minha essência havia mudado e não precisava da piedade de ninguém” (pág. 59).
Pode ser difícil de acreditar, e até se tornar repetitivo por já ter dito isso em outras oportunidades, mas a cada nova obra está se tornando mais difícil encontrar palavras para descrever o trabalho de Maurício Gomyde. Ele não apenas se tornou um autor favorito, como também é um escritor que é possível apostar todas as fichas, sem medo de errar. Isso porque se existe alguém que conquistou em todos os livros, sem nunca ter o que reclamar, esse é Maurício Gomyde.

Dias Melhores pra Sempre é o quarto livro do autor e possui a mesma qualidade técnica dos anteriores, se tornando cada vez mais uma característica extremamente positiva do trabalho de Maurício. Dificilmente existe um escritor nacional tão bom que consiga unir humor, drama e lições de vida sem que isso torne a história maçante e que aparente ser forçado.

Com a história de Bruno o leitor se pega sorrindo como um bobo apaixonado, com lágrimas em seus olhos, resultado de uma carga emocional extrema, e gargalhando como uma criança que se diverte com tudo ao seu redor. Tudo o que encontramos nas páginas desse livro é encantador, também por isso é impossível deixar o livro de lado quando começamos a ler – e após a leitura a história permanece em nossos pensamentos e corações.

Apesar de isso tudo ser semelhante ao que já foi sentido com trabalhos anteriores, não é possível comparar Dias Melhores pra Sempre com as demais histórias. No entanto isso não acontece simplesmente pela essência ser diferente, ou seja, pela história ser narrada com as mesmas características, mas querendo transmitir uma mensagem inédita e por vezes até mais importante.

site: http://www.overshockblog.com.br/2014/06/resenha-248-dias-melhores-pra-sempre.html
comentários(0)comente



cotonho72 29/04/2014

Ótimo!!!
Neste livro temos a história de Bruno, uma rapaz que passa por diferentes fasesda vida, bem como Dante, Karina e Micaela, amigos inseparáveis de Bruno, todos estudantes de medicina, que possuem uma ligação incrível, como uma ligação de família, e por isso o grupo de amigos foi denominado por eles como Famiglia.
Logo no início o autor nos leva à juventude de Bruno, uma fase em que o surf e a diversão predominavam em sua vida, só que para sua surpresa algo triste acontece e logo uma fase mais difícil surge em sua vida.
Em razão desse acidente Bruno conhece Micaela, uma garota tímida e pouco popular, mas com um coração enorme, que conseguiu enxergar mais do que a beleza exterior de Bruno, ela foi fundamental para a difícil superação física de Bruno, e não somente essa, mas a “interior” também.
Eles não esperavam que se apaixonariam um pelo outro, muito menos que não falariam dos sentimentos que possuíam, e por essa razão o amor e amizade que tinham cresce a cada dia que passa.
Certo dia a Famiglia resolve fazer uma viagem, só que para a tristeza de todos um acidente de carro acontece e os personagens terão que se superar mais uma vez.
Dessa vez a maior prejudicada foi Micaela, e agora Bruno se vê na situação contrária a que estava quando sofreu o acidente, pois terá que ajudar Micaela a viver com a seqüela que ficou.
A mãe de Micaela também passa por uma enorme transformação em razão do acidente e a personagem nos enche de orgulho com o desfecho que teve.
O livro nos mostra a incrível capacidade de superação do ser humano, além do que o amor é capaz de fazer na vida das pessoas, não só o amor entre homem e mulher, mas também o da família e dos amigos verdadeiros.
O livro é envolvente e a leitura é leve e rápida, mas engana-se quem acha que por ser assim é desprovido de emoções, pois o autor consegue transmitir muito bem os sentimentos dos personagens, fazendo nos viver intensamente os momentos descritos no livro.
Um livro super recomendado a todos.

site: devoradordeletras.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Silvana Gomez 22/03/2014

Quando minha melhor amiga me indicou a leitura dos livros do Maurício Gomyde, confesso que torci o nariz. Não sou muito habituada a ler livros nacionais, mas a recomendação era tão forte que acabei aceitando. E só posso dizer que não me arrependi! \0/
O autor é muito habilidoso em costurar a trama e tudo o que acontece neste livro tem uma razão. Os personagens (Bruno e Micaela principalmente) são uns fofos.
Nota 5 e afirmo que agora olho diferente para os livros brasileiros.
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 06/03/2014

Fico muito feliz pela oportunidade de ler mais um livro do Maurício Gomyde e como eu já esperava, foi mais uma emocionante história criada pelo autor. A primeira coisa que me agradou muito foi o fato de a trama se passar no Sul, mais precisamente em Santa Catarina, Estado vizinho ao RS e com cultura tão semelhante a nossa.
Em "Dias Melhores pra Sempre" o Maurício nos apresenta Bruno, um surfista estudante de medicina que tem a perna amputada depois de um ataque de tubarão no Hawaii. Bruno, que antes era tão cheio de vida e alto astral, vê sua vida desmoronar com o acidente. O surfe sempre foi sua maior paixão e agora é sua maior desilusão pois, acredita nunca mais poder voltar a surfar e competir em campeonatos.
Na volta para casa, sua família e amigos estão no aeroporto à sua espera, todos com frases de incentivo e buscando lhe dar uma coragem que ele mesmo não tem mais. No meio de seus conhecidos, está Micaela, a menina estranha da faculdade que quase não fala com ninguém e é totalmente CDF. Bruno apesar de sua dor e tristeza, não consegue evitar a curiosidade em saber porque Micaela está ali no meio de seus conhecidos já que ela é meio que excluída no curso e parece nem se importar com isto. O que uma menina pouco sociável faria num aeroporto à espera de um colega que ela nem tem afinidade?
Inexplicavelmente é ela quem mais irá lhe dar forças para enfrentar sua nova condição. Bruno e Micaela acabam por se aproximar e tornam-se ótimos amigos juntamente com Dante e Karina, outros dois colegas da medicina. Juntos, os quatro formam uma bela família inseparável cujo tema era "noventa por cento coração-dez por cento razão".
Bruno tinha uma namorada antes do acidente e esta parecia ser muito apaixonada por ele, mas ao que tudo indica, o amor dela não resistiu ao problema de Bruno e não demorou muito para que a garota terminasse o namoro sem remorso algum deixando Bruno ainda mais abalado do que já estava. Porém, Micaela com seu jeitinho todo meigo e carinhoso vai ganhando cada vez mais espaço no coração de Bruno e os dias de tristeza vão se distanciando e a vida vai tomando seu curso normal outra vez.
Mas, como tudo na vida tem sempre um "mas"....Bruno precisa testar sua força e obstinação mais uma vez. As coisas não correm como planejado depois de um final de semana perfeito entre amigos numa cabana abandonada onde eles costumavam se encontrar e como se não bastasse o obstáculo que ele precisou superar ao sofrer o acidente no Hawaii, eis que a vida lhe prepara mais um surpresa e como da primeira vez, nada fácil, mas de maneira nenhuma impossível.
O livro é dividido em 3 partes. Já no início temos contato com a parte 2, depois a parte 1 e por fim a 3. Ao iniciar a leitura você já percebe que o livro está nos apresentando os personagens já com suas tramas construídas, para só depois conhecermos de fato tudo o que os levou àquele ponto.
A narrativa do autor é um dos pontos favoráveis à suas criações. Este livro em especial é narrado pelo próprio Bruno que nos expõe seus anseios, dúvidas, medos e sentimentos de maneira clara e muito bem elaborada.
Quem já leu algum livro do Maurício sabe bem que é impossível não se emocionar com algo escrito por ele. Suas tramas são tão intensas e contagiantes que quando a gente menos espera, as lágrimas nos pegam de surpresa.
Só posso dizer que o livro é SENSACIONAL!
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2