Uma Longa Jornada

Uma Longa Jornada Nicholas Sparks




Resenhas - Uma Longa Jornada


233 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |


Kerolyn Chaves 16/09/2016

EU ENTENDO, IRA!
Nicholas Sparks, é um dos meus autores favoritos e eu sou apaixonada pelas histórias dos livros que ele escreve, porque ao mesmo tempo que são clichês, elas também trazem a bonita ( e trágica) realidade da vida, e isso faz com que ele se torne um autor fabuloso!

Uma Longa Jornada, como vimos na sinopse, conta a história de dois casais, aparentemente sem nenhuma conexão ou semelhança, mas que ao longo do livro vão se encontrar e fazer a história ganhar um rumo magnífico.

Diferente dos outros livros que eu li do autor, percebi que esse é muito focado nas histórias de amor dos personagens, e como é bonito se apaixonar. A história de amor do Ira e da Ruth é a minha preferida, e se o livro fosse focado somente neles, seria ainda mais perfeito. ...

" LEIA O RESTANTE NO BLOG!"

site: www.amoraprimeiraletra.com.br
comentários(0)comente



Bru 04/09/2016

Uma Longa Jornada - Nicholas Sparks // Instagram: @beeslivros
Nesse livro conhecemos as histórias de dois casais. O primeiro: Ira está com 91 anos e, sozinho e com problemas de saúde, acaba sofrendo um acidente de carro. Enquanto luta para se manter consciente, começa a ver a imagem de sua esposa Ruth, que morreu a nove anos. E é assim que conhecemos a história de vida desses dois. Como se conheceram, o casamento, as dificuldades durante a Segunda Guerra....
Ao mesmo tempo conhecemos o segundo casal: Luke é um caubói que acaba de vencer uma competição e salva Sophie do assédio de seu ex-namorado. Depois de se conheceram Sophie percebe que ele é completamente diferente dos outros garotos, sempre pronto para ajudar a mãe e salvar a fazenda da família.
Enfim, são dois casais de gerações diferentes que o destino une nessa longa jornada que é a vida.

site: instagram.com/beeslivros
comentários(0)comente



Ana Ira! 28/08/2016

Decepcionante! Podia ser muito melhor!
Uma Longa Jornada foi o livro que menos gostei do Nicholas Sparks, sinceramente achei bem chato e decepcionante. Mas têm um final feliz, não se preocupem, rsrs

Sophia é uma jovem que acaba de sair de um relacionamento conturbado e doloroso, por insistência das amigas, vai pra um rodeio e conhece o cowboy Luke, um cara lindo e que ainda por cima, a "salva" da perseguição do seu ex, que a encurrala após o rodeio, ainda na festa.

Luke mora numa fazendo ali perto com a mãe, e mesmo depois de sofrer um grava acidente num rodeio, em que foi pisoteado e quase morto por um touro, volta a arena, a fim de ganhar um bom dinheiro para ajudar as finanças da fazenda da mãe.

Depois de salvar Sophia, Luke e ela conversam bastante, se divertem e começa assim uma amizade, rapidamente transformando-se em namoro.

Em contrapartida, temos Ira, um idoso de mais de 90 anos preso numa tempestade de neve. Ele bateu o carro, está com muita dor e nos "conta" através de flashbacks como conheceu sua esposa Ruth, já falecida, e como foi a vida do casal.

Cada capítulo é narrado pelo ótica de um personagem, o que se passa com eles e tal, só que em terceira pessoa.

As cenas de Luke e Sophie à princípio acontecem antes do acidente de Ira. Até que encontram o carro dele num de seus passeios e chamam o resgate, conhecendo o velho de perto muito brevemente.
Ira, por sua vez, relata com certeza seus momentos de mais sucesso e felicidades. Apaixonada por obras de arte, Ruth o levou para todo o canto do mundo para visitar galerias de arte e acabaram com um acervo maravilhoso dessas obras, e milionário.

Ira e Ruth não puderam realizar o sonho de ter filhos, deixando um hiato com o que aconteceria depois da morte dos dois? O que seria feito com seus bens, e sua fortuna em forma de quadros de arte de vários artistas? Como manter esse amor forte e que passou por algumas batalhas mesmo depois de mortos?

Ira deixa uma carta, um testamento e uma história de amor em aberto esperando-a por quem realmente a mereça.

O namoro de Luke e Sophia é rápido e fofo, só que não curti os personagens, nenhum na verdade, me cativou. Senti um pouco de empatia pelo Ira, rs apenas!

Esse casal de namorados vão juntos fazer algumas descobertas sobre Ira, e de quebra ganhar algo que nunca sonharam, mas acima de tudo, descobriram que o amor e a sensibilidade estão nas pequenas coisas.

O final foi feliz, porém, achei mal desenvolvido, o casal não era romântico, não teve grandes feitos no relacionamento deles nem nada, a Sophia é bem chata e sem graçona. O Luke da pro gasto, meio turrão, mas vamos lá. kkkk

Meus capítulos favoritos foram os do Ira, se bem que chega uma parte que fica bem monótona, agora o final e o que ele armou, o que ele fez, pra "perdurar" seu amor e da Ruth foi bem bacana, coisa de livro/filme mesmo kkkkkk

Desculpem-me quem amou o livro, eu realmente não consegui gostar, nem me conectar com a história. Ainda quero ver o filme, quem sabe não gosto mais, rs

Foi decepcionante, confesso!

Agora to lendo O Guardião também do tio Nick e to achando paradão, embora só tenha lido um terço, vamos ver se gosto mais kkkkk

site: http://elvisgatao.blogspot.com.br/2016/08/resenha-uma-longa-jornada-nicholas.html
comentários(0)comente



Samires 26/08/2016

Excelente
Ótimo livro.
comentários(0)comente



Caroline Silva 21/07/2016

Uma longa jornada
Mais um livro que amei deste grande autor,Nicholas Sparks como sempre me surpreende,a estória me prendeu tanto,que fiquei com aquele gostinho de 'quero mais''.
''Aos 91 anos, com a saúde debilitada e sozinho no mundo, Ira Levinson sofre um acidente de carro e se vê abandonado em um lugar isolado. Ele luta para manter a consciência e passa a ver sua amada esposa Ruth,que faleceu há nove anos. A poucos quilômetros de distância, a bela Sophia Danko conhece o jovem cowboy Luke,que a apresenta a um mundo de aventuras e riscos.''
A estória é contada de dois casais,Luke e Sophia,que se conheceram depois que ele ''salva'' ela de seu ex-namorado.E Ira e Ruth depois que sofreu um acidente,ele tem visões de sua esposa no carro aonde esta preso,é tão fofo ele falando de suas aventuras desde quando eram jovem até a morte dela.Eu pensei que iria ser um livro cansativo,mas cada vez foi me prendendo cada vez mais.
Eu realmente amei este livro,gostei de tudo,cada parte,cada momento,cada vez mais eu gosto deste autor,e o final como sempre me surpreende,me fez chorar??claro,to até sem lagrimas para os próximos livros.O livro nos mostra como o amor muda as pessoas,mesmo com as dificuldades,sempre vai ter alguém no nosso lado,nos apoiando.
Super recomendo este livro,talvez como eu,você também ira amar.
comentários(0)comente



Kadamba 17/07/2016

Maravilhoso
comentários(0)comente



Kivia.Gonzaga 16/07/2016

o melhor do Sparks
o livro mais bem escrito do Sparks, uma história cativante que vai te prender do começo ao fim. Se fosse só a história do Ira o livro já era incrivel, mais complementou com o Luke e a Sophia que ficou perfeito. A história do Ira é a seguinte.
Ira tem 91 anos, ele não tem ninguém por ele, não tem filhos, é viúvo, tem dificuldade para andar, precisa de um andador, tem difuldade para enxergar, está com câncer nos pulmões. Mais isso não impede de fazer o que ele bem intende. Ele saiu no meio de uma nevasca e sofreu um acidente de carro, seu carro fica pendurado em um penhasco e sobrevivera por um acaso, caso alguém encontre ele. Está nevando muito, ele esta muito machucado, sem água, sem comida. Quer dizer, tem comida no banco de tras, mais ele não pode pegar, está preso nas ferragens e lá ele fica por dias. Lá ele conta toda sua história de amor com a sua amada Ruth, uma história de amor encantadora, cativante, um amor que faz suspirar. E isso é incrivel, você vai chorar todos os capitulos dele do começo ao fim, vai passar com ele tudo o que ele está passando. Chorando, e com um sorriso no rosto enorme, de tão incrivel que esse personagem é.
Perto dali Sophia uma estudante de história da arte conhece Luke, um cowboy que acaba de vencer a competição. É um choque de dois mundos, e juntos vão viver um amor tão intenso.
Ira e Ruth, Luke e Sophia, casais de gerações diferente que o destino cuidará de unir, na alegria e na tristeza, o amor provará que é maior.
Henrique de Oliveira 18/07/2016minha estante
O melhor mesmo rsrs




Brenda 09/06/2016

Não desista do livro
Sabe aquele livro que no início não te prende mas depois simplesmente você se apaixona? Isso descreve perfeitamente esse livro. Uma história completamente diferente e apaixonante, mostrando duas histórias distintas e que se unem posteriormente. Um amor tão puro e tão belo, que nos deixa preenchidos e nos deixa, meu Deus como eu queria conhecer Ira e Ruth, é incrivelmente doce e sem tanto de romance bobinho para esses dois (enquanto que é presente no romance de Sophia e Luke). É lindo ver uma história de tanta dedicação para um com o outro. Apesar do início parado recomendo a leitura, seja persistente e não irá se arrepender, é um fim completamente adorável, onde duas histórias de amor separadas por diversos anos se unem em uma só.

A nota quatro vem justamente por conta das partes de romance bobinho entre Sophia e Luke e pelo início que não nos prende muito, de restante muito bom.
comentários(0)comente



Mariana 07/06/2016

Nada especial
3.5, na verdade. Achei o romance atual meio forçado, e o antigo mais interessante. O final achei foda, a jogada de Mestre do Ira pra quem só pensa em dinheiro. Uma parte em especial, um trechinho na verdade, que me arrancou suspiros foi quando um dos alunos de Ruth forma em Relações Internacionais (o curso que pretendo ingressar) e o autor fala dele de uma forma tão profunda que me deixou com mais vontade ainda de estudar. Fora isso, foi um romance digno do Sr. Nicholas, com um casal novo e alguém morrendo.
comentários(0)comente



Lanny 10/05/2016

Tá ficando chato...
Já estou começando a "enxergar" como o Nicholas Sparks pensa e não é nada gatinho, não.É muita tragédia nas histórias dele. Tudo bem que ele varia, em algumas histórias o casal não fica junto, mas tem outras que fica. Contudo, tem sempre flashback e morte envolvida, seja lá de quem for. E ele também gosta de mostrar personagens mais jovens e depois mais velhos. Nesse caso, ele dividiu em dois pares, mas sempre tem.
comentários(0)comente



Jessica Oliveira 05/05/2016

Resenha para o blog Books and Movies
Uma Longa Jornada, do autor Nicholas Sparks, é um romance encantador que narra a história de dois casais, Ira e Ruth e Luke e Sophia. As histórias dos quatro se intercalam, começando com a de Ira e sua falecida esposa Ruth e logo após com a de Luke e Sophia, que se passa quatro meses antes do tempo atual. No início parece que as duas histórias não têm nenhuma ligação, mas com o andar da leitura podemos perceber que eles se completam lindamente.




Ira Levinson é um viúvo de 91 anos que acaba de sofrer um acidente e fica preso dentro do seu carro em uma nevasca. Enquanto luta para permanecer vivo, ele revive as memórias de sua falecida esposa Ruth. São nessas reminiscências que podemos perceber que Ira e Ruth possuíam um amor tão forte que nem mesmo a morte poderia separá-los.




Sophia Danko é uma estudante universitária de 21 anos, e Luke Collins é um peão de rodeio que adora a vida no campo. Após ele salvar Sophia de seu ex-namorado os dois começam a desenvolver uma espécie de amizade, mas que com o passar do tempo acaba por se tornar algo a mais. Apesar dos dois estarem apaixonados, ambos percorrem caminhos diferentes e com isso o seu amor é testado.

Uma Longa Jornada é uma história sobre o início e o fim da vida com outra pessoa, é sobre lembrar os melhores momentos, e também os não tão bons assim, com a pessoa amada, é sobre fazer sacrifícios por quem a gente ama, seja essa pessoa um namorado ou um parente muito querido.




Apesar da narrativa ter um enfoque maior na história de Luke e Sophia, eu realmente amei a história de Ira. É triste ver a forma como ele se apega as lembranças da esposa para conseguir se manter vivo até o socorro chegar, mas as histórias de sua vida juntos me fez sentir que o verdadeiro amor dura para sempre.




Quanto mais eu lia sobre Ira, mais eu percebia que são as coisas simples da vida que realmente são importantes. Acredito que por isso Ira se tornou um dos meus personagens favoritos. O relacionamento dele com Ruth parecia real, e não um romance de conto de fadas. Em sua história de amor houve altos e baixos, mas tanto Ira quanto Ruth conseguiram driblar as dificuldades e fazer o relacionamento deles dar certo.




Luke e Sophia, assim como Ira e Ruth, têm um amor lindo, mas que acaba ficando abalado pela diferença de pensamentos dos dois. Sophia é universitária, sonha em trabalhar em um museu e é uma garota da cidade grande. Já Luke é um peão de rodeio, vive pela sua fazenda e não tem a mínima pretensão de entrar em um curso superior. A diferença entre esses dois é gritante, mas já dizia o ditado: Os opostos se atraem.


A história de amor de Luke e Sophia é nova e excitante, Nicholas Sparks consegue fazer um balanço perfeito entre o velho e o novo, a maturidade contra a inexperiência. Conforme fui lendo fui percebendo que Ira ia, mesmo sem saber, dando lições para o relacionamento de Sophia e Luke. Cada memória que ele trazia à tona mostrava que ele também foi jovem e que teve que enfrentar muitas dificuldades para chegar aonde chegou. O início de seu relacionamento com Ruth não foi nenhum mar de rosas, mas com muita persistência e amor ele conseguiu achar o seu final feliz.

Esse não é o melhor livro do Sparks, na minha opinião o melhor livro ainda é A Escolha, mas este não fica muito atrás. A história flui muito bem, pelo menos depois das 100 primeiras páginas, os personagens são carismáticos e bem construídos. A história mesmo sendo algo ficcional traz um pouco da realidade, eu sentia que Sophia poderia ser uma das tantas universitárias que estão por aí, indecisa pelo futuro, apaixonada por alguém tão diferente dela.

A escrita do Nicholas é impecável, por mais que você não queira se ver envolvido na história é impossível ficar indiferente a ela. A forma com que ele consegue colocar o drama e o romance na medida certa para enfeitiçar o leitor, é algo de outro mundo. Sempre que termino um livro dele eu me pego emocionada e fico por horas martelando a história na minha cabeça, isso é algo que, por mais que eu queira, eu não consigo evitar. É uma coisa maravilhosa e que poucos autores conseguem, manter o leitor preso após o último ponto final é um desafio e tanto, mas Nicholas Sparks consegue.

Para quem procura um romance envolvente e emocionante, Uma Longa Jornada é uma ótima leitura. Para quem tem medo dos livros do Sparks só digo uma coisa: se jogue! Se não for a sua praia, desista, mas não vire a cara para os livros dele antes de ter experimentado.

site: www.booksandmovies.com.br/
comentários(0)comente



Silvana - Blog Prefácio 16/04/2016

Ira Levinson tem 91 anos e vários problemas de saúde. Ele tem dificuldades para andar, precisa da ajuda de um andador, não enxerga muito bem e está com um câncer nos pulmões. Mas isso não impede Ira de dirigir. Infelizmente por causa disso, ele acaba sofrendo um acidente ao dirigir com um tempo ruim e seu carro sai da pista e ele fica muito machucado. Ele não consegue sair do carro, está sangrando e o tempo está cada vez mais gelado, mas não tem como ele pedir ajuda, só resta esperar que aconteça um milagre e apareça alguém. Ele mal consegue ficar acordado e começa a ter umas visões com sua esposa Ruth, que faleceu a nove anos. Ele lembra de como se conheceram, se apaixonaram, sobreviveram a Segunda Guerra e ficaram 55 anos juntos. Ira também lembra do seu pai e das Regras para a vida que seu pai lhe ensinou. Seu pai, um homem que acreditava na honestidade e na integridade, mas que nem por isso era ingênuo.

Sophia Danko é uma estudante de história da arte que vive em uma fraternidade. Mas diferente das outras garotas da fraternidade, isso não é o centro da sua vida. Até porque ela vem de uma família humilde e nunca esperava conseguir uma bolsa para uma faculdade como a Wake Forest. Ela acabou de terminar com seu namorado Brian por ter sido traída algumas vezes. Mas seu ex ainda não entendeu que eles terminaram e ultimamente todo lugar que Sophia vai, ele aparece. Então para alegrar um pouco Sophia, sua amiga Marcia convence ela a ir a um rodeio que vai ter ali perto da faculdade. E Sophia acaba se divertindo bastante, inclusive na festa que elas vão após o rodeio. Até que ela dá de cara com Brian. E ele está bêbado. Ela tenta escapar dele indo para fora da festa mas Brian vai atrás dela e quando ela pensa que não vai conseguir escapar dele, ela é salva por um caubói bonitão.

Luke Collins é o nome dele e assim que Sophia olha para ele, ela reconhece o caubói que acaba de vencer a competição no rodeio. Luke sabe que venceu apenas porque os outros eram ruins, porque depois do acidente ele já não é mais o mesmo. Sophia e Luke começam a conversar e percebem que eles tem muita coisa em comum. A conversa entre eles é fácil, muito diferente do que Sophia está acostumada. Conforme o tempo vai passando eles ficam cada vez mais ligados um no outro, já que suas famílias tem histórias parecidas e eles tem os mesmos valores. Mas ao mesmo tempo que eles tem tantas coisas em comum, nenhum dos dois consegue visualizar um futuro juntos. E como pensar em futuro se a vida de Luke está por um fio? E Ira vai conseguir resistir até que alguém o encontre ou o seu fim será ser enterrado em um monte de neve?

Quem vai se aventurar a ler um livro do Nicholas já deve esperar duas coisas. Um romance de tirar o fôlego e lágrimas, muitas lágrimas. Nesse livro em especial temos dois romances com dois casais lindos. Um dos romances no presente e o outro só nas memórias de um dos personagens mais incríveis do autor, que tive o prazer de conhecer. A narração do livro é dividida entre Ira, Sophia e Luke, cada um contando a sua parte da história. E como sempre em narrações assim, a narrativa muda bem nas melhores partes para ficar aquele gostinho de quero mais. E já no começo do livro me apaixonei pela história, em especial por Ira e Ruth. É um prazer acompanhar a história deles e sofrer porque ele está lá morrendo e não aparece ninguém para ajudar.

Como disse, Ira é um personagem marcante, ele é tao incrível que acho que não existe ninguém na vida real assim. E a história dele e da Ruth é de ler com um sorriso bobo no rosto. É tão linda, tão forte, apaixonante e tão simples ao mesmo tempo. É tão gostoso de ver que o amor pode ser tão simples, as pessoas que complicam tudo. E diante de uma história como a deles, Luke e Sophia mesmo tendo uma bonita história também, acabou se tornando apenas mais uma. Eu senti praticamente tudo nesse livro, mas fiquei agoniada o livro todo pelo Ira e também curiosa para saber onde as histórias se cruzariam. E chorei muito. Estava até com saudades de chorar e isso o Nicholas sabe fazer bem. Tem uma adaptação do livro, mas não vou assistir para não passar raiva. Enfim recomendo o livro para quem gosta de romances assim, lindos e dramáticos.


site: http://blogprefacio.blogspot.com.br/2016/03/resenha-uma-longa-jornada-nicholas.html
comentários(0)comente



Debbiblio 15/04/2016

Uma longa jornada
So sei que esse livro me lembrou amor que não tem fim, onde as pessoas preferem passar a vida juntos, somente um com o outro, mesmo que seja abdicando de sonhos particulares. Realmente a história de ira e Rutth inspira qualquer novo casal.
comentários(0)comente



Nanda 08/04/2016

Não sou uma especialista nas histórias do Sparks, mas sei que a grande maioria delas acaba triste. Podem pensar que eu sou masoquista, mas depois de ter contato com a escrita do autor, eu quis mais. Fazer o que se gosto de narrativas tristes?

Uma Longa Jornada não se trata apenas de uma história de amor entre um cowboy e uma mocinha da cidade. Também não é sobre um viúvo que sofreu um acidente. Existe mais no enredo e esse mais que a tornou especial. Contudo, não foi o suficiente para me arrancar suspiros e um favorito.

O livro é dividido entre as recordações de Ira e o romance de Luke e Sophia. Vocês devem estar se perguntando (e eu também fiz isso) sobre o que essas duas histórias tem em comum. Bom, vão ter que ler para descobrir. Vale a pena, juro.

Eu gostei muito da forma como os personagens foram construídos. Sophia não é uma garota que desiste fácil ou que começa a chorar diante da primeira dificuldade. E Luke é o oposto do que estou acostumada. Ele é bronco, mas não é grosso. E é esforçado demais, sem contar o carinho que ele demonstra por quem está do seu lado.

Não consigo definir se gostei ou não de Ira, as divagações que ele tem e suas recordações por vezes me entediaram. Porém, a história dele e de Ruth é apaixonante e, adivinhem, triste. Mas sempre é possível encontrar a beleza na tristeza e isso o autor deixa claro durante todo o enredo.

É fato que Sparks escreve para que seus livros virem filmes, a quantidade de elementos que possibilitam a visualização é muito grande. Muitos podem taxar como sendo romances água com açúcar ou de sessão da tarde. Mas eu já vejo diferente, eles possuem uma profundidade e também uma lição ao fim de cada um. O próprio nome do livro deixa isso claro, pois remete a vida e às escolhas que fazemos nela.

Uma coisa que acho incrível é como o autor consegue criar vários ambientes diferentes. Ele possui a fórmula do drama que vai fazer com que você chore muito, óbvio, mas ao mesmo tempo ele consegue criar uma gama de possibilidades para os personagens. Isso faz com que cada livro tenha um estilo e um propósito diferente. Acho muito bacana quando um autor consegue fazer isso.

Confesso que esperava mais de Uma Longa Jornada, talvez porque comecei a leitura logo por O Melhor de Mim (que dizem ser o melhor do Sparks também) e criei uma expectativa muito grande. Mas é uma história apaixonante e que serve ao propósito de entreter. Preparem os lenços também, porque é difícil não se emocionar.

site: http://www.entrelinhascasuais.com/2015/05/resenha-uma-longa-jornada-nicholas.html
comentários(0)comente



Garotas de Pemberley 07/04/2016

Os personagens cativam, a forma de escrita simples instiga, e as aparentes estórias comuns não são inovadoras, embora mostrem-se totalmente reais. Fato é que realmente o livro não traz nada de inovador até as estórias realmente se entrelaçarem (que só vai acontecer quase no fim do livro). Porém, o mais legal é realmente essa atmosfera conhecida que nos dá conforto na leitura.

Leia mais em:

site: http://asgarotasdepemberley.blogspot.com.br/2016/02/uma-longa-jornada.html
comentários(0)comente



233 encontrados | exibindo 61 a 76
5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |