Tipo Destino

Tipo Destino Susane Colasanti




Resenhas - Tipo Destino


120 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8


Amanda 16/04/2014

Tipo, nada emocionante.
Tipo Destino, é um livro legal, mas nada o tipo muito extravagante e meloso no quesito amor. Pelo menos pra mim não me pareceu assim,embora o livro tenha partes um pouco chata. O livro é sobre duas amigas que se apaixonam pelo mesmo menino. De início, Lani não estava interessada e apaixonada por ele como sua melhor amiga Erin, mas com a ida e Erin para o acampamento de verão, Lani e Jason passam algum tempo junto, até um admitir por outro seus verdadeiros sentimentos. Com dois meses pela frente,sentimentos são ignorados e a descoberta de um novo amor está encoberto pelo medo que Lani tem de perder uma grande amizade.

Mas o amor dos dois falam mais alto e eles decidem em contar toda verdade para Erin quando ela voltar. Magoada por ter sido descartada por uma carta, Erin não quer falar com Jason e ele se vê obrigado a mandar um Email para ela, Email este que deixa a vida de Lani totalmente bagunçada. Arin encaminhara o Email de Jason de forma distorcida pra toda a escola, fazendo a amiga parecer uma 'vadia ladra de namorados de amigas'.

Em meio a tudo isso, ainda há o caso de Blake. Ele é gay e tem muito medo de contar ao pai por causa do modo de como ele vai reagir, então ele não fará isso até terminar o ensino médio. Mas, uma conversa entre Jason e Lani em uma sala onde dá pra escutar tudo, ela fala pra ele que Blake não é seu namorado porque ele é gay.

Os casos se contornam e os desfechos só saberá quem ler. Tipo Destino não é nada emocionante como muitos livros de romance, mas pra quem gosta desse tipo de leitura, é um bom indicativo. ^_^


comentários(0)comente



Literatura 01/04/2014

Eu, minha melhor amiga e o namorado dela
Lani e Erin são melhores amigas mesmo que tenham gostos muito distintos. O destino às uniu em um momento que poderia ter sido trágico e desde então nunca se separaram. Lani acha que deve algo para Erin, por isso, apoia a amiga e quer vê-la feliz, mesmo que isso custe à própria felicidade.

Quando Erin diz que está apaixonada por Janson, Lani se sente feliz pela amiga e quer que esse relacionamento dê certo, mas Jason não tem nada em comum com Erin e parece não sentir o mesmo que ela. Lani se aproxima de Janson e os dois descobrem que ambos tem gostos em comum, na verdade, os dois são muito parecidos e essa amizade inesperada começa a mudar.

“Não podemos escolher quem amamos. Blake sabe disso melhor do que ninguém. O amor não tem lógica, e nem sequer é uma escolha nossa. O amor nos escolhe.” – Tipo Destino

Lani se apaixona pelo namorado da melhor amiga e ele parece sentir o mesmo que ela, mas Lani não pode trair a amiga dessa maneira! Mas o destino parece querer unir essas almas gêmeas e, apesar de suas tentativas, Lani irá ver que quando o destino decide algo, ninguém pode pará-lo.

Tipo Destino é o primeiro livro que eu leio da autora Susane Colasanti. O livro é contado pela perspectiva na Lani e tem um narrativa super gostosa. É um livro muito rápido também, perfeito para quem quer se jogar em um romance fofinho que coloca em prova questões como amizade e confiança. O meu personagem preferido na história foi o Blake, o melhor amigo da Lani que a apoia e quer ver a amiga feliz.

Veja resenha completa no site:

site: http://www.literaturadecabeca.com.br/resenhas/resenha-tipo-destino-eu-minha-melhor-amiga-e-o-namorado-dela/#.UztZOvldWSo
comentários(0)comente



Literatura 01/04/2014

Eu, minha melhor amiga e o namoravw dela
























































































































Lani e Erin são melhores amigas mesmo que tenham gostos muito distintos. O destino às uniu em um momento que poderia ter sido trágico e desde então nunca se separaram. Lani acha que deve algo para Erin, por isso, apoia a amiga e quer vê-la feliz, mesmo que isso custe à própria felicidade.

Quando Erin diz que está apaixonada por Janson, Lani se sente feliz pela amiga e quer que esse relacionamento dê certo, mas Jason não tem nada em comum com Erin e parece não sentir o mesmo que ela. Lani se aproxima de Janson e os dois descobrem que ambos tem gostos em comum, na verdade, os dois são muito parecidos e essa amizade inesperada começa a mudar.

“Não podemos escolher quem amamos. Blake sabe disso melhor do que ninguém. O amor não tem lógica, e nem sequer é uma escolha nossa. O amor nos escolhe.” – Tipo Destino

Lani se apaixona pelo namorado da melhor amiga e ele parece sentir o mesmo que ela, mas Lani não pode trair a amiga dessa maneira! Mas o destino parece querer unir essas almas gêmeas e, apesar de suas tentativas, Lani irá ver que quando o destino decide algo, ninguém pode pará-lo.

Veja resenha complera no site









site: http://www.literaturadecabeca.com.br/resenhas/resenha-tipo-destino-eu-minha-melhor-amiga-e-o-namorado-dela/#.UztFbvldWSo
comentários(0)comente



@APassional 23/03/2014

Tipo Destino * Resenha por: Samantha Culceag * Arquivo Passional
Lani é uma adolescente apaixonada por Astrologia e artes adivinhatórias em geral. Toda segunda-feira, lê seu horóscopo para estar sempre preparada para o que o Destino lhe reservar, um dos grandes mistérios da vida para Lani é: “O quanto de nossas vidas já foi decidido e o quanto podemos influenciar?”.

A melhor amiga dela é Erin, com quem compartilha poucos gostos, a única coisa que as duas tem em comum (além de olhar o horóscopo) é uma terrível lembrança de algo que aconteceu quando elas tinham dez anos, mas Lani pensa que todos já se esqueceram do acidente, e não gosta nem de tocar no assunto.

Tudo estava bem entre as duas até Erin começar a namorar Jason.

De cara, Lani começa a sentir certas conexões com Jason, é como se fossem feitos um para o outro, como se o Destino quisesse que os dois se conhecessem mais cedo ou mais tarde, como se fossem Almas Gêmeas. Mas é claro que Lani procura ignorar isso, afinal... Jason está com Erin, assim Lani só se aproxima dele a pedido da amiga, que tem muitos planos de passeio onde os quatro (Lani, Erin, Jason e Blake, o amigo delas) possam sair juntos.

Lani luta bravamente contra seus sentimentos até o verão, quando Jason termina por carta o namoro com Erin, que está viajando...

Susane Colasanti já tem alguns livros publicados aqui no Brasil, mas esse foi o primeiro que li da autora, não sabia o que esperar, pela capa e sinopse essa parece uma história de traição entre amigas, que uma rouba o namorado da outra e depois começam a brigar, mas não é bem isso. Desde o começo do livro, Lani deixa bem claro que não quer roubar Jason de Erin, eles apenas se tornam amigos, não classificaria Lani como alguém que traiu a amiga (lembrando que Jason terminou o namoro primeiro).

Ao longo da história vamos nos tornando amigas de Lani, já que a narrativa é feita por ela em 1ª pessoa de forma super leve, Lani não fica de mimimi nem é muito dramática, apenas fala de seus sentimentos e tudo que ocorre dentro de sua cabeça de adolescente! É impossível sentir raiva dela, na verdade a gente só quer que ela fique bem e que tudo dê certo! A narrativa é excelente, é como se estivéssemos lendo o diário de alguém.

O livro é dividido em três partes. Na parte 1, temos o fim das aulas, período em que Jason e Erin começam o namoro. Na parte 2, vêm as férias de verão, quando Jason termina o namoro por carta e por último, na parte 3, inicia-se o último ano do ensino médio, quando as coisas ficam feias e depois começam a se resolver. Minha parte preferida foi a terceira, achei mais detalhada e rica (em confusões, problemas, pensamentos, sentimentos...), o livro fica melhor a cada página.

Os personagens foram a muitos lugares, praias, clubes, escola, isso faz com que conheçamos melhor a cidade, gostei do fato de a história inteira não ser trancada numa escola! Um tema bem explorado foi a amizade, Lani vai descobrindo quem são seus amigos de verdade conforme as coisas acontecem, ela também erra (só para deixar claro), mas vai aprendendo com seus erros, para que eles não comprometam suas amizades.

Gostei bastante da autora, quero ler os outro livros dela em breve. Mega recomendo!
Beijos Destinados... Samantha Culceag.

Resenha publicada no Blog Arquivo Passional em 23/03/2014.

site: http://www.arquivopassional.com/2014/03/resenha-tipo-destino-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Leeh 17/03/2014

Tipo Destino
Sobre a escrita da autora:

Eu particularmente, achei a escrita no inicio bem carregada, digo arrastada, não foi aquele tipo de escrita que trazia coisas novas e interessantes, acabou sendo um pouco chato o livro no inicio. Mas a autora fez uma jogada de mestre, ela dividiu o livro em 3 partes e muitos capítulos, esse capítulos são bem curtos, uma ou duas folhas as vezes. Porém a divisão de conteúdos foi o ponto chave do livro e da escrita da autora, que por ser a primeira vez que leio algo dela eu gostei bastante. Nada estupendo, mas eu gostei.

O livro:

O Livro apresenta 3 partes, essas partes foram muito bem divididas, na primeira parte nós conhecemos todos os personagens presentes na narrativa. E principalmente a Lani, que é uma menina cheia de medos e inseguranças, apaixonada pelo meio ambiente e fissurada no destino. Lani têm o costume de ler seu horoscopo toda segunda feira , para poder começar a semana sabendo o que lhe aguarda. Além de seu mapa astral, Lani e Erin, sua melhor amiga , gostam de aprender sempre um pouco mais sobre astrologia. Nesta primeira parte conhecemos também o Black , um rapaz muito estudioso que é amigo de Lani e Erin, mas que esconde do pai a sua sexualidade. Black sempre diz que quer ir logo para faculdade, assim poderá parar de se esconder e ser quem ele realmente sempre foi.

Neste meio tempo, Erin se vê apaixonada por Janson, que tudo indica desde o primeiro minuto que ele entra na estória , ser apaixonado por Lani. Lani no entanto mesmo percebendo que o rapaz não tem nada em comum com sua amiga, e nem mesmo mostra algum interesse maior por ela, insisti em que os dois fiquem juntos, um dos erros de Lani começa logo no inicio do livro.

A Segunda parte do livro, gira em torno de Lani e Janson, já que a Erin está no acampamento de verão, esse é o segundo erro de Lani. Lani se deixa envolver por Janson que até pouco tempo namorava sua melhor amiga. Mesmo que a intensidade do amor dos dois fosse muito maior do que qualquer coisa, os dois erram e muito feio no começo mal resolvido desse romance. A Lani, sempre se sentiu culpada por estar com o menino de quem a melhor amiga é apaixonada, mas ao mesmo tempo deixou isso passar por que a amiga não estava por perto, sabendo ela que quando a amiga voltasse tudo seria diferente e por culpa dela, somente dela.

Quando pequenas as amigas sofreram um grave acidente de carro e pela cidade ser muito pequena o assunto ficou no ar por muito tempo. Lani no entanto desde então deve sua vida a Erin, que supostamente a salvou da morte. ( Quando eu me refiro ao supostamente é só pelo fato que eu não achei que ela foi salva pela amiga.). Esta divida que Lani tem com a amiga, praticamente a deixa atormentada, ela deixa de viver coisas que ela sabe que são certas só por causa da "divida" que tem com Erin, o que é outro absurdo.

Então eis que chega a terceira e ultima parte do livro, gente aqui a estória , passa de um romance sem graça entre Lani e Janson, para um livro cheio de surpresas e muito bom. A Narrativa toma um rumo totalmente diferente e o livro pega um ritmo ótimo, li tão rápido a ultima parte que deu até vontade de ler ela de novo.

O que eu achei:

Eu dei 4 estrelas, então isso significa que eu gostei bastante do livro e isso é verdade. No inicio eu achei que fosse ficar a vida toda naquele chove e não molha, de ele é o namorado da minha amiga, mas ele gosta de mim o que fazer? Depois quando veio a segunda parte eu me conformei um pouco com o romance, porque de certa forma só era proibido por que eles deixaram que fosse, os personagem não tomaram uma atitude a respeito do que eles sentiam, ou melhor a autora quis deixar tudo para o final. Até a segunda parte o livro estava muito previsível e não tinha nada de muito surpreendente. Mas quando a terceira parte chegou , fiquei até sem folego, o desfecho que a autora deu não poderia ter sido melhor, ela realmente entrou na cabeça dos jovens e reproduziu tudo que eles fazem, mesmo que não seja a maneira mais correta de lidar com o assunto. Ela arrasou com o final amei demais. As 4 estrelas, foram pela obra completa, essa uma estrela a menos foi pela autora não ter dado um toque mais " amor de adolescentes " no romance, pois eu creio que foi isso que faltou, a intensidade dos jovens, o romance do casal é bem fofo , mas não acontece nada de muito, nossa isso sim é um casal apaixonado.

Melhores Quotes:

" As pessoas estão sempre dizendo que sou muito dura comigo mesma. Essa é outra das características taurinas. Posso ser tão determinada em fazer as coisas saírem perfeitas que acaba não parando para perceber que elas já estão boas o bastante. "

" nada vai deter a minha jornada em busca de você"

" É assustador como o ódio pode ser poderoso."

" O destino é assustador. Sempre terei medo do futuro. Mas a questão é que o destino também pode ser empolgante. Sua vida pode mudar de um instante para o outro. Mas, às vezes, essa mudança é a melhor coisa a lhe acontecer na vida. "


É Isso, meus amores e minhas amoras. Espero que tenham gostado. Deixem ai nos comentários a opinião de vocês, vou adorar saber. Beijinhos da Lêeh

site: http://maetoescrevendo.blogspot.com.br/2014/01/resenha-tipo-destino-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Ellinha 17/03/2014

Não foi basicamente uma TRAIÇÃO .
Esse livro pra mim não foi muito uma traição . Eu acredito em Destino e acredito que Lani e Jason foram feito uma para o outro. O modo que Erin, foi uma atitude muito infantil, não precisa fazer aquilo tudo que ela fez. Uma livro bom, toda vez que você ler uma página, mais sente vontade de ler tudo.
comentários(0)comente



Isabella Pina 06/03/2014

É o Destino.
Nossa, não acredito que eu já li três livros da Susane! Essa autora ainda está na média comigo, não me conquistou totalmente, mas, aos poucos, estou me acostumando com sua escrita e aprendendo a ver a beleza nela.

Tipo Destino contava a história de duas melhores amigas, Lani e Erin, que apesar de serem tão próximas, não são nada parecidas, tirando o amor por astrologia. No entanto, o relacionamento delas é muito bom, até Jason surgir, o novo namorado de Erin, com quem Lani, sem explicação alguma, sente uma ligação forte. O pior é que Jason também sente isso, mas e Erin?

Narrado por Lani, nós logo vemos como ela leva a sério essa coisa de signos, leitura de mãos e tudo o mais. Inclusive, ela acaba “convertendo” seu melhor amigo, Blake, para esse tipo de coisa, o que acaba ajudando, afinal, Blake é gay, mas não pode se revelar por causa de seu pai, que jamais aceitaria isso.

Eu até que gostei da Lani, se compararmos com as outras protagonistas da Susane. Ela é, apesar de ser meio calma, comparada com Erin, inteligente e legal. Claro, não é uma maravilha, mas Blake é bem legal, o que acaba compensando a falta de carisma que Lani tem. Aliás, por mais que eu também acredite no destino, Lani falava o TEMPO TODO sobre isso tantas vezes que chegava a ficar irritante, principalmente quando isso é usado como justificado para não fazer nada, afinal, “é o destino”.

Erin até deve ser uma boa amiga, mas nesse caso, eu a achei extremamente cruel e egoísta. Não, eu não tenho noção de como seria se minha amiga roubasse meu namorado, mas, pelo o que a história passou, o relacionamento dela com Jason não era tão forte assim, tornando seu comportamento um pouco exagerado. Jason é fofo, legal, bonitinho e um excelente namorado, que claramente combinava muito mais com Lani do que com Erin, desde o começo é notável isso.

As demais histórias que vão surgindo não possuem nada de mais, aliás, são uma característica da Susane criar essas mini-histórias e, no final das contas, elas acabam se juntando com a principal para explodir tudo na cara da protagonista e depois ter uma resolução que eu ainda não acho das melhores, porque deixou algumas pontas soltas que, pra mim, se resolvidas, tornariam o livro mais especial!

Tipo Destino é legal? Sim. No entanto, apesar de eu gostar da escrita da Susane, o meu maior problema quase sempre são as histórias, que nem sempre são bem desenvolvidas, impedindo que eu ame (como eu normalmente amo) os livros desse jeito.

site: http://meuportaldoslivros.blogspot.com.br/2014/03/resenha-tipo-destino-de-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Emy 21/02/2014

Tabu: Namorado da Melhor Amiga
Lani e Erin são melhores amigas desde a infância, após certo acontecimento marcante na vida das duas, Lani sente que tem mais do que uma amizade verdadeira por Erin, mas uma dádiva para a vida inteira.

Lani é descrita no livro como uma “taurina tranquila, que gosta de ficar em casa”. Acredita bastante em horóscopo, numerologia, tarô, dentre outras coisas, que são bem presentes no livro. Já Erin é descrita como uma “impetuosa leonina que gosta de ver pessoas e baladas”. São aqueles tipos de pessoas completamente diferentes, mas que juntas, aparentemente, formam uma bela dupla.

Lani também tem um melhor amigo chamado Blake, que é homossexual, mas só conta para a amiga, pois tem medo do pai, que acredita ser bastante rígido, descubra e transforme sua vida num inferno.

Tudo parece correr bem na vida das duas melhores amigas, até que Erin começa a namorar o Jason, um garoto que é até descrito como a “versão masculina de Lani”. Psicanálises à parte, Lani sente instantaneamente uma atração por Jason. Há uma troca de olhares constante, um gosta da mesma coisa que o outro e há aquele “clima” de romance que conseguimos perceber durante a leitura, porém Lani sempre acaba vetando, pois não quer ferir a melhor amiga. Já Blake insiste que ele gosta da amiga e não de Erin e até a aconselha, de certa forma, de rouba-lo.

Chega as férias de verão e Erin decide agarrar uma oportunidade e ir em um acampamento de seu interesse, deixando Lani e Jason “à sós” com a “amizade” que sentem um pelo outro...

Entre no meu blog, veja o resto da resenha e comente conosco a sua opinião!

site: http://bemcasadoliterario.blogspot.com.br/2014/02/resenha-tipo-destino.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Bru | @umoceanodehistorias_ 13/02/2014

Até onde você iria para ver sua amiga feliz?
Lani, uma tranquila traurina, viciada em horóscopo, melhor amiga de Erin – uma impetuosa leonina -, vê sua vida mudar.

Os gostos de Lani e Erin sempre foram muito distintos, enquanto Erin gostava de baladas e agito, Lani era uma pessoa tranquila, mas isso não impediu que a amizade delas crescesse a ponto de tornarem-se quase irmãs e que ambas se apaixonassem pelo mesmo garoto - Jason.

O que fazer quando você gosta do namorado de sua melhor amiga, melhor amiga essa que, praticamente, deu a vida por você? Lani, além de se ver perdida, percebe que possuí muita coisa em comum com Jason – coisas essas que a Erin não tem em comum com ele -, mas não são simples coisas em comum, ambos gostam dos mesmos pôsteres e os têm em casa, no quarto, ambos brincavam juntos quando eram crianças lembram-se disso e acabam apaixonando-se, mas como Lani fará para não magoar sua amiga?

E até onde Erin aceitaria isso em prol de seu amor por sua melhor amiga? Até onde alguém abriria a mão de um amor por uma amizade? O quão importante é essa amizade? Essas são perguntas que você reflete ao longo do livro.

A história criada por Susane Colasanti é boa, ela tem uma base e um fundamento, mas “Tipo Destino” é um livro que torna-se clichê em alguns momentos, apesar de colocar em prova o valor de uma amizade, algumas partes baseiam-se unicamente em conflitos e mais conflitos que são desenvolvidos ao longo do livro e tornam-se desesperadores para Lani. Em minha consciência quando você é amiga de uma pessoa – quase irmã -, você não faria o que Erin faz no livro e isso me decepcionou um pouco.

“Tipo Destino” é um livro que não termina, ok, sim, ele tem um final, acaba – não tem continuação -, mas ele deixa muitas coisas pendentes. Susane criou tantos conflitos que eu acho que não conseguiu resolver isso no final, ficaram algumas coisas vagas, como por exemplo: Lani e Erin voltam a ter a mesma amizade depois de tudo? Lani fica com Jason ou os dois se separam e nunca mais se veem? Eles são almas gêmeas? Acho que essas foram algumas questões que ficaram sem resposta.

É um livro muito fácil de ler, ele não tem quase nenhuma palavra complicada ou trechos que você pensa: “Nossa! Preciso reler!”, acredito ser possível lê-lo em um dia, sem problema algum, até é uma história envolvente, mas acho que a autora deixou respostas no ar que ficarão a critério da imaginação do leitor.
comentários(0)comente



Lorena 09/02/2014

Tipo Destino
Tipo Destino é um livro da autora Susane Colasanti, basicamente conta a história de Lani e Erin, duas amigas de infância que estão no ensino médio agora.
Elas sempre foram muito ligadas e Lani acha que deve sua vida a Erin.
A protagonista Erin é obcecada por astrologia e acredita cegamente em signos, ela gosta tanto disso que tem um calendário programado para estudar diversos temas da astrologia.
É uma personagem, que eu achei, chata. Ela se preocupa com o meio ambiente e com os outros, o que é legal. Mas ela pensa o tempo todo pensando que vai magoar sua amiga e que o garoto talvez não esteja interessado nela, e todo um blábláblá que é obvio demais.
E ainda tem a parte de se sentir em dívida com a amiga por ter salvado a vida dela.
Erin é uma personagem que a cada parte do livro você vê de uma forma, as vezes parece legal, outras vezes você odeia ela.
Jason, o garoto, ele é um personagem bem fofo, o tipo de namorado que toda garota sonha. Doce, meigo, romântico e delicado.
O típico triangulo amoroso, garota, garoto e a melhor amiga da garota. Erin se apaixona por Jason, eles começam a sair juntos e quando o verão chega Erin vai para um acampamento.
E deixa sua melhor amiga e seu até então namorado sozinhos, mas quando ela volta, tudo mudou. Nada está como era antes.
O tempo todo quando li o livro eu imaginei ele como um filme adolescente, sim, esses filmes adolescentes com histórias clichês e previsíveis.
E adivinhem só? Segundo a autora o livro vai virar filme e já está em fase de pré-produção.
Eu não achei nada de excepcional do livro, e como já ouvi muitos elogios para a autora, tinha uma boa expectativa.
Também não posso negar que Susane escreve bem, consegue prender a sua atenção, e a leitura flui num ritmo muito rápido e dinâmico.
comentários(0)comente



Thais Priscilla 27/01/2014

Depois deste terceiro livro que leio da Susane Colasanti devo admitir que realmente gosto muito dos livros desta autora, do jeito que ela escreve e como sempre o livro aborda mais que um romance ou alguns acontecimentos da vida da protagonista. Gosto quando livros abordam aspectos mais profundos do protagonista, não deixando o livro com aquele aspecto superficial. E a Susane Colasanti arrasa quando se trata dos seus protagonistas, ela sabe desde o início quem é ele, pelo que passou e como fará seu caminho até o final do livro. Os protagonistas são bastante reais o que eu acho que me aproximou bastante da Lani, neste livro.
Acho que quem quer ter uma ideia do que se trata o livro, basta ler a sinopse ou mesmo só de olhar para a capa do livro dá para ter uma primeira ideia. E o livro é basicamente isso. Lani e Erin são melhores amigas e tem um laço muito forte entre as duas devido a um acontecimento do passado. São completamente o oposto uma da outra mas ainda assim são grandes amigas. Ambas são apaixonadas por signos e acreditam em coisas como o que o destino prepara para cada pessoa. Logo no início do livro Erin se mostra interessada em Jason e começam a namorar mas Lani sente que cada vez que está com ele, eles tem uma conexão. Ela não quer trair a amiga mas não sabe quanto tempo conseguirá esconder o fato que gosta de Jason e também o seu medo por não saber o que o destino reserva para ela.
Este livro não foi exatamente previsível, pelo menos para mim. Achei que a autora abordou um pouco de tudo neste livro, desde a relação de amizade entre Erin e Lani, a conexão forte entre Lani e Jason, a situação do amigo de Lani, o Blake. A autora também mostrou a fundo como a nossa protagonista age, como é seu estilo e sua saída do dos Garotos de Ouro. Adorei a Lani e em alguns momentos me identifiquei muito com a personagem, porém em alguns momentos me dava vontade de sacudi-la e manda-la fazer as coisas pensando nela também. Lani é bastante altruísta e isso é perceptível durante todo o livro, e perto do final ela se mostra um pouco ingênua também em relação às proporções que tomam a descoberta da sua relação com Jason. Sofri um pouco com a personagem e me senti querendo fazer algo por ela, já que ela não fazia muito e acho que foi exatamente por isto que o livro não foi previsível para mim.
Há outros personagens em Tipo Destino que são bastante interessantes e importantes na vida de Lani. O Blake, amigo de Lani, foi me conquistando o longo do livro e fiquei admirada pelo seu esforço para não descobrirem que ele é gay e as dificuldades que enfrenta em casa com o pai. Jason, por outro lado, é aquele personagem doce e que você adora desde o início. É muito fácil gostar dele.
Achei o livro incrível, com uma escrita simples e fluída. É um livro leve, perfeito para as férias de verão. É um livro gostoso de ler, super indicado para leitores que gostam de livros YA. Esperarei agora pela próxima oportunidade de ler algum livro da Susane Colasanti já que até agora estou adorando os livros dela.

site: http://www.thaypriscilla.blogspot.com.br/2014/01/resenha-tipo-destino-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Yara 18/01/2014

Tipo Destino.
Preciso dizer que ao mesmo tempo em que eu queria muito ler este livro, eu também não queria.
Queria por estar curiosa por mais um livro da Susane e não queria por conta do tema central. Fiquei meio brava logo pela capa, mostrando a "traição" da Lani, então já imaginava que durante a leitura iria me revoltar bastante com a protagonista, sem contar que não conseguia imaginar um final que não me parecesse absurdo ou bobo. Mas é claro que a minha curiosidade e ansiedade por mais uma oportunidade de ler algo da Susane foi maior. E não me arrependo.

Fiquei sim revoltada com a Lani durante a leitura, mas não pelo motivo que esperava (até por ela ter um senso de certo e errado bem definido) e sim por sua passividade e seus medos. A menina tem medo de tudo! Não é algo que você nota logo de cara, mas aos pouquinhos você percebe que ela vai se segurando, se prendendo, se escondendo o tempo todo, por medo, e eu entendo que todos temos alguns medos, mas ela tem demais, sendo que apenas um é bem explicado. Ignorando este lado medroso, a protagonista é uma menina agradável, consciente e um pouco viciada em tentar descobrir seu próprio futuro. Tá, isso também não me fez cair de amores por ela, mas não chega a incomodar muito. É só um detalhe que dá mais sentido ao título do livro e provavelmente agrade pessoas com este mesmo anseio, o que não é meu caso. Ah, e Jason! Bom, ele é a chave da história, claro, e achei-o um bom garoto. Ele é inteligente, compreensível, intenso e divertido. Só o achei de caráter duvidoso por namorar uma menina enquanto estava gostando de outra, mas...

Novamente a narrativa da Susane não decepciona. Não é cheia de diálogos, mas também não possui descrições gigantes. Tem tudo na medida certa e ainda coloca alguns temas mais delicados (com outros personagens) no meio do triângulo amoroso, fazendo tudo ficar ainda melhor. E claro que eu preciso dizer aqui o que eu achei do final, pois era um dos pontos que me deixava indecisa sobre ler ou não ler: eu gostei. Foi mais ou menos como um dos finais que eu estava esperando, só que melhorado. Claro, não achei perfeito (mas nem foi pelo final em si, e sim pelo que levou a ele), mas também não me desapontou, e isso é um grande feito!

Recomendo para quem quiser um livro leve e despretensioso. É um ótimo companheiro para uma tarde gostosa, e se não iniciar a leitura esperando que seja o livro que vá mudar sua vida, não acho que vai se decepcionar.

site: Blog Ilusões Escritas. http://www.ilusoesescritas.com/
comentários(0)comente



Sarah 06/01/2014

"E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga?" Cara, namorado de amiga minha é homossexual. Mas amor é amor, fazer o quê? Bora lutar por ele então. Mas a questão é como fazer isso sem machucar os sentimentos de ninguém e nem os seus próprios sentimentos. E é ai que lemos "Tipo destino", um típico livro de vidinha adolescente. Conflitos, conflitos e conflitos, mas como sempre o amor e a amizade vencem qualquer problema.
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 46 a 61
1 | 2 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8