Tipo Destino

Tipo Destino Susane Colasanti




Resenhas - Tipo Destino


120 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 5 | 6 | 7 | 8


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jess 16/12/2013

Susane Colasanti - Tipo Destino
Sabe aquele livro que ao terminar você não sabe se gostou ou não? Bem, “Tipo Destino” foi assim para mim, ainda estou terrivelmente na duvida de meus sentimentos quanto a ele, tiveram partes bem interessantes, divertidas, mas outras tão clichês que chegava a ser entediante. Eu fico pensando se talvez eu vou chegar um dia a ter um conclusão sobre o que senti durante este enredo, mas por enquanto estou no meio termo, totalmente em cima do mudo.

O livro mostra a amizade de duas garotas que são ligadas por um quase trágico acidente ao qual torna a amizade delas tão forte, que elas são inseparáveis fazem tudo juntas, tem o mesmas grupo de amigos, vão as mesmas festas... Ou pelo menos era assim até um tempo atrás. Até Lani começar a sua vida de maneira diferente.

“Acho que Bianca percebeu que eu estava gradualmente me afastando de todo mundo. Não foi uma decisão consciente nem nada assim. Eu só não andava sentindo mais muita vontade de fazer coisas em grupo. Principalmente depois que comecei a achar que andava indo às mesmas festas, nas mesmas casas, com a mesma centena de pessoas. Minha ligação com eles começou aparecer tão superficial...”

É normal que gradativamente as pessoas cresçam tanto fisicamente como mentalmente, que com o decorrer dos anos, dos acontecimentos isto as levem ao amadurecimento, as façam enchergar a vida e a forma como está vivendo de outra maneira, sendo assim, acabam mudando, ou não, a trilha que está seguindo. É justamente isto que está acontecendo com Lani no momento em que ela sente que está se afastando de tudo o que antigamente conhecia, o que antigamente era e isto inclui ser um membro do Circulo de Ouro.

“Os membros do Círculo de Ouro são conhecidos por serem simpáticos e prestativos.E fazem um zilhão de atividades escolares. São responsáveis pelo grêmio estudantil e alguns até atuam como monitores no Ensino Fundamental. Erin inclusive vem pensando em fazer isso. São todos populares, mas não loucamente populares, como os atletas. O pessoal do Círculo de Ouro é do tipo que tem sorte o bastante de ter uma aparência decente e de viver em casas decentes, o que significa que eles também têm uma boa quantia de dinheiro para gastar.”

É com tal afastamento que nossa protagonista começa a se envolver com outras pessoas, começa a fazer novas amizades e uma delas é Danielle; uma garota que tem mais em comum com Lani do que com os membros do Circulo de Ouro, ambas se importam em cuidar do planeta e ambas fazem parte do One World, um clube da escola que se dedica a cuidar do meio ambiente, ou seja, fazendo cartazes de conscientização para espalhar na escola e montando projetos que sirvam de incentivo para que os alunos deixem de sujar o mundo.

Enfim, Enri começa a sair com um garoto chamado Jason e logo está apaixonada por ele, porém ela precisa que seus amigos o aprovem – Blake e Lani – por este motivo um dia leva todos para irem a uma pizzaria é a partir daí que uma grande amizade começa entre Jason e Lani, eles notam que tem muito em comum.

Com o decorrer da historia Lani descobre aos poucos que Jason conhece coisas ao seus respeito que nem mesmo Enri sabe, que ele sente e tem as mesmas manias que a garota, assim sendo, é impossível não acabar apaixonada por ele. Ela bem que tenta lutar contra seus sentimentos, porém é impossível separar duas almas gemias. E agora como ficará sua amizade com Enri quando ela descobrir que sua melhor amiga está apaixonada por seu namorado?

Quando eu descobri sobre este livro fiquei com muito receio de ler, mesmo tendo visto algumas resenhas positivas, meu receio era porque eu tinha lido um livro parecido chamado “The Unwritten Rule”, da Elizabeth Scott, ao qual foi comprado pela editora Underworld e recebeu o nome de O “Namorado da Minha Melhor Amiga” eu o li quando ainda não havia sido lançado no Brasil.

Quando li as resenhas e sinopse de “Tipo Destino” achei a história bem similar a de “The Unwritten Rule” e isto realmente não me deixou com muita ansiedade para ler, quando peguei o livro já foi sabendo que seria uma copia, mas me enganei, foi um tanto diferente o que me deixou feliz, mas ainda sim havia umas pitadas bem parecidas.

A maior diferença que encontrei foi que em “Unwritten Rule” a melhor amiga da protagonista se acha melhor que ela, sempre tenta colocar sua amiga para baixo, sempre tenta fazê-la se sentir inferior, muito diferente da Enri, pois dá para ver que ela realmente gosta muito da Lani. Fiquei realmente feliz que o livro não foi mais uma copia como tantas que andam espalhadas por ai, mas também acho que a Susane poderia ter feio algo menos clichê.

site: http://worldbehindmywall.fanzoom.net
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 16/12/2013

Neste livro vamos conhecer duas grandes amigas, Lani e Erin, apesar de serem ótimas amigas as duas não combinam em nada. Uma gosta de ficar em casa, a outra de festas. Uma é bem tranquila a outra é muito agitada, as duas não tinham nada em comum, mas elas são ligadas por um grande acidente que envolveu as duas no passado e agora Lani sente que deve sua vida a Erin. Tudo estava indo perfeitamente bem, pelo menos até ambas conhecerem Jason.

Jason e Erin estão namorando e tudo está indo muito bem, até que Lani e Jason se conhecem e se sentem muito atraídos. Sabe aquela sensação que você conhece a pessoa a vida inteira? Foi assim que Lani se sentiu ao conhecer Jason, mas obviamente por ser o namorado de sua melhor amiga ela ignorou este fato e seguiu em frente.

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/tipo-destino/
comentários(0)comente



Quel 12/12/2013

E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga?
Lani e Erin são melhores amigas,apesar de serem bem diferentes.
Lani é mais reservada e tem uma idéia mais ampla das coisas, diria que é uma garota de personalidade.
Já Erin só é uma garota que quer curtir a vida em baladas,meio
fútil,infatil.
Ambas são amigas de Blaker,já vou logo dizendo que é o tipo de amigo que toda garota gostaria de ter,eu o achei bem legal e simpático,ele é gay,daqueles não assumido perante a todos,pois teme a reação do pai.
Há também outros personagens como a Danielle que é quase como uma outra melhor amiga de Lani.
A estória gira em torno de Len,Erin e Jason.
Jason é o novo "namorado" de Erin,não tenho muito o que falar sobre ele rs ele com certeza não está na lista dos personagens que me encatam.
Jason é bem legal,é o tipo que qualquer garotinha gostaria de ter como namorado,resumo ele como: fofinho! rsrs
Erin acha que eles foram feitos um para o outro,como se fossem almas gêmeas,devo confessar que isso deixou a personagem dela muito enjoativa.
Len como uma boa amiga aguenta os devaneios de Erin com relação ao namorado.A estória é bem corrida,os fatos se desenvolvem rápido.
Len e jason se vem pela primeira vez,na verdade eles já se
conheciam, mas não tinham uma amizade. Len de início se sente bem confortável com sua presença,sente algo que não sabe dizer o que é de início. Surge uma amizade entre eles e também um sentimento de aconchego o descrevo assim. Erin decide viajar no verão, Jarson fica. Amizade entre Len e Jason cria um laço,e isso os aproxima mais,até que se dão conta do que realmente sentem...Ele termina com Erin.
Acho que vocês já devem ter uma noção do que vem por ai rsrs Len se sai mal na estória.. mas a algumas coisas ainda a ocorrer rsrs o final é o esperado rsrs

Eu havia gostado muito da sinopse,só que esperava mais do livro,dos personagens,algumas vezes pulei trechos,mas terminei,não gostei apesar de ser um tema que gosto. Não tenho muito o que dizer.
A autora deveria ter descrevido mais cada personagem,principalmente o Jason.

site: http://raquel-ebooks.blogspot.com.br/ http://raquelzinha-151.wix.com/mybooks
comentários(0)comente



Mii :) xx 09/12/2013

Ser Intenso Machuca.
Devo avisar, antes de tudo, que este livro é bem clichê. Mas eu já sabia disso antes de comprar o livro. Mesmo assim acabei comprando porque, às vezes, é bom ler algo como Tipo Destino, algo que não te faça ficar pensando "Esse tipo de coisa não acontece. Não na vida real".
Também gostaria de avisar que um melhor amigo gay, mesmo que ele ainda esteja no "armário" como Blake, torna a história muito mais engraçada. Por isso, acho que me apeguei mais ao Blake do que qualquer outro personagem.

Lani é uma taurina tranquila e Erin, sua melhor amiga, é uma leonina impetuosa (Como a boa leonina que sou, nem preciso dizer que já me identifiquei de cara com Erin!). Elas são melhores amigas e são fascinadas por astrologia e tudo ligado ao destino, porém as semelhanças entre as duas acabam por aí. Aparentemente, seus gostos também são diferentes, até que Erin conheceu Jason. Desde o início, Lani sente uma conexão muito forte com Jason, porém ela sabe que teria que deixar esse sentimento de lado pois Jason estava totalmente fora de cogitação por ser o namorado da sua melhor amiga. É claro que fica bem mais difícil esconder o que sente quando Jason também parece sentir o mesmo. Para piorar a situação, Erin viaja durante o verão e Jason acaba confessando para Lani que também gosta dela. Lani sabe que não pode ficar com Jason por ele ser quem ele é e também acha que deve a Erin não só como melhor amiga, mas porque a amiga a salvou num acidente. Mas como deixar esses sentimentos de lado quando Erin está viajando e pediu para que a amiga fizesse companhia para Jason?
Lani está certa de que Jason é sua alma gêmea, mas devo confessar que deixar seu namorado passar mais tempo com sua melhor amiga do que com você não foi uma atitude muito esperta da Erin. É óbvio que ao passar um tempo com ele, Lani acabaria descobrindo várias coisas em comum entre os dois. Portanto, talvez tenha sido mesmo o destino, talvez tenha sido a atitude idiota da Erin. Eu sei que Erin confia na Lani pois ela é sua melhor amiga e as duas cresceram juntas, mas até mesmo a confiança tem seus limites.

Enfim, Tipo Destino tem esse estilo de escrita leve e rápida, o que deixa a leitura mais prazerosa. Mas não passa disso.

site: losingmy-faith.tumblr.com
comentários(0)comente



Resumo 06/12/2013

Resenha do blog Resumo de Letras
Por Maria Netta

O destino é mesmo imprevisível. Quem nunca teve a curiosidade de saber sobre o futuro ou leu o seu horóscopo no jornal de domingo, que atire a primeira pedra. Mas nem sempre as coisas são como imaginávamos ser. Por isso chama-se destino, não é mesmo? Porém, se algum dia você tivesse uma “pista” de como ele seria, o que faria? E se descobrisse que a sua alma gêmea fosse o namorado da sua melhor amiga? São essas e outras questões que “Tipo Destino” nos faz pensar e em como seriam as nossas vidas se soubéssemos o que ele, o Desconhecido, nos preparou.

Lani e Erin são melhores amigas e que estão unidas eternamente por um trágico acidente. Mas, a pergunta que fica é a seguinte: A amizade é apenas por gratidão, por Erin a ter salvado, ou há algo mais forte nisso?

Fascinada por Astrologia, Lani não consegue sair de casa sem ler seu horóscopo e consultar sua Magic 8 Ball para saber se a previsão estava mesmo correta. Até aí, tudo bem. Tudo estava se encaixando e transcorrendo como deveria ser. Então ela conhece Jason, namorado de sua melhor amiga Erin.

Cara, na boa. Eu nunca, repito, nunca deixaria que o cara por quem estou a fim passe mais tempo com a minha melhor amiga do que comigo. É como dar um tiro no próprio pé! Já era de se imaginar que um período de tempo tão longo e cotidiano com alguém acabasse assim. Lógico que nesse meio tempo você acaba conhecendo melhor a pessoa e descobre uma lista ENORME de afinidades entre ambos. Isso é destino? Não sei, talvez. Mas a questão toda é que Erin confiava cegamente na amiga e não se importava que Jason passasse tanto tempo com Lani. Mas, a amizade por Erin falava mais alto e deixar que seus sentimentos por Jason viessem à tona, seria arriscado demais; apesar de saber dos reais sentimentos dele por ela, Lani preferiu se afastar.

Mas então sua amiga viaja o verão inteiro...

A história é bem interessante e nos faz refletir sobre o valor de uma verdadeira amizade. Até que ponto estamos dispostos a abrir mão de tudo por um grande amor?

Vale ressaltar também que dei boas risadas com Blake, o amigo gay de Lani que está esperando entrar para a faculdade para finalmente sair do armário! Há questões também como o meio ambiente e a importância da coleta seletiva, que achei bem interessantes. No geral é uma narrativa inteligente e rápida. Confesso que no início não dei muito crédito, mas valeu muito à pena ter investido nessa leitura.

Não sei se consegui expressar muito bem o meu ponto de vista em relação à história, pois esta é a minha primeira resenha, então... Espero que gostem.

site: http://resumodeletras.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Poesia na Alma 03/12/2013

Tipo Destino
O livro de Susane Colasanti, Tipo destino, 288 páginas. Novo Conceito, me pareceu uma história super natural. Não conseguir ver nada demais nisto:

Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason… Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão…
O grande diferencial da história é o acidente que une mais ainda Lani e Erin. Depois do acidente Lani acredita que tem uma dívida com Erin, maaaaaaaaaaaaassssssssss Erin começa a namorar com Jason e um triangulo amoroso se forma. Eita God!
As personagens da trama são bem bobinhas e perdem muito tempo com pouca ação, contudo acho que na idade delas também era assim... calro que Lani vai tentar esconder o que sente por Jason, mas é complicado quando o gostosão tem bem demonstra sentir algo por ela. Ai é Freud!
A história é bacaninha, dá para ler em poucas horas. Não é das melhores, mas faz lembrar ou reconhecer a adolescência. Se bem, eu acho que hoje a galera está bem mais esperta, ou mais agressiva, enfim!
Faltou um pouco de vida a história, ao triangulo amoroso, em muitos momentos não consegui enxergar a paixão e nem a dor de um triângulo amoroso impossível que envolve amigas... também não senti o que eles aprenderam com tudo isso. Se eu fosse elas, teria resolvido no par ou impar! rsrsrsrsrsrsrsrrs
comentários(0)comente



Val 25/11/2013

Livro "Tipo destino"
Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências incluindo pizzas e meninos são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão


Lani e Erin são amigas, e Erin está apaixonada por Jason. As duas são obsecadas por destino, e tem até um quadro de estudos sobre isso.
Elas são amigas de Blake, que ainda é "um gay no armário".
Os quatro saem e acaba que Lani se encanta com Jason, e pelo que parece, ele também se encanta por ela. O que é um grande problema, pois Erin está louca nele.
Jason acaba confessando para Lani que gosta dela, e ela não sabe o que fazer. Ela conta como foi o acidente que sofreram, e mostra que deve a vida dela à Erin.
Erin foi viajar e ficará fora por 2 meses. Lani e Jason ficarão sozinhos.
Várias coisas vão acontecendo, até que finalmente Lani cansa e resolve ir encarar Erin.
O livro é de fácil leitura, apesar de eu ter achado tudo um pouco "avulso".


Vocês já leram? O que acharam?

site: http://galaxyrevista.blogspot.com.br/2013/11/lani-e-erin-sao-melhores-amigas-embora.html
Jess 28/11/2013minha estante
Esse livro me parece muito com The Unwritten Rule da Elizabeth Scott, ele fala sobre duas melhores amigas (Sarah e Brianna) e o namorado da melhor amiga (Brianna) está gostando da guria e talz, elas estão na escola também... Eu não gostei muito desse livro por que tenho nojo de pessoas invejosas como era a Brianna, estava na cara que ela só ficou com o Ryan porque Sarah gostava dele primeiro.
Eu estou com Tipo Destino aqui em casa, vou lê-lo assim que eu terminar um outro que está em minha cabeceira e eu espero que eu goste mais dele, espero realmente que não tenha uma amiga nojentinha como a Brianna.

http://worldbehindmywall.fanzoom.net/


Gizeli Regina Meister 30/11/2013minha estante
Queria muito ler esse livro! Assim que der mato minha curiosidade! Já vi várias resenhas dele, e todos falam muito bem! Apesar de ser cheio de clichês, as vezes um clichê é bom para não ter aquelas situações fora da realidade e a gente ficar pensando "não tem como isso acontecer de verdade, de jeito nenhum". Nunca li nada da autora então espero me surpreender!


Nina 13/12/2013minha estante
Como sou muito clichê, eu vou ler .. adoro este gênero ! *-*


RUDY 13/12/2013minha estante
Nossa! Complicada a situação, mas bem próximo a realidade de muitos adolescentes e acredito que por esse motivo, deve ser bom de ler, uma leitura light como chamo.
cheirinhos
Rudy


Gy 16/12/2013minha estante
Eu acredito no destino... Li várias resenhas positivas sobre esse livro... Estou super curiosa para lê-lo...


Dani 18/12/2013minha estante
Já ouvi falar neste livro, mas ainda não tinha me interessado. Lendo a resenha agora me pareceu muito interessante, gostei do enredo!
beijos ?


Fla 19/12/2013minha estante
Muitooo boa, fiquei curiosa


J 20/12/2013minha estante
Booa


Beth 21/12/2013minha estante
Estou doida pra ler este livro. A história parece ser bem interessante.


Fernanda @condutaliteraria 22/12/2013minha estante
A resenha ficou ótima, deu para ter uma ideia do livro, mas não consegui me interessar pra ler.


Karinne 28/12/2013minha estante
Adorei a resenha,fiquei curiosa para ler!


Belle 29/12/2013minha estante
Susane é uma excelente autora, gosto dos livros que ela escreve, estou curiosa para ler Tipo destino...


Dâmaris 02/01/2014minha estante
Gostei da resenha, mas história parece ser cheia de confusões hehehe


Vivi 05/01/2014minha estante
Estou bem curiosa com este livro, sua resenha me fez querer lê-lo ainda mais. =) Mesmo sendo da NC... =/ hahaha




Bruna 24/11/2013

Tipo Destino
Tipo Destino, da autora Susane Colasanti, foi publicado no Brasil pela editora Novo Conceito.

Quando esse livro chegou aqui em casa, já o peguei e comecei a ler na mesma hora. Eu estava ansiosa pela leitura, porque particularmente eu queria ler alguma coisa da autora, que também escreveu Bem mais perto e Esperando por você, só que ainda não tinha tido a oportunidade. A sinopse tinha me interessado muito, fora a capa que está linda. Eu gosto dessas histórias de romances proibidos que nesse caso, envolve um amor pelo namorado de sua melhor amiga, ou seja, Lani, a protagonista do livro, estava ligeiramente ferrada, quando descobriu como Jason, namorado de Erin, era simplesmente perfeito.

As duas amigas, cresceram juntas e possuem um grande interesse pelo destino. Por conta disso, cada mês elas escolhem um tema para ser estudado sobre destino, como tarô, leitura de mão, astrologia, sonhos e todas as outras coisas que o envolvam. Mesmo elas possuindo o mesmo interesse, a semelhança entre elas acaba por ai, já que Lani é uma menina que adora ficar em casa e se envolver em projetos de meio ambiente, enquanto sua amiga Erin é a baladeira. Por isso, Lani nunca pensou que algum dia poderia gostar de algum rapaz de Erin se interessasse, até que ela conheceu Jason.

"Se não fôssemos tão amigas, talvez eu sentisse inveja por Erin ter um garoto que gosta dela e eu não. Mas só sinto feliz por ela. Erin e eu estamos ltigadas para o restante da via. E isso não é o mesmo que sermos melhores amigas. Quero dizer, somos melhores amigas, mas nossa relação vai além disso."

É bem complicado essa coisa de você gostar no namorado de sua amiga, e na vida real, acredito que o mais correto é você se afastar dele, para que esse sentimento não seja alimentado. Eu sou o tipo da pessoa que dá mais valor a amizade, mas ao mesmo tempo é difícil quando você se apaixona por essa pessoa, então o negócio é você não dar oportunidade para isso acontecer. Só que não é isso que Lani faz, mesmo ela sabendo que tinha grandes chances de se apaixonar por Jason, ela não deixa de estar junto dele, principalmente após sua melhor amiga viajar no verão.

Ok, tudo bem que Jason tem muito mais haver com Lani, e que eles seriam o casal perfeito, mas o que vocês achariam de sua melhor amiga ficar com o seu namorado enquanto você está em uma viagem de verão? Bem, são esses questionamentos que não saem da cabeça enquanto você está lendo o livro. Só que não tem como você também ignorar todo o romance fofo entre Jason e Lani. É bem contraditório meu sentimento com esse livro, tem horas que eu penso: a tudo bem eles foram feitos um para o outro, como diria Lani, é o destino, e em outras horas eu penso: meu Deus, como ela pode ficar como namorado da melhor amiga?

Fora de todo esse drama nós temos um segundo plano, onde existe uma questão sobre homossexualismo. Blake, amigo de Erin e Lani é gay, porém ninguém sabe até que algo acontece que abala toda a amizade entre ele e Erin. A partir disso ela se vê sozinha em um momento onde ela mais precisava de um amigo.

A história é gostosa de ler e a Susane Colasanti tem esse estilo de escrita leve e rápida, que torna a leitura bem prazerosa. É um livro legal para passar o tempo, mas não existe nada muito além.

site: http://www.segredodeumundo.com/
comentários(0)comente



Caverna 23/11/2013

Lani tem como fiel companheira sua melhor amiga Erin, mesmo que elas tenham poucas coisas em comum. Isso é, até Lani conhecer o mais novo paquera de Erin, chamado Jason. Querendo que todos se reúnam, Erin marca de ir à pizzaria com o paquera, Lani, e Blake, o amigo gay delas, mas que mantinha aquela confissão em segredo. É a partir desse dia que Lani e Jason passam a conversar mais, e percebem o quanto tem em parecido. No decorrer da história, eles convivem cada vez mais um com o outro, já que Erin acreditasse ser boa aquela aproximação, assim Lani poderia lhe contar tudo o que Jason falava sobre ela. Mas na verdade, Jason não falava sobre absolutamente nada que envolvesse Erin. Ele preferia muito mais se deixar ser levado pelas conversas confortáveis e tranquilas que tinha com Lani. Até que ambos percebem que o que estão sentindo um pelo outro, já não é mais amizade. Mas eles não podiam magoar Erin daquele jeito. Então, o que fazer?

site: http://hangoverat16.blogspot.com.br/2013/11/tipo-destino.html
comentários(0)comente



PorEssasPáginas 23/11/2013

Resenha Tipo Destino - Por Essas Páginas
Quando eu entrei no site para saber os lançamentos da Novo Conceito, Tipo Destino foi o primeiro livro que me chamou atenção. A protagonista se chama Lani e eu já fiquei “Eu querooo!”. Continuando a sinopse, descobri que ela era taurina, exatamente o meu signo! Isso é Destino ou o quê? Então, mesmo sendo da Susane Cosalanti, autora que eu já tinha lido Esperando por você e não tinha gostado, resolvi me arriscar.


Susane conseguiu montar um background bem interessante para os seus personagens. Lani e Erin são amigas há muito tempo. As duas acreditam na força do Destino (sim, com letra maiúscula) e por isso elas estudam sobre todos os campos da adivinhação, desde leitura de mãos até tarô. Apesar dessa semelhança, as duas são bem diferentes. Lani se interessa muito pelos problemas ecológico e ela prefere ficar em casa ou trabalhar nos seus projetos de meio ambiente. Enquanto isso, Erin já é mais espansiva, ela gosta de sair com os amigos e ir para baladas. As duas achavam que elas tinham gostos bastante diferentes no quesito “rapazes”. Mas não é bem assim, porque Erin começa a namorar Jason e Lani começa a sentir uma forte atração por ele…

E é nesse ponto que começam os problemas. Para escrever um bom romance, não basta só a protagonista dizer que ela sente algo pelo seu interesse romântico. São necessárias situações que mostrem que isso é verdade. Por mais que Lani dissesse que ela e Jason tinham uma conexão muito forte, eu não conseguia sentir isso. No decorrer da história, acontecem algumas cenas que me fizeram começar a acreditar nisso. Por que não colocar essas cenas antes de toda a divagação sobre Destino e sentimentos? Ela poderia até sentir que ele era diferente, mas ela não podia falar que os dois eram tão parecidos se ela não tinha provas disso.

Lani esconde os seus sentimentos porque ele era o namorado da sua melhor amiga. Por causa disso, ela não se afasta dele, porque ela acha que nunca teria chance. Mas Lani e Jason acabam ficando bem mais próximos do que deveriam e cada vez mais ela começa a acreditar que ele é o seu Destino. E é nesse ponto que a história perde a sua força.

Eu sei que eles são adolescentes e estavam em uma situação muito complicada. Eu sei que nessa idade os problemas são muito maiores do que verdadeiramente eles são e por isso nós tendemos a errar mais. Mas todos os personagens fizeram escolhas péssimas durante a história. Infelizmente eu não posso contar aqui os que mais me incomodaram porque são spoilers, mas tem um que eu posso contar porque é do início do livro. Lani e Jason almoçavam no mesmo horário, e como ele era namorado da amiga dela, nada mais justo do que eles sentarem juntos para se conhecerem melhor, certo? Até esse ponto tudo bem. Mas com o tempo eles acabam distorcendo um pouco essa linha tênue entre “amizade” e “algo mais” e as pessoas começam a perceber. E o que a Lani faz? Fica muito revoltada quando as pessoas ficam a encarando na mesa do almoço. O que ela deveria ter feito? Ela deveria ter percebido o que estava acontecendo, e em respeito a sua amiga, ter se afastado do Jason. Esse é só um pequeno exemplo.

Mesmo não concordando com vários pontos da história, algumas cenas foram muito bem construídas. Inclusive, assim como “Esperando por você”, a autora trabalha um tema separado com um dos coadjuvantes. O melhor amigo de Lani é homossexual e isso gerou um enredo separado muito interessante.

Enfim, eu tive sentimentos muito conflitantes com Tipo Destino. Ele não é bom… Mas também não é de todo ruim. Eu não fiquei tão desesperada em querer acabar logo como aconteceu em Esperando por você, mas esse livro também não teve nada de especial durante a leitura. Por isso eu fiquei em uma dúvida cruel se eu dava 2 ou 3 estrelas para ele. 2 é pouco porque eu dei essa nota para o outro livro dela mas 3 é demais, comparando com outros livros que eu dei essa mesma classificação. Acho que o ideal seriam 2,5 estrelas!

site: http://poressaspaginas.com/resenha-tipo-destino
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ana Luiza Silva 19/11/2013

Além de tratar de um tema o qual tenho grande interesse, o livro aborda um dos conflitos mais comum do que podemos imaginar: amizade ou amor? E o que fazer quando esse amor pode interferir da forma mais negativa na amizade? O conflito é corrosivo, ainda mais quando você está completamente convencida que o garoto é sua "alma gêmea" - Lani acredita que o Destino tem algo preparado para ela e Jason. E mesmo sabendo que Jason também está apaixonado, ela está em uma constante luta interna, pois sabe que Erin gosta de Jason e, além do mais, como trair sua irmã de alma?

A escrita é fluida, dividida em capítulos médios, com a visão de Lani ao longo de sua "divisão". O que ela acha que acontecerá se Erin descobrir que ela e Jason estão namorando, o que os colegas irão achar - principalmente porque estão todos no último ano do colégio, e você com certeza já assistiu a algum um filme americano cujo protagonista está no colegial e sua vida é arruinada socialmente por causa de boatos espalhados ao vento. Além de tudo, o livro é fisicamente lindo, como vários outros da Novo Conceito - claro que ajuda muito quando a história é boa, aí o livro cega de tanta beleza. Me lembrou bastante o "Não Sou Este Tipo de Garota", da Siobhan Vivian (se você quiser ler a resenha, clique aqui), outro livro que gostei, que também aborda o universo adolescente durante o colegial e ambas as protagonistas perdem o controle diante de uma situação. Também recomendo a leitura deste.

Aborda também, ainda que em segundo plano, outro conflito tão desgastante quanto o primeiro. Blake, o melhor amigo de Lani, é gay e seu pai não sabe. Ambos brigam constantemente e Blake enfrenta a rejeição todo dia e Lani é seu ombro amigo. O que fazer quando aquele que devia te amar é o que mais te rejeita e, além de tudo, de repente você também é rejeitado no colégio? Quando as pessoas que você acham que são suas amigas do nada te traem da forma mais horrível possível, de um jeito que você nunca imaginou possível para elas. Todas essas questões são abordadas de forma natural e divertida, o que deixa a leitura mais deliciosa ainda.

Se quiser indicar mais livros com esse cenário estudantil, sinta-se á vontade para comentar suas dicas. Boa leitura!

site: http://www.feedyourhead.com.br/2013/09/resenha-tipo-destino-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Poly 17/11/2013

Quem já leu algo da Susane Colasanti não deve esperar nenhuma grande inovação ou mudança no estilo.
Só achei esse livro um pouco mais parado em relação aos outros dois que eu li, mas isso quer dizer que a leitura seja ruim. Não consegui ler em um dia, como eu esperava e cochilei duas vezes em cima dele, o que demonstra o tom monótono da história.
Lani e Erin são melhores amigas desde crianças, dessas que fazem tudo juntas e trocam confidências.

Se não fôssemos tão amigas, talvez eu sentisse inveja por Erin ter um garoto que gosta dela e eu não. Mas só sinto feliz por ela. Erin e eu estamos ligadas para o restante da via. E isso não é o mesmo que sermos melhores amigas. Quero dizer, somos melhores amigas, mas nossa relação vai além disso.
P. 23

Então um dia Erin começa a sair com Jason, ela está animada e empolgada com o relacionamento como nunca esteve antes. Só fala do rapaz com Lani e pede ajuda à amiga para descobrir mais sobre ele.
Lani começa a almoçar todo dia com Jason, eles começam a trocar confidencias e a conversar muito e percebem que eles têm mais em comum do que jamais imaginaram.

Jason me entende. Ele entende até as coisas que nem mesmo eu sabia que estava tentando dizer.
P. 83

Mas Erin sempre acreditou na fidelidade da amiga e nunca desconfiou que pudesse ter nada demais entre Lani e Jason. Nem Lani queria se envolver com Jason para magoar a amiga.

Erin não se importa que Jason e eu nos sentemos juntos no almoço. Ela adora que sejamos amigos. Antes daquele dia em que todos saímos junto para comer pizza, Erin estava preocupada com a possibilidade de que eu e Jason não nos gostássemos, o que teria acabado com sua empolgação para que todos saíssemos juntos.
P. 93

Só que eles se apaixonaram e não sabem o que fazer.

Tenho vontade de contar a ele tudo o que venho pensando, mas não posso. O que é péssimo. É péssimo que Erin e eu estejamos apaixonadas por ele, mas ele só tenha se apaixonado por uma de nós.
P. 116

O livro é dividido em três partes. A primeira parte é Abril – Maio, a segunda, Junho – Agosto e a terceira, Setembro – Outubro. Os capítulos são curtos e isso facilita bastante a leitura.
A linguagem é simples e o vocabulário utilizado é bem jovial.
Gostei bastante do livro, mas não amei. Gostei de como a Lani é ligada em Astrologia e coisas místicas. Ela acredita piamente em Destino e que tudo acontece por um propósito.
Não sei se é uma fase da adolescência, mas eu e minhas amigas também tivemos nossas fases de “viciadas” em horóscopo e foi bem divertido relembrar disso por meio de Lani e Erin.
A história só fica interessante mesmo quando Lani e Jason resolvem assumir o romance. Isso cria inúmeros conflitos e é quando há mais ação e emoção.
Mas é tudo bem previsível.
Um personagem que eu amei foi o Blake. Adoraria ter tido um melhor amigo gay na minha adolescência como ele. Blake é o sonho de consumo de toda garota e ele é um fofo.
O canadense Connor também me cativou e adoraria se esses dois personagens tivessem sido mais explorados, eles fizeram toda diferença.
comentários(0)comente



Mari 16/11/2013

Tipo Destino - Susane Colasanti
E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga?

A chamada desse livro é bem sugestiva, assim como a capa e ambas retratam bem o livro em questão. Em tipo destino vamos conhecer a Lani e a Erin, garotas com personalidades e gostos tão diferentes quanto os seus signos "Touro e Leão", ambas são fascinadas pelo destino, gostam de interpretar sonhos e até tem um quadro com tópicos sobre o destino que estudam todo mês.

Mesmo sendo diferentes e tendo poucas coisas em comum, o fato de compartilharem uma história intensa e de serem inseparáveis desde um acidente, faz com que se tornem irmãs de alma, ao menos eram até Erin começar a sair com Jason e algo improvável, ou não tão improvável assim acontecer, quando ela resolve apresenta-lo a sua melhor amiga.. Assim que Lani conhece o Jason é inegável a forte ligação entre os dois , mas vai muito além disso, pois ao que tudo indica eles são almas gêmeas, no entanto, esse é um amor impossível, afinal Erin é sua melhor amiga, mas Lani ama o Jason e ele também a ama, ambos não sabem o que fazer, quando Erin decide viajar por dois meses.

Depois de ler "Esperando por você" e gostar, fiquei curiosa para saber se tal feito iria se repetir, e foi assim, por curiosidade que acabei solicitando e lendo "Tipo destino".

Confesso que no começo a relação do Jason e da Lani me incomodou, não pelo fato dos dois terem escolhido ficarem juntos, mas como as coisas foram se desenrolando a partir daí, principalmente pela demora dos dois em contar para a Erin, contudo, a medida que a história vai se desenrolando é impossível não torcer pelos dois.

"- Isso já não tem mais a ver com ela. é sobre nós. - Jason me puxa mais para perto dele. - E não me importo que saibam.
Então ele me beija.
Bem ali, no meio do corredor, com todo mundo olhando.
Jason me beija.
Achei que me lembrava de qual era a sensação do beijo dele. Mas isso é irreal.
-Eu te amo - diz Jason"

A narrativa da Susane é bem fluida e envolvente, bem como os personagens em especial o Blake, também não pude deixar de notar algumas semelhanças entre as duas obras que li da autora, a primeira são os capítulos curtos, então, não se espantem, mas o li em apenas um dia, a segunda foi o triângulo amoroso, pois é, a Susane parece adorar triângulos amorosos, sem falar que ela continua intercalando os clichês da adolescência como o primeiro amor e outros temas como: preconceito, preservação do meio ambiente e Bullying, A única coisa que me decepcionou foi a previsibilidade dos acontecimentos, mas no geral é um livro bom.

site: http://amostradelivros.blogspot.com.br/2013/11/resenha-tipo-destino.html
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 61 a 76
1 | 2 | 3 | 5 | 6 | 7 | 8