Tipo Destino

Tipo Destino Susane Colasanti




Resenhas - Tipo Destino


120 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Val 25/11/2013

Livro "Tipo destino"
Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências incluindo pizzas e meninos são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão


Lani e Erin são amigas, e Erin está apaixonada por Jason. As duas são obsecadas por destino, e tem até um quadro de estudos sobre isso.
Elas são amigas de Blake, que ainda é "um gay no armário".
Os quatro saem e acaba que Lani se encanta com Jason, e pelo que parece, ele também se encanta por ela. O que é um grande problema, pois Erin está louca nele.
Jason acaba confessando para Lani que gosta dela, e ela não sabe o que fazer. Ela conta como foi o acidente que sofreram, e mostra que deve a vida dela à Erin.
Erin foi viajar e ficará fora por 2 meses. Lani e Jason ficarão sozinhos.
Várias coisas vão acontecendo, até que finalmente Lani cansa e resolve ir encarar Erin.
O livro é de fácil leitura, apesar de eu ter achado tudo um pouco "avulso".


Vocês já leram? O que acharam?

site: http://galaxyrevista.blogspot.com.br/2013/11/lani-e-erin-sao-melhores-amigas-embora.html
Jess 28/11/2013minha estante
Esse livro me parece muito com The Unwritten Rule da Elizabeth Scott, ele fala sobre duas melhores amigas (Sarah e Brianna) e o namorado da melhor amiga (Brianna) está gostando da guria e talz, elas estão na escola também... Eu não gostei muito desse livro por que tenho nojo de pessoas invejosas como era a Brianna, estava na cara que ela só ficou com o Ryan porque Sarah gostava dele primeiro.
Eu estou com Tipo Destino aqui em casa, vou lê-lo assim que eu terminar um outro que está em minha cabeceira e eu espero que eu goste mais dele, espero realmente que não tenha uma amiga nojentinha como a Brianna.

http://worldbehindmywall.fanzoom.net/


Gizeli Regina Meister 30/11/2013minha estante
Queria muito ler esse livro! Assim que der mato minha curiosidade! Já vi várias resenhas dele, e todos falam muito bem! Apesar de ser cheio de clichês, as vezes um clichê é bom para não ter aquelas situações fora da realidade e a gente ficar pensando "não tem como isso acontecer de verdade, de jeito nenhum". Nunca li nada da autora então espero me surpreender!


Nina 13/12/2013minha estante
Como sou muito clichê, eu vou ler .. adoro este gênero ! *-*


RUDY 13/12/2013minha estante
Nossa! Complicada a situação, mas bem próximo a realidade de muitos adolescentes e acredito que por esse motivo, deve ser bom de ler, uma leitura light como chamo.
cheirinhos
Rudy


Gy 16/12/2013minha estante
Eu acredito no destino... Li várias resenhas positivas sobre esse livro... Estou super curiosa para lê-lo...


Dani 18/12/2013minha estante
Já ouvi falar neste livro, mas ainda não tinha me interessado. Lendo a resenha agora me pareceu muito interessante, gostei do enredo!
beijos ?


Fla 19/12/2013minha estante
Muitooo boa, fiquei curiosa


J 20/12/2013minha estante
Booa


Beth 21/12/2013minha estante
Estou doida pra ler este livro. A história parece ser bem interessante.


Fernanda @condutaliteraria 22/12/2013minha estante
A resenha ficou ótima, deu para ter uma ideia do livro, mas não consegui me interessar pra ler.


Karinne 28/12/2013minha estante
Adorei a resenha,fiquei curiosa para ler!


Belle 29/12/2013minha estante
Susane é uma excelente autora, gosto dos livros que ela escreve, estou curiosa para ler Tipo destino...


Dâmaris 02/01/2014minha estante
Gostei da resenha, mas história parece ser cheia de confusões hehehe


Vivi 05/01/2014minha estante
Estou bem curiosa com este livro, sua resenha me fez querer lê-lo ainda mais. =) Mesmo sendo da NC... =/ hahaha




Ju 27/09/2013

Tipo Destino
Eu me tornei fã da Susane quando li Esperando por você. Tinha uma vontade imensa de ler mais alguma coisa da autora. Então, superei meu pressentimento de que ia tomar birra da Lani, pressentimento gerado pela capa e pela última frase da sinopse. Vendo essas duas coisas, parece que a Lani e o Jason fazem tudo pelas costas da Erin... mas não é bem assim que as coisas acontecem nessa história.

Pelo contrário... me parece que desde o início quem tentou dissimular algumas coisas foi a Erin. Não que ela tenha feito por mal, mas acho que percebeu logo de cara que a verdadeira alma gêmea do cara que ainda nem era seu namorado era a sua melhor amiga. Mas quem pode culpar uma garota por não querer enxergar o óbvio, se esse óbvio parece que vai tirar a chance de felicidade que ela tem nas mãos?

Lani e Erin estão no penúltimo ano do ensino médio. Conhecem-se há muitos anos, e se consideram "irmãs de alma". Viveram uma experiência bem forte juntas, e acreditam que nada poderá separá-las. Lani está passando por uma fase em que acabou se afastando de várias pessoas, porque essas pessoas não entenderam que ela precisava de algum tempo longe delas. Ela pertencia a uma daquelas turmas que precisam fazer tudo junto, e seus amigos não conseguiram compreender a necessidade que ela sentia de fazer algumas coisas sozinha, ou com outras pessoas.

"E se quero que as coisas mudem, não posso simplesmente ficar parada aqui esperando. Preciso fazer com que mudem."

A Susane realmente tem o dom de escrever para adolescentes. O livro tem uma linguagem super acessível para eles, e trata de vários problemas que precisam ser enfrentados nessa idade, como se conhecer e se aceitar; e entender que ninguém é perfeito, que todos temos nossos limites, nossas qualidades e defeitos. A Lani tenta, com todas as suas forças, se manter afastada do Jason para não machucar sua amiga. Mas o destino nem sempre pode ser contrariado.

"Nada vai deter a minha jornada em busca de você."

O destino, aliás, tem um papel primordial nessa história. Lani e Erin são completamente obcecadas por ele. A Lani precisa ler seu horóscopo semanal toda segunda-feira pela manhã para se sentir preparada para enfrentar a semana... rs...

"O negócio é que se você sabe o que procurar, pode estar preparado para o que der e vier. Bem, talvez não para tudo, mas pode estar preparado para coisas para as quais não estaria preparado se não soubesse delas."

Meu personagem preferido foi o Connor. Um amigo da Lani que é muito importante para que ela perceba que não pode abandonar sua vida, por mais que ame Erin e a queira do seu lado. Ela não pode de forma alguma imaginar não ter a companhia de Erin, mas também não consegue mandar no seu coração.

"Seu coração sempre sabe, mesmo quando é difícil demais admitir."

O Jason poderia ter sido o meu preferido se não fosse, na minha opinião, o culpado por toda a confusão. Desde o início ele sabia o que sentia, mas acabou se envolvendo com a Erin apenas para se envolver com alguém. Nunca vou entender esse jeito de pensar.

Gostei menos de Tipo Destino que de Esperando por você, simplesmente porque achei que ele precisava de mais algumas páginas... Depois de tantos conflitos, acredito que as personagens (e os leitores) mereciam uma recompensa. Tudo terminou muito de repente. Sempre acho que os autores precisam nos deixar sentir o gostinho do final, antes de finalizar realmente uma obra. A Susane não fez isso, e eu fiquei um pouquinho decepcionada. Mesmo assim, o livro vale a leitura.

"Algumas diferenças são importantes em um relacionamento. (...) Mas poucas e grandes semelhanças são mais importantes do que várias pequenas diferenças. É preciso pensar no que é mais importante para você. Se essas coisas também forem o mais importante para a pessoa com quem está, então você tem a base para um relacionamento forte."

site: http://entrepalcoselivros.blogspot.com.br/2013/09/resenha-tipo-destino.html
Juh 27/09/2013minha estante
Não li nada ainda da Susane, esse livro por exemplo quando vi a divulgação, não me interessei muito porque achei que fosse muiiito adolescente, tipo falando sobre aquelas garotas superpopulares e que se acham demais. Mas me enganei, rsrsrs, sua resenha ficou ótima e despertou minha curiosidade para lê-lo, me identifiquei um pouquinho com a Lani, porque eu amo ficar em casa, apesar de não acreditar em horoscopo. E concordo com você Ju sobre os autores que muitas vezes não nos deixam apreciar a vitória!!!


Narinha 28/09/2013minha estante
Já comprei esse livro e não posso negar as grandes semelhanças que ele tem com um filme que eu assisti 'O noivo da minha melhor amiga',que também é um livro, tirando algumas diferenças o conteúdo é bem similar.
Confesso que não gostei do filme, mas mesmo assim comprei 'Tipo destino' para ver se eu mudava de opinião em relação a esse tipo de traição com a amiga. Ainda não comecei a ler, mas segundo sua resenha, parece que é algo bem parecido com a obra cinematográfica que citei a pouco tempo e por isso não sei se vou curti a leitura.
Lani e Erin parecem ter uma relação de amizade muito especial e antiga e não sei se irei continuar gostando de Lani depois da mesma ficar com o Jason. Acho que existe um limite até quando se trata de ficar com ex-namorado de uma amiga, imagina ficar com o namorado da melhor amiga...Pelo que deu a entender, ela e Jason tiveram um oportunidade de ficarem juntos antes do mesmo namorar a Erin e se não rolou naquele momento, provavelmente não irá ser uma boa ideia rolar alguma coisa entre os dois quando Jason tem uma namorada e essa namorada é a 'irmã de alma' de Lani. Sei não, espero sinceramente que a autora me convença de seu ponto de vista, mas só lendo para saber...


Lore 29/09/2013minha estante
Então Ju, nunca li livros da Susane, e até então não conhecia a autora, e quando vi a divulgação dos lançamentos da novo conceito não despertei grande interesse pela leitura. Assim, lendo a sinopse e pela capa do livro, eu também tive a mesma impressão que você, de que Lani e Jason fariam tudo pelas costas da Erin. Se eu me encontrasse em uma situação dessas, provavelmente eu iria obscurecer meus sentimentos e tentar seguir em frente, acho que mesmo que estivesse colocando minha felicidade em jogo, minha amiga é como uma irmã pra mim e não iria deixá-la infeliz de forma alguma. Mas enfim, o livro parece ser legalzinho de ler, no entanto a observação que você fez ao final me desestimulou um pouco, pois não gosto muito de livros meio bobinhos voltados apenas para adolescentes, com aquela velha história do triângulo amoroso, sei lá, apesar de eu ainda ser adolescente mas... enfim não sei explicar, só não despertou meu total interesse.. Adorei a resenha Ju :)


Cris 07/10/2013minha estante
Nunca li nada da autora, mas também vejo mais elogios do que críticas. Este livro tem uma história interessante, mas pelo jeito que você escreveu a resenha, parece que faltou um quê a mais...


Leilane 07/10/2013minha estante
Quando vi a capa desse livro, remeteu-me imediatamente ao livro da Emily Giffin, O Noivo da Minha Melhor Amiga, por isso achei pouco original da Suzane, só os pontos que você destacou já se assemelham muito. É tipo a versão adolescente dele. Eu amo O Noivo da Minha Melhor Amiga, tanto que por causa de você (obrigada mais uma vez =D) e mais uma amiga, sou orgulhosa detentora de um exemplar autografado, em tese era para eu ter me interessado pelo livro, mas perdi a vontade, pois o enredo dá a impressão de ser muito parecido, com certeza haverá muitas diferenças, pois são contextos diferentes, mas perdi a vontade. Quando você ler O Noivo da Minha Melhor Amiga, conte-me se essa impressão é verdadeira, por favor? Não quero ficar com essa imagem da Suzane Colasanti, pois nem li nada dela ainda.
De qualquer forma, amei a resenha, apesar de não ter lido o livro, entendo por que você culpa o Jason, a decisão dele teria evitado muito sofrimento, mas acredito que fez com que os personagens encarassem seus próprios destinos.
Beijos


Sarah 12/10/2013minha estante
Achei bem legal sua resenha, principalmente pela sinceridade no final. O book trailer tb é bacana. E a capa do Tipo Destino é boa, do tipo que se destaca numa estante... Mas este livro não me interessou muito. Engraçado que o Esperando por você tb me parece melhor (apesar de ainda não ter lido). Se vir a conhecer as obras da autora, acredito que eu vá começar por ele.


Thaís 12/10/2013minha estante
Ju! Adorei o livro! Lembro da sua resenha do "Esperando por você" e achei ele super legal, quase cheguei a comprar, mas depois acabei levando outro, o "Tipo Destino" parece ser bem interessante, apesar de clichê pois já existem vááários livros e filmes com esse tema, mas apesar de tudo eu tenho vontade de ler, o porque eu não sei rsrs. Resenha boa :) Beijos!




Jessica Oliveira 18/08/2013

Tipo Destino

Lani é uma garota de dezesseis anos, apaixonada pela Terra, acredita que esse seu amor seja genético, afinal sua mãe é uma especialista em saúde ambiental e seu pai um construtor de estufa.
Mas Lani também tem outro amor: O mundo do esoterismo. Para ela, conferir o horóscopo semanal toda segunda-feira é uma parte essencial de sua vida. O horóscopo a ajuda a se sentir preparada para o que quer que aconteça.

Não sou fã do Desconhecido. O Desconhecido pode mudar a sua vida inteira em um instante. Ele pode tomar tudo de você e nunca mais devolver. Sua vida pode terminar em um instante, antes que você sequer tenha tempo de saber que está tudo acabado.

A sua melhor amiga é Erin, uma garota popular, expansiva e um pouco egocêntrica. As duas compartilharam uma grande experiência, Erin salvou a vida de Lani quando as duas sofreram um acidente de carro. Esse acontecimento fez com que as duas se tornassem muito mais que melhores amigas, elas se tornaram algo como "irmãs de alma". O sentimento que as une é muito forte e resiste a quase tudo.
Sim, quase. Pois eis que surge Jason, um garoto que pertence ao mesmo grupo de populares do qual Erin faz parte, o Circulo de Ouro. Para Erin os dois formam o par perfeito, afinal são populares, praticam as mesmas atividades e o mais importante, a Energia está conspirando para os dois se tornarem "O Casal".
Lani, não acredita muito que seja a Energia que conspire a favor de Erin, mas como para ela o que importa a felicidade da amiga, ela dá a maior força para o romance dos dois.
Mas quando Lani e Jason se conhecem oficialmente eles percebem que a atração e a afinidade entre os dois é muito forte. Lani tenta a todo custo ignorar o sentimento que, a seu ver, é uma traição a sua amizade com Erin. Mas o destino parece não estar de acordo com ela.
Todos os verões Erin vai para um acampamento, nesse verão não é diferente, ela irá passar dois meses longe de Jason e Lani. Sem Erin por perto o sentimento que até agora os dois conseguiram sufocar vem à tona, colocando Lani em um dilema, dar vazão aos sentimentos ou seguir sendo fiel a amizade de Erin?

- Não podemos fazer isso - eu digo.
- Por que não?
- Erin é minha melhor amiga.
- Então ela quer que você seja feliz, certo?
- Sim, mas...
- Lani - Jason sussura. - Nós pertencemos um ao outro.
Então ele me beija.

Tipo Destino é o primeiro livro que leio da Susane Colasanti, gostei bastante da forma como ela conduziu a trama apesar de que alguns pontos poderiam ser de fácil resolução, evitando assim o grande drama que é o final. Mas fora isso, me identifiquei bastante com a Lani será que é por que somos dos mesmo signo?! kk, ela faz tudo pela amiga e sente que tem uma dívida de honra com ela, isso chega a um extremo de anular o que é bom para ela e só pensar no bem de Erin. Já o Jason é um garoto de dezesseis anos que tem ações de alguém mais velho. A forma como ele levou o relacionamento com a Erin mesmo estando apaixonado pela Lani me deixou um pouco ressentida, afinal isso evitaria diversos conflitos. A Erin apesar de no início se mostrar uma grande amiga e uma pessoa desprendida que faz diversas coisas pelo bem do próximo, no final do livro se mostra uma verdadeira cobra, por assim dizer. Outro personagem que merece um destaque especial é Blake, um garoto que depois de Erin é o melhor amigo da Lani. Ele é homossexual e sofre muito, pois o pai não o aceita. Mas apesar disso ele é uma pessoa divertida e que dá muito mais apoio para a Lani do que a própria Erin.
Para quem gosta de romances adolescentes, com histórias leves e ótimas para passar o tempo, com certeza essa é uma ótima dica de leitura.

site: leiturae7arte.blogspot.com.br
Jen 21/08/2013minha estante
É bonitinho o livro, mas acho que faltou a luta interna dela,foi tudo muito fácil se resolver, sei lá acho que é um livro para adolescente talvez não sei, para mim faltou algo. Deveria ter esperado alguma resenha antes de comprar o livro. Não convenceu.


Jessica Oliveira 21/08/2013minha estante
Realmente, a história é bem voltada para o público adolescente e o desfecho bem prevísivel. Eu senti falta de um pouco mais de drama, afinal ficou tudo muito "facinho", por assim dizer. hehehehe


Eduarda 24/08/2013minha estante
Nossa, mas pelo jeito realmente é a versão adolescente de "O Noivo da Minha Melhor Amiga", da Emily Giffin.


Stefani Rilli - @bookversocolorido 25/08/2013minha estante
Gostei bastante do livro, ele é bem previsível mas não deixa de ser legal, mas eu tenho um serio problema com essa autora, eu sempre amo os livros dela mas quando chego no final é como se tivesse faltando algo, como se ela não tivesse terminado o livro e simplesmente parou de escrever, aconteceu isso em Bem mais perto :S mas no geral eu gostei, só no final mesmo que esperava um pouco mais.


Cass 02/10/2013minha estante
Pra mim a capa chama muito atenção, sei que julgar um livro pela capa e muito errado, já quebrei a cara muitas vezes por causa disso, mas assim que bati o olho na capa desse livro e ate mesmo no título ele me chamou. Acabei achando sua resenha, que gostei muito, bem clara e explicativa e você soube comentar sem contar toda a história nos mínimos detalhes. Não gosto de pessoas que na resenha contam tudo e acabam com a magia de quem ainda não leu, garanto que a sua esta incrível e me fez querer ler o livro ainda mais. Tenho que comprá-lo e logo.


Jessica Oliveira 03/10/2013minha estante
Obrigada Cass! Eu sempre tento evitar o máximo possível o spoiler, até pq assim como vc, eu odeio resenhas que entregam partes especias da trama. :D




Sah (@perolasliterarias_ ) 28/05/2015

Resenha – Tipo Destino.
Comecei a leitura desse livro com as expectativas em alta, aliás, como sempre porque sou uma eterna otimista. Adoro um romance como bem sabem não é? Infelizmente Tipo Destino não me cativou tanto assim. Foi o primeiro livro que li de Susane Colasanti e não foi uma boa opção de leitura.

Lani e Erin são melhores amigas, com muito pouco em comum. O que as amigas têm em comum é a fascinação pela Astrologia. Elas são – Lani principalmente – obsecadas no futuro e no que ele reserva. Lani como eu é do signo de Touro, mas não me identifiquei em nada com ela.

Lani não poderia imaginar que ao conhecer o namorado de Erin, Jason iria se identificar com ele de uma maneira assombrosa. Eles são muito parecidos em quase todas as coisas que fazem. Lani é a favor da natureza e da reciclagem e Jason após Lani lhe mostrar os benefícios de se preservar o planeta também adere à causa.

Blake é o melhor amigo de Lani e é gay ele esconde isso de todo mundo menos de Lani em quem confiou seu segredo. Esconde até do próprio pai que não aceitaria um filho gay. Sinceramente Blake foi um dos personagens que mais gostei e foram bem poucos.

Erin e Jason estão namorando e apesar de saber que não deve Lani não consegue parar de pensar que Jason é sua alma gêmea, mas ela não pensa em fazer nada a respeito disso. Na infância as duas amigas sofreram um grave acidente no qual Erin salvou a vida de Lani. A garota se sente em dívida com a amiga, fato que Erin não a deixa esquecer. A dita melhor amiga Erin faz uso desse senso de obrigação que Lani tem para com ela e força a garota a tomar decisões que ela não deveria tomar.

Erin então resolve passar o verão fora e a atração que Lani e Jason sentem vêm à tona de vez.

Achei Lani muito focada em não magoar a amiga e em adivinhações do futuro o que achei cansativo durante a leitura. E mais cansativo ainda foi ela mudar de opinião a cada momento. Em um segundo ela assume que Jason é sua alma gêmea e que gosta dele para logo em seguida mudar de ideia novamente.

Achei Jason fofo, mas não foi um mocinho que tenha me empolgado. Achei que ele demora muito a tomar decisões.

Erin é a típica garota que acha que tudo e todos têm que estar sempre a sua volta.

Temos alguns outros personagens, mas nenhum que tenha marcado a minha leitura e que vá ficar na minha memória.

Para quem quer um livro basicamente adolescente é esse sem dúvida. Então se estão pensando em ler dêem uma chance. Não deixem que minha opinião não muito favorável impeça vocês.

site: http://nosleitoras.com/resenha-tipo-destino/
Helena 21/08/2015minha estante
Gostei da sua resenha, nela você fala exatamente o penso a respeito do livro. Não chega a ser uma perda de tempo(estou lendo) mas não cativa em nada, é fraco e sem perspectiva... mas enfim, toda leitura é válida! Vamos em frente.




Ju 07/01/2015

[ Resenha ]: Tipo destino {Susane Colasanti}
Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason…

Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era!

Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele.

Então, Erin viajou durante todo o verão…

Confesso que a primeira vez que vi esse livro, não dei nada por ele. Esperava um tema clichê e imaginava um cenário bem diferente. Mas depois que li, fiquei surpresa e encantada. Li algumas resenhas a respeito do livro e vi que alguns leitores não curtiram, mas não costumo me basear nisso e na maioria das vezes, gosto de tirar as minhas próprias conclusões sobre a história.

Tipo Destino, escrito por Marina Colasanti e publicado pela Editora Novo Conceito conta a história de Lani e Erin, duas amigas inseparáveis e completamente diferentes. Enquanto Lani se interessa por meio ambiente e ciência, Erin curte baladas, shopping e só pensa em garotos. Apesar de viverem em polos diferentes, a amizade continua, as duas convivem harmoniosamente e são apaixonadas por astrologia. Até que um dia, surge Jason, um garoto por quem Erin se apaixona e decide correr atrás. O problema é que Lani sentiu uma empatia muito grande por ele, coisa que nunca tinha acontecido antes e tudo indica que Jason sentiu a mesma coisa. A partir dai, as coisas descem a ladeira abaixo.

Apesar do assunto ser pra lá de clichê - melhor amiga que se apaixona pelo namorado da amiga - o livro é muito bem escrito e me despertou diversas reflexões. A narrativa de TD é fluída e muito gostosa. É o tipo de livro que começamos a ler e perdemos a noção das horas. Em alguns momentos, fiquei com raiva da Lani, porque como ela se permitia sentir aquilo pelo namorado da amiga? É claro que me coloquei no lugar de Erin e imaginei como a situação que viveu devia ser difícil. Mas quem leu, sabe como as coisas entre Erin e Jason desenrolam e compreende que Erin também teve culpa. Na minha opinião, o que ficou evidente é a falta de atitude de Jason. Se ele tivesse deixado as coisas mais claras entre Lani e Erin talvez nada disso teria acontecido. Jason é um "mocinho" irritante que não me despertou simpatia.

A situação toda se desenrola e você fica imaginando o que vai acontecer. E caramba, o livro me despertou muitos sentimentos. Raiva, alegria e etc. Acho que mais do que uma história de amor, Tipo Destino é uma história sobre amizade, escolhas e crescer.

É claro que Erin descobre e a situação complica. Toda a confusão e o conflito são o ápice do livro. Observei que para Erin e todos da escola a grande culpada é Lani (da parte da Erin dá até pra entender, mas e do restante? O que eles tem a ver com isso?). Lani sofre bullying no colégio, inclusive da sua ex- melhor amiga e só Justin, seu melhor amigo gay continua ao seu lado. Aliás, ele é o meu personagem favorito da história.

Durante a leitura, fiquei com raiva da autora. Porque colocavam Lani como culpada e não Jason? Já que a culpa deveria ser dele também. E foi aí que notei a grande sacada da autora. Susane na verdade, através da história, denuncia uma situação que todo mundo já presenciou. Sempre que isso acontece, a garota que está errada. Nunca o homem. Foi aí que passei a ler o livro com outros olhos, até falei sobre isso no meu blog pessoal e Susane me ganhou como leitora. Favoritei o livro e decidi ler todas as outras obras da autora. Posso não ter mais 17 anos, mas como autora, adoro a forma como Escritores abordam o universo juvenil, seus questionamentos e problemas.

É claro que a amizade entre Lani e Erin nunca mais vai ser a mesma coisa, mas a sensação que o livro deixa é que agora ambas precisam continuar o seu caminho. O carinho e as boas lembranças vão continuar, mas o futuro reserva novas pessoas. E existe algo mais atual do que isso? Quantos amigos você tinha com 17 anos e atualmente não tem mais contato?

Tipo Destino deixou um gostinho de quero mais e arrebatou o meu coração. Para os leitores que curtem uma comédia romântica e juvenil, é super indicado.

★★★★★

site: http://novosescritores.com/profiles/blogs/resenha-tipo-destino-susane-colasanti
Mia Serafim 07/01/2015minha estante
Só depois de ler sua resenha , Ju , é que fiquei com vontade de ler o livro , porque só então eu entendi a crítica que a obra faz . A gente vê isso todo dia , as amigas brigam por causa do namorado , mas o cara sai sempre na boa , ele não perde nada . Aliás , o que não falta nesse mundo é rapazes sem atitude - e de quem é a culpa ?




* 03/09/2013

Um livro realmente fofo!
Lani e Erin são completamente diferentes uma da outra. Erin anda com o grupinho popular do colégio e passa seu tempo livre dando aula como monitora de alunos mais novos, é simpática e extrovertida, e claro, como toda boa amiga extravagante que se preze acha que o mundo gira somente ao seu redor. Já Lani é tímida e sossegada, não perde uma oportunidade de ficar dentro de casa. Amo a natureza e passa seu tempo livre se dedicando ao meio ambiente (ela é pirada nisso, maluquinha mesmo). E mesmo com todas essas diferenças as duas ainda são grandes amigas e sempre arrumam tempo para ficarem juntas, fazendo algo que as duas veneram: Descobrindo o destino. As meninas são fascinadas por ele e pelas maneiras de descobri-lo. Sejam elas por meio de cartas de tarô, mapas astrais ou pelos simples horóscopos pelos quais Lani é viciada.

Até que ponto é bom conhecermos nosso destino? Seria mais fácil lidar com o que sabemos quando à hora chegar? Mas e se as noticias forem ruins, seria realmente melhor sabê-las antes do tempo?

Lani e Erin são melhores amigas há tantos anos que nem se lembram mais de quanto tempo faz. Mas a há algo que as duas lembram com freqüência. O motivo de serem tão inseparáveis, o acidente. Algo que as uniu e tornou-as “irmãs de almas”, que criou um laço que nada nem ninguém poderia destruir. Pelo menos até que o destino mudasse as coisas. O nome dado a esse “destino” no caso é Jason.

Assim que Erin começa a sair com Jason faz questão de que Lani o conheça. Afinal quando se é adolescente a opinião das amigas faz toda a diferença na hora de arranjar um namorado. Mas assim que Lane conhece Jason ela percebe que ele é tudo que ela sempre desejou. Bonito carismático engraçado. A conversa entre os dois flui com naturalidade, como se eles se conhecessem há anos e quanto mais tempo passam juntos mais Lani tem certeza de que o destino lhe trouxe Jason da maneira mais difícil, por meio de Erin, mas ela passa a não ter duvidas de os dois foram feitos um para o outro.

O que fazer quando você se apaixona pelo namorado da sua melhor amiga?

A história é voltada para o público adolescente, mas não há como não se identificar com alguns fatos, mesmo que você já seja adulto. Quem não conhece o código de amigas para namorados? É bem simples: Em namorado de melhor amiga não se mexe nem se o cara estiver pegando fogo. Hoje vamos conhecer o outro lado da moeda. O lado do destino. Me identifiquei muito com a personagem principal. Na idade dela eu também era doida para saber o que meu futuro me reservava, adorava ler meu horóscopo e essas cartomantes baratas que sempre falam que você vai casar com um cara muito rico e ter dois filhos. Pouco importava que a mulher não soubesse nada de nada! Bons tempo rsrs. Em “Tipo Destino!” o destino é um assunto muito recorrente, então é corriqueiro que elas assemelhem qualquer situação a sinais do destino. Pensei que isso se tornaria um tanto cansativo porque a autora sempre bate na mesma tecla, mas na verdade acabei gostando. É realmente incrível quando esses sinais chegam até nós e eu tenho provas de que eles acontecem na vida real. RS. Pois é eu também ACREDITO!

A trama em si obviamente é sobre traição entre amigas. Eu já comentei em muitas postagens anteriores o quanto eu odeio esse tópico, traição pra mim é a maior falta de respeito que existe, seja ela com um namorado/marido/ficante, quanto com a melhor amiga, não importa a pessoa em si, o que importa é o fato, não se deve trair ninguém! Então comecei a ler o livro com o pé atrás, poucas vezes realmente dei uma boa nota ou aproveitei uma leitura que falasse do tema. Mas “Tipo Destino” acabou me surpreendendo. Susane Colasanti levou o tema com tamanha doçura e respeito que é impossível odiar qualquer um dos personagens, pelo contrario. Você acaba entendo os motivos para cada tomar as atitudes que tomaram.

Lani tenta ao máximo evitar o que sente por Jason. Ela realmente NÃO QUER magoar Erin. Elas têm um passado, têm uma história juntas, não seria justo que nada fosse feito pelas costas da amiga. Mesmo sabendo que Jason também gosta dela, ela simplesmente não se permite ir adiante. Até chegarem as férias de verão e como todo ano Erin acaba por ir para um acampamento. Agora Lani e Jason têm um verão inteiro juntos para se descobrirem e chegarem a uma conclusão. O amor é mais importante que a amizade? Vale à pena magoar alguém que amamos porque temos a necessidade de nos colocarmos em primeiro lugar?

Eu adorei a trama. Entendi a dor de Lani, que mesmo extremamente apaixonada não conseguia seguir seu coração, afinal Erin era boa de dona parte dele antes de Jason chegar. No lugar dela eu teria resolvido as coisas de outra maneira. Acho muito mais digno à pessoa chegar e falar: “Sabe de uma coisa eu amo seu namorado. Me desculpa.” É fácil de resolver. No caso Jason resolveria qual das duas ele realmente queria e pronto, a outra sofreria, mas acabaria se acostumando. É difícil demais, mas a verdade dói menos do que descobrir que foi traída pelas pessoas que mais confia.

Eu adorei quase todos os personagens. Lani é uma fofa, no começo eu pensei que ela vivia a sombra de Erin, por esta ser a mais extrovertida, mas não é bem assim que funciona essa amizade. As duas são diferentes sim, mas nenhum acaba por ofuscar o brilho da outra. Lani é somente mais tímida mais centrada no quer de sua vida (quase ela realmente sabe o que é essa tal coisa), já Erin é mais impulsiva e claro, se acha o centro do universo, o que pode ser irritante às vezes.

Brake é um dos melhores amigos de Lani e tem grande participação na história, ele também vive seu próprio conflito na trama. É um personagem engraçado e presente. Que por vezes fala a Lani o que nos leitores queríamos falar, mas não podemos. Ele é nossa voz na história. Já Jason é um caso serio. Passe metade do livro irritada com ele. Como alguém que esta apaixonado por uma pessoa consegue levar numa boa um namoro com a melhor amiga dela? Se ele gostava tanto de Lani quanto a autora deixou transparecer porque ele simplesmente saiu com Erin? Começou a namorá-la? Se ele tivesse tido outras atitudes metade dos problemas na trama não existiriam. Mas quando eu pensei nisso me toquei que se ele não tivesse pisado na bola nos não teríamos esse livro em mãos não é? E com o passar dos fatos ele começa a se abrir mais e se torna um ótimo “mocinho”, paciente e calmo. Centrado e sempre preocupado com o que é melhor para Lani, mesmo que isso seja ficar afastado dela.

Você quer saber o que acontece no verão que Lani e Jason passa sozinhos? Será que Erin descobre os sentimentos da mekhor amiga pelo namorado? Se descobre, como será que ela reage? Eles ficam juntos no final? A amizade faz meninas termina? Essas perguntas você terá que ler para saber. Livro recomendado!


site: nasproximaspaginas.blogspot.com
comentários(0)comente



Carolineadvfull 09/09/2013

Decepção
Música tema da resenha: Sandy & Júnior - Quando você passa (turu-turu).

Música citada no livro: Death Cab - Transatlanticism

Quando comecei a ler o livro só me veio essa música acima que citei! Não teve jeito! Por isso essa foi a escolhida como música tema da resenha. E assumo, adoro essa música! Fofíssima! Achei a cara do triângulo amoroso! Kkkkkkk...E a música citada no livro eu amei, não conhecia!

Lani é uma garota de 16 anos. Morena, magra, com uma aparência bonita, mas ela não reconhece isso. Ela possui um amor incondicional pela natureza e a todo tempo se dedica à atividades de conscientização, principalmente no colégio que estuda.

Ela possui uma amiga inseparável, a Erin. São amigas há muito tempo e após um acidente, as duas se uniram ainda mais. Como se tornassem "unha e carne". Ambas são apaixonadas por astrologia e suas vidas são totalmente influenciadas pelas previsões astrológicas.

Elas não possuem gostos semelhantes para escolher os seus parceiros amorosos, porém o destino decide aprontar e se por no meio dessa amizade e testar até que ponto uma amizade pode sobreviver à uma provação dessa, quando o assunto é o Coração.

Minhas impressões:

Inicialmente, confesso que tinha grande expectativa sobre esse livro. A capa é bem sugestiva e gostei bastante, considerei apropriada. Infelizmente, me decepcionei. A história não prende muito, eu ficava olhando direto o número de páginas que faltava para terminar.

Até gostei da forma que nasceu e foi retratada a relação entre Lani e Jason; muito fofa a afinidade. O amor quando nasce sempre é muito bonito independente da idade. Mas achei que faltou algo mais. O "código" foi o que mais gostei.

A amizade de Erin e Lani não me convenceu, e soou como se a relação entre as suas se restringisse ao acidente e à astrologia. E uma reação que a Erin teve por se sentir traída desencadeia uma atitude muito maldosa e humilhante. E, ainda depois, a Lani ( que foi vitimada pelo ataque de fúria da primeira) ainda querer abrir mão da sua felicidade foi demais para mim.

A temática do livro é realmente adolescente. Gosto dos livros que envolvem jovens, mas aprecio mesmo quando eles são mais maduros e conscientes. Por isso, foi meio chata a leitura.

Para mim, faltou intensidade e mais enredo. Achei pobre a história. Sinceramente, não tenho vontade de ler outro livro da Susane. Esse foi o primeiro e o último.

Se você gosta da Susane, é provável então que goste desse. Pelo que li nas sinopses dos demais livros dela, esse não foge do universo adolescente.

No skoob ele está sendo muito bem avaliado.

Para aqueles que irão ler, desejo uma Boa Leitura. E depois que lerem, não deixem de compartilhar sua opinião por aqui.

Beijokas.

Citação que mais gostei:

" O amor não tem lógica, e nem se quer é uma escolha nossa. O amor nos escolhe".

site: blogandolinhas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Jeeh 08/12/2020

Mais ou menos
Eu me senti cansada lendo este livro a autora tem melhores.
comentários(0)comente



Eri Guimarães 17/09/2013

O Que Fazer Quando Sua Alma Gêmea Está Com Sua Melhor Amiga?
Bonjour Anges!!

A resenha de hoje me fez rir um pouco, afinal, foi com outro livro da mesma autora que estreei a nossa “Pilha do Anjo”. Foi tão nostálgico lembrar a primeira pilha de livros que a Anjinho Milena me proporcionou (e que ainda há alguns deles para ser lidos). Então, seguindo o exemplo da minha primeira aparição, vamos falar sobre romance adolescente.

Susane Colasanti é expert em abordar os temas juvenis universais. Ela constrói com maestria o universo jovem e trabalha bem com os sentimentos em expansão, a mudança hormonal que deixa a todos loucos, o medo da vida adulta.

A protagonista da vez é a Lani, uma taurina nascida no dia 5 de maio, louca por Astrologia, ativista ativa tentando desesperadamente ajudar o planeta, uma garota caseira, tranquila. Em um primeiro momento, devo confessar, achei que iria detestar a personagem. Por quê? Bem, digamos que seja um trauma pessoal, afinal, uma taurina nascida no dia 6 de maio já me fez tanto mal que eu simplesmente fujo desse signo (sim, a Eri aqui também curte bastante a Astrologia, não como a Lani, sou BEM mais light nesse assunto).

Mas, voltando ao assunto principal, Lani é uma personagem cativante. Tem como amigos mais próximos Erin e Blake. Esse é um trio interessante. Erin é uma leonina típica, é bem badalada, gosta de crianças, é popular e sempre está cercada por todos, faz parte do “Circulo de Ouro” do colégio (os que não são tão populares quanto os atletas, mas que todos adoram). Já Blake, é um garoto capricorniano mais calmo e, muito mais próximo de Lani, sendo seu confidente.

Para falar a mais pura verdade logo do inicio, Lani percebe que sua amizade com Erin está meio abalada. Há algum tempo ela vem percebendo que já não tem muita coisa em comum com sua melhor amiga e tem lentamente se afastado, mesmo que não seja intencionalmente. E quando Erin conta que está apaixonada, Lani percebe que está sendo jogada lentamente para fora da vida da amiga e tenta de qualquer forma restaurar esse laço.

Você deve estar se perguntando o motivo para que Lani não siga seu caminho de uma vez, bem isso é simples: quando as duas garotas eram mais jovens sofreram um acidente de carro, onde, em um dia de tempestade a mãe da Erin perdeu a direção e o carro onde estavam caiu no lago. Se não fosse pela rapidez e calma de Erin, Lani teria se afogado. E a cicatriz que Lani leva na testa não a deixa esquecer a importância de Erin em sua vida.

Dessa forma, Lani tenta de todas as formas manter o laço entre Erin e ela intacto, mas ao conhecer Jason, o garoto por quem a amiga está apaixonada é impossível negar a química imediata.

Lani tentou se enganar de que só queria a amizade de Jason, mas a cada instante descobria que tinha TUDO a ver com o garoto, desde o pôster de O Pequeno Príncipe até o parquinho onde brincavam quando pequenos. Era inegável o dedo do destino a uni-los. A única coisa que mantinha Lani centrada em se afastar do rapaz era o fato dele namorar Erin.

E então, o destino dá mais um empurrãozinho e Erin vai viajar por dois meses, para ser treinada em um acampamento, para ser monitora de crianças menores. E nesse meio tempo, estar com Jason acaba fazendo com que o clima entre os dois se torne mais intenso, até que seja impossível fugir desse sentimento.

E aí, entra o motivo de uma grande crise existencial: a quem Lani deve ser leal? Ela deve pensar em si mesma ou pensar na amiga que lhe salvou a vida? O que vale mais, o amor verdadeiro ou uma amizade de anos?

Com esse enredo, Susane Colasanti explora todo um universo de possibilidades, mostrando aos jovens que sempre há outras escolhas, outros caminhos a seguir. A autora trabalha muito com a mágoa da traição, seja ela entre amigos ou namorados.

Mas, não apenas o romance está em foco, uma das coisas que é mais marcante no texto é o Bullying sofrido tanto por Lani quanto por Blake e como isso pode ser cruel e desestruturar toda uma vida.

Um personagem que chama muito a atenção por sua fofura e meiguice é Connor, um canadense que no decorrer da historia vai tendo uma importância gigantesca para o rumo que as coisas tomam.

Se comparado com “Bem Mais Perto”, o outro livro da autora, “Tipo Destino” mostra um texto mais encorpado e melhor trabalhado, apesar de seu final também dar o sentido de ser aberto.

Pra quem curte um bom romance juvenil e um jogo intenso entre lealdade e amizade, “Tipo Destino” é um prato cheio com sua narrativa leve e envolvente. Mais um que recomendo com segurança.
comentários(0)comente



Blog Mulherices e Cia Ltda 18/09/2013

Bom romance juvenil
"O esperado é apenas o começo.
O inesperado é que muda a nossa vida".

Posso dizer que a Susane Colasanti é a escritora de romances "mamão com açúcar" que eu mais gosto. Eu já tinha lido "Esperando por você" e tanto esse quanto o "Tipo Destino" tratam de relacionamentos, dúvidas e anseios da juventude.

Em "Tipo Destino" ficamos conhecendo Lani que é uma jovem de 17 anos, muito engajada pelas causas ambientais, obcecada por horóscopo e destino.
Sua amiga Erin é uma garota da mesma idade, destemida, corajosa e extrovertida. Elas tem uma forte ligação e se chamam de amigas de alma, pois já passaram por muita coisa juntas, como por exemplo um acidente de carro que as uniu ainda mais, contudonos últimos meses, Lani tem sentido que as coisas entre elas já não eram como antes, os assuntos em comum estão se tornando escassos, e aos poucos estão se distanciando.

"Ambas somos obcecadas pelo Destino. Tudo o que nos ajude a ver sentido nessa vida é fascinante".

Jason é um garoto que estuda na escola e por quem Erin esta encantada, eles marcam de sair com Lani e seu amigo Blake (que é gay e espera a faculdade para poder viver livremente, sem a opressão do pai). É nesse momento que Lani e Jason sentem que tem muita coisa em comum, mas a garota sente como se tivesse uma dívida de honra com Erin, pelos anos e intensidade dessa amizade, então ela faz de tudo para se afastar de Jason, mas chegam as férias e Erin viajará, deixando Lani e Jason sozinhos o verão todo.

Será que a amizade entre essas garotas é forte o bastante? Será que Jason ficará com Lani?

Apesar de ser uma estória bem juvenil, eu adoro a narrativa de Susane! Ela nos coloca ao lado dos personagens e nos faz sentir o que eles sentem, e isso é o que eu busco num bom livro. A narrativa é fluída, rápida e inteligente.
A autora nos dá a chance de enxergamos outros caminhos para solucionarmos nossos problemas, e como podemos superar a mágoa, traição, e entender o outro.

É um bom romance adolescente.

site: www.mulhericesecialtda.com
comentários(0)comente



Amy 27/09/2013

Tipo Destino - Susane Colasanti
Introdução

Em Tipo Destino, Lani e Erin são melhores amigas. Erin até salvou Lani de uma situação de vida ou morte. Porém, quando Jason aparece, Lani se encanta por ele aos poucos, mas Jason está namorando Erin. A cada dia que passa, Lani e Jason vão encontrando várias coisas em comum e na primeira oportunidade em que Erin vai a um acampamento, Lani e Jason se entregam a paixão. Porém, esse sentimento e atitude terão consequências para Lani e consequentemente para Jason.

Narrativa

A narrativa de Susane é bem previsível, porém seus personagens tendem a um nível de fofura que encanta. Por exemplo, Lani é uma pessoa de fácil identificação. É uma garota tranquila, bonita e bastante amigável. Erin é uma menina metida e que sempre quer os centro das atenções. Ou seja, há um distanciamento da personagem. Jason é o tipo de garoto que toda menina deseja (é bem imaginário). Lani e Jason fazem o casal das galáxias. Embora Erin esteja nesse triângulo amoroso. Susane só coloca situações corriqueiras em sua trama, o que acaba desgastando de certa forma. Pois não propõem algo diferente no gênero, pelo contrário, mantêm o que ela mesma já havia feito em livros anteriores.

Diagramação

A Novo Conceito desenvolveu uma padrão nas capas dos livros da autora. Confesso que essa foi a que mais gostei. A imagem é bonita e deixa bem claro o teor do livro.

Quote Favorito

Não podemos fazer isso – eu digo. – Por que não? – Erin é minha melhor amiga. – Então ela quer que você seja feliz, certo? – Sim, mas… – Lani – Jason sussura. – Nós pertencemos um ao outro.

Considerações Finais

O livro é bonitinho, doce e encantador. É bem previsível, talvez seja por isso que eu não me apego aos livros da autora. Todos já se sabe o que acontece. Falta um drama, uma situação não imaginada pelo leitor. Porém, é um livro altamente viciante, quando o pega, não o larga até concluir e ver se o que imaginava, realmente acontece. Porém, uma novidade na conclusão, não vai mal não, viu Susane?

Link da resenha: http://il-macchiato.com/?p=7933
comentários(0)comente



Katrine 28/09/2013

Resenha: Tipo Destino - Susane Colasanti
Lani e Erin são melhores amigas e depois de certo acidente, a amizade de ambas fortaleceu muito. Mas esse acidente também fez com Lani acredita-se que não teria sobrevivido se Erin não a ajuda-se. Como todas as pessoas, as duas são bem diferentes uma das outras, compartilham de uma ou duas coisas em comum, o resto é completamente diferente. Erin conhece um garoto, Jason, e logo começam a namorar, mas o que ninguém imaginava é que Lani e Jason teriam muito mais afinidade do que Erin e o garoto. Por causa da grande amizade entre as duas meninas, Lani fica muito tempo com Jason também, e claro, que um sentimento muito forte mais rolar entre os dois.

Quando solicitei Tipo Destino, estava com grandes expectativas, porque tinha adorado “Esperando por Você” escrito pela mesma autora. Assim que recebi meus kits da NC, escolhi o livro da Susane para começar a ler.

O livro não foi tudo aquilo que eu esperava, mas foi um livro bom. A história construída pela Susane segue como todos os outros livros em YA. Um triângulo amoroso, duas garotas, um garoto, escola [...] coisas bem adolescentes. Então é óbvio que o final do livro é totalmente previsível.

A escrita da autora continua com a mesma leveza e agilidade, ela consegue elaborar uma história bem simples e que prende a atenção de quem esta lendo. Eu gosto disso. Livros que te prendem.

Lani é aquele tipo de garota que esta tudo ali na cara dela, e perde o tempo pensando “será?” ou então “ah, isso deve ser coisa da minha cabeça, ele não esta olhando para mim” ou pior ainda “mas eu vou magoar a minha amiga se fizer isso” fora esse “mimimi” um pouco irritante, a protagonista é bem agradável. Ajuda em causas do meio ambiente, é uma garota engraçada e inteligente, além de ser bem carinhosa!

No princípio do livro Erin é uma garota bem bacana, não é aquela pessoa irritante, esta sempre envolvida em ajudar alguém e tudo mais, mas após determinados acontecimentos ela se transforma em um monstro, um.monstro! Me deu vontade de socar a cara dela, ai novamente mais coisas acontecem e ela volta a ser um doce de menina.

E temos o Jason! Susane Colanti sabe construir um personagem masculino bom! Ele é todo fofinho e cativa as leitoras de primeira! Além do triangulo amoroso, temos vários outros personagens, uns excelentes – como o melhor amigo da Lani – e outras irritantes e nojentas – como a Bianca.

Como eu disse o livro é bem clichê e previsível, mas a autora consegue escrever bem nesse estilo. Além do livro abordar vários assuntos como: destino, signos, previsões de signos e luas! Bem divertido.


Indico esse livro, é claro.

site: http://www.garotadolivro.com/2013/09/resenha-tipo-destino-susane-colasanti.html
comentários(0)comente



Bia 29/09/2013

Eu ainda não havia lido nenhum outro livro escrito pela autora, então não sabia o que esperar. Mas depois de ler algumas resenhas de outros livros publicados pela Susane, fiquei animada e não perdi tempo para começar a ler Tipo Destino.

O livro conta a história de duas amigas, Lani e Erin. Melhores amigas desde pequenas, elas são ligadas por muito mais do que só o tempo. As duas adoram e acreditam em tudo relacionado ao destino, astrologia e horóscopos, então quando Erin arruma um novo namorado, tudo indica que ele é sua alma gêmea.

Mas bastou Lani conhecer Jason, o namorado de sua amiga, para perceber que tinha algo errado. Mesmo tentando negar, ela começou a se apaixonar por ele, e as vezes podia jurar que esse sentimento era recíproco.

Será que a amizade delas será forte o suficiente para aguentar tudo isso?

Quando comecei a leitura, estava com grandes expectativas, mas o livro não chegou me prendeu completamente. A história em si, embora seja previsível, é boa e até interessante; embora não tenha gostado muito da forma como as coisas de resolveram, posso dizer que foi uma boa leitura.

A narrativa da autora é level e fácil, você avança as páginas e quase não percebe. Gostei muito dos personagens, principalmente de Blake, melhor amigo de Erin. Não poderia deixar de falar do Jason, embora ele seja fofo, não consegui me cativar muito por ele.

A diagramação do livro está maravilhosa, letras grandes, boa margem e folhas amarelas (as melhores não?). A capa me encantou, é muito bonita e tem bastante ligação com a história. Preciso comentar também sobre a lombada do livro, acho que nunca gostei tanto de uma, como gostei dessa.

site: http://www.escrevendomundos.com/2013/09/resenha-tipo-destino.html
comentários(0)comente



Chrys 30/09/2013

Gostosinho para jovens e adultos
Lani e Erin são duas adolescentes de uma cidade pequena e estão acostumadas a fazer tudo juntas, a amizade é fortalecida por um acidente em que ambas estavam presentes e isso só fez com que o sentimento aumentasse.

Blake também é amigo das duas, é gay e esconde isso de todos; a única que sabe desse segredo é Lani. Todos eles acreditam muito em horóscopo, adivinhações e coisas ligadas ao destino. Elas são estudiosas e tomam muitas decisões baseadas nesses estudos.

Erin começa a sair com um garoto da escola, Jason, e logo eles se tornam 4 amigos inseparáveis, Erin acredita estar desesperadamente apaixonada, mas Blake logo percebe que o garoto não está tão entusiasmado assim e que olha de um jeito especial para Lani.
Lani luta o tempo todo contra esse sentimento, mas os dois realmente tem uma ligação especial, gostos e atitudes parecidos, já Erin está mais preocupada em aparências e outras coisas um tanto quanto fora da realidade. Erin vai viajar durante as férias de verão e com isso, Lani e Jason vão ficando cada vez mais próximos.

Começa então uma nova história para todos os envolvidos, incluindo Blake, que acaba tendo seu segredo revelado de uma forma triste.


Esse é o segundo livro de Susane Colasanti que eu leio, já tive uma experiência com Bem Mais Perto e pude perceber que é um livro voltado para um público mais jovem. Acabou rolando a mesma coisa que na outra história, um triângulo amoroso, duas garotas e um garoto, um amigo(a) fiel, cidade pequena, conflitos escolares, enfim tudo aquilo já muito previsível.
Mas eu gostei muito, o livro trata acima de tudo, sobre amizade, Lani apesar dos conflitos internos entre ceder ou não a paixão que sente pelo namorado da amiga, preza muito pela amizade. Ela tem atitudes que eu não esperava de uma adolescente e por isso eu gostei tanto desse livro, ele fala de conflitos e romance de uma forma que atingiria a minha filha que é jovem e a mim também. A autora finalmente conseguiu me ganhar.

Na amizade de longos anos das duas, é impressionante perceber como se pode conhecer uma pessoa por um longo tempo e, então, um dia simplesmente a vemos de um jeito diferente. É muito forte essa característica abordada no livro, ela soube retratar bem como uma pessoa pode nos decepcionar e ainda assim continuarmos a gostar dela.

A leitura é "jovial", o livro é divido em três partes, e no início de cada uma, temos citações deliciosas, como:

O Esperado é apenas o começo. O inesperado é que muda a nossa vida . Meredith Grey, do seriado Grey's Anatomy.

Muitas vezes encontramos o nosso destino nos caminhos que tomamos para evita-lo. Jean de La Fontaine.

Me incomodou um pouco a parte "mística", tudo é o destino, tudo é o cosmo, tudo é voltado para horóscopo, mas é a proposta do livro, está dentro de um contexto bem definido. Eu comecei a ler com um pé atrás porque a capa já me irritou profundamente, mas não é assim que se desenrola, todo mundo vai ficar do lado da Leni, porque algumas coisas simplesmente tem que acontecer, olha ai o tal destino aparecendo de novo. Erin acaba se tornando a vilã da história, com sua mania de querer achar que não pode perder nunca, acaba deixando a amizade em segundo plano.

A história tem um final lindo com lições de superação para todos personagens. É um livro pra ler sem compromisso, eu li em menos de um dia, porque a leitura te da prazer, indicado para adolescentes, mas também a todos aqueles que gostam de um romance gostosinho.
comentários(0)comente



120 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |