Chá de Sumiço (The Mystery of Mercy Close)

Chá de Sumiço (The Mystery of Mercy Close) Marian Keyes




Resenhas - Chá de Sumiço


58 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Eliza Carvalho 21/09/2020

agonia ela querer se matar sempre. e não encontra quem ela procura. um calhamaço morno de marian
comentários(0)comente



Isis Costa 08/09/2020

Maravilhoso
Chá de Sumiço prova que Marian Keyes sabe usar bem a sagacidade e o bom humor pelos quais é conhecida.

A autora aborda um tema pesado e que tem sido muito presente nos dias de hoje: a depressão. Durante a história, a protagonista narra momentos passados para entendermos os motivos das crises que vem enfrentando. E acredito que esse seja o motivo pelo qual muitas pessoas não gostaram do livro, já que nas outras histórias, Helen é sempre vista como ousada, determinada e forte.

Particularmente, eu AMEI a escolha da autora, fui surpreendida. Mas Marian Keyes retrata mulheres reais em seus livros, que passam por problemas e dificuldades. Ter retratado a Helen com um quadro de depressão mostra que até as pessoas mais fortes tem suas fraquezas.
comentários(0)comente



Camila 26/08/2020

O pior livro da autora
Demorei cerca de 3 anos para me obrigar a terminar a leitura, e só o fiz por minha promessa pessoal de jamais abandonar um livro... o livro é massante, mal escrito, deprimente, raso, desconexo e o gran finale patético! perdi meu tempo! Não perca o seu...
comentários(0)comente



Geek Pri 03/08/2020

Leitura bem arrastada
Demorei muito para engrenar na leitura deste livro mas eu acabei me identificando com a Helen no final das contas!
Gi 03/08/2020minha estante
Adoro os livros da Marian Keyes, estou no quarto livro dela, porém tive essa mesma sensação de leitura arrastada quando li Férias. Parei, reconheceu e mesmo assim ainda levei muito tempo pra concluir.


Geek Pri 04/08/2020minha estante
Também adoro ler os livros dela. Tenho todos. E só tem 3 que ainda não li. O primeiro que li foi Casório?! Que amei! Já ?um best-seller para chamar de meu? é enorme e eu devorei!


Gi 04/08/2020minha estante
Estou lendo Casório?! ?? Já li Melancia, Sushi, Férias.


Geek Pri 04/08/2020minha estante
Você vai adorar Casório! ?


Gi 04/08/2020minha estante
?




Ana 26/07/2020

Brilhante como sempre, Marian conseguiu prender minha atenção do início ao fim do livro. Além de Helen ser uma personagem de personalidade única(apesar de nunca ter gostado particularmente dela enquanto lia os livros das demais irmãs), ela é cativante e envolvente, e ao tratar de temas como a depressão, ainda mais em uma personagem tão descontraída, nos faz lembrar que qualquer pessoa pode estar passando por esse problema.
comentários(0)comente



Dea 03/06/2020

Sugestão para Helen Walsh: ler é melhor que antidepressivos (rsrsr)
Mais este pra conta... 18° livro de 2020... foram 641 páginas de muitas risadas... eu sou bem eclética e leio de tudo... este foi um livro mais pra relaxar do que para aprender, mas é óbvio que sempre aprendemos alguma coisa com qualquer conteúdo que lemos... aprendi, por exemplo, o que era enema de café... não tinha nem ideia de que isso existia... inspirada na personagem principal (Helen Walsh), também criei minha própria Lista da Pá (coisas e pessoas em relação às quais eu usaria uma pá para dar na cabeça ou enterrar... kkkk). Enfim, recomendo a leitura... é divertido... até agora, gostei de tudo o que a Marian Keyes escreveu... agradeço ao Felipe Figueiredo por ter me presenteado um livro dela em um amigo secreto do escritório no qual trabalhávamos, há muitos anos atrás... desde então virei fã...
comentários(0)comente



Fabiana.Souza 10/05/2020

Finalmente!
Foi difícil terminar este livro.
Os devaneios da Helen foram demais, me perdi várias vezes, nem lembrava quem era alguns personagens...
Talvez, eu volte a lê-lo, mas num futuro bem distante.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nathalia.Felix 21/01/2020

Livro um pouco lento no começo mas incrivelmente arrebatador, a narrativa se passa no período de tempo de um semana, o suficiente pra que eu me envolvesse completamente na vida de Elen. Algumas vezes me senti amiga, outras colega de profissão me peguei algumas vezes tentando desvendar o grande mistério (o que pra minha surpresa eu consegui antes da Elen haha). O livro me arrancou umas risadas discretas, amei ser detetive e me apaixonei pelo suspense.
comentários(0)comente



Tchamilla 11/12/2019

Li todos os livros das irmãs Walsh e esse foi, sem dúvidas, o que eu mais sofri para terminar.
No geral, os livros da Marian Keys são desnecessariamente longos. Todas as histórias poderiam ser encurtadas. "Chá de Sumiço" não é diferente.
A única coisa que me manteve até o final do livro foi o mistério por trás do desaparecimento do Wayne. Entendo que Marian escreveu este livro depois de passar por uma depressão e por isso o assunto foi abordado na obra, mas não acho que casou com o estilo. Não ficou um livro denso nem um livro leve.
comentários(0)comente



Marcel 30/01/2019

Estou um pouquinho decepcionado!
Helen é tão bem representada nos outros livros dessa família,mas na sua própria história...
Eu adorei ela como detetive,mas,tem umas coisas muito sem nexo nesse livro.
Achei ele muito extenso,com respostas simples demais.Eu ficava assim,"é só isso?"
Essa escritora é muito boa nas reviravoltas,em Férias e Tem Alguém Aí ela me surpreendeu.Nesse não rolou.
Tem seus momentos de humor e tal,mas não foi tudo isso pra mim.
Não gosto de só criticar um livro,pois pode ser que alguém goste super do livro referido,e por mais que a frase"não leve pro lado pessoal"sempre falha na hora da execução,pelo menos comigo.
Enfim,talvez eu tenha projetado coisas demais.
Mas gostei da abordagem sobre depressão,e os estigmas que as pessoas que sofrem passam,sem falar de como elas se sentem e pensam.
comentários(0)comente



Biblioteca Álvaro Guerra 20/12/2018

Chá de sumiço é a prova de que Marian Keyes não
perdeu a energia, a sagacidade e o humor pelos quais
é mundialmente celebrada.
Livro disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. De graça!

site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/isbn/9788528618389
comentários(0)comente



Bianca Daoud 07/09/2018

Razoável
Chá de Sumiço é o 5° livro da série das irmãs Walsh e foi um livro que demorou a pegar no tranco.
A personagem central, Hellen, é uma detetive particular que tem depressão, então tem vários momentos do livro que são descrições dos seus sentimentos e ansiedades. O livro tem 641 páginas, mas poderia ser mais objetivo.
Contudo da metade pra frente o livro me prendeu bastante, (principalmente porque eu queria saber a solução do caso, kkkkk). E o final é muito bem amarradinho e prende todas as pontas soltas.
Eu esperava mais do livro, já que a personagem apareceu bastante nos 4 anteriores e era bem engraçada e dinâmica, mas a história é legal.
comentários(0)comente



Melissa 23/08/2018

Chato demais
Pensei que o pior livro das irmãs Walsh fosse o "Los Angeles", mas esse "Chá de Sumiço" está no mesmo nível de ruindade. Nunca gostei da Helen, sempre a achei arrogante, forçada a ser a diferentona só para peitar as irmãs, mas pelo menos ela tinha personalidade e rendia alguns momentos engraçados nos outros livros, o que não acontece no livro solo dela. Quem é essa Helen? Totalmente descaracterizada, não dei risada em nenhum momento e olha que isso sempre acontece quando leio os livros da Marian, porém dessa vez ela errou feio a mão! Creio que Marian escreveu Helen muito baseada na própria vida dela, li por aqui que ela sofreu depressão profunda e isso realmente transpareceu o tempo todo no livro, talvez ela deveria ter escrito uma autobiografia ou algo baseado na experiência dela em vez de botar tudo na Helen, pois a personagem não combinou com essa psiquê de ser alguém sofrendo depressão.

O livro se resume a Helen comendo Cherios, tomando Coca Zero, deitada no chão do apartamento do cara que tá sumido, falando sobre pintura das paredes e repetindo o tempo todo que só quer tomar seus comprimidos antidepressivos, quer Xanax, quer morrer, quer que alguma tragédia aconteça com ela, que ficou internada por um tempo, que é diferente das pessoas que sofrem depressão e blá blá blá. Depois se concentra em investigar o caso de um membro de uma ex boy band decadente que está de volta depois de anos para fazer um show comemorativo e ganhar dinheiro mesmo estando velhacos caídos. O caso é insosso, mas é o lado menos pior do livro por mais fraquinho que seja, pois enquanto não está falando sobre a investigação, Helen volta a ficar o tempo todo na mesma ladainha de reclamar da vida, que quer morrer, que seus remédios não fazem efeito, que foi internada, etc etc.

Pra mim não tem coisa mais chata que um livro em que a protagonista reclama o tempo todo, por isso não gostei da Maggie no livro dela e da Helen nesse livro. Que saco! Para piorar, os coadjuvantes não ajudam, os outros membros da banda são sem graça, o empresário que foi ex namorado da Helen em vez de causar um conflito amoroso foi desperdiçado, pois ela ficava o tempo todo dizendo que não queria nada com ele e que tinha namorado, aliás, que relacionamento mais zzzzz. Artie é um cara nada a ver com ela, tem 3 filhos, um emprego estável e o "romance" se resume a ele a ajudar de vez em quando na investigação e ela ligar perguntando se os filhos já foram embora da casa deles para eles transarem. Muito sem graça e sem química.

Os pais dela mal aparecem, a única irmã que é mais mencionada é a Claire (que também achei que mudou muito do primeiro livro desde o livro passado e nesse). Anna e Rachel são citadas creio que uma ou duas vezes no máximo.

Pensei que esse livro fosse ser irreverente por ser da Helen, mas ainda bem que não comprei nem gastei um centavo porque foi uma maneira bem chatinha de terminar a saga das irmãs Walsh.
comentários(0)comente



Carol Souza 13/02/2018

Chá de Sumiço
Helen é sem dúvidas a irmã Walsh de maior personalidade, isso fica nítido em todas suas aparições nas histórias das outras 4 irmãs... O que eu não esperava é que a caçula das irmãs Walsh com uma personalidade tão forte sofreria de depressão num determinado momento da vida.. E no meio de uma trama engraçada e envolvente, Maryan Keyes consegue expor o que se passa na cabeça de uma pessoa que sofre com depressão e ansiedade.. Helen Walsh parece aprisionada dentro de uma mente conturbada e luta como pode para sair disso se envolvendo no mistério do desaparecimento do astro Wayne..
A história simplesmente me surpreendeu!
comentários(0)comente



58 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4