Perdão, Leonard Peacock

Perdão, Leonard Peacock Matthew Quick




Resenhas - Perdão, Leonard Peacock


410 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Indio_Juca 23/06/2021

Perdão, Leonard Peacock
Esse livro me fez chorar e refletir muito, quanto mais vc lê mais vc vai entendendo a cabeça dele. Durante todo o livro dá pra ver o quão ele procura pequenas coisas que o convençam a não se matar, o que pra mim é extremamente oq um suicida quer. Eu me apaixonei no quanto ele é esperto, igual eu também amei os personagens secundarios, como o Walt e sem dúvidas o Herr Silverman. Amei a escrita e com certeza eu recomendo.
comentários(0)comente



Kim 23/06/2021

Confesso que esperava outro final?
?As pessoas pagam por aquilo que fazem, e ainda mais pelo que permitiriam se tornar. E pagam por isso de uma maneira muito simples; com a vida que levam.?

Bom, eu esperava chorar horrores com esse livro, como eu vi outras fazendo ?propaganda? dele, mas só derramei uma lagrimazinha quase pro final do livro.

É um livro cheio de gatilhos, por mais que não seja taaaaao explorados assim. Porém, se você é uma pessoa que já se sente mal em ouvir a palavra ?suicídio?, então nem inventa de ler.

Não sei se peguei tanta empatia com o Leonard. Apesar de todos os pensamentos ruins durante todo o livro, o bichin só precisava de um abraço e um feliz aniversário.
Como ele mesmo diz algumas vezes no livro; pode parecer algo besta, mas pra ele, qualquer demonstração de afeto, já seria um motivo pra ele desistir da ideia inicial.

Eu achei o final meio ?nhe?. As cartas não foram o ponto que eu mais me interessei no livro, oq n fez com q eu me emocionasse tanto.

No fundo, eu gostei, porém, não achei tudo isso.
É uma leitura boazinha, terminei em 3 dias, então não interpreto como uma perda total de tempo.
Vale a experiência.

4,5 ??
comentários(0)comente



Lore 21/06/2021

NÃO DEIXAR O MUNDO DESTRUÍ-LO. ESSA É UMA BATALHA DIÁRIA
Esse livro conseguiu me prender do começo ao fim. Tem uma escrita de fácil entendimento, com o tema sendo tratado de uma maneira crua e até um pouco delicada.
Vale a pena fazer essa leitura.
comentários(0)comente



Vit 19/06/2021

CUIDADO COM OS GATILHOS!!!!!
esse livro me tocou demaisss, todas as cenas que mostravam, quem ele tentava ser e o vazio que ele sentia por não saber o que fazer foi devastador. e muito real.
eu não sei o que achar daquele final, provavelmente foi uma forma de mostrar que ele tava finalmente em paz? pq o intuito das cartas era esse.
comentários(0)comente



Sofia.Zuconelli 18/06/2021

uau
acho q nunca vou superar esse livro, o jeito q ele fala sobre suas vivências, como se sentisse falta daqueles momentos e quisesse se lembrar deles antes de tudo acabar, mesmo sendo muitas vezes parte do presente, a forma como ele queria fazer com que as pessoas se sentissem especiais com os presentes, e como era essencial para ele que certas questões se resolvessem antes de se matar, porque ele inconscientemente precisava de algo que o fizesse ficar vivo, mesmo que ele sentisse que estava na hora de partir. A forma como ele buscava algo que fizesse a vida
futura dele valer a pena, pois queria acreditar que tudo melhoraria um dia.
comentários(0)comente



Axel 16/06/2021

ouvi umas pessoas dizendo que choraram horrores, cheguei no final só queria da um soco no professor do Leonard ou na mãe do Leonard ou no próprio Leonard, olha Quick faltou internet pra tu fazer um final decente?
comentários(0)comente



fafá 16/06/2021

um livro pesado, mas bom
É um livro muito bem escrito, que demonstra todo o desespero do personagem (acaba te deixando até meio doido em algumas partes). Confesso que nunca tinha lido uma obra tão pesada, é como se eu estivesse conversando com um suicida, ao vivo. É muito profundo, te faz querer chorar, te deixa de boca aberta, te faz querer abraçar o Leonard.
comentários(0)comente



Dri.basttos 15/06/2021

Virou meu livro fav
A forma como os fatos acontecem é incrível e deixa a leitura leve apesar do tema difícil, chorei do começo ao fim, sofri, esperniei, sai com traumas, ou seja, amei, 5 estrelas
comentários(0)comente



LuizHardacore 13/06/2021

hmmmm panqueca de banana com chocolate
comentários(0)comente



Laryssa 13/06/2021

Leonard
Conhecer a história de Leonard e todas suas frustrações e problemas me consumiu de certa forma, me deixou mal e triste por tudo que ele passou, pelo o descaso de seus pais e sua falta de amigos. Um livro que contém muitos gatilhos e não é pra todo mundo, porém é um livro rápido, narrado em primeira pessoa,o que faz com que sintamos realmente dentro da cabeça do personagem. Gostaria que o final fosse diferente, mas entendi o fato dele ter sido assim, nem tudo pode se resolver da noite para o dia, infelizmente.
comentários(0)comente



Kals 08/06/2021

Não entendi o título?
Eu amei esse livro, ele prende nossa atenção com muita facilidade, aborda muitas temáticas importantes e nos faz refletir sobre a vida.
Fiquei em dúvida com esse final, acho que de certo modo entendo o Leo, e sinto um desespero enorme pois ele está gritando por ajuda porém ninguém percebe.
O título no meu ponto de vista não tem muito sentido, eu pelo menos não entendi kkk mas tirando isso é um ótimo livro, não esperava gostar tanto!
comentários(0)comente



svrrichard 08/06/2021

Achei muito ruim e cansativo. Não me apeguei ao personagem e não tive interesse em saber o que iria acontecer a cada capítulo. Me forcei a terminar. Acredito que ainda fui generoso com a nota.
comentários(0)comente



Luh - Wishing a Book 08/06/2021

??Perdão Leonard Peacock

Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Leonard é um garoto reservado, não é muito popular, e saiu de casa com um objetivo, matar seu amigo e depois se matar... Ele levou uma P-38, antiga arma de seu avô.
Leonard separou presentes para algumas pessoas, e foi entregando um a um até completar seu objetivo, Walt, Baback, Lauren, a garota que ele gostava, e seu professor, Herr Silverman.
O engraçado, é que ele demonstrou seu comportamento diferente no dia, e quase ninguém o notou, e achei o livro um alerta.

_________

Devemos prestar muita atenção ao nosso redor, a quem está em nosso convívio, porque as pessoas dão dicas, alarmes, mas talvez a gente esteja tão focado em coisas alheias que seja imperceptível.
Leonardo passou o dia esperando que alguém lhe desejasse um ?Feliz Aniversário?, e talvez isso o fizesse mudar de ideia, mas ninguém se lembrou, nem mesmo sua mãe, que foi morar em outra cidade e o deixou sozinho, achando que apenas mandar dinheiro era suficiente, mas não, faltou carinho, afeto, atenção.
Esse tema é muito delicado, bullying, depressão, abuso, pais ausentes, isso ocorre em nosso dia-a-dia frequentemente.
Devemos sempre deixar as pessoas com boas palavras, porque ninguém sabe pelo que o outro está passando. . ???? .
Indico este livro, e deixo como forma de alerta.
Comportamentos diferentes devem ser avaliados.
A gente pode salvar vidas. ?? #perdãoleonardopeacock #editoraintrinseca #matthewquick #leitura #leiturinha #bookaholic #booksgram #bookstagram #instabooks #instalivros #booklovers #lovebooks #lersempre #lermais #romance #aventura #drama #universodoleitor #leitoresanonimos #leitorescompulsivos #resenhaliteraria #resenhando #wishingabook #leituradiaria #habitodeleitura #wishingabook
comentários(0)comente



Amanda 07/06/2021

Demorei a favoritar esse livro, não sei porque a minha nota foi 4 estrelas mas lembro de estar com uma pulga atrás da orelha quando acabei de lê-lo. Acho que livros que me impressionam com um plot dramático sempre me deixarão com essa cosseirinha na mente, justamente por adentrarem demais no meu subconsciente afetivo, isso também aconteceu quando li "Mentirosos" da E. Lockhart ( em que até fiz uma resenha na plataforma)

O único outro livro do autor que já li foi o "O Lado Bom da Vida", que me marcou numa dimensão absurda, tanto que ainda quero relê-lo nesse ano de 2021.

Com isso, o meu veredicto é que Matthew Quick escreve para te deixar incomodado, é uma escrita que te adentra na alma. Portanto, esteja preparado para não conseguir parar de pensar na trama dias, ou até anos, depois de a ter devorado.

"Perdão, Leonard Peacock" me deixou ainda mais incomodada do que "O Lado Bom da Vida", e admito que deve ter sido pela minha mente pré-adolescente não ser descontruída. Hoje, olhando para a capa dele na minha estante do skoob , me subiu um dèjá-vu dessa minha leitura: percebi que tinha amado o livro, mas o que não me permitiu expressar isso na hora foi o meu preconceito enraizado que me fazia ter uma aversão sem motivo aparente.

Recomendo demais.

Recomendo
comentários(0)comente



Gustavo 05/06/2021

Bom livro, tem seu público mas não foi pra mim
É o 2º livro que leio desse autor, e esse eu achei forte, mas já era meio óbvio porque se você tirou 2 minutos para ler sobre o que se trata já devia esperar que fosse, mas no livro diz "romance", desculpe mas não tem romance na minha opinião. Esse livro é um daqueles que você termina e fica pensando nele depois e vendo como temos uma vida boa em comparação a outras pessoas, tem muitas críticas e reflexões sobre o que é ser adulto e o que significa crescer que pra mim foram a melhor parte do livro.
Sinceramente não me vejo lendo ele novamente porque achei forte, mas provavelmente porque não devo ser o público alvo desse livro ou simplesmente não estava na vibe certa pra ler ele agora, talvez se não estivéssemos no meio da maior pandemia da nossa geração fosse mais tranquilo.
Infelizmente não acho que há como saber se esse livro é para você ou não a menos que você o leia, por isso recomendo a leitura, com certeza vai tirar algo de positivo dessa história.
comentários(0)comente



410 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |