Unteachable

Unteachable Leah Raeder
Elliot Wake
Elliot Wake




Resenhas - Unteachable


6 encontrados | exibindo 1 a 6


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabiany.Santos 26/03/2019

Muito bom!
Eu amei esse livro.
Nele temos um casal que se conhece, ficam e depois descobrem que ele é professor dela.
Clichê
Mas a escrita da autora é tão viciante
Quem gosta de tabu com certeza vai curtir
As cenas de sexo são muito bem escritas
O final é corrido, mas não tira o mérito do livro.
comentários(0)comente



Sandy 04/01/2019

Uau..a prosa mais parece poesia...intensa demais.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Adrya (@brechobooksrecife) 19/06/2017

Não sabia o que esperar da estória, mas por diversos momentos torci contra o casal. Eu tentei ver o amor do mocinho para a mocinha, mas me soou falso em grande parte do livro.
Gostaria de vê-los anos a frente, o desenvolvimento do romance deles.
Eu só espero e penso assim, que se não der certo, Ela pegue as suas coisas e vá viver a vida.
comentários(0)comente



steph (@devaneiosdepapel) 20/09/2016

Unteachable - Leah Raeder
Não costumo ler livros de romance entre professor e aluna. O único que li antes desse foi Métrica, que achei até bacana mas muito melodramático. Em Unteachable, me deparei com uma história que poderia cair na repetição, mas acabou se tornando um dos melhores livros do gênero NA que já li.

Nessa obra de Leah Raeder (que agora é conhecido como Elliot Wake), conhecemos Maise, uma garota de 18 anos que está pouco se lixando pra você e o que você pensa sobre ela. Dona de uma personalidade forte, ela teve sua infância roubada por uma mãe que poluiu sua vida com toda a podridão do mundo das drogas e da prostituição. Porém nossa protagonista não nega seu passado e fala abertamente sobre ele, inclusive reconhecendo que grande parte de suas atitudes provém de tudo a que foi submetida quando criança. Só pela honestidade da personagem, a obra já ganhou muitos pontos comigo.

Raeder tem aquele dom de criar personagens realistas e que geram grande empatia no leitor, mesmo sem despertar sentimentos positivos. Por exemplo, eu entendi a bagagem de Maise e senti muita empatia por ela e seus problemas, apesar de não apoiar seu comportamento. Isso transforma uma história simples como a de Unteachable em algo espetacular, que nos deixa curiosos para conhecer mais sobre cada personagem apresentado.

É claro que eu me incomodei com o relacionamento de Maise e Evan, já que diferença de idade é algo muito delicado e envolve diversos fatores, principalmente o abuso psicológico e a disparidade emocional. E mais uma vez Raeder acerta em cheio na abordagem honesta e real, provocando não só seus personagens como também o leitor. Eu torcia pelo casal principal mas ao mesmo tempo ficava pensando: "Ele não é muito velho pra ela? Mesmo sendo legalizado, isso não é errado?". E eu adoro quando fico me questionando durante uma leitura.

Não sei se classificaria esta obra como NA "puro", acho que fica mais para um coming of age. Porque se tem algo que Maise faz nesse livro é crescer. Ela passa por esse relacionamento totalmente novo, já que não estava acostumada a se envolver profundamente com ninguém, e isso gera uma série de mudanças, não tão comportamentais, mas em seu modo de pensar. E isso é muito empoderador, já que vemos que nem sempre as atitudes julgadas "erradas" pela sociedade são necessariamente prejudiciais. Um tapa na cara dos conservadores, eu diria.

Portanto, se for embarcar nessa leitura, vá de cabeça e coração abertos. Você vai encontrar cenas bem descritivas de sexo e em grande quantidade (o que me incomodou um pouco), questionamentos sobre ética e moral e diversos assuntos polêmicos. Mas também vai encontrar uma protagonista crível, um relacionamento sem muita enrolação e relações de amizade interessantes. Só não leia se for fã de histórias leves e descontraídas, porque com certeza não é o caso aqui.

Minha nota só não foi maior por conta do desenvolvimento de algumas tramas paralelas pouco verossímeis e pelo final bobinho. Mas no geral é uma ótima história e eu pretendo ler mais de Raeder/Wake.

site: http://www.devaneiosdepapel.com.br/2016/08/resenha-unteachable.html
Lia 02/10/2016minha estante
eu comecei a ler o livro e estava meio desanimada, mas a sua resenha me deu um gas pra continuar lendo, espero gostar tanto quanto você!!


steph (@devaneiosdepapel) 03/10/2016minha estante
Oi Lia! Que bom, se você gostar me avisa :}




6 encontrados | exibindo 1 a 6


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR