Eu Amo New York

Eu Amo New York Lindsey Kelk




Resenhas - Eu Amo New York


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Kemily 14/10/2013

A nova Angela
A vida de Angela Clark parece não estar tão boa assim. Imagine-se no casamento de sua melhor amiga? Imaginou? Isso é algo normal, certo? Agora imagine flagrar seu namorado com outra mulher dentro do carro durante o casamento. Não é impossível e é exatamente isso que acontece com Angela!

Depois desse acontecimento e de descobrir que até sua melhor amiga sabia que ela estava sendo traída, mas não havia contado, nossa inglesa coloca só o necessário em uma bolsa e, junto com o seu novo Louboutin de várias libras, resolve pegar um avião e embarcar para nenhum lugar menos que New York!

Chegando na Big Apple e logo após procurar um hotel, Angela conhece Jenny, uma recepcionista que promete mudar sua vida. Depois de uma enorme transformação conhecemos a nova personagem: uma blogueira que agora conhece caras diferentes daquele com quem esteve durante dez anos e que além disso, sai com mais de um ao mesmo tempo. Apresentamos, meus caros, a nova Angela!

Durante a história temos um cantor e um banqueiro que vão tirar o fôlego e balançar a personagem. Porém, como só um pode conquistar seu coração, acompanhamos a dúvida e a divisão de Angela na hora de fazer o que é certo.

Lindsey Kelk soube muito bem como criar cada cenário, como fazer os leitores se divertirem durante a leitura e cativar cada um deles. Eu Amo New York é aquele livro que você começa a ler sem muitas expectativas e termina vivendo toda a história junto com a personagem. Se você virar a primeira página, não vai conseguir parar até fechar o livro e marcar como lido no Skoob. Como sempre, o meu "mais que recomendado"!

site: http://www.sometimeluv.com/2013/10/eu-amo-new-york-lindsey-kelk.html
comentários(0)comente



Izabela 22/08/2014

Eu estava bem animada para ler esse livro (e ainda estou curiosa para ler o segundo, só não perguntem sobre datas, rs), mas não posso negar que esperava um pouco mais. Enrolei o que pude e o que não pude com essa leitura e toda vez que eu pegava para ler ou ficava com sono ou tinha vontade de fazer outra coisa. No final das contas dei três estrelas para o livro lá no skoob, pelo simples fato de que a história em si é legal, mas infelizmente chega a ser um pouco chatinha e vocês já vão entender o motivo que me levou a pensar assim. Vocês sabem que odeio falar mal de um livro (não vou exatamente falar mal, mas enfim), mas é melhor falar o que eu realmente achei do que escrever uma resenha falsa, né? Então vamos lá.

O livro conta a história de Angela, uma mulher que teve sua vida virada de cabeça para baixo ao descobrir que seu noivo a estava traindo bem no casamento de seus melhores amigos, e o pior, todos sabiam disso, menos ela. Como resolver uma situação assim? Juntando suas poucas coisas que estão no hotel, principalmente seu sapato Louboutin, e pensando melhor sobre isso em um lugar bem longe. New York, é claro. Uma londrina com pouco mais de uma bolsa pega o primeiro avião para a cidade mais agitada do mundo, sem saber de hotel, alimentação ou algo do tipo. Mas o que poderia dar errado? Ela tinha algum dinheiro guardado e muita vontade de ser uma pessoa nova. A Big Apple parecia o lugar ideal para isso tudo. Ainda mais quando você tem a sorte grande de achar uma nova melhor amiga logo quando faz o check-in (de um dos hotéis mais caros da cidade).

"Às vezes, a gente fica tão acostumada a não sentir nada, a simplesmente continuar levando a vida, que esquece como é estar muito feliz ou muito triste." - Página 99

Com uma nova amiga, Jenny, Angela resolve que precisa sair dessa depressão pós término e viver a vida. O único problema é que todos os novos gostos da personagem são bem caros. Todos os dias que as duas amigas saem juntas a nossa personagem principal gasta mais do que deve em roupas e sapatos, em troca (em tese) de esquecer o que aconteceu em Londres. Mas nem tudo são sacolas de marca (mentira, nesse livro é bem por aí mesmo), Angie precisava de um emprego, e por uma obra do destino uma de suas novas amigas novaiorquinas é amiga de alguém ligado à uma grande revista. Era tudo perfeito demais, Angie tinha um emprego novo, um bolsa nova (mais cara que minha casa) e amigas novas. Sem esquecer que precisava viver um mundo de aventuras, de preferência amorosas, para poder escrever sobre as loucas aventuras de uma londrina rica em New York.

Acho que ficou meio claro o motivo da minha revolta, não é? O livro está mais preocupado em contar a marca das roupas que estão sendo compradas do que a história em si. Eu não consigo contar o número de vezes que bem no meio de uma fala legal a protagonista deixou tudo de lado para contar que sua bolsa era Marc Jacobs. Ela precisava lembrar a cada duas linhas que sua bolsa linda, nova e cara era da Marc Jacobs (até eu estou falando o nome da marca várias vezes, isso pega). Angela tem tudo para ser uma personagem divertida, e no começo do livro ela realmente é, mas a loucura pelas coisas de marca a transformaram em uma personagem chata. Jenny é um amor de amiga, mas também não tem um parafuso no lugar. E é só sobre essas duas personagens que consigo falar, por mais que tenha lido outras, nenhuma tem algo marcante o suficiente para ser comentado.

Como que uma escrita, basicamente sem emprego, consegue ir para em New York, ficar em um bom hotel e ainda comprar a vida nas lojas mais caras do mundo? Foi isso que me irritou. Pelo que li sobre o livro estava esperando a história divertida de uma escritora serelepe em NY. O que recebi foi uma história legal que me ensinou o nome de várias marcas caras (que só de pensar nelas minha carteira chora) e que estava mais para uma fic (afinal muitas fics fogem da lógica quando o assunto é dinheiro). Ela acordava e usava os produtos caros de maquiagem, depois colocava a roupa mais cara que achou na Bloomingdale's e sem esquecer de seu perfume Chanel. Ah, quase me esqueci da bolsa Marc Jacobs. A ideia em si é muito boa (por isso ainda vou dar uma chance para o segundo livro), mas o excesso de compras e a loucura amorosa me deram preguiça. Mas nem tudo está perdido: Se você quer um guia bem caro de NY esse livro é para você. Ah, eu odeio falar essas coisas sobre um livro, mas como falei no começo, é bem melhor do que escrever algo falso.


site: http://www.brincandodeescritora.com/
comentários(0)comente



Ariany Lippi 06/01/2016

Eu amo New York
Angela é o típico de pessoa acomodada com sua vida: noiva de um homem bem sucedido, trabalho sem stress, uma boa amiga, uma vida tranquila em Londres, tudo aparentemente perfeito. Até que no casamento de sua amiga, ela flagra seu noivo transando com uma mulher dentro de seu carro. No calor do momento ela faz o que qualquer um faria: nada.. mas depois ela volta para festa, briga com sua amiga, quebra a mão do noivo e destrói o casamento. No impulso, Angela resolve viajar para a primeira cidade que passa em sua cabeça, New York. Mas antes, ela faz xixi na necessaire do noivo e joga sua aliança dentro.
Em New York ela conhece Jenny, que a ajuda a aumentar sua auto estima que até então não existia. Ela ganha um banho de loja, com direito a roupas, sapatos, bolsas, makes e um lindo corte de cabelo. Com toda essa mudança, Angela conhece dois rapazes que dividem seu coração, que são Tyler, um banqueiro muito rico, e Alex, um vocalista de uma banda de rock.
Além do banho de loja, Jenny entrega um diário para Angela escrever seus sonhos e ambições. Angela resolve transportar tudo o que tinha no diário, adicionando suas aventuras em New York para um blog, onde o mesmo fica mundialmente famoso. Devido a isso ela ganha uma oportunidade de emprego em Londres, e assim terá escolher entre voltar para sua terra natal, ou assumir New York como seu novo lar.
Angela apesar de ser estar acomodada com sua vida, quando se vê em uma situação que destrói o mundo perfeito que ela tinha, não pensa duas vezes em sair de sua zona de conforto, e enfrentar o desafio de ir morar em morar em um lugar onde estará sozinha. Mas esta viagem não só trará o desafio de esquecer as frustrações de um relacionamento, em New York ela terá que se encontrar, e fazer o que ainda nunca tinha feito, viver sua própria vida.
A escrita da autora Lindsey Kelk é muito fácil de acompanhar e faz com que a leitura flua bem. A história é muito divertida, típico do gênero Chick-lit. O livro é uma boa pedida para momentos de lazer, pois te proporcionará muitas risadas.

site: http://goo.gl/e6zTPv
comentários(0)comente



Tayná Coelho 01/07/2014

Deliciosamente leve
Quando sua vida vira de cabeça para baixo, qual é a sua reação? A de Angela Clark foi largar tudo e fugir para New York. Graças a uma poupança gordinha, destina ao casamento dela, Angela decide ir para o primeiro destino com muitas lojas e de língua inglesa. Tudo isso por conta de um coração partido após dez anos de relacionamento.

"- Angela – Mark ficou em pé, puxou a cueca e se enfiou em sua camisa."

Com passagem para o primeiro voo disponível, sem conhecer ninguém em solo americano e sem nenhuma reserva de hotel e levando consigo apenas uma pequena mala (que estava destinada a um fim de semana), Angela parte para a cidade que nunca dorme desejando se afastar de tudo o que ocorreu, mas sem saber o tanto de aventuras que a esperam.

Porém, assim que chega a NY, Angela conhece Jenny, uma recepcionista de hotel que mais parece uma modelo, que logo se torna sua amiga. Jenny se empenha em ajudar Angela a superar tudo o que ocorreu e a se reencontrar. De potes de sorvete a um corte de cabelo novo e novas roupas, Jenny ajuda Angela a elevar a auto-estima e seguir em frente.

Angela logo se envolve com, não um, dois lindos americanos e fica até difícil (pelo menos no início) escolher para quem torcer. Para tornar as coisas ainda mais confusas, Angela consegue uma vaga para ser blogueira em um site de uma grande revista feminina, a The Look. Lá, Angela deverá contar suas aventuras e seus romances em NY. Já viu que vai dar confusão, né?

A leitura foi agradabilíssima e muito leve. Um chick-lit do jeito que eu gosto (compras, aventuras, romances). Fico agora ansiosa pela chegada da continuação do livro aqui em casa e na torcida para que a Fundamento publique a série inteira!

site: http://olhandoporai.com/2014/06/27/resenha-i-heart-1-eu-amo-new-york-lindsey-kelk/
comentários(0)comente



Livros Encantos 09/06/2015

Eu amo New York
Se Redescobrir, definir novas objetivos em sua vida.

Quem afinal em sua vida nunca se perdeu, para se achar renovada ?

Angela após uma grande decepção, descobrir a traição de seu noivo e todos seus amigos sabendo, tudo isso no dia do casamento de sua melhor amiga que também sabia da traição de seu noivo. Resumindo foi um dos piores dias de Angela , sem rumo ela parte para New York, com uma mochila e poucos itens .
Simplesmente parte sem olhar para trás
Ao chegar se hospeda em um hotel, ainda sem rumo, perdida, ela é do tipo que basta dizer " a" que ela conta toda sua vida a recepcionista do hotel , que vem a ser uma amiga nessa aventura, Jenny adorei sua personalidade, amiga, doidinha e amorosa.

Deu um banho de loja em Angela. elevou sua auto estima, e assim Angela vai se transformando desde o exterior até no final do livro estar com seu interior mudado.

As cenas quando ela descobre sobre a traição chega a ser hilária me garantiu muitos risos.

Com todas essas mudanças em poucos dias Angela ainda conhece dois homens lindos, o oposto um do outro, um executivo e outro cantor de uma banda , que sortuda hein.
Após, mais de 10 anos sem saber o que é paquerar, sai , ela se vê saindo com dois ao mesmo tempo, conhecendo novas sensações. Um deles fará seu coração bater mais forte quem será ?

No decorrer do livro Angela está muito confusa em seus objetivos que rumo dar a sua vida, está se sentindo incomodada saindo com dois a mesmo tempo, e precisa repensar toda sua vida.

Ela começa a escrever em um Blog para uma revista, sobre suas aventuras em New York, inclusive sobre os belos que está conhecendo.

Angela irá tomar uma decisão que irá mudar seu futuro ...

Angela na verdade estava acomodada em sua vida, um noivo, um trabalho em casa , deixou a rotina tomar conta, não era feliz e simplesmente ia deixando a vida a levar.
De certa maneira todos esses acontecimentos a despertaram, fazendo ela repensar em sua vida ,

Angela definiu prioridades e seu destino vamos ver o que nos aguarda no próximo livro.

Amei esse livro a autora dosou perfeitamente bom humor, romance, esse aprendizado que Angela passou muitas mulheres já passaram, e que sortuda hein, dois homens lindos, visual novo , emprego, um bolsa Marc Jacobs perfeito.

A leitura fluiu muito bem , engraçada, leve, com personagens carismáticos .

Um livro perfeito para garantir algumas risadas, manter o bom humor e sonhar com essa virada mágica que Angela deu em sua vida.


site: http://www.livrosencantos.com/2015/04/eu-amo-new-york-lindsey-kelk-resenha.html
Marcela @ler_sim_ler_sempre 16/07/2015minha estante
Adorei o barraco no casamento Leitura muito boa, a unica coisa que me incomodou foi tanta ostentação com marcas, mas a Angela é uma personagem muito carismática mesmo e merece ser feliz




Gisele 24/12/2014

Esperava outra coisa
Este foi um livro que comprei pela capa e pelo título, simples assim. Só que eu imaginava algo totalmente diferente.
A protagonista é quem nos conta sua estória (acho tão estranho escrever assim, mas...) namorava por dez anos e no dia do casamento de sua melhor amiga, pega o namorado no carro transando com outra. Depois disso, ela descobre que não só ele estava transando com essa outra, como era amante dele.
Decidida a mudar de vida, ela simplesmente some para NY. Acaba ficando amiga das meninas do hotel, que decidem mudar a sua vida.

Assim, ela cita inicialmente todas as lojas pelas quais passa. A sua bolsa Marc Jacobs, compras na MAC e etc... Essa parte do livro achei um pouco cansativa, porque quem já foi a NY, sabe bem que dificilmente alguém sai de uma situação dessas e compra o mundo como é citado no livro, mas enfim, livro é livro.

Ela começa a se envolver com dois homens completamente diferentes. Um é um rico e lindo Wallstreet, o outro vocalista de uma banda de Rock até conhecida no cenário do Brooklyn.

Acontece que ela é escritora em Londres, porém escreve desenhos e livros infantis e sonha em escrever em uma revista de verdade. Uma das suas amigas, consegue um emprego para ela na revista The Look, na verdade, para ser blogueira no site da revista. Ela deve contar tudo o que acontece com ela. Assim, começam as aventuras e a descoberta a si mesma.

Ficar com o Wallstreet ou com o Brooklyn ? Ficar em NY por quanto tempo ? O que fazer da vida ?

Quando começa o envolvimento com os rapazes, o livro se torna mais engraçado e acaba fluindo melhor.

Ainda assim, eu esperava um pouco mais. Por se tratar de um Chick lit, esperaria por uma protagonista mais decidida.

Mas vale a leitura.

site: http://www.estilogisele.com.br
comentários(0)comente



Marcela @ler_sim_ler_sempre 01/06/2015

Diversão e Ostentação
Eu amo New York


O livro conta a historia de Angela Clark uma escritora de historias infantis de 26 anos , que há 10 anos tem um relacionamento com Mark, seu primeiro e único namorado. Mas na festa de casamento de sua melhor amiga, Louise, em que ela foi dama de honra, descobre que seu queridíssimo Noivo a trai e o surpreende de cueca na Mao em cima de uma loira dentro de seu carro no estacionamento da festa. E depois de praticamente acabar com a festa de sua melhor amiga, que já sabia de todo o caso,quebrar a Mao do noivo, Angela simplesmente pega suas malas no dia seguinte e vai para New York.

— Ah, Angela — disse Louisa
soluçando. — Eu tentei dizer para você,
mas.., achei que você já sabia. Sabe
como... lá no fundo.
— Quando foi que você achou isso?
Quando eu disse que estava muito feliz e
tinha certeza de que iria me casar com
Mark? Quando eu não disse para você
que meu namorado era um traidor filho
da mãe? Ou quando você começou a
jogar tênis com ele e aquela vadia?


E é nessa cidade que a historia toda se desenvolve. Angela se hospeda em um Hotel luxuoso e conhece a recepcionista Jenny que passa ser sua amiga e conselheira amorosa. E também conhece dois homens lindos, Alex e Tyler. Duas personalidades completamente diferentes, onde um é vocalista famoso de uma banda de Rock e o outro um executivo de Wall Street.

Talvez, se tentasse,
pudesse realmente ver aspectos
positivos no que acontecera. Eu já tinha
feito uma amiga, a Jenny, mesmo que
não a conhecesse muito bem. Tinha um
visual novo, um guarda-roupa novo e já
era dona da bolsa mais linda que havia
visto em quase 27 anos de vida. Quem
precisava do que eu deixara para trás?



Entre amores e amizades, Angela recebe uma proposta para escrever sobre suas aventuras em New York em um blog de uma grande revista Americana. E é ai que a coisa toda pode se complicar.


Peguei o cardápio e vi um monte de
coisas gostosas, como chocolate quente
ao leite, chocolate quente amargo,
branco, com pimenta, com noz-moscada,
com caneca, sorvete de chocolate, pizza
de chocolate. Tudo isso de chocolate e
um cara muito lindo que era de uma
banda? Havia uma boa chance de eu
estar no paraíso, daí me perguntei se
tinha sido atropelada no caminho


É uma historia divertida, apesar de as vezes ficar um pouco cansativa com tanta ostentação com marcas famosas. Na verdade. é um “saco” tanta repetição. E como se trata dela contar a historia em um blog é meio que parece muito aquele filme “Como perder um homem em 10 dias”. Mas uma historia muito boa que nos mostra que se abrirmos o nosso horizonte, coisas boas e novas podem acontecer e mudar todo o curso de nossa vida.

New York não
era um lugar para onde a gente vai
quando quer se encontrar; é um lugar
para onde a gente vai para se tornar
alguém, para se reinventar.
comentários(0)comente



Livy 13/01/2014

As Aventuras de Angela!
Adoro estes livros leves que fazem a gente rir, mas que também trazem bons momentos de reflexão. Eu ano New York, me ganhou deste a primeira página! Adorei a aventura de Angela, e minha empatia com a personagem foi a níveis altíssimos!

Angela pensava ter um boa vida: escritora de livros infantis, um namoro que dura muitos anos, uma melhor amiga que a ama. Uma boa vida em Londres. Mas esta inglesa de vinte e poucos anos, nem imagina que está muito longe de ter a vida perfeita. Um dia, no casamento da melhor amiga, Louise, ela pega o namorado Mark transando com outra mulher no carro. Lívida, acaba não só "destruindo" o casamento da melhor amiga, como fugindo com uma parca bagagem, incluindo um belo sapato Louboutin e a roupa do corpo para a primeira cidade que lhe ocorre: New York. Bem longe de tudo e todos que conhece. Mas claro, não antes de fazer xixi na necessaire e jogar ali sua aliança de noivado. Há! Perdida em NY, o destino parece dar uma mãozinha e Angela conhece Jenny sua nova melhor amiga e conselheira.

Angela é o estereotipo da mulher moderna, mas que ainda não se descobriu. Ela é a imagem perfeita da mulher que se reergue em um dos momentos que nós, mulheres, já passamos ou ainda iremos passar: o fim de um relacionamento. Ela está arrasada por ter sido traída, mas sua jornada não é apenas de superação. Na verdade ela descobre que o problema real não tem nada haver com o ex e sua cara de pau, mas sim com o fato de ela nunca ter realmente vivido sua vida. Ela sempre foi meio termo nas coisas que fazia, e vivia um relacionamento que há muito tempo já não dava certo. Tudo morno!

Sua vida realmente começa a acontecer quando ela resolve, por impulso, passar umas "férias" em NY. Ela se descobre uma bela mulher, com bom gosto, bons amigos e caras gatos que estão afim dela. Nem tudo está perdido! Além disso, ela descobre que nunca amou de verdade, e que sim, pode viver um verdadeiro romance. Além de que vai dar a volta por cima e conquistar tudo aquilo que sempre sonhou, nesta cidade que tanto a encantou e pela qual ela se apaixonou desde o momento em que pisou os pés.

A narrativa de Lindsey Kelk é muito gracinha e envolvente. Eu adorei! Apesar da história um tanto clichê e um tanto simples, o que me ganhou foi o modo como ela construiu sua trama e os personagens que são muito bons. Principalmente Angela. Ela não é cheia de mimimi como costumamos ver em livros chick-lit, mas sim uma mulher que está se descobrindo, e descobrindo a se amar e se valorizar!

Também, para as moças de plantão que adoram romance, o livro está recheado dele. Ainda mais porque Angela se vê indecisa entre dois homens maravilhosos. Um roqueiro e um banqueiro. Qual será que eu gostei, hein? O roqueiro super fofo, e nada perfeito Alex, claro!

Com boas pitadas de humor, boas lições, uma história fofa e emocionante, Eu amo New York, foi uma leitura muito prazerosa e divertida. Boa pedida para as amantes do gênero! Angela é uma personagem cativante, que me conquistou! Sua aventura em New York é um verdadeiro contos de fadas urbano! Adorei!

site: Confira mais resenhas no blog: http://nomundodoslivros.com
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 10/03/2016

Neste livro vamos conhecer Ângela Clark uma londrina de 26 anos que tem dois sonhos, ser escritora e se casar. (nossa lembrei de mim mesma há uns 3 anos rsrsrs)

Logo no começo da história vamos conhecer sua melhor amiga e noivo e logo vamos odiá-los. No casamento da sua melhor amiga Ângela descobre que seu noivo estava traindo ela, na verdade ela pega ele no flagra com outra e para piorar descobre que sua melhor amiga sabia de tudo e nunca contou nada.

Para fugir de tudo Angela pega o primeiro avião que vê rumo a New York, sem dinheiro, somente com a roupa de madrinha e sem rumo ela parte para uma aventura. Logo que chega a recepcionista fica comovida com ela e a ajuda e não demora a que elas se tornem amigas.

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/eu-amo-new-york/
comentários(0)comente



Jeh Diário dos Livros 30/10/2016

" Às vezes, as pessoas simplesmente erram."
Angela Clark tinha tudo o que poderia sonhar, um noivo incrível, trabalhava como escritora que sempre foi o seu sonho e sua melhor amiga estava prestes a se casar.
Mas no dia do casamento da sua melhor amiga, todo o seu sonho se desmoronou, pois além de de encontrar seu noivo com outra no carro dos dois, ela descobre que até sua melhor amiga sabia que ela estava sendo traída e ela não.
Arrasada e com o coração partido, Angela pega suas poucas coisas e parte para o primeiro lugar que vem em sua mente: Nova York.

" Às vezes, as pessoas simplesmente erram."

Sem conhecer ninguém e com poucas coisas, Angela acaba de hospedando em um hotel onde acaba conhecendo Jenny que logo se comove com sua história e acaba ajudando ela a se ajustar no lugar, e de pequenas conversas uma grande amizade surge entre elas e Jenny passa ser a sua nova conselheira amorosa. Em meio as aventuras com a nova amiga, ela acaba conseguindo um emprego no qual ela será uma escritora de uma revista online onde terá que contar algo interessante e diverto e no meio disso tudo ela acaba conhecendo também dois caras muito interessantes, um é o Tyler um banqueiro que trabalha muito e é bem centrado e o outro é o Alex que é roqueiro em uma banda meio conhecida em Nova York. E com personalidades distintas, Angela acaba conhecendo o lado de cada um, e quando ela começa a escrever para a revista sobre sua vida amorosa com ambos os caras, as coisas começam a complicar e ela logo terá que decidir o que fazer. Será que no meio desses encontros, Angela poderá descobrir o que realmente veio buscar em Nova York?

" (...) Mas, se eu aprendi uma coisa nesta semana, é que dá para fugir, chorar um monte e, com um pouco de sorte, encontrar um caminho mais feliz, mais ou menos no meio, chamado "continuar vivendo"."

" Essas coisas chegam ao fim como todas as outras. Não há nada pior do que ficar quando não há razão para ficar."

Quem ai não gosta de um Chick-lit de vez em quando? Eu Amo New York foi uma leitura muito boa do gênero. As aventuras de Angela Clark se tornam muito divertidas e ao mesmo tempo bem românticas.
Nossa personagem é uma mulher que tem apenas 26 anos e que ainda está se descobrindo. Depois de descobrir a traição do seu noivo, Angela parte para Nova York com o coração totalmente despedaçado, ela não conhece ninguém e não sabe o que fazer, mas ela sabia que precisa se afastar de todos para pensar.
Temos uma personagem bem indecisa em algumas situações da história, mas ao mesmo tempo temos uma pessoa muito corajosa que largou tudo para começar do zero, o que a maioria das vezes é muito difícil de se fazer. Temos a personagem Jenny que é muito divertida e está sempre de alto astral, incentivando a Angela a se descobrir e busca uma forma de ser feliz. Os personagens Tyler e Alex são incríveis, cada um com uma personalidade e um jeito diferente faz com que a gente acabe se simpatizando com ambos.
O bacana da história é que a autora da bastante detalhes de Nova York, dos locais, de roupas, bolsas e acessórios, e acabamos nos divertindo com Angela suas compras na Marc Jacobs.
A história no geral foi muito bem escrita, e o livro fala sobre descobertas, sobre nos conhecermos e que devemos as vezes arriscar em algumas coisas, pois as mudanças podem transformar a nossa vida para algo muito melhor.
Super recomendo para quem adora um bom chick-lit.


site: http://diarioelivros.blogspot.com.br/2016/10/resenha-eu-amo-new-york.html
comentários(0)comente



Babi 12/09/2017

Amando Nova York
Angela é uma mulher comum, vivendo uma vida que ela acha que está boa, nunca tendo parado realmente para pensar nisso, se está feliz, num relacionamento morno com o noivo, até que no casamento da melhor amiga, descobre que esta sendo traída pelo noivo e pior que essa melhor amiga sabia. Depois do auê no casamento ela se esconde no hotel e começa a pensar na vida. Então num impulso, ela resolve ir embora, passar um tempo longe. O único critério é ser um país de língua inglesa. E é assim que ela sai de Londres e desembarca numa Nova York que imediatamente a deixa deslumbrada.
Eu comprei esse livro num impulso (Oi Ângela!), olhei a capa e o titulo me chamaram de um jeito, que eu nem liguei muito para a sinopse, acho que meu coração já sabia que ia ser amor!
A historia apesar de parecer bem boba e clichê é envolvente e empolgante, a gente se sente ali vivendo os dilemas da Angie e berrando conselhos como se fossem para nossa amiga. Quem nunca sonhou em jogar tudo pro alto e recomeçar em outro lugar? Melhor ainda se for um lugar cheio de glamour como Nova York. Ela faz uma nova amiga, vive uma transformação externa (que a gente vê que é interna também) , vive alguns delírios de consumo e vai se redescobrindo naquela cidade que tanto a encanta.
Mas como nem tudo é perfeito, as "férias" vão acabando e ela precisa decidir como quer seguir a vida dela. Será que vai voltar para Londres ou vai tentar adotar Nova York? Fora as confusões com a nova melhor amiga, os homens, o emprego...
Essa historia é definitivamente apaixonante, a Angie tem um pouco de todas nós e com essa historia leve e despretensiosa, nos faz repensar algumas coisas também.
E para quem tem vontade de conhecer Nova York, vai ficar com mais vontade ainda e para quem já ama, vai amar um pouco mais com tantas descrições e lugares legais para ir!
comentários(0)comente



Debyh 09/01/2016

Amei tanto ♥
Mesmo com tantas coisas pelo meio do caminho que podem parecer superficiais, achei que a autora conseguiu transmitir o que queria. Entre viagens absurdas, sapatos caríssimos, e amigos improváveis, a mensagem sobre viver o agora ficou bem clara pra mim. E lógico fiquei com muita vontade de ir a New York, tipo agora mesmo!

(resenha completa no link)

site: http://euinsisto.com.br/eu-amo-new-york-1-lindsey-kelk/
comentários(0)comente



Lê Vieira 19/02/2015

Sabe quando a gente diz aquela famosa frase "vou ler só mais um capítulo e irei dormir", mas acaba lendo o livro inteiro? Passei por isso na última semana com este livro. A leitura estava fluindo tão bem que não me sentia no direito de abandonar a Angela.

Comecei a ler por indicação de uma amiga, segundo ela a leitura era divertida. Resolvi confiar e me arrisquei, sem nem mesmo ir atrás de mais informações a respeito do enredo, tão pouco li opiniões de outros leitores.

A autora apresenta uma protagonista comum, porém um pouco mais corajosa do que a maioria das mulheres que eu conheço.
O que você faria se visse o seu noivo com outra mulher? Umas chorariam por semanas, outras atacariam os chocolates, mas a Angela foi para outro continente. Ela poderia ter ficado quieta num canto sofrendo, mas optou por fazer algo que a tiraria do buraco em que acabaria se enfiando.

Apesar de toda sua força, a protagonista não é aquelas personagens com cara de "autoajuda", pelo contrário, ela não tem o segredo da felicidade, muito menos acredita que agora tudo será perfeito. Ela está aberta para os desafios, em alguns momentos demonstra insegurança, em outros desafia a própria sorte. Me apeguei, me apaixonei e quis ser uma das melhores amigas dela.

Como Angela estava em busca de experiências novas, acabou se envolvendo com dois homens bem distintos. Admito que inicialmente eu queria que ela ficasse com os dois, pois cada um a "completava" de uma forma diferente. Com o passar dos capítulos acabei escolhendo meu preferido, aquele que eu realmente acreditava ser o perfeito!

Com quem ela ficou? Ela ficou com algum? Ela voltou para casa e virou uma escritora famosa, ou continuou em NY escrevendo um blog? Sinto muito, mas não irei responder estas perguntas, quero que você se divirta com essa história e descubra cada conquista e perda da minha mais nova grande amiga.

site: http://www.confraria-cultural.com/2015/02/resenha-eu-amo-new-york-lindsey-kelk_4.html
comentários(0)comente



Priscila 31/03/2014

Gostei!!
O livro é legal, apesar de eu ter achado ele meio entediante e repetitivo (estou falando da parte em que Angela relembra como o ex-noivo, Mark, a traiu). Na verdade eu fiquei muito empolgada no começo do livro, o que geralmente acontece ao contrário. Mas enfim.

A história em si é bem bacana, dei várias risadas com a Angela Clark e suas atrapalhadas, e com certeza fiquei bem surpresa com a sua coragem em sair de seu país e ir para outro totalmente diferente: com costumes e culturas diferentes. Realmente é para quem tem uma certa coragem, mas não é impossível!!! Sem contar que adorei a Jennifer. Ela é meio doidinha, na verdade ela foi tão doidinha e super sincera com Angela e com certeza achei que a amizade delas só iria crescer. Adorei a forma como ela mostrou os melhores lugares de New York, que até eu adorei conhecer.. rs



Confesso que o livro me fez torcer o tempo todo para que Angela se encontrasse e que também ficasse com o rock star, Alex. Achei que eles combinam. E confesso também, que ao descobrir que Tyler foi um completo idiota, me deixou surpresa (apesar de achar que Angela deveria ficar com Tyler do que com Alex, claro antes de descobrir que Tyler é um completo idiota).

site: http://resenhandobma.blogspot.com.br
comentários(0)comente



cris.leal.12 07/07/2017

Muitas dicas sobre a Big Apple...
"Eu Amo Nova York", de Lindsey Kelk, conta a história de Angela, uma jovem inglesa que pega o noivo com outra e, sem nenhum plano real de ação, mas desejando curar seu coração partido, embarca num avião com destino a Nova York. Chegando lá, se hospeda em um hotel e imediatamente faz amizade com a recepcionista, Jenny, que a ajudará a despertar para uma nova vida.

Apesar de achar que as coisas aconteceram de maneira muito fácil para Angela, porque em pouquíssimo tempo na cidade, ela consegue uma amigona, um apartamento para morar, uma vaga de colunista numa revista popular e dois namorados ma-ra-vi-lho-sos, o livro tem seus méritos e a sua leitura é bem agradável.

A cidade de Nova York funciona como mais uma personagem do livro e eu amei conhecer os lugares legais da Big Apple pelos olhos de Angela. As referências que ela faz sobre pontos turísticos, lojas famosas, lugares mais badalados são tentadoras e dá vontade de voar pra lá correndo.

site: http://www.newsdacris.com.br/2014/01/eu-li-eu-amo-new-york.html
comentários(0)comente



31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3