Escolha Sua Vida

Escolha Sua Vida Paula Abreu




Resenhas - Escolha sua vida


17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Marisa Aziliero 29/05/2020

O livro é um pouco superficial demais pra mim.
Leitura e . 29/05/2020minha estante
Oii.. boa tarde, tudo bem? Desculpa interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar para seguir meu instagram literário e me acompanhar em minhas leituras... E vai rolar sorteio de um livro no Domingo!! Te espero la! Obrigado ? ??

@leituraeponto




Raphael.Rossini 23/04/2020

"Ninguém pode fazê-lo se sentir inferior sem o seu consentimento" - Eleanor Roosevelt
comentários(0)comente



Maíra @mairacoelhof 24/02/2020

recomendo
Leitura concluída: Escolha sua vida, da @escolhasuavida Talvez essa seja uma questão que todo mundo passa, sempre tem alguém querendo que você tenha a vida (atitudes, hábitos etc) dela ou a vida que ela acha que é melhor pra você, sendo que na verdade a única pessoa que sabe o melhor é você mesmo! "Não é você, sou eu" Paula Abreu.
comentários(0)comente



Edi Vctto 10/02/2020

Escolha sua vida
A autora conta situações de sua vida de modo que nos faz pensar nos próprios nossos propósitos, motivador!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Natalia 03/08/2019

O tapa na cara que eu precisava
CRIE SUAS PRÓPRIAS REGRAS E SEJA FELIZ SENDO VOCÊ MESMO

No ínicio de 2018 eu tomei uma decisão: iria mudar de vida.
Não, essa não é mais uma história maravilhosa de superação, com um final feliz onde a pessoa decide fazer uma coisa e consegue tudo que sempre quis, sendo feliz pra sempre. E não é por dois motivos:
1. Essa história ainda não chegou ao final
2. Não esta sendo naaaaaadaaaaa fácil fazer essa transição. Então, esqueça aquela ideia utópica de que basta a sua força de vontade para ter a vida que você sempre quis.

Essa decisão foi baseada num tumor na tireóide, provocado principalmente por estresse.
Normalmente quando você passa por uma situação em que o médico lhe diz que você tem um tumor que precisa ser retirado o quanto antes, você reavalia alguns pontos da sua vida, né? E eu não estava nem um pouco feliz com a minha.

Então decidi que 2018 seria um ano de investimento em mim mesma.

Comecei a fazer um curso de empreendedorismo (Efeito Orna); Coaching pessoal (Girl Gang Mastermind), e ler muitooooo mais livros de desenvolvimento pessoal (os antigos autoajuda, né?) e profissional.

Dessa forma, ganhei de presente do maravilhoso Bruno Nunes do canal Bruno Nunes, o livro "Escolha a sua vida" da autora Paula Abreu.

E já no início do livro nos deparamos com essa citação.

"Este não é um livro de autoajuda tradicional. Ele não vai lhe ensinar a fazer amigos, ter sucesso, ganhar mais dinheiro, organizar melhor a sua casa ou ser mais produtivo. Também não vai ajuda-lo a se enquadrar no conceito tradicional de sucesso e felicidade, porque eu acredito que essa noção é falsa e precisa ser destruída."
Sou formada em Jornalismo com pós graduação em Marketing e nunca tinha atuado efetivamente na área por estar presa em um trabalho numa área que odiava, mas que pagava as contas de casa. Resumidamente, estava jogando o meu diploma e 5 anos de esforço na faculdade no lixo. Tentava migrar de área na empresa... e nada! Mas para a grande maioria dos meus amigos, eu era uma pessoa bem sucedida. Afinal, trabalhava em uma grande empresa.

"Sucesso sem felicidade é fracasso. Tempo é o verdadeiro luxo da modernidade. Não se deve gastar algo tão precioso com tarefas e pessoas que não valem a pena."
Ao longo de quase 6 anos como "blogueirinha", percebi que é isso que gosto de fazer: produzir conteúdo, principalmente audiovisual. Consigo passar o dia inteiro em frente ao computador editando fotos; escrevendo roteiro ou postagens como essa; editando vídeo ou pensando em novos conteúdos.
Mas sempre que tinha que sair de casa para trabalhar, já me batia o desânimo.

No trabalho tinha horários variados ao longo da semana. Planejamento? Esqueça! Era tipo Casas Bahia: "Dedicação total a você!"

Eu sentia que estava desperdiçando o meu tempo trabalhando numa empresa que não via perspectiva de crescimento; com um chefe que eu achava um completo idiota e com pessoas extremamanete tóxicas. Tudo isso por quê? Dinheiro.

Chegava em casa P&%@ da vida com o trabalho e isso afetava o meu relacionamento com o marido.
Passamos muito tempo no trabalho; na verdade, passamos A MAIOR PARTE do nosso tempo no trabalho, então, se eu não me sinto realizada nesse âmbito da minha vida, todas as outras áreas ficam comprometidas. Vocês também são assim?
Enfim, percebi que a maior causa da minha infelicidade era o trabalho e praticamente pedi pra ser demitida ao deixar bem claro ao meu chefe que eu não queria mais estar ali.
"Não queria mais construir a minha vida em torno do meu trabalho, e sim o contrário. Meu objetivo era construir o meu trabalho em torno da vida que eu queria escolher viver. Ainda não via um caminho, mas sabia que havia um."
E, finalmente, em março eu consegui minha carta de alforria e fui demitida.
Passados os momentos de excitação pelo FGTS, veio a questão: "O que vou fazer agora?"
Comecei a me aprofundar nos ensinamentos do coaching, a ler livros para descobrir o meu propósito e, mesmo estando em casa e o dinheiro diminuindo dia-a-dia, já me sentia mais feliz do que no trabalho. Eu só precisava me conectar com os meus valores; descobrir a minha missão; e encontrar uma maneira de fazer com que isso me gerasse uma graninha pra pagar os boletos. Não precisava de luxo. Só precisava de paz. De qualidade de vida, sabe?

"As pessoas esqueceram seus valores e todos os dias tomam decisões sem pensar se o que decidiram esta de acordo com aquilo que acreditam.

Eis que veio então o momento tudo ou nada: um tiroteio.
Cheguei no limite da minha paciência; do meu estresse e da minha sanidade mental.
E foi nesse momento que eu ganhei este livro MARAVILHOSO. Eu gostaria de dar uma cópia dele para cada pessoa que esta passando pela mesma indecisão que eu passei, ou que acorda toda a segunda feira desejando que fosse sábado como eu desejava.
Mas vou me limitar a convida-los a percorrer essa jornada comigo através deste vídeo. Ele é um pouco longo, mas peço que vocês vejam até o final. Eu prometo que valerá à pena.

site: http://www.perdidanabiblioteca.com.br/2019/05/escolha-sua-vida.html
comentários(0)comente



Mary 25/06/2019

Muito fraco
A autora começa o livro dizendo para que as pessoas não se baseiem na história de outros, e que sim escrevam sua própria história. Porém 99% do conteúdo do livro é contando sobre a história de sua vida, sem dizer que, na minha opinião, não se aplica como exemplo a grande parte da população. Livro raso, sem conteúdo, promete muito no início e não entrega nada senão um storytelling narcisista.
comentários(0)comente



Fe 24/06/2019

Sei lá
Não consegui terminar de ler, achei massante fazer os exercícios propostos. Talvez eu não estivesse numa fase que permitisse aproveitar melhor. A autora promete uma revolução tão grande, que dá a entender que sua vida vai virar de cabeça pra baixo, mas que tudo bem você largar tudo e recomeçar, assim como ela fez. Eu não consegui alcançar o nirvana e nem ser atingida pelas palavras, na verdade, depois de um certo momento o livro me pareceu tão desinteressante que abandonei. Exercícios que ela propõe não surtiram efeito.
comentários(0)comente



Lingia 07/04/2019

Encantador
Leitura leve e tranquila.. Descreve a virada da vida de uma advogada que resolve seguir sua voz interior, e se tornar quem sempre desejou. Um livro que retrata as dificuldades de sair de um comportamento de ?manada? e as delícias de ser, fazer e viver do que realmente gosta.
comentários(0)comente



Aryane 05/08/2018

O livro das andanças e das mudanças.
Há alguns meses (quase um ano) eu passei por uma mudança espiritual radical. Junto com ela, muita coisa se foi (o famoso desapego) e outras ficaram para serem repensadas. Nessa época, entrei em uma livraria e comprei vários livros com essa pegada mais "namasteica". Vi o livro da Paula e, confesso, achei que seria mais uma daquelas baboseiras, tipo "O segredo". Comecei a ler com um pouco de preguiça, achando que seria mais do mesmo. Mas, a cada capítulo, vi minha vida ali. É maravilhoso quando encontramos um livro que abraça a gente. Ela foi uma surpresa maravilhosa.

Como ela mesma diz: "esse livro é perigoso". Mas, para quem precisa de forças para um recomeço, vale a pena correr esse risco.
comentários(0)comente



Nanda 15/11/2017

Críticas alheia
Quantas vezes já gastamos nossa energia, paralizamos, desistimos por conta das críticas alheia.
Isso mesmo aquela pessoa que não conhece o bastidor da nossa vida é crítica.
Quando a Paula menciona no livro Seja como o Rio se alguém jogar uma tocha em chamas dentro de um rio, ele permanecerá acesa até atingir a água.
As pessoas não destroem agente quando elas nos críticas, levando em consideração que é só uma opinião sobre mim. Que merece respeito, mais não preciso dela para saber quem sou.
O quanto é importante esta conectado com nós mesmo, com as pessoas, com nossa espiritualidade e nosso propósito. Quando conseguimos esse equilíbrio geramos mais energia produtiva na nossa vida.

Grata, Paula Abreu por este livro é seu conteúdo que está mudando vidas.
comentários(0)comente



Ana 16/05/2017

Espetacular!
Um livro simples, pela linguagem direta e objetiva, ela nos faz levantar a b**** da cadeira.
Uma das melhores partes, foi no finalzinho.... Comitêzinho de m**** que tanto atrapalha nossos pensamentos e ações.
comentários(0)comente



Gisa 26/10/2015

Inspirador
Resolvi ler esse livro logo após ler Primavera Eterna, da mesma autora. Fiquei encantada com aquela história que apesar de romance tinha um quê de auto ajuda. Fui pesquisar mais sobre a mesma e conheci esse livro, então é lógico que eu precisava conferir.

E ele foi de grande ajuda nessa fase pela qual estou passando, onde estou tentando voltar a ser eu. Pois é, pois é. Algum tempo atrás, tive um problema bem sério com a depressão, o que acabou me levando a me tornar uma pessoa que definitivamente não era eu. Há alguns meses atrás, estou nessa busca de mim mesma. E o livro veio no momento certo.

Mas essa é só a minha história. Quantos de vocês já não se sentiram perdidos? Sem rumo? Achando - e muitas vezes com a certeza - de que estavam fazendo a coisa errada? Que cursavam a faculdade que seus pais escolheram? Que namoravam com o homem dos sonhos das suas amigas?
Pois é sobre isso - e muito mais - que o livro fala. Sobre como tendemos a nos deixar levar pelos príncipios e valores dos outros. Queremos ser bem sucedidos. Mas não aos nossos olhos e sim, aos olhos dos outros.

Deixamos de fazer o que amamos, por que alguém nós diz que isso é inútil. Que é impossível ganhar dinheiro com isso. E toda essa infinidade de pensamentos negativos, que galera, não é - NÃO É - verdade.
Deixamos de fazer nossas escolhas, para viver as escolhas dos outros.

Esse é um livro de auto ajuda, mas não do tipo tradicional. Ele não nos fala o que precisamos para sermos felizes. Ele nos conta a história da autora. E é a coragem dela que nos da força, para escolhermos o nosso caminho.

Paula era uma advogada bem sucedida, com uma boa casa, um bom carro, um marido bom partido. Mas largou tudo, por que ela odiava aquilo. E isso estava matando-a. E quantos de vocês não estão se matando? Por que se vocês fazem o que odeiam, estão se suicidando. Sei disso, pois passei alguns anos, fingindo ser quem eu não era.

Mas o livro vai além da profissão, dinheiro, marido. Ele fala das nossas escolhas. Sobre como precisamos mudar apenas aquilo que não aprovamos. Como precisamos fazer aquilo que queremos. E eu vou dar um exemplo para vocês.
Sou apaixonada por andar de bicicleta. Amo mesmo, de verdade. Pedalar, sentir o vento no rosto, tudo isso. E eu vou todos os dias para o trabalho de bicicleta. Não por que a passagem é cara - embora seja. Mas por que eu me sinto bem assim. Me sinto feliz com isso. Se vocês soubessem a infinidade de gente que me diz que eu deveria deixar disso. Que eu devia tirar carteira de motorista -ainda não tirei- e abandonar a bicicleta. Mas por que eu devo abandoná-la se é uma coisa que eu amo? Com ela eu me movimento mais rápido, melhoro a minha saúde, minha disposição, ela me ajuda a me manter em forma, eu ajudo o meio ambiente, economizo. Não, eu não vou largá-la só por que as outras pessoas querem.

Esse é só um caso. Mas existem tantos outros. E se eu for começar a enumerá-los não vou sair daqui nunca. E tenho certeza de que você também tem muitas histórias assim para contar.

A verdade é que a sociedade nos impõe padrões. Mas se eles não nos fazem felizes, precisamos largar deles.

Sei que muitas pessoas não gostam de livros de auto ajuda. Boa parte é puro preconceito mesmo. Outra parte, é por que não gostamos que um livro seja um guru e nos diga o que devíamos fazer.

Mas posso garantir para vocês que esse livro é diferente. Ele não vai te dar resposta nenhuma. Na verdade ele vai te encher de perguntas. E se você não tiver respostas, bem, é por que está na hora de você escolher sua vida.

O livro traz ainda alguns exercícios de auto conhecimento. Mas eu não os fiz. por que eu sou divergente e não posso ser controlada. Tá, parei kkkk.
Mas fiz do meu jeito.

E fiz uma lista de coisas que são importantes para mim. Que eu escolhi. Que eu quero mudar - ou manter na minha vida.



site: http://profissao-escritor.blogspot.com.br/2015/10/escolha-sua-vida-paula-abreu-sorteio-de.html?showComment=1445850643993#c3299614773418205297
Edméia 10/02/2017minha estante
*Gisa ... você me convenceu ! Vou colocar este livro na minha estante na parte de Livros que quero ler e vou colocá-lo também na minha Lista de Desejos da Livraria Saraiva ! Embora eu tenha 56 anos de idade, estou VIVA e ainda tenho MUITO o que aprender neste plano espiritual ! Vou dar a mão à palmatória, vou ler este livro de autoajuda ! Obrigada pela resenha ! Gostei ! Ah, vou visitar teu blogue ! Um abraço. Deus te abençõe sempre !!!




Stephanie 17/07/2015

Crie suas próprias regras e seja feliz
Alguma vez você já tentou imaginar como seria um dia perfeito na sua vida? Já pensou em como gostaria que todos os seus dias fossem e como eles seriam se você pudesse escolher o que acontece em cada minuto deles, da hora que acorda até quando vai dormir?

E já experimentou parar e analisar se o que você imaginou se parece com os seus dias como eles são na realidade? Se a diferença entre o imaginado e o real for muito grande e você não estiver contente com isso, recomendo que leia o livro Escolha sua Vida, da Paula Abreu. Se eu tivesse que escolher um único conselho, entre todos os possíveis, para dar a alguém que precisa mudar de vida para ser feliz, seria: leia este livro.

Ao mesmo tempo em que, atualmente, ocorre uma epidemia de indivíduos descontentes com a própria vida, cresce o movimento daqueles que não se conformam com isso e acreditam que podem e são capazes de mudar e criar a vida que desejam. São pessoas que fazem questão de viver a vida que escolheram, e não a que lhes disseram que era a mais adequada. O livro fala muito sobre isso, principalmente em relação aos conceitos de sucesso que nossa família, amigos, a mídia e a maioria das pessoas dizem que é o certo, mas pode não ser o que te faz feliz. E aí, o que fazer?

Antes de escolher a sua vida, você precisa descobrir o que quer. Para isso, é preciso primeiro livrar-se da imposição destes conceitos comuns e saber que não é errado querer algo diferente do que a maioria quer (ou diz que quer). A partir daí, você está pronto para o próximo passo: conhecer a si mesmo e descobrir qual é o seu propósito de vida.

(continua no link)

site: http://desassossegada.com.br/2014/01/10/escolha-sua-vida-crie-suas-proprias-regras-e-seja-feliz/
comentários(0)comente



thais 22/08/2014

Escolha sua Vida
Poxa vida!! que livro legal, facil de ler, que vai direto ao ponto, sem delongas sem sentido.
Mto bacana, em alguns momentos me peguei rindo em outros foi um verdade choque de realidade ou o famoso tapa na cara. Gostei bastante!!!
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2