Since You

Since You've Been Gone Morgan Matson




Resenhas - Since You've Been Gone


10 encontrados | exibindo 1 a 10


Juliana Leite 27/07/2020

Pra falar a verdade, quando eu vi ?roubar algo? na lista eu fiquei meio assim com o livro. Um ?desafio? que não tem propósito nenhum e pode te meter em encrenca a troco de nada. Mas o livro mostra ela construindo novas amizades em torno desses desafios e eu acabei gostando.
comentários(0)comente



@livrostasticos 15/04/2020

Eu não costumo ler YA contemporâneos, na maior parte das vezes são histórias para as quais eu não faço parte do demográfico. No entanto, apesar de um início um pouco difícil e uma personagem principal um pouco irritante, o livro me conquistou!
Since You?ve Been Gone é uma leitura leve com vibes de sessão da tarde. Recomendo para quem quer desanuviar e ler algo mais relaxado e bonitinho.
comentários(0)comente



Laris @larisreads 25/09/2017

Sobre a famosa jornada rumo ao autoconhecimento
"I don't think you have to do something so big to be brave."

Sabe aquelas pessoas que são tão, tão amigas que nem tem mais identidade própria? Essas são Emily e Sloan. Quando alguém pensa em uma, também pensa na outra: Emily-e-Sloan (tipo Chris e Greg, pra quem curte de Todo Mundo Odeia o Chris).

Emily é a típica garota tímida e insegura, cujo objetivo de vida é ser invisível. Sloan é o oposto: ela toma a atenção quando chega, é intensa e impulsiva. Uma traz equilíbrio à outra. Elas são melhores amigas inseparáveis.

Até que um dia, Sloan some sem aviso (sim, eu sei, amiguíssima). A coisa fica mais estranha quando Emily recebe uma carta de Sloan, contendo uma lista de 13 coisas para fazer – todas bizarras e totalmente fora da zona de conforto de Emily (amiguíssima - parte 2).

Emily toma a lista como um desafio e se dispõe a cumprir cada item. Com a ajuda inusitada de pessoas que ela jamais imaginou fazer amizade, ela vai passando pelos itens, mesmo que muitas coisas fossem absurdas ou aterrorizantes para ela.

Uma coisa que me desanimou MUITO: enquanto lia, me perguntei varias vezes porque estava lendo determinada cena ou divagação da protagonista. Para mim, o livro teve algumas coisas completamente aleatórias que não continham importância real para a história. Isso aconteceu com uma frequência assustadora. Mas tirando esse pequeno empecilho, o livro é realmente muito bom. Demorei bastante pra pegar o ritmo da leitura, o que só aconteceu depois da metade, mas depois eu simplesmente devorei o resto, de tão bom que o livro ficou (é o que eu chamo de efeito ladeira).

Conforme vai riscando as tarefas da lista, Emily amadurece muito e a pessoa que ela era no começo do livro é extremamente diferente de quem ela é no fim. Eu gostei muito dessa evolução dela, quando ela passa a viver a vida em função de si mesma e não de sua melhor amiga.

No começo, Emily achava que a lista era apenas um desafio bobo para leva-la direto até Sloan, mas o resultado final é surpreendente para ela e admito que gostei de como as coisas terminam, apesar de ter achado o final corrido demais e que algumas questões que ficaram vagamente respondidas ou ignoradas.

Since You've Been Gone é um livro que fala principalmente sobre amizade, mas que também é sobre autodescoberta, fazer escolhas e tomar riscos. E, claro, é sobre viver a vida, viver de verdade.
comentários(0)comente



Lauraa Machado 17/06/2017

Leve e divertido
Since You've Been Gone é um livro que eu queria ler há muito tempo! Depois de tantos livros de fantasia, sobre questões mais épicas e que se passavam em mundos diferentes, estava louca para ler uma história contemporânea e despretensiosa. Queria exatamente aquele tipo de livro que você leva para ler em uma viagem e se distrair.

E ele é exatamente assim! A lista, apesar de não ser super inovadora e ter desafios absurdos, é bem divertida e o jeito que a personagem se desenvolve durante a história é muito válido! Ela aprende coisas sobre ela mesma, sobre a amizade que antes ela achava que era perfeita e sobre como estava se segurando antes sem nem perceber. Além dela, todos os outros personagens são bem criados, tridimensionais e não puxam para nenhum clichê. É um livro divertido, tem romance, mas foca mais em amizade, e eu indicaria para todo mundo, de qualquer idade!

Mas não é um livro que vai mudar a sua vida, e eu só tirei uma estrela da nota por duas coisas. Primeiro, porque teve uma cena que ficou um pouco forçada, claramente tentando adiar a resolução romântica da protagonista, o que era completamente desnecessário. Teria ficado bem melhor sem.
E, segundo, e mais importante, porque o livro, apesar de ser bem legal (a ponto de eu ler sem nem lembrar de ver em qual página estava), não foi tão emocionante quanto eu esperava!

Mesmo assim, já vou atrás de outro livro da autora!
Andréa Araújo 17/06/2017minha estante
Aquele tipo de livro que você lê e nem sente.


Carol 12/11/2019minha estante
Acabei de comprar




Queria Estar Lendo 07/03/2017

Resenha: Since You've Been Gone
Eu esperei muitos e muitos anos para conseguir ler Since You've Been Gone, mas finalmente consegui! Esse é o meu segundo livro da Morgan Matson -- que também escreveu Amy and Roger's Epic Detour -- e fiquei extremamente feliz em depositar minha confiança nela.

Since You've Been Gone conta a história de Emily, uma garota de 17 anos que um dia acorda e descobre que sua melhor amiga e os pais dela simplesmente sumiram! Ninguém sabe para onde eles foram e Sloane não atende o celular. Tudo que ficou para Emily foi uma lista de coisas para fazer durante o verão que Sloane enviou pelo correio. Acreditando que, ao finalizar a lista, ela vai encontrar sua melhor amiga, Emily se enche de coragem e parte parte para riscar os itens, mesmo os mais assustadores.

Assim como Amy and Roger's Epic Detour, esse é mais um livro onde a jornada é muito mais importante do que resolver o problema pendente. Emily acha que tudo que ela precisa para ter o melhor verão da vida é reencontrar Sloane, mas enquanto risca os itens da lista ela encontra a si mesma cada vez mais.

A história é contada, também, em dois tempo. A maior parte é no agora, com a jornada da Emily em busca de completar todos os itens da lista, fazendo amizades e paixões pelo caminho. Mas também temos pequenas "viagens no tempo", para até dois anos antes, conhecendo, assim, a história das duas. O dia em que Emily e Sloane se conhecerem, sua rotina e até os problemas que tiveram alguns meses antes da amiga desaparecer.

Gostei bastante dessa forma de construir -- que já tinha visto, porém em menor dose, em Amy e Roger's Epic Detour -- porque, apesar de deixar a Sloane com cara de manic pixie dream girl da Emily, nos deu contornos de uma pessoa real e de um relacionamento que, na verdade, não era tudo isso não. De um relacionamento que se orgulhava com o título de "melhores amigas", mas que no fundo, não estavam realmente se comunicando.

Ao longo do livro Emily é obrigada a rever sua vida enquanto enfrenta seus medos e se arrisca em coisas que, de outra forma, ela nunca faria. Experimentando momentos que ela nunca achou que seriam para ela, porque na verdade, Emily sempre acreditou que fosse coadjuvante na história da melhor amiga, esquecendo-se que na nossa vida, somos sempre os protagonistas.

O crescimento dela, a forma como ela se abre para as ideias e passa a rever seu relacionamento com a Sloane é a melhor coisa do livro. Como ela começa a perceber que nos últimos meses toda a sua vida estava girando em torno do tempo da amiga e como ela negligenciou coisas que realmente gostava em prol dessa amizade.

Também gostei do fim do livro, mas preciso confessar que, assim como a história é sobre o que te leva até o fim, e não o fim em si, a jornada foi muito mais divertida e emocionante de se ler do que a conclusão.

Since You've Been Gone (Desde que Você se Foi) é um livro tipicamente adolescente que fala sobre crescer, independência (especialmente a emocional) e entrega. É uma história que te deixa com um sorriso no rosto e torcendo pela Emily e para que ela tenha força e coragem de enfrentar um novo item e descobrir algo novo sobre si mesma, aproveitar a vida e aceitar riscos saudáveis -- tipo beijar um estranho só pelo prazer de dar um beijo ou andar a cavalo para poder enfrentar seus medos de frente.

Foi uma grata leitura que eu não trocaria e, volto a repetir: CADÊ AS EDITORAS BRASILEIRAS PUBLICANDO A MORGAN? Será que precisamos começar uma campanha? POR FAVOR BRASIL, TRADUZAM E PUBLIQUEM MORGAN MATSON. Vocês não vão se arrepender.

E, é claro, não seria diferente: livro mais do que recomendado, especialmente se você está na vibe YA como eu.
'duarda 15/03/2017minha estante
Esperando alguma editora resolver trazer ele pro Brasil!


Carol 29/03/2017minha estante
se vc começar a campanha pro brasil publicar morgan matson, pode me chamar kkkk
foi a melhor leitura do ano até agora.


Carol 29/03/2017minha estante
amei ver o desenvolvimento da emily. ela é uma ótima protagonista, fez a história andar bem, a narração dela flui naturalmente, contando detalhes na medida certa. já a minha opinião sobre a sloane mudou várias e várias vezes no decorrer da leitura. não gostava de como ela ofuscava a emily. não gostava de ver como a emily criou nela uma dependência emocional tão doentia a ponto de ficar totalmente desnorteada sem ela, não saber nem interagir com as pessoas sem a sloane por perto. mas em algum momento percebi que isso não era culpa da sloane, mas da própria emily. ELA se colocava em segundo plano, ela gostava da condição ser conhecida apenas como "emily-a-amiga-da-sloane", ela se tornava inferior à sloane. ela não enxergava que seu papel na amizade era tão importante quanto o da sloane.
por isso gostei bastante do momento das fotos em que a emily enfim se dá conta de que ela é tão amada pela sloane quanto ela a ama. que o sentimento é recíproco. confesso que se não tivesse havido essa percepção por parte dela, eu ficaria muito, muito triste por ela. quer dizer, feliz pela evolução dela nesse verão, mas triste por 2 anos desperdiçados com uma amizade que não era real. felizmente, nao foi o caso. a amizade era perfeita? não mesmo. mas real, sim.
enfim, amo livros sobre amizade. e quero mais morgan matson na minha vidaa, vou já atrás de "second chance summer" kkk


Queria Estar Lendo 19/04/2017minha estante
Oi, Carol!
Também amo os livros que focam na amizade e a Morgan dá isso num ponto tão exato e delicioso!
A Emily é bem como eu falei na resenha, ela esqueceu que precisa ser protagonista da própria vida! O que eu percebi da história é que as diversas mudanças dela meio que minaram a auto-estima dela, como se ela fosse o "plano de fundo" da vida dos pais, porque o trabalho deles estava em primeiro lugar (vide as mudanças constantes por causa disso), então ela sentia que era sempre a segunda. Ela sentia que ela precisa da Sloane, como se fosse uma puta sorte dela a Sloane ter tempo pra ela, ela nunca acreditou que podia ser tão incrível e legal e interessante a ponto de alguém ter um interesse genuíno nela -- fica bem claro não só na amizade dela com a Sloane, mas na forma como ela começa a se relacionar com os outros personagens do livro. E eu AMO que os livros da Morgan (que eu li até agora) sempre envolvem essas buscas enormes por algo que, no fim, não é nem a metade tão importante quanto as coisas que os personagens descobrem ao longo da jornada. Estou louca para Second Chance Summer e The Unexpected Everything, só esperando os livros baixarem de preço aushaushuahsuasuhasuh
Você já leu Amy and Roger's Epic Detour? Ela joga um romance ali no fim, mas pra mim é um livro total sobre amizade e amei muito também.


Carol 02/05/2017minha estante
eei, vc já viu que "second chance summer" foi publicado no brasil (com o nome "verão para recomeçar")???? nossas petições foram ouvidas!!! se já quero ler, sim ou claro??? kkkk


Carol 02/05/2017minha estante
ainda não li the unexpected everything e nem amy and roger. minha única experiência com a morgan até agr foi "since you've been gone", mas foi o suficiente pra eu querer mais pra sempre kkk. a propósito, "E eu AMO que os livros da Morgan (que eu li até agora) sempre envolvem essas buscas enormes por algo que, no fim, não é nem a metade tão importante quanto as coisas que os personagens descobrem ao longo da jornada." QUE DESCRIÇÃO PERFEITA! EXATAMENTE A ESSÊNCIA DE SINCE YOU'VE BEEN GONE *--*


Carol 12/11/2019minha estante
Eu amei amy and Rogers epic detour espero gostar desse




Jana 07/03/2016

Demorei quase um ano para terminar Since You’ve Been Gone da Morgan Matson e não foi por não ter gostado da história, dos personagens ou do texto da autora. Era um problema meu. Não estava conseguindo me concentrar em nenhuma leitura.

Os meses foram passando e eu sempre me perguntava se seria melhor largá-lo de uma vez. Acho que já falei aqui que tenho sérios problemas em abandonar um livro. Não gosto de deixar uma leitura pela metade e acabo me irritando e sofrendo para terminar histórias que não me apetecem só para não ficar com um livro parcialmente lido na estante. Mas eu não queria mesmo deixar de ler a história de Emily e Sloane, eu estava gostando de ter em mãos um livro que fala sobre uma amizade e não sobre um romance.

A escrita de Matson é ótima, simples e tranquila. Não cansa e facilita a leitura. O livro ainda não foi lançado em português e foi adquirido em uma compra feita pelo Book Depository. Indico para quem quer treinar a leitura em inglês e ainda não manja muito.

Enquanto lia, imaginava sempre uma cidade tranquila e não litorânea nos Estados Unidos em pleno verão, com pessoas de shorts, se exercitando, tomando sorvete e aproveitando as férias, porque é nessa época escolar que a história se passa.

Emily sempre foi uma garota um pouco tímida, quieta e caseira. Não arrumava confusão, quase não falava com garotos e passava a maior parte do tempo livre praticando seu esporte favorito, a corrida. Foi em um dos seus percursos que ela conheceu a personificação de tudo o que ela não era. Sloane é extrovertida e divertida, fala o que pensa, faz o que quer, e quando a amizade entre as duas começa, Sloane é quem faz Emily viver um pouco fora dos limites.

As duas se tornam melhores amigas, dividem roupas, momentos e segredos. Emily praticamente idolatra Sloane e percebe que graças a amiga, ela está mudando. Só que assim que o verão começa, Sloane e os pais desaparecem de mala e cuia. Os móveis e a decoração são tudo o que resta no casarão em que eles moravam, e para Emily, Sloane deixa para trás uma lista de coisas que a amiga deveria fazer.

Beijar um estranho, dançar até o amanhecer, abraçar alguém chamado Jamie, enfrentar o medo de andar de cavalo... A lista de Sloane tem tudo o que Emily jamais faria, não sem a melhor amiga que lhe dava injeções de coragem só por estar por perto. Porém, Emily entende que a lista é a única coisa que resta de Sloane e que talvez cumprir todos os itens possa trazer alguma dica sobre o paradeiro dela.

Começa então a jornada de Emily que precisa jogar toda a quietude e timidez de lado e fazer o que Sloane faria. É assim que a garota passa as férias de verão. Sem a melhor amiga, mas tendo novas experiências e fazendo novos amigos como Dawn, Collins e Frank Potter, o garoto sério da escola, mas que Emily vai descobrindo não ser tão sério assim.

Sim, tem romance no livro. Mas ele aparece aos poucos – bem aos poucos mesmo – e quando a coisa acontece o livro acaba. Isso é o que torna a história boa. É uma leve e divertida variação de todos os Young Adults que apenas mostram a relação entre dois jovens descobrindo o amor. Since You’ve Been Gone narra a história de duas jovens descobrindo que nem a distância pode destruir uma grande amizade.

É uma história que parece ser simples demais, mas é na sutileza das coisas que se esconde o seu brilho. Emily é uma adolescente que muita gente vai se identificar pelo menos e Morgan Matson merece uma salva de palmas por ter criado um personagem masculino para compor o romance da história que não é um completo idiota, que não trata a garota como um objeto, mas também não espera que ela seja uma princesa.

Durante a história, Emily aprende a ser mais livre e a se divertir. A lista não tem nenhum item extremamente absurdo, são coisas simples e que até nos faz querer colocá-las em prática também. Acompanhamos o desenvolvimento de Emily, que no início quase não consegue se enxergar sem a amiga. Ela cria autoconfiança, atitude, se apaixona e faz novos amigos que, apesar de ótimos, nunca ocuparão o lugar de Sloane.


site: www.aquelaborralheira.com.br
comentários(0)comente



Grumpy Readers 25/08/2015

Entre meus YA's preferidos!
Temos um romance e o garoto não é um idiota. Sinceramente, os momentos mais próximos de o Frank ser um idiota, eu estava com pena demais dele para xingá-lo. A Emily também tem seus momentos menos brilhantes, mas é uma boa personagem. E a família louca dela também ficou na minha lembrança, encenando peças na sala de casa e chamando visitas desavisadas... rs. E ao final, o que terá acontecido com a Sloane? Só posso dizer que a autora se saiu muito bem explicando tudo. Gostei muito do desenvolvimento das personagens e do desfecho.

Visite nossa página para a resenha completa!

site: http://grumpyreaders.blogspot.com/2015/08/resenha-since-youve-been-gone-morgan.html
comentários(0)comente



Carol D. Torre 30/08/2014

A minha motivação para ler Since You've Been Gone começou como sempre começa comigo quando se trata de um contemporâneo: uma vontade imensa de ler algo leve, fofo e divertido, uma capa linda, muitos comentários positivos e, nesse caso, uma experiência anterior positiva com a autora. E eu não poderia ter ficado mais feliz com a leitura, ela me deu absolutamente tudo que eu estava procurando. Um jovem adulto contemporâneo para não se colocar defeito, que traz todas as melhores qualidades do gênero.

Emily não tinha algo que se assemelhasse muito com uma vida social antes de conhecer Sloane. É Sloane que consegue fazer amizades com apenas alguns minutos de conversa, é ela que tem as ideias mais malucas e é com ela que Emily aprendeu a dividir cada minuto dos seus dias. As duas já tinham planejado o verão perfeito quando, de repente, Sloane some, não atende o celular e não responde mensagens. Emily fica perdida sem saber o que fazer, sem planos e sem a sua melhor amiga para poder conversar.
É então que chega uma carta de Sloane, sem o seu atual endereço e sem nenhuma explicação, apenas uma lista com 13 coisas que a Emily deveria fazer durante o verão. Mesmo que muitas daquelas tarefas pareçam inacreditáveis, a garota acredita que de alguma forma aquilo tudo vai guiá-la até Sloane e faz da sua missão completá-la.

Acho que é meio desnecessário falar que o grande enfoque do livro está na amizade. Mas eu me surpreendi ao perceber que a autora tratou desse assunto de uma maneira diferente daquela que eu imaginava. Eu esperava que todo enfoque seria na relação da Emily com a Sloane e apesar desse ser um tema muito, muito importante durante o livro todo, a Morgan Matson não ficou só focada na relação das duas. Eu achei muito legal que ela tenha mostrado que mesmo que a Emily tenha uma melhor amiga que é tão importante para sua vida, ela ainda foi capaz de fazer novos e bons amigos, o que passa uma mensagem muito legal de que você não precisa ficar nunca sozinho, que por mais que a vida dê muitas voltas e muitas coisas mudem você é sempre capaz de encontrar pessoas que não substituem as outras, mas que te fazem igual companhia.

Since You've Been Gone é um livro muito para cima, mesmo que ele comece com a protagonista sozinha e perdida, o livro todo tem um clima super leve e é cheio de cenas divertidas e engraçadas. Ele tem aquele clima de verão, sabe? É algo simplesmente muito gostoso de ler, que quando termina faz você se sentir como se todas aquelas horas lendo na verdade foram gastadas em várias aventuras com seus melhores amigos.
Além disso, a Morgan Matson sabe muito bem como escrever diálogos reais e cheio de sacadas incríveis, o que, consequentemente, faz com a estória e os próprios personagens se pareçam os mais reais possíveis. É claro que o grande destaque é Emily, não só por ser a protagonista, mas principalmente pelo enorme crescimento pessoal que ela teve durante esses quase três meses retratados no livro. Todas as experiências que ela experimentou através da lista da Sloane fez ela amadurecer muito, se tornar muito mais confiante e descobrir de verdade quem ela é.

Eu gosto muito da maneira com que a autora escreve. Ela desenvolve todo o livro no seu tempo, sem correr demais com os fatos, mas sim construindo um background para que tudo possa acontecer. Ela coloca sempre coisas diferentes e detalhes que enriquecem muito a estória, como nesse caso as playlists da Emily e do Frank que eles ouviam quando iam correr juntos. E ela se foca muito nos personagens, nos conflitos, no desenvolvimento pessoal de cada um e no relacionamento que constroem uns com outros.

O romance existe sim, mas acontece da maneira que eu mais gosto, no seu tempo, sem idealização e, principalmente, sem se tornar o foco principal da estória. O romance aqui é apenas mais uma das coisas que acontecem com a Emily e não a atração principal.
Eu simplesmente amei como eles se tornaram primeiro melhores amigos, para depois começarem a sentir algo diferente. E também gostei muito de como o Frank foi uma peça importante para esse amadurecimento da Emily. Ele é aquele casal que te conquista, que te faz torcer por eles e que enche o livro de momentos fofos.

A única razão que me impediu de dar nota máxima para o livro foi a certa demora que teve para que eu me conectasse de verdade com a estória. O começo é meio lento e leva um certo tempo para que você realmente seja envolvida pelo livro. Diferente do que aconteceu comigo com outros contemporâneos que li recentemente e por isso achei injusto dar nota máxima o que, repetindo, não quer dizer que eu não tenha amado livro.

Para qualquer fã do gênero Since You've Been Gone é praticamente uma leitura obrigatória, ele tem tudo que qualquer um poderia pedir e consegue fazer você se perder durante horas em uma estória fofa, divertida, engraçada e leve. No final não consegui conter o desejo imenso de ter um verão tão incrível quanto o da Emily.

"– Eu não acho que você tem que fazer algo tão grande para ser corajoso. E são as pequenas coisas que são as mais difíceis, de qualquer maneira."

"– Você parecia tão. . . diminuída –, disse ele depois de um momento. – Como se estivesse esperando que ninguém te visse.
Eu mantive meus olhos nos dele, não me deixando desviar o olhar. – E agora?
Ele olhou de volta para mim, me dando um meio sorriso. – Você é a coisa mais brilhante desse lugar –, disse ele. Ele ergueu a mão da minha cintura, e lentamente, com cuidado, tirou uma mecha de cabelo do meu rosto. – Você brilha."

"Foi como nadar sob as estrelas, como dormir do lado de fora, como escalar uma árvore no escuro e ver a vista. Foi assustador e seguro e pacífico e emocionante, tudo ao mesmo tempo. Foi a maneira como me senti quando estava com ele. Como em um bem ordenado universo."

site: http://rehabliteraria.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Daphiny 25/06/2014

In a well-ordered world, everyone would read this book.
Um dos melhores contemporâneos que li nos últimos meses! Gosto de como a historia não é focada num romance, como vemos em muitos contemporâneos YA, mas sim na amizade da Emily e da Sloane.
Gostei muito do final e, mesmo tendo achado o livro meio devagar no começo, gostei muitíssimo da leitura! (e o Frank faz tudo ficar melhor).
comentários(0)comente



10 encontrados | exibindo 1 a 10