Eve & Adam

Eve & Adam Michael Grant
K. A. Applegate




Resenhas - Eve e Adam


74 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Mikaelaitis 31/03/2019

Gostei muito
Nossa realmente foi muito bom, não gosto muito de ler em diferentes visões mais esse livro foi o que eu mais gostei!
comentários(0)comente



Cecília @febredelivro 26/09/2018

Eve & Adam [ Resenha Literária ]
Oii gente, já imaginaram se passar por Deus e criar o seu namorado perfeito? Com todas as características escolhidas por você? Parece louco, mas Evening deixou sua imaginação fluir e foi capaz de criar o seu par perfeito, ou quase.

Eve & Adam é mais um daqueles livros clichês, onde nos mostra o romance e problemas de família. A geneticista Terra Spiker, uma poderosa e fria mulher que mentiu para sua filha, Evening, dizendo que Eve havia sido atropelada e quase perdeu a perna, mas, o processo de cura transcorre com tanta rapidez que chega a ser impressionante, e Eve começa a desconfiar da sua própria mãe.

'' Você não sabe que nada é mais suspeito do que um olhar inocente? ''

Sua mãe havia agido totalmente contra a lei. Quando Eve sofreu o acidente, que não foi mais do que leves arranhões, Eve foi vítima de uma das loucuras de sua mãe, ela passava por problemas e não teria muito tempo de vida, as chances de conseguir um transplante de coração eram muito baixas e Terra Spiker teve que agir.

Todos do luxuoso complexo Spiker sabia da verdade, estavam todos em um jogo, escondiam a verdade de Evening pois não tinham a coragem de passar por cima dos comandos de Terra Spiker.

Mas, brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe a perfeição e até onde pode confiar nas pessoas.

Eve & Adam é um livro interessante, trouxe personagens diferentes, falou sobre ciência e um romance fofo. Senti a falta de mais explicações e achei que alguns momentos foram '' cortados ''. Mas é uma obra que recomendo para todo mundo que tem defeitos, pois é isso que nos torna diferentes dos outros.

''Criatividade é permitir a si mesmo cometer erros. A arte é saber quais ocultar.''

site: Blog Febre de Livro ( http://febredelivro.blogspot.com.br/ )
comentários(0)comente



Mari 06/07/2018

O livro se inicia com o acidente de Evening. Enquanto estava andando pelas ruas da cidade, Eve sofre um atropelamento e fica em uma situação complicada. Enquanto vê o mundo ao seu redor ficar preto, pode escutar o barulho do resgate vindo ao seu encontro. A quantidade de machucados em seu corpo e a forma como sua perna ficou após o acidente, tornam nulas as chances de que ela se recupere totalmente.

Nos momentos de lucidez, vê sua mãe brigando com os médicos, querendo de qualquer jeito levar sua filha para o hospital de sua empresa. Depois de muito tentar, os médicos acabam abrindo mão desse trabalho e a deixam ser levada com sua mãe. Terra Spiker, sua mãe, é dona de uma importante empresa biofarmacêutica, por isso, vai disponibilizar tudo o que for necessário para sua filhar se curar.

Porém, quando Eve acorda, sente algumas dores, mas nada que indique um acidente tão feio como o que sofreu. Sua perna ainda está enfaixada e em um estado complicado, mas está muito melhor do que pensou que estaria. Para não pensar muito no acidente e em quando está perdendo da escola, sua mãe mostra um novo projeto e que vai ajudar Eve a se distrair: ela pode criar um ser humano do zero, mexendo na genética e o transformando na pessoa perfeita.

Curiosa e apaixonada pela área, Eve aceita a distração e cai de cabeça nesse projeto tão legal. Ao mesmo tempo que cria a pessoa perfeita, conhece Solo. Um rapaz que trabalha ali e vai mudar sua vida e a visão de todo o trabalho de sua mãe. O que deveria ser apenas um projeto para a garota, acaba trazendo segredos e revelações a tona.

O livro é bem rápido. Os autores não tentaram encher linguiça ou ficar enrolando para que o livro fosse maior. Eles foram simples e objetivos em sua trama. A premissa dele me deixou curiosa e eu pensei que seria bem diferente. Eu esperei muito mais do que os autores me entregaram.

É um Young Adult com uma trama diferente das que eu estou acostumada a encontrar, mas que pecou no abuso da simplicidade. Na minha opinião, ficou faltando aprofundamento em todas as questões apresentadas no livro. Também fiquei bem surpresa quando descobri que Adam só aparecia na metade do livro. O título me fez pensar que eles seriam um casal, mas me enganei totalmente.

Apesar disso, é clara a crítica que os autores quiseram fazer nesse livro: perfeição é tudo o que buscamos mesmo? E até se vale a pena se colocar no lugar dessa pessoa que vai nos transformar em seres humanos perfeitos. Por isso, eu tinha colocado muita expectativa nele. Achei que esse assunto seria bem aprofundado e trabalhado ao longo das páginas.

Li o livro bem rápido, mas não por ter me envolvido e me atiçar a curiosidade, mas porque ele é bem simples. Apesar da tentativa dos autores de colocar um personagem a mais e tentar atrapalhar as descobertas de Eve e Solo, do mesmo jeito que os problemas vinham, eles iam embora. Tudo foi muito fácil e sem surpresas.

Os personagens são legais. Cada um deles com suas características bem pontuadas, mas que também foram apresentados o suficiente para entrarem na trama. Nada aprofundado ou que me fizesse sentir por Eve ou me apaixonar por Solo.

Da metade do livro até o final, fiquei sem entender alguns pontos que foram colocados ali. Um triângulo amoroso foi criado onde não tinha lugar para um e eu fiquei bem perdida com esse acontecimento. O final também veio sem surpresas e foi rápido demais.

Apesar de todos os pesares, preciso que entendam que não é uma péssima leitura. Eu não pensei nenhuma vez em desistir de ler e até me diverti com alguns personagens. Ele entrega exatamente o que a sinopse mostra. É só não esperar nada além disso que fica tudo certo. Ele é uma leitura bem leve e descontraída, serve para momentos de ressaca ou para quando queremos ler algo que não precise pensar muito.

A diagramação do livro é boa e eu me apaixonei totalmente por essa capa. Acho que foi um dos principais motivos pra eu ter vontade de ler. As páginas são amareladas, a fonte tem um tamanho bom e tem todos os pontos bons para uma boa leitura.

Eve & Adam é um Young Adult que entrega exatamente o que a sinopse apresenta: uma trama diferente e interessante, porém pouco aprofundada ou trabalhada. É uma leitura bem rápida e leve, porém não foi uma leitura boa o suficiente para deixar lembranças.

Como vocês podem perceber, estou tendo dificuldades com Young Adult. Ou eu estou esperando demais ou eles estão entregando de menos. Quem tiver alguma dica para me tirar dessa maldição, deixem nos comentários por favor! Beijinhos.

site: http://galaxiadosdesejos.blogspot.com/2018/07/eve-adam-michael-grant-e-katherine.html
comentários(0)comente



Raquel Comunale 10/04/2018

A história começa com Eve sofrendo um grave acidente de carro. Apesar da gravidade da situação sua mãe, Terra, parece ter certeza de que sua filha conseguirá se recuperar no laboratório da família. Enquanto recebe o tratamento Eve conhece Solo. Um jovem que aparentemente faz parte da equipe da empresa de Terra. Os dois se sentem atraídos mas a garota sente que há algum tipo se mistério oculto. Enquanto se recupera Eve recebe da sua mãe um presente: um programa de computador para criar um homem perfeito. Ela tem toda liberdade de manipular as características físicas, psicológicas e comportamentais desse homem. Aos poucos Eve vai descobrindo, com ajuda de Solo, que os mistérios envolvendo o laboratório de Terra são muito sérios. Rapidamente o que se tratava de um período pós-operatório se transforma em uma fuga com risco de vida. Confesso que arrastarei essa leitura por muito tempo. O livro apesar de curto não tem um ritmo muito bom. A autora até tenta prender a atenção mas infelizmente comigo não funcionou.

site: http://desencontre.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Isabela.Lopes 07/03/2018

Que decepção!
O livro tem uma premissa boa, mas os autores o estragaram completamente! Os personagens tomam decisões mais para o final que você fica pensando "Por que você fez isso?!". E além disso não acontecem coisas importantes nem passa uma mensagem.
Única vantagem: tem poucas páginas
Fanny 10/09/2018minha estante
undefined




Aliffer.Pereira 09/02/2018

Ficção científica com falta de profundidade..
Eve & Adam

No começo, havia uma maçã..
.
Evening, ou simplesmente, Eve, é uma garota muito inteligente que perdeu o pai, e que tenta conviver com a mãe uma mulher arrogante, autoritária e muito ausente. Até que um dia Eve é atropelada por um carro, que a deixa com uma lesão desastrosa na perna e a faz pensar que nunca mais poderá voltar a viver. Antes que voltasse a consciência um rapaz a quem ela não conhece, a tira do hospital para levá-la para Spiker Biopharmaceuticals, a unidade de pesquisa de sua mãe, onde ela trabalha e comanda. Já na unidade, Eve passa pela recuperação de uma maneira muito isolada, em que as únicas pessoas a quem ela tem contato são sua mãe, muitos médicos e enfermeiras e o rapaz que a transferiu de hospital.
Quando Eve pensa que vai morrer, mas não pelo acidente, mas de tédio, sua mãe resolve lhe dar um projeto para que ela se sinta mais ocupada.
Usando uma simulação que envolve a genética humana, Eve começa a criar o homem ideal do zero, tanto o físico quanto à personalidade. Assim, é criado Adam. Ele tem tudo para ser perfeito. Mas será que vai ser mesmo?
.
.
A premissa do livro, nos dá a entender que a criação de uma pessoa, por assim dizer, será o assunto principal do livro, mas no decorrer percebemos que o livro vai tratar de muitos outros assuntos, tanto do passado dos personagens quanto do futuro dos mesmos, tem algumas reviravoltas bem interessantes, e é uma história bem diferente e dinâmica.
Avaliando os pontos negativos, posso citar a falta de profundidade em alguns personagens, e a falta de abordagem na simulação com mais propriedade, que ao meu ver seria extremamente interessante de se ler, pois a genética humana e a ciência são assuntos muito ricos.
Mas é um bom enredo.
Obs: Resolvi ler, porque convenhamos a capa é muito linda rsrs
comentários(0)comente



Jennifer Macieira 17/12/2017

Ficção científica água com açúcar
Li Eve & Adam em apenas um dia, depois de ter o livro há mais de dois anos na estante. Os capítulos são curtos e a narrativa bastante direta, o que é extremamente importante para o ritmo da leitura. É bastante fluida e os autores não dão arrodeio no desenrolar dos fatos — tudo acontece muito depressa. Talvez depressa demais.

Os personagens não são complexos nem possuem uma personalidade muito marcada, o que dá um tom de superficialidade no livro. Acredito que a história poderia ser muito melhor trabalhada, dedicando algumas páginas a mais durante o clímax, que me deixou a impressão de ter acontecido em menos de dez minutos. Isso me incomodou, além do fato de que algumas coisas simplesmente não fazem muito sentido. São furos completamente desnecessários na história, coisas que facilmente seriam consertadas — caso o enredo houvesse sido mais aprofundado. A ideia é boa, mas a execução nem tanto.

Apesar de tudo que citei acima, é uma boa leitura, perfeita para quem está tentando pegar ritmo — o que foi o meu caso. Não é nada muito complexo e as situações que se desenrolam são suficientes para prender nossa atenção e nos distrair um pouco. Como já citei, os capítulos curtos agregam bastante, além da narrativa em primeira pessoa, que alterna entre os protagonistas, Eve e Solo.

Recomendo o livro para ser lido sem maiores pretensões, apenas como uma forma de passar algum tempo livre.

Mais resenhas lá no blog Uma Reescrita!

site: www.umareescrita.com.br
gabsterson 30/12/2017minha estante
undefined


Fanny 10/09/2018minha estante
null




Nathy 13/09/2016

Eve & Adam – Michael Grant & Katherine Applegate – #Resenha
Quando a editora divulgou o lançamento desse livro era um dos que estava mais curiosa para ler. No entanto, quando comecei a ler tive um desanimo muito grande. Nada estava sendo como eu esperava. Minhas expectativas não estavam altas porque já tinha visto algumas pessoas comentando sobre o livro e reclamando. Mas, ainda assim estava esperando por uma coisa e acabou sendo outra completamente diferente. Eu ainda estou tentando entender como estou me sentindo em relação ao livro. Se é de uma forma positiva ou negativa. Apenas tenho a sensação de que li a história, mas não conseguiu me satisfazer plenamente.

Olivro conta a história de Eve uma adolescente que aparenta ser normal, mas que esconde um grande segredo. Nem mesmo ela imaginava que tinha algo correndo em suas veias. Quando um dia sofre um acidente sua mãe rapidamente a leva para o seu laboratório. Afinal de contas se ficasse no hospital as pessoas iriam desconfiar sobre a mudança tão rápida em sua aparência. Por não poder sair do laboratório de sua mãe ela acaba envolvida em projeto. Fazer o homem perfeito. Mas, quanto mais Eve trabalha nesse projeto mais informações sigilosas vão aparecendo. E o que fazer quando sente uma forte atração por um menino que não é nada perfeito.

A narrativa é feita em primeira pessoa variando entre Eve e Solo. Os dois são os principais da história. Eu sempre digo que uma vez que a autora quer escrever em primeira pessoa prefiro quando tem a visão dos dois. Assim eu consigo me sentir mais próxima deles. A escrita é leve e divertida. Não fica enrolando e os capítulos são curtos. Isso acabou por me incentivar na leitura. Querendo saber o que iria acontecer cada vez mais.

Operação? Que operação?

A Eve é uma menina muito curiosa e determinada. Eu gostei muito dela. No entanto, tem alguns pontos negativos. Como o fato de que ela sempre via contra a sua mãe. Que teve razão em diversos momentos. Quando se tem algum conflito prefiro quando a personagem é direta e enfrenta. Mas, Eve com medo acabou por fugir. Eu entendo que seus motivos eram um pouco fortes e estava com medo. Mas, ainda assim por ter uma visão de uma mãe boa eu acho que ela deveria ter ficado e perguntado. O que é melhor confiar na pessoa que sempre esteve do seu lado ou no menino que conheceu há nem uma semana? Ela é forte, no entanto, poderia ter sido melhor trabalhada.

Continue lendo a resenha no link abaixo:

site: http://www.oblogdamari.com/2015/04/eve-adam-michael-grant-katherine-applegate-resenha.html
comentários(0)comente



Jessie 08/09/2016

Ave & Adam... e Solo.
A história é rápida, não tem muita enrolação, nada de capítulos filler. Bem escrita, salvo alguns exageros um tanto fantasiosos que podem ser relevados. A trama é interessante, dá pra ler em um dia, não pelo fato de não conseguir largar o livro (longe disso), mas por ser leve e simples, uma vez que o núcleo de personagens e histórias são pequenos. É uma boa pedida pra uma tarde de tédio, uma viagem longa ou coisa parecida
comentários(0)comente



Gisa 29/08/2016

Eve e Adam começa em um acidente. Eva se acidentou e provavelmente terá que amputar a perna. Mas momentos antes da cirurgia, sua mãe Terra, uma famosa, talentosa e rica geneticista aparece no hospital e não permite que sua filha seja operada. Ela quer que a filha seja tratada em sua clínica.

Quando Eve chega nesta clínica ela conhece Sollo, um rapaz misterioso que trabalha neste local. Eve não sabe o que é, mas ela percebe que algo estranho está acontecendo ali.

Sollo não tem idade para trabalhar na clínica.

Sua perna não dói como ela acredita que deveria doer.

Sollo parece odiar sua mãe.

E há experimentos estranhos sendo testados nos andares abaixo.

Para que Eve se distraia e não pense no que não deveria, sua mãe dá a ela uma tarefa. Criar um ser humano perfeito.

Mas até onde a perfeição é possível?

Isso é apenas um experimento... Não é?

Não acho que Eve e Adam vá satisfazer os fãs de FC, porque apesar de sua base na ficção, ele conta com pouquíssimas informações e explicações.

Ele é um romance jovem, com um fundo científico, mas o foco está nos adolescentes. Então provavelmente ele vai satisfazer melhor os fãs de romances jovens.

Não que isso tenha sido ruim para mim, pelo contrário. Achei o livro muito bacana.

Há vários mistérios rondando Eve, Adam, Sollo, Terra e os outros funcionários da clínica.

A forma como todas as histórias foram amarradas é bem interessante.

Os autores ainda abordam assuntos pertinentes a juventude (e a vida adulta também), como relacionamentos abusivos, romance, amizade...

A narrativa é super ágil e a escrita uma delícia. Tudo isso com uma diagramação super confortável para leitura, com páginas amareladas, fonte de ótimo tamanho e bom espaçamento facilitam a leitura e você termina as páginas em pouquíssimo tempo.

Esse é um livro que não dá para falar muito sem correr o risco de dar grandes spoilers. Afinal como eu disse, são poucas explicações e tudo acontece muito rápido.

É um livro que eu indico sim. Provavelmente ele não vai marcar sua vida e nem se tornar um livro favorito. Mas com certeza será uma distração agradável. E no meu caso, ele não me agradou o suficiente para favoritá-lo no skoob. Mas foi legal o bastante para que eu o guarde com carinho na minha estante.


site: http://profissao-escritor.blogspot.com.br/2016/08/eve-e-adam-michael-grant-e-katherine.html#comment-form
comentários(0)comente



Lidy 13/08/2016

Podia ser melhor...
Então, esse livro tinha todos os elementos para ter sido melhor e mais elaborado. Não precisava ser uma trilogia ou uma série como eu havia pensado antes, poderia ter sido um livro único, só que melhor escrito.

O livro ia bem até que no meio da história começou a atropelar tudo, acelerou as histórias, pulou situações, parecia uma corrida desesperada pelo desfecho.

Tive a impressão que inicialmente havia toda uma boa vontade de criar o livro e no meio isso foi repensado. Me senti frustrada. Todos os personagens poderia ter sido melhor trabalhados. Eu nem consigo ter uma imagem clara da Eve, só as pernas musculosas de corredora, porque não houve preocupação em falar sobre as características dela.

Fica aquela vontade no íntimo desse livro ser reescrito com paciência e a história ser melhor trabalhada.
comentários(0)comente



Fernanda.Serafim 12/08/2016

3/5
Leitura agradável, rápida e até gostosa. Mas a história é realmente fraca sem grandes desdobramentos
comentários(0)comente



Daniel Moraes 12/08/2016

Eve & Adam
Tem livros que nos encantam apenas com a capa. Assim aconteceu com este livro que ao vê-lo nas livrarias, me encantei. E para minha alegria, ganhei este belo livro, no Dia dos Namorados! Fiquei super feliz! Apesar de demorar um pouco para ler, por conta de outros livros na frente. Iniciei este mês de Agosto com a leitura de Eve & Adam. Gostei demais!

Em Eve & Adam, um Young Adult Contemporâneo, conhecemos Evening, a filha da super poderosa, a geneticista Terra Spiker. Embora ela seja filha da magnata, tem um gênero bem distinto e totalmente diferente ao de sua mãe, que tem um coração colegado.

O livro se inicia com um acidente, onde um veículo atropela Evening, deixando sua perna detonada. A úica solução será amputar ou se conseguir sucesso na cirurgia, terá diversas sequelas drásticas e proeminentes que poderá implicar na possibilidade de Evening retornar à andar.

Como todo tipo de socorro habitual, a ambulância chega ao local e faz os procedimentos para levá-la urgente a um centro cirúrgico, porém, sua mãe Terra Spiker chega no local e não deixa que à levem para o pronto socorro. Retira a menina da maca alegando levar para sua organização que é mais preparado ante os sistema de saúde estadual, a então Spiker Biopharm, um prédio imponente que fica do outro lado da Golden Gate, na parte de trás da península Tiburon.

Evening nada vê com clareza, apenas fragmentos do que estava acontecendo. Dias depois do acidente desperta e vê sua perna engessada. Sua mente remete ao dia e tudo ficará claro para ela: quase morreu e foi salva graças à sua mãe que a trouxe para a Spiker Biopharm.

Mas ficar parada olhando para o nada é entediante e sua mãe lhe dá um projeto para que ela possa desenvolver enquanto se recupera. E pelo jeito, a recuperação irá demorar, pois o acidente foi gravíssimo.

Este projeto é um protótipo onde possibilita a criação de um ser humano com as mesmas características que nós possuímos. Desde genes, DNA, musculatura, estética, enfim, tudo. E ela incia esse projeto para passar o tempo, o conhecido pelos cientistas de Projeto 88715.

Foi então que apareceu Solo, um jovem bonito, humilde, tímido que serve café e pães para os renomados doutores da Spiker Biopharm. Evening se vê encantada com o tratamento que este garoto tem para com ela e ambos tornam-se amigos. A partir de então ele passa a chamá-la de Eve.

O desenvolvimento do Projeto 88715 é conhecido por ele que de certa forma, estudou sobre ele. E agora, a filha da geneticista Terra Spiker está trabalhando nele. Como Solo quer conhecer de perto a criação deste homem milimetricamente e cuidadosamente trabalho por Eve, ele se aproxima dela, bem como sua amiga Aislin que sua mãe não suporta por conta dos hábitos não refinados, e assim dão o nome para o experimento 88715: Adam.

O que ela não esperava é que este protótipo ganharia vida, através de uma pesquisa longa e após vários testes que a equipe de Terra Spiker vem desenvolvendo ao longo dos anos. Juntamente com isso, surge então, uma conspiração e a trama ganha fôlego eletrizante dentro e fora da Spiker Biopharm.

Além disso, Eve que tem dezessete anos se vê perdida entre Solo, o garoto humilde que a trata com carinho e dedicação, bem como a informa para que sua perna não está mais quebrada, por conta do soro Logan, o soro da regeneração. Tudo não passou de uma artimanha de sua mãe que a colocou para criar o homem perfeito e dar assim um passo além do que a humanidade poderia desenvolver e acredita.Eve também fica perdidamente apaixonada por Adam, o homem que ela criou através de um sistema de DNA e isso o faz ser perfeito e desejado por todos.

O livro é um Young Adult Contemporâneo e tem um romance bem leve, além de uma pegada mais divertida. Eve & Adam é um livro muito indicado para quebrar a seriedade de livros densos. Muito gostoso de ler e por ter uma linguagem direta, torna-se um livro encantador! Super indico!

site: http://www.irmaoslivreiros.com/2016/08/eve-adam.html
comentários(0)comente



Paraíso das Ideias 19/06/2016

Sci fi

Olá galerinha
Já venho namorando esse livro há mais de um ano, um certo dia vê ele na Saraiva e desde então ele permanece na lista de desejados, e enfim consegui ler.

Eve é a filha adolescente de uma milher muito poderosa, Terra Spiker é dona de uma empresa de Biomedicina, ela trabalha com experiências voltadas para vacinas e algumas coisas mais.
Desde que o pai de Eve faleceu elas se mantém afastadas, e os sentimentos de Eve por sua mãe autoritária e megera não são dos melhores, nem os dela e nem os dos funcionários.

Após sofrer um acidente e perder a perna Eve é levada para o hospital de sua mãe com a desculpa de que lá será mais bem tratada, mas os motivos são outros e ela só virá a descobrir mais para frente com a ajuda de Saolo.
Saolo é uma adolescente mega esperto e que entende muito de informática, seus pais eram sócios de Terra e após morrerem em um acidente de carro, é ela quem fica com sua tutela. Ele cresceu dentro da empresa e por isso conhece cada canto sombrio do lugar, inclusive seus segredos e suas experiências bizarras, por achar que a morte de seus pais foi causada por Terra ele planeja se vingar, e agora com Eve dentro da empresa seu plano esta bem perto de se concretizar.

"Em um local repleto de pessoas que pensam ser GÊNIOS, um cara entregando café é invisível".

Para manter Eve ocupada enquanto se encontra internada, Terra lhe passa uma tarefa, criar um homem perfeito no projeto 88715, mas o que Eve imaginava ser apenas um software em teste pode se tornar algo bem real, e até criminoso.

No decorrer da história vamos conhecer Eve e Saolo, ela a filha da megera, ele o órfão que anseia por vingança! Tudo poderia ficar bem, se Saolo não revelasse que Eve foi alterada geneticamente, e claro sua vinhança estaria pronta se ele não tivesse se apaixonado pela filha da megera.


O livro é bem bacana, e possui uma temática muito interessante, e apesar do romance parecer clichê, não é bem assim que vai acontecer.

Durante toda a história teremos vários pontos de vista, a narrativa é feita em terceira pessoa e os capítulos são revezados entre Eve e Saolo e posteriormente Adam, já que sim, o homem perfeito vem ao mundo.

À crítica é clara, qual o preço a se pagar para ser Deus? E depois de tudo isso, será que a perfeição é realmente o que buscamos? Depois de criar Adam e se deparar com ele, Eve percebe que ela anseia pelo comum e pelo basico, e talvez todos nós sejamos assim, quantas vezes não desejamos que nossos parceiros fossem perfeitos? Mas se eles realmente o fossem será que seria bom?

"Quero tocá-lo. ter certeza de que é de verdade e não um truque da minha mente cansadaVocê é meu, Adam".

Essa dúvida vai te acompanhar durante toda a leitura, e no final acredite, você vai olhar pra pessoa do lado e imaginar se não esta sendo um pouco exigente demais.

O final não foi surpreendente e acredito que os autores pecaram aí, por mais que o foco seja a crítica divina, ainda esperava que fosse melhor, ou mais bem elaborado, já que parece que eles simplesmente se perderam, ou já não tinham mais o qie falar sobre e finalizaram de qualquer forma.

Mas ainda sim gostei do enredo e dos questionamentos por ele apresentados. A leitura é leve, o livro é curto e pode ser finalizado em pouco tempo de leitura dependendo do seu ritmo e sua empolgação.

Ainda sim ele não vai para os favoritos, hoje encontro meu primeiro quatro estrelas do ano, e me sinto decepcionada já que pelo andar da carruagem as coisas poderiam ter acabado de uma forma muito melhor!


site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Marianne 12/06/2016

"Eve & Adam" (Michael Grant & Katherine Applegate)

Por Marianne: “Quando nenhum namorado é perfeito, construa o seu.” Foi com essa premissa preguiça que eu comecei a leitura de Eve & Adam (cheia de “expectativas” como vocês podem perceber).

Eve é filha da trilionária geneticista Terra Spiker, dona de da Spiker Biopharmaceuticals, empresa que comanda a indústria de pesquisa genética. Sua relação com a mãe é distante desde que seu pai faleceu num acidente. Terra Spiker vive pro trabalho, e Eve vive no seu mundo.

A história começa depois que Eve é atropelada. Apesar da dor e de estar praticamente inconsciente Eve percebe que o acidente foi feio e que pode perder uma de suas pernas. Horas depois Eve acorda no hospital ouvindo uma discussão entre sua mãe e um médico. Terra Spiker exige que o médico libere sua filha pra leva-la pra a Spiker Biopharmaceuticals, o médico insiste que depois de uma cirurgia de quatorze horas costurando a perna da paciente de volta no lugar, Eve não está em condições de ir a lugar nenhum.


Mas Terra Spiker não é uma mulher que aceita não, e Eve vai pras instalações da Spiker Biopharmaceuticals.

Chegando lá Eve fica internada num mega master ultra moderno aposento da indústria da mãe, aos cuidados dos melhores médicos do mundo. Sabendo que sua perna foi arrancada e costurada de volta, Eve não consegue deixar de se preocupar sobre uma das suas maiores paixões: correr.

Mas além de todo o choque de ser transferida de hospital, de ter perdido e recuperado a perna, Eve não deixa de notar a presença de Solo, um rapaz que tem aproximadamente a sua idade e que a acompanha durante toda sua transferência pro hospital da Spiker
Biopharmaceuticals.

Por que um rapaz tão jovem como Solo trabalha na empresa da sua mãe? E, aparentemente, num cargo de confiança, já que o moço acompanha pessoalmente Eve durante todo o trajeto.

Mas esse é apenas um dos milhares de mistérios que Eve vai descobrir ao chegar à Spiker Biopharmaceuticals. Sua perna se cura numa velocidade assustadora e pra ajudá-la a passar o tempo, Terra Spiker coloca a filha pra “trabalhar” num programa experimental que consiste em criar um ser humano numa tela combinando códigos genéticos, como em um vídeo game.

O livro é beeeem fraco em todas as questões que se propõe a abordar. É fraco ao abordar conflitos familiares, questões éticas na manipulação de genes humanos e até questões envolvendo criminalidade na adolescência, que cai de paraquedas no livro e vai embora do mesmo jeito que apareceu, sem fazer sentido algum.

Mesmo o livro sendo voltado pra um público mais jovem a leitura superestima esse público. Os jovens retratados na história tem que lidar com questões sérias e tudo parece ser tão superficial pra eles que é quase um descaso com os personagens, numa fase da vida onde qualquer particularidade se transforma em um furacão, deixar de lado suas emoções.

Espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!

site: http://www.dear-book.net/2015/08/resenha-eve-adam-michael-grant.html
comentários(0)comente



74 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5