Eve & Adam

Eve & Adam Michael Grant
K. A. Applegate




Resenhas - Eve e Adam


85 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Isadora 23/08/2020

Eve e Adam - Resenha #7
A história tem uma premissa que parecia se centralizar nesse debate de quais são esses limites éticos nas ciências, já que a protagonista Eve cria seu par perfeito em laboratório, o Adam. Mas, conforme a leitura vai evoluindo, notei que era só um pano de fundo bem raso e no final focava mais no romance.

Em geral, a forma como lidam com a maioria das questões interessantes na história é superficial e mal pensada... Quando digo isso, me refiro a comportamentos, falas e soluções de enredo que acabam sendo bem problemáticas, não tão propositalmente, mas sim por falta de cuidado com o modo como tratavam muitos assuntos.

No final, o que podia se aproveitar eram as personagens, mas são retratados de maneira tão caricata que não se consegue manter a história até o fim. É um romance interessante, talvez há seis anos atrás a leitura tivesse sido melhor, mas envelheceu muito mal.
comentários(0)comente



tatyanil. 03/08/2020

livro ok com intenção de ser ok
Eu gosto desse livro. A ideia toda é muito boa porém mal executada. Todos os acontecimentos do livro são rasos, nada é realmente explorado na história. Nem mesmo a parte científica, ou o romance do casal principal.
Talvez o que tenha me cativado seja o bom humor com que o livro é escrito, e também os personagens que são muito próprios, ou algo assim.
Seja o que for a capa compensa na estante.
comentários(0)comente



marinafrancomf 23/06/2020

Espera uma coisa, foi outra, mas gostei, se tiver um romance impossível eu vou logo gostando.
Porém demorei para ler também, terminei na força da raiva mesmo, e dps acabei gostando
comentários(0)comente



Helen 17/05/2020

Chato, cansativo e sem nexo. Não indicaria nem pra quem está começando a vida de leitor... Decepcionada!
comentários(0)comente



Steh 12/05/2020

Gostei
A história é interessante mas desde o primeiro capítulo fiquei pensando em como iria ser contar esse tipo de história tão rápido, já que o livro é pequeno e a narrativa se desenrola demasiadamente fluída. E foi o que ficou comigo do começo ao fim, amo livros fluidos, e se você gosta de ler livros em um dia e que te prendam, esse é um deles.
A narrativa é tão simples e o objeto livro tão bem feito que li ele tranquilamente é muito rápido. Entretanto com relação a história ela é bem pensada e até bem desenvolvida, mas acho que em algumas partes faltou uma melhor estruturação pra trama, de forma que deixaram as coisas um pouco rasas demais, acredito que nesse universo científico e romântico outras coisas e outros capítulos poderiam ter sido acrescentados, mas do jeito que está também dá pra se contentar. Por ser rápido não consegui me conectar totalmente com nenhum personagem, o que geralmente me faz querer mais de um livro, o mocinho foi desenvolvido de maneira tão rasa que não me deixou gostar dele. Além de que o que era pra ser o mocinho nem tem tanta ênfase assim. Ou seja é bom, mas poderia ter mais.

Adendo: no final do meu livro se repetiram os primeiros capítulos, seria um erro de impressão? se no de vocês aconteceu isso me conta
comentários(0)comente



Mia Fernandes 03/05/2020

Mas, será que brincar de Deus não traz consequências sérias?
Não sei o que eu realmente esperava deste livro, tanto que enrolei horrores para fazer a resenha. A ideia do casal de autores não é lá muito original, já que existe um filme da Disney – “Como criar o namorado perfeito” – que aborda o mesmo tema, e que na minha humilde opinião, foi muito mais certeiro na sua proposta: conseguiu mesclar a parte científica com o romance.

Eve é uma garota normal de dezessete anos até que sofre um terrível acidente de carro, no qual tem a sua perna totalmente decepada e sua vida está por um triz. E esse fio só não foi cortado, porque a sua mãe, Terra Spiker, a leva diretamente para sua clínica, Spiker Biopharn, que nada mais é que um avançado laboratório farmacêutico, que cuida de várias doenças genéticas e sempre está conseguindo avanços no processo de cura. Lá na Spiker Biopharn, Eve leva um susto, pois sua perna ESTA PERFEITA, lisinha e sem nenhuma imperfeição, como assim produção? Com mais nada para fazer lá, Eve fica muito entediada e tal, então sua mãe propõe uma atividade “inocente”: criar o seu namorado ideal!

“- Não seja ridícula. Claro que não é real. Isso seria ilegal. As multas seriam astronômicas. O governo provavelmente nos fecharia. Eu até poderia ser presa. Eu!”

Esta atividade inocente nada mais é o projeto 88715, um software no qual o internauta começa a criar do zero todo um ser humano, desde como vai ser a cor do cabelo até a sua personalidade. Mas, será que brincar de Deus não traz consequências sérias?

"- Não me dê a tarefa de criar um ser humano a menos que queira que eu me sinta Deus.
- É só uma simulação - ele diz, estreitando os olhos de modo suspeito.
- Certo, e eu sou só uma simulação de Deus." (p. 105)

Enquanto Eve fica entretida com o seu projeto “Adam”, sim ela apelidou a sua criação, temos Solo, um empregado da empresa e quase um faz tudo da Terra, que acaba se aproximando de Eve, já que ambos têm quase a mesma faixa de idade.

Solo Plissken é o filho dos ex-sócios de Terra Spiker. E depois do falecimento do casal, ele passou a viver sob custódia de Terra e desde então passou a trabalhar na empresa fazendo o trabalhinho canastra de servir cafezinho, receber ligações e fazer algum trabalho de manutenção. Mas esta aparente inércia e sua cara de pastel é somente uma máscara para encobrir a sua verdadeira intenção: conseguir coletar dados sobre os mais sórdidos e imorais projetos de Terra. Então, quando Eve fica trancafiada no laboratório e responsável por um projeto – do qual está protegido de todos os seus ataques de Hacker – ele decide se aproximar da garota. Já dá para imaginar o que acontece depois, né?

"Solo não é só um nome, é uma descrição. Não tenho amigos. Tenho alguns na internet, mas não é a mesma coisa. Nunca tive uma namorada."

Como falei no parágrafo atrás, Eve como uma “boa” adolescente, não tem nenhum contato com sua mãe – já que esta vive e respira 24h laboratório – ela tem uma melhor amiga, Aislin, que é exatamente a garota errada para se ter como bff. Pois vive as voltas com um namorado ex-presidiário e traficante de drogas. Mas, curiosamente ou não, foi esta personagem que me fez ir até o fim deste livro. Pois são as imperfeições de Aislin e o resultado final do “Projeto Adam” que fazem a história ganhar uma gama de identificação.

A história é narrada em três pontos de vista: Eve, Solo e uma surpresa. Apesar de o livro ser bem curto, o que dá para se salvar é o debate perfeição versus imperfeição. Pois são conceitos volúveis dependendo do ponto de vista. Será que realmente uma pessoa perfeita é mais interessante do que uma que tem algum defeito? Será que a perfeição é na realidade o problema e a imperfeição é uma qualidade positiva?

XOXO
Mia Fernandes.
comentários(0)comente



Karina 20/04/2020

Um romance infantojuvenil bacaninha, me prendeu na leitura e li rápido. Apesar de ter umas partes bobinhas, não achei a trama muito bem desenvolvida, poderiam ter focado mais nisso.
comentários(0)comente



mica_lucato 02/04/2020

AI MEU DEUS
Primeiramente: eu preciso aprender a escrever resenhas. Se você veio aqui esperando ler um texto que te convença a ler (ou não) esse livro, talvez eu não seja a pessoa certa para isso. Estou escrevendo isso aqui às 3h da manhã, no momento em que acabei de ler. Estou emocionada, óbvio e minha emoção pode modificar meu senso crítico.
Segundamente: é uma livro rápido. Gosto disso. A gente já começa no ponto e gosto dessa agilidade.
Terceiro: surpresas e reviravoltas. Esse livro está cheio disso. Mas não deixa de ser um livro romântico fofinho.
Quarto: não brinquem de Deus, meus amigos.
Quinto: Solo... eu queria poder abraça-lo.
comentários(0)comente



Vitoria 05/03/2020

Rápido de ler, um universo diferente, um casal diferente e o que você enfrenta para mudar sua vida e a vida dos outros. Uma leitura que me prendeu e me deixou de coração quentinho no final feliz
comentários(0)comente



nismuel 05/03/2020

Livro para iniciantes
Quem estiver começando sua vida de leitura, leia este, é rápido e simples.
Pra quem já lê a uns meses, vai ser sem sal, e esquecível.
É uma história interessante mas não muito explorada, e tem um desfecho não tão impressionante
comentários(0)comente



Mikaelaitis 31/03/2019

Gostei muito
Nossa realmente foi muito bom, não gosto muito de ler em diferentes visões mais esse livro foi o que eu mais gostei!
comentários(0)comente



Cecília @febredelivro 26/09/2018

Eve & Adam [ Resenha Literária ]
Oii gente, já imaginaram se passar por Deus e criar o seu namorado perfeito? Com todas as características escolhidas por você? Parece louco, mas Evening deixou sua imaginação fluir e foi capaz de criar o seu par perfeito, ou quase.

Eve & Adam é mais um daqueles livros clichês, onde nos mostra o romance e problemas de família. A geneticista Terra Spiker, uma poderosa e fria mulher que mentiu para sua filha, Evening, dizendo que Eve havia sido atropelada e quase perdeu a perna, mas, o processo de cura transcorre com tanta rapidez que chega a ser impressionante, e Eve começa a desconfiar da sua própria mãe.

'' Você não sabe que nada é mais suspeito do que um olhar inocente? ''

Sua mãe havia agido totalmente contra a lei. Quando Eve sofreu o acidente, que não foi mais do que leves arranhões, Eve foi vítima de uma das loucuras de sua mãe, ela passava por problemas e não teria muito tempo de vida, as chances de conseguir um transplante de coração eram muito baixas e Terra Spiker teve que agir.

Todos do luxuoso complexo Spiker sabia da verdade, estavam todos em um jogo, escondiam a verdade de Evening pois não tinham a coragem de passar por cima dos comandos de Terra Spiker.

Mas, brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe a perfeição e até onde pode confiar nas pessoas.

Eve & Adam é um livro interessante, trouxe personagens diferentes, falou sobre ciência e um romance fofo. Senti a falta de mais explicações e achei que alguns momentos foram '' cortados ''. Mas é uma obra que recomendo para todo mundo que tem defeitos, pois é isso que nos torna diferentes dos outros.

''Criatividade é permitir a si mesmo cometer erros. A arte é saber quais ocultar.''

site: Blog Febre de Livro ( http://febredelivro.blogspot.com.br/ )
comentários(0)comente



Mari 06/07/2018

O livro se inicia com o acidente de Evening. Enquanto estava andando pelas ruas da cidade, Eve sofre um atropelamento e fica em uma situação complicada. Enquanto vê o mundo ao seu redor ficar preto, pode escutar o barulho do resgate vindo ao seu encontro. A quantidade de machucados em seu corpo e a forma como sua perna ficou após o acidente, tornam nulas as chances de que ela se recupere totalmente.

Nos momentos de lucidez, vê sua mãe brigando com os médicos, querendo de qualquer jeito levar sua filha para o hospital de sua empresa. Depois de muito tentar, os médicos acabam abrindo mão desse trabalho e a deixam ser levada com sua mãe. Terra Spiker, sua mãe, é dona de uma importante empresa biofarmacêutica, por isso, vai disponibilizar tudo o que for necessário para sua filhar se curar.

Porém, quando Eve acorda, sente algumas dores, mas nada que indique um acidente tão feio como o que sofreu. Sua perna ainda está enfaixada e em um estado complicado, mas está muito melhor do que pensou que estaria. Para não pensar muito no acidente e em quando está perdendo da escola, sua mãe mostra um novo projeto e que vai ajudar Eve a se distrair: ela pode criar um ser humano do zero, mexendo na genética e o transformando na pessoa perfeita.

Curiosa e apaixonada pela área, Eve aceita a distração e cai de cabeça nesse projeto tão legal. Ao mesmo tempo que cria a pessoa perfeita, conhece Solo. Um rapaz que trabalha ali e vai mudar sua vida e a visão de todo o trabalho de sua mãe. O que deveria ser apenas um projeto para a garota, acaba trazendo segredos e revelações a tona.

O livro é bem rápido. Os autores não tentaram encher linguiça ou ficar enrolando para que o livro fosse maior. Eles foram simples e objetivos em sua trama. A premissa dele me deixou curiosa e eu pensei que seria bem diferente. Eu esperei muito mais do que os autores me entregaram.

É um Young Adult com uma trama diferente das que eu estou acostumada a encontrar, mas que pecou no abuso da simplicidade. Na minha opinião, ficou faltando aprofundamento em todas as questões apresentadas no livro. Também fiquei bem surpresa quando descobri que Adam só aparecia na metade do livro. O título me fez pensar que eles seriam um casal, mas me enganei totalmente.

Apesar disso, é clara a crítica que os autores quiseram fazer nesse livro: perfeição é tudo o que buscamos mesmo? E até se vale a pena se colocar no lugar dessa pessoa que vai nos transformar em seres humanos perfeitos. Por isso, eu tinha colocado muita expectativa nele. Achei que esse assunto seria bem aprofundado e trabalhado ao longo das páginas.

Li o livro bem rápido, mas não por ter me envolvido e me atiçar a curiosidade, mas porque ele é bem simples. Apesar da tentativa dos autores de colocar um personagem a mais e tentar atrapalhar as descobertas de Eve e Solo, do mesmo jeito que os problemas vinham, eles iam embora. Tudo foi muito fácil e sem surpresas.

Os personagens são legais. Cada um deles com suas características bem pontuadas, mas que também foram apresentados o suficiente para entrarem na trama. Nada aprofundado ou que me fizesse sentir por Eve ou me apaixonar por Solo.

Da metade do livro até o final, fiquei sem entender alguns pontos que foram colocados ali. Um triângulo amoroso foi criado onde não tinha lugar para um e eu fiquei bem perdida com esse acontecimento. O final também veio sem surpresas e foi rápido demais.

Apesar de todos os pesares, preciso que entendam que não é uma péssima leitura. Eu não pensei nenhuma vez em desistir de ler e até me diverti com alguns personagens. Ele entrega exatamente o que a sinopse mostra. É só não esperar nada além disso que fica tudo certo. Ele é uma leitura bem leve e descontraída, serve para momentos de ressaca ou para quando queremos ler algo que não precise pensar muito.

A diagramação do livro é boa e eu me apaixonei totalmente por essa capa. Acho que foi um dos principais motivos pra eu ter vontade de ler. As páginas são amareladas, a fonte tem um tamanho bom e tem todos os pontos bons para uma boa leitura.

Eve & Adam é um Young Adult que entrega exatamente o que a sinopse apresenta: uma trama diferente e interessante, porém pouco aprofundada ou trabalhada. É uma leitura bem rápida e leve, porém não foi uma leitura boa o suficiente para deixar lembranças.

Como vocês podem perceber, estou tendo dificuldades com Young Adult. Ou eu estou esperando demais ou eles estão entregando de menos. Quem tiver alguma dica para me tirar dessa maldição, deixem nos comentários por favor! Beijinhos.

site: http://galaxiadosdesejos.blogspot.com/2018/07/eve-adam-michael-grant-e-katherine.html
comentários(0)comente



Raquel Comunale 10/04/2018

A história começa com Eve sofrendo um grave acidente de carro. Apesar da gravidade da situação sua mãe, Terra, parece ter certeza de que sua filha conseguirá se recuperar no laboratório da família. Enquanto recebe o tratamento Eve conhece Solo. Um jovem que aparentemente faz parte da equipe da empresa de Terra. Os dois se sentem atraídos mas a garota sente que há algum tipo se mistério oculto. Enquanto se recupera Eve recebe da sua mãe um presente: um programa de computador para criar um homem perfeito. Ela tem toda liberdade de manipular as características físicas, psicológicas e comportamentais desse homem. Aos poucos Eve vai descobrindo, com ajuda de Solo, que os mistérios envolvendo o laboratório de Terra são muito sérios. Rapidamente o que se tratava de um período pós-operatório se transforma em uma fuga com risco de vida. Confesso que arrastarei essa leitura por muito tempo. O livro apesar de curto não tem um ritmo muito bom. A autora até tenta prender a atenção mas infelizmente comigo não funcionou.

site: http://desencontre.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Isabela.Lopes 07/03/2018

Que decepção!
O livro tem uma premissa boa, mas os autores o estragaram completamente! Os personagens tomam decisões mais para o final que você fica pensando "Por que você fez isso?!". E além disso não acontecem coisas importantes nem passa uma mensagem.
Única vantagem: tem poucas páginas
Fanny 10/09/2018minha estante
undefined




85 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6