A Metamorfose

A Metamorfose Franz Kafka




Resenhas - A Metamorfose


1875 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ana Elisa Dotta Maddalozzo 26/01/2021

Resenha A Metamorfose
“Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado em um inseto monstruoso.”

Assim inicia o grande clássico A Metamorfose, escrito pelo tcheco Franz Kafka. O autor reconhecidamente teve uma vida difícil, mantendo uma relação conturbada com seus pais, além de possuir a saúde frágil e uma predisposição à melancolia.

O protagonista da obra é um rapaz trabalhador e responsável que provém o sustento de sua família e que, de uma hora para outra, encontra-se impossibilitado de desempenhar suas funções. Após a sua transformação em um ser inferior, um animal indesejável, Gregor perde a serventia que possuía perante seus parentes e amigos.

O livro em questão possui diversas interpretações, dependendo da bagagem de vivência do leitor, mas a minha concepção prediz que a metamorfose é uma metáfora para a depressão. O personagem apresenta diversos sintomas relacionados a essa doença, como a incapacidade de levantar da cama, a apatia, tristeza, perda de apetite e da vontade de viver. Infelizmente, passa a ser visto por outros e por ele mesmo como uma criatura nojenta, desprezível e sem utilidade. Sua nova condição desperta medo e vergonha àqueles que o cercam.

Somos confrontados com a perda do valor do indivíduo perante a sociedade quando o mesmo já não pode mais gerar lucro. Samsa torna-se uma peça que destoa do mecanismo capitalista no qual é inserido e passa a ser considerado como um parasita do sistema.

Desbravar essa narrativa é um aprendizado tenso e inquietante, pois nos torna espectadores de uma história passível de ocorrer a cada um de nós. Após o término do texto, passamos a refletir sob quais aspectos consideramos alguém digno ou não de nosso meio social.
comentários(0)comente



manu 25/01/2021

1 estrela pro livro.
Não sei se a minha experiência com essa leitura foi ruim, ou se o livro é ruim mesmo, mas não gostei.
comentários(0)comente



Adrianno.Amaral 25/01/2021

profundo
sempre tive expectativas pra ler esse livro, porque ele é bem famosinho, talvez não atendeu, mas tb não decepcionou em nível forte, ele de fato expressa bem o que quer mostrar, e o mais interessante é que você não sabe o que vai acontecer, fica à espera de algo x mas tem y. e eu gostei disso. mas, não foi uma leitura maravilhosa ao meu ver.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Tiago Fachiano 25/01/2021

Transformação
Kafka faz leitores de Dostoiévski sentirem arrepios na leitura de "A metamorfose". Usando uma linguagem direta e com parágrafos curtos, faz vc emergir na sombra da transformação de um homem em um inseto. A mudança do pronome no trato da família do rapaz para "isso e isto" nos traz um semblante triste e de completa desolação.

Muitas pessoas identificam vários cenários dessa transformação. Eu absorvi a mudança como um modo depressivo do jovem Gregor. O isolamento, a tristeza, a esperança perdida...

Ótimo livro p ler e reler. Um clássico!
comentários(0)comente



Diparreiras 25/01/2021

O que mais me impressionou nessa leitura foi, o fato do livro ter sido escrito a tanto tempo e ainda vermos que as atitudes e os comportamentos de todos os personagens serem ainda presentes no dia a dia.
comentários(0)comente



Raquel 25/01/2021

Raio-x da sociedade
Como muitos de vocês, eu só conhecia o começo da história e morria de curiosidade pra saber como terminava. Gregor, personagem principal e caixeiro viajante, acorda num dia e se vê transformado numa barata. Sua família (pais e irmã), que vivia exclusivamente do seu dinheiro tem que se adaptar como pode à nova condição do primogênito.

Ainda o amavam, mas ele se tornara um inseto repugnante e, bem, inútil, pois não levava mais dinheiro pra dentro de casa. Então eles acabaram trancando-o dentro do seu quarto por meses. Lá, ele divagava sobre a vida, sobre as pessoas e sobre seus sentimentos e memórias de quando era humano, enquanto via todos os seus pequenos prazeres de barata se esvaindo pouco a pouco.

Gregor entendia absolutamente tudo que as pessoas falavam, mas era incapaz de se comunicar com elas, que agiam como se ele não as entendesse. Isso tornava a situação extremamente delicada.

Muito falam sobre a filosofia dessa obra. Pra mim a analogia foi clara: trata-se de um familiar que perde parte de suas habilidades. Achei que haveria algum ensinamento na história, alguma lição pros personagens, mas ela terminou seca e triste.
comentários(0)comente



Nabiki 25/01/2021

Uma mudança física e emocional
O metamorfose, para mim, é um livro que compara a situação de transformação com a de uma doença degenerativa.
De um lado temos o Gregor, o metamorfoseado, que percebe, cada vez mais, que a cura não virá e que se torna, aos poucos, um peso para a família.
Se preocupa muito por ter sido sempre a fonte de renda familiar e que, naquele momento, precisa de todos os cuidados. Ao mesmo tempo, se preocupa com como a família irá se manter, com a repugnância e trabalho que agora causa.
Do outro lado temos a família, no começo, certos de que tudo se resolvará em dado momento. Usam o fundo familiar para se manter por um tempo, ainda que sabendo que o quadro é irreversível, como se estivessem em negação.
Os cuidados vão modificando de acordo com a fase psicológica da família que se altera, começando na negação da doença até a conformação. Isso faz com que Gregor seja cada vez menos um membro e, sim um objeto a ser mantido quando a esperança de esvai.
Um livro rápido, desesperançoso e realista. Minha primeira experiência com a obra do autor. Já quero ler outros.
comentários(0)comente



RicardoRes 24/01/2021

Grande leitura
Ler Metamorfose foi um desafio, apesar de ser um texto curto, suas palavras carregam um peso que não imaginava.
Uma história que ficou na minha cabeça, as vezes me pegava pensando se isso acontecesse comigo, porém de uma forma não fantasiosa, a situação séria diferente?. Uma pergunta que eu tenho medo da resposta.
Tânia 24/01/2021minha estante
A história é fantasiosa, mas as angústias são muito reais


RicardoRes 25/01/2021minha estante
Realmente, angústia é a palavra que a define




spoiler visualizar
comentários(0)comente



@mcaroliinaq 24/01/2021

Enquanto pessoa desgostosa de spoiler, sempre consegui fugir de maiores detalhes da história de A Metamorfose, o que fez com que a experiência em si me atropelasse como um trem, tocando em assuntos tão delicados de forma absolutamente crua. Incrível.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Helo 24/01/2021

Muito bom
Já tinha lido no ensino médio, porém li tão rapido que não prestei atenção o suficiente.
Esse livro é muito bom, muito triste mas bom
comentários(0)comente



Kaminsky 24/01/2021

Há dias tenho pensado numa resenha, não cheguei em uma conclusão. Li esse livro por causa de um vídeo com uma opinião sobre o livro - começando meio errado - e por consequência continuei com uma opinião semelhante, mas nada tira a experiência de ler a obra. É uma novela, curta e sem aprofundamentos de personagens e cenários, mas com bastante realismo. É um enredo compacto, mas assim como o Velho e o Mar, acredito que seja uma obra que deixa infinitas interpretações, que talvez te ensine algo, talvez faça você refletir algo. Tive minhas reflexões quanto ao livro, que trata de um problema, uma maneira de lidar com ele e me fez refletir como eu lido quando 'viro uma barata'. Sem muitas emoções, porém com uma narrativa boa de ler.
comentários(0)comente



Liah.S 23/01/2021

Vale a pena!
Gente, o livro começa meio confuso, até uma certa parte eu não me senti conectada com o caixeiro-viajante, mas por ser uma obra famosa dei continuidade à leitura e a crítica social proposta pela obra é colocada de uma forma sensacional.
comentários(0)comente



1875 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |