A Metamorfose

A Metamorfose Franz Kafka
Peter Kuper




Resenhas - A Metamorfose


300 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jaqueline 24/02/2020

Esperava outro final
Impressionante a forma que o autor conta essa história, quem infelizmente foi um reflexo da sua própria vida
comentários(0)comente



Renata Louise 24/02/2020

Preconceito derrubado!
Mais um livro que pensava que seria diferente e me surpreendeu. Pensava que leria uma história sobre a transformação do homem no inseto e sua vida agora nessa situação. Nunca imaginei que seria uma leitura com questões mais profundas e que trouxessem tantas interpretações sobre seu significado. Me fez pensar, refletir, favoritar e recomendar! Clássico com toda a razão.
comentários(0)comente



Thaís 23/02/2020

Você é o que você vale
Quem chegar a este conto desavisadamente pode ter a estranha sensação de uma completa falta de sentido. Mas ele é longo o suficiente para despertar no leitor uma ponta de inconformismo e incredulidade frente a uma situação absurda. Ao se metamorfosear em um repugnante inseto, Gregor Samsa passa de provedor da família a um estorvo. Pesquisando um pouco mais, pode-se fazer um paralelo com o autor e sua relação com as drogas, muito provavelmente sendo ele o pária. Fechar os olhos e ignorar a realidade é o que a maioria faz diante de seus problemas.
comentários(0)comente



Raul 23/02/2020

A metamorfose
"Certa manhã, ao acordar de sonhos intranquilos, Gregor Samsa encontrou-se, na sua cama, metamorfoseado num inseto monstruoso." Assim se inicia, A metamorfose, de Franz Kafka. Já no início somos surpreendidos com a transformação de Gregor, o autor nos traz uma história angustiante, um clássico que vai te prender do início ao fim por ser uma leitura fluida e rápida.


Élida Kassia 23/02/2020

Afinal, o que nos torna humanos?
Um livro bastante sensível sobre o dia-a-dia da família de Gregor Samsa, um jovem trabalhador que numa determinada manhã se vê transformado em um inseto. Com o passar do tempo, pode-se perceber o tratamento desumano que Gregor recebe gradualmente, nos levando a refletir sobre o que é a humanidade, o que nos torna humanos.
comentários(0)comente



Géssica 22/02/2020

Ah, a hipocrisia humana...
Gostei. Fui procurar mais sobre, e é incrível as várias interpretações do texto. Retrata muito bem a hipocrisia humana, o pensamento de que se você não produz, não é útil. A sociedade das aparências.
comentários(0)comente



Stéfany 22/02/2020

Mesmo morrendo de nojo consegui chegar até o final. Com várias questões na cabeça pra pensar.
comentários(0)comente



Davi 20/02/2020

Um clássico...
Não entendo muito bem o motivo de definir alguns livros clássicos.
O livro foi legal, mas eu conheço várias outras obras que são tão legais quanto.
Não sei se estou sendo ignorante, mas é como entendo isso.
comentários(0)comente



Mamãe quero ler!!! 20/02/2020

Impressionante..
Gostei muito...
comentários(0)comente



Gabriel 19/02/2020

Uma experiência kafkiana
Incrível como cada capítulo é um sentimento diferente, mesmo sendo a mesma história pelos mesmos olhos. No conjunto da obra o livro é tão duro quanto verdadeiro, maciço e material independente das abstrações e metáforas.
comentários(0)comente



Rangeru 19/02/2020

Mudança
17/02/2020 - 18/02/2020
comentários(0)comente



Sadoku 19/02/2020

Curto, mas profundo
A crítica desse livro é incrível, a mensagem mostra como o ser humano é um ser que só se importa com vc qndo tem algo a oferecer.
comentários(0)comente



Taiz 18/02/2020

Crítica poderosa.
Kafka consegue mostrar, numa obra breve e de forma sutil, como o ser humano funciona, como é capaz de inutilizar e substituir o outro com a maior facilidade do mundo, e como isso pode acontecer até mesmo dentro de uma família, diante de uma limitação ou adversidade, abrindo um parêntese para a luta silenciosa, dolorosa e solitária quando todos os que se ama já desistiram de lutar junto. Livro necessário, com uma crítica importante.
comentários(0)comente



lucenadann 18/02/2020

Reflexivo
Em um dado momento, Kafka nos faz a ver a importância da família e de como a gente está ligado um ao outro, qual o nível de conhecimento que cada membro tem a respeito de si mesmo e do seu próximo. É um livro um tanto complexo, pois parte da interpretação pessoal e do quão importante aquilo pode ser na vida do leitor. Mostra quatro pessoas que vivem sob o mesmo teto, mas que são distantes tanto quanto qualquer ser humano que encontramos na rua. É notório que a forma como o autor escreve é muito peculiar e fantasiosa, mas deixa o leitor um pouco confuso com toda a situação que se desencadeia.
comentários(0)comente



300 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |