Rose Na Tempestade

Rose Na Tempestade Jon Katz




Resenhas - Rose na Tempestade


48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Tanuki 15/03/2017

Você precisa conhecer Rose.
Rose na Tempestade é um livro que nos trás uma lição que acredito, pouco de nós desconheça : O companheirismo e fidelidade dos animais, em especial os cachorros.
Nele podemos ver como Sam, um fazendeiro tipico, que nunca considerou o amor que os animais sentem por seus donos como uma verdade, passa a olhar para todos com um olhar diferente, isso graças a Rose, sua border collie e suas atitudes que carregam o mais simples e sincero amor.
Além disso Rose na tempestade nos proporciona sentir o que a cachorra sente, nos insere dentro de seus pensamentos, de seus sentidos aguçados, seu senso de responsabilidade, sua relação com Sam e os demais animais da fazenda também são pontos altos,mas o grande charme do livro, esta na forma delicada de nos mostrar a força de uma amizade, envolvendo diferentes raças do mundo animal.
"Pare ele seria difícil compreender o amor. A não ser que uma cachorrinha pudesse ensiná-lo...Antes que fosse tarde." essa é a frase apresentada na capa do livro, e do começo ao fim isso se mantem fiel, vendendo aquilo que promete, para os amantes do "melhor amigo do homem" ou de qualquer outro animal, Rose na tempestade fara esse amor crescer ainda mais, e aqueles que por quaisquer motivos não se permitem experimentar esse amor Humano/Animal, podem mudar de ideia após acompanhar a fascinante história de Rose, Sam e sua fazenda.
comentários(0)comente



Patty Pizarro 22/11/2016

A fidelidade de um cachorro não surpreende, então o livro só conta algo que todos sabem por uma nova perspectiva. Adorei a narrativa e me encantei com a coragem de Rose. Pra quem gosta de cachorros é uma leitura super agradável. Confesso que fiquei encabulada com o final e a pergunta também ficou martelando na cabeça rsrsrs
comentários(0)comente



Nanda 08/04/2016

Gostaria de dizer que me encantei com Rose na Tempestade, mas infelizmente não foi o caso. Desde quando foi anunciado o lançamento eu me animei, a sinopse me chamou atenção por ser algo inédito, o booktrailer me deu um aperto no coração. Mas não foi bem assim que aconteceu comigo enquanto lia.

Geralmente eu gosto de histórias com animais, por isso me interessei por este livro quando a Novo Conceito anunciou o lançamento. A proposta do livro era realmente boa, mas conforme fui avançando parecia que não tinha saído do lugar, sabe? Continuar a leitura foi difícil para mim, desde o início eu não consegui me conectar com a história. O enredo que inicialmente parecia legal se tornou maçante e ao final de tudo pareceu que a história não me contribuiu em nada.

Poucas foram as partes que me trouxeram algum tipo de emoção, o que é uma pena, pois penso que o livro tinha muito para mostrar. O mundo pelos olhos de Rose é único, porém nem isso foi capaz de me animar com a história.

Eu me admirei com a força e a perseverança de Rose, não nego, algumas partes foram escritas com maestria, mas no geral não foi uma leitura produtiva para mim. O espaço para as reflexões estava lá, mas não foi bem desenvolvido, chegando ao ponto em que parecia que o autor apenas selecionou frases aleatórias e as colocou no livro.


Enfim, li o livro em pouco tempo e depois de muito pensar cheguei à conclusão de que a história, infelizmente, não acrescentou em nada na minha vida. Foi decepcionante constatar isso, pois eu tinha uma expectativa alta para o livro.

site: http://www.entrelinhascasuais.com/2014/04/resenha-rose-na-tempestade-jon-katz.html
comentários(0)comente



Stéfanie 05/09/2015

Rose na Tempestade
Este livro conta a história de Rose, uma Border Collie fiel e louca por trabalho. Ela vive na fazenda de Sam, por quem obviamente tem um grande apego, mesmo que não goste de demonstrações de afeto. A única pessoa que Rose permite dar-lhe carinho é Katie, embora tenha mostrado grande resistência com ela assim que chegou na fazenda. Ainda assim, o que a deixa realmente satisfeita é realizar seu trabalho com as ovelhas, vacas, cabras e demais animais da fazenda.
Com a tempestade iminente, Rose se mostra uma cachorra muito esperta, mas, acima de tudo, leal a seu lar e a tudo que isto implica.
Embora o livro tenha uma história que parece bastante cativante, a forma que foi escrito o torna cansativo, com descrições extremamente repetitivas: se pular uma página inteira, não irá perder nada da história. Com um personagem desses (Rose), tinha tudo para ser incrível, mas não foi.
comentários(0)comente



Mi 18/04/2015

Como não se apaixonar por essa cachorra Rose. Seu jeito, seus medos, suas atitudes.

Nunca em minha vida pude imaginar que leria uma historia do ponto de vista de um animal.

Rico em detalhes e uma emoção que cresce a cada página que se vai.

Super recomendo.
comentários(0)comente



Francielle 03/10/2014

"Rose nunca fugira, nunca recuara, nunca deixara de fazer seu trabalho."
Rose é uma cadela e tanto, trabalha como ninguém, com seu mapa mental mantém todo o trabalho na fazendo em ordem, e o mais incrível é que ela adora isso e sente que foi para isso que nasceu.
Quando vem a grande tempestade nossa querida Rose tem seu mapa atrapalhado e mesmo assim luta para que tudo fique em ordem com os demais animais, para isso ela se coloca em situações que fazem seu coração gelar, medo, terror, angustia foram alguns sentimentos que tive. Bravura é uma das palavras que mais uso para descrever Rose quando falo deste livro para alguém.
O livro é narrado em terceira pessoa e demonstra os sentimentos de Rose e Sam , seu dono, e o mais interessante foi sentir tudo pelo lado dela, como ela pensa, as suas ansiedades. Ela é fiel e mesmo que as vezes pareça que Sam deveria dizer um pouco mais a ela o quanto ela é especial, parece que nunca foi preciso, eles tem essa conexão.
Alguns acham que a leitura é enrolada, ou que precisava de mais lágrimas, mas eu achei algo simples e tranquila, bem explicada. Mostra bem o relacionamento leal entre o cão e seu dono .

comentários(0)comente



Rose 02/08/2014

Sem palavras...
Livro LINDO!
Amei

site: http://roseporciuncula.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Gracinha 13/07/2014


Achei regular.
comentários(0)comente



Leila 30/06/2014

Linda história...relata a fidelidade de uma cachorra com seu dono e com os animais que ela protegia.
comentários(0)comente



Felipe 22/06/2014

"Katie costumava esperá-la ali. Sentava-se no velho tronco de carvalho e sempre tinha um pedaço de pão para Rose. Mas hoje, nada de pão e nada de Katie." Pagina 47.

O livro é bem diferente do que estamos acostumados a ler, pois o mesmo é narrado na percepção de uma cadela. Jon Katz conseguiu me surpreender, as emoções descritas no livro são maravilhosas, pois mostra o significado do amor de um cão a seu dono e o amor do homem por seu cão. A escrita do autor é bem simples, o que torna a leitura do livro bem prazerosa. O desenvolver dos fatos também é maravilhoso, já que as reflexões de Rose no livro são bem interessantes e intrigantes, o que nos leva a curiosidade. Quem gosta de animais irá gostar muito do livro, pois nesse livro Jon Katz nos mostra realmente o significado do amor de um cachorro por seu dono.
comentários(0)comente



cotonho72 29/04/2014

Muito Bom!!!!!
Rose é uma cachorrinha de pastoreio da raça border collie, uma das raças mais inteligentes, (creio que junto com o pastor alemão), ela é muito determinada e está na fazenda de Sam desde que era um filhotinho, sendo que agora mantêm em segurança as ovelhas, galinhas, as vacas e demais animais da fazenda, pois sempre os perigosos e selvagens coiotes e as raposas a rondavam.
Quando Katie, a esposa de Sam, foi morar na fazenda, Rose não gostou muito da sua permanência no início, mas depois de algum tempo acabaram sendo boas companheiras. Num determinado dia Katie desaparece de uma hora para outro e a deixa totalmente confusa.
Uma tempestade de neve já era anunciada, o que deixava Sam preocupado, as tarefas da fazenda aumentavam ainda mais e agora além de manter os animais em segurança, tinha que mantê-los quentes e alimentados, mas controlá-los nessa situação torna para Rose uma tarefa mais difícil, pois os animais ficam mais agitados e desobedientes; mas os que eles não esperavam é que essa seria uma das maiores tempestades de todos os tempos e o maior desafio de Rose e Sam.
Rose tem um mapa mental que a orienta nas suas obrigações diárias, como avisar Sam sobre o nascimento de algum animal, trazer de volta uma ovelha desgarrada ou informá-lo quando uma está presa nas cercas.
A maior parte da história é narrada pelo ponto de vista da cachorra e alterna poucas vezes para o ponto de vista de Sam, de uma maneira muito bem elaborada.
O autor Jon Katz nos apresenta a uma história cativante e intensa, cheia de amor e lealdade, consegue de uma maneira sutil mostrar todo o potencial, habilidades e comportamento dessa raça de cachorro, já que ele tem um amplo conhecimento do assunto. No inicio da leitura demoramos um pouco para nos situar, mas depois a leitura flui de uma maneira que não nos deixa parar, o suspense aumenta a cada página virada, emoção, aventura e assuntos como dedicação, companheirismo, determinação e amor estão durante toda a leitura, um livro que recomendo.

site: devoradordeletras.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Fun's Hunter 17/04/2014

Rose na Tempestade
Lembrou-se de seu fiel amor por Katie quando adoeceu. Rose não era apenas um animal que ele precisava para administrar a fazenda, era tudo o que ele tinha.
Pág 153

Enquanto espera uma tempestade muito forte que se aproxima, Sam vai preparando sua fazenda para suportar os dias terríveis que estão por vir. É nesse contexto que conhecemos a protagonista, Rose, uma Border Collie apaixonante. Auxiliando Sam nos afazeres da fazenda, ela mostra toda sua inteligência e amor incondicional por seu dono.
Algo que gostei muito no livro, foi que o autor, Jon Katz, soube muito bem descrever o agir de Rose, pois, em momento algum humanizou demais as suas ações. Digo isso porque, pessoalmente, não gosto de história de animais com atitudes humanas. Sabem essas historinhas de filme do tipo: cão que joga bola ou macaco que pratica snowboard?

Rose e Sam passam o dia todo cuidando da fazenda e enfrentando seus conflitos interiores. Ambos sofrem com a despedida de Katie. Sam porque sabe que ela não retornará e, Rose porque não a viu partindo e, sua imagem,assim como seu cheiro, permanecem em sua memória.

Katie costumava esperá-la ali. Sentava-se no velho tronco de carvalho e sempre tinha um pedaço de pão para Rose.Mas hoje, nada de pão e nada de Katie.
Pág 47

O ápice da história acontece quando a tempestade mostra sua verdadeira força. É aí que Rose mostra toda sua inteligência e coragem. Com momentos tristes e também de alegria, o autor consegue desenvolver uma bela história de amor, coragem e, acima de tudo, lealdade.
Com muitos acontecimentos emocionantes e imprevistos, Rose e os demais animais da fazenda, além de Sam, vivem uma aventura marcante e empolgante.

Par finalizar, gostaria de comentar o excelente trabalho e a feliz escolha da capa desse livro. Sinceramente, é uma das mais bonitas dos livros que possuo. Gostei, não só pelo "destaque cachorrinha", mas, principalmente pela imagem na parte inferior da capa. Ela ilustra perfeitamente o amor e lealdade de Rose pelo seu dono em meio às dificuldades vividas.
Nos demais quesitos, a Novo Conceito foi simplesmente perfeita a meu ver. Adorei cada detalhe do livro e espero que cheguem à mesma conclusão que eu. Esse vai ficar em destaque na minha biblioteca.

Boa leitura!


site: http://www.funshunter.com/2014/04/ResenhaRoseNaTempestade.html
comentários(0)comente



Paula 31/03/2014

Narrado sob o ponto de vista de Rose e com pouquíssimos diálogos, Rose na Tempestade, de Jon Katz, conta a história de Rose, mistura de cão pastor com border collie, que está com Sam desde filhote, há seis anos. Rose é uma cadelinha que trabalha duro na fazenda lado a lado com Sam. Seu trabalho e esforço deixam o dono extremamente satisfeito.

"Ela parecia ter um tipo de mapa da fazenda dentro da cabeça, uma imagem de como tudo tinha de ser. Sempre que algo estava errado ou fora de lugar, um animal doente, uma cerca derrubada, um intruso, ela sabia no mesmo instante, e chamava a atenção para o fato, farejando, latindo, andando em círculos. Parecia a Sam que Rose atualizava constantemente o mapa." (p. 10)

Sempre focada em seu trabalho, protegendo a fazenda como se fosse sua, Rose vê seu mapa mudar drasticamente. Primeiro, com o sumiço de Katie, que procura todos os dias na casa da fazenda e pelos arredores e, mesmo sentindo-lhe o cheiro em toda parte da casa, não consegue colocá-la no mapa, mesmo assim, ela ainda está lá. Segundo, uma grande tempestade se aproxima.

"Um senso de prontidão estendera-se pela fazenda e em sua criaturas, uma quietude, uma formalidade, talvez. A notícia sobre a tempestade circulara entre os animais por meio de um entendimento próprio, algo que Sam vira muitas vezes antes. Os animais se agrupavam e erguiam o focinho e as orelhas para o céu. Os olhos abertos, vigilantes. O sentimento se alastrara para os bois e as vacas, as galinhas e os carneiros, para Carol, a mula, as gatas do celeiro. Chegou até a se estender às três cabras, criaturas incômodas, vorazes, que suscitavam motivo para desafiar Rose toda vez." (p. 30 e 31)

Sam e Rose precisam preparar a fazenda e proteger os animais para a maior tempestade que já viram, além de permanecerem fortes, enquanto fora da casa da fazenda tudo fica completamente branco e o controle do tempo e do espaço escapam.

Confesso que no início da leitura de Rose na Tempestade pensei em desistir, não me empolguei, simpatizei... mas no decorrer da leitura fui cativada pela história, bastante original, e pela narrativa sutil.

Jon Katz consultou cientistas de comportamento animal para compor essa bela história, o que a torna bem convincente. Rose na tempestade não é o tipo de livro "OMG! Como bichinhos são fofinhos!". Sob o ponto de vista de Rose observamos o comportamento dos animais da fazenda, como Winston, o galo, Blackface, líder das ovelhas, Brownie, o gigantesco touro jovem, entre outros, e Carol, a mula, que acaba por revelar uma das cenas mais emocionantes do livro. Observamos também o dia-a-dia de uma fazenda, os coiotes que circulam por lá atrás de alimento e acabamos nos deparando com um cão selvagem que possui uma história.

Rose na Tempestade traz uma história de bravura, lealdade e heroísmo, cercada por uma aura de misticismo. Um livro que emociona por seu aspecto espontâneo e natural.

site: http://electricbeans.blogspot.com.br/2014/03/resenha-premiada-rose-na-tempestade.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Paty 14/03/2014

Não é novidade pra ninguém aqui que sou apaixonada por cachorros, e Rose na Tempestade era uma leitura certa.

Rose é uma cadela que vive para o trabalho, se dedica a isso: cuidar da fazenda e fazer com que tudo siga a rotina que está acostumada.
Não permite que lhe façam carinho, e não compreende o que seu dono Sam quer dizer quando usa um tom mais tranquilo e amável.
Sam e Rose moram sozinhos na fazenda, que conta com vários outros animais como galo, mula, ovelhas, e todos tem seu momento na narrativa, o que nos situa melhor sobre a vida na fazenda e a importante função de Rose.
"Rose essa pequena cachorra preto e branco, com olhos penetrantes, que se movia com rapidez e confiança."
Com a chegada de uma grande tempestade de neve Rose se mostra ainda mais atenta às suas tarefas e aos animais da fazenda.
Vigilante durante toda nevasca, ela passou por situações complicadas, delicadas e aterrorizantes, se colocando em várias situações de risco para manter a fazenda em ordem, da forma como ela está acostumada. Mas as coisas não são simples, e o mapa de trabalho que ela tem em mente não é funcional na tempestade, e ela tem imensa dificuldade em aceitar e entender isso.
"Rose nunca fugira, nunca recuara, nunca deixara de fazer seu trabalho."
A narrativa é feita por Rose e por Sam.
Rose nos dá uma ideia de como ela pensa e entendemos o porque de suas atitudes. Uma forma diferente de narrativa vendo o mundo pelos olhos de um cão, mas funcionou, e só ajudou ainda mais na conexão com Rose, tive uma percepção clara de suas ansiedades, preocupações e responsabilidades.
"Ela era dedicada, séria e inteligente.."
A leitura é leve e a narrativa tranquila, mas pensei que Rose na Tempestade fosse me oferecer mais, achei que a história demorou a se desenvolver, houve muitas repetições de fatos e situações que não vi necessidade, isso me desestimulou um pouco. E eu não consegui sentir emoção, a narrativa segue sempre o mesmo ritmo, independente se Rose está pastoreando ou passando por uma situação tensa. Mas o carisma, a persistência e a dedicação de Rose me cativaram.
Enfim, façam a leitura e conheçam essa border collie fiel e leal.


site: http://www.leiturasdapaty.com.br/2014/01/resenha-rose-na-tempestade.html
comentários(0)comente



48 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4