Anjos e Demônios

Anjos e Demônios Dan Brown




Resenhas - Anjos e Demônios


772 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


kassya 28/07/2009

Aprendendo
Fiquei um pouco arredia com o livro, visto que tinha me apaixonado por Codigo da Vinci, mas conforme fui lendo, a historia me envolvia e o final me surpreendeu.

"Às vezes, a revelação divina significa simplesmente adaptar seu cérebro para escutar o que seu coração já sabe".

"Cada um de nós é um Deus, dissera Buda. Cada um de nós sabe tudo. Precisamos apenas abrir nossas mentes para escutar nossa sabedoria"

"Um truque filosófico budista. Em vez de pedir à sua mente para procurar uma solução para um desafio potencialmente impossível, Vittoria pedia-lhe que apenas se lembrasse da solução. O pressuposto de que sabia a resposta criava a disposição mental de que a resposta deveria existir, eliminando assim o conceito paralisante de desesperança".


Hiei-and-shino 12/08/2009minha estante
Gostei muito do livro. O enredo é muito bom, é inteligente, tem ótimas ideias e prende a sua atenção. Envolvente, revela ao mundo uma imagem negra da Igreja Católica e como a ciência pode ser usada de maneira cruel, por pessoas um pouco mais afetadas - para não dizer loucas. O fim é realmente surpreendente e a pessoa que é, nesse caso, o culpado, é alguém que você nunca imaginaria.



Ótimo personagens, muito inteligentes e de potencial. O Hassassin, por exemplo, é digno, com suas crenças e habilidades inquestionáveis de assassino.



Ainda que eu tenha marcado como "vou ler" O Código da Vinci, as partes em que folheei revelam que Anjos e Demônios é um livro muito melhor. Dan Brown evoluiu muito mesmo.


Jessica 02/03/2013minha estante
Já li todos do Dan Brown e meu favorito é esse, frustrante assistir o filme onde mudaram o final que era o mais surpreendente.


Karyna 29/08/2013minha estante
Livro excepcional, que te prende do início ao fim. Anjos e demônios é o segundo livro escrito por Dan Brown. Já o Código da Vinci o quarto, então Hee, ele infelizmente não evoluiu, e sim retrocedeu.


Karina 05/11/2013minha estante
Incrivelmente inteligente, entrou fácil na minha lista de favoritos pra não sair nunca mais. Adorei a série inteira, Robert Lagndon é incrível.

Tô lendo os comentários, acho que li na ordem errada :p
mas não importa, amei tudo do mesmo jeito!!


Fabio 30/09/2014minha estante
Como eu ainda não li Inferno e O Simbolo Perdido, Anjos e Demônios até agora foi o melhor livro do Dan Brown que já li, adorei a estória e com aquele final surpreendente. Recomendo.




JonathanK 10/01/2009

Melhor que o Código Da Vinci.
07/02/2012minha estante
Com certeza, o melhor que o Código da Vinci.




Léo 15/12/2009

Perfeito
O livro é massa!Um dos melhores livros que já li!
Muita ação,suspense,a trama não apenas bem amarrada,mas com vários nós!
Uma leitura muito fácil,e ao mesmo tempo histórica!Para quem não leu recomendo ler,vocês não sabem o que estão perdendo!Li em três dias,mas já tinha visto o filme antes,então não teve muita graça.
Uma pessoa que você nunca vai imaginar quem é!!O final é emocionante!
comentários(0)comente



Evelyn Ruani 13/07/2010

Meu favorito do Dan Brown!
É a primeira aventura de Robert Langdon, apesar de ter sido lançado após O Código DaVinci. O professor charmoso de Simbologia é chamado a um dos maiores centros de pesquisa científica do mundo, o CERN para investigar um símbolo marcado a fogo no peito de um cientista. O assassino consegue além de matar o cientista, roubar uma das armas mais poderosa da história. Langdon então vai para o Vaticano para impedir que a ressurgida fraternidade dos Illuminati consiga efetuar sua vingança contra seu maior inimigo: a Igreja Católica. Achei a maneira como Dan Brown escreve a história fantástica. Parecia o tempo todo que eu estava lendo o roteiro de um filme. Aliás, quando li O Código DaVinci eu não imaginei que poderia virar um filme, mas Anjos e Demônios na minha concepção já nasceu pra ser filme! Uma leitura eletrizante, que te prende totalmente do início ao fim. Sem contar que o meu lado "bibliotecária apaixonada pela profissão" ficou simplesmente fascinada com a parte em que o protagonista vai até o Arquivo do Vaticano. Além disso, não é possível não admirar um autor que consegue escrever um livro de quatrocentas páginas contando uma história que aconteceu em apenas quatro horas! Fantástico e recomendadíssimo.

Aline Maia 20/07/2010minha estante
UAUAHUHAUHA, esse livro me consumiu! Não consegui largar ele até saber o final :D




Shaftiel 20/01/2009

Anjos e Demônios poderia até ser um livro mediano, se eu não houvesse lido depois de ler o Código da Vinci. Ambos são identicos em quase tudo, inclusive em personagens e motivações. Parece que um é rascunho do outro.

Quando me refiro ao fato de haver os mesmos personagens na série, não falo do personagem principal, obviamente, mas sim aos outros personagens da trama como a companhia feminina óbvia que sempre se encontra em situações semelhantes e serve praticamente para ficar fazendo perguntas para o protagonista e dar algumas soluções, nada mais.

O livro é anterior ao Código da Vinci, mas acabei lendo depois. Também não haveria diferença em ler na ordem, já que são livros tão semelhantes e de tão pouco impacto de um para outro que não há problema em alterar a ordem de leitura. Parece que as histórias não são nada mais que meras menções na cabeça do personagem.
Tripode 15/01/2009minha estante
Também li os dois. E prefiro muito Anjos e Demônos à Código da Vinci. O Código da Vici é a segunda aventura de Robert Langdom, ou seja continuação do Anjos e Demônios e por isso o personagem é o mesmo.


Gabriel Lucas 15/01/2009minha estante
Por causa desse livro que eu mandei a sugestão para equipe do Skoobs, para criarem a opção "não li e não quero ler", depois de encarar três livros de Dan Brown, já enjoei de ve-lo contando a mesma história!


Beth 21/01/2009minha estante
Anjos e Demônios difere muito de Código Da Vinci, a trama envolvendo os livros, são opostas, já que, um envolve a igreja católica, tendo como ambiente Roma e a morte e escolha do novo Papa, os Enigmas são mais complexos, os motivos nem ao menos são parecidos com os praticados em o Código, que , se passa em Paris, com outra trama, na qual, envolve- se conceitos dos maçons, há a influência católica, há, mas o cenário é outro, seus personagens, tirando Langdon, são completamente diferentes, seja em suas histórias e atitudes.


Patrícia 25/06/2009minha estante
Concordo com a Elizz abaixo. Os livros se assemleham por se tratar de uma "investigação".

Mas também concordo com você sobre a companhia feminina, mas até aí quantas histórias de "detetives" não são parecidas?

Só li Anjos e Dêmonios mesmo, mas não iria encarar ler o Código porque sinceramente, já falaram demais desse livro.


Jumpin J. Flash 27/10/2009minha estante
Discordo da ELIZZ. Mudou-se o ambiente e o motor da trama, mas no fundo os dois livros são bem rasos. Embora Dan Brown saiba escrever de um jeito que agrada aos leitores acostumados à linguagem do videoclipe, acho-o fraquíssimo. Espremendo-se um livro dele obtém-se 10 páginas que valem a pena ler, se tanto.


Karolaine Zanol 14/03/2012minha estante
Puff, que falta do que fazer ficar procurando defeito em algo que só está aí pra sua diversão.


Shaftiel 14/03/2012minha estante
Karool, que pena...




Wishbone 01/01/2009

Mais uma vez Dan Brown Arrasou mesmo. Com suas descrições únicas e com seu estilo próprio de escrever e descrever, nos remete ao mundo da ficção e nos impõe uma grande dúvida sobre o que realmente pode ser ou não "Deus". Ele selecionou muito bem os eventos e locais históricos ocorridos nesse livro. Um dos melhores livros que já li com certeza.
comentários(0)comente



Anelise 10/07/2010

Sempre fui uma leitora assídua de YA books e chick-lits, logo, ler Anjos e Demônios sempre esteve longe das minhas metas de leitura. Mas foi exatamente há uma semana atrás que minha irmã me presenteou com esse livro, e eu pensei: Por que não? Eu havia gostado muito do filme..

Agradeço IMENSAMENTE à minha cabeça de vento que esqueceu do filme completamente, pois eu pude ficar surpresa cada vez que um fato era revelado, e acreditem: são MUITAS surpresas!

O livro é envolvente, interessante e de fácil leitura. Não cansei nenhum segundo sequer, só queria saber como aquela história toda iria terminar.

E o final... Vale toda a história. É o final mais surpreendente que eu já li. Um final que me fez gritar um "NÃO ACREDITO!" às 04:30 da manhã.

Recomendadíssimo! ;)
Saul 20/07/2010minha estante
hahaha muito bem dito! No fim não dá pra parar de ler e fui terminar de madrugada também.




Souljacker 06/01/2009

Previsível e mal escrito. Não serve nem como diversão, caso do Código da Vinci, já que segue a mesma fórmula do anterior.
Oleiro 07/01/2009minha estante
Concordo plenamente.


Kassio 26/09/2012minha estante
No fim o bandido é o mocinho... ^^




Davisson 08/01/2009

Um grande pesquisador
Sem dúvida Dan Brown merece grande mérito como pesquisador, mas como romancista na minha opinião deixa muito a desejar. Todos os seus livros seguem a mesma trama só mudando os fatos históricos na trama.
Aline 17/10/2013minha estante
Li vários romances dele, gosto. Mas confesso que acho ele um pouco 'Hollywood'. Nesse livro especialmente, nos capítulos finais a parte que o personagem salta do helicóptero... af!




spoiler visualizar
Amandinha 29/12/2010minha estante
Eu me surpreendi por saber que o Camerlengo tramara tudo! Eu havia o admirado...Até desconfiei de Rocher(pobrezinho). Mas foi isso que achei interessante e amei. A respeito da sua resenha eu gostei, foi realmente louco Langdon e Carlo terem sobrevivido, mas é uma FICÇÃO e acho que não é um ponto negativo do livro!


Rafael Palone 31/12/2010minha estante
Eu considerei um ponto negativo por ser muito "viajado" sendo que não estava acontecendo coisas tããão assim no livro até aquela parte. Mas, concordo com você, é ficção. :)


Rafael Palone 31/12/2010minha estante
Ah, e eu também desconfiei do Rocher, coitado. ):




Marlon Teske 26/08/2010

Robert Langdon e os Sete Mistérios.
Assim como praticamente todos os leitores deste mundo, conheci Dan Brown através de O Código Da Vinci, e como ganhei os três livros de presente, fui na ondinha e li na sequência seus outros dois livros, ironicamente, com a única e louvável exceção do primeiro escrito pelo autor. Por ter achado os três livros em questão muito parecidos entre si, não fiquei particularmente curioso por Anjos e Demônios até tê-lo em minhas mãos.

Só então descobri que este é, de longe, o melhor livro escrito por Dan Brown.

Não apenas pela narrativa muito mais agradável, ou pelo cuidado maior com o desenrolar dos fatos, tampouco pelo mistério meso-científico-meso-religioso que é quase uma marca registrada atualmente. O livro forma um tipo de conjunto tão grudento de ser lido que mesmo a quantidade muito superior de texto do que normalmente se apresenta se vai facilmente conforme as páginas correm.

E nem por isso a primeira aventura de Robert Langdon é menos Holliwodiana (o que também é uma característica do autor). Uma sociedade secreta, que até então era considerada extinta, ressurge e ameaça a destruição de toda a Cidade do Vaticano no dia da eleição de um novo Papa. Cabe ao pacato professor de Haward salvar o dia e faturar a mocinha.

Livro muito divertido de ser lido, recomendado mesmo! Se pegarem alguns livros do autor para ler, dêem preferência ao Anjos e Demônios. E aos que já leram outros livros, este é um tomo que vai tirar um pouco a impressão de "hei, já li isso antes em algum lugar" que os outros livros de Brown imprimem em nossos cérebros.

Lido em Março/2009
Milly 22/03/2011minha estante
Concordo plenamente. Li esse antes de código da vinci, quando ele estava começando a se tornar uma febre. E até hoje não entendo porque Anjos não é mais lido (Tá, no fundo eu sei que é pela controvérsia com a igreja). Enfim, sem dúvida um dos meus preferidos. Pena, que pra variar, o filme deixou muito a desejar.




Mayra Dias 27/07/2010

Um livro eletrizante, que prende sua atenção desde a primeira página. É bem rico em detalhes, de leitura deliciosa. Repleto de acontecimento que nem as mentes mais imaginativas poderiam prever. É realmente uma história emocionante e eletrizante.
Alan Santos 04/11/2010minha estante
Só não gostei da nota 4.0 =P

^_^
Dan Brown é um dos gênios da literatura!
Recomendo o Fortaleza Digital.


Mayra Dias 04/11/2010minha estante
Hehehe, é pq ele é ótimo, e não muito ótimo. Entende? hehehe
Não sei por que tenho uma certa resistência em ler este livro, sei lá, acho que o título não me atrai. mas pretendo lê-lo. Hehehe
=)


Alan Santos 04/11/2010minha estante
Fortaleza Digital...
Este livro trata sobre Segurança de Teconologias... Mas tem uma trama que me fez perder o fôlego! Personagens muito bem escritos e com aquela narração bem ao estilo Dan Brown!




Renata CCS 04/02/2013

Ninguém é totalmente anjo ou totalmente demônio neste livro
ANJOS E DEMÔNIOS é perfeito para ser definido como um triller muito agitado. A história baseia-se no choque de dois elementos: a fé religiosa e a fé científica, ou seja, Deus e a ciência. O professor de iconografia religiosa e simbologia Robert Langdon e a bióloga Victoria Vetra tentam desvendar um misterioso enigma para conseguir evitar o assassinato de quatro religiosos e a destruição do Vaticano. O enredo abrange morte, instituições secretas, simbologia e o roubo de uma arma com um poder extremamente destruidor: a antimatéria. A história parte da tecnológica Suíça (o poder do homem) para terminar na cidade de Roma (o poder de Deus). É uma “briga” entre religião e ciência, apresentando em seu enredo um fanático religioso que trama o renascimento e a desmoralização de uma antiga seita, os Illuminati, para reafirmar o poder da religião católica. Ao longo da história são ressaltados vários aspectos da igreja católica e das peculiaridades da cidade de Roma. Além de ser um texto com bastante ação e suspense, o livro proporciona um aprendizado acerca da arte. Caso você pouco saiba sobre o assunto, certamente se sentirá motivado a saber mais sobre os diversos monumentos e outras obras descritas no livro. Na história ninguém é totalmente anjo ou totalmente demônio: a “troca de lado”, quando quem achamos ser o mocinho vira o bandido e vice-versa, que por diversas vezes acontece, é o ápice do livro. Dan Brown sabe conduzir muito bem uma cena de ação e nos passa muita tensão e expectativa, pois toda a história se passa em menos de 48 horas e isso faz com que o leitor experimente as emoções dos protagonistas. A leitura flui bem e não me senti confusa com a narrativa em nenhum momento: há uma perfeita interligação e sequência da narrativa do início ao fim. Ao mesmo tempo em que o livro segue seu enredo misturando ficção, belas descrições de pontos turísticos e obras de arte mundialmente conhecidas, ele nos oferece a oportunidade da reflexão sobre a eterna disputa de forças entre religião e ciência. As tragédias descritas pelo autor levam a conclusão de que a ciência não faz insanidades, mas o fanatismo religioso sim! Este livro é para as pessoas se deliciarem com uma ótima história, com um desfecho surpreendente e empolgante.
Aline 08/05/2013minha estante
O melhor que li do autor, ate agora.




Máàh 07/12/2009

Recomendadíssimo
Dan Brown consegue mesmo me agradar. Depois de Código d’ Vinci, Anjos e Demônios me surpreendeu, é uma mistura de ficção com a realidade, do poder da ciência com o poder de Deus. A historia vai se desenrolando e mostrando dados históricos, além de nos levar a uma viagem pela arte. Ele selecionou muito bem os eventos e locais históricos ocorridos nesse livro. Está recomendadíssimo!!!
comentários(0)comente



Rebeca 09/09/2010

Surpreendentemente Surpreendente


Física Moderna, Arte, Religião, Antigas Seitas, assassinos, BBC, lunáticos, guardas suíços, símbolos, vingança, Antimatéria. Sim, a primeira aventura de Robert Langdon mistura tudo isso e muito mais. Dan Brown nos mergulha em vários assuntos interessantes, nos mínimos detalhes, com uma eficiência que poucos ou mais nenhum autor atual conseguiria alcançar. Com esse dom, Dan Brown se inclui na lista do que há de melhor na literatura contemporânea. Sucesso mais que merecido, confesso.


O livro não inclui sequer um trecho entediante. Um livro que emociona, faz rir, faz pensar, comove, dá raiva. Há momentos em que dá vontade de entrar no livro e compartilhar da emoção do personagem; em outros, a vontade é de arrancar alguns personagens do livro e espancá-los (sim, leia o livro e me entenda).


Recomendo. Pra ler à tarde, noite ou manhã. Dia de sol ou de chuva. No parque, em casa, no avião... Tanto faz. Simplesmente recomendo.
Anelise 10/07/2010minha estante
Concordo com cada coisa que você escreveu! :)


Vinicius ! S. R 30/01/2011minha estante
Dentro dos limites da mente de Dan Brown, é um bom livro, o melhor dele ao meu ver, sem contar que a história é realmente mais interessante do que os outros...




772 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |