Clube de Vênus

Clube de Vênus Cristina Frentzen




Resenhas - Clube de Vênus


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Mundo B - Jéssica Brenda Landi 14/04/2015

" Agora, Doutor, vamos começar... Porque eu só me excito se você rastejar."
Dr. Tomas Esquivel é um cirurgião residente do prestigiado hospital na cidade universitária de Nova Suburbia que leva uma vida pacata ao lado de sua esposa fisioterapeuta Vivian. Eles se amam e estão a bastante tempo juntos, mas estão num relacionamento sem grandes emoções onde o trabalho vem em primeiro lugar.

As prioridades de Tom mudam drasticamente quando ao achar que está atendendo uma consulta de rotina se vê alvo de uma sedutora peça pregada por ninguém menos que Erica Stone, sua nova e misteriosa chefe. Tom fica meio confuso com a suposta pegadinha que acreditava ter sido feita por seu amigo, até Erica revelar que era a responsável. Doc. Esquivel fica muito intrigado com o comportamento da mulher que mesmo sendo casada quis seduzí-lo. O que ele não esperava era que ao tentar investigar Erica para tentar entendê-la melhor fosse descobrir um mundo secreto de fantasias e fetiches que se esconde bem debaixo dos seus olhos e muito menos que seria atraído para esse mundo, O Clube de Vênus.

"- Não há nenhum outro lugar onde eu gostaria de estar... exceto em você. - E quando chegar lá, Doc... - Erica o questionou sem tirar seus olhos dos dele - O que espera encontrar? - Espero me perder lá - Tom concluiu. - Para sempre."

O Clube de Vênus não é um simples local de voyeurismo. É um local para se permitir. Expor seus desejos mais pervertidos e sem culpa. Ali você não precisa ser o modelo que a sociedade dita que seja, as pessoas não sabem o que esperar de você . Os limites são determinados pelo seu próprio prazer. Poder fazer e dizer coisas que não diria na frente do seu circulo social que muito provavelmente te julgaria. É como estar em seu sonho erótico mais louco e ter o controle sobre ele.

"Nossa sociedade não nos ensinou a sentir conforto diante de inúmeras palavras e gestos que permeiam nosso inconsciente, onde nada está sob controle, onde o esteticamente belo não nos diz respeito somente ao que você vê, mas ao que sente e constrói."

Tom quer isso. Ele quer ser aceito no Clube de Vênus, mais do que isso ele quer a Erica e fará de tudo para que ela lhe dê a chance de mostrar que é digno de encontrar a Vênus. Tom fica tão obcecado que não se dá conta de no que realmente está se envolvendo e não vê que suas atitudes tem consequências. Em suas investigações descobre que pessoas a sua volta estão envolvidos no Clube. Pessoas que ele não imaginaria.

"Você nunca faria amor comigo sabendo o que esperar de mim... Você vai esperar até que eu perca o controle, que eu seja uma ameaça para tudo e todos, para você e para mim... Neste dia eu irei beijá-la como nenhum homem jamais a beijou, eu irei devorá-la de dentro para fora... Porque, quando este dia chegar, eu ganharei seu corpo, mas sua alma já estará totalmente exposta..."

Mas não é só isso, o Clube de Vênus tem uma história longa de tradição e herança rondada por um mistério que nos é mostrado apenas uma parte por ser uma trilogia. Eu gostei muito de toda essa vibe de fantasia e mistério. Essa coisa de se esconder atrás de uma máscara para se libertar e estou muito curiosa para saber o desenrolar da trama.

A capa do livro representa bem o seu conteúdo. Várias coisas ditas pela anfitriã do Clube fazem sentido se pararmos para pensar. Não concordei com algumas atitudes de Tom, mas entendi que ele estava cego pelo seu desejo. O próximo livro promete e eu aguardo ansiosamente.

http://brendalandim.blogspot.com.br/2014/08/livro-clube-de-venus.html

site: http://brendalandim.blogspot.com.br/2014/08/livro-clube-de-venus.html
isabella 25/05/2017minha estante
Olá
Acabei de ler o livro. Adorei!!!
O problema é que mesmo o livro sendo lançado em 2013 ainda não tem nada sobre a continuação. Nao achei nada atual falando sobre a série. Sabe de quando será ou se vai ter continuação?




Nanda Nunes 05/06/2014

Envolvente
Terminei de ler o livro Clube de Vênus, e se pudesse falaria um “palavrão” desses bem escrachado para demonstrar e extravasar meu estado de excitação e euforia com todos os acontecimentos desse livro.
Conhecer TOM e Erica foi assim... Paixão ao primeiro encontro (e que encontro). Em devaneio entre um parágrafo e outro me perguntei se teria coragem de ser a Vênus por uma noite (kkk) minha resposta; “claro que sim!” Pois não tem nada mais excitante em ser o centro das atenções. (kkk) Deixa me controlar, pois se me empolgar vou acabar fazendo o , spoiler do livro.
Caraca é muito bom esse livro, é uma historia envolvente, não dá vontade de parar me deixou com vontade de mais de muito mais...
Parabéns a Cristina Frentzen e as meninas que ajudaram a incrementar a imaginação dessa escritora fantástica.


site: www.duasevas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Jéssica R. 16/12/2013

Autora: Cristina Frentzen
Editora: EDITORA MODO ( Selo MODO Especial)
Páginas: 216
Nota: 3,8 / 5

Clube de Vênus é um um livro com conteúdo adulto e recomendado para maiores de 18 anos. Recentemente recebi a apostila da obra em parceria com a autora Cristina Frentzen, onde o livro foi publicado apenas em e-book pela Amazon e a publicação impressa está prevista para março de 2014.

O livro nos conta a história do Dr. Tom Esquivel, um cirurgião do Hospital de Nova Suburbia que tem uma vida pacata e modéstia com sua esposa fisioterapeuta Vivian Mascherano. Os dois tem uma vida dedicada ao trabalho, mas as coisas mudam quando a nova chefe do hospital, Dra. Erica Stone, entra na jogada.

Ela aparece para Tom de uma forma bem diferente e mostra toda sua sensualidade e erotismo, fazendo o doutor ficar louco de desejo. Tom percebe que precisa saber de todos os segredos de Erica, onde esquece de que é um homem casado.

"Já parou para pensar nas coisas que dizemos e que nem sempre é o que queremos dizer? Ao menos você tem certeza de que quando digo que foi um prazer conhecê-lo, eu estou dizendo a verdade..."

Erica é casada com Manoel Stone e os dois compartilham de um segredo que está na família há gerações e é ligado com o Clube de Vênus, que é uma sociedade secreta fundada pelas famílias Valmont e os Cèlere onde as pessoas fazem sexo ou mesmo se divertem de uma forma mais brutal e selvagem, mas também existem pessoas que sente prazer apenas observando os atos sexuais, onde as cenas são bem fortes e cruas.

''Quem está julgando o que fizemos? Você? Aqueles que não viram e não sabem? A sociedade de Nova Suburbia? - E mais uma vez, tomou um gole de seu suco antes de prosseguir. - Acredite, qualquer sociedade é capaz de reconsiderar alguns valores, se outros se mostrarem mais importantes. Você vai aprender isso mais cedo ou mais tarde. O subversivo nada mais é do que aquilo que corrói uma estrutura. É a única razão pela qual o vemos com algo por baixo."

Estamos acostumados com livros eróticos em que os homens são dominadores e fazem com que as mulheres fiquem submissas, mas neste livro é o inverso e Erica Stone é uma mulher bonita, inteligente e sabe muito bem o que quer. Ela joga e trata Tom de uma forma possessiva e dominadora, fazendo com que ele fique louco para ter ela em sua cama.

A parte que mais me agradou no livro foi quando somos levados ao passado e conhecemos toda a história de Cube de Vênus, onde percebemos que uma herança pode fazer a pessoa ser destruída e o amor verdadeiro é capaz de arruinar uma família inteira.

Tom agradou a maioria das leitoras que já leram esse livro, mas eu não gostei dele e o motivo foi porque acredito que uma relação a pessoa tem que ser fiel e a confiança deve ser muito importante. Tom pode até ter uma vida não muito alegre, mas ele escolheu Vivian e deve respeitá-la, mas em muitos momentos não faz isso. Durante a leitura descobrimos algo muito importante e que engloba todos os personagens, mas mesmo assim eu não consegui gostar dele e não entendia essa sua obsessão pela doutora. Até mesmo Erica eu entendi suas ações, já que no decorrer da história vamos descobrimos um pouco de sua personalidade e os motivos que a fazem ser tão dominadora.

''Pergunto-me se não devo rezar para que você seja um menino e eu possa fingir que estas palavras nunca foram escritas. Mas se você for uma menina, eu preciso contar-lhe esta história. A história de sua família.''

Clube de Vênus é narrado sobre vários pontos de vista, onde até o final da trama temos a narrativa por quase todos os personagens.

O final foi surpreendente e me deixou intrigada para saber o que a autora preparou na continuação e mesmo com meus ressalvas eu pretendo ler a segunda temporada, porque diferente de muitos livros eróticos Clube de Vênus possui uma história completa. No final do livro temos uma prévia da continuação e também cenas deletadas, que esclarece pontos importantes na história.

Quotes:
''Estamos destinados a continuar nossa herança, uma tradição que agora beira quase dois séculos. Talvez você continue com essa tradição.''

''Não se pode lutar contra o destino...''

''Só havia um lugar onde ele gostaria de estar.''

site: http://www.leitorasempre.com/2013/12/resenha-clube-de-venus-cristina-frentzen.html
comentários(0)comente



Maria - Blog Pétalas de Liberdade 09/12/2013

Clube de Vênus, primeira temporada
"Clube de Vênus" conta a história de Tom Esquivel, um médico de um importante hospital universitário. Ele era casado com a fisioterapeuta Vivian, que também trabalhava nesse hospital. O trabalho era a prioridade, a coisa mais importante para os dois.
"Tom não soube bem como processar aquela resposta.Tinha dificuldades em interpretar sinais que não fossem oferecidos pela simples fisiologia do corpo humano, da leitura precisa dos equipamentos médicos. Era bom em diagnosticar doenças, não intenções. No entanto, ele próprio não tinha problemas com esses meros detalhes procedimentais. Tudo o que queria era atender seus pacientes da melhor forma e, sem dúvida, já havia burlado uma ou outra regra em prol do melhor resultado."
Tom levava uma vida tranquila, focada no trabalho, até que ocorre uma mudança na direção do hospital e Tom tem uma nova chefe: Erica Stone. Aí tudo muda! A forma como eles se conhecem não é nada comum.
"- Eu nem sei por onde começar, o que significa que não é uma boa ideia começar! Se você não sabe, melhor não saber, acredite!"
"- Já parou para pensar nas coisas que dizemos e que nem sempre é o que queremos dizer? Ao menos você tem certeza de que quando digo que foi um prazer conhecê-lo, eu estou dizendo a verdade..."
Acho que ainda não disse que Tom era lindo, né? Erica também era muito bonita, além de casada e misteriosa. Desde o primeiro encontro dos dois, rola um clima. E tudo o que Tom mais deseja é Erica, e ele será capaz de entrar no jogo dela para conseguir o que quer.

"- Imoral para quem? - Erica insistiu no debate. - Quem está julgando o que fizemos? Você? Aqueles que não viram e não sabem? A sociedade de Nova Suburbia? - E mais uma vez, tomou um gole de seu suco antes de prosseguir. - Acredite, qualquer sociedade é capaz de reconsiderar alguns valores, se outros se mostrarem mais importantes. Você vai aprender isso mais cedo ou mais tarde. O subversivo nada mais é do que aquilo que corrói uma estrutura. É a única razão pela qual o vemos com algo por baixo."

"(...)Olhe em volta, Esquivel... O que é este estábulo, exceto um lugar? Neste momento, ele não é nada além de uma folha em branco. Nossas almas dão a essa folha linhas imaginárias que se transformam em história. Nossos desejos alimentam o cenário vazio, dando-o significado. Somos o oxigênio que faz esse coração pulsar forte. Algumas pessoas apenas são incapazes de se enxergar como gatilhos, esperam ser atiçadas, são passivas diante da vida. E a vida é puro desejo, Esquivel... Não estamos vivos enquanto não damos vazão a eles. Você está começando a dar vazão aos seus... Como ontem à noite."
Alguns dos comentários que recebi no post de apresentação do livro eram sobre a falta de uma história interessante em livros eróticos, eu não leio muitas obras desse gênero, aliás, não leio muitos livros de gênero nenhum, costumo variar bastante minhas leituras; por isso não posso falar se livros eróticos tem ou não uma história interessante.
"Clube de Vênus" é um livro hot, não recomendado para menores de dezoito anos, mas tem sim uma história bem escrita e interessante. Um mistério que me fez querer ler mais e mais, para descobrir os segredos do Clube de Vênus e de Erica Stone. Superou minhas expectativas. Li o livro em dois dias, o que é bem rápido para o meu ritmo de leitura (ele tem 216 páginas).
A princípio, achei curioso o fato de esse primeiro livro da série não ser chamado de primeiro volume e sim de primeira temporada. No final da leitura, concluí que essa foi uma escolha genial da autora. Na última página tem uma revelação que muda muito o significado de tudo o que aconteceu antes. É como acontece em séries ou seriados, o último episódio deixa um gancho para a próxima temporada. Eu não imaginava que a história pudesse ter aquele desfecho. Esperarei ansiosamente pela segunda temporada!
A história é contada em terceira pessoa e dividida em capítulos. A capa é muito bonita, essa máscara da capa tem tudo a ver com a história. Não tenho como falar sobre a diagramação, tamanho da letra, etc., pois não recebi o livro pronto, apenas o texto encadernado. Mas apenas pelo que recebi, pude comprovar o capricho da Modo Editora com seu trabalho.
O livro pode ser comprado no formato digital (e-book) no Amazon pelo link: www.amazon.com/dp/B00H3QTQX6. Quem quiser saber mais sobre "Clube de Vênus" pode acessar o blog www.clubedevenus.blogspot.com.br (dá para ler o primeiro capítulo e descobrir como o Tom e a Erica se conheceram, além de ler alguns trechos).

site: http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2013/12/resenha-livro-clube-de-venus-cristina.html
comentários(0)comente



Priscila Yume 23/11/2013

Minhas impressões...
"O prazer não é um lugar comum."

Oi Seguidores,

Hoje estou trazendo uma resenha especial, sobre um futuro lançamento da parceira Modo Editora, e cujo blog foi um dos selecionados para fazer a leitura antes. Conheçam Clube de Vênus, a primeira temporada da trilogia erótica e para maiores de 18 anos de Cristina Frentzen.
Tom Esquivel é um jovem cirurgião ortopédico, casado com Vivian, uma fisioterapeuta, e ambos trabalham no prestigiado Hospital Universitário de Nova Suburbia, referência na região e no país. Mas sua vida muda drasticamente após realizar uma consulta, no setor de emergia, na qual uma jovem e atraente mulher precisava ser atendida por apresentar dores na região lombar, mas o que seria uma consulta de praxe se tornou um verdadeiro jogo sexual e, após ser chamado para atender uma emergência pelo alto-falante do Hospital, descobre que sua paciente, na verdade era uma impostora.
E como se não pudesse piorar, a impostora era a nova chefe da equipe de cirurgia do Centro Cirúrgico Universitário e esposa do novo diretor do hospital, Dra. Erica Stone.
A excitação do momento vivenciado, abalam por completo com Tom, que leva uma vida pacata e sem muita emoção, onde o trabalho vem antes de qualquer coisa e é sua única fonte de prazer. Intrigado com o que vivenciou com Erica, Tom acaba por se envolver e descobrir um mundo a parte, do qual nunca ouviu falar, mas que começa a desejar a todo custo fazer parte: o Clube de Vênus.

- E é uma máscara e tanto - Erica rebateu. - Mas o que realmente importa aqui, Doc, não é a selvageria ou brutalidade. O Clube de Vênus diz respeito à transfiguração. Você é capaz de por uma máscara e se tornar o que eu desejo? É capaz de tornar-se o que sua esposa deseja? O que qualquer mulher deseja?

O Clube de Vênus é uma sociedade secreta tão antiga quanto a cidade de Nova Suburbia e criado pelas duas famílias fundadoras da cidade, os Valmont e os Cèlere, que através de seus descendentes mantêm vivo as ações do clube. Seleto, secreto e se você não cumprir com o acordado terá que se responsabilizar pelos seus atos.
Sexo, Luxúria, Sangue...
Tom não sabe no que está se envolvendo, e nem a leitura da antiga Vênus e anfitriã do Clube (está bem, ele não leu o diário todo, só parte) faz com que ele desista de seu objetivo: ter Erica para si, nem que seja uma noite. Assim, ele acaba se tornando Marte no clube, e com apenas uma máscara no rosto, satisfaz seus desejos e daquelas que passam por ele nos encontros clandestinos do Clube do Livro.
Certo Galera, tenho que admitir que amei o Tom, ele é tudo de bom (principalmente depois que ele faz parte do Clube), quando ele começa a dar vazão à sua luxúria, até com sua esposa!!!!
O livro, escrito em terceira pessoa, faz com que o leitor se torne mais um dos associados, observadores do clube e nas cenas de sexo, eu me sentia como mais um daqueles que estavam lá, observando o que ocorria.
Sensual, sexy, erótico, misterioso, o livro faz com que você queira saber cada vez mais, e junto com Tom tente desvendar os mistérios que envolvem essa associação.
Tenho que admitir que gostei muito da leitura e que o final, da primeira temporada, me surpreendeu muito, com certeza teremos mais suspense, mistério e muito erotismo nos próximos dois livros. Como a própria Erica diz, e isso fica presente nas cenas e falas dos personagens do livro que ele não trata de amor, envolvimento afetivo, o principal motivo de existência do clube é a satisfação sexual (na realização do ato em si ou apenas observando), mas isso não quer dizer que sentimentos mais fortes possam surgir ao longo da história, que, no final do livro, começam a dar algumas pistas.
Então, para os fãs de literatura erótica recomendo a leitura do livro quando for lançado, é mais que recomendado.
Beijos, boa leitura e sonhem com o Tom Esquivel (preciso achar urgentemente um médico assim!!!!).
comentários(0)comente



Morenalilica 23/11/2013

Muito melhor que 50 tons!
Como dito antes nesta mesma postagem, recebi a prova do livro, então não posso falar muito a respeito da diagramação do livro. O que posso dizer de concreto, é que a revisão está primorosa. Não encontrei um só erro de grafia. Gostei bastante da prévia da capa. Ela tem tudo a ver com o título e com o livro, isso eu garanto a vocês. Os capítulos estão divididos por números e cada um deles, tem sua pausa bem marcada. Quando iniciado o capítulo seguinte, você percebe bem a mudança de foco da autora. Tudo muito primoroso.
O livro trata da história do Doutor Tom Esquivel, cirurgião residente e chefe da traumatologia do Hospital de Nova Suburbia e sua relação com a nova chefe do hospital, Doutora Erica Stone.
Tom leva uma vida normal, de homem casado, com responsabilidades e deveres que cabem nestes casos. Casado com a fisioterapeuta Vivian, sente-se a vontade para manter seu foco principal no trabalho, já que isso foi acordado entre os dois.
Por sua vez, Erica Stone chega abalando no hospital. A maneira com que os dois se conhecem é no mínimo excitante. Sem saber quem é a bela morena à sua frente, Dr Esquivel acaba “passando do ponto”, por assim dizer.
Erica Stone é uma mulher belíssima e sensual. Cheia de segredos e pessoas estranhas à sua volta, a competente médica é casada com o Senhor Manoel Stone, que parece compartilhar de seus segredos. Os dois vivem uma rotina um tanto quanto incomum, Manoel parece não sentir ciúmes de Erica, o que é bem estranho para alguem casado com uma mulher mais jovem e extremamente atraente.
Há outros personagens importantes na história, como por exemplo o “Maitre”. Figura sempre presente ao lado de Erica.
Falando muito sério agora. Eu amei o livro! Li rapidíssimo, eu precisava saber o que acontecia em seguida. Cada um dos capítulos foi devorado por mim em pouquíssimo tempo.
Trata-se de um livro erótico. As cenas são muito bem descritas de maneira totalmente clara, sem ser vulgar. Pouquíssimos autores desse gênero conseguem a proeza de serem sexy e cultos ao mesmo tempo. Cristina Frentzen conseguiu isso com maestria!
O livro é deliciosamente intrigante.
Como faz parte de uma série, e eu li apenas a primeira temporada (é assim que a autora chama o volume um), fiquei com um gosto de quero mais na boca. Preciso urgente da segunda, terceira, quarta, quinta temporadas, rsrsrsrs.
Se eu recomendo? Muitoooo!!!! E eu já quero o livro pronto, pra ficar em lugar de honra na minha estante ;)

Resenha originalmente postada no blog Doce Insensatez (link abaixo).
Proibida cópia total ou parcial.

site: http://doceinsensatez.com/blog/resenha-clube-de-venus-de-cristina-frentzen/
Simone Resende 04/04/2014minha estante
Flor amei sua resenha. Mais me conta é uma trilogia também?




Liachristo 20/11/2013

Clube de Vênus - Cristina Frentzen - Modo Editora
Inadequado para menores de 18 anos de idade, devido ao uso de conteúdo sexual.

Neste primeiro livro da série, vamos conhecer o personagem Tom Esquivel.
Thomas Esquivel é um jovem cirurgião ortopédico no Hospital Universitário de Nova Suburbia. Ele é moreno, alto, na casa dos trinta anos, cabelos negros e lisos,olhos azuis como duas gotas no oceano e um físico para mulher nenhuma colocar defeito.... Ou seja um tudo de bom... Um mocinho daqueles que você tem vontade de tirar do papel e levar pra casa...
Tom é casado com Vívian, que também é médica no mesmo hospital. Os dois levam uma vida tranquila, sem muitas emoções, focados em suas carreiras, e para eles isso é muito bom. Ou era, até Tom conhecer a mulher que iria mudar a sua vida, sua cabeça e por que não dizer, todos os seus conceitos sobre sexualidade.

Ele é um ótimo profissional, atencioso, dedicado e bastante compenetrado em seu trabalho e em seus pacientes. Até que um dia, ele é chamado para atender uma emergência e chegando lá, se depara com uma mulher linda, e com uma sensualidade a flor da pele.
A princípio ele a atende de maneira bastante correta, mas aos poucos a situação vai saindo do controle, e os fatos que se sucedem naquele consultório, o deixa perceber que nem mesmo ele, consegue ser imune aos encantos de uma bela mulher.

A partir de então, tudo que Tom acreditava controlar em sua vida, parece sair de contexto, e ele descobre que nem tudo que poderia imaginar sobre sexo, o deixaria preparado para todos os eventos que irão se suceder em sua vida...

Erica Stone, é uma mulher bonita, sensual e um tanto misteriosa. Ela é casada, mas mantém uma relação não convencional com seu marido, o qual não demonstra ter ciúmes e nem mesmo se interessar muito por suas façanhas. Ela chegou a Nova Suburbia, para assumir o cargo de diretora do hospital. Ela chega abalando as estruturas de tudo e de todos que possam ter contato com ela. E Tom, é o primeiro a sentir todo o seu poder de sedução.

No livro, temos além de Tom, outros personagens interessantes, fortes e bem construídos.
A autora, vai aos poucos nos mostrando este mundo misterioso, obscuro e sedutor que vai nos enfeitiçando e nos atiçando a curiosidade de tal forma, que a cada final de capítulo, ficamos ansiosos querendo saber o que vai acontecer no próximo.

Cristina, consegue escrever sobre sexo de uma maneira franca, crua, mas sem ser vulgar. E as cenas, estão sempre dentro do contexto da história. Nada de cenas soltas e desnecessárias.
Em minha opinião, são poucos os escritores, que conseguem descrever cenas de sexo, com tanta naturalidade, que lemos sem nos sentirmos sem graça ou ofendidos. E isto a Cristina soube fazer muito bem.

A capa escolhida, ficou linda! E tenho muita vontade de ver logo o livro impresso e poder colocá-lo aqui na estante. A revisão está muito bem feita.
A leitura fluiu muito bem para mim. Li a prévia em apenas algumas horas, e ao final ela conseguiu me deixar com gostinho de quero mais.
Bjus

Fonte: Os quotes e as imagens usadas nesta postagem, foram retiradas da Fan page Clube de Vênus no Facebook.

site: http://www.docesletras.com.br/2013/11/resenha-clube-de-venus-cristina.html
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7