Mel e Fel

Mel e Fel Sálvia Haddad




Resenhas - Mel e Fel


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Dani 10/03/2016

Mel e Fel, Sálvia Haddad
A autora, Sálvia Haddad, passou pela mais dura provação de sua vida: perdeu o marido para o câncer e, desde então, passou a cuidar sozinha dos três filhos. Isso exige muito dela mesma, que precisa estar forte para enfrentar este fel de sua vida. Mas isso pode acabar comprometendo-a, mostrando a Sálvia que ela também precisa de ajuda.
Mel e Fel é uma obra de auto-ajuda e reflexão que mesmo quem não passou por algo parecido pode se identificar, pois retrata os momentos bons e ruins de nossa vida.
Através de crônicas e textos escritos como uma conversa com o leitor, uma leveza adorável, a autora nos leva a refletir sobre várias questões, motivações, positividade.
Este pequeno livro é carregado de sentimentos, uma escrita poética e leve, cheia de ensinamentos. Mostra que está tudo bem desabar de vez em quando, que a vida também é feita de momentos ruins. O importante é seguir em frente, dar tempo ao tempo e reconstruir sua vida, sem pressa, aproveitando cada momento.
Um detalhe que preciso comentar é a capa. Inicialmente parece apenas uma colagem amontoada de figuras mas, quando começamos a ler, percebemos o quanto se encaixou bem, representando os diversos momentos de uma vida. Foi de uma grande sensibilidade este trabalho!
Por ser um livro curto, é possível concluir a leitura em poucas horas, mas mesmo assim, a autora usou bem as poucas páginas, transmitindo lindas mensagens tocantes e lições, introduzindo reflexões e compartilhando aprendizagens.

site: http://danielabyrinth.blogspot.com.br/2014/05/resenha-mel-e-fel-salvia-haddad.html
comentários(0)comente



Vanessa Meiser 10/12/2013

balaiodelivros.blogspot.com.br
Gosto muito de livros de crônicas, costumo ler Martha Medeiros e adoro a forma como ela escreve. Eis então que tenho o prazer de conhecer uma nova autora que assim como a minha diva, também possui o talento de pôr o sentimento no papel. Este é o primeiro livro da Sálvia, uma jovem mãe amazonense que mesmo sendo tão nova já tem muito experiência de vida e conseqüentemente muito o que nos dizer.
Sálvia tem 3 filhos e quando estava grávida de sua caçula, a família descobriu que o marido estava doente e que pouco poderia se fazer para salvá-lo. Logo após o nascimento da pequena, ela fica viúva e com 3 crianças para criar sozinha.
Isto que acabei de contar não é considerado spoiler, pois a própria autora nos conta na contracapa do livro. Este acontecimento e todos que vieram depois dele é que motivaram o nascimento deste livro tão rico em sentimentos e emoções que fazem o leitor parar e pensar na própria vida e avaliar suas ações ou a falta delas e perceberem o que têm feito de bom tanto para si mesmo quanto para as pessoas que o rodeiam.
"Mel e Fel" é o livro certo para horas descontraídas e relaxantes, apesar de trazer em suas páginas temas fortes como a morte, separação, fé, entre outros, a escrita da autora é deliciosa e convidativa.
São crônicas curtas, o que favorece a leitura e a identificação do leitor, cada uma nos toca de formas diferentes e todas foram escritas com o coração com significados especiais.
Separei alguns quotes que mais me chamaram a atenção no decorrer da leitura, espero que gostem:

"É muito triste, ao longo da vida, constatar como as pessoas deixam de se comprometer com a palavra do bem, que constrói e edifica, para fazer aliança com a palavra do mal, que destrói e distancia." Pág 27.

"Não sei se posso, não sei se consigo. Somos tão limitados, são tantos os erros e as dificuldades. A porta é estreita. Mas o importante, penso eu agora, é o exemplo." Pág 31.

"O importante não é saber se conduzir a hora da conquista e do pódio, na hora em que se está vencendo. O que importa mesmo é saber o que fazer quando a luta está perdida e já não há muito a ser feito, como reagir e o que tirar para si quando a vida está batendo sem dó nem piedade" Pág 70.
comentários(0)comente



Adriano 05/12/2013

A mulher que fala com a alma! ( :
Oi Gente,
Tudo bem? Espero que sim! :)

Antes de falar sobre o livro é preciso conhecer as motivações que fizeram a Sálvia escrever:
"Em 2011, grávida de seu terceiro filho, Sálvia Haddad sofre a perda de seu marido, diagnosticado com um câncer agressivo que, em nove meses, o vitimou, aos 36 anos de idade. Durante o processo de luta e perda, colocar no papel suas dores, sentimentos e pensamentos mais profundos foi a forma que encontrou de lidar com tudo.
Mel e Fel ~ Retalhos da Vida é o alimento de esperança que trouxe a autora até aqui, provando que o que nos mantém vivos é a capacidade de sonhar, de sempre buscar por algo, ainda que nada nos pareça favorável."

Assim que li tal premissa, uma vontade súbita de ler 'o alimento de esperança' me abateu! Fiquei extasiado com a história de vida de Sálvia e a forma como ela expôs seu interior no papel.
Na minha humilde opinião, ela é uma guerreira. Assim como todos aqueles que têm/tiveram contato com pessoas com câncer.

Saltando agora para a parte do livro:
Sálvia escreve com a alma!
Essa seria a frase que mais define essa escrita magistral! Não, não, não estou exagerando e isso não é uma hipérbole!

O livro é formados por uma série de crônicas, que se encaixam formando um livro rico! De modo geral, o livro aborda vários assuntos do cotidiano, como: amizade, amor, perdas, ganhos, divórcio.
As suas narrativas geram a reflexão e um exame de consciência, então, concluo que esse é um livro que te engrandece!

A Sálvia traz alguns fatos pessoais para as crônicas, sobre o processo de tratamento e luto por seu marido, o nascimento de sua filha, lembranças sobre seu irmão. E sim, essas crônicas são muito emocionantes! Impossível não "desidratar" um pouquinho, a cada página lida! :'(

Todavia, algo que aprendi com esse livro e que é um ensinamento belíssimo da autora é de que tudo que recebemos na vida é válido. A vida não é só feita de glórias e vitórias. Devemos aceitar também, as derrotas e tristezas, para que possamos crescer e amadurecer! Abordando um pouquinho a minha carga religiosa, digo que: "Deus nos dá a cruz que temos força para carregar!"

Seguir em frente, ainda que nada nos pareça favorável.

Recomendo muitíssimo a leitura! 5 estrelinhas e claro, um

site: http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/2013/12/resenha-mel-e-fel-retalhos-da-vida.html
comentários(0)comente



Lorena 21/11/2013

Mel e Fel
O livro Mel e Fel retalhos de vida é o lançamento da escritora Sálvia Haddad, nesse livro ela aborda temas bem variados, desde o casamento, a morte, a separação, a reconciliação, enfim ela fala sobre as perdas e os ganhos que a vida nos oferece.
Através da sua história, de momentos que marcaram sua vida, e que tiveram uma grande carga emocional, ela aborda sentimentos comuns a todos.
Como ela mesma cita diversas vezes, se a vida vai te convidar a sorrir ou a chorar. Suas crônicas falam das inseguranças, dos medos, das certezas, de todas as coisas que todos nós sentimos durante a vida.
E nos deixa, ao menos para mim, uma mensagem de que na vida tudo é importante, tanto as vitórias e alegrias, quanto as derrotas e tristezas, porque elas nos fazem crescer e amadurecer.
O livro é pequeno, mas cheio de significado, de mensagens, de reflexões e pensamentos, se você quer pensar, analisar sua vida ou a vida de modo geral, esse é um livro que vai te acompanhar numa intensa viajem pelas suas emoções.
comentários(0)comente



Paola 28/10/2013

O primeiro livro da autora amazonense é uma reunião de crônicas sobre o cotidiano do ser humano. Amor, relacionamentos, morte, divórcio, amizade... Tudo o que está sempre presente em nosso dia a dia foi a inspiração de Sálvia.

Crônicas muito profundas. Não muito extensas, mas que fazem a gente parar em pensar em coisas tão simples e óbvias... Pensar em como a vida a dois é complicada, mas basta um pouco de sabedoria e fé para que tudo dê certo! Pensar em como pequenos gestos muda qualquer situação. Como em muitos momentos somos egoístas.

Sálvia também fala de fé... de como a sua fé foi despertada! E realmente foi uma das crônicas que mais me emocionou. Pois essa, em meu ponto de vista, foi a que veio do fundo da alma.

Todas as crônicas são tocantes. Algumas são sentimentos da própria vida da autora, outras inspiradas em pessoas próximas. Mas, todas baseadas em fatos reais. A autora passou por um processo de luto, perdeu o marido vitimado pelo câncer, e para amenizar a dor pôs no papel tudo o que sentia. Ela começou a escrever o livro em 2010, mas somente em 2011 foi que continuou o seu projeto!

Vale muito a pena ler as crônicas e em breve Sálvia lançará mais um livro!
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5