Feitiço

Feitiço Sarah Pinborough




Resenhas - Feitiço


205 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


llildeath 28/08/2019

O Feitiço
Gostei bastante, tava precisando muito ler um livro pra desestressar e esse veio a calhar. O final explodiu COMPLETAMENTE A MINHA MENTE. PUTS.
comentários(0)comente



ray 06/07/2019

mediado, melhor que o anterior.
por mais que as histórias da autora me da um certo problema de início, depois da metade do livro sempre fica impossível de largar. e eu adorei da metade pro final, uma pena os inícios serem tão cansativos. mas devo confessar que esse foi até melhor comparado ao anterior, que só achei bom nas últimas páginas.
comentários(0)comente



Juliana 03/06/2019

Saga Encantada
Tendo lido anteriormente Veneno, que me motivou a leitura de Feitiço, sem dúvidas esse foi o que mais cativou a minha atenção pela forma que ele aborda a personalidade contrária da personagem principal com relação ao conto de fadas tradicional. Podendo ser considerado bem desenvolvido! Para fãs do gênero, é claro.
comentários(0)comente



Amy 12/02/2019

C-H-O-C-A-D-A
Eu gostei muito do primeiro livro, e ele termina tão absurdamente que quis ler o próximo. Eu não gostei tanto quanto o primeiro, Cinderela é uma personagem chata mesmo, e toda a história da familia dela é extremamente confusa, hora as irmãs são más e egoístas, hora elas são lindas e cuidadosas e a Cinderela é que é a má, enfim, bem bagunçado. O final do livro é ridiculamente corrido, e o príncipe que tinha toda uma carga para vilão, vira um banana nesse final tosco. Sobre a continuação da história da Branca de Neve (??????) O que diabos foi esse final? Só de ler me deu vergonha alheia, muito aleatório.
No geral, é uma leitura rápida e fácil, mas não espere muita coerência na história, fora que o livro tem alguns diálogos clichês e até toscos.
comentários(0)comente



Pri 11/02/2019

Cinderela às avessas
Eu comprei o box da trilogia uns anos atrás, porque sempre lia muitos elogios a respeito da história, mas acabei me decepcionando com o primeiro, Veneno, e dei um tempo. No entanto, decidi ler o segundo e dar mais uma chance.

"— Toda beleza é mágica. Você vai aprender isso — disse com delicadeza a fada madrinha. — Mas é uma magia que você não consegue controlar."

Em Feitiço, Branca de Neve não é mais a protagonista. Somos apresentados então a Cinderela. Ela mora com o pai, um escritor desempregado; a madrasta, que já foi da nobreza e deixou tudo para trás ao casar-se novamente; e as duas filhas da mulher, Ivy e Rose, que são como irmãs para ela, mas não ajudam nos afazeres domésticos para que se dediquem a serem damas dignas de um casamento com um nobre. Portanto, Cinderela é tratada como a empregada da casa e não entende porque ninguém se preocupa com ela ou se interessa em conhecer seus desejos. Nem mesmo depois de Ivy casar-se com um visconde sua vida melhorou.

"— (...) mas não se pode ter tudo na vida, as coisas não funcionam assim. Você precisa decidir quais são as partes importantes."

Cinderela também gostaria de ter a oportunidade de um dia tornar-se parte da realeza. Seu maior sonho é conhecer o belo príncipe do reino, mas, por enquanto, ela só pode viajar com as histórias que seu amigo conta sobre o castelo. Até que são iniciados os preparativos para dois bailes reais, em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Apesar de animar-se inicialmente, Cinderela sabe que não existe possibilidade de ir. Sua madrasta levará apenas Rose e investirá até o último centavo da família para transformá-la em princesa.

"— Mas a vida na corte não é só feita de danças, música e amor, Cinderela. As pessoas boas não se dão muito bem quando todos estão brigando pelo poder. Todo mundo usa uns aos outros para chegar a uma posição com acesso direto ao rei ou ao príncipe. É um lugar cheio de lobos disfarçados."

Porém, Cinderela deseja tão fervorosamente uma única oportunidade de ir ao palácio, que uma mágica acontece. Surge a fada madrinha, que realizará seu maior sonho e dará a ela a chance de conquistar o coração do príncipe. Mas nenhuma magia é de graça, e o encanto de Cinderela será quebrado à meia-noite. Além disso, a fada madrinha tem seus próprios interesses em permitir que Cinderela tenha passe livre no castelo. Com isso, as duas fazem um acordo, que beneficiará ambas as partes. No entanto, a jovem nem imagina quantos problemas isso trará para sua vida.

"— A vida não é um conto de fadas, Cinderela. Eu queria que fosse, mas não é."

Cinderela é uma jovem teimosa, determinada, sonhadora e sem muito pudor (assim como a versão da Branca de Neve dessa série). É uma moça bonita e sabe que conseguiria encantar o príncipe se surgisse uma oportunidade. Ela é uma variante um tanto ousada quando comparada com as ingênuas princesas que conhecemos. Sua história com a família não é tão semelhante à clássica, pois seu pai ainda está vivo e a madrasta não a maltrata, mas a essência é praticamente a mesma, somente não é permeada de ódio. A fada madrinha é uma personagem que já conhecemos, mas não entrarei em detalhes para não dar spoiler. Não é nada daquela criatura fofa e benevolente que se espera, é fria e calculista. O caçador, que esteve presente no primeiro livro, reaparece e tem um papel importante na trama. Conhecemos um pouco melhor esse homem misterioso e rústico, de quem gosto muito. Um novo personagem interessante é Buttons, o amigo de Cinderela, que é um mensageiro do castelo e também ladrão nas horas vagas.

"— A beleza pode ser superestimada. — Seus olhos escuros pareciam zombar dela. — E ela acaba."

Tive o mesmo problema com esse livro que tive com o anterior. O início é meio lento, depois a história me deixou intrigada durante o desenvolvimento e, por fim, me senti um pouco decepcionada com o final. Ainda acho desnecessária a forma como a autora erotiza as situações, na tentativa de adultizar o conteúdo. Achei interessante o jeito que ela encontrou de unir a história do primeiro livro com a desse, funcionou bem. Outro ponto positivo é que as personagens sempre são mulheres fortes e independentes, mas nunca são perfeitas. Todas cometem erros (e muitos!) enquanto buscam satisfazer seus desejos. Em um só livro, Sarah uniu a história de Cinderela e Branca de Neve e ainda deu umas pinceladas em João e Maria e Robin Hood. Também apresentou alguns personagens que certamente serão importantes no próximo volume.

"Mas como era possível viver sem amor? Sem paixão? Ela preferia estar morta."

A narrativa é em terceira pessoa e se reveza entre os pontos de vista de alguns personagens, como Cinderela, o caçador e Lilith, a rainha do reino de Branca de Neve. Meu livro é a edição econômica, sem as orelhas, com páginas brancas e capa bem frágil, mas a diagramação está muito bem-feita, as fontes são confortáveis e as páginas do fim e do início dos capítulos possuem detalhes nas laterais, com artes florais, assim como nas pausas dentro dos capítulos. Eu gosto das capas dessa trilogia, elas são sérias, com cores vibrantes e conseguem transmitir bem o que esperar do livro. A revisão está muito boa, lembro de encontrar pouquíssimos deslizes durante a leitura.
Apesar de gostar de releituras de contos de fada, essa trilogia definitivamente não está sendo o que eu esperava. A leitura é rápida, mas não me prende muito. Não gostei muito da forma que a autora escolheu para dar vida a suas personagens. Em alguns momentos acho que ela corre demais, em outros, que está indo muito devagar. Porém, pretendo ler o último volume esse ano e concluir a saga.

site: https://www.sigolendo.com.br/2019/02/resenha-feitico-2-encantadas.html
comentários(0)comente



Ari_Nay 03/01/2019

Feitiço saga encantada
Gostei muito do livro, principalmente como continuação da saga, consegui sentir uma sensação legal enquanto lia e gostei da forma diferente de contar um "conto de fadas" gostei da história de forma geral.
comentários(0)comente



Iza Jaques 28/12/2018

Personagens rasos
O livro, como o primeiro da sequência, apresenta uma história surpreendente, distante dos clichês clássicos e com um toque de erotismo.
A grande crítica negativa refere-se a superficialidade de alguns personagens, como a madrasta e a meia irmã de Cinderela quem se adequam aos rumos da história, sem uma personalidade definida. O mesmo ocorre no primeiro livro da sequência com a personagem Liriti.
Enfim, é uma leitura que entrete, porém é superficial.
comentários(0)comente



William.Pennafiel 19/12/2018

Feitiço
Parece que o sonho de todas as meninas está para se realizar: á procura da esposa ideial,o príncipe decidiu criar um baile para conhecer as moças de seu reino.É a oportunidade de conhecer a realeza e o tão sonhado castelo e,quem sabe,descolar um casamento real.O alvoroço é grande , jovens estão preparando seus melhores vestidos e seus pais apostando todas as economias para fazer com que suas filhas brilhem .Parece que o povo esqueceu os problemas do reino em função da festa.Para cinderela , uma jovem cheia de grandes ambições,essa é a chance perfeita de se livrar da madrasta e das irmãs que nunca reconheceram a princesa que se escondia atrás de louças e baldes de limpeza.Cansada de ser a meia-irmã oprimida,ela encontra uma fada madrinha aliada.Mas o que parece ser um conto de fadas vai aos poucos se transformando em um terrível realidade quando favores são cobrados e o que está por trás das cortinas de seda surge. Para esse sonho se realizar , existe um preço alto,e quem está disposto a pagar se tornará refém de seus impulsos.
comentários(0)comente



Maria Clara 20/11/2018

Você se lembra da história da Cinderela, com sua linda fada madrinha, suas irmãs feias e um príncipe encantado? Então esqueçaessa história, pois nesta releitura de Sarah Pinborough ninguém é o que parece. Em um reino próximo, a realeza anuncia um baile que encontrará uma noiva para o príncipe e parece que o desejo de Cinderela irá ganhar aliados peculiares para ser realizado. Contudo, não será fácil: ela não é a aposta de sua família para esse casamento real, sua fada madrinha precisa de um favorzinho em troca de transformar essa pobre coitada em uma diva real. Enquanto isso, parece que Lilith não está muito contente com os últimos acontecimentos e, ao mesmo tempo em que seu reino parece sucumbir ao frio, ela resolve usar sua magia para satisfazer suas vontades.
comentários(0)comente



Andy 07/11/2018

Tava indo bem até o epílogo
Na penúltima página cagou em tudo. QUE DECEPÇÃO
comentários(0)comente



Fernanda Diogo 26/10/2018

Muito monótono. Do início até quase o fim, nada acontece, não trás expectativa nenhuma, porém, as últimas páginas são surpreendentes, as duas últimas então, não esperava kkkkk
Enfim, acho q é um livro bom para se passar o tempo, quando está em Lguma ressaca literária, pq não é um livro ruim, mas também não é excelente. A leitura flui bastante, pois é leve.
E NÃO É PORNOGRÁFICO. Contém pouquíssimas cenas, que dá muito bem pRa pular.. nada demais!
comentários(0)comente



Jana.Cappio 12/10/2018

Trilogia sensacional!
Fechando com chave de ouro a trilogia Encantadas!!!
comentários(0)comente



Gabrielly.Bezerra 24/09/2018

A maior magia desse livro foi me prender com tanta força na história
"Toda beleza é magia". Não imaginei que essa frase poderia fazer tanto sentido até ler esse livro.
"Cuidado com o que você deseja" fez mais sentido a cada página.
Você já parou para pensar Que ódio e amor podem andar juntos? Tive uma surpresa enorme ao descobrir isso, e sei que você também será muito surpreendido, porque realmente não dá para imaginar e nem esperar.
Realmente não devemos acreditar na inocência de nenhum dos personagens dos contos de fadas. Pense só que a Cinderela pode ser a irmã invejosa, que o príncipe pode não ser tão perfeito assim e que o caçador que é o Encantado.
É impressionante como a autora mistura todos os personagens da Disney em uma obra de maneira tão surreal e maravilhosa, me prendeu com força mesmo. Não consegui parar de ler até finalizar, a muito tempo não pego num livro assim. Se é que eu já peguei em um como. Porque essa saga é ÚNICA.
"A beleza pode ser superestimada. E ela acaba." Fez todo o sentido
comentários(0)comente



Tiálita Lago 21/09/2018

Decepcionante.
A Trilogia da Saga Encantadas são uma releitura de três contos de fadas mais conhecidos (Veneno - Branca de Neve, Feitiço - Cinderela e Poder - A Bela Adormecida) inspirados de acordo com a autora na Série Once Upon a Time, que particularmente gosto. Porém como existem livros que te prendem de uma forma tão boa e que você não quer parar de ler, também tem aqueles que decepcionam, e a Saga Encantadas foi uma delas, esperava algo semelhante a Once Upon a Time na visão de outra autora, embora em partes tenha (um pouco) mas em outras foi bem decepcionante. E se me perguntassem se eu indicaria, não, não indicaria.

site: https://www.facebook.com/Livros.Da.Tih/ @livros.da.tih
comentários(0)comente



Myrelando 17/09/2018

Neste livro, o conto principal é o da Cinderela, que, gente do céu, PARA TUDO QUE EU TÔ PASSADA, à Sarah conseguiu chocar a gente, sério kkk .

Mas vamos lá:
Neste livro podemos identificar uma Cinderela que não é tão inocente, mas que ao mesmo tempo é uma menina, cheia de sonhos e desejos infantis, que quer casar com um príncipe e viver em um castelo, e que está disposta a fazer e passar por certas situações para conseguir oque quer. Claro que temos um caçador gostoso e másculo, e claro que são citados outros contos de forma sutil ao longo do livro, um deles é o de Robin Hood (e alguns que já foram citados no livro anterior), e que se entrelaçam de uma maneira TOP e tbm têm um ratinho destemido e que faz a gente sacar o “fio da meada” . .

site: https://www.instagram.com/p/Bnb8KvLn1Sm/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



205 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |