O Sal da Vida

O Sal da Vida Françoise Héritier




Resenhas - O Sal da Vida


42 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Ryokobel 16/05/2017

Resenha: O Sal da Vida
"O Sal da Vida é simples, porém sua essência é tão luminosa quanto a própria vida. O livro nos faz refletir, nos faz relembrar bons momentos, nos faz perceber que é a partir de cada momento único que a vida se torna especial. A obra não é original, não é perfeita, mas como a vida, é bela. Pode não ser uma leitura obrigatória, mas para aqueles que decidirem dar uma chance para suas poucas páginas, garanto que irão finalizá-la com a mente mais leve e um novo brilho no olhar."

Confira a resenha completa no Estante Diagonal !!!

site: http://www.estantediagonal.com.br/2017/05/resenha-o-sal-da-vida.html
comentários(0)comente



Nádia 02/05/2017

#resenhapomarliterario O sal da vida
" Existe, sim, uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações profissionais, além dos sentimentos poderosos, além dos engajamentos políticos e de todos os gêneros, e foi unicamente sobre isso que eu quis falar. Sobre esse pequenos plus que nos é dado a todos: O sal da vida!"
.
Num tem como não se inspirar com esse livro! Com cada experiência das pequenas coisas agradáveis (outras nem tanto), que a Françoise narra você vai se identificando e trazendo à tona as próprias imagens, emoções, os momentos marcados de boas recordações que dão sabor à vida! Aquilo tudo que você viveu ou que anseia viver e que nada nem ninguém poderá jamais tirar! Aquilo tudo que colore a vida e faz o coração ficar feliz? Pois é, o livro tá cheio disso! E no final, tem algumas páginas em branco para você escrever: Para você, o que representa O Sal da Vida? E vou contar pra vocês que é meio viciante, mal comecei a escrever já transbordavam motivos, lembranças, momentos, sons, vozes, cheiros, tudooo aquilo que um dia fez ou ainda faz a minha vida mais feliz! ♡♡

site: https://www.instagram.com/p/yqUU0xGv84/?taken-by=pomarliterario
comentários(0)comente



Eduarda Furtado 03/01/2017

Cheia de simplicidade, porém com um propósito incrível e cativante
Não esperava que o livro fosse escrito da maneira como foi feito, mas achei encantador. No início eu estava desanimada em ler acreditando ser de autoajuda e acabei tendo que engoli meu pré conceito. Embora se trate de um enredo em que se aborda simplesmente fatos do cotidiano, ele nos proporciona uma sensação sinestesicamente maravilhosa, além de uma bela reflexão acerca da vida e do ato de se viver. Com a rotina corrida do dia a dia muitas vezes esquecemos da virtude das simplórias coisas do cotidiano, de modo a não pararmos sequer para observar que, embora simples, são elas que dão sabor á vida.
comentários(0)comente



Nadine 10/12/2016

O sal da vida
Comprei esse livro na promoção, achei que fosse uma grande história, que contasse sobre nossas dores e traumas ("sal da vida"), mas quando iniciei percebi que além de não ser uma história (não teria como ser porque ele é muito curto, cerca de 100 páginas), ele fala sobre todas as coisas legais da vida. A autora simplesmente cita uma grande quantidade de coisas que ela acha interessante do ponto de vista dela, sentimentos, momentos, coisas que passam rápido por nossa cabeça, etc.
Pra falar a verdade eu achei esse livro bem idiota no início, porque não havia pontos, só havia vírgulas, os capítulos não serviram para nada. Mas como li ele em um dia, ao decorrer da leitura, fui lendo cada uma das coisas que ela dizia que achava interessante na vida e fui lembrando de coisas parecidas que aconteceram comigo e outras fui imaginando. Criando as coisas na minha cabeça, fui gostando um pouco mais, mas achei que o livro em si seria mais interessante.
E para finalizar, a autora deixa várias páginas em branco no fim do livro, para podermos escrever o que para nós é o "sal da vida". Essa expressão não entendi muito bem, mas deve ser referente a coisas que marcam a nossa trajetória em vida.
comentários(0)comente



Gabi 02/09/2016

O Sal da Vida
O livro em si é bom, mas dei três estrelas porque fui com muita sede ao pote, digamos assim.
Achei que teria uma história com ensinamentos, o que não acontece, na verdade o livro todo é uma lista de coisas que a autora faz, fez ou gosta que são o tempero, o sal de sua vida, e no fim ela deixa várias folhas em branco pra você preencher com as coisas que são o sal da sua vida, o que eu achei muito interessante, mas ainda não terminei de preencher.
comentários(0)comente



Marlise 28/08/2016

Poesia simples e pura
Trata de detalhes que, normalmente, nem percebemos no nosso dia a dia e que são muito importantes para que a vida de fato faça sentido. leitura leve, descontraída e carregada da emoção da simplicidade da vida.
comentários(0)comente



Karina 22/07/2016

O SAL DA VIDA - Françoise Héritier
Françoise Héritier escreveu uma obra única e emocionante.
Repleta de sentimentalismo e pensamentos bons.
"O SAL DA VIDA" nos faz refletir sobre a importância da vida.
Mas não apenas pelo fato de estar vivo e sim de viver.
Muitas vezes gastamos nosso tempo realizando atividades corriqueiras que não nos faz sentir prazer.
É maravilhoso quando sorrimos e nos emocionamos verdadeiramente.
É importante apreciarmos tudo o de mais simples na nossa vida, na nossa existência.
O Sal Da Vida é exatamente isso.
Fazer a nossa vida valer a pena.
No livro somos transportados para esses momentos.
Situações simples que passamos, porém não vivemos.
Devemos aproveitar cada momento.
Precisamos tirar momentos especiais para nós.
Curtir momentos ao lado de quem amamos.
Devemos viver.

E o senhor, do que sentiria mais falta se tudo isso desaparecesse para sempre da sua vida?

Titulo: O Sal Da Vida
Titulo Original: Le Sel De La Vie‬ ‪
Autor: Françoise Héritier
Páginas: 108
Ano: 2013
Editora: Valentina

Boa Leitura
Casa de Livro
Karina Belo

Sigo em frente, correndo o sério risco de aborrecê-lo, pois isto se tornará cada vez mais específico. Tenho a impressão de escavar margens que desmoronam. No fim das contas, estou lhe dando dicas para o dia em que, daqui a vinte anos, perguntarem como eu era.

Lembrar-se da sua linguagem de criança ou de provérbios ou de conhecimentos adquiridos na infância, usar as palavras certas que surpreendem, beber quando se está morrendo de sede, nunca sentir vergonha de ser você mesmo...

O mundo existe por meio dos nossos sentidos, antes de existir de maneira ordenada no nosso pensamento, e temos de fazer de tudo para conservar, ao longo da vida, essa faculdade criadora dos sentidos: ver, ouvir, observar, cheirar, saborear, ter "gosto" por tudo, por todos, pelo próximo, enfim, pela vida.

site: www.casadelivro.com.br
comentários(0)comente



Carol Galvão 19/07/2016

Uma leitura leve, que procura mostrar que ate as coisas mais simples da vida podem ser apreciadas de forma diferente. Mostra que devemos aproveitar ate as mais simples experiencias, pois formam as pessoas que vamos nos tornar.
comentários(0)comente



Fernanda 22/06/2016

"...parar para ouvir a lábia de um vendedor ambulante, admirar o espetáculo vivo do vaivém nas ruas, encontrar amigos que não vemos há muitos anos, ouvir verdadeiramente os outros...
Ainda esqueci muitas e muitas coisas.
E o senhor, do que sentiria mais falta se tudo isso desaparecesse para sempre da sua vida?" pg. 17
comentários(0)comente



Blog Aquela Epifania 29/05/2016

Qual é o sal da sua vida?
Uma das minhas últimas leituras me surpreendeu MUITO. Explico: Acompanho as redes sociais da Editora Valentina e estou sempre de olho em seus livros... Em uma dessas olhadas, o título de uma obra me chamou atenção: "O Sal da vida". E, mais ainda, o que vinha a seguir: "O que faz a vida valer a pena!".

Nessa vida turbulenta em que geralmente vivemos, parece que muitas vezes nos distanciamos daquilo que de fato vale a pena ou, simplesmente deixamos passar despercebido o que deveria ser importante.

Reduzimos a pequenos detalhes momentos/situações/oportunidades... Enquanto estamos nos ocupando com reclamações, tarefas desgastantes e sentimentos angustiantes, a vida está acontecendo... E se você quiser, ela pode valer a pena!

Em "O Sal da Vida", Françoise Héritier, uma renomada antropóloga, recebe um cartão-postal de um amigo que está passando uma semana que chamou de "roubada" na Escócia. Este amigo, seria um médico dedicado exclusivamente à sua função e seus pacientes. Cansado, tomado de esgotamento físico por conta de sua entrega à profissão estaria ele cada vez mais distante de sua própria vida!

Após refletir em cima da frase do cartão do amigo, Françoise nos presenteia com um compilado de sensações, opções, recordações, que dão sabor à vida!

O livro é delicioso, saboroso, inspirador e completamente reflexivo. Fechei a última página com uma leveza na alma e uma vontade imensa de repensar minha vida e o que estou fazendo com ela. Foi o livro certo, no momento ideal!

(resenha completa no link do blog)

site: http://www.aquelaepifania.com.br/2016/05/sentimentos-literarios-o-sal-da-vida.html
comentários(0)comente



Bruna 27/05/2016

O sal da vida é um poema escrito em prosa, no qual a autora reflete e medita sobre as pequenas coisas e momentos que tornam a vida tão especial.

Françoise Héritier é uma renomada antropóloga francesa, e a ideia do livro surgiu quando ela recebeu a notícia de que um querido amigo e médico sairia de férias, porém, sendo um homem tão ligado a seu trabalho e pacientes, ele via esse momento de lazer com culpa. Então, Françoise inicia uma longa reflexão sobre a importância de se aproveitar a vida, e não apenas viver em função de estudos e carreira. São pouco mais de 100 páginas (ou 1 hora e 40 minutos, no meu caso), em que ela vai listando situações, pequenas recordações e sentimentos que marcam tanto nossas vidas.

São várias situações citadas, então é impossível que o leitor não se identifique pelo menos com algumas. A satisfação de uma conquista; saborear um chocolate no final de um dia cansativo; rever velhos amigos; simplesmente dormir e dormir, quando se está cansado; saber ouvir e encontrar quem nos ouça; admirar uma paisagem sem pressa ou compromisso; um cheiro ou uma lembrança fugaz que nos remete a infância. São várias a situações com as quais nos identificarmos.

O Sal da vida passa uma bonita mensagem, que nos faz refletir e pensar. Mas tenho que ser absolutamente sincera, e dizer que acredito que talvez essa fosse uma leitura cansativa para mim, por ser uma longa lista narrada, sem diálogos ou uma história corrente. Porém, eu ouvi o audiolivro, e isso foi ótimo, pois a mensagem é muito bonita, e a narradora foi ótima, dando entonações adequadas a cada fala. Como o tempo que eu reservei para ouvir os livros foi o que passo dirigindo, no meu longo trajeto Casa/Trabalho, o fato de esta ser uma obra sem diálogos foi exatamente o necessário para me prender a atenção, sem me distrair do trânsito.

E gostei tanto dessa história de ouvir livros, que já selecionei alguns outros do tipo (sem diálogos).




site: http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/2016/04/audiolivro-o-sal-da-vida-francoise.html
comentários(0)comente



Márcia 25/05/2016

O que vale a pena é encontrar livros como esse...
Comecei a ler esse livro sem muitas pretensões, mas ele foi me tomando a cada frase...e com o virar de páginas não conseguia mais me livrar de tantas sugestões gostosas de momentos sublimes de vida. A escritora acertou em cheio minha teoria de vida...o melhor da vida está nas pequenas coisas, no detalhe!
Estando você querendo rever alguns conceitos sobre felicidades...leve você também esse livro para a cabeceira! Vai valer a pena...
comentários(0)comente



Hora da Leitura 23/05/2016

Resenha: O Sal da Vida
Existe uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações, além dos sentimentos poderosos e dos engajamentos políticos. É sobre isso que este livro fala. Sobre esse pequeno plus que nos é dado a todos: “O Sal da Vida”. Nesta meditação, nesta espécie de poema em prosa em homenagem à vida, totalmente íntimo e sensorial, a renomada antropóloga Françoise Héritier vai atrás das pequenas coisas agradáveis (às vezes nem tanto) às quais aspira o mais profundo do nosso ser: as imagens e as emoções, os momentos marcados de recordações que dão sabor à vida, que a tornam mais rica e mais interessante do que muitas vezes acreditamos que ela seja, e que nada nem ninguém poderá nos tirar, nunca, jamais!

Olá pessoal, como vocês estão? Espero que bem:) Hoje eu to aqui pra poder indicar este livro nada convencional para vocês.

O Sal da Vida é um livro bem atípico, se você está esperando ler uma estória construída por personagens, fatos, eventos e qualquer outro tipo de características do mundo literário, mantenha-se longe; porém, se você quer sentir aquele quentinho no peito, com risadas de canto de boca e um sentimento forte de nostalgia, então esse é o livro pra você.

A autora é na verdade uma antropóloga e através de um cartão-postal recebido de um amigo no qual ele dizia estar “roubando uma semana de férias na Escócia” a fez pensar no que consiste a vida e os prazeres que pertencem a ela, esse foi o estopim para que Françoise escrevesse esse monólogo será que podemos chamar assim? com todos os detalhes que dão o sabor à sua própria vida e como esses pormenores a temperam e a tornam tão única para ela.

Um ponto ruim do livro para mim foi a eterna listagem de assuntos e a falta de comentários sobre eles, as situações são citadas e você corre os olhos por tudo aquilo sem de fato apreciar porque é tudo muito rápido; e o ponto positivo é que é uma leitura muito rápida e gostosa, quando você pensa que começou já está no fim, se estiver com vontade de ler, aconselho a ler devagar, leia um capítulo por dia ou simplesmente deixe-o ali para quando a vida não estiver tão maravilhosa assim e você precisar dar uma colorida nela.

Que tal ir no link abaixo terminar de ler a resenha e fazer um comentário??


site: https://horadaleituraa.wordpress.com/2016/04/13/resenha-o-sal-da-vida/
comentários(0)comente



Bi 18/05/2016

RECOMENDO!
Acredito que vai agradar qualquer "tipo de leitor", este livro nos faz refletir e entender o quão maravilhosas podem ser as coisas mais simples que nos rodeiam. Uma das melhores leituras que já fiz, é daqueles livros que tu lê e de certa forma faz tu mudar tuas atitudes ou ver as coisas com "outros olhos".
comentários(0)comente



Rodrigo 05/05/2016

Não é um livro, é um post gigante de Facebook
Isso não é um livro, é um post gigante de Facebook. Provavelmente a introdução é a melhor parte do livro, depois vem uma lista de listas intermináveis, com um capítulo final de conclusão, que não diz nada com coisa alguma.

Passe longe e economize seu tempo e dinheiro.
Cynthia 30/10/2016minha estante
obrigada... estava pensando em comprar, mas seu comentário foi decisivo.




42 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3