O Sal da Vida

O Sal da Vida
3.33501 397




Resenhas - O Sal da Vida


36 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3


Fernanda 22/06/2016

"...parar para ouvir a lábia de um vendedor ambulante, admirar o espetáculo vivo do vaivém nas ruas, encontrar amigos que não vemos há muitos anos, ouvir verdadeiramente os outros...
Ainda esqueci muitas e muitas coisas.
E o senhor, do que sentiria mais falta se tudo isso desaparecesse para sempre da sua vida?" pg. 17
comentários(0)comente



Júlia Ansaloni 15/05/2014

Um livro maravilhoso,ainda não fiz a minha lista dos "sais" da vida, mas pretendo.
comentários(0)comente



Rodrigo 05/05/2016

Não é um livro, é um post gigante de Facebook
Isso não é um livro, é um post gigante de Facebook. Provavelmente a introdução é a melhor parte do livro, depois vem uma lista de listas intermináveis, com um capítulo final de conclusão, que não diz nada com coisa alguma.

Passe longe e economize seu tempo e dinheiro.
comentários(0)comente



Matheus 29/01/2016

Recomendo!
Bem, sobre o livro tenho a dizer que: É BEM LEGAL!
No começo eu achei que fosse um livro estilo auto-ajuda e etc, o que me decepcionou um pouco no começo, mas a leitura foi fluindo e melhorou bastante a escrita da autora!
Em O Sal da Vida, Françoise Héritier envia cartas a seu amigo, que trabalha muito e, por isso, perde os bons momentos da vida. Nestas cartas, ela o aconselha e se dedicar mais ao lazer, pois, em meio as nossas rotinas, temos dado pouco tempo para ele. Ela coloca diversas dicas e sugestões do que ele, e o leitor, devem fazer ao menos uma vez na vida, se emocionar, ir ao cinema e chorar publicamente, analisar o seu amago, o mais profundo ser, ir a África e ajudar, assim como ela fez em certo momento de sua vida e etc... O livro nos trás à tona várias emoções e devaneios de infância, memórias, lembranças. Acho que posso considerar este livro anti-depressivo, pois, como diz a autora, às vezes é preciso chorar, pelas lembranças, mas erguer a cabeça. Acho que é um livro que vale a pena ser lido e relido, e até comprado, pois o preço é acessível... Dá para o ler muito rápido, e o livro/a autora interage com o leitor.

site: http://smileyouhaveabook.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juliana 13/07/2015

O Salda Vida
"existe uma forma de leveza e de graça pelo simples fato de existir."

esperava mais deste livro. achei a leitura cansativa da maneira que foi abordado o tema.

comentários(0)comente



Leticia.Carolina 09/12/2015

Resenha do livro O sal da vida

Resenha:
Percebi que não tem muitas resenhas sobre este livro na internet,pelo menos não até o presente momento.A capa na minha opinião,não é das melhores e não foi ela que me chamou atenção.Na verdade, o nome do livro é que me fez pensar que poderia ser uma leitura reflexiva agradável.O livro começa com a autora recebendo um e-mail de seu amigo médico dizendo que teve as férias roubadas.E a autora responde dizendo que na verdade,não foram as férias que foram roubadas e sim toda a vida.Ela conta que seu amigo dava pouca ou nenhuma importância para as coisas simples e felizes da vida.Que deixava que sua profissão tomasse conta de tudo de tal forma a ponto de esquecer de si mesmo.E ao longo do livro,ela responde esse e-mail com vários outros dizendo todas as coisas que para ela compõem o ''sal da vida''o que dá o tempero,o que realmente faz a diferença e que torna a vida especial e única.A ideia que a autora teve é boa,me agrada pensar nesse tipo de coisa que todos nós de vez em quando esquecemos do valor das pequenas coisas e não aproveitamos as oportunidades que nos são dadas,assistir ao entardecer por exemplo.Isso traz realmente uma reflexão e eu costumo pensar muito nisso agora nesse período do fim do ano,que eu penso em tudo o que fiz no ano,nas coisas que ainda quero realizar...Aí vem a pergunta se a ideia é boa porque dei 1 estrela só?Na verdade é porque o livro é só isso.Uma lista interminável de coisas que a autora gosta e admira.
É só isso,voce acaba o livro com a sensação de que está faltando coisa.Quando peguei o lviro achei que a função dele fosse colocar o leitor numa espécie de reflexão para descobrir o que é o seu sal da vida,mas com essa lista interminável ela deixa o leitor entendiado.É verdade que no começo eu até pensei no que eu colocaria na minha própria lista e tal.Mas a leitura é cansativa.Creio que existam outras formas de fazer o leitor refletir de maneira mas eficaz.O livro na verdade é um diário desses e-mails e só.É bem verdade que ele é muito curtinho,eu li em uma madrugada.Mas, eu não compraria esse livro até porque as frases são separadas por vírgulas e eu creio que seria muito mais interessante ser em tópicos,facilitando a leitura e a compreensão.Eu li em áudio e não compraria esse livro,não recomendo.Esse livro funcionaria mais como um post em um blog,em um site algo do tipo,Fazer um livro com uma lista eu achei perda de tempo.
Bom e essa foi a minha experiencia com esse livro.
Espero que tenha ajudado quem estava na dúvida de comprar ou do que se tratava o livro.
Beijos e até o próximo post !

site: http://resenhasdaleeh.blogspot.com.br/2015/12/o-sal-da-vida-resenha-017_6.html
comentários(0)comente



petite-luana 02/03/2015

O prazer das pequenas coisas.
"O sal da vida" é um livro simples como se propõe ser, é um poema em prosa que por capítulos e capítulos a autora segue listando itens que são para ela pequenos prazeres, e é isso que ela chama de sal da vida, aquela pitada que faz a diferença. O livro é interessante para nos lembrar desses pequenos momentos, e poder conhecer mais deles em outras pessoas, é gostoso de ler e, como comentei, bem simples.
comentários(0)comente



PorEssasPáginas 23/03/2014

Resenha O Sal da Vida - Por essas Páginas
Logo quando a Editora Valentina divulgou a capa de O Sal da Vida com essa torre Eiffel, as meninas disseram que esse livro era a minha cara. Mas sabe como é, as séries que eu acompanho também foram lançadas, cada mês uma seleciona um livro… Então só pude solicitá-lo agora.


Eu nunca li um livro como O Sal da Vida. Como diz a sinopse, ele é na verdade um poema na forma de prosa. A autora, Françoise Héritier, havia recebido um cartão-postal de Jean-Charles Piette. Nele estava escrito “Uma semana roubada de férias na Escócia”. Então a autora começa a divagar sobre como o trabalho ocupa o nosso tempo e o que seria o sal da vida.

“Existe, sim, uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações profissionais, além dos sentimentos poderosos, além dos engajamentos políticos e de todos os gêneros, e foi unicamente sobre isso que eu quis falar. Sobre esse pequeno plus que nos é dado a todos: O Sal da Vida.” – página 10

E assim, os capítulos na verdade são uma lista com tudo o que autora acredita ser seu Sal da Vida. São citados pequenos momentos, sensações, dores, experiências, lembranças… Vocês devem estar achando estranho. Eu também achei muito estranho quando comecei a ler. Mas antes de chegar no final do primeiro capítulo das listas, eu já estava completamente envolvida e emocionada. Porque… Esse é aquele livro em que o leitor tem que interagir com ele. Você começa a se lembrar de todos os seus momentos que dão um tempero especial no seu dia-a-dia. Em vários momentos eu parei, com um sorriso no rosto, para me lembrar de uma experiência que eu tive igual a da autora (ou semelhante). E então, assim como ela, eu percebi que são pequenos detalhes que acabam nos marcando.

Então, resolvi fazer a minha lista do “Sal da Vida” (inclusive no final do livro tem um lugar para fazermos as nossas anotações), mas focando no tema “Leitura”!

Chorar com um livro , suspirar por mocinhos fofos, ter uma imaginação fértil, aguardar o carteiro, cheirar um livro novo, ser fangirl com as suas amigas, receber um abraço (mesmo virtual), fazer coleção de marcadores, ir a eventos literários, receber um comentário dizendo que alguém amou o livro que você recomendou, esperar para sempre a minha carta de Hogwarts, ser respondida por um autor no twitter, todas as amizades feitas, abraçar a Meg Cabot, rir com Adrian Ivashkov, escrever resenhas, começar a ler um livro no dia em que ele foi lançado, receber comentários nas resenhas, reclamar quando um livro não for bem adaptado…

E eu tenho que comentar sobre essa capa! Ela é muito bonita e o título tem um efeito que quando você toca, parece que ele é feito realmente de sal. A fonte utilizada é muito confortável para a leitura e o livro possui pequenos detalhes lindos!

O Sal da Vida é aquele tipo de livro perfeito para dar de presente, mesmo para pessoas que não gostam muito de ler. Ele é curtinho e transmite uma mensagem muito bonita. Esse é aquele tipo de leitura que você não termina da mesma forma que começou…

site: http://poressaspaginas.com/resenha-o-sal-da-vida#more-14029
comentários(0)comente



Rafa 24/05/2015

Arrastando as Alpargatas
Eu confesso que quando comprei esse livro, tinha a ideia errada sobre ele. Achei que iria encontrar uma narrativa "normal", com uma história, personagens, enredo...

Só que não. Esse livro é, na verdade, uma carta que a autora escreveu para um conhecido. Esse conhecido, um médico, abdica de vários aspectos de sua vida em nome dos pacientes. Então, ela escreve para alertá-lo de tudo que ele está perdendo na vida.

Nessa carta, à medida que os dias vão passando, ela vai lembrando de aspectos que fazem a vida ser feliz: o sal da vida.

Então, a proposta do livro não é contar uma história. Mas propor uma reflexão sobre o que faz da vida, a vida. O que nos traz felicidade, como encontrá-la no dia-a-dia.

Depois de prevenida sobre essa proposta do livro, gostei bastante desse listão. É o tipo de livro que te deixa inspirado para procurar no cotidiano coisas que te deixem feliz. É ótimo para ler na virada do ano, quando estamos inspirados na "renovação" que o ano novo traz. Além de ser um livro curto, que você pode voltar sempre que sentir que precisa daquele empurrãozinho para continuar.

site: http://www.arrastandoasalpargatas.com
comentários(0)comente



Kamila 21/12/2015

A autora é a antropóloga francesa Françoise Héritier, que surpreendeu a todos quando deixou seus estudos de lado para escrever um livro - e dedicar ao amigo e médico pessoal dr. Jean-Charles Piette. Segundo ela, o livro é uma "fantasia". Ela decidiu escrever o livro pensando no amigo médico, porque ele sempre dedicou muitas horas de sua vida aos pacientes e, naturalmente, esqueceu de cuidar de si mesmo.

O livro é uma grande frase em que a autora descreve muitas coisas a se fazer, coisas simples como andar descalço - adoro! - ou ouvir Mozart. É um monólogo da autora consigo mesmo, ao mesmo tempo que é uma longa lista de coisas a se fazer no tempo livre - "o sal da vida", como ela diz.

Ela começa o livro explicando que recebeu um cartão-postal do amigo dr. Jean-Charles, em que ele escreve "Uma semana roubada de férias na Escócia." Então, ela começa a refletir sobre o tempo que a pessoa gasta fazendo as coisas importantes e deixando o prazer de lado. Segundo ela, um francês tem expectativa de vida de 85 anos, partindo dessa premissa, ela começa a calcular o tempo gasto em trabalho, estudos e afins, e ela conclui dizendo que temos apenas... pouco tempo para desfrutar os prazeres da vida. Sim, é muito pouco tempo mesmo!!

Por que ler O Sal da Vida? O livro nos faz refletir sobre a forma em que usamos nosso tempo com as importâncias/urgências/banalidades da vida e esquecemos de fazer coisas simples, mas que fazem a vida valer a pena!

O Sal da Vida é curtinho, tem só 100 páginas e ainda vem com umas folhas em branco para você escrever sua lista de coisas que representam o sal da vida!! O livro foi publicado este ano no Brasil pela Editora Valentina. Nem vou dizer da capa e diagramação, que estão bem feitas e impecáveis! Leiam, vocês vão rir e se apaixonar! Não vão se arrepender...

E pra você, o que é o Sal da Vida?

site: http://resenhaeoutrascoisas.blogspot.com.br/2014/12/resenha-o-sal-da-vida-o-que-faz-vida.html
comentários(0)comente



thay.gregorio 03/04/2016

Embarcando no Sal da Vida
Embarquei no sal da vida no aeroporto de Confins. Estava viajando para São Paulo, nunca uma viagem foi tão rápida. Apesar de parecer, não é livro de autoajuda. É uma leitura leve, envolvente, fazendo com que você se delicie ao lembrar de coisas simples da vida. Aquele cheiro de bolo quente e café fresquinho, banho de chuva, o primeiro beijo, uma viagem, lembranças... Esse livro trouxe de volta uma poesia esquecida dentro de mim, como diz na contra capa, uma poesia em prosa. Livro perfeito para ser lido em uma viagem. O melhor é poder escrever no final do livro o que representa o sal da vida para você. É um livro para ser lido em várias fases da vida.
comentários(0)comente



Leitora Voraz 07/06/2014

RESENHA DO LIVRO O SAL DA VIDA- O QUE FAZ A VIDA..... VALER A PENA!!!!!
De uma forma muito criativa a autora conseguiu em um livro super simples, bem fininho (tem apenas 100 folhas) colocar todos os momentos da minha vida e também, todos os momentos de qualquer leitor que o abra.

Qual foi a mágica???? Ela tem a bolsinha da Hermione (protagonista da série Harry Potter)???

Eu queria muito essa bolsinha, risos... Mas não foi isso.

Aí reside a criatividade dessa antropóloga. Ela não precisou escrever uma palavra sobre mim, ou sobre você. Somos nós mesmos, que através de suas linhas, vamos criando o filme de nossas vidas.

Como???

Em um cartão postal, que recebeu, ela encontrou um desabafo que a incomodou: “Uma semana de férias roubada na Escócia”.

Confesso que também fiquei incomodada. Quem estava vivendo a vida dele, no lugar dele, a ponto de ele ter que pegá-la de volta? Pasmem, ele mesmo, só que não o “eu” verdadeiro dele. E sim o “eu” dele, produto da sociedade moderna.

O “eu” jovem, idealista, cheios de sonhos, se transforma no percurso da vida. Mas em essência, ele ainda continua lá, só precisa ser resgatado às vezes. E foi o que o dono desse cartão fez: ele resgatou a si, mesmo que por uma semana.

Por isso, entendi que a autora propôs um Desafio: se você fosse marcar um encontro com o seu “eu”, quem você encontraria???

E vai além: Qual é o tempero que faz o seu “eu” ser diferente do meu “eu”? Qual é o Sal que você usa para dar gosto na panela da sua Vida??? Que ingredientes você escolhe para tornar sua Vida mais apetitosa???

O livro é só isso e tudo isso:

É só isso....
Poderia ser simplista dizendo que o livro consiste apenas em uma lista de lugares, livros, filmes, séries, pessoas, lembranças, experiências, que a autora considera o SAL DA VIDA dela. De fato é só isso.

É tudo isso....
O genial é que a autora conseguiu com “só isso”, fazer o leitor se esquecer dos itens dessa lista e imaginar a sua própria. O livro é um mergulho na nossa existência. Isso se o leitor aceitar o convite da autora.

Quanto a parte física do livro: A capa é linda demais. O título do livro é todo branco e possui um relevo: a sensação é a mesma de estar passando os dedos sobre o sal colado em um papel. No final, temos uma surpresa, a autora reservou páginas em branco com linhas, para fazermos a nossa própria lista.



Ponto Alto do Livro:


A Princesa Branca de Neve precisou ser beijada pelo Príncipe Encantado, para ser despertada de seu sono amaldiçoado, e, desde, então, sua vida recuperou a cor e os pássaros voltaram a cantar.

Já a autora precisou receber um cartão postal, de uma pessoa que gosta muito, para se questionar: o que dá sabor aos meus dias? O que faz minha existência valer a pena? Qual é o plus que me faz olhar para trás e ver sentido no caminho que vou trilhar a frente?

Eu precisei ler esse livro para entender que estamos todos adormecidos, tão ocupados em viver, que efetivamente esquecemos que já estamos vivendo. Como dizia Renato Russo: “È preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade não há”.

Por isso, o ponto alto do livro, para mim, não é o livro em si, e sim o que ele provoca em você: a descoberta do SAL DA SUA VIDA!!!!!!!!

Percebam que usei a palavra “descoberta”, propositalmente, pois já temperamos nossa vida a cada sorriso, a cada gesto de carinho, a cada palavra generosa, a cada abraço apertado, a cada lágrima derramada, a cada amigo encontrado, a cada perda que sofremos, a cada sonho conquistado, a cada lição que aprendemos.

Só nos falta lembrar o gosto que essa jornada tem antes que ela acabe, pois todos disputam por um pedaço dela!!!!!!!!!

Assim, inspirada no filme: “Simplesmente Amor” (quem ainda não viu corre, pois é lindo demais!!!!!!!), que no final colocou várias cenas de demonstração de amor, vou deixar aqui para vocês o que é o sal da vida, nas palavras de pessoas muito queridas. Obrigada a todos vocês!!!!!!!!!

O que é o Sal da Vida para você?????

“É o combustível que necessito para caminhar junto com o Senhor”. (Rita)

“É a minha família!!! É o carinho do meu marido e o olhar puro e cheio de curiosidades do meu filho. É a alegria de todos os momentos em que estamos juntos e o amor que se transforma em combustível nos dando força para lutarmos uns pelos outros sempre!!!” (Lilliane)

“É a minha família, pois se não fosse por ela eu não teria motivos para lutar e sonhar todos os dias. Além disso, quando eu estou triste eles temperam a minha vida com força e perseverança. São nos momentos felizes, que eles engrandecem o sabor da minha felicidade”. (Gisele)

“É acordar com saúde e saber que tenho mais um dia para evoluir. É aquilo que não é em excesso, é a dose que não aumenta a pressão.” (Adriana)

“É poder acordar no amanhã e agradecer a Deus por mais um dia. É saber superar as adversidades da vida, sem pisar nos semelhantes. É agradecer ao Divino Espírito Santo, por não ficarmos em um leito de hospital. É pedir a Deus que nos proteja de todos os males.” (Paulo)

“É nossa saúde, alegria, amarmos uns aos outros. É o açúcar e o mel, que adoçam a nossa alma. O Sal da Vida JÁ É!!!!!!!!” (Paulo)

“É ver a minha família com saúde e em harmonia, estar sempre em contato com os meus amigos e viver todo dia um novo jeito de amar o mesmo amor”. (Vanessa leal)



“(....) ver, ouvir, observar, entender, tocar, admirar, acariciar, sentir, cheirar, saborear, ter “gosto” por tudo, por todos, pelo próximo, enfim, pela VIDA”.
(Françoise Héritier- a autora)


site: http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/2014/06/resenha-do-livro-o-sal-da-vida-o-que.html
comentários(0)comente



18/05/2016

RECOMENDO!
Acredito que vai agradar qualquer "tipo de leitor", este livro nos faz refletir e entender o quão maravilhosas podem ser as coisas mais simples que nos rodeiam. Uma das melhores leituras que já fiz, é daqueles livros que tu lê e de certa forma faz tu mudar tuas atitudes ou ver as coisas com "outros olhos".
comentários(0)comente



Fer Kaczynski 19/12/2014

Delicioso
Tateando livros pela livraria Saraiva de um grande shopping da minha cidade, eis que me deparo com esta preciosidade! Que livro mais gracioso, uma leitura reflexiva, dessas que precisamos ler de vez em sempre para nos dar ânimo à vida.
Este é meu terceiro livro da Maratona Literária #EuTôDeFérias.

Leia mais em:

site: http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2014/12/o-sal-da-vida-francoise-heritier.html
comentários(0)comente



36 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3