Playboy Irresistível

Playboy Irresistível Christina Lauren




Resenhas - Playboy Irresistível


67 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Jubadaue 09/07/2014

Irresistível é apelido!
Gente, passei cerca de quase 01h00 depois de terminar de ler esse livro segurando ele como se fosse meu cobertor e eu uma criancinha carente e sofrida que perdeu seu brinquedo favorito!

SENSACIONAL, DELICIOSO, TENSO, LEVE, ENLOUQUECEDOR E TERRIVELMENTE VICIANTE!

Simplesmente não sei por onde começar...eu amei tanto esse livro da série Beautiful Bastard que sei lá...tô nas nuvens e só me falta o Will para chupar essa manga!!! kkkkkkkkk...

A escrita da Lauren e da Chris está enlouquecedora nesse livro, você é sugado para a história de amor entre Will e Hanna, uma torrente de emoções a flor da pele e sensações extremamente táteis! NÃO TEM COMO NÃO MORRER DE CALOR COM ESSE LIVRO. De viciar e enlouquecer! Pode esquecer qualquer livro modinha do momento, na hora em que você ler Playboy Irresistível você vai se apaixonar tanto pelo Will quanto pela Hanna, e é algo irreversível!

Will é o típico homem delícia, daqueles que quando você vê pela primeira vez olha novamente só pra ter certeza de que é de verdade. Não achei ele tão playboy assim. Na verdade achei ele o típico homem solteiro só que com váaaarios "Q's" a mais! Muitas mulheres, muito sexo, homem metódico, bem sucedido, inteligentíssimo, maduro, selvagem, carnal e visceral. Tão apaixonante que estou sofrendo por não ter mais uns 100 livros sobre ele.

A Hanna é um caso a parte em toda essa série, porque ela é uma mulher fora de série!! kkkkk.. ela é divertida demais! Me identifiquei com ela em um nível sobrenatural, as coisas que ela falava e pensava eram a xerox dos meus pensamentos. Tudo nela é perfeito e convidativo! O rosto, o corpo, a inteligencia, a forma desbocada e despreocupada, TUDO! Amei a Hanna desde a primeira página do livro e isso continua até agora. Com certeza não poderia haver uma combinação mais perfeita do que Will e Hanna!

As escritoras estão criando não apenas personagens de um livro, elas estão criando PERSONALIDADES! Sinto como se fossem pessoas reais e que se eu der bobeira em Nova York posso esbarrar com Chloe ou Ben do nada! Lauren e Chris são Excepcionais!

O que mais eu devo dizer??? Li em 2 dias apenas, isso porque eu tinha coisas fisiológicas e trabalho a fazer, se não teria terminado em um dia! Quando não estava lendo só pensava em ler e me peguei obcecada com o que aconteceria na próxima página! Estou amando, e convencida de que não vai existir uma série tão perfeita quanto essa para mim nem tão cedo!

Recomendo muito, eternamente, enlouquecidamente. Esse livro simplesmente não pode faltar na sua estante, isso deveria ser lei nacional!! #WILLTEAMO
Deborah 02/12/2014minha estante
baixando esse livro em 321! haha amei a sua resenha! ;)


Giselle 28/07/2015minha estante
Vou começar a ler, e depois desse resumo quero mais ainda ahahaha. Se superar o primeiro pra mim ta excelente :D


Was 15/01/2016minha estante
Eu o li faz um tempo e também super recomendo.A coisa que mais gostei foi que Hanna falava tudo que dava na cabeça e não tava nem ai para o que as pessoas iam pensar sobre aquilo.


Jubadaue 05/05/2016minha estante
Ai gente...ainda tô aqui sofrida pelo Will..
Acho que vou reler! kkkkk


Paula Bettiol 14/11/2016minha estante
Tive a mesma sensação quando terminei de ler, pra mim o melhor livro da série


Andréa 22/11/2016minha estante
Amei tanto este livro que nem sei explicar, com certeza é o melhor da série.
Me peguei varias vezes sorrindo dentro do trem ao leio com mais calma....foi muito bom.
Recomendo muito!!!!




Nathy 30/01/2014

Aquela mesma abordagem
O Livro Playboy irresistivel mantem a mesma linha de escrita, e continua a linkar as personagens dos outros livros, com um humor facil, aquela coisa leve por mais que seja um livro hot, ele te prende do começo ao fim contando a historia de Will e Hanna, o livro é simplesmente sensacional, posso dizer que, o mais fofo da serie.
Chris 15/04/2015minha estante
Nathy, concordo com você, também achei que dos tres casais, e de todas as séries sexy-seller que li até agora, foi o casal mais crível, e, diga-se de passagem o mais incrível.




Nathalia 17/07/2014

Meu favorito
De longe o meu favorito da série, de todos os livros do gênero "Irresistível" é a melhor de todas. Assim como os demais Plyboy me pegou pela simplicidade, os acontecimentos se dão de uma forma tão natural, ninguém é submisso de ninguém ( isso pra mim conta muitos pontos. rs) E a Hanna é demais super engraçada e inteligente e o Will simplesmente apaixonante
comentários(0)comente



Laura Brand 06/03/2014

Ficar sem ter tempo para ler meus queridos livros é uma tortura, então aproveitei o pouco tempo livre nesse feriado de Carnaval para terminar a trilogia Irresistível (Beautiful). Faz algum tempo que não faço resenhas por conta da minha falta de tempo, então peguei um livro fácil, rápido e gostoso de ser lido em pouquíssimo tempo.
Estava precisando de um livro leve, gostoso e que me relaxasse um pouco. Playboy Irresistível veio na hora certa.


“Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores... Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.”


A trilogia Beautiful já tinha me conquistado desde seu primeiro livro, Cretino Irresistível (leia a resenha aqui) e com o último não foi diferente.
A história de Hanna poderia ser a de qualquer uma de nós, uma garota que nunca esqueceu sua paixão de adolescência e que ficou tão concentrada em seus estudos e em seu trabalho que acabou de esquecendo de algo fundamental: viver. Hanna se vê atordoada por ter que mudar sua rotina e ainda mais pela atração que sente por Will, dono de suas fantasias juvenis.
Will nunca havia prestado muita atenção em Hanna, para ele ela sempre fora apenas Ziggy, a irmã mais nova de um de seus melhores amigos. Mas quando eles se reencontram e ela o olha com toda aquela inocência e olhos grandes, Will percebe que Hanna já não é mais criança e se vê perdido em meio a sentimentos novos e completamente inesperados.
Enquanto lia a narrativa, soltei boas risadas com os comentários de Hanna e seu modo de pensar. A história é divertida, simples e contagiante. É aquele livro que você consegue ler em dois dias porque a narrativa flui tranquilamente. Possui muitos diálogos então a história se desenvolve rapidamente.
Não está na minha lista de livros preferidos porque a história não é muito diferente de muitas outras que lemos por aí, mas não deixa de ser ótima por causa disso. O livro é bem escrito, fácil de ser lido e divertido.
Playboy Irresistível foi uma maneira bem gostosa de fechar uma trilogia encantadora.
Playboy Irresistível foi escrito por Christina Lauren (duas mulheres) e publicado no Brasil pela Universo dos Livros. Os títulos anteriores são Cretino Irresistível e Estranho irresistível.

Classificação: 5/5 estrelas.


site: http://nostalgiacinza.blogspot.com.br/2014/03/resenha-playboy-irresistivel.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Karen 20/11/2013

Meu preferido dos 3
Uau… como é dificil a pessoa se fechar ara não sofrer e não saber a hora de se abrir.
Will e Hanna foram perfeitos…
Ele sem querer, caiu de 4 por ela, mesmo garantindo que nunca o faria.
E ela, que só queria aprender com o player nº 1 de NY, o conquistou com sua ingenuidade, sinceridade e inexperiência absoluta.
Elis 15/12/2013minha estante
oi, onde você comprou este livro?


Laryzza 22/12/2013minha estante
Vc leu em q site em pdf?


Aline 24/12/2013minha estante
oi Karen pode me mandar por pdf? aline_malaman15@hotmail.com e se vc tiver o próximo que é Beautiful Beginning vc pode me mandar? Obrigado desde já.


Ju 05/02/2014minha estante
Boa tarde Karen, pode me passar o livro por email?

julyanna_freitas@hotmail.com

obrigada


Gabriela 27/02/2014minha estante
Oi Karen tudo bom ?... ja li os outros três faz um tempo e estou louca pra ler esse mas não encontro para baixar em PDF e está dificil até pra encontrar e comprar kkkk
... Pode por favor se você tiver mandar em PDF no meu email (gabriela.ffatento@hotmail.com)

Tenho bastante livros digitais também, qualquer coisa é só me pedir


bjuss ... Gabi





ELB 10/03/2015

Every Little Book
Will é sócio do Max (do livro 02) e também é amigo do Bennet (livro 01) e convive bastante com eles e suas respectivas namoradas, logo, já tivemos pequenas amostras do humor de will, mas é por ser melhor amigo de Jensen que conheceu na época da faculdade que ele conhece Hannah. Em um dia qualquer, Jensen liga para Will e pede que ele ajude Hannah que é sua irmã a se enturmar em Nova Iorque, já que Hannah é totalmente workaholic.

[...] Jens estava certo: eu nunca saia do laboratório. [...] Toda a minha vida até esse ponto girava em torno de acabar a faculdade e me lançar em uma perfeita carreira como pesquisadora. Foi um chamado para a realidade perceber o quão pouco eu tinha fora desse círculo.

Hanna é uma pesquisadora, que trabalha no desenvolvimento de vacinas, com uma rotina super cheia não tem tempo para quase nada; seu irmão mais velho, Jensen, exige que ela tenha tempo para si mesmo e sair um pouco para conhecer a cidade e sugere que ela ligue e vá encontrar Will, seu melhor amigo da faculdade. É a partir daí que o mundo dos dois vai mudar e eles nem imaginam o quanto.

Will Summer era o melhor amigo do meu irmão na faculdade, foi ex-estagiário do meu pai e objeto de todas as minhas fantasias adolescente. Enquanto eu sempre fui a irmãzinha nerd e amigável, Will era o gênio bad boy de sorriso maroto, piercing na orelha e olhos azuis que pareciam hipnotizar todas as garotas que ele conhecia.

Will convida Hanna para correr com ele pelas manhãs, ela aceita e a química entre eles acontece, mas não é nada de ‘instalove’, tem muito mais do que só um romance envolvido, eles vão se transformando naquele tipo de casal amigo, eles criam uma rotina de parceria; até porque no início, Will sempre vê seus amigos Bennet e Max apaixonados e não pretende integrar ao time de comprometidos, porém Hanna em uma festinha, bebe mais que o recomendado e faz com que as circunstancias mudem.

Ziggy sempre foi a irmãzinha, mas ali, nos meus braços, eu percebi perfeitamente que ela já não era mais uma criança. Ela era uma mulher de vinte e poucos anos com mãos quentes no meu pescoço e o corpo colado ao meu.

Com narrativas alternadas entre o ponto de vista do casal, as risadas estão garantidas. Will mesmo com toda sua tara por peitos (em especial os peitos de Hannah) é aquele amigo que tudo mundo gostaria de ter; Hanna doce e inteligente, além de conquistar a amizade de Will, quer poder contar com as habilidades sexuais do moço.

Eu tinha doze anos. Você era o amigo gostozão do meu irmão de dezenove anos que ficava fazendo piada sobre sexo na nossa casa. Você era praticamente uma criatura mítica.

A serie chegou em um ponto onde o desenvolvimento dos relacionamentos é muito natural, nos sentimos em casa com as relações já estabelecidas; o nível de cenas quentes acompanham dois adultos que se desejam e que descobrem no meio do caminho que os desejos podem ir além de sexo.

Conseguimos nos identificar com os personagens em diferentes momentos, a escrita está melhor a cada livro, os detalhes dão charme ao todo. A rotina de vida da Hanna é muito verosímil com a de qualquer pessoa que trabalhe na área da saúde em termos de horários e tarefas e isso tem muito da experiência de parte das autoras, antes de escrever em tempo integral, Lauren atuava como pesquisadora no campo de neurociência, então de uma certa maneira, Hanna pode ter muito da experiência da autora ( finalmente temos uma protagonistas da áreas de biológicas, me identifiquei) selo de coração quentinho!

site: http://www.everylittlebook.com.br/2017/06/resenha-playboy-irresistivel-e-noiva.html
comentários(0)comente



Albertini 17/12/2013

Will e Hanna
Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.
comentários(0)comente



Karina.Santos 30/08/2016

cliche fora do comum
Se por um momento vc pensou que esse fosse mais um cliche entre a nerd e o popular, não poderia estar mais enganado. Hanna não se parece em nada com as classicas nerds timidas e sonhadoras, na verdade é uma bela garota, sem filtro entre pesamento e fala e as vezes ela faz vc se pergunta se ela sabe o que é ficar constrangida. Já, o Will é o gato tatuado que vai te fazer se questionar sobre os pegadores e sua fama.
Acompanhar a estoria desses dois é se perder entre drs sexuais super engraçadas, momentos extremamente quentes e amizades invejaveis.
Junta isso tudo com a escrita e ritmo maravilhoso dessas duas autoras incriveis, é logico que so poderia criar um livro maravilhoso. Li em duas noites, o que significa ficar acordada ate altas horas, so naquela de "apenas mais uma pagina".
Lido, relido e recomendado.
comentários(0)comente



Ana Camila 27/05/2014

O melhor da série
Da série Irresistíveis, acho que esse foi o que mais me agradou, não sei se pelas características do Will ou pela história da Ziggs / Hanna, mas esse foi sem dúvida o que mais me agradou dentre todos dos irresistíveis.
comentários(0)comente



Priscila 09/01/2014

Talvez o mais romântico dos livros anteriores, a forma que o relacionamento se desenvolve é bonitinho.

site: www.tellmepcs.blogspot.com
Gabriela 25/02/2014minha estante
Oi Pri .. primeiro de tudo curti o blog viu

ahh pode por favor se vc tiver me mandar em PDF no meu e-mail(gabriela.ffatento@hotmail.com)
to louca pra ler esse livro e até pra comprar ta dificil kkkk

bjuss




Rose 09/11/2015

Hanna Bergstrom (Ziggy) é uma linda nerd que está vendo sua vida passar reclusa em seu laboratório. Sem uma vida social ativa, é obrigada a enfrentar o sermão de seu pai e de irmão, que acham que ela está jogando a vida pela janela preocupando-se apenas com o trabalho.
Sem muitos argumentos a seu favor, ela acaba aceitando a sugestão de seu irmão de pegar algumas dicas de como se divertir mais e de como namorar mais com Will Sumner.
Will é amigo de longa data de Jensen, irmão de Hanna. Muito querido pela família, que o tem em alta consideração. Will chegou a passar um tempo morando na casa de Jensen e Hanna quando ela ainda era uma adolescente.
Mas o que ninguém imagina é que Hanna tem uma paixão por Will desde quando ela era uma criança e ele o pegador dos garotos...
Hoje Will continua irresistivelmente gostoso e mulherengo, não é a toa que mante dois casos em paralelos com duas moças diferentes, e cada uma sabendo da outra. Ele não procura por compromisso e deixa isso sempre muito claro para quem quiser sair com ele.
Will achou engraçado o pedido do amigo, e como conhece Ziggy desde sempre, não viu problema algum em ajudá-la. Mas, ele não estava preparado para aquela bela nerd que não tem um filtro na boca e diz tudo o que pensa... Aquela Ziggy de quem ele lembrava cresceu, e deve-se dizer, cresceu muito bem...
Os dois se dão muito bem, e a presença de Ziggy mulher começa a mexer com os hormônios de Will. Nem preciso dizer como Will continua mexendo com Ziggy...
Tentando bloquear as ideias que começa a ter em relação a Ziggy, Will começa as aulas de paquera, e dá dicas de como ela deve fazer para ser mais sociável e que os homens se interessem. Ela também ganhou uma ajuda extra, na verdade, duas ajudas extras, de Chloe e Sara. Fora elas as responsáveis pelo novo guarda roupa de Ziggy.
Os dois passam a se ver diariamente, e a falarem quase o dia todo um com o outro. Ziggy começa a se descobrir e ter mais confiança em si mesma. Mesmo interessado, Will tenta manter distância para que Ziggy possa descobrir um mundo de possibilidade que tem em volta. Não que ele goste dos olhares que ela tem despertado...
Mas quando Ziggy resolve partir para uma aula prática com o próprio professor, é muito complicado Will deixar passar.
Agora sim os dois estão mais enrolados que novelo de lã. E como vão contar isso para Jensen? Era apenas para Will ajudar Ziggy a se socializar e não ele mesmo socializar com sua irmã caçula...
Vale a pena Ziggy investir em um mulherengo declarado que mantém dois casos em aberto?
Este delicioso romance entre dois nerds conquistou meu coração e deixou o casal como o meu preferido da série até aqui. Ziggy é ótima. Inteligente, divertida e coloca Will em cada situação com as perguntas que faz que só lendo... Sem medo de falar o que pensa, consegue ser ingênua sem ser chata. E o que falar de Will? Ele é um encanto, e não sente-se intimidado pela inteligência e pelas perguntas de Ziggy. Como um bom professor, responde tudo o que sua aluna quer saber.
Eu sinceramente acho que toda mulher mereceria um professor como Will. E vamos combinar que Jensen é um irmãozão, pois qual seria o irmão que jogaria a irmã caçula para os braços de um sedutor como Will? Palmas para Jensen!!! E o título de professor do ano para Will! E Ziggy? Bem, Ziggy fica com o diploma com louvor, porque ela merece gente...


site: http://fabricadosconvites.blogspot.com.br/
Naty 09/11/2015minha estante
Acho que você deve perceber que esse tipo de livro não é do meu agrado, né, Rose?! Mas você fala com tanta vontade que até dá uma certa curiosidade em ler. O que mais me chamou a atenção na sua resenha foi pelo fato de serem casal nerds. Fiquei bem curiosa por isso.


Clarice.Castanhola 11/11/2015minha estante
cara a serie segue o mesmo estilo de capa, o que eu acho bem legal e por ser um estilo que me agrada eu pretendo ler um dia quem sabe. mas no atualmente momento não tenho interesse nenhum




Pattie Cardoso 25/07/2014

Amei!
Melhor de todos da série. O meu preferido. Amei! Os diálogos do Will e da Ziggy são muito bons e colocam os do Max e a Sara no chulé. rs
comentários(0)comente



Carla Martins 23/03/2015

Irresistível mesmo! E viciante!
Mais em: http://leituramaisqueobrigatoria.blogspot.com.br/

Playboy irresistível é o último livro da série Beautiful Bastard. Depois dele, ainda tem o Noiva Irresistível, mas é um daqueles livros complementares bem fininhos e que, pelo exemplo dos anteriores, não acrescentam nada de especial aos leitores.

A série, até aqui, tinha sido mediana, na minha opinião. Não fiquei mega viciada, mas tem pontos fortes que valem a leitura. Porém, Playboy Irresistível conseguiu me fisgar completamente! Eu simplesmente não conseguia parar de ler! A história de Will e Hanna foi muito legal porque teve aquela pegada de amizade que vai se transformando em amor.

Will é um conquistador cheio de tattoos (suspiros), lindo de morrer e amigo de faculdade do irmão de Hanna. Já Hanna é uma mulher extremamente sincera, engraçada e viciada em trabalho, que recorre ao amigo do irmão (por quem sempre teve uma quedinha em segredo) para ajudá-la a ter minimamente uma vida social, já que atualmente eles moram na mesma cidade.

No começo, Will a enxerga apenas como a irmãzinha crescida-e-ate-que-bem-gostosa mais nova do amigo, com quem conviveu a vida toda. Mas, aos poucos, ele vai percebendo que Hanna já não é mais criança e que eles combinam demais. Além disso, a atração que um sente pelo outro chega a ser quase palpável desde a primeira vez em que eles se reencontram.

O problema está na fama de Will e no passado poligâmico dele. Hanna não quer isso para a sua vida e nem consegue acreditar que Will realmente está interessado nela, já que ele sempre teve todas as mulheres que quis, inclusive a sua irmã mais velha, Liv.

O jeito como as situações vão sendo mostradas é bem cativante e, quando eu vi, estava lendo madrugada adentro porque não conseguia esperar o dia seguinte para saber qual seria o desfecho. Só por esse livro, ter lido toda a série super valeu a pena. Suspiros 2.

Esse livro é considerado o livro 3 da série Beautiful Bastard, que no Brasil conta com:

Cretino Irresistível - livro 1
Cretina Irresistível - livro 1,5 (complementa o primeiro)
Estranho Irresistível - livro 2
Paixão Irresistível - livro 2,5 (complementa o segundo)
Playboy Irresistível - livro 3
Noiva Irresistível - livro 3,5 (complementa o terceiro)
comentários(0)comente



Três Leitoras 30/07/2014

Resenha: Playboy Irresistível
A leitura da série irresistível é surpreendente. Digo isto, pois já tendo lido todos os livros da série e fiquei exatamente surpresa com a forma como Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo Christina Lauren apresenta Will Sumner.

Nos primeiros livros temos Bennet Ryan (veja aqui) e Max Stella (veja aqui), ambos muito poderosos e calientes, são “domados” por mulheres tão sexy e poderosas quanto eles.

O que surpreende nesse terceiro livro é o fato de os personagens já se conhecerem e apenas a garota já ter nutrido algum tipo de desejo pelo seu futuro amado (tema também explorado por Bella Andre em "Só tenho olhos para você").

Hanna não tem vida social desde que saiu da faculdade, é uma cientista workaholic que passa mais tempo no laboratório do que na própria casa. E exatamente por apresentar esse comportamento avesso que seu irmão mais velho encarrega a irmã e o melhor amigo desde a faculdade, no caso Will, a fazer com que a bela Ziggy (apelido de infância da Hanna) passe a ter vida social.

Continue lendo no link

site: http://tresleitoras.blogspot.com.br/2014/07/resenha-playboy-irresistivel.html
comentários(0)comente



67 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5