Playboy Irresistível

Playboy Irresistível Christina Lauren




Resenhas - Playboy Irresistível


74 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Priscila 09/01/2014

Talvez o mais romântico dos livros anteriores, a forma que o relacionamento se desenvolve é bonitinho.

site: www.tellmepcs.blogspot.com


Elizabeth 29/09/2017

Meu irresistível preferido.
Ahh como eu ri e me diverti com Will e Hanna. Sem duvida alguma meu casal preferido na série. Terminei o livro com um gostinho de quero mais.
comentários(0)comente



Carolina DC 05/09/2017

"Playboy irresistível" é o terceiro livro da série Beautiful Bastard e agora apresenta como protagonistas Will e Hanna, ou Ziggs, como é chamada pela família.
Hanna é uma jovem de 24 anos de idade, estudante de engenharia biomédica que passa mais tempo no laboratório estudando. Com sua atenção focada aos estudos, ela não sai para se divertir com frequência, se tornando uma daquelas pessoas que quase não interagem socialmente com alguém. Seu irmão mais velho Jensen, junto com o seu pai, um renomado cientista, realizam uma intervenção e Jensen sugere que ela entre em contato com um antigo amigo da família Will.
Will é amigo desde cedo de Jensen e frequentava sua casa durante muito tempo. É claro que o amigo do irmão mais velho foi motivo de suspiros para a jovem e tímida Hanna, que acabou aceitando o conselho (entende-se intimação) do irmão e entra em contato com Will.

"Will Summer era o melhor amigo do meu irmão na faculdade, foi ex-estagiário do meu pai e objeto de todas as minhas fantasias adolescente. Enquanto eu sempre fui a irmãzinha nerd e amigável, Will era o gênio bad boy de sorriso maroto, piercing na orelha e olhos azuis que pareciam hipnotizar todas as garotas que ele conhecia". (p. 07)

Se quando adolescente Will já era motivo de arrancar suspiros, aos 31 anos de idade ele se tornou irresistível. Lindo, inteligente, engraçado. Seu único defeito é não querer compromisso e ter múltiplas amantes, como Kitty e Alexis
Os dois não poderiam ser mais diferentes. E como os opostos se atraem, a inocência de Hanna e a malícia de Will são uma combinação inebriante.
Hanna é uma personagem carismática, engraçada e sem filtro. Toda vez que ela se encontra com Will não consegue segurar a língua e fala tudo o que realmente pensa. Os diálogos entre os dois são engraçados e em muitos momentos ternos, cativando o leitor que torce pelo casal.

"Meu vestido novo me pinicava, e eu desejei ter perguntado às minhas colegas de trabalho sobre essa nova meia-calça Spanx que eu estava usando. Assim que a vesti, pensei que ela tinha sido criada pelo Satã em pessoa, ou por algum homem que era magro demais até mesmo para aqueles jeans apertados que estão na moda". (p. 04)

A parte mais interessante do livro é que Hanna não é mosca morta e não fica esperando por Will, arranjando até um encontro com Dylan Nakamura. Essa situação deixa Will meio sem reação, pois geralmente é ele quem quebra os corações.
Para os leitores que estão com saudades de Max e Sara e Bennet e Chloe, não se preocupem... eles aparecem de montão no livro, causando mais confusões para desnortear o Will.
O livro tem uma trama muito envolvente, engraçada e com muitos momentos hots como acontece nos livros anteriores. O casal protagonista é muito fofo e sem dúvida são perfeitos um para o outro.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa segue o esquema dos livros da série.

"- Mas, falando sério. Tenho certeza de que é diferente para os homens. Mas para as mulheres, depois de um tempo, você acaba pensando: virgindade cresce de novo? É tipo um limo numa caverna?" (p. 48)
comentários(0)comente



Zinhah 05/09/2016

Playboy domado e Nerd Irresistível
Tenho que dizer que esse livro me surpreendeu demais.
Quando li o resumo do livro na contra-capa, eu achei ele muito clichê.
Parece muito com aqueles filmes que a gente acompanha na sessão da tarde.
Tipo: GAROTA NERD, CONHECE BONITÃO, TOMA UM BANHO DE LOJA E DE REPENTE SUA BELEZA É DESCOBERTA.
E como eu tinha acabado de ler sobre o Sr. Max Stella no livro anterior da série, eu sinceramente fiquei um pouco decepcionada quando li a contra-capa.
Mas como eu tinha que passar por esse livro pra seguir rumo ao fim da série, eu comprei o livro e comecei a folhear as páginas. Quando dei por mim, já havia lido 270 páginas e só queria saber do final do livro.
Eu estava completamente apaixonada pelos dois.

Will é um solteirão assumido, e isso fica claro no livros anteriores quando ele aparece em algumas cenas.
E é claro, ele tinha que ser lindo pra complicar tudo.Daqueles que quando você vê pela primeira vez olha novamente só pra ter certeza de que é de verdade.
E claro que nem tudo pode ser perfeito.Afinal, um cara lindo, bem sucedido, inteligente ee divertido não poderia esta sozinho à toa.
E ai é que está, ele está assim por opção. Acha que não precisa da responsabilidade de ter um compromisso com uma mulher só.
Sendo assim, sua vida é baseada em muitas mulheres sem compromisso e muito sexo muito bem organizado em sua agenda. Ele tem tudo sob o controle.
Até que ele reencontra Hanna. Sim, eles já se conheciam, mas em uma outra época. Onde Will era um "bad boy" de 19 anos, tatuado, que tocava numa banda, era a fantasia de todas as mulheres da faculdade que ele frequentava e melhor amigo do irmão de Hanna.
Enquanto isso, Hanna era apenas "Ziggys". Uma adolescente , virgem, tímida, extremamente obcecada por livros, mas que nutria um forte desejo por Will.
Um tempo depois, Will se muda da cidade e segue sua vida até o ponto onde o conhecemos nos livros anteriores. Como um cara de 31 anos, bem sucedido e solteirão de carteirinha.
Nessa mesma época, a Hanna adolescente já esta crescida e trabalha como louca em um laboratório, onde gasta todo seu tempo e energia.
Quando o irmão de Hanna vê que ela está se acabando de tanto trabalhar ele tem a brilhante ideia de fazer ela ligar para seu velho amigo de faculdade para que ele possa ensina-la como se divertir.
Ela decide , por muita insistência do irmão, ligar para Will e se encontrar com ele. Apenas com o objetivo de que ele a ensine como se divertir.
Mas quando Will encontra Hanna, ela não tem mais nada da adolescente que ele se lembrava
A Hanna é uma mulher divertida demais! E Tudo nela é perfeito e convidativo!
O rosto, o corpo, a inteligencia, a forma desbocada e despreocupada...
Era impossível não se apaixonar. Mas ele não podia se deixar envolver. Afinal aquela era a Ziggys, irmãzinha do seu amigo e 7 anos mais nova que ele.
Então eles começam a se encontrar e enquanto ele ensina a ela como ser mais interessante para outros caras, ele acaba não resistindo e resolve explorar ele mesmo todo o potencial da menina. rs
E como Hanna sempre teve um desejo louco pelo Wiil ela não nega quando ele começa a investir nela.
Mas é claro que tudo fica bem claro que é apenas para aprendizado de Hanna. Nada se sentimentos, apenas pura ciência. hahaha
Mas será que é possível não se apaixonar por alguém tão especial.

Na minha opinião, a cada livro as autoras se superam. Eu nunca tinha visto um casal em que um completa tanto o outro.
Will era um solteirão não por que não acreditava no amor ou por que não precisava de relacionamentos para estar satisfeito, mas por que ele ainda não tinha encontrado alguém que o completasse como Hanna.
O mais importante era que Hanna não queria conquistar Will e vice-versa. Ambos estavam apenas querendo se divertir sem compromisso.
Mas quando o coração pega a gente não tem como dizer não.
E ai não existe mais idade, amigos, trabalho, mas nada que impeça.
E só o amor poderia fazer um cara como Will desejar ter um compromisso estável com uma unica mulher.
Ver a mudança de Will, prova o quanto ele estava apaixonado e o quanto ele queria que ela acreditasse nisso.
Super recomendado.


Biahhy 14/10/2017

Irresistível (Will e Hanna só amores)
Não e nenhuma novidade que amo essa série e devoro os livros e com esse não foi diferente que fiquei esta noite toda lendo apenas ele e conclui o livro, a história de Will e Hanna é simplesmente aquele romance explosivo,sexy, sensual, e maravilhoso que toda leitora de um maravilhoso romance e ainda um romance hot mas na medida perfeita vai amar.

Sou suspeita para falar dessas autoras maravilhosas e a maravilhosidade que elas fazem nestas histórias que nos conecta, nos apaixona, e divertida e emocionante. Will sempre foi o Playboy e tem a fama por isso não diferente de seus amigos Bennet e Max que são os personagens dos livros anteriores, mas Will mal sabe que uma garota nerd, do seu passado, irmã de seu amigo iria trazer a sedução, amor, paixão, sexo e tudo enlouquecido na sua vida.
comentários(0)comente



Rafaela.Teixeira 24/07/2017

Corrida Matinal...
Arrisco dizer que troco Max e Sara por Will e Hannah. Esse sim foi o meu favorito até agora.
Ver Will com sua armadura sendo baixada por Hannah foi impressionante e lindo. E Hannah toda inocente tentando se convencer de que não tinha sentimentos por ele. Ambos já se gostaram desde o primeiro encontro. Gostei de ver que Hannah não tem trava na língua, fazendo dela uma das personagens mais engraçadas. Ambos são!
A zombaria de Max e Bennett com Will me fez rir demais.
Adorei esse casal.


LOHS 04/07/2017

Will, o preferido até então! <3
Finalmente chegamos ao que eu considero o meu livro favorito da série até agora! Playboy Irresistível foi o primeiro livro que li (depois fui pra Estranho, depois Cretino - tudo fora da ordem, eu sei!) Will Sumner marca presença nos "quatro" primeiro livros da série, mas é aqui que vemos nosso menino em toda sua glória. Como vocês podem ver pelo lindo (e novo) infográfico que trago para vocês (obrigada, Carol!), está é a ordem que todas nós deveríamos seguir. Então, se acomodam e vamos para mais uma resenha!

Hanna Bergstrom é uma jovem mulher viciada em trabalho. Ela está no último ano da faculdade e é extremamente dedicada ao que escolheu fazer. Isso, porém, parece estar afetando outros aspectos de sua vida. Seu irmão mais velho, Jensen, está decidido de que ela precisa viver mais; tentar conciliar melhor sua vida pessoal com a profissional em um nível mais saudável. Por isso, pede que Hanna ligue para seu melhor amigo, Will, e aprenda algumas dicas com ele.

"Meu irmão me passou uma tarefa - vá viver sua vida mais intensamente - sabendo que se existia um jeito de assegurar minha dedicação em alguma coisa, era me fazer pensar que eu estava falhando." Hanna, pos. 203

O que dizer de Will? ("-Era um filho da mãe? Seu uso do verbo no passado é adorável." Max, pos. 418) Ele tem 31 anos e não tem medo de satisfazer todos os seus desejos. Não tem compromisso sério com ninguém, gosta de passar seu tempo com os amigos (Bennett e Max e Chole e Sara).
Depois de atender uma ligação de Ziggy, a irmãzinha de seu melhor amigo, Will e Hanna se encontram pela primeira vez depois de alguns anos. A conversa descompromissada e super engraçada vem fácil, e é impossível negar que algo mais aconteceu com os dois depois de dividirem as pistas do Central Park.

"- Teria coisas demais se movendo de um lado para o outro. Principalmente no meu caso.
- Por quê? Você tem mais de um saco?" Will e Hanna, pos. 291

Depois de combinarem de se encontrarem todos os dias de manhã, Hanna abre o jogo e decide pedir que Will a ensine a ser mais leve. No entanto, ela precisa de uma ajudinha com roupas. E Will a manda para as sábias mãos de Chloe e Sara. "-Elas são as garotas que laçaram meus melhores amigos pelas bolas. Acho que seria bom você conhecê-las. Juro que vão se tornar melhores amigas ao final da noite." Will e Hanna, pos. 409

Enquanto Cretino foi muito mais pesado e Estranho, muito mais romântico, Playboy é divertido, leve e descompromissado. Narra a história de uma mulher descobrindo o que fazer com sua sexualidade ao lado de alguém por quem sempre teve uma paixão platônica... até então. Will percebe a mudança: Ziggy era a irmã caçula de seu melhor amigo, Hanna é essa mulher que fala sobre sexo e filmes eróticos enquanto toma cerveja. Os dois são ótimos juntos e nos oferecem momentos de conversa sinceras e hilárias.

"- Por que diabos você faria uma coisa dessas? É como se Deus desse um presente, e você agradecesse chutando as bolas dele.
- Deus? Pensei que você era agnóstico, um homem da ciência.
- Eu sou. Mas se eu pudesse enfiar a cara em seios perfeitos como os seus, acho que acabaria no céu e teria que me converter.
- Você acha que vai encontrar Deus nos meus seios?
- Não mais. Agora seus peitos são pequenos demais para ele se sentir confortável aí dentro." Will e Hanna, pos. 833

Will certamente começa aperceber que Hanna pode ser A garota que o fará mudar. Hanna, no entanto, sabe com quem está lidando (ou pelo menos, tem a versão antiga coma qual se situar). "Meu coração e minhas partes íntimas não sobreviveriam uma noite sequer com este homem. Ainda bem que isso não é uma opção, vagina. Sossega aí." Hanna, pos. 359 O que acontece aqui é que Hanna quer se descobrir e testar coisas novas. E talvez não seja apenas com Will que isso aconteça. Afinal, Will tem uma agenda semanal com quem vai se encontrar.

Ao longo do relacionamento dos dois, ele vai mudando, desejando algo a mais que Hanna não está pronta para dar, afinal é a vez dela de descobrir o mundo dos encontros."- Max, ela é uma mulher completa. Engraçada, doce, honesta, linda... Eu me sinto fora da minha zona de conforto com ela." Will, pos. 1979 Apesar disso, dos dois possivelmente quererem coisas diferentes um do outro, é a amizade entre ele que permanece.

"Fazia muito tempo desde a última vez que me divertia tanto com uma mulher sem que ela tirasse a roupa.
Infelizmente para mim, quanto mais tempo passava com Ziggy, mais eu queria transformar nossa diversão em algo que envolvia nudez." Will, pos. 881

E vocês sabem o que dizem, né? Às vezes, os melhores relacionamentos começam com uma amizade. "- Está deixando alguém entrar no seu mundinho privado das corridas matinais? Isso parece mais íntimo que sexo, Willian." Max, pos. 434 Os dois são maravilhosos e vão descobrir juntos como lidarem com essas novas versões de si mesmos. É um livro incrível, super divertido e super recomendado.

Apesar daquela parte chatinha do conflito final (um mal entendido que poderia ter sido facilmente resolvido com uma conversa honesta e madura - mas nãaao, nada pode ser fácil nos capítulos finais de um livro), Hanna e Will formam um dos casais que eu mais gosto.


Seção das Quotes

"- Você quer ir até o parque comigo para correr?
- Você corre? Tipo, de propósito?
- Sim - ele disse, praticamente rindo." Will e Hanna, pos. 179

"Os perigos de Will Sumner, eu me lembrei. Basta uma frase e você já está pensando nele pelado." Hanna, pos. 326

"- Uau. Ele é... gostosão. Conheci Bennett também. Vocês parecem o clube dos gostosões de Manhattan.
- Não existe uma coisa dessas." Hanna e Will, pos. 641

"- Evita que eu fique por aí querendo transar o tempo todo.
Ela mal piscou.
- Mas por que você prefere correr em vez de transar?" Will e Hanna, pos. 657

"- Qualquer coisa mais forte vai me fazer dormir em quinze minutos.
- Tenho certeza de que existe algo forte atrás do balcão que pode deixar você acordada por horas." hanna e Jack, pos. 911

"- Mas, tipo, como respirar e não ficar preocupada em morder, entende? Você já entrou numa loja que vende porcelana chique e de repente sente um pânico momentâneo que vai tropeçar e quebrar tudo?" Hanna, pos. 1056

"Nunca tive muitas amigas mulheres - e definitivamente nunca tive uma amiga como Chloe Mills -, mas até mesmo eu era esperta o bastante para ter um pouco de medo dela. E tinha a forte impressão de que até o Bennett tinha um pouco de medo dela."

"- O que você está pensando? O que estamos fazendo neste quarto tão escuro, trocando olhares maliciosos?" Will, pos. 1442

"Ela era uma criatura sexual, sensível e curiosa, e eu não sabia se alguma vez já fiquei mais excitado do que agora." Will, pos. 1570

"- É assim que as coisas acontecem? Correr esse tipo de risco, abrir seu coração e esperar que a outra pessoa tenha bastante cuidado para não destroçar os seus sentimentos?" Will, pos. 2079

site: http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/2017/07/playboy-irresistivel-cretino-03.html
comentários(0)comente



Carol 28/04/2017

Na vida eu sou a Hannah.
comentários(0)comente



Lari 21/04/2017

PLAYBOY IRRESISTÍVEL [CRETINO IRRESISTÍVEL #03] - CHRISTINA LAUREN
Lembram de Will Summer na despedida de Solteiro do Bennett não é?
Hoje vamos sabe rum pouco sobre sua vida de solterice e como ele reage ao se apaixonar, uma coisa
que ele disse que jamais iria acontecer, pois ele diz que não é homem de uma mulher só.
Will Summer é um playboy, chama muita atenção das mulheres e mantém dois encontros semanais, mas que ultimamente estão perdendo a graça.


Hanna Bergstrom, conhecida como Ziggs é inteligente e nunca esteve em um relacionamento sério, mas Will sempre esteve em seus sonhos adolescentes e ela nem imagina que seu irmão irá chamá-lo para ajudar Hanna a sair mais, fazer novos amigos.

"Sei que normalmente eu falo demais, mas me sinto especialmente idiota quando estou perto de você, e não consigo parar de falar besteiras."

Will concorda em ajudar Hanna, pois ele se lembra dela adolescente, sempre aquele menina que ficava no canto lendo algum livro e sempre estudando, mas quando ele a encontra no parque, tudo muda. Ela ficou uma mulher, mais uma mulher que chama totalmente a atenção de Will Summer.


Em todo livro nós percebemos a mudança de Will, pois ele se sente atraído pela beleza e inocência de Hanna e ela bom, sua paixonite adolescente está bem na sua frente e sua atração por ele só aumenta e com o tempo ela começa a perceber que ele está realmente gosta dela, e começa a trabalhar para se aproximar mais dele.

"Ela não estava tentando me impressionar, apenas queria me ver"

Dessa vez não vou contar muito sobre o livro, mas espero que essa resenha, aguçe a curiosidade de vocês e que possam ler ele e deixem suas opiniões nos comentários.
Esse é o penúltimo livro da série e é o segundo mais divertido kkkkkk pois o último supera todos os outros hehe. E sim, todos os personagens enfim vão se conhecer nesse livro.
Imaginem Chole, Sara, Hanna, Bennett, Max e Will todos juntos?! Que estrago kkkkkkk
O livro é relativamente grosso, um dos maiores da série vamos assim dizer hehe, mas as autoras não deixaram nada faltando ou em branco.Tudo perfeitooo :D
comentários(0)comente



Fragmentos Literarios 12/03/2017

Playboy Irresistível


Sinopse

Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Hanna Bergstrom escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido Will Sumner? Will ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Hanna descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Will provar que ele é o único homem que ela precisa.





Playboy irresistível é o terceiro livro da série Irresistível de Christina Lauren, é narrado em primeira pessoa e a autora alterna os capítulos pelo ponto de vista dos personagens principais Hanna e Will.

"Um livro divertido, maravilhoso e apaixonante."

Hanna Bergstrom é uma jovem cientista, uma rata de laboratório e sua vida se resume a trabalho, trabalho e mais trabalho, ela não tem amigos e sua vida social simplesmente não existe.
Sua família preocupada decide dar uma mãozinha, e para isso seu irmão mais velho Jensen sugere que Hanna entre em contato com seu melhor amigo Will Sumner (o amor da minha vida) para que ele possa ensina-la a ser uma nova mulher e ter uma vida fora do laboratório. E tudo seria perfeito se Will não tivesse sido o sonho de consumo de adolescência de Hanna.
Will Sumner é um perfeito Playboy, seus olhos azuis, corpo escultural e um sorriso que derruba qualquer calcinha o tornam irresistível. Will ama as mulheres, mas seus relacionamentos são baseados apenas em sexo e isso já é esclarecido no primeiro encontro, ele gosta das coisas claras e abertas e tudo em sua vida é perfeito do jeito que esta, até o telefonema da irmãzinha mais nova de seu melhor amigo Jensen virar sua vida de cabeça para baixo.
Zig era a menina que sempre estava com eles nas férias de verão que Will passou na casa dos Bergstrom quando tinha 19 anos, porém ela não passava disso a irmãzinha do Jensen. Então em que momento Zig se tornou essa mulher linda, divertida e que não tem um filtro na boca. Will não sabe, mas o que sabe é que pela primeira vez na vida ele quer algo mais, ele que Hanna seja dele, apenas dele.
Will não é mais o garoto que conquista todas as mulheres, usa piercing e toca em uma banda e Hanna não é mais uma menina e sim uma mulher. Quando os dois começam a se encontrar tudo não passa de um experimento para que Hanna aprenda a se socializar, mas a atração entre os dois é inegável e o que uma era pequena brincadeira acaba se tornando algo maior.
Pela primeira vez Will se vê querendo mais, mas Hanna parece não pensar da mesma forma, os sentimentos estão ali, mas os dois terão que encontrar uma forma de se entender.




Por Carol Cappia



site: https://nodivadaleitura.blogspot.com.br/2016/02/playboy-irresistivel-livro-iii-da-serie.html
comentários(0)comente



Papeando Livros 28/10/2016

Playboy Irresistível.
Como vimos na sinopse Hanna é uma jovem que só pensa nos estudos e acaba recebendo um chega para lá do seu irmão que a incentiva a aproveitar mais a vida e se entrosar melhor com seu amigo will, pois ele pode ajuda-la com isso...o que o irmão de Hanna não sabia era que o amor platônico de infância de sua irmã é o seu amigo Will. Hanna por já conhecer a fama de pegador de Will, já tem em mente que ela para ele não seria nada serio, porem will não esta acostumado com uma mulher tratando ele assim e começa a prestar mais atenção e a mudar por Hanna.

Achei este livro o mais interessante e romântico da serie até agora, o will é um personagem complexo, que já havia sido apresentado antes no livro estranho irresistível como melhor amigo de Max Stella e com ele também ficou bem nítida sua fama de galinha...porém neste livro as autoras conseguiram nos mostrar um Will totalmente diferente do que esperávamos, uma versão surpreendente que nos faz entender melhor e se apegar ao personagem.

Cada livro está melhor que o anterior e por serem um grupo de amigos, esta ligação nos faz reavaliar os livros anteriores e os ver de uma forma melhor, ligando uns aos outros. A Hanna é uma personagem nova mas bem introduzida na história, ela é cativante, sem papas na língua e o fato das outras protagonistas (Chloe e Sara) trazerem ela para próximo do grupo nos deixa a sensação de que já a conhecemos desce o inicio da serie.

O livro é diferente de todos s anteriores pois ele não nos puxa para o mesmo teor de erotismo dos outros e sim para uma pegada mais romance/paixão. A capa tem o mesmo seguimento dos cretinos anteriores o que combinou muito com a serie, a narrativa continua no mesmo nível e bastante satisfatória, nos prendendo a uma leitura agradável.


site: http://papeandolivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Gessica 21/10/2016

Cru, totalmente sem filtros!
Em Playboy Irresistível temos o romance de Will e Hanna, também conhecida como Ziggs - um apelido que sua família lhe dera.

Hanna é como um rato de laboratório, ela está fazendo faculdade e a única coisa que pensa é como subir na vida. No entanto seu irmão a alerta que ela deve aproveitar mais a vida conseguindo conciliar trabalho com vida social e para isso ele pede que ela fale com o seu melhor amigo Will, que faz isso perfeitamente.

Acontece que Hanna sempre teve uma queda por Will, ele era o homem dos senhos sonhos mais eróticos e obviamente que ela aceita.

Will é um homem de negócios e um deus do sexo (não estou brincando). Ele tem uma agenda onde marca para sair com suas amantes, são sempre na mesma data e para ele não existe sexo fora da agenda.


No começo do livro Will chama Hanna apenas de Ziggs, pois ele a vê somente como irmã do seu amigo, mas tudo começa mudar quando ela abre a boca. Curioso? Quer saber o porque? Bom, é simplesmente porque Hanna não tem um filtro de palavras.

- Você é um especialista em xanas. (Hanna)
Seus olhos se arregalaram.
- Foi você mesmo que disse.
- Quando foi que eu disse que era um especialista em xanas?
Página 22

Confesso que quando li essa parte dei altas gargalhadas, estava em um ponto de ônibus e simplesmente não consegui controlar minha crise de riso.


E com essa sinceridade toda Hanna lhe pede que ele a ensine como conquistar um cara, e é aí que as coisas mudam. Will começa a olhar para ela como mulher e não como irmã do seu amigo, e fica batalhando entre si para não pular nos peitos enormes dela. Aliás, este é o ponto fraco de Will: peitos.

Logo uma amizade colorida nasce:

As vezes, quando estamos correndo e você fica controlando a respiração todo concentrado, eu fico pensando que tipo de som você faz quando está transando. (Hanna para Will)
Página 87


Hanna ainda sente algo por Will, mas ela não quer entregar seu coração e sair com ele partido como sempre aconteceu com as mulheres que passaram na vida de Will. E este é um problema para o nosso playboy: ele quer algo mais e ela não.

Confesso que esse livro me surpreendeu muito e creio que é o meu favorito da série, passou até mesmo Cretino Irresistível que é o volume 1. Dei altas gargalhadas e simplesmente não conseguia largar o livro, devorei-o.

Me diverti muito com Max e Bennet pegando no pé do Will, nossa, nunca ri tanto! Os diálogos são totalmente crus e desprovidos de filtros devido à boca suja de Hanna e adorei isso! Pensei que as autoras poderiam cair na mesmice, mas poxa! Me enganei completamente! Amei o livro.

A diagramação do livro é simples e os capítulos são alternados entre Hanna e Will, assim podemos saber o que cada um está pensando. Leitura altamente recomendada, umas das melhores leituras do ano e com certeza vai para os meus favoritos.

site: http://www.cantinhogeek.com/
comentários(0)comente



Lenita.Chiuza 22/03/2020

Esse casal
Esse casal tem meu coração
comentários(0)comente



ocantinhodarafa 07/12/2017

Livro lido em 2017
Presente de Niver da amiga Jake, amei a leitura, o tipo de livro que eu me apaixono pelo protagonista kkkkkk
comentários(0)comente



74 encontrados | exibindo 16 a 31
1 | 2 | 3 | 4 | 5