Deixe a Inglaterra tremer

Deixe a Inglaterra tremer Sávio Lopes




Resenhas - Deixe a Inglaterra tremer


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Érico 11/07/2018

Tour Londrino.
Deixe a Inglaterra tremer , nos traz a história de um jovem brasileiro de mais ou menos 20 anos , que vai passar 4 meses em Londres , Inglaterra pra fazer Intercâmbio.
Gostei muito da perspectiva da narrativa ser em primeira pessoa . O livro tem uma forma bem fluida de narrativa , bem didática e fácil de compreender , o que torna a leitura bem agradável.
Um ponto ruim da narrativa é não saber se o livro se trata de uma autobiografia ou uma ficção , se são fatos que realmente ocorreram , ou se foram inventados , mas esse ponto vai muito do gosto pessoal do leitor.
Mas sem dúvida conhecer um novo país é um desejo em comum de muitas pessoas , a vontade de conhecer uma nova cultura , novos costumes e um novo idioma . Ter a oportunidade de abranger os nossos horizontes , sair da zona de conforto . É bom ter essa oportunidade , mesmo que seja lendo os relatos de outrem.
Esse é um ponto positivo da história , as situação são muito bem descritas . Parece até que somos nós que estamos "atuando" nas cenas contadas . Nos sentimos sendo transportados pelos ônibus de dois andares , virando amigo do Matteo , indo as pubs como o Marvin e a Ronja . Enfim , temos um bom livro , escrito por um jovem e promissor autor.
comentários(0)comente



LiteraCult 04/03/2015

{resenha} Deixe a Inglaterra Tremer, de Sávio Lopes
Escrita por Iuri Rodrigues.

Conheça Londres pelos olhos de um brasileiro, que durante quatro meses nos apresenta o cotidiano de um país de belíssima cultura. O autor compartilha conosco os seus medos, aventuras, as dificuldades de estar sozinho em outro país, e um amplo bom gosto para música. Pegue seus fones de ouvido, coloque os clássicos do rock alternativo e deixe a Inglaterra tremer.

O jornalista mineiro, Sávio Lopes, inspirando-se em seu intercambio para Londres, compartilha suas memórias de maneira bela, sincera e real. Diferente de tudo que já li, a obra não traz a ficção clichê que vemos em livros e filmes de hoje em dia, pelo contrário, temos uma história real, mas que não deixa de ser divertida e envolvente.

Cada acontecimento descrito no livro é bastante detalhado, mas não chega ser cansativo. O autor consegue nos prender na história com sua escrita fluída e gostosa. Sávio escreve de uma forma tão real, que em determinados momentos, eu consegui sentir na pele aquilo que o protagonista estava sentindo.

Não encontramos um romance nesta obra, porém, acompanhamos nosso personagem principal passando por um intenso amadurecimento. O autor também nos mostra os sentimentos mais íntimos de quem faz intercambio, e por este motivo, acredito que este seja uma ótimo livro para quem está fazendo ou pensando fazer intercambio para Inglaterra, ou outro país.
Não adianta ansiarmos por uma época que já passou ou repudiar as diferentes etnias que aqui existem. Eu vim de fora, assim como vocês, e assim o país muda e se renova. Deixe a Inglaterra tremer, mudar e se tornar cada vez mais um país singular.
A edição produzida pela Novo Século é uma das mais bonitas que já vi. Desde a capa até as páginas, tudo foi muito bem trabalhado. Achei bastante interessante também o escritor ter colocado o trecho de diferentes músicas do rock alternativo no início de cada capítulo. Não acho que isso seja um problema, mas me incomodei um pouco com o título do livro, pois esperava que o nosso protagonista fizesse realmente a Inglaterra tremer, infelizmente não encontramos isso.

Deixe a Inglaterra Tremer é o primeiro livro publicado do escritor Sávio Lopes, e após ler esta divertida e envolvente história, só me resta esperar ansiosamente pelas próximas obras do mesmo. Se você está pensando fazer intercambio, esta é uma leitura obrigatória, ou se você apenas gosta da cultura inglesa não vai poder deixar de ler também.
comentários(0)comente



AmantesporLivro 09/03/2014

Esta obra retrata o intercâmbio de um jovem (não é apresentado nome no livro) na Inglaterra. Além de trazer descrições sobre a vivência, a obra também expõe diversos lugares para conhecer, além do crescimento pessoal que uma experiências dessas pode ocasionar.
Achei interessante que todos os capítulos eram iniciados com trechos de músicas. Eu fiz questão de baixar todas, porque adorei o gosto musical do autor (ganhou pontos). Aconselho para aqueles que lerão o livro ouvir todas as músicas indicadas, tenho certeza que não irão se arrepender.
No início da leitura dá para perceber os medos e anseios personagem ao chegar na Inglaterra. Logo no primeiro capítulo senti um ar de superioridade e arrogância do mesmo, criando em mim uma visão negativa sobre o que viria mais a frente, porém, a evolução dele durante a viagem é perceptível, melhorando a minha primeira impressão.
O jovem solitário e amargurado do início do livro acaba mudando certas atitudes a partir do momento que ele começa a se relacionar com os colegas durante curso de aperfeiçoamento da língua inglesa. Nas aulas, ele passa a conviver com alunos dos mais variados lugares, aprendendo a respeitar a diversidade cultural de cada um deles. As amizades que surgem trazem uma mudança positiva no comportamento e nas experiências do jovem. O livro também trás várias dicas sobre como se virar na "terra da rainha", a exemplo de lugares para comer e visitar.
De forma resumida, na minha opinião a ideia de detalhar a experiência de viver em outro país é bem enriquecedora, porém acho que o autor pecou na forma de descrever os fatos deixando a leitura um pouco cansativa. Eu entendia o que o autor queria mostrar, mas não conseguia me empolgar com suas descrições. Faltou emoção na hora de descrever os sentimentos vivenciados pelo personagem do livro. Apesar das críticas aqui expostas eu indico o livro, principalmente para aqueles que pretendem fazer intercâmbio no futuro.
comentários(0)comente



Dose Literária 28/02/2014

Deixe a Inglaterra tremer
Uma viagem sempre nos trás novos conhecimentos a respeito de culturas, costumes regionais, História, e experiências pessoais. Quando a viagem é internacional, ampliam-se os conhecimentos acerca de outros idiomas e dos hábitos populares do país. Novos rostos, de diversas nacionalidades sempre surgem para quem convive na miscelânea de uma capital mundialmente conhecida pela sua diversidade cultural.
Essa foi a experiência de Sávio Lopes em Londres, contada em seu primeiro livro Deixe a Inglaterra Tremer, quando fez um intercâmbio cultural de quatro meses para aprimorar seu conhecimento na língua inglesa e engrandecer seu currículo. O estudante de Jornalismo, já havia tido uma experiência em outro país, passou dos quatro aos oito anos de idade morando na Bélgica, e retornou ao Brasil para enraizar-se com a família no interior de Minas Gerais, onde iniciou sua graduação. Nas férias entre 2009 e 2010, juntou a coragem com a sede de conhecimento, arrumou as malas e foi estudar no Velho Mundo, o que lhe rendeu uma boa história para contar embalado pelo rock alternativo.

Continue lendo em

site: http://www.doseliteraria.com.br/2014/02/deixe-inglaterra-tremer.html
comentários(0)comente



A Garota do Livro 10/02/2014

Meio Biiografico.
Terminei esse livro na quinta (06/02);

Complicado falar sobre ele porque mesmo o autor falando que não é uma biografia, parece muito e eu não sou muito fã de biografias. Enfim, a historia se passa em Londres, onde um estudante vai passar 4 meses, tempo esse onde conhece muitos amigos e novas historias para contar.
Trata de temas, como saudosismo, etnias e culturas diferentes com uma visão meio limitada na minha opinião.

E interessante conhecer novas historias de vidas, novas situações, sem falar que ficamos apaixonados pelos locais históricos de Londres que são citados no livro. Digamos que a vida é feita de novas culturas e que muitas vezes não abrimos os olhos para o que podemos aprender com as novas experiências.

Achei interessante também o livro ter o próprio SetList, realmente não conhecia muitos dos cantores e bandas citadas, mas devo dizer que me interessei muito por Fleetwood Mac muito (obrigada Sávio kk )!
Parabéns pela criatividade de misturar a arte da escrita e a arte da música, duas coisas que amo de paixão.

Nota: 7,5

site: http://a-meninadolivro.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Gabii 04/02/2014

Deixe a Inglaterra Tremer é o livro de estreia de Sávio Lopes, jornalista formado pela UFV (Universidade Federal de Viçosa [acho que conheço pessoas de lá]), e que trouxe para as paginas de seu livro um relato de suas experiências como estudante de intercambio em Londres.
Calma pessoal, essas são as informações mais formais e técnicas, agora eu posso começar!
Sávio foi muito feliz e simpático ao narrar suas aventuras e experiências, o livro é de simples leitura e ainda é divertido. Diferentemente dos livros que trazem informações sobre outros países, este traz um conceito mais “vivo” do que pode ser visto, e também uma variedade diferente de lugares interessantes. Eu gostei muito dos trechos que falam mais da periferia de Londres e seus moradores ilustres – leia “moradora ilustre” que é igual à Florence Welch – e também das experiências em pubs e a visita á Oxford, o modo como foram apresentadas essas aventuras fez com que fosse mais fácil visualizar o que pra muitas pessoas é um sonho – quem não quer conhecer Oxford ou beber em pubs?
O relato é bem pessoal e até me fez entender melhor meus amigos que estão “espalhados pelo vento” em outros países. Eu só senti um pouco por que eu queria mais detalhes, não sei, acho que no fim ele podia ter falado mais sobre suas experiências, mas eu gostei bastante da leitura e acho que vale a pena pra qualquer pessoa que queira conhecer outro país e deseje uma leitura mais leve.


site: http://embuscadelivrosperdidos.blogspot.com.br/2014/02/deixe-inglaterra-tremer-savio-lopes.html
comentários(0)comente



Marri 30/01/2014

Deixe a Inglaterra tremer!
Terminado na "Quinta-Feira, 30 de Janeiro, 2014."

Primeiramente, quero confessar: Foi muito difícil de fazer uma resenha para esse livro, Deixe a Inglaterra tremer é "complexo" demais para ser definido em palavras simples, por isso, tive que pensar bastante!
Então vamos lá!

O livro trata-se de um homem de 20 anos estudante de jornalismo, que conta sua experiência de quatro meses que vivenciou em Londres.
Quando começamos um livro desses, pensamos e criamos várias expectativas. . . como : ele foi pra Londres e . . . " encontrou sua alma gêmea, virou uma estrela do rock, descobriu que era filho de "poseidon" ou tinha sangue de "nárnianos" e por mais clichê possível, n.a.d.a disso acontece! Ele apenas cumpre seu objetivo que é, estudar.
O livro é perfeitamente normal, mas não tire conclusões precipitadas de ser um livro "chato ou tedioso". Por que não é.

Lá ele faz amigos, se diverte, explora novos lugares, o que, na verdade, me fez gostar ainda mais desse livro ! A escrita detalhada nós trás tanta proximidade, que faz o leitor sentir-se em Londres também!

Eu sempre tive vontade de conhecer Londres! Depois de ler esse livro, a única coisa que me impediu de comprar as passagens foi a pobreza hahaha.

Em cada capitulo do livro, é citado versos de músicas internacionais, e vários clássicos. Eu pirei quando vi um trecho da música da Adele “Hometown Glory” eu adoro essa música!

Um livro envolvente para ler e ouvir.
Resenha completa no blog:

site: http://alma--literaria.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Ana Luiza 08/01/2014

Já estou indo comprar minha passagem para Londres...

“- Não adianta ansiarmos por uma época que já passou ou repudiar as diferentes etnias que aqui existem. Eu vim de fora, assim como vocês, e assim o país muda e se renova. Deixe a Inglaterra tremer, mudar e se tornar cada vez mais um país singular.” Pág. 202

É difícil falar sobre esse livro. Peguei “Deixe a Inglaterra Tremer” com boas expectativas, mas me deparei com algo completamente diferente do que esperava. E, nesse caso, a surpresa foi mais que boa. O livro é narrado em primeira pessoa por um jovem brasileiro que vai para Londres e conta suas experiências na terra da Rainha durante os quatro meses em que lá permanece entre os anos de 2009 e 2010. As informações sobre nosso narrador estão condessadas no texto. Em nenhum momento sabemos seu nome, mas descobrimos que ele é estudante de jornalismo, de 20 anos, que morou na Bélgica na infância, mas que depois voltou para o Brasil. A biografia do narrador é bem parecida com a do autor do livro, que também passou um período em Londres, por isso é difícil dizer o que seria realidade ou ficção, o que torna o livro ainda mais gostoso de ler.

“Foi muito bom saber que podia contar com outros brasileiros. Acabei descobrindo que o fato de sermos da mesma terra nos dá certa sensação de irmandade e pertencimento de um mesmo grupo. Isso me fez rever o conceito do depreciado ‘jeitinho brasileiro’.” Pág. 110

Identifiquei-me bastante com o protagonista tímido e melancólico que conhecemos no início do livro. A falta do nome permite uma identificação ainda mais fácil, mas confesso que demorei um pouquinho para gostar do narrador. Como disse, no início do livro, ele está bem melancólico, já que acabara de chegar em um país desconhecido e passar pelas primeiras dificuldades, como taxistas mal-humorados, dificuldades de se locomover e comunicar em um novo ambiente e um pouco da decepção com a escola de inglês, onde começa a fazer aulas, que não era exatamente o que ele esperava. Entretanto, conforme o narrador vai se engajando, ganhando confiança, fazendo amigos e superando os momentos ruins ao apreciar os momentos bons, ele acabou conquistando e até me fazendo torcer para que tudo desce certo para ele.

“Naquele momento me lembrei de Mrs. Dalloway. Eu, assim como Clarice Dalloway, em Londres, sozinho e entediado. A diferença é que ela era rica e dava festas, ao contrário de mim.” Pág. 47

A narrativa em primeira pessoa foi bem construída, e apesar de detalhista, é leve, objetiva e flui com rapidez. Os capítulos são pequenos e rápidos, o que torna a leitura do livro ágil, apesar do começo meio lento. Algo interessante sobre “Deixe a Inglaterra Tremer” é que o livro tem trilha sonora própria. Cada início de capítulo há um trecho de música de diversas bandas, a maioria de rock alternativo, cujas traduções estão em um índice no final da obra. Também há referências a músicas dentro da narrativa, assim como a livros, obras de arte, personalidades, história, etc.

Fiz a experiência e vale a pena escutar cada uma das músicas citadas em “Deixe a Inglaterra Tremer”, durante a leitura mesmo ou depois, é como se aprofundássemos ainda mais na mente do nosso narrador. Achei as músicas bem legais, cada uma delas combina perfeitamente com o livro e com os momentos que antecedem, apesar de que prefiro um rock mais pesado. As músicas que mais gostei foram London Hates You (The Kills), What The Water Gave Me (Florence and The Machine) e Campaign of Hate (The Libertines).

“Deixe a Inglaterra Tremer” é uma verdadeira viagem para Londres. A sensação é de estar vivenciando todas as experiências do narrador na nossa própria pele. Para quem sonha em conhecer a capital da Inglaterra, esse é o livro para você! Já para quem quer fazer intercâmbio, “Deixe a Inglaterra Tremer” é uma leitura obrigatória! Através do nosso protagonista é possível conhecer alguns problemas e dificuldades da vida em outro país, mas também muitas alegrias e oportunidades únicas que só acontecem nessas situações. O mais interessante é ver o intercâmbio entre as culturas, não só de brasileiros e londrinos, mas também de pessoas de todos os cantos do mundo. Os amantes de música também estarão em casa aqui, com os trechos de letras no início de cada capítulo. As aventuras do narrador de “Deixe a Inglaterra Tremer” me fizeram amar o livro, que virou favorito! Ao rever, pelos olhos do protagonista, lugares de Londres que visitei na viagem que fiz em 2012, mas também lugares que não pude visitar por causa do tempo corrido, fiquei ainda mais louca para voltar a Inglaterra, se tivesse dinheiro compraria minha passagem ainda para hoje! rs

Quanto a edição, não tenha reclamações. A diagramação estava simples e perfeita. As páginas amareladas e o tamanho e tipo da fonte ajudaram a deixar a leitura ainda mais confortável. A capa é simplesmente perfeita e a bandeira do Reino Unido + os fones de ouvido não poderiam combinar com mais nada a não ser “Deixe a Inglaterra Tremer”!

Agradeço imensamente ao autor e a editora por ter oportunidade de conhecer o livro e espero ver outras obras do Sávio em breve, fiquei curiosa por mais aventuras do autor.

“ (...) me dei conta de como era triste deixar Londres, e minha dor de estômago voltou a exteriorizar minha ansiedade. Senti que aqueles meses foram ao mesmo tempo doces e amargos, um período que havia passado muito rápido. Hoje, vejo a situação diferente. No momento ouço Gilberto Gil cantar: Hoje eu me sinto como se ter ido fosse necessário para voltar tanto mais vivo de vida mais vivida, dividida pra lá e pra cá.” Pág. 208

site: http://mademoisellelovebooks.blogspot.com.br/2014/01/resenha-deixe-inglaterra-tremer-savio.html
comentários(0)comente



Ray 04/01/2014

Resenha - Deixe a Inglaterra Tremer
18:30 horas de sábado (04/01/14)

Primeiro leitura de 2014 concluida, e o último livro do desafio literario também.

Deixe a Inglaterra Tremer conta as situações vividas de um homem que aos seus 20 anos foi fazer um curso de inglês em Londres, la ele se depara com diversas situações difíceis de se lidar, como saudades da sua terra natal, pessoas de diferentes culturas, etc... Durante todo o livro ele cita vários lugares ao qual visitou em Londres que nos da vontade de estar ali presente.
No decorrer da história ele conhece novos amigos de outros paises, tem de lidar com as despedidas e saudades. O tempo ao qual ele passou em Londres faz com que ele cresça e amadureça.
A história e bem legal e tem fatos bem divertidos e curiosos.
Recomendo a todos.

Nota: 8 ;)

Ráyca de Oliveira

site: http://quaseumabiblioteca.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9