Eu te olhava pela janela

Eu te olhava pela janela Gleize Costa




Resenhas - Eu te olhava pela janela


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Joice Lourenço 18/11/2013

Emocionante e surpreendente!
Amanda é uma jovem de 14 anos que teve uma adolescência muito difícil. Sua mãe morreu e então junto com seu irmão de apenas 9 anos Betinho, tem que viver junto com seu padrasto, o que não é nada fácil devido à sua bebedeira e dureza de coração. Toda a noite eles ficam encolhidos na cama, esperando a hora do padrasto chegar, não sabendo ao certo se cairia bêbado no sofá ou então viria até o quarto atrás deles, o que seria horrível.
Mas então um dia depois dele quase violenta-la e ela apontar uma faca em sua direção, para sua própria defesa as coisas mudam.... e Betinho misteriosamente desaparece.
Assustada e temendo o pior, Amanda procura seu precioso irmão por todos os cantos da cidade, mas nada de encontra-lo. Quando volta à sua casa, desesperada, ela percebe uma presença masculina nada agradável. É seu padrasto, sorrindo com malícia. Sabia que agora ela estava em suas mãos.
No entanto, mesmo com um revolver em suas mãos e chantageando-a por saber onde seu irmão está, as coisas não acontecem como ele planejava e quando menos esperava é atingido por um objeto. Amanda olha assustada para Rodrigo, o vizinho que vira apenas uma vez e jamais o tirara da cabeça.
Numa luta entre ele e o padrasto o pior acontece e então Amanda nunca mais teve notícias do seu irmão.
Por mais que o vizinho lhe conte o que sente...
Por mais que ela sinta o mesmo....
Amanda o distancia de sua vida e longos anos se passam...
Ela nunca mais soube de Betinho e todos os dias pensava nele...
Rodrigo volta para o Brasil e olha para a casa vizinha, onde durante muitas semanas observava Amanda
pela sua janela. E Amanda nunca saiu da sua cabeça...
Será que um dia voltaria a vê-la, já que a sua casa está abandonada há anos e nunca mais teve notícias suas? Será que Amanda vai reencontrar Betinho? Qual será o destino dessa história?
Você não pode perder, irá se surpreender com o destino que lhe espera.

O que achei

Já no primeiro capítulo quando Rodrigo aparece em cena deixa um mistério intenso. O que faz ali? O que está acontecendo? Então de maneira peculiar a autora nos leva à história de Amanda através dos gestos de Rodrigo.
Na maior parte do livro a narrativa está em terceira pessoa e em algumas partes ela fica em primeiro pessoa. Isso foi apenas para dar um toque de profundidade na história.
Realmente posso dizer que a autora me surpreendeu muito com essa história.
Além do romance sempre no ar quando finalmente Amanda e Rodrigo se encontram, você acaba sendo surpreendido com os mistérios que aos poucos vão sendo desvendados. Quando pensa que algo vai acontecer, você se surpreende. Em algumas partes o livro me fez ficar emocionada, outras, suspirando e outras, com os olhos arregalados de surpresa e apreensão.

Enfim, super recomendo "Eu te olhava pela janela". Um livro emocionante que vai tocar profundamente o seu coração. Vale a pena ler e deixar que cada detalhe da história faça parte da sua vida, de alguma forma.



site: http://www.oreinodebetra.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Sheila Lima 17/03/2014

Minha experiência ao ler "Eu te olhava pela janela"
Quando terminei de ler o e-book da Amazon anterior, fiquei numa dúvida tremenda sobre qual livro leria a seguir. Num belo dia, estava conversando com a Gleize e pensei: "Puxa, por que eu não aproveito essa oportunidade para sair um pouco da zona de conforto?"
Embora eu não seja do tipo de pessoa que procura romances centrados na relação de amor entre um homem e uma mulher, fiquei encantada pelos temas que foram abordados durante esta obra: a importância do perdão, a necessidade de haver sofrimento para garantir nosso crescimento pessoal, o amor pela família, pelos amigos, etc.
Recomendo este livro para todos aqueles que buscam uma leitura suave e emocionante. Garanto que é um livro de qualidade, você não vai se arrepender ao investir nele!

site: http://www.docesonhoalado.com/2014/03/eu-te-olhava-pela-janela.html
comentários(0)comente



Rick Bastos 25/03/2014

A leveza de um romance
O que dizer quando você termina de ler um livro e fica horas e horas com aquela sensação de ter gostado do que leu e ainda sair com o coração feliz por saber que os dias gastos lendo esta incrível história foram imensamente gratificantes para alguém? A Gleize fez isso comigo. Ela simplesmente tocou meu coração com a sua sensibilidade perfeita colocada em uma personagem tão maravilhosa e especial. O suficiente para que me fizesse continuar crendo ainda mais que o amor é a base fundamental de tudo que vivemos e buscamos nesta vida.

É muito bom quando uma autora escreve um livro tão envolvente e cativante. O leitor poderá até mesmo identificar os personagens com alguns de seus amigos, e descobrir suas próprias características, através dos protagonistas no desenrolar da história. É um romance com um toque de leveza onde podemos encontrar um amor sutil, delicado e verdadeiro.

A principal pergunta que a autora deixa claramente no ar conduz a nós, leitores, a refletir até quando vai o amor de uma irmã pelo seu irmão. E você? Faria o mesmo pelo seu irmão ou irmã? A resposta vem ao longo desta emocionante narrativa entre dois jovens que se conhecem por um acaso do destino.

"Eu Te Olhava Pela Janela" fará você ficar com um "gostinho de quero mais" a cada capítulo da história.. O melhor de tudo é que quem for ler o livro será transportado automaticamente para uma realidade atual, já que Amanda e Rodrigo parecem terem nascidos um para o outro. Sem contar que a Amanda é uma garota muito fofa, doce, meiga e carismática. A fé que ela tem é um exemplo de como devemos ser esperançosos no dia a dia e como podemos motivar o viver mantendo acesa a chama da perseverança em nossos sonhos. Mesmo com tanto sofrimento lá em seu íntimo Amanda acredita na recompensa de um final feliz. Afinal, quem não desiste de lutar conquista os seus objetivos.

Agora eu pergunto: quem não gostaria de ter uma Sabrine como melhor amiga e se apaixonar por uma Amanda com todas essas qualidades, não é mesmo?

Parabéns Gleize e obrigado! Foi um dos melhores romances entre tantos que eu já li.

site: http://rickbastos.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Shi 30/11/2013

"Eu te olhava pela janela" é um livro que traz dentro de si uma capacidade avassaladora de emocionar. Desde os primeiros parágrafos ele é intenso, tragando o leitor para uma história comovente, de um amor inesquecível, maior que o tempo, a distância, as turbulências. Não trata apenas do amor entre amantes. Gleize também mostra o amor incondicional entre irmãos. E o livro é ainda enriquecido por outro assunto - o abuso sexual, que é abordado com uma sensibilidade tão grande que é impossível não se emocionar e não refletir sobre as pessoas na vida real que sofrem diretamente esse tipo de violência.

Recomendo imensamente a leitura desse livro para as pessoas que adoram se emocionar com uma história muito bem escrita, com reviravoltas e cenas de tirar o fôlego. Uma história simplesmente linda e inesquecível!
Gleize Costa 30/11/2013minha estante
Obrigada por essas palavras tão lindas, minha querida amiga! Adorei! Você me emocionou demais!


Shi 30/11/2013minha estante
Amei demais mesmo seu livro, amiga! Como eu te disse, você trabalhou cada detalhe muito bem, escrevendo uma linda história


Ellen 12/04/2014minha estante
Eu fiquei bem interessada em ler mas tentei comprar duas vezes na amazon e as 2 vezes o arquivo não abriu. Será que foi só comigo?




Drica 28/03/2014

Emocionante!
"Eu te olhava pela janela" é o tipo de livro que vc começa a ler e não consegue mais parar. A história é muito forte, repleta de tensão e muitas emoções. Confesso que chorei em vários momentos. Li esse livro em apenas um dia, pois estava doida para saber o que iria acontecer, e mesmo depois que terminei de ler, ainda fiquei com a história na cabeça por vários dias... Não parava de pensar nos personagens e no quanto eles sofreram... Livro lindo. Super recomendo!!!
comentários(0)comente



estantedasuh 27/03/2015

Eu Te Olhava Pela Janela - Blog Era Uma Vez o Livro
Amanda é uma menina que sofreu muito na vida. Sua mãe faleceu e seu ´pai sai de casa. Ela foi criada pelo seu padrasto. Um cara beberrão e violento. Sua única alegria é o seu irmão Bentinho. Ela vive um dia após o outro, mas a cada dia sua vida fica difícil.

Em um dia normal Amanda não tem aula e vai pra casa, ela fica sozinha em casa, mas seu padrasto aparece e tenta violenta-la. A partir daí tudo de ruim acontece. Amanda consegue escapar da primeira tentativa, mas como retaliação o seu padrasto sequestra seu irmão. E pra ela saber onde ele está Amanda terá que fazer tudo que Luiz quiser. Vocês já podem imaginar o que ele vai querer, mas por uma mão divina o seu vizinho aparece e consegue salva-la.

Rodrigo foi morar a pouco tempo na vizinhança e na hora da mudança ele dá de cara com Amanda e ele passa a observa-la pela janela do seu quarto, mas mal sabe ele que Amanda também se apaixona desde esse dia.

A vida dos dois toma rumos diferentes e depois de dez anos, eles não deixaram de se apaixonados um pelo outro. E Rodrigo resolve ir atrás de Amanda, mas onde será que ela está? Um dia Rodrigo está numa livraria e ao acaso ele mexe em um livro e a sinopse lhe chama a atenção. A história parece muito a de Amanda e ele chega em casa com a esperança de pode descobrir onde ela está. E não é que essa é a pista certa.

Depois que os dois se reencontram a vida de Amanda e Rodrigo dá uma volta de 360º graus. Mas ainda tem muita coisa para ser explicada. E Amanda só vai ser ver completa depois que tudo estiver no seu lugar.

A história é linda. Ela emociona o leitor, nos faz sofrer com os personagens, mas também vemos como a vida deles vão melhorando e como Amanda vai ficando mais feliz. A mensagem que ele passa é que nada na sua vida acontece por acaso e que Deus está vendo o seu sofrimento e lá na frente você vai ter a felicidade que merece.

Amanda ainda tenha uma melhor amiga chamada Sabrine que vai ajudá-la e muito a realizar um sonho de anos. Sabrine ama muito ela e vemos que a amizade das duas é pura e verdadeira. Um grande exemplo para nós.

O Rodrigo é um grande alicerce para Amanda. Ele sempre está ao seu lado lhe dando conselhos, broncas e a amando incondicionalmente. Um homem inteligente, trabalhador, lindo e que quer o melhor para sua amada. Um sonho para qualquer mulher.

Mais uma vez parabenizo a Gleize por escrever um livro PERFEITO. Uma história que prende o leitor e que nos faz sentir várias emoções ao mesmo tempo. Cada página que lia queria mais e mais.

A história é escrita intercalada, assim podemos saber o ponto de vista de todos os personagens. Adoro livros assim pois não perdemos nada.

Super recomendo o livro para todos que gostam de história fortes e que nos passe mensagens maravilhosas.


site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/02/resenha-eu-te-olhava-pela-janela-de.html
comentários(0)comente



Jéssica R. 10/06/2015

Uma história de amor, perdão e confiança.
Em seus 14 anos de vida Amanda enfrentou sofrimento de gente grande. Após perder a mãe ela passou a viver com seu padrasto Luiz, e seu irmão Betinho de 9 anos. Infelizmente a convivência com seu padrasto não era nada amigável, ele chegava bêbado todos os dias e agredia os irmãos com frequência. Amanda e seu irmão viviam constantemente com medo e chegando a passar várias noites em claro.

Luiz não se mostra uma pessoa confiável, e logo resolve que Betinho terá que trabalha para ajudar nas despesas. Como uma boa irmã e sabendo que não existe a necessidade do menino trabalhar ela começa a sentir uma revolta muito grande, e quando seu padrasto ameaça agredir seu irmão, Amanda explode e o ameaça com uma faca, o que a menina não esperava era que o pior estava por vir. Para se vingar da garota Luiz, expõe toda a violência que existia nele e tenta violentá-la, mas ela não se entrega tão fácil e luta contra seu agressor, na fuga ela esbarra com seu vizinho Rodrigo que acaba ajudando a garota. Infelizmente as maldades de seu padrasto não acaba por aí, para castigar Amanda e realizar seu pensamento sádico ele sequestra Betinho, iniciando o martírio da jovem garota.

Não é um livro muito feliz, Gleize Costa apresenta uma história crua e real. Um romance forte e cheio de reviravoltas, assim pode ser definido “Eu te olhava pela janela”. A narrativa traz personagens com uma carga emocional muito grande, tanto os protagonistas quanto os coadjuvantes como Sabrine, a amiga escritora de Amanda, que possui sua própria história cheia de altos e baixos. O livro possui uma leitura rápida e fluida, sendo possível ler em poucas horas sem se cansar.

A única coisa que me incomodou foi a rapidez dos romances, tudo aconteceu muito rápido, principalmente uma certa relação que só ocorre no final do livro. Depois de terminar a leitura percebi que a autora colocou muito sofrimento na história e dobrou a quantidade de amor, perdão e confiança. Essas três palavrinhas transformaram a vida de Amanda e acredito que podem transformar a vida de quem está lendo, de todas as 3 o perdão (para mim) é o mais difícil e nossa mocinha precisou de muita força e de Deus para alcança-lo.

A autora trouxe para nós leitores uma mensagem linda nas páginas de seu livro... "Não importa o tamanho de seu sofrimento, Deus está do seu lado e lá na frente você terá a tão sonhada felicidade, basta crer”. Já li comentários aqui e em outros blogs de algumas pessoas que não leem livros onde Deus é colocado em evidência e não gostam de histórias com “pegada evangélica”, digo para darem uma chance para esta história ela vai te emocionar e te enriquecer. Como citei antes, ela traz elementos que estão faltando no mundo, como amor, perdão, confiança e por que não dizer esperança de dia melhores?

site: http://www.coracaoleitor.com.br/2015/06/resenha-eu-te-olhava-pela-janela.html#more
comentários(0)comente



Priscila 08/10/2016

Incrível!
Adoro a escrita da Gleize! Mais uma obra que gostei bastante, um livro em que consegui ler rapidinho. O livro trata do amor que há entre irmãos, numa amizade e entre um homem e mulher, além de abordar o perdão.
A vida da Amanda é repleta de momentos ruins, mas ô garota forte!
comentários(0)comente



Pequena Resenha 16/03/2017

Maravilhoso
Mais uma história linda e emocionante de Gleize Costa. O tema é forte, mas muito real. A trama já se inicia com o abuso sexual que Amanda sofre do padrasto e com o desaparecimento de seu irmão Betinho.

Entre tantos sofrimentos e provações que Amanda passa na busca pelo o que aconteceu com seu irmão, vemos uma jovem amadurecer rápido demais e se tornar uma mulher decidida, mas triste quase o tempo todo.

Rodrigo surge em um momento crucial da trama, mas a separação é inevitável. Até que se reencontram e passam aproveitar cada minuto juntos para suprir o tempo perdido. E para Amanda esse reencontro só a fortaleceu a continuar sua busca por Betinho.

Sabrine é a melhor amiga de Amanda e é uma personagem importantíssima, tanto para o reencontro com Rodrigo, até no desfecho do sequestro de Betinho. Uma amiga para toda vida com certeza.

?Isso é pra que você jamais se esqueça do amor e do carinho de Deus por você Amanda, Ele te ama tanto, que teve o cuidado de colocar pessoas especiais na sua vida, pra que essas pessoas te ajudassem na sua caminhada, na sua jornada.?


Impossível não se comover e se emocionar com essa linda história. Gleize Costa escreve com tanta delicadeza que te contagia, mas recomendo lencinhos à mão tá! Sempre com uma mensagem bíblica, nos faz pensar que tudo tem um propósito. Recomendadíssimo!!!!!
Veja outras resenhas lá no blog Pequena Resenha
comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12